Your SlideShare is downloading. ×
Sala digital
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Sala digital

1,077
views

Published on

Planejamento da sala digital …

Planejamento da sala digital
Coordenação: Joana Salete Altmann
Professora de Matemática
Ernestina/RS


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,077
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. SALA DIGITAL Escola Estadual de Ensino Médio Raimundo Corrêa Projeto Informática Educatica .
  • 2. Coordenadora
    • Joana Salete Altmann
  • 3. Introdução
  • 4.
    • A Informática vem adquirindo cada vez mais relevância no cenário educacional. Sua utilização como instrumento de aprendizagem e sua ação no meio social, vem aumentando de forma rápida entre nós.
    • Nesse sentido, a educação vem passando por mudanças estruturais e funcionais frente a essa nova tecnologia.
    • .
  • 5. O Projeto Informática Educativa visa auxiliar os educadores, para o uso pedagógico do computador para que possam produzir e ampliar conhecimentos junto aos alunos, através de projetos interdisciplinares educativos, utilizando os recursos da sala digital.
  • 6. Objetivos
  • 7.
    • Adaptar a Informática ao currículo escolar, está na utilização do computador como instrumento de apoio às matérias e aos conteúdos lecionados, além da função de preparar os alunos para uma sociedade informatizada.
    • Sensibilizar e conscientizar que a Informática é uma poderosa ferramenta que auxilia no processo ensino-aprendizagem de qualquer área do conhecimento;
  • 8.
    • Facilitar o acesso aos recursos tecnológicos e metodologias que possibilitem nova abordagem do currículo integrando as diversas áreas;
    • Realização de projetos interdisciplinares, criando ambientes favoráveis à construção do conhecimento;
    • Desenvolver habilidades para melhor uso das ferramentas tecnológicas no exercício da cidadania.
  • 9. Metodologia e Estratégias
  • 10.
    • Entendemos que o ato de planejar nos remete enquanto educadores a um compromisso de uma ação não improvisada, em que existe a intenção (que irá provocar uma ação e vice-versa), portanto é de fundamental importância do planejamento e este pode ocorrer em várias etapas:
  • 11.
    • Planejamento registrado para cada aula;
    • Estudo prévio do software;
    • Elaboração do plano de ensino;
    • - Reunião mensal sobre aulas (coordenação com professores);
  • 12.
    • Elaboração de atividades para as aulas e extra-aulas.
    • Reunião de toda a Equipe de Profissionais envolvidos para troca de experiências, avaliações, estudos e capacitação.
    • - Reuniões periódicas de planejamento com professores que estão vinculados naquele momento com a informática, e com as coordenadoras de segmento .
  • 13.
    • - Relatório de Projetos ao final de cada semestre, que podem ser impressos e gravados em CD-ROM juntamente com as produções dos estudantes, servindo como referencial para novos projetos e aulas.
    • - Preparação de reunião de pais, inovando as suas formas: oficinas, apresentações e exposições.
    • - Participação e produção de materiais nos eventos das escolas (feiras, mostras, desfiles, etc.).
  • 14.
    • - Agendamento de aulas, no horário da disciplina
    • e/ou série.
    • - Capacitação dos professores quando necessária.
    • - Oficinas Pedagógicas que podem ser feitas no Laboratório de Informática podem ser realizadas semestralmente e/ou anualmente, onde são apresentados os Relatórios de Projetos/aulas e o acervo de softwares; para cada segmento este é o espaço onde se pode avaliar o que se passou, usando essa avaliação como referencial para começar a definir algumas práticas pedagógicas, para o ano ou semestre posterior .
  • 15. RESULTADOS ESPERADOS
  • 16.
    • Que os educadores se sintam à vontade diante de um computador;
    • Que venham a dominar um conjunto de programas úteis para desenvolverem os seus projetos;
    • Que as atividades desenvolvidas no Laboratório de Informática sejam relacionadas ao Projeto Político-Pedagógico da Escola;
  • 17.
    • Que os educadores ativamente busquem os recursos da informática como ferramentas auxiliares no processo ensino-aprendizagem;
    • Que desenvolvam projetos interdisciplinares com os educandos;
    • Que os educadores e os educandos se apropriem dos recursos tecnológicos para melhor exercício da cidadania.
    • Que a escola participe de eventos extra -classe envolvendo a Informática Educativa.
  • 18. NORMAS PARA UTILIZAÇÃO DA SALA DE AULA DIGITAL PARA O (A) ALUNO (A):
  • 19.
    • Ao chegar ao Laboratório, antes de qualquer coisa ouça as instruções do (a) professor (a) da Sala Digital com bastante atenção.
    • Observe os passos corretos ao ligar os computadores, em caso de dúvida pergunte.
    • Siga as instruções para acessar os programas. Tenha cuidado com os equipamentos (mouse, teclado, etc.), eles são o nosso patrimônio.
    • Deixe seus materiais (pastas, mochilas, bolsas, etc.), na sala de aula ( o professor pode solicitar a chave para fechar a sala)
  • 20.
    • Não faça uso de alimentos e bebidas neste espaço
    • Conserve a Sala Digital Sempre limpa.
    • Utilize o computador somente para fazer as atividades de sua aula.
  • 21.
    • Salve sempre seus trabalhos na pasta da sua turma, ou em seu Pen Drive, caso contrário correrá o risco de perdê-los.
    • Não traga CDs sem a autorização do (a) professor (a).
    • Deixe a Área de Trabalho do computador padronizada (protetor de tela, ícones, ponteiro do mouse, etc.).
    • Somente entre em sites e programas autorizados na aula
  • 22.
    • Marque com antecedência as suas aulas na Sala de Aula Digital (conheça e use todos os recursos que ela oferece).
    • Na sala Digital, você é o responsável pelas suas aulas, (inclusive pela disciplina dos alunos) os professores da mesma estão para lhe auxiliar e resolver qualquer problema com os computadores. Trabalho conjunto gera melhores resultados .
  • 23.
    • Sugira, dê opiniões... NOSSO trabalho melhorará as condições da NOSSA Sala de Aula Digital.
  • 24. LEMBRETES IMPORTANTES
  • 25. A SALA DIGITAL é um espaço de aprendizagem é uma continuidade do trabalho realizado em sala de aula. A educação de uma pessoa é avaliada pelas pequenas ações do dia-a-dia. PEDIMOS A COLABORAÇÃO DE TODOS NA LIMPEZA DESTA SALA . LUGAR DE LIXO É NO LIXO.
  • 26.
    • COM RELAÇÃO AOS COMPUTADORES, SIGA AS ORIENTAÇÕES ABAIXO:
    • Não risque nas mesas ou teclados.
    • Não salve nenhum documento sem a autorização do (a) professor (a)
  • 27.
    • Não faça trocas de mouse ou teclado entre os computadores.
    • Inicia-se o trabalho na Sala Digital, somente após as orientações:
      • Do (a) professor (a) orientador (a) deste espaço.
      • Do (a) professor (a) da disciplina.
  • 28.
    • Há uma pasta. Leia as normas de utilização deste espaço, que estão na capa da pasta. Preencha os dados solicitados na folha de registro, que está dentro da pasta e coloque-a no mesmo lugar.
    • Antes de sair deixe seu espaço organizado. Feche os programas utilizados, desligue os computadores, deixe as cadeiras no lugar.
  • 29.
    • Não esqueça, você faz parte deste espaço educativo, seja consciente.
    • Obrigada!
    • Observação: A senha é a mesma do nome do usuário.

×