Your SlideShare is downloading. ×
Acordo ortográfico
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Acordo ortográfico

10,940
views

Published on

Apresentação da mudanças do último acordo ortográfico da língua portuguesa

Apresentação da mudanças do último acordo ortográfico da língua portuguesa

Published in: Education

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
10,940
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
135
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Prof.ª Maria Cecília de Salles Freire César Beatriz Aparecida de Castro Lívia dos Santos Gimenes Vanessa Macedo do Nascimento As novas regras ortográficas do Português 06/10/2009 11° Congresso de Tecnologia Faculdade de Tecnologia de São Paulo - FATEC
  • 2. Contexto Histórico
  • 3. Conceitos Básicos
  • 4. Sílaba Tônica
    • É a sílaba mais forte, se destaca por ser proferida com mais intensidade.
    • Ex: ca fé , ja ne la, mé dico, es tô mago, coleciona dor .
  • 5. Oxítona
    • Quando a sílaba tônica é a última.
    • Ex: ca fé , ra paz , escri tor , maracu já .
  • 6. Paroxítona
    • Quando a sílaba tônica é a penúltima.
    • Ex: me sa, lá pis, mon ta nha, imensi da de.
  • 7. Proparoxítona
    • Quando a sílaba tônica é a antepenúltima.
    • Ex: ár vore, qui lô metro, Mé xico, his tó rico.
  • 8. Ditongo
    • É a combinação de uma vogal + uma semivogal, ou vice-versa, na mesma sílaba.
    • Ex: p ai , r ei , s ou , p ão , f ui , her ói , sé r io , q ua ndo.
  • 9. Hiato
    • É o encontro de duas vogais pronunciadas em dois impulsos distintos, formando sílabas diferentes.
    • Ex: S aa ra (Sa-a-ra), f aí sca (fa-ís-ca), pod ia (po-di-a), s aú de (sa-ú-de), c iú me (ci-ú-me), pr ee ncher (pre-en-cher), cr ue l (cru-el), fr ea r (fre-ar), j uí zo (ju-í-zo).
  • 10. Regras de Acentuação
  • 11.
    • Acordo antigo
    • Acentuadas na vogal tônica.
    • Acento agudo se a vogal tônica for: i, u ou a, e, o abertos.
    • Ex.: xícara, úmido, lágrima, término, lógico;
    • Acento circunflexo se a vogal tônica for fechada ou nasal.
    • Ex.: lâmpada, pêssego, estômago.
    • Todas as proparoxítonas são acentuadas.
    Proparoxítonas
  • 12.
    • Novo acordo
    • Não há alteração.
    Proparoxítonas
  • 13.
    • Acordo antigo
    • Ditongo crescente, seguido ou não de s.
    • Ex.: sábio, róseo, planície, régua, espontâneo, decência, ingênuo.
    • -i, -is, -us, -um, -uns.
    • Ex.: táxi, lápis, bônus, vírus, álbum, álbuns.
    Paroxítonas
  • 14.
    • Acordo antigo
    • -l, -n, -r, -x, -ons, -ps.
    • Ex.: fácil, móvel, cônsul, hífen, látex, elétrons, bíceps.
    • -ei, -eis .
    • Ex.: jóquei, fósseis.
    • -ã, -ãs, -ão, -ãos .
    • Ex.: ímã, ímãs, órgão, bênçãos.
    Paroxítonas
  • 15.
    • Novo acordo
    • -i, -is, -us, -um, -uns.
    • Ex.: ônus/ónus; tênis/ténis; bônus/bónus.
    Paroxítonas
  • 16.
    • Acordo antigo
    • -a, -e, -o , seguidos ou não de s.
    • Ex.: xará, pajé, você, vovô, avós.
    • -em, -ens, em palavras de duas ou mais sílabas.
    • Ex.: ninguém, armazéns.
    Oxítonas
  • 17.
    • Novo acordo
    • Não há alterações.
    Oxítonas
  • 18.
    • Acordo antigo
    • Terminados em -a, -e, -o, seguidos ou não de s.
    • Ex.: há, pá, pé, dê, nó, pôs.
    • Que encerram os ditongos abertos éi, éu, ói.
    • Ex.: véu, réis, dói, sóis.
    Monossílabos
  • 19.
    • Novo acordo
    • Não há alterações.
    Monossílabos
  • 20.
    • Acordo antigo
    • Vogal dos ditongos abertos éi, éu, ói.
    • Ex.: papéis, idéia, chapéu.
    • Estes ditongos não são acentuados quando fechados.
    • Ex.: areia, ateu, apoio.
    • Não se acentua a vogal tônica dos ditongos
    • iu – ui. Ex.: saiu.
    Ditongos
  • 21.
    • Novo acordo
    • Pela nova regra, os ditongos ói e éi não são mais acentuados nas palavras paroxítonas.
    • Ex.: assembleia, ideia, plateia, centopeia.
    Ditongos
  • 22. Hiatos
    • Acordo antigo
    • i e u tônicos, em hiato com vogal ou ditongo anterior, formando sílaba sozinhos ou com s.
    • Ex.: saída, saúde, faísca, feiúra.
    • Não se acentuam i e u quando seguidos de nh ou quando formam sílaba com letra que não seja s.
    • Ex.:cair, sairmos, juiz, ruim, amendoim.
  • 23. Hiatos
    • Acordo antigo
    • Coloca-se acento circunflexo na primeira vogal dos hiatos ôo e êe quando for tônica.
    • Ex.: vôo, vêem.
    • Não se acentuam os seguintes hiatos:
    • Ex.: Saara, caolho, lagoa, pessoa, Mooca, moeda, poeta, perdoe.
  • 24. Hiatos
    • Novo acordo
    • Fica abolido a acento que havia nos hiatos oo e ee.
    • Ex.: voo, veem.
    • Não mais se acentuarão o i e o u tônicos quando forem precedidos de ditongos.
    • Ex.: feiura.
  • 25. Os grupos: gue, gui, que, qui
    • Acordo antigo
    • Coloca-se acento agudo sobre o u desses grupos, quando é proferido e tônico.
    • Ex.: averigúe, argúis, obliqúe.
    • Quando átono, o referido u receberá trema.
    • Ex.: agüentar, argüir, freqüente, delinqüir.
  • 26. Os grupos: gue, gui, que, qui
    • Novo acordo
    • O trema fica totalmente abolido pelo novo Acordo (exceto nos nomes estrangeiros).
    • A queda do trema acarreta também outra mudança: quando um u tônico vinha depois de q ou g e era seguido de e ou i , não recebia trema, mas acento agudo . Esse acento também deixou de existir.
    • Ex: aguentar, arguir, frequente, delinquir.
  • 27. Acento diferencial
    • Acordo antigo
    • Emprega-se como sinal de vocábulos homógrafos para distinguir homógrafos tônicos de átonos.
    • Ex.: ás/as, dê/de.
    • E excepcionalmente, para diferenciar homógrafo tônico fechado de aberto.
    • Ex.: pôde/pode.
  • 28. Acento diferencial
    • Novo acordo
    • Passam a existir como facultativos:
    • a) Acento circunflexo:
        • Dêmos (1ª pessoa do plural do presente do subjuntivo), para distinguir de demos (1ª pessoa do plural do pretérito perfeito do indicativo);
        • Fôrma (timbre fechado), para distinguir de forma (timbre aberto);
  • 29. Acento diferencial Novo acordo b) Acento agudo na 1ª pessoa do plural do pretérito perfeito dos verbos da primeira conjugação: amámos, louvámos, jantámos. Todos os demais desaparecem: pára = para, pêlo = pélo = pelo, pôlo = pólo, pêra = péra = pera, côa = coa. Agora sempre se e screverá apenas para, pelo(s), polo(s), pera(s) e coa(s).
  • 30. Continuam a ser acentuados
    • a) Pôr (verbo) para distinguir de por (preposição)
    • Vamos pôr ordem no recinto!
    • Vejam por onde passam!
    • b) Pôde (verbo no passado) para distinguir de pode (verbo no presente)
    • Ontem ela não pôde reclamar, mas hoje pode.
  • 31. Acento grave
    • Acordo antigo
    • Usado para indicar crase.
    • Novo acordo
    • Não há alterações.
  • 32. Exercício prático
  • 33. Ela o convidou a entrar e lhe ofereceu uma xícara de chá .
  • 34. Eles não crêem naquilo que não vêem .
  • 35. Resposta Eles não creem naquilo que não veem .
  • 36. “ O problema com as boas idéias , é que elas acabam dando muito trabalho" (Peter Drucker)
  • 37. Resposta “ O problema com as boas ideias , é que elas acabam dando muito trabalho" (Peter Drucker)
  • 38. Eu vou por aqui!
  • 39. Resposta Eu vou por aqui!
  • 40. Resposta Eu vou pôr aqui! colocar
  • 41. A estréia de Katie Holmes foi marcada por protestos.
  • 42. Resposta A estreia de Katie Holmes foi marcada por protestos.
  • 43. A luta contra a destruição do meio ambiente tornou-se assunto freqüente na sociedade.
  • 44. Resposta A luta contra a destruição do meio ambiente tornou-se assunto frequente na sociedade.
  • 45. Pesquisa revela que 97% dos brasileiros crêem em Deus.
  • 46. Resposta Pesquisa revela que 97% dos brasileiros creem em Deus.
  • 47. A preocupação do Ministerio da Saúde é erradicar o vírus H1N1, causador da influenza A.
  • 48. Resposta A preocupação do Ministério da Saúde é erradicar o vírus H1N1, causador da influenza A.
  • 49. O vôo da banda atrasou, por isso a platéia ficou ansiosa.
  • 50. Resposta O voo da banda atrasou, por isso a plateia ficou ansiosa.
  • 51. Eu apóio qualquer acordo entre os países.
  • 52. Resposta Eu apoio qualquer acordo entre os países.
  • 53. Quando ele pára para pensar, desiste.
  • 54. Resposta Quando ele para para pensar, desiste.
  • 55. Ela perdeu tudo o que estava dentro da caixa de jóias.
  • 56. Resposta Ela perdeu tudo o que estava dentro da caixa de joias .
  • 57. Ele achou a nova estátua uma feiúra.
  • 58. Resposta Ele achou a nova estátua uma feiura .
  • 59. Muitos consumidores se tornam inadimplentes por não agüentarem pagar as taxas do cartão de crédito.
  • 60. Resposta Muitos consumidores se tornam inadimplentes por não aguentarem pagar as taxas do cartão de crédito.
  • 61. O síndico marcou uma assembléia para decidir sobre a reforma do prédio.
  • 62. Resposta O síndico marcou uma assembleia para decidir sobre a reforma do prédio.
  • 63. Em declarações ao jornal, o porta-voz do banco disse que não podia divulgar o valor exato do bônus, mas admitiu que seriam centenas de euros.
  • 64. Bibliografia
    • BECHARA, Evanildo. Moderna Gramática Portuguesa. 37ed. Atualizada pelo novo acordo ortográfico. Rio de Janeiro: Nova Fronteira/ Lucerna, 2009.
    • Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa . 5ª ed., Rio de Janeiro: Global, 2009
  • 65. Obrigada! 11° Congresso de Tecnologia Faculdade de Tecnologia de São Paulo - FATEC 06/10/2009 Prof.ª Maria Cecília de Salles Freire César Beatriz Aparecida de Castro Lívia dos Santos Gimenes Vanessa Macedo do Nascimento