• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Agile Economics
 

Agile Economics

on

  • 2,152 views

It’s the Economy! - Agilidade, Indicadores Financeiros e Criação de Valor

It’s the Economy! - Agilidade, Indicadores Financeiros e Criação de Valor

Palestra ministrada por José Papo no evento Agile Brazil 2010

Statistics

Views

Total Views
2,152
Views on SlideShare
1,942
Embed Views
210

Actions

Likes
5
Downloads
52
Comments
1

4 Embeds 210

http://josepaulopapo.blogspot.com 187
http://josepaulopapo.blogspot.com.br 21
http://static.slidesharecdn.com 1
http://www.infoblogs.com.br 1

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

CC Attribution License

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

11 of 1 previous next

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Comparar a pesquisa CHAOS com o Agile Survey é injusto. Há uma enorme diferença de metodologia. E os 30% falam de projetos perfeitos, mas a taxa de projetos com algum sucesso é próxima de 80%. Sem falar que as metodologias são diferentes e os tamanhos também.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Agile Economics Agile Economics Presentation Transcript

      • José Papo, MSc
      • Contatos:
      • jose [email_address]
      • http://twitter.com/josepapo
      • http://josepaulopapo.blogspot.com
      It’s the Economy! Agilidade, Indicadores Financeiros e Criação de Valor
    • Agenda
      • Agile Economics
      • Por que Agilidade funciona?
      • Visão estratégica da Agilidade
      • Visão tática da Agilidade
      • Indicadores Financeiros
    • A chave para o sucesso da TI
      • “ Só evoluiremos para uma verdadeira engenharia de software (e melhoraremos nossos números de sucesso) quando usarmos a engenharia econômica para tomar as decisões do dia a dia dos projetos de TI” – Steve Tockey
    • Por que, afinal, ser Ágil?
      • Em torno de 30% dos projetos de TI são bem sucedidos
      • Em torno de 80% dos projetos Ágeis são bem sucedidos
      Fontes: CHAOS Report 2009 e Agile Survey 2009
    • Por que, afinal, ser Ágil?
      • 5% a 50% de redução no time to market
      • 5% a 70% de redução no número de defeitos
      • 5% a 30% menos esforço que processo tradicional
      • 20% a 400% mais valor gerado
      • Maior satisfação de clientes finais
      • Maior satisfação de funcionários
      Fontes: Pesquisas de Jeff Sutherland, Craig Larman e Mike Cohn
    • Por que Agilidade funciona?
      • Pilares do Lean e Agilidade
        • Respeito pelas pessoas
        • Melhoria Contínua
      • Quando há uma cultura Ágil, a organização foca esforços para eliminar tudo que não agrega valor na cadeia produtiva
      • Ataca dois grandes desperdícios da TI
        • Projetos desnecessários
        • Requisitos desnecessários
    • Visão estratégica da Agilidade
      • Óbvio?  Eliminar projetos com baixo retorno vai gerar melhor time to market para os projetos restantes
      • Contra-intuitivo  Quando você corta projetos você entrega mais valor!
      • Elabore business cases enxutos para os projetos em sua empresa. Reavalie periodicamente o custo/benefício de cada projeto
    • Visão tática da Agilidade 64% Funcionalidades Nunca ou raramente são utilizadas Tradicional Ágil Foco no cliente e no valor para o negócio (SCRUM) Requisitos feitos são os mais prioritários do ponto de vista do negócio Custo Prazo Escopo Qualidade Variável! Custo Prazo Escopo Variável! Qualidade
    • Visão tática da Agilidade
      • Contrate um bom Product Owner que seja bem ganancioso e entenda o valor de releases curtos.
      • Foque em um produto de qualidade que contenha o mínimo de funcionalidades necessárias para resolver os problemas e necessidades do negócio.
      • Entregue versões rápidas e constantes para seus clientes e usuários finais.
    • Indicadores Financeiros
      • Demonstre o valor agregado, pois a criação e gestão do valor são os fundamentas do capitalismo e da administração moderna.
      • Use a ferramenta do Valor Presente Líquido para demonstrar o valor agregado.
      • O que é o Valor? É o que resta para os donos, após a dedução dos juros sobre o capital de terceiros e o custo de oportunidade empregados.
    • Indicadores Financeiros - Exemplos
      • Sistema levará dois anos para ser implementado.
      • Estratégia de entrega do produto após 2 anos
        • Semestre 1: -50.000 Semestre 2: -50.000 / (1 + 0,05) = -47.619
        • Semestre 3: -50.000 / (1 + 0,05) ao quadrado = -45.351 ... Semestre 5: 75.000 / (1 + 0,05) a quarta = 61.702
        • Semestre 6: 100.000 / (1 + 0,05) a quinta = 78.352 VPL em 6 semestres (3 anos): -46.108
        • Semestre 7: 125.000 / (1 + 0,05) a sexta = 93.276
        • VPL no semestre 7 (3 anos e meio) = 93.276 – 46.108 = 47.168
    • Indicadores Financeiros - Exemplos
      • Sistema levará dois anos para ser implementado.
      • Estratégia de entrega do produto com releases a cada 6 meses
        • Semestre 1: -50.000 Semestre 2: -50.000 + 20000 / (1 + 0,05) = -28.751
        • Semestre 3: -50.000 + 35000 / (1 + 0,05) ao quadrado = -13.605 ...
        • Semestre 5: 70.000 / (1 + 0,05) a quarta = 57.589
        • Semestre 6: 90.000 / (1 + 0,05) a quinta = 70.517 VPL em 6 semestres (3 anos): 31.431
        • Semestre 7: 125.000 / (1 + 0,05) a sexta = 93.276
        • VPL no semestre 7 (3 anos e meio) = 93.276 + 31.431 = 125.157
    • Indicadores Financeiros - Resumo
      • Estratégia de entrega big-bang tende a gerar menos valor que estratégia de entregas curtas e de valor agregado.
      • No exemplo: 47.168 versus 125.157, isto é, 2,65 vezes mais valor na estratégia 2 que na estratégia 1.
      • “ Métodos ágeis possuem o potencial de realizar uma gigantesca diferença na vantagem competitiva de uma empresa. A fórmula para o sucesso é simples: entregue hoje, adapte amanhã e continuamente” – Jim Highsmith
    • Dicas bibliográficas
      • Jim Highsmith - Agile Project Management, 2nd Edition
      • Steve Tockey - Return on Software: Maximizing the Return on your software investment
      • Denne e Huang - Software by Numbers: Low-Risk, High-Return Development
      • Smith e Reinertsen - Developing Products in half the time, 2nd edition
      • Cooper e Edgett - Portfolio Management for New Products, 2nd Edition
      • Lapponi - Projetos de Investimento na Empresa
    • Dúvidas
      • “ O modelo tradicional de desenvolvimento de software é errado e perigoso. Temos a obrigação de superá-lo” – Frederick Brooks, Criador do OS/360
      • “ Pessoas boas com um bom processo sempre superam pessoas boas com um mau processo. Mas nada substitui as pessoas.” – Grady Booch, IBM Fellow
      • “ Pessoas, processos e ferramentas. Essas são as coisas, nessa ordem, onde a empresa deve investir dinheiro. Isso se ela quiser aumentar as chances de sucesso na entrega de projetos de software.” – Walker Royce, Criador do Processo Unificado