Your SlideShare is downloading. ×
4 Aula 4 Mobile Tv 09 10 Cavnm
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

4 Aula 4 Mobile Tv 09 10 Cavnm

371
views

Published on

Published in: Education, Technology, Business

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
371
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
16
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. conteúdos AV para novos media MCMM | 1º Ano | 1º Sem. | Dep. Comunicação e Arte | almeida@ua.pt | jfa@ua.pt | 09-10 [85] Mobile TV http://www.maindata.info/
  • 2. MCMM | 1º Ano | 1º Sem. | Dep. Comunicação e Arte | almeida@ua.pt | jfa@ua.pt | 09-10 Mobile TV | barreiras à adopção conteúdos AV para novos media Privacidade… Qualidade de recepção Imersão/distracção imersão é possível (uns normais auscultadores ajudam); mas aumenta a possibilidade de distracção em relação ao que envolve o utilizador; riscos de roubo, falhar a paragem do autocarro… [86]
  • 3. MCMM | 1º Ano | 1º Sem. | Dep. Comunicação e Arte | almeida@ua.pt | jfa@ua.pt | 09-10 Mobile TV | mobilidade vs personalização conteúdos AV para novos media TV-M possibilita escolha de conteúdos no local que o utilizador deseje TV móvel é TV pessoal Experiência pessoal não necessariamente solitária efectuada num dispositivo com N capacidades de comunicação abrem-se várias possibilidades de investigação na área de Social-TV [87]
  • 4. MCMM | 1º Ano | 1º Sem. | Dep. Comunicação e Arte | almeida@ua.pt | jfa@ua.pt | 09-10 Mobile TV | broadcast vs unicast conteúdos AV para novos media Broadcast Emissão suportada por uma rede unidireccional de ondas de RF Uma só emissão para todos os clientes Antena emissora de TV do Monte da virgem http://olhares.aeiou.pt/monte_da_virgem/foto542226.html Unicast Emissão suportada por uma rede bi-direccional GSM/3G Uma emissão única para cada cliente [88] GSM - Base Transceiver Station http://www.tutorialspoint.com/gsm/gsm_base_station_subsystem.htm
  • 5. MCMM | 1º Ano | 1º Sem. | Dep. Comunicação e Arte | almeida@ua.pt | jfa@ua.pt | 09-10 Mobile TV | broadcast vs unicast DV E w.the natp://ww conteúdos AV para novos media B- uroegiste ht H p r.co.u ap a ( k/200 Broadcast (um elevado número de normas!!!) r ro ma8/03/1 DVB-H (Digital Video Broadcasting – Handheld @VHF & UHF) ou va rç8/dvb alternativas: do o _h_a DVB-SH (satellite services to handheld devices) pa 200roved T-DMB (Terrestrial Digital Multimedia Broadcasting) ra 8 ) / S-DMB (Satellite Digital Multimedia Broadcasting) ut pp ili ISDB-T (Integrated Services Digital Broadcasting Terrestrial) açz MediaFLO (Qualcomm – USA) ão Modelo de negócio: permite freeTV; Não saturação da rede versus nº de clientes; Interactividade necessita de outra rede complementar. [89] Implementação dependente da libertação do espectro rádio-eléctrico e da perseverança de um dos standards
  • 6. MCMM | 1º Ano | 1º Sem. | Dep. Comunicação e Arte | almeida@ua.pt | jfa@ua.pt | 09-10 Mobile TV | broadcast vs unicast conteúdos AV para novos media M pod as e … m/ Unicast br de Sobre redes móveis como a UMTS (Universal Mobile oa ve Telecommunication System – 3G) dc m as co Modelo de negócio: tipicamente PayTV, PPV-TV e t / ex VoD (pode dificultar adesão ao serviço); un ist ic ir Saturação da rede versus nº de clientes; as t Interactividade assegurada (conteúdos a pedido, publicidade, ...); Tecnologia já existente. [90]
  • 7. MCMM | 1º Ano | 1º Sem. | Dep. Comunicação e Arte | almeida@ua.pt | jfa@ua.pt | 09-10 Mobile TV | situação broadcast conteúdos AV para novos media Países líderes Coreia do Sul (DVB-SH) Japão (ISDB-T) Europa (DVB-H) soluções comerciais 3 italia (Itália - inicio 2006 600.000 assinantes Maio 2007) Bluewin TV mobile (Suíça – inicio 2008) Mobilkom (Austria – inicio 2008) KPN (Holanda – inicio 2008) Vários trials europeus Alemanha Portugal: Junho 2007: TVI + Vodafone realizaram um primeiro trial [91]
  • 8. MCMM | 1º Ano | 1º Sem. | Dep. Comunicação e Arte | almeida@ua.pt | jfa@ua.pt | 09-10 Mobile TV | novas interfaces e aplicações conteúdos AV para novos media SPB TV BlackBerry Android Alcatel fast zapping At&t Mobile TV no LG Vu (aos 43”) Sky Mobile TV Iphone app [92]
  • 9. MCMM | 1º Ano | 1º Sem. | Dep. Comunicação e Arte | almeida@ua.pt | jfa@ua.pt | 09-10 Mobile TV | pilotos em Espanha conteúdos AV para novos media Average daily usage 16 minutes 20-25 minutes Users liked Almost 75% of the 80% of the customers the service customers would would recommend the recommend the service service. Favorite Conventional TV and music programs (TV as a TV news, serials and programs magazines personal music device). Leaving work Lunch time Working days Days off 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 Conventional TV audience in Spain Trial audience [93] Fonte: Ester Fernàndez (Albertis Telecom) ANACOM, Aveiro, 9th July 2007
  • 10. conteúdos AV para novos media MCMM | 1º Ano | 1º Sem. | Dep. Comunicação e Arte | almeida@ua.pt | jfa@ua.pt | 09-10 [94] Mobile TV | a necessidade de espectro de RF Fonte: Peter MacAvock (DVB) ANACOM, Aveiro, 9th July 2007
  • 11. MCMM | 1º Ano | 1º Sem. | Dep. Comunicação e Arte | almeida@ua.pt | jfa@ua.pt | 09-10 Mobile TV | a necessidade de espectro de RF conteúdos AV para novos media Fonte: Peter MacAvock (DVB) ANACOM, Aveiro, 9th July 2007 Gamas de espectro actualmente ocupadas com TV analógica Com o switch-off permitir-se-á utilizar estas gamas para a TVD-M [95]
  • 12. MCMM | 1º Ano | 1º Sem. | Dep. Comunicação e Arte | almeida@ua.pt | jfa@ua.pt | 09-10 Mobile TV | a necessidade do switch-off conteúdos AV para novos media A Comissão Europeia adoptou uma comunicação intitulada "Acelerar a transição da radiodifusão analógica para a digital" na qual fixa os objectivos da política comunitária para a referida transição: propõe o início de 2012 como prazo limite para o encerramento das emissões analógicas em todos os Estados-Membros (http://www.icp.pt/template12.jsp?categoryId=251182) Acordo de Genebra 2006 – balizou o switch-off a 2015 Em Portugal pretendia-se iniciar as emissões digitais em 2008… [96]
  • 13. MCMM | 1º Ano | 1º Sem. | Dep. Comunicação e Arte | almeida@ua.pt | jfa@ua.pt | 09-10 Mobile TV | o papel das autoridades reguladoras conteúdos AV para novos media - o papel da OFCOM Criar condições para o florescimento de serviços inovadores Aspectos importantes Disponibilidade de espectro Emergência de diferentes standards Como regulamentar o conteúdo em plataformas móveis Os broadcasters de serviço público devem ter um papel especial [97]