Your SlideShare is downloading. ×
3   principios gerais do socorrismo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

3 principios gerais do socorrismo

6,888
views

Published on


0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
6,888
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
181
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. 3. Princípios Gerais de SocorrismoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 2. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Cuidados imediatos prestados a alguém ferido ou doente, com a finalidade de preservar a vida, promover a recuperação e prevenir o agravamento do seu estadoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 3. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Cuidados imediatos prestados a alguém ferido ou doente, com a finalidade de preservar a vida, promover a recuperação e prevenir o agravamento do seu estado Aplicar um conjunto de conhecimentos que permitam, perante uma situação de acidente ou doença súbita, estabelecer prioridades e desenvolver acções adequadas com o fim de estabilizar ou, se possível, melhorar a situação da(s) vítima(s).Jorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 4. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Cuidados imediatos prestados a alguém ferido ou doente, com a finalidade de preservar a vida, promover a recuperação e prevenir o agravamento do seu estado Aplicar um conjunto de conhecimentos que permitam, perante uma situação de acidente ou doença súbita, estabelecer prioridades e desenvolver acções adequadas com o fim de estabilizar ou, se possível, melhorar a situação da(s) vítima(s). Acções devem ser aplicadas o mais rapidamente possível e têm carácter limitadoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 5. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Cuidados imediatos prestados a alguém ferido ou doente, com a finalidade de preservar a vida, promover a recuperação e prevenir o agravamento do seu estado Aplicar um conjunto de conhecimentos que permitam, perante uma situação de acidente ou doença súbita, estabelecer prioridades e desenvolver acções adequadas com o fim de estabilizar ou, se possível, melhorar a situação da(s) vítima(s). Acções devem ser aplicadas o mais rapidamente possível e têm carácter limitado REGRA ÚNICA: Se não sabe, não mexe!Jorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 6. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do SocorrismoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 7. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo - PREVENIRJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 8. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo - PREVENIR - ALERTARJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 9. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo - PREVENIR - ALERTAR - SOCORRERJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 10. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo - PREVENIR - ALERTAR - SOCORRER SITUAÇÕES DE SOCORROJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 11. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo - PREVENIR - ALERTAR - SOCORRER SITUAÇÕES DE SOCORRO URGENTES Assistência deve ser prestada logo que possívelJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 12. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo - PREVENIR - ALERTAR - SOCORRER SITUAÇÕES DE SOCORRO URGENTES Assistência deve ser prestada logo que possível EMERGENTES Assistência e cuidados devem ser administrados de imediatoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 13. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIRJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 14. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR PREVENÇÃO PRIMÁRIAJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 15. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR PREVENÇÃO PRIMÁRIA Acções a realizar antes que ocorra o acidenteJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 16. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR PREVENÇÃO PRIMÁRIA Acções a realizar antes que ocorra o acidente Diminuir ou anular probabilidade de ocorrênciaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 17. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR PREVENÇÃO PRIMÁRIA Acções a realizar antes que ocorra o acidente Diminuir ou anular probabilidade de ocorrência Prevenção Rodoviária Prevenção Doméstica Prevenção no TrabalhoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 18. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR PREVENÇÃO PRIMÁRIA PREVENÇÃO SECUNDÁRIAJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 19. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR PREVENÇÃO PRIMÁRIA PREVENÇÃO SECUNDÁRIA Acções a realizar após a ocorrênciaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 20. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR PREVENÇÃO PRIMÁRIA PREVENÇÃO SECUNDÁRIA Acções a realizar após a ocorrência Evitar agravamento e prevenindo riscos decorrentes do acidenteJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 21. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo Chamar para o local do acidente pessoal especializado para PREVENIR estabilizar e transportar vítimas ALERTARJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 22. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo Chamar para o local do acidente pessoal especializado para PREVENIR estabilizar e transportar vítimas ALERTAR Não abandonar vítima(s)Jorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 23. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo Chamar para o local do acidente pessoal especializado para PREVENIR estabilizar e transportar vítimas ALERTAR Não abandonar vítima(s) Pedir colaboração (se possível) na recolha de informações:Jorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 24. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo Chamar para o local do acidente pessoal especializado para PREVENIR estabilizar e transportar vítimas ALERTAR Não abandonar vítima(s) Pedir colaboração (se possível) na recolha de informações: 1. Local exacto do acidenteJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 25. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo Chamar para o local do acidente pessoal especializado para PREVENIR estabilizar e transportar vítimas ALERTAR Não abandonar vítima(s) Pedir colaboração (se possível) na recolha de informações: 1. Local exacto do acidente 2. Número de vítimas e seu estadoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 26. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo Chamar para o local do acidente pessoal especializado para PREVENIR estabilizar e transportar vítimas ALERTAR Não abandonar vítima(s) Pedir colaboração (se possível) na recolha de informações: 1. Local exacto do acidente 2. Número de vítimas e seu estado 3. Idade aproximada da(s) vítima(s)Jorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 27. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo Chamar para o local do acidente pessoal especializado para PREVENIR estabilizar e transportar vítimas ALERTAR Não abandonar vítima(s) Pedir colaboração (se possível) na recolha de informações: 1. Local exacto do acidente 2. Número de vítimas e seu estado 3. Idade aproximada da(s) vítima(s) 4. Possibilidade de existência de factores agravantesJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 28. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo Chamar para o local do acidente pessoal especializado para PREVENIR estabilizar e transportar vítimas ALERTAR Não abandonar vítima(s) Pedir colaboração (se possível) na recolha de informações: 1. Local exacto do acidente 2. Número de vítimas e seu estado 3. Idade aproximada da(s) vítima(s) 4. Possibilidade de existência de factores agravantes Perigo de IncêndioJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 29. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo Chamar para o local do acidente pessoal especializado para PREVENIR estabilizar e transportar vítimas ALERTAR Não abandonar vítima(s) Pedir colaboração (se possível) na recolha de informações: 1. Local exacto do acidente 2. Número de vítimas e seu estado 3. Idade aproximada da(s) vítima(s) 4. Possibilidade de existência de factores agravantes Perigo de Incêndio Perigo de ExplosãoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 30. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo Chamar para o local do acidente pessoal especializado para PREVENIR estabilizar e transportar vítimas ALERTAR Não abandonar vítima(s) Pedir colaboração (se possível) na recolha de informações: 1. Local exacto do acidente 2. Número de vítimas e seu estado 3. Idade aproximada da(s) vítima(s) 4. Possibilidade de existência de factores agravantes Perigo de Incêndio Perigo de Explosão Vítimas EncarceradasJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 31. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo Chamar para o local do acidente pessoal especializado para PREVENIR estabilizar e transportar vítimas ALERTAR Não abandonar vítima(s) Pedir colaboração (se possível) na recolha de informações: 1. Local exacto do acidente 2. Número de vítimas e seu estado 3. Idade aproximada da(s) vítima(s) 4. Possibilidade de existência de factores agravantes Perigo de Incêndio Afogamento Perigo de Explosão Vítimas EncarceradasJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 32. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo Chamar para o local do acidente pessoal especializado para PREVENIR estabilizar e transportar vítimas ALERTAR Não abandonar vítima(s) Pedir colaboração (se possível) na recolha de informações: 1. Local exacto do acidente 2. Número de vítimas e seu estado 3. Idade aproximada da(s) vítima(s) 4. Possibilidade de existência de factores agravantes Perigo de Incêndio Afogamento Perigo de Explosão Acidentes Eléctricos Vítimas EncarceradasJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 33. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo 1º VERIFICAR PREVENIR Situações de risco para a vítima e para o socorrista ALERTAR SOCORRERJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 34. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo 2º PEDIR PREVENIR Ajuda especializada, ligando para 112 e solicitar auxílio de meios ALERTAR diferenciados para socorrer e estabilizar a vítima, bem como efectuar posterior transporte para unidade de saúde. SOCORRER 1º VERIFICARJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 35. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo 3º AVALIAR PREVENIR O estado da(s) vítima(s) para poder socorrê-las por ordem de gravidade ALERTAR SOCORRER 1º VERIFICAR 2º PEDIRJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 36. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo 4º CUIDAR PREVENIR Cada uma das vítimas aplicando os seus conhecimentos de primeiros ALERTAR socorros, não indo além dos seus conhecimentos e meios ao dispor, evitando assim um agravar da situação SOCORRER 1º VERIFICAR 2º PEDIR 3º AVALIARJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 37. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo 5º MANTER PREVENIR ALERTAR A estabilidade da(s) vítima(s) assegurando que o seu estado não se agrave e para que possa esperar nas melhores condições possíveis a chegada de meios de socorro diferenciado e/ou o seu transporte SOCORRER 1º VERIFICAR 2º PEDIR 3º AVALIAR 4º CUIDARJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 38. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo SOCORROS ESSENCIAIS PREVENIR ALERTAR Situações prioritárias na prestação do primeiro socorro e na evacuação SOCORRER 1º VERIFICAR 2º PEDIR 3º AVALIAR 4º CUIDAR 5º MANTERJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 39. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo SOCORROS ESSENCIAIS PREVENIR ALERTAR A Alterações Cárdio-Respiratórias SOCORRER 1º VERIFICAR 2º PEDIR 3º AVALIAR 4º CUIDAR 5º MANTERJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 40. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo SOCORROS ESSENCIAIS PREVENIR ALERTAR A Alterações Cárdio-Respiratórias SOCORRER C Choque 1º VERIFICAR 2º PEDIR 3º AVALIAR 4º CUIDAR 5º MANTERJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 41. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo SOCORROS ESSENCIAIS PREVENIR ALERTAR A Alterações Cárdio-Respiratórias SOCORRER C Choque H Hemorragia 1º VERIFICAR 2º PEDIR 3º AVALIAR 4º CUIDAR 5º MANTERJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 42. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo SOCORROS ESSENCIAIS PREVENIR ALERTAR A Alterações Cárdio-Respiratórias SOCORRER C Choque H Hemorragia 1º VERIFICAR E Envenenamento 2º PEDIR 3º AVALIAR 4º CUIDAR 5º MANTERJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 43. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo SOCORROS ESSENCIAIS PREVENIR ALERTAR A Alterações Cárdio-Respiratórias SOCORRER C Choque H Hemorragia 1º VERIFICAR E Envenenamento 2º PEDIR 3º AVALIAR 4º CUIDAR SOCORROS SECUNDÁRIOS 5º MANTER Situações que não colocam em risco a vida das vítimas (ex. feridas, queimaduras, fracturas) Vigilância constante por possível agravamentoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 44. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR ALERTAR SOCORRER Riscos e Condições de SegurançaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 45. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo Condições de Segurança Avaliar PREVENIR SEMPRE ALERTAR Riscos Existentes SOCORRER Riscos e Condições de SegurançaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 46. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo Condições de Segurança Avaliar PREVENIR SEMPRE ALERTAR Riscos Existentes SOCORRER Riscos e Condições Choques Eléctricos de SegurançaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 47. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo Condições de Segurança Avaliar PREVENIR SEMPRE ALERTAR Riscos Existentes SOCORRER Riscos e Condições Choques Eléctricos de Segurança Fugas de Gás / IntoxicaçõesJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 48. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo Condições de Segurança Avaliar PREVENIR SEMPRE ALERTAR Riscos Existentes SOCORRER Riscos e Condições Choques Eléctricos de Segurança Fugas de Gás / Intoxicações AtropelamentoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 49. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo Condições de Segurança Avaliar PREVENIR SEMPRE ALERTAR Riscos Existentes SOCORRER Riscos e Condições Choques Eléctricos de Segurança Fugas de Gás / Intoxicações Atropelamento AgressãoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 50. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo Condições de Segurança Avaliar PREVENIR SEMPRE ALERTAR Riscos Existentes SOCORRER Riscos e Condições Choques Eléctricos de Segurança Fugas de Gás / Intoxicações Atropelamento Contaminações AgressãoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 51. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo Condições de Segurança Avaliar PREVENIR SEMPRE ALERTAR Riscos Existentes SOCORRER Riscos e Condições Choques Eléctricos de Segurança Fugas de Gás / Queda de Objectos Intoxicações Atropelamento Contaminações AgressãoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 52. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR Os 10 Mandamentos do Socorrista ALERTAR SOCORRER Riscos e Condições de SegurançaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 53. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR Os 10 Mandamentos do Socorrista ALERTAR 1. Manter a calma SOCORRER Riscos e Condições de SegurançaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 54. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR Os 10 Mandamentos do Socorrista ALERTAR 1. Manter a calma SOCORRER 2. EU – EQUIPA – VÍTIMA Riscos e Condições de SegurançaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 55. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR Os 10 Mandamentos do Socorrista ALERTAR 1. Manter a calma SOCORRER 2. EU – EQUIPA – VÍTIMA Riscos e Condições de Segurança 3. Pedir auxílioJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 56. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR Os 10 Mandamentos do Socorrista ALERTAR 1. Manter a calma SOCORRER 2. EU – EQUIPA – VÍTIMA Riscos e Condições de Segurança 3. Pedir auxílio 4. Verificar riscos existentes antes de agirJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 57. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR Os 10 Mandamentos do Socorrista ALERTAR 1. Manter a calma SOCORRER 2. EU – EQUIPA – VÍTIMA Riscos e Condições de Segurança 3. Pedir auxílio 4. Verificar riscos existentes antes de agir 5. Manter o bom sensoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 58. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR Os 10 Mandamentos do Socorrista ALERTAR 1. Manter a calma SOCORRER 2. EU – EQUIPA – VÍTIMA Riscos e Condições de Segurança 3. Pedir auxílio 4. Verificar riscos existentes antes de agir 5. Manter o bom senso 6. Manter o espírito de liderançaJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 59. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR Os 10 Mandamentos do Socorrista ALERTAR 1. Manter a calma SOCORRER 2. EU – EQUIPA – VÍTIMA Riscos e Condições de Segurança 3. Pedir auxílio 4. Verificar riscos existentes antes de agir 5. Manter o bom senso 6. Manter o espírito de liderança 7. Distribuir tarefas que visem auxiliar o socorroJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 60. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR Os 10 Mandamentos do Socorrista ALERTAR 1. Manter a calma SOCORRER 2. EU – EQUIPA – VÍTIMA Riscos e Condições de Segurança 3. Pedir auxílio 4. Verificar riscos existentes antes de agir 5. Manter o bom senso 6. Manter o espírito de liderança 7. Distribuir tarefas que visem auxiliar o socorro 8. Evitar manobras intempestivas e/ou imprudentesJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 61. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR Os 10 Mandamentos do Socorrista ALERTAR 1. Manter a calma SOCORRER 2. EU – EQUIPA – VÍTIMA Riscos e Condições de Segurança 3. Pedir auxílio 4. Verificar riscos existentes antes de agir 5. Manter o bom senso 6. Manter o espírito de liderança 7. Distribuir tarefas que visem auxiliar o socorro 8. Evitar manobras intempestivas e/ou imprudentes 9. Dar prioridade às vítimas mais gravesJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 62. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR Os 10 Mandamentos do Socorrista ALERTAR 1. Manter a calma SOCORRER 2. EU – EQUIPA – VÍTIMA Riscos e Condições de Segurança 3. Pedir auxílio 4. Verificar riscos existentes antes de agir 5. Manter o bom senso 6. Manter o espírito de liderança 7. Distribuir tarefas que visem auxiliar o socorro 8. Evitar manobras intempestivas e/ou imprudentes 9. Dar prioridade às vítimas mais graves 10. Ser socorrista e não heróiJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 63. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR ALERTAR SOCORRER Riscos e Condições de Segurança Aspectos Éticos e LegaisJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 64. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR Razões para não socorrer ALERTAR 1. Incapacidade de diagnosticar situação SOCORRER Riscos e Condições de Segurança Aspectos Éticos e LegaisJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 65. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR Razões para não socorrer ALERTAR 1. Incapacidade de diagnosticar situação SOCORRER 2. Ansiedade provocada pela noção dos riscos reais ou potenciais Riscos e Condições de Segurança Aspectos Éticos e LegaisJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 66. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR Razões para não socorrer ALERTAR 1. Incapacidade de diagnosticar situação SOCORRER 2. Ansiedade provocada pela noção dos riscos reais ou potenciais Riscos e Condições 3. Sensação de incapacidade de Segurança Aspectos Éticos e LegaisJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 67. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR Razões para não socorrer ALERTAR 1. Incapacidade de diagnosticar situação SOCORRER 2. Ansiedade provocada pela noção dos riscos reais ou potenciais Riscos e Condições 3. Sensação de incapacidade de Segurança Aspectos Éticos e Legais As manobras devem ser prolongadas enquanto lhe for possívelJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 68. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR Razões para não socorrer ALERTAR 1. Incapacidade de diagnosticar situação SOCORRER 2. Ansiedade provocada pela noção dos riscos reais ou potenciais Riscos e Condições 3. Sensação de incapacidade de Segurança Aspectos Éticos e Legais As manobras devem ser prolongadas enquanto lhe for possível As intervenções devem ir só até aos limites da experiência, treino e tolerância ao esforçoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 69. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR Razões para não socorrer ALERTAR 1. Incapacidade de diagnosticar situação SOCORRER 2. Ansiedade provocada pela noção dos riscos reais ou potenciais Riscos e Condições 3. Sensação de incapacidade de Segurança Aspectos Éticos e Legais As manobras devem ser prolongadas enquanto lhe for possível As intervenções devem ir só até aos limites da experiência, treino e tolerância ao esforço O tempo não pode ser factor determinante na continuação ou interrupção das manobras de reanimaçãoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012
  • 70. 3. Princípios Gerais de Socorrismo Conceito Princípios do Socorrismo PREVENIR Razões para não socorrer ALERTAR 1. Incapacidade de diagnosticar situação SOCORRER 2. Ansiedade provocada pela noção dos riscos reais ou potenciais Riscos e Condições 3. Sensação de incapacidade de Segurança Aspectos Éticos e Legais As manobras devem ser prolongadas enquanto lhe for possível As intervenções devem ir só até aos limites da experiência, treino e tolerância ao esforço O tempo não pode ser factor determinante na continuação ou interrupção das manobras de reanimação A decisão de para as manobras de reanimação depende apenas e só de critério médicoJorge Almeida, Prof. Adj. - ESALD UC Primeiros Socorros – CET Protecção Civil - 2012