Conteudos do 1º ao 5º ano duce

4,022 views
3,801 views

Published on

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,022
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
59
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Conteudos do 1º ao 5º ano duce

  1. 1. EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM CONTEÚDOS CONDIÇÕES DIDÁTICAS APROPRIAÇÃO DO SISTEMA DE ESCRITA
  2. 2. Compreender o funcionamento Apropriação da base Presença do alfabeto em letras bastãoda escrita alfabética alfabética na sala (sem enfeites e desenhos), lista o Alfabeto como conjunto de nomes, para apoiar a pesquisa de símbolos gráfica da criança, para escrever de convencionais da próprio punho. escrita Apresentação do alfabeto completo, o Ordem alfabética em desde o início do ano em atividades que situações concretas – tenham que: recitar o nome de todas as Ex.: ordem em uma letras apontando-as na sequência do agenda, lista etc; alfabeto e nomeá-las quando necessário o Diferenciar letras de em situações de uso. outros sinais gráficos Promover situações nas quais as o Relação fonemas crianças sejam levadas a pensar sobre (sons) grafemas as especificidades do sistema da escrita (letras); alfabética. o Valor sonoro das Associar as letras ao próprio nome e aos partes iniciais e/ou dos colegas. finais;
  3. 3. Compreender a função de Direção da escrita, Pensar, discutir e refletir sobre a escritasegmentação dos espaços em alinhamento da escrita e alfabética.branco espaçamento entre as Conhecer sobre a natureza e o palavras; funcionamento do sistema de escrita. Atividades em que os alunos utilizem a ordem alfabéticaEscrever alfabeticamente textos Escrita e leitura de listas, Criar oportunidades de escrita de textosque conhecem de memória (o texto parlendas, canções, poemas, de memória tornando observáveis suasfalado e não a sua forma escrita) trava-línguas e legendas; características gráficas, estruturais etais como: parlendas, adivinhas, função social.poemas, canções, trava-línguas,entre outros.Escrever o próprio nome completo Escrita do próprio nome Efetuar atividades que envolva ausando as convenções identificação de nomes das crianças damaiúsculas. sala, e diferentes listas usando práticas sociais, tais como: chamadas, elaboração de listas de material para festa e/ou compras de supermercados etc.Escrever textos preocupando-se Compreensão do ensino das Promover a discussão entre alunos
  4. 4. em organizar a escrita de acordo regularidades ortográficas sobre a forma de grafar determinadacom os aspectos notacionais. palavra, provocar dúvidas tendo em vista a descoberta do princípio gerativo, sistematizar e registrar as descobertas dos alunos e consultar o dicionário.Observar o uso da pontuação Noções de pontuação Solicitar que as crianças leiam em salacomo recurso de compreensão do de aula para observar o uso datexto. pontuação. Promover a leitura na sala de aula, fazendo menção ao uso da pontuação. LEITURALer ainda que não saiba ler Ler por prazer com diferentes Oferecer momentos de leitura econvencionalmente. propósitos. manuseio de livros de maneira livre.Apreciar e ler por prazer. Utilizar as estratégias de leitura, selecionando os textos de acordo com os propósitos de sua leitura, sabendo antecipar a natureza de seu conteúdo, desenvolvendo o comportamento leitor.Ler com ajuda do professor, Leitura compartilhada com o Atividades de leitura com diferentesdiferentes gêneros (textos professor de diferentes propósitos (para se divertir, se informar
  5. 5. narrativos literários, textos gêneros: humorísticos sobre o assunto, localizar umainstrucionais, texto de divulgação (história em quadrinho, informação específica para realizarcientífica e notícias), apoiando-se piada), informativos (biografia, algo), propiciando que os alunosem conhecimentos sobre o tema notícia), literário (adivinhas, aprendam os procedimentos aosdo texto, as características do seu cantigas de roda, contos, propósitos e gêneros.portador, do gênero e do sistema fábulas, parlendas, poemas,de escrito. letras e músicas, quadrinhas e trava-língua), publicitários (anúncio, cartaz e folheto).Desenvolver a compreensão de Ler e interpretar a partir das Promover práticas discussivas emtextos. informações implícitas e relação às temáticas propostas nos explícitas. textos.Reconhecer palavras a partir de Leitura de textos de memória. Atividades de leitura para os alunos quesituações em que o aluno possa não sabe ler convencionalmenteajustar o falado ao escrito. oferendo textos de memória, em que aLocalizar um nome específico tarefa é descobrir o que está escrito emnuma lista de palavras do mesmo cada parte.campo semântico (nomes,ingredientes de uma receita epeças de um jogo etc.).
  6. 6. Ler legendas ou parte delas apartir das imagens e de outrosíndices gráficos .Ampliar o vocabulário a partir de Leitura de textos como fonte Ler textos diferentes gêneros.leituras realizadas pelo professor e de conhecimento e ampliaçãopelo aluno. do vocabulário.Participar de diferentes situações Emprego das variedades da Utilizar a linguagem oral sabendocomunicativas, considerando e língua. adequá-la às situações em querespeitando as opiniões alheias e expressem sentimento, opiniões, pontosas diferentes formas de expressão; de vista, relatar acontecimentos, expor sobre temas etc.Desenvolver atitudes de escuta e Interação verbal (regras de Rodas de conversa em que os alunosplanejamento das falas convivências). possam escutar e narrar fatos conhecidos ou relatar experiências e acontecimentos do cotidiano.Recontar histórias conhecidas Reconto de textos literários Solicitar que as crianças recontem apósrecuperando algumas ouvir leituras de conto, articulando àscaracterísticas da linguagem do modalidades organizativas dostexto lido pelo professor; conteúdos. Ler narrativas e contos para as crianças
  7. 7. tornando observáveis as linguagens próprias a este tipo de texto explicitando os comportamentos leitoresApropriar-se gradativamente dos Rodas de leitura. Conversas em torno de textos queusos e convenções dos sistemas ajudem os alunos a compreender enotacionais e discursivos que distinguir características da linguagemincluem a linguagem escrita com oral e escrita.seus diversos gêneros e tipos detextosApropriar-se da linguagem própria Leitura de textos literários Saraus literários para que os alunosdos diferentes gêneros textuais possam narrar ou recontar histórias, declamar poesias, parlendas, trava- línguas.Participar de situações de Leitura e comunicação oral. Roda de curiosidade, roda de biblioteca,intercâmbio oral, ouvindo com conversas realizadas a partir de leiturasatenção, formular e responder compartilhadas coletivas ou em duplas.perguntas, explicar e compreender Discussão relacionada aos projetosexplicações, manifestar opiniões didáticos.sobre o assunto tratado.Planejar a fala adequando-a a Situações do uso da fala no Situações do cotidiano escolar como ao
  8. 8. diferentes interlocutores em cotidiano. dirigir-se a professora outras pessoas dasituações comunicativas do escola.cotidiano (dar um recado, fazersolicitações etc.) Prática de produção de textosProduzir textos escritos ainda que Produção oral com destino Atividades em que os diferentes gênerosnão saiba escrever escrito. sejam apresentados aos alunos atravésconvencionalmente. da leitura pelo professor, de modo a reconhecer suas diferentes funções e organizações discursivas. Atividades em que o professor assuma a condição de escriba para que os alunos produzam um texto oralmente com destino escrito.Revisar textos escritos Revisão coletiva de textos. Situações onde as crianças possamcoletivamente com o apoio do revisar os textos produzidosprofessor, atentando para os coletivamente tornando observáveisaspectos notacionais e discursivos. recursos de compreensão, expressões de linguagem escritas formas de evitar e repetições desnecessárias,
  9. 9. ambiguidades, articular partes do texto, garantir concordância verbal e nominal.Escrever ainda que não escrevam Escrita de textos epistolares Propor a leitura e produção desseconvencionalmente texto de uso (bilhete, cartão, convite) gênero.social.Usar conhecimento sobre as Reescrita de textos de Criar oportunidades de situações decaracterísticas estruturais dos memória. escrita individuais e/ou coletivas,poemas, parlendas etc. tornando observáveis suas características gráficas estruturais e função social.Produzir listas em contextos Produção de listas. Criar oportunidades para que asnecessários a uma comunicação crianças escrevam listas com funçãosocial - lista de ingredientes par social real social.uma receita, títulos de históriaslidas, brincadeiras preferidas etc.
  10. 10. Arriscar-se a escrever segundo as Produção de texto pelo aluno. Promover situações nas quais assuas hipóteses. crianças sejam levadas a pensar sobreRefletir em duplas sobre seus as especificidades do sistema e daescritos demonstrando a escrita alfabética.capacidade de rever a produçãoinicial.
  11. 11. QUADRO GERAL DOS CONTEÚDOS BÁSICOS DO 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL APROPRIAÇÃO DO SISTEMA DE ESCRITAEXPECTATIVAS DE CONTEÚDOS CONDIÇÃO DIDÁTICAAPRENDIZAGEMConhecer as representações das Sistema de escrita Propiciar condições de leitura queletras no alfabeto de imprensa possibilite o acesso do aluno àsmaiúscula (para ler e escrever), no diferentes formas gráficas.de imprensa minúscula (para ler) eno cursivo (para ler e escrever)Empregar letras maiúsculas em Emprego correto das letras Atividades de reflexão para osnomes próprios. maiúsculas. alunos refletir sobre o emprego correto das letras maiúsculas em nomes próprios.Identificar com o auxílio do Uso do dicionário Atividades em que os alunosprofessor possíveis elementos da tenham necessidade de utilizar aorganização interna do verbete: ordem alfabética em alguns detítulo, subtítulo e corpo do texto. suas aplicações sociais, como noReconhecer os organizadores do uso de agendas telefônicas,verbete: ordem alfabética, dicionários, enciclopédias,
  12. 12. numérica ou temporal. glossários, guias e na organizaçãoExaminar o uso de recursos da lista dos alunos da sala.gráficos no verbete: negrito, itálico,marcadores e numeração.Analisar e refletir sobre as Casos de regularidades e Para as irregulares promover aregularidades e irregularidades da irregularidades contextuais. discussão entre os alunos sobre alíngua forma correta de grafar tal palavra,Empregar corretamente palavras tendo de justificar suas ideias. Emde uso frequente em textos, caso de impasse consultar ohistórias conhecidas, considerando professor ou dicionário.as regularidades e irregularidades Para as regulares promover aortográficas. discussão sobre a forma de grafarEscrever segundo os princípios determinada palavra, provocaralfabéticos e as regras dúvida tendo em vista o principioortográficas. gerativo; Sistematizar e registrar asRepresentar as marcas de descobertas dos alunos em relaçãonasalidade, reduzir os erros por às regras e usar os sinais.interferência da fala em final de Atividades de reflexão ortográficapalavras. para os alunos que escrevem
  13. 13. alfabeticamente. Eleger quais ascorrespondências regulares:(P,B,V,F)As irregulares: o R,RR, o BL, CL, FL, GL, PL, TL. o BR, CR, DR, FR, GR, PR, TR, VR. o LH, LI. o X e CH o G, GU o C,QU o J com A, O e U (jabuti, jogada, cajuína). o USO DO Z em palavras que começam com som de Z. o S, SS, C e Ç com som de S. o USO DO S no início de palavras com A,O, e U. o USO DO O ou U em
  14. 14. palavras que terminem com som de U. o USO DO E ou I, no final de palavras que terminam com som de E OU I. o USO DO M, N ou TIL para grafar as formas nasalizadas. Ter essas regularidades e irregularidades como objeto de reflexão, utilizando-se de diferentes estratégias, tais como: ditado interativo, releitura com focalização, revisão (dupla, grupo ou coletivo) LEITURAApreciar textos literários Ler por prazer com diferentes propósitos; Oferecer momentos de leitura manuseio de livros de maneira livre. Utilizar as estratégias de leitura, selecionando os textos de acordo
  15. 15. com os propósitos de sua leitura, sabendo antecipar a natureza de seu conteúdo, desenvolvendo o comportamento leitor. Montar um acervo de classe com livros de boa qualidade literária para uso dos alunos, tanto em sala como para empréstimos.Reconhecer as diferentes funções Leitura compartilhada pelo Atividades de leitura com diferentese as organizações discursivas de professor de diferentes gêneros: propósitos (para se divertir, secada gênero, sua função e humorísticos (história em informar sobre o assunto, localizardesenvolvam a competência quadrinho, piada), informativos uma informação específica paraleitora. (biografia, notícia), literário realizar algo), propiciando que os (adivinhas, cantigas de roda, alunos aprendam os procedimentos contos, fábulas, parlendas, aos propósitos e gêneros e os poemas, letras e músicas, diferentes portadores textuais. quadrinhas e trava-língua), publicitários (anúncio, cartaz e folheto).Ler, por si mesmo, textos Leitura pelo aluno de gêneros Leitura pelos alunos do diferentes
  16. 16. conhecidos, tais como: (textos diversos (textos informativos, gêneros textuais para dotá-los deinformativos, instrucionais, instrucionais) (literários contos, um conhecimento procedimentalliterários etc.). fábulas, lendas, letras de música, sobre a forma e o modo deAjustar a modalidade de leitura ao poema etc) funcionamento de parte dapropósito e ao gênero. variedade de gêneros que existe fora da escola. Rodas de leitura em que os alunos possam compartilhar opiniões sobre os livros e textos lidos. Leitura diária para os alunos de contos, lendas, mito e livros de história em capítulos de forma a repertoria-los ao mesmo tempo em que se familiarizam com a linguagem que se usa para escrever. (Ler livro ou gibis para se divertir; consultar enciclopédia e outros portadores de textos de divulgação científica, saber consultar guias,
  17. 17. utilizar o jornal para informar-se etc.Localizar, em parceria informações Leitura pelo aluno – atividades Criar na sala de aula oportunidadesnos textos apoiando-se em títulos relacionadas ao desenvolvimento as quais os alunos entrem emsubtítulos, imagens, negritos e de projetos contato com gêneros diversosselecionar as que são relevantes, utilizem portadores adequados.utilizando procedimentos de Consultem sumários, ou índicesestudos como: copiar informação para descartar textos que nãoque interessa grifar, fazer interessam aos seus propósitos,anotações (em enciclopédias, buscando apenas informaçõesinformações veiculadas pela relevantes, grifando os pontosinternet e revistas) principais, fazendo notas que indicam que compreende as ideias principais do texto/parágrafoDesenvolver a compreensão de Ler e interpretar a partir das Promover práticas discursivas emtextos; informações implícitas e explícitas relação às temáticas propostas nos textosLer por si mesmos diferentes Leitura pelo aluno de textos de Promover a leitura de textos degêneros (narrativos, literários, divulgação científica e textos divulgação científica e reapresentartextos instrucionais, textos de literários o conteúdo utilizando suas
  18. 18. divulgação científica e notícias) palavras. Localizar nos textos informações previamente solicitadas, grifar informações completas. Ler com ritmo e entonação divertindo-se ou se entretendo com a leitura.Reconhecer palavras a partir de Leitura de textos de memória Atividades de leitura para os alunossituações em que o aluno possa que não sabe lerajustar o falado ao escrito; convencionalmente oferendo textosLocalizar um nome específico de memória, em que a tarefa énuma lista de palavras do mesmo descobrir o que está escrito emcampo semântico (nomes, cada parte.ingredientes de uma receita epeças de um jogo etc.);Ler legendas ou parte delas apartir das imagens e de outrosíndices gráficos . COMUNICAÇÃO ORALParticipar de diferentes situações Emprego de variedades da língua Utilizar a linguagem oral sabendo
  19. 19. comunicativas, considerando e adequá-la às situações em querespeitando as opiniões alheias e expressem sentimento, opiniões,as diferentes formas de expressão; pontos de vista, relatar acontecimentos, expor sobre temas etc.Desenvolver atitudes de escuta e Interação verbal (regras de Rodas de conversa em que osplanejamento das falas convivências) alunos possam escutar e narrar fatos conhecidos ou relatar experiências e acontecimentos do cotidianoRecontar histórias conhecidas Reconto de textos literários Solicitar que as crianças recontemrecuperando algumas após ouvir leituras de conto,características da linguagem do articulando às modalidadestexto lido pelo professor; organizativas dos conteúdos. Ler narrativas e contos para as crianças tornando observáveis as linguagens próprias a este tipo de texto explicitando os comportamentos leitoresApropriar-se dos usos e Rodas de leitura Conversas em torno de textos que
  20. 20. convenções dos sistemas ajudem os alunos a compreender enotacionais e discursivos que distinguir características daincluem a linguagem escrita com linguagem oral e escrita.seus diversos gêneros e tipos detextosApropriar-se da linguagem própria Leitura de textos literários Saraus literários para que os alunosdos diferentes gêneros textuais possam narrar ou recontar histórias, declamar poesias, parlendas, trava-línguas.Planejar a fala adequando-a a Situações do uso da fala no Situações do cotidiano escolardiferentes interlocutores em cotidiano como ao dirigir-se a professorasituações comunicativas do outras pessoas da escola.cotidiano (dar um recado, fazersolicitações etc.). PRÁTICA DE PRODUÇÃO DE TEXTOProduzir textos escritos ainda que Produção oral com destino escrito Atividades em que os diferentesnão saiba escrever gêneros sejam apresentados aosalfabeticamente correto. alunos através da leitura pelo professor, de modo a reconhecer suas diferentes funções e
  21. 21. organizações discursivas. Atividades em que o professor assuma a condição de escriba para que os alunos produzam um texto oralmente com destino escrito.Reescrever de próprio punho Produção de textos pelo aluno Utilizar expressões ou palavrashistórias conhecidas, considerando diferentes das que usamas ideias principais do texto fonte e cotidianamente para compor oalgumas características da texto.linguagem escrita. Utilizar trechos da história usando expressões ou termos do texto escrito. Colocar os principais acontecimentos da narrativa na sequência original.Refletir e empregar os sinais de Uso da pontuação nas práticas de Situações diversas de leitura epontuação como organizadores leitura e nas produções textuais. escrita.textuais nas práticas de leitura e Propor a revisão coletiva ou emescrita. pequenos grupos buscando identificar problemas discursivos
  22. 22. (pontuação). Revisão de texto coletivamente na lousa, propondo intervenções que possibilite à reflexão sobre o uso dos sinais de pontuação.Revisar textos escritos Revisão coletiva de textos Situações onde as crianças possamcoletivamente com o apoio do revisar os textos produzidosprofessor, atentando para os coletivamente tornando observáveisaspectos notacionais e discursivos. recursos de compreensão, expressões de linguagem escritas formas de evitar e repetições desnecessárias, ambiguidades, articular partes do texto, garantir concordância verbal e nominal.Usar conhecimento sobre as Escrita de textos (literários, sociais, Criar oportunidades de situaçõescaracterísticas estruturais poemas, instrucionais, informativos) de escrita individuais e/ou coletivas,parlendas etc. tornando observáveis suas características gráficas estruturais e função social.Estabelecer relações lógico- Conhecimento linguístico – verbo Atividades de reflexão, solicitando
  23. 23. discursivas marcadas por verbos. (uso dos tempos verbais) que os alunos compreendamCompreender a representação dos representação dos verbos sobre osverbos no texto verificando a ação acontecimentos, observandoem relação ao sujeito da oração. quando ocorreu o fato, quantas pessoas participaram desse fato, percebendo que os verbos concordam em número com os substantivos ou pronomes.Aplicar as categorias linguísticas Aspectos gramaticais – reflexão Propor atividades em que osna produção e reprodução de sobre a língua (substantivo, artigo, diferentes conhecimentostextos orais e escritos. adjetivo). linguísticos possam ser aplicadosRefletir sobre a própria linguagem por meio da reescrita de textos,em função de seu uso de acordo onde os alunos coloquem emcom suas necessidades, prática seus conhecimentospreocupando-se com a gramaticais enriquecendo suasconcordância entre as palavras. escritas e atribuindo uma função social para os conceitos estudados. Propor situações nas quais os alunos possam inferir sobre a função gramatical das palavras no
  24. 24. texto. Produzir listas em contextos Produção de listas Criar oportunidades para que as necessários a uma comunicação crianças produzam listas em social - lista de ingredientes par contextos necessários a uma uma receita, títulos de histórias comunicação social. lidas, brincadeiras preferidas etc. QUADRO GERAL DOS CONTEÚDOS BÁSICOS DO 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL APROPRIAÇÃO DO SISTEMA DE ESCRITAEXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM CONTEÚDOS CONDIÇÃO DIDÁTICA Refletir sobre o sistema de escrita, Sinais de acentuação (novo Oferecer atividades, às quais os como escrever, como acentuar, acordo ortográfico, circunflexo, alunos pensem sobre condições que agudo) e sinais gráficos (til, hífen, garantam a reflexão da s apóstrofo e cedilha) sonorização da palavra,
  25. 25. considerando as partes átonas e tônicas e subtônicas.Analisar e refletir sobre as Casos de regularidades e Eleger quais as correspondênciasregularidades e irregularidades da irregularidades contextuais irregulares e as regulares, que serãolíngua objetos de reflexão, utilizandoEmpregar corretamente palavras diferentes estratégias tais como:de uso frequente em textos, ditado interativo, releitura comhistórias conhecidas, focalização e revisão individual e emconsiderando as regularidades e grupo.irregularidades ortográficas. Para as irregulares promover aEscrever segundo os princípios discussão entre os alunos sobre aalfabéticos e as regras forma correta de grafar tal palavra,ortográficas (NOVO ACORDO tendo de justificar suas ideias. EmORTOGRÁFICO) caso de impasse consultar oRepresentar as marcas de professor ou dicionário.nasalidade, reduzir os erros por Para as regulares promover ainterferência da fala em final de discussão sobre a forma de grafarpalavras. determinada palavra, provocar dúvida tendo em vista o principio gerativo; Sistematizar e registrar as
  26. 26. descobertas dos alunos em relação às regras e usar os sinais. Atividades de reflexão ortográfica, para que os alunos escrevem alfabeticamente correto. Eleger quais as correspondências regulares: (P,B,V,F) As irregulares: o CeS o TERMINAÇÕES: OSO E OSA o CeÇ o SC, SÇ e XC o TERMINAÇÕES: AM E ÃO o TERMINAÇÕES: EZ e EZA o S, Z e X com som de Z.Empregar letras maiúsculas em Emprego correto das letras Atividades de reflexão para osnomes próprios. maiúsculas. alunos refletir sobre o emprego correto das letras maiúsculas em nomes próprios.Identificar com o auxílio do Uso do dicionário Atividades em que os alunos tenham
  27. 27. professor possíveis elementos da necessidade de utilizar a ordemorganização interna do verbete: alfabética em alguns de suastítulo, subtítulo e corpo do texto. aplicações sociais, como no uso deReconhecer os organizadores do agendas telefônicas, dicionários,verbete: ordem alfabética, enciclopédias, glossários, guias e nanumérica ou temporal. organização da lista dos alunos daExaminar o uso de recursos sala.gráficos no verbete: negrito,itálico, marcadores e numeração.Segmentar o texto em parágrafos, Uso do parágrafo na produção Oferecer situações aos alunos, paraem decorrência das restrições textual que reconheçam as diferentesimpostas pelo gênero. estruturas de um gênero. LEITURAApreciar textos literários Ler por prazer com diferentes Oferecer momentos de leitura propósitos; manuseio de livros de maneira livre. Utilizar as estratégias de leitura, selecionando os textos de acordo com os propósitos de sua leitura, sabendo antecipar a natureza de seu
  28. 28. conteúdo, desenvolvendo o comportamento leitor. Montar um acervo de classe com livros de boa qualidade literária para uso dos alunos, tanto em sala como para empréstimos.Reconhecer as diferentes funções Leitura pelo professor de gêneros Exploração dos recursos gráficose as organizações discursivas de diversificados (humorísticos referentes aos livros que serão lidoscada gênero, sua função e literários, científicos, informativos, (imagem, projeto gráfico do livro,desenvolvam a competência jornalísticos etc.) contracapa, título, subtítulo e índice)leitora. Atividades em que os diferentesAmpliar o vocabulário a partir de gêneros sejam apresentados aosleituras realizadas pelo professor. alunos através da leitura pelo professor, tornando-os familiares de modo a reconhecer as suas diferentes e organizações discursivas.Ajustar a modalidade de leitura ao Leitura pelo aluno (humorísticos Atividade de leitura com diferentespropósito e ao gênero. literários, informativos) propósitos, para se divertir, seLer com autonomia informar sobre um assunto, localizar
  29. 29. Buscar pistas no texto para uma informação específica paraverificar antecipações. realizar algo, propiciando que osEstabelecer relações entre alunos aprendam os procedimentosdiversos textos acerca de um adequados aos propósitos emesmo tema. gêneros.Distinguir o que se entende e o Atividade em que os alunos após aque não se entende num texto leitura de um texto comunique aosque está sendo lido. colegas o que compreenderam,Utilizar recursos para compartilhe pontos de vista sobre aocompreender ou superar texto que leram, sobre ao assunto edificuldades de compreensão façam relação com outros textosdurante a leitura (pedir ajuda aos lidos.colegas e a professora, reler o Leitura de textos com o propósito detrecho que provoca dificuldades, ler para estudar em que os alunoscontinuar a leitura com intenção procedimentos como reler parade que o próprio texto permita as estabelecer relações entre o queduvidas ou consultar outras fontes está lendo e o que já foi lido, para resolver uma suposta contradição ou mesmo para estabelecer a relação entre diferentes informações
  30. 30. veiculadas pelo texto, utilizando para isto: anotações, grifos, pequenos resumos etc.Buscar pistas textuais, Leitura e Interpretação Propor atividades de leituraintertextuais (relação entre textos) expressiva de textos dirigindo o focoe contextuais para ler nas para elementos- chave que favoreçaentrelinhas (fazer inferências), a compreensão.ampliando a compreensão. Instigar os alunos a prestaremReconhecer diferentes formas de atenção e explicarem o que está nastratar a informação na entrelinhas, a descobrirem ecomparação de textos que tratam explicarem os porquês, ado mesmo tema, em função das explicitarem as relações entre o textocondições em que ele foi e o título.produzido e daqueles em que serárecebido.Construir compreensão global dotexto lido, unificando e inter-relacionando informaçõesimplícitas e explicitas
  31. 31. COMUNICAÇÃO ORALEstabelecer conexões com os Rodas de conversa Garantir que os alunos possamconhecimentos prévios, vivências, narrar fatos conhecidos, relatarcrenças e valores. experiências e acontecimentos do cotidiano, expressar sensações, sentimentos e necessidades.Expor o assunto pesquisado, Atividades expositivas Apresentações em que os alunosapoiando-se em ilustrações ou possam expor oralmente um tema,pequenos esquemas. usando suporte escrito, tais como: roteiros para apoiar sua fala, cartazes, transparências e slides.Participar de situações de Roda de curiosidades e rodas de Criar situações nas quais as criançasintercâmbio oral que requeiram: biblioteca expõem suas opiniões sobre o queouvir com atenção, intervir sem foi lido, complementem informaçõessair do assunto tratado, formular e com conhecimentos que já possuem
  32. 32. responder perguntas justificando e ouçam os colegas com atenção, suas respostas, explicar e tanto nas situações coletivas como compreender explicações, nos momentos de trabalho em dupla. manifestar e acolher opiniões, Situações nas quais expoiam argumentar e contra-argumentar. oralmente conteúdos aprendidos durante os projetos utilizando uma linguagem mais formal. Pedir que fundamentem suas ideias não apenas em opiniões pessoais mas também em informações aprendidas. Referir-se ás falas dos colegas ou da professora para associar ás suas próprias ideias. Saber contrapor suas ideias ás de outros retomando os argumentos utilizados e rebatendo-os com os seus próprios.Participar de situações de intercâmbio Conversas realizadas a partir de leituras Criar situações nas quais as criançasoral que requeiram: ouvir com atenção, compartilhadas – coletivas ou em duplas expõem suas opiniões sobre o que
  33. 33. intervir sem sair do assunto tratado, Discussões relacionadas aos projetos foi lido, complementem informaçõesformular e responder perguntas com conhecimentos que já possuemjustificando suas respostas, explicar e e ouçam os colegas com atenção,compreender explicações, manifestar e tanto nas situações coletivas comoacolher opiniões, argumentar e contra nos momentos de trabalho em dupla.argumentar. Situações nas quais os alunos possam expor oralmente conteúdos aprendidos durante os projetos utilizando uma linguagem mais formal. Pedir que fundamentem suas ideias não apenas em opiniões pessoais mas também em informações aprendidas. Referir-se ás falas dos colegas ou da professora para associar ás suas próprias ideias. Saber contrapor suas ideias ás de outros retomando os argumentos utilizados e rebatendo-os com os seus próprios.
  34. 34. Planejar e participar de situações Atividades de comunicação oral Usar situações de comunicação comde uso da linguagem oral sabendo linguagem formal sem ter de,utilizar alguns procedimentos de necessariamente ler.escrita para organizar sua Organizar slides ou cartazesexposição relacionados á sua fala – sem ser uma repetição dele mas um complemento. PRÁTICA DE PRODUÇÃO TEXTUALIdentificar o efeito de sentido Uso dos sinais de pontuação Oferecer atividades em que osdecorrente do uso da pontuação alunos são convidados analisarde outras notações, refletindo textos bem escritos destacandosobre os efeitos que os sinais de aspectos interessantes no que sepontuação provocam no texto, refere à escolha de palavras,compreendendo que esse recurso recursos de substituição, deé indispensável para entender a concordância e pontuação,intenção comunicativa do texto. reconhecendo as qualidades estéticas do texto. Atividades de reflexão sobre como utilizar os procedimentos de
  35. 35. pontuação adequados, comoindispensáveis na coesão do texto.Atividades de reflexão sobre osistema de pontuação a partir dasatividades de leitura e análise decomo os bons autores utilizam apontuação para organizar seustextos.Reescrita coletiva ou em dupla, comfoco na pontuação (discutir asdiferentes possibilidades)Revisão de texto coletivo ou emdupla com o foco na pontuação(discutir as decisões que cada umtomou ao pontuar e por que)Observação do uso da pontuaçãonos diferentes gêneros (ex. compararcontos e reportagens), buscandoidentificar suas razões);Pontuação de textos: Oferecer texto
  36. 36. escrito todo em letra de imprensa minúscula, sem os brancos que indicam paragrafo ou travessão, apenas os espaços em branco entre palavras, para discutirem e decidirem a pontuação.Entender como o advérbio, a Relação lógico-discursivas 1. Durante as produções textuais,preposição e a conjunção une um presentes no texto, marcadas por estabelecer relações entre partes deparágrafo e as relações que se conjunções, preposições e um texto identificando substituições eestabelecem de sentido entre uma advérbios. compreendendo que as conjunçõesideia e outra. cumprem papel decisivo naCompreender a relação de construção da textualidade. Sãocoesão, ou seja, de ligação elementos articuladores de palavrasdessas palavras, entre as partes e ideias, que explicitam relações dedo texto. oposições, adição, causa,Estabelecer relações entre partes conclusão..., tornando o texto claro,de um texto, identificando articulado e coerente.repetições ou substituições quecontribuem para a continuidade deum texto.
  37. 37. Estabelecer relações lógico- Conhecimento linguístico – verbo Atividades de reflexão, solicitandodiscursivas marcadas por verbos. (uso dos tempos verbais) que os alunos compreendamCompreender a representação representação dos verbos sobre osdos verbos como fator importante acontecimentos, observando quandopara interpretar um texto, ocorreu o fato, quantas pessoascompreendendo a concordância participaram desse fato, percebendoentre os termos da oração (sujeito que os verbos concordam eme predicado) número com os substantivos ouAnalisar a função dos tempos pronomes.verbais no discurso, os temposverbais, juntamente com osadvérbios temporais e locativos,funcionam como modalizadoresdo discurso..Reescrever e/ou produzir textos Produção de texto pelo aluno Atividade em que os alunos tenhamde autoria utilizando a oportunidade de perguntar aoprocedimentos de escritor: professor, discutir em dupla, fazerplanejar o que vai escrever rascunhos, reler o que escreve econsiderando a intencionalidade, alterar quando não se der por
  38. 38. o interlocutor, o portador e as satisfeito.características do gênero; fazerrascunhos; reler o estaescrevendo, tanto para controlar aprogressão temática quanto paramelhorar outros aspectos –discursivos ou notacionais dotexto.Revisar textos (próprios e de Revisão de texto Promover discussões em torno dasoutros), em parceria com os produções dos textos, propondocolegas, assumindo o ponto de mudanças e solicitando aos alunosvista do leitor com intenção de que justifiquem suas propostas,evitar repetições desnecessárias colocando-se no papel de leitor.por meio de substituição ou uso Propor substituição de palavrasde recursos da pontuação. repetidas.Evitar ambiguidades, articular Solicitar que identifique problemaspartes do texto, garantir de concordância e procuremconcordância verbal e nominal. solucioná-los.Aplicar as categorias linguísticas Aspectos gramaticais – reflexão Propor atividades em que osna produção e reprodução de sobre a língua (substantivos, diferentes conhecimentos linguísticos
  39. 39. textos orais e escritos. artigo, adjetivos e locução possam ser aplicados por meio da Refletir sobre a própria linguagem adjetiva, numeral e pronomes). reescrita de textos, onde os alunos em função de seu uso de acordo coloquem em prática seus com suas necessidades, conhecimentos gramaticais preocupando-se com a enriquecendo suas escritas e concordância entre as palavras. atribuindo uma função social para os conceitos estudados. Propor situações nas quais os alunos possam inferir sobre a função gramatical das palavras no texto. QUADRO GERAL DOS CONTEÚDOS BÁSICOS DE LÍNGUA PORTUGUESA DO 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL APROPRIAÇÃO DO SISTEMA DE ESCRITAEXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM CONTEÚDOS CONDIÇÃO DIDÁTICA Refletir sobre o sistema de escrita, Sinais de acentuação (novo Oferecer atividades, às quais os como escrever, como acentuar, acordo ortográfico, circunflexo, alunos pensem sobre condições que agudo) e sinais gráficos (til, hífen, garantam a reflexão da sonorização apóstrofo e cedilha). da palavra, considerando as partes átonas , tônicas e subtônicas.
  40. 40. Compreender a estrutura das Formação de palavras Atividades de reflexão ortográfica.palavras compostas, as classes (composição) Discussão acerca do novo acordoque as compõem na formação de Emprego do hífen (novo acordo ortográfico, o que muda no jeito novonovas palavras. ortográfico) de escrever, observar as situações às quais o hífen deixa de ser empregado e quais permanece.Analisar e refletir sobre as Casos de regularidades e Eleger quais as correspondênciasregularidades e irregularidades da irregularidades contextuais irregulares e as regulares, que serãolíngua objetos de reflexão, utilizandoEmpregar corretamente palavras diferentes estratégias tais como:de uso frequente em textos, ditado interativo, releitura comhistórias conhecidas, focalização e revisão individual e emconsiderando as regularidades e grupo.irregularidades ortográficas. Para as irregulares promover aEscrever segundo os princípios discussão entre os alunos sobre aalfabéticos e as regras forma correta de grafar tal palavra,ortográficas (NOVO ACORDO tendo de justificar suas ideias. EmORTOGRÁFICO) caso de impasse consultar oRepresentar as marcas de professor ou dicionário.nasalidade, reduzir os erros por Para as regulares promover a
  41. 41. interferência da fala em final de discussão sobre a forma de grafarpalavras. determinada palavra, provocar dúvida tendo em vista o principio gerativo; Sistematizar e registrar as descobertas dos alunos em relação às regras e usar os sinais. Atividades de reflexão ortográfica, para que os alunos escrevem alfabeticamente correto. Eleger quais as correspondências regulares: (P,B,V,F) As irregulares: o C,Ç,S, SS, SC, SÇ e XC o TERMINAÇÕES: ICE e ISSE o ESA e EZA o LH e LI o SONS DA LETRA X o USO DOS PORQUES o TEM, TÊM, VEM, VÊM o TRAZ, TRÁS
  42. 42. o MAL, MAU o CESTA e SEXTA o União da preposição A com os artigos A e AS o TERMINAÇÕES ISAR e IZAREmpregar letras maiúsculas em Emprego correto das letras Atividades de reflexão para osnomes próprios. maiúsculas. alunos refletir sobre o emprego correto das letras maiúsculas em nomes próprios.Identificar com o auxílio do Uso do dicionário Atividades em que os alunos tenhamprofessor possíveis elementos da necessidade de utilizar a ordemorganização interna do verbete: alfabética em alguns de suastítulo, subtítulo e corpo do texto. aplicações sociais, como no uso deReconhecer os organizadores do agendas telefônicas, dicionários,verbete: ordem alfabética, enciclopédias, glossários, guias e nanumérica ou temporal. organização da lista dos alunos daExaminar o uso de recursos sala.gráficos no verbete: negrito,itálico, marcadores e numeração.Segmentar o texto em parágrafos, Uso do parágrafo na produção Oferecer situações aos alunos, para
  43. 43. em decorrência das restrições textual que reconheçam as diferentesimpostas pelo gênero. estruturas de um gênero. LEITURAApreciar textos literários Ler por prazer com diferentes Oferecer momentos de leitura propósitos; manuseio de livros de maneira livre. Utilizar as estratégias de leitura, selecionando os textos de acordo com os propósitos de sua leitura, sabendo antecipar a natureza de seu conteúdo, desenvolvendo o comportamento leitor. Montar um acervo de classe com livros de boa qualidade literária para uso dos alunos, tanto em sala como para empréstimos.
  44. 44. Reconhecer as diferentes funções Leitura pelo professor de gêneros Exploração dos recursos gráficose as organizações discursivas de diversificados (humorísticos referentes aos livros que serão lidoscada gênero, sua função e literários, científicos, informativos, (imagem, projeto gráfico do livro,desenvolvam a competência jornalísticos etc.) contracapa, título, subtítulo e índice)leitora. Atividades em que os diferentesAmpliar o vocabulário a partir de gêneros sejam apresentados aosleituras realizadas pelo professor. alunos através da leitura pelo professor, tornando-os familiares de modo a reconhecer as suas diferentes e organizações discursivas.Ajustar a modalidade de leitura ao Leitura pelo aluno (humorísticos Atividade de leitura com diferentespropósito e ao gênero. literários, informativos) propósitos, para se divertir, seLer com autonomia informar sobre um assunto, localizarBuscar pistas no texto para uma informação específica paraverificar antecipações. realizar algo, propiciando que osEstabelecer relações entre alunos aprendam os procedimentosdiversos textos acerca de um adequados aos propósitos emesmo tema. gêneros.Distinguir o que se entende e o Atividade em que os alunos após a
  45. 45. que não se entende num texto leitura de um texto comunique aosque está sendo lido. colegas o que compreenderam,Utilizar recursos para compartilhe pontos de vista sobre aocompreender ou superar texto que leram, sobre ao assunto edificuldades de compreensão façam relação com outros textosdurante a leitura (pedir ajuda aos lidos.colegas e a professora, reler o Leitura de textos com o propósito detrecho que provoca dificuldades, ler para estudar em que os alunoscontinuar a leitura com intenção procedimentos como reler parade que o próprio texto permita as estabelecer relações entre o queduvidas ou consultar outras fontes está lendo e o que já foi lido, para resolver uma suposta contradição ou mesmo para estabelecer a relação entre diferentes informações veiculadas pelo texto, utilizando para isto: anotações, grifos, pequenos resumos etc.Buscar pistas textuais, Leitura e Interpretação de textos: Propor atividades de leituraintertextuais (relação entre textos) informativos (biografias, expressiva de textos dirigindo o focoe contextuais para ler nas entrevistas, gráfico e tabela, para elementos- chave que favoreça
  46. 46. entrelinhas (fazer inferências), notícias, resenha), literários a compreensão.ampliando a compreensão. (conto, crônica, fábulas, poemas), Instigar os alunos a prestaremReconhecer diferentes formas de publicitários: (anúncios, cartaz, atenção e explicarem o que está nastratar a informação na classificados e folhetos), entrelinhas, a descobrirem ecomparação de textos que tratam humorísticos: (histórias em explicarem os porquês, ado mesmo tema, em função das quadrinho e piada) explicitarem as relações entre o textocondições em que ele foi e o título.produzido e daqueles em que serárecebido.Construir compreensão global dotexto lido, unificando e inter-relacionando informaçõesimplícitas e explicitas COMINICAÇÃO ORALEstabelecer conexões com os Rodas de conversa Garantir que os alunos possamconhecimentos prévios, vivências, narrar fatos conhecidos, relatarcrenças e valores. experiências e acontecimentos do
  47. 47. cotidiano, expressar sensações, sentimentos e necessidades.Expor o assunto pesquisado, Atividades expositivas Apresentações em que os alunosapoiando-se em ilustrações ou possam expor oralmente um tema,pequenos esquemas. usando suporte escrito, tais como: roteiros para apoiar sua fala, cartazes, transparências e slides.Participar de situações de Roda de curiosidades e rodas de Criar situações nas quais as criançasintercâmbio oral que requeiram: biblioteca expõem suas opiniões sobre o queouvir com atenção, intervir sem foi lido, complementem informaçõessair do assunto tratado, formular e com conhecimentos que já possuemresponder perguntas justificando e ouçam os colegas com atenção,suas respostas, explicar e tanto nas situações coletivas comocompreender explicações, nos momentos de trabalho em dupla.manifestar e acolher opiniões, Situações nas quais ao alunosargumentar e contra-argumentar. tenham a oportunidade de se expor oralmente conteúdos aprendidos durante os projetos utilizando uma linguagem mais formal. Pedir que fundamentem suas ideias
  48. 48. não apenas em opiniões pessoais mas também em informações aprendidas. Referir-se ás falas dos colegas ou da professora para associar ás suas próprias ideias. Saber contrapor suas ideias ás de outros retomando os argumentos utilizados e rebatendo-os com os seus próprios.Planejar e participar de situações Atividades de comunicação oral Usar situações de comunicação comde uso da linguagem oral sabendo linguagem formal sem ter de,utilizar alguns procedimentos de necessariamente ler.escrita para organizar sua Organizar slides ou cartazesexposição relacionados à sua fala – sem ser uma repetição dele, mas um complemento. PRÁTICA DE PRODUÇÃO TEXTUALIdentificar o efeito de sentido Uso dos sinais de pontuação Oferecer atividades em que os
  49. 49. decorrente do uso da pontuação alunos são convidados analisarde outras notações, refletindo textos bem escritos destacandosobre os efeitos que os sinais de aspectos interessantes no que sepontuação provocam no texto, refere à escolha de palavras,compreendendo que esse recurso recursos de substituição, deé indispensável para entender a concordância e pontuação,intenção comunicativa do texto. reconhecendo as qualidadesAprender a pontuar é aprender a estéticas do texto.partir a reagrupar o fluxo do texto Atividades de reflexão sobre comode forma a indicar ao leitor os utilizar os procedimentos desentidos propostos pelo autor, pontuação adequados, comoobtendo assim, efeitos estilísticos. indispensáveis na coesão do texto. Atividades de reflexão sobre o sistema de pontuação a partir das atividades de leitura e análise de como os bons autores utilizam a pontuação para organizar seus textos. Reescrita coletiva ou em dupla, com foco na pontuação (discutir as
  50. 50. diferentes possibilidades) Revisão de texto coletivo ou em dupla com o foco na pontuação (discutir as decisões que cada um tomou ao pontuar e por que) Observação do uso da pontuação nos diferentes gêneros (ex. comparar contos e reportagens), buscando identificar suas razões); Pontuação de textos: Oferecer texto escrito todo em letra de imprensa minúscula, sem os brancos que indicam paragrafo ou travessão, apenas os espaços em branco entre palavras, para discutirem e decidirem a pontuação.Entender como o advérbio, a Relação lógico-discursivas 2. Durante as produções textuais,preposição e a conjunção une um presentes no texto, marcadas por estabelecer relações entre partes deparágrafo e as relações que se conjunções, preposições e um texto identificando substituições eestabelecem de sentido entre uma advérbios. compreendendo que as conjunções
  51. 51. ideia e outra. cumprem papel decisivo naCompreender a relação de construção da textualidade. Sãocoesão, ou seja, de ligação elementos articuladores de palavrasdessas palavras, entre as partes e ideias, que explicitam relações dedo texto. oposições, adição, causa, conclusão,Estabelecer relações entre partes etc, tornando o texto claro, articuladode um texto, identificando e coerente.repetições ou substituições quecontribuem para a continuidade deum texto.Estabelecer relações lógico- Conhecimento linguístico – verbo Atividades de reflexão, solicitandodiscursivas marcadas por verbos. (uso dos tempos verbais) que os alunos compreendamCompreender a representação representação dos verbos sobre osdos verbos como fator importante acontecimentos, observando quandopara interpretar um texto, ocorreu o fato, quantas pessoascompreendendo a concordância participaram desse fato, percebendoentre os termos da oração (sujeito que os verbos concordam eme predicado) número com os substantivos ouAnalisar a função dos tempos pronomes.
  52. 52. verbais no discurso, os temposverbais, juntamente com osadvérbios temporais e locativos,funcionam como modalizadoresdo discurso..Aplicar a regar geral deconcordância verbal e nominalReescrever e/ou produzir textos Produção de texto pelo aluno Atividade em que os alunos tenhamde autoria utilizando a oportunidade de perguntar aoprocedimentos de escritor: professor, discutir em dupla, fazerplanejar o que vai escrever rascunhos, reler o que escreve econsiderando a intencionalidade, alterar quando não se der poro interlocutor, o portador e as satisfeito.características do gênero; fazerrascunhos; reler o estaescrevendo, tanto para controlar aprogressão temática quanto paramelhorar outros aspectos –discursivos ou notacionais dotexto.
  53. 53. Revisar textos (próprios e de Revisão de texto Promover discussões em torno dasoutros), em parceria com os produções dos textos, propondocolegas, assumindo o ponto de mudanças e solicitando aos alunosvista do leitor com intenção de que justifiquem suas propostas,evitar repetições desnecessárias colocando-se no papel de leitor.por meio de substituição ou uso Propor substituição de palavrasde recursos da pontuação. repetidas.Evitar ambiguidades, articular Solicitar que identifique problemaspartes do texto, garantir de concordância e procuremconcordância verbal e nominal. solucioná-los.Aplicar as categorias linguísticas Aspectos gramaticais – reflexão Propor atividades em que osna produção e reprodução de sobre a língua (substantivos – diferentes conhecimentos linguísticostextos orais e escritos. classificação e flexão, artigo, possam ser aplicados por meio daRefletir sobre a própria linguagem adjetivos e locução adjetiva, reescrita de textos, onde os alunosem função de seu uso de acordo numeral e pronomes). coloquem em prática seuscom suas necessidades, conhecimentos gramaticaispreocupando-se com a enriquecendo suas escritas econcordância entre as palavras. atribuindo uma função social para os conceitos estudados. Propor situações nas quais os alunos

×