ENCONTROS COM O PADROEIRO    MÊS DE NOVEMBRO 2011Para Pastorais, Movimentos e Pequenas ComunidadesCOMUNIDADE SANTO ANDRÉ –...
ENCONTROS PARA O                       MÊS DO PADROEIRO                       SANTO ANDRÉ - 2011                     Orien...
Anim.: Aqui viemos para louvar Nosso Senhor pelas maravilhas realizadasatravés de Santo André. Queremos preparar-nos bem p...
1º ENCONTRO                           (31/10 a 6 de novembro)                    A IGREJA EM MISSÃO               “Ide, po...
Todos: (Cantado) /:Senhor, se Tu me chamas, eu quero te ouvir. Sequeres que eu te siga, respondo: Eis-me aqui.:/ Leitor(a)...
4. A FAMÍLIA MEDITAAnimador(a): Vamos meditar um pouco sobre o que ouvimos. (Se preferirler novamente o texto bíblico)1. O...
7. A FAMÍLIA É ABENÇOADAAnimador(a): Pedimos que o Senhor nos abençoe, por intercessão deSanto André, conforme está no liv...
2º ENCONTRO                         (7 a 13 de novembro)                       IGREJA: CASA DE                      INICIA...
T: “O que nós ouvimos e aprendemos, o que nos contaram nossos pais,não o esconderemos a nossos filhos, nós o contaremos à ...
ocasional, mas permanente. Peçamos perdão a Deus, pelas vezes que nãoentendemos esta caminhada, nos acomodamos, nos omitim...
Todos: Por intercessão de Santo André e da Sagrada Família, obrigadoSenhorRezador 1: Por todos catequistas, pela sua missã...
8. AVISOS: - Combinar onde será o próximo encontro;- Dia 13: Primeira Eucaristia – 8h- Dia 20: Churrasco e show de prêmios...
2. A FAMÍLIA E A REFLEXÃO DA IGREJA NO BRASILAnimador(a): Acompanhemos a reflexão tirada do documento da CNBB -Diretrizes ...
dá a vida protegendo, libertando, salvando e conduzindo suas ovelhas aobom caminho, com vida em abundância.Aclamemos a Pal...
Leitor 3: Que a exemplo de Santo André, coloquemos nossa confiançaunicamente no Senhor, e nos coloquemos a serviço das ove...
4º ENCONTRO                             (21 a 27 de novembro)                            SANTO ANDRÉ,                     ...
Leitor(a) 1 – Ser Igreja é praticar a vida de comunhão com os irmãos e irmãsde fé e de comunidade. A experiência de fé é i...
3 - A FAMÍLIA ESCUTA A PALAVRAAnimador(a): Na carta de São Paulo aos Romanos, o Apóstolo nos diz quesomos em Cristo um só ...
Leitor 3: Que Santo André seja nosso guia a caminho do Pai e nos ensine apartilhar o pouco que temos e que somos, rezemos....
Encontro com o Padroeiro Santo André 2011
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Encontro com o Padroeiro Santo André 2011

1,822 views
1,678 views

Published on

Livro com 4 encontros para serem trabalhados durante o mês de novembro, mês do padroeiro da Comunidade Santo André - Dourados/MS

Published in: Spiritual
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,822
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
17
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Encontro com o Padroeiro Santo André 2011

  1. 1. ENCONTROS COM O PADROEIRO MÊS DE NOVEMBRO 2011Para Pastorais, Movimentos e Pequenas ComunidadesCOMUNIDADE SANTO ANDRÉ – DOURADOS/MS
  2. 2. ENCONTROS PARA O MÊS DO PADROEIRO SANTO ANDRÉ - 2011 Orientações: Durante os encontros procure dar oportunidades para todos falarem; escolher os cânticos comantecedência, prepare o ambiente conforme sugeridoacrescentando outros significativos de cada grupo; a famíliaque recebe o encontro fica responsável pela acolhida; procurem escolher gestosconcretos que seja possível ser cumpridos. ORAÇÃO INCIAL PARA TODOS OS DIASCantoAlguém da Casa: Irmãos e irmãs em Cristo Jesus sejam bem-vindos emminha casa. Eu e minha família acolhemos a todos vocês!Anim.: Caríssimos irmãos e irmãs, a Igreja é um Povo convocado porDeus. Ele nos chamou e fomos reunidos pela Santíssima Trindade nestesencontros para celebrarmos a Festa em louvor a Santo André, NossoPadroeiro. Mais um tempo de graças se abre para nós por intercessão denosso padroeiro. Celebramos o Jubileu de Rubi (40 anos) desta comunidadedo qual escolhemos para alimentar, partilhar e viver a nossa fé, parafazermos a experiência amorosa e misericordiosa de Deus. Quarenta anosindica mudança, nova geração, um novo tempo, um novo ciclo. Neste ano,em sintonia com as urgências da ação evangelizadora contidas nasDiretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (2011-2015),e o tema: “Comunidade Santo André, 40 anos de uma Igreja em Missão”e o lema:Todos: “Caminhando com o Apóstolo André, seguindo os passos de CJesus Cristo”.Anim.: Estamos aqui reunidos como irmãos e irmãs que querem serdiscípulos missionários de Jesus Cristo, seguindo o exemplo de SantoAndré. Em comunhão com a Santíssima Trindade, façamos o sinal da cruz,o sinal de todos seguidores de Jesus. (cantado se puder)Todos: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém! 2
  3. 3. Anim.: Aqui viemos para louvar Nosso Senhor pelas maravilhas realizadasatravés de Santo André. Queremos preparar-nos bem para sua festa queacontece no próximo dia 30. Vamos refletir e aprofundar sobre nossamissão na Igreja e na sociedade, como discípulos missionários de Jesus,seguindo o exemplo do apóstolo André.Todos: Ó Deus de bondade, nós vos pedimos, abençoai a comunidade eesta família que nos acolhe. Ajudai-nos a meditar a vossa Palavra.Ensinai-nos o caminho do amor e da fraternidade. (segue a reflexão do dia) SANTO ANDRÉ APÓSTOLO Apóstolo de Jesus Cristo nascido em Betsaida da Galiléia, tambémconhecido como o Afável foi escolhido para ser um dos Doze, e nas váriaslistas dos Apóstolos dadas no Novo Testamento é sempre citado entre os quatroprimeiros junto com Pedro, João e Tiago, sendo seu nome mencionadoexplicitamente três vezes: por ocasião do discurso escatológico de Jesus (Mc13,3), na primeira multiplicação dos pães e dos peixes (Jo 6,8) e quando,juntamente com Filipe, apresenta a Jesus alguns gentios (Jo 12,22). Também pescador em Cafarnaum, foi o primeiro a receber de Cristo otítulo de Pescador de Homens e tornou-se o primeiro a recrutar novosdiscípulos para o Mestre. Filho de Jonas tornou-se discípulo do João Batista,cujo testemunho o levou juntamente com João Evangelista a seguirem Jesus econvencer seu irmão mais velho, Simão Pedro a seguí-los. Desde aquelemomento os dois irmãos tornaram-se discípulos de Cristo e deixaram tudo paraseguir a Jesus. Depois do Pentecostes ajudou, entre grandes ameaças e perseguições, aestabelecer a Fé na Palestina, passando provavelmente por Cítia, Épiro, Acaia eHélade. Para Nicéforo ele pregou na Capadócia, Galácia e Bitínia, e esteve emBizâncio, onde determinou a fundação da Igreja local e apontou São Eustáquiocomo primeiro bispo. Finalmente esteve na Trácia, Macedônia, Tessália eAcaia. Na Grécia, segundo a tradição foi crucificado no dia 30 de novembro emPatros da Acaia, cidade na qual havia sido eleito bispo, durante o reinado deTrajano, por ordem do procônsul romano Egéias. Atado, não pregado, a umacruz em forma de X, que ficou conhecida como a cruz de Santo André. 3
  4. 4. 1º ENCONTRO (31/10 a 6 de novembro) A IGREJA EM MISSÃO “Ide, pois, fazer discípulos entre todas as nações e batizai-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo” (Mt 28, 19).Ambiente: Mesinha com a Bíblia, vela, flores, crucifixo, imagens de SantoAndré e imagem da Nossa Senhora Mãe Rainha.1. ORAÇÃO INICIAL: Contra Capa – p. 2 Animador (a): Irmãos e irmãs, nesta preparação para celebrarmos comjúbilo o dia do Padroeiro Santo André, no primeiro encontro vamos rezarpelo Setor Maria Rainha e refletir sobre a Missão da Igreja, que é a nossamissão como batizados. Segundo o documento da Igreja, Lumen Gentium,25: “A Igreja comunidade santa convocada pela Palavra, tem como umade suas principais tarefas a de pregar o Evangelho”.Hoje o Espírito Santo anima a Igreja diariamente a ir ao encontro daspessoas, anunciando e testemunhado a todos “um tempo de graça esalvação”. A missão de anunciar nos é confiada no batismo, pelo qualsomos confirmados como filhos e filhas de Deus, membros de Cristo,incorporados à Igreja.Todos: (Cantado) /: Senhor, se Tu me chamas, eu quero te ouvir. Sequeres que eu te siga, respondo: Eis-me aqui.:/Leitor(a) 1: “Toda evangelização parte do mandato de Cristo a seusapóstolos e sucessores, desenvolve-se na comunidade dos batizados, noseio de comunidades vivas que compartilham sua fé e se orienta aofortalecimento da vida de doação filial em Cristo, que se expressaprincipalmente no amor fraterno. Só uma igreja evangelizada é capaz deevangelizar”. (Santo domingo nº 23)Todos: (Cantado) /:Senhor, se Tu me chamas, eu quero te ouvir. Sequeres que eu te siga, respondo: Eis-me aqui.:/ Leitor(a) 2: A igreja é por sua natureza missionária, chamada a anunciar oEvangelho em toda parte, e, a sempre transmitir a fé a cada homem emulher em qualquer cultura. Ela é a mais plena expressão para o mundo, seviver a sua natureza como povo missionário. 4
  5. 5. Todos: (Cantado) /:Senhor, se Tu me chamas, eu quero te ouvir. Sequeres que eu te siga, respondo: Eis-me aqui.:/ Leitor(a) 3: Para melhor realizarmos esta missão a comunidade SantoAndré, foi subdividida em quatro setores e cada um com sua padroeiraescolhida em uma das missas realizada no setor. E todos têm a Mãe deDeus e da Igreja como intercessora: N. Sra. Rainha da Paz, N. Sra. dasGraças, Sagrada Família e Mãe Rainha. Confiantes na graça de Deus, queconduz a nossa vida; queremos viver e crescer em comunidade, caminhadocom o Apóstolo André, seguindo os passos de Jesus Cristo.Todos: Senhor Jesus, vós nos chamaste a seguir-vos, a fim de levar atodas as pessoas a redenção no amor. Diante de vós, queremos renovara nossa responsabilidade. Daí-nos a graça da perseverança. Aumentaia nossa fé e ensinai-nos a viver da oração e da escuta, como Maria,vossa Mãe. Pedimo-vos que nos conserveis no vosso amor agora etodos os dias de nossa vida.2. A FAMÍLIA PEDE PERDÃO Animador(a): Às vezes nos deixamos levar pelo desânimo, pelosentimento de inutilidade, pelo desespero, pelo medo, pelas acomodações enos colocamos fracos, como trabalhadores que não merecem o trabalho queo próprio Senhor nos confiou. Porém esses sentimentos não cabem a nós, seJesus nos confia esta missão, com certeza Ele sabe que podemos cumpri-la!Peçamos perdão cantando.Canto: Senhor Piedade nº 13 do livrinho3. A FAMÍLIA ESCUTA A PALAVRA Animador(a): Ao convocar os discípulos e enviá-los à missão, Jesusconfia a eles muito mais que o anúncio da Palavra, mas a responsabilidadede transformar os Seus ensinamentos em motivo de conversão para aquelesque os conhecessem.Canto: Palavra de Salvação, nº 28 ou outroLeitor(a): Proclamação do Evangelho segundo São Marcos 16, 14-16 5
  6. 6. 4. A FAMÍLIA MEDITAAnimador(a): Vamos meditar um pouco sobre o que ouvimos. (Se preferirler novamente o texto bíblico)1. O que entendemos da leitura que acabamos de ouvir?2. Como está o nosso dinamismo missionário? Somos daqueles que aexemplo de Santo André seguimos o Mestre ou somos incrédulos?3. Somos batizados para uma missão. Como está a nossa responsabilidadede leigos? O que precisa melhorar?5. A FAMÍLIA SE COMPROMETEAnimador(a): Diante do que falamos e ouvimos o que poderíamosassumir como gesto concreto neste período que nos aproximamos doNatal?6. A FAMÍLIA REZAAnimador(a): Elevemos a Deus nossas orações. E a cada. E a cada pedidocantemos: Todos: Santo André rogai por nós, intercedei a Deus por nós.Rezador(a) 1: Que o Setor Mãe Rainha, seja sustentado e animado pelaPalavra de Deus, a Oração e a Eucaristia, na caminhada missionária queJesus nos confiou. Cantemos:Rezador(a) 2: Senhor faça-nos discípulos missionários movidos pelo domdo vosso Espírito. Cantemos:Rezador(a) 3: Senhor que nós possamos como cristãos dar testemunho denossa fé em Jesus Cristo em qualquer lugar onde estivermos. Cantemos:Rezador(a) 4: Senhor ilumine a nossa comunidade com o Teu EspíritoSanto nesses quarenta anos dedicado a evangelização e que ela tenhasempre em mente o Teu Projeto de Anuncio da Palavra. Cantemos:Rezador(a) 5: Senhor, por todos os falecidos (se alguém quiser mencionarnomes dos falecidos) que lembramos neste momento e nesta semana emnossas orações, para que sejam acolhidos juntos de Deus em sua glória epor todas as pessoas que sofrem pela ausência e pela perda de seus entequeridos, para que sejam consolados em sua tristeza. Cantemos: 6
  7. 7. 7. A FAMÍLIA É ABENÇOADAAnimador(a): Pedimos que o Senhor nos abençoe, por intercessão deSanto André, conforme está no livro dos Números:Todos: Que o Senhor nos abençoe e nos guarde. Que o Senhor nosmostre a sua face e conceda-nos a sua graça. Que o Senhor volte o seurosto para nós e nos dê a sua paz. Em nome do Pai e do Filho e doEspírito Santo. Amém!8. AVISOS - Combinar onde será o próximo encontro;- Dia 13: Primeira Eucaristia – 8h- Dia 20: Churrasco e Show de Prêmios e Crisma às 19hs;- Dias 27 (19h), 28 e 29: Tríduo Preparatório, (19h30)- Missa Solene em louvor ao padroeiro: 30 de novembro (19h30)9. CANTO Há Um Barco Esquecido na Praia - Padre ZezinhoHá um barco esquecido na praia * Já não leva ninguém a pescar * É o barco deAndré e de Pedro * Que partiram pra não mais voltar * Quantas vezes partiramseguros * Enfrentando os perigos do mar * Era chuva, era noite, era escuro *Mas os dois precisavam pescar.De repente aparece Jesus * Pouco a pouco se acende uma luz * É precisopescar diferente * Que o povo já sente que o tempo chegou * E partiram semmesmo pensar * Nos perigos de profetizar * Há um barco esquecido na praia *Um barco esquecido na praia * Um barco esquecido na praiaHá um barco esquecido na praia * Já não leva ninguém a pescar * É o barco deJoão e Tiago * Que partiram pra não mais voltar * Quantas vezes em tempossombrios * Enfrentando os perigos do mar * Barco e rede voltavam vazios *Mas os dois precisavam pescarQuantos barcos deixados na praia * Entre eles o meu deve estar * Era o barcodos sonhos que eu tinha * Mas eu nunca deixei de sonhar * Quanta vezenfrentei o perigo * No meu barco de sonho a singrar * Jesus Cristo remavacomigo * Eu no leme, Jesus a remarDe repente me envolve uma luz * E eu entrego o meu leme a Jesus * É precisopescar diferente * Que o povo já sente que o tempo chegou * E partimos praonde ele quis * Tenho cruzes mas vivo feliz * Há um barco esquecido na praia* Um barco esquecido na praia * Um barco esquecido na praia 7
  8. 8. 2º ENCONTRO (7 a 13 de novembro) IGREJA: CASA DE INICIAÇÃO CRISTÃ Ambiente: Mesinha com a Bíblia, vela,flores, crucifixo, imagens de Santo André e da Sagrada Família, fotos defamílias, fotos ou nomes de catequistas, livros de orações, catecismo, manuaisde catequese, terços, etc.1. ORAÇÃO INICIAL: Contra Capa – p. 2Anim.: Irmãs e irmãos, neste 2º Encontro com o tema: Igreja: Casa deIniciação Cristã, sob a luz das Diretrizes da Igreja do Brasil para os anos2011 a 2015, que tem como Objetivo Geral: Evangelizar a partir de JesusCristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária eprofética, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz daevangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos tenham vida,rumo ao Reino definitivo (cf. Jo 10,1), queremos nos preparar bem duranteeste mês para celebrarmos com júbilo os 40 anos de caminhada, tendo comoponto alto a festa do padroeiro Santo André, no dia 30 de novembro. Anossa história assemelha a história do povo de Deus, cantemos:Canto: O Povo de Deus (n.º 1 do Livro de Cânticos)Leitor 1: Logo após a ressurreição de Jesus, os seus discípulos iniciaram oanúncio da Boa-Nova que o Mestre lhes transmitiu. Ao ouvirem esteanúncio, muitas pessoas pediam para participar do grupo daqueles quetinham conhecido Jesus Cristo e agora testemunhavam sua fé pela palavra epelo exemplo de vidaT: “Uma multidão cada vez maior de homens e mulheres aderia aoSenhor, pela fé” (At 5,14).Leitor 2: Antigamente, família, escola e a sociedade se ajudavam e secompletavam na missão de evangelizar. Hoje, quando nenhum desses trêssegmentos assume essa função, cabe à comunidade eclesial ser o lugar dainiciação cristã, sem jamais esquecer que essa formação deve articular fé evida. 8
  9. 9. T: “O que nós ouvimos e aprendemos, o que nos contaram nossos pais,não o esconderemos a nossos filhos, nós o contaremos à geração futura:os louvores de Javé, seu poder e as maravilhas que realizou” (Sl 78,3-4).Leitor 3: Vamos trazer presente alguns nomes de catequistas que serviramna comunidades ao longo destes 40 anos. (Pausa para cada um mencionarum ou dois nomes:......)Com alegria, aqui nos encontramos para refletir sobre nossa vivência cristã.O batismo marcou o início de nossa vida cristã. Como estamos vivenciandonossa fé? Quando crianças, aprendemos na família e com os catequistas asprimeiras orações do cristão. Hoje, lembramos com carinho aqueles eaquelas que nos iniciaram no caminho da nossa fé.T: “Isso que vimos e ouvimos, nós agora o anunciamos a vocês, paraque vocês estejais em comunhão conosco. E a nossa comunhão é com oPai e com seu Filho, Jesus Cristo” (cf. 1Jo 1,3).Leitor 4: As Diretrizes da Igreja nos apontam para uma catequese adequadaque desperte para um compromisso missionário e vivencial, envolvendo-sena experiência fascinante com Cristo, engajando na comunidade. Passandode uma catequese orientada para os sacramentos à catequese que introduzano mistério de Cristo e na vida eclesial; cultivando a dimensão litúrgica,acentuando a Palavra de Deus como fonte e fundamento da catequese,criando uma nova consciência discipular e missionária em toda acomunidade. Cantemos:Canto: Eu era pequeno, nem me lembro. Só lembro que, à noite, ao pé dacama, juntava as mãozinhas e rezava apressado, mas rezava como alguémque ama. Nas Ave-Marias que eu rezava, eu sempre engolia umas palavras,e, muito cansado, acabava dormindo, mas dormia como quem amava./: Ave Maria, Mãe de Jesus. O tempo passa, não volta mais. Tenhosaudade daquele tempo que eu te chamava de minha mãe. Ave Maria,Mãe de Jesus. Ave Maria, Mãe de Jesus. :/2. A FAMÍLIA PEDE PERDÃOAnim.: O lugar da iniciação cristã é a comunidade eclesial, em especial aparóquia. Os sacramentos são como uma coroação de cada processo. AEucaristia é ponto de partida e ponto de chegada de cada fase de vidapercorrido. A Catequese não se limita às crianças, ela não deve ser 9
  10. 10. ocasional, mas permanente. Peçamos perdão a Deus, pelas vezes que nãoentendemos esta caminhada, nos acomodamos, nos omitimos diante damissão. Cantemos, Conheço um coração n.º 22 (ou a escolha)3. A FAMÍLIA ESCUTA A PALAVRAAnim.: A vida é uma renovação constante das relações, onde o respeito édevido a todos. Para encontrar-se com Jesus Cristo, é necessário procurá-lo,ouvir sua Palavra. É preciso que alguém o apresente a nós. No texto quevamos ler e ouvir, é João Batista quem apresenta Jesus como o Cordeiro deDeus. Vamos com alegria acolher a Palavra Deus em nosso meio,cantemos:Todos: Eu vim para escutar, n.º 30 (ou a escolha)Leitor(a) da Palavra: Leitura do Evangelho de Jesus Cristo escrito porJoão 1,35-42.4. A FAMÍLIA MEDITAAnim.: 1) O que o texto nos ensina? Cada pessoa fale um pouco sobre aleitura.2) A Catequese é o espelho de uma Comunidade. Como estão os trabalhos(encontros, reuniões com pais e catequistas, etc.) da Catequese em nossaComunidade? Preocupamos com o dia a dia da Catequese? Por quê?3) O que mais impede testemunharmos Jesus e seu projeto aos irmãos eirmãs que estão nas famílias, comunidade e sociedade?5. FAMILIA SE COMPROMETEAnim.: Como as famílias, pastorais, movimentos, pequenas comunidades,padres e diáconos podem colaborar concretamente e diretamente com aCatequese, para que atinja o seu objetivo na Igreja?6. A FAMILIA REZAAnim.: Com o olhar voltado para a região nordeste da comunidade, o SetorSagrada Família, elevemos a Deus, por intercessão de Santo André e daSagrada Família, as nossas preces e súplicas, de agradecimentos rezando demodo particular as todas famílias e catequistas. Ao final de cada prece responderemos:10
  11. 11. Todos: Por intercessão de Santo André e da Sagrada Família, obrigadoSenhorRezador 1: Por todos catequistas, pela sua missão, a sua dedicação, seuamor ao Reino de Deus. Pelos falecidos, pelos que já passaram pelacomunidade; pelos enfermos, pelas crianças, adolescentes, jovens, adultos eidosos, bendizemos ao Senhor...Rezador 2: Pelas famílias que moram na comunidade; pelos cristãos e nãocristãos; pelas pessoas que ainda não conhecem a Deus, por aquelas queprecisam de nossas orações, pelos catequizandos, pelos empregados eempregadores, bendigamos...Rezador 3: Pelas Pequenas Comunidade, Pastorais Movimentos, Padres eDiáconos, enfim, todas as forças vivas da Igreja, que contribuem no anúnciodo Evangelho, na construção de uma sociedade mais justa e fraterna,bendigamos. (Segue preces espontâneas)Todos: Senhor Jesus Cristo, Vós restauraste a família humana,restabelecendo a primitiva unidade, vivendo com Maria, Vossa Mãe, eSão José, o pai adotivo, durante 30 anos em Nazaré.Afastai das famílias os males que as ameaçam. Ajudai-nos a promoverem nossas famílias, em todos os lares de nossa cidade, os sentimentos eos propósitos de união indissolúvel, amor generoso, fidelidadepermanente e perseverança constante na Vossa graça. Assim seja.Ave-Maria, Pai Nosso e GlóriaCanto final: Oração da Família: n.º 647. A FAMILIA É ABENÇOADAAnim.: Deus, pela intercessão de Santo André e da Sagrada família deNazaré, abençoai e protegei os moradores desta casa. Abençoai e protegei asnossas casas e os que nelas entram e delas saem. Guardai nossas casas e dai-nos coragem para enfrentarmos, com sabedoria e amor, a luta do dia a dia,transformando-nos em instrumentos de vossa vontade. É o que vos pedimos,Trindade Santa, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém!Todos: Amém. 11
  12. 12. 8. AVISOS: - Combinar onde será o próximo encontro;- Dia 13: Primeira Eucaristia – 8h- Dia 20: Churrasco e show de prêmios da comunidade e Crisma às 19hs;- Tríduo Preparatório: 27 (19h), 28 e 29 de novembro (19h30)- Missa Solene em louvor ao padroeiro: 30 de novembro (19h30) 3º ENCONTRO (14 a 20 de novembro) CHAMADOS A VIVER NOSSA MISSÃO NO MUNDO Ambiente: Imagem ou Quadro da Rainha da Paz (padroeira do setor), Bíblia, Vela, Flores,recortes de jornais ou revista com pessoas alegres a serviço de pessoas e dacriação, um cartaz com os dizeres: “40 Anos de Comunidade Santo André”e outros símbolos que considerar importante.1. ORAÇÃO INICIAL: Contra Capa – p. 2Animador(a): - Convidar as pessoas para olhar os símbolos em silêncio....Anim.: Acolhemos a todos e todas na Graça e Paz do Senhor! É sempreuma grande alegria nos encontrarmos. Neste 3° encontro em que somosconvidados a refletir a nossa missão neste mundo, vamos louvar a Deus pelavida de cada um de nós e daqueles que Deus nos confiou.Com muita gratidão pela vida, pelos dons que recebemos, pela graça demais uma etapa cumprida e, lembrando o nosso compromisso de justiça ecuidado com a criação divina, cantemos...Canto: É missão de todos nós, n.º 9 do LivroAnim.: Vamos partilhar a experiência do nosso compromisso assumido nareunião da semana passada (ou lembrar de algo mais importante)(tempinho pra conversar)12
  13. 13. 2. A FAMÍLIA E A REFLEXÃO DA IGREJA NO BRASILAnimador(a): Acompanhemos a reflexão tirada do documento da CNBB -Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil – 2011 a2015.Leitor(a): “A Igreja no Brasil sabe que nossos povos não querem andarpelas sombras da morte. Têm sede de vida e felicidade em Cristo. Por isso,proclama com vigor que as condições de vida de muitos abandonados,excluídos e ignorados em sua miséria e dor, contradizem o projeto do Pai edesafiam os discípulos missionários a maior compromisso a favor da vida.Ao longo de uma história de solidariedade e compromisso com asincontáveis vítimas das inúmeras formas de destruição da vida, a Igreja sereconhece servidora do Deus da Vida. A nova época que, pela graça destemesmo Deus, haverá de surgir, precisa ser marcada pelo amor e pelavalorização da vida, em todas as suas dimensões. A omissão diante de taldesafio será cobrada por Deus e pela história futura”.“... este é um tempo mais do que propício para a articulação e integração detodas as formas de paixão pela vida. Só assim conseguiremos, de fato,vencer os tentáculos da cultura de morte”.3. A FAMÍLIA PEDE PERDÃOAnim.: Reconhecendo nossas omissões e fraquezas, pedimos perdão aoDeus criador.Todos: Senhor, tende piedade de nós!Anim.: Pela ganância e pela falta de zelo com a vida das pessoas e com avida do planeta.Todos: Cristo, tende piedade de nós!Anim.: Pelas fragilidades na missão na família e na sociedade.Todos: Senhor, tende piedade de nós!4. A FAMÍLIA ESCUTA A PALAVRAAnimador(a): A proposta da Igreja é que nossa comunidade e nossosencontros em família sejam iluminados pela Palavra de Deus, para quepossamos produzir abundantes frutos. Na palavra que ouviremos hoje, Jesusse põe em defesa daqueles que Deus os confiou. Como Bom Pastor, Jesus 13
  14. 14. dá a vida protegendo, libertando, salvando e conduzindo suas ovelhas aobom caminho, com vida em abundância.Aclamemos a Palavra cantando:Canto: “É como a chuva que lava, é como o fogo que arrasa” n.º 29Leitor(a) da Palavra: Leitura do Evangelho de Jesus Cristo escrito porJoão 10,10-18.5. A FAMÍLIA MEDITAAnim.: Sentados vamos conversar sobre as leituras. Para melhorcompreender o texto, podemos contar o que ouvimos, respondendo algumasperguntas:1- Quem são as pessoas ou, as ovelhas que Deus confiou a Jesus?2- Jesus defende as ovelhas de quem? De quais males?3- O ladrão se aproxima das ovelhas para que?4- Para que a missão de Jesus continue na Igreja hoje, quem são as pessoasque devemos defender, proteger e amar, para que tenham vida e vida emabundancia?Canto : Sou Bom Pastor.... Nº 176. A FAMÍLIA SE COMPROMETEAnim.: Diante do que ouvimos e refletimos, o que podemos assumir comogesto concreto em prol dos excluídos, marginalizados e do planeta?7. A FAMÍLIA REZAAnimador(a): Apresentemos ao Senhor nossa oração.Leitor: 1- Te louvamos, Senhor Jesus, porque sois nosso bom Pastor e daisa vida por nós.Todos: Onipotente e bom Senhor, a ti a honra a glória e o louvor!Leitor 2: Senhor, não queremos andar pelas sombras da morte, por isso,depositamos em tuas mãos todas as vidas que estão ameaçadas.Todos: Onipotente e bom Senhor, a ti a honra a glória e o louvor!14
  15. 15. Leitor 3: Que a exemplo de Santo André, coloquemos nossa confiançaunicamente no Senhor, e nos coloquemos a serviço das ovelhas perdidas,desgarradas e fragilizadas.Todos: Onipotente e bom Senhor, a ti a honra a glória e o louvor!Leitor 4 : Nós te louvamos Senhor, pela criação do planeta: terra, água,plantas e todos os seres vivos. Da mesma forma que a vida humana, oplaneta esta sofrendo com o desrespeito e as ameaças de morte. Te pedimostransforma o coração da humanidade, Senhor!Todos: Onipotente e bom Senhor, a ti a honra a glória e o louvor!Leitor 5: Nós te louvamos ó Pai porque colocaste no coração do discípulomissionário, o anuncio de um mundo diferente, que acima de toda dor, todosofrimento no meio da humanidade busca o amor à vida e convoca osirmãos e irmãs para a comunhão em Cristo.Todos: Onipotente e bom Senhor, a ti a honra a glória e o louvor!8. ORAÇÃOAnim.: De mãos dadas, peçamos ao Bom Pastor e a NOSSA SENHORARAINHA DA PAZ que faça crescer em nós a semente de justiça, de paz efraternidade. Isso nós pedimos rezando.Todos: Pai nosso... Ave Maria...9. A FAMÍLIA É ABENÇOADAAnim.: Que o Senhor todo poderoso, por intercessão de Santo André, nosabençoes, nos livre de todos os males e nos de a sua paz. Em nome do Pai,do Filho e do Espírito Santo.Todos: Amém!10. AVISOS:- Dia 20 - Churrasco e show de prêmios da comunidade e Crisma as 19hs;- Dia 27 (19h), 28 a 29, às 19h30 - Tríduo;- Dia 30 - Missa Solene, 19h30.Canto Final: Santa Mãe Maria ..., n.º 41 15
  16. 16. 4º ENCONTRO (21 a 27 de novembro) SANTO ANDRÉ, COMUNIDADE DE PEQUENAS COMUNIDADES! Ambiente: Bíblia, crucifixo, vela acesa, água, flores, símbolo de 40 anos da comunidade Santo André, imagem Nossa Senhora das Graças, padroeira do Setor 21 – ORAÇÃO INICIAL: Contra Capa – p. 2Animador(a): Sejam todos bem-vindos, hoje estamos reunidos para a últimareunião em preparação ao tríduo do padroeiro da comunidade. Em nosso altartemos a imagem de Nossa Senhora das Graças, ela foi escolhida comoPadroeira do setor 2. Setor onde mora a família da dona Lúcia e seu João, donaMaria Gomes, seu Geraldo, a Gertrudes e Nivaldo, a Luci, a Emília, aTerezinha Gall, a Bete, a Angela e muitas outras famílias que participam nosgrupos das pequenas comunidades e também nos grupos que se reúnem naigreja. Somos todos cristãos e cristãs e, portanto, seguidores de Jesus Cristo. Elenos reúne na grande família de Deus que é a Igreja. Para aprendermos aconhecer e amar mais a nossa Igreja, iniciemos nosso encontro, saudando aSantíssima Trindade.Todos: o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Amém.Animador(a): Vamos partilhar a experiência do nosso compromisso assumidona reunião da semana passada. (tempo pra conversar)Canto: Agora é tempo de ser Igreja, n.º 5 (ou a escolher)REFLETINDO:Animador(a): A palavra Igreja, como Jesus a edificou sobre Pedro e osApóstolos, quer dizer assembleia. Assembleia é a reunião de todo o povo.Vamos refletir sobre o que é ser Igreja e como está a nossa participação nestaresponsabilidade comunitária.Todos: “Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja” (Mt16,18)18
  17. 17. Leitor(a) 1 – Ser Igreja é praticar a vida de comunhão com os irmãos e irmãsde fé e de comunidade. A experiência de fé é inseparável da experiênciacomunitária.Leitor(a) 2 – A Igreja é a comunidade dos discípulos e discípulas de JesusCristo, reunidos em torno da sua Palavra, testemunhando o seu amor.Todos: “Onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, eu estou ali,no meio deles” (Mt 18,20)Leitor(a) 3 – A Igreja é uma grande comunidade de comunidades, que vivem eatuam em rede umas com as outras, como nos ensinam as Diretrizes da Açãoevangelizadora da Igreja no Brasil.Todos: Uma Igreja com diversas formas de ser comunidade deve serigualmente uma Igreja que testemunha a comunhão de dons, serviços eministérios (cf. Doc 94 CNBB, 63.Leitor(a) 4 – Assim temos as paróquias e comunidades (Capela Santo André),onde nas residências se reúnem os grupos das pequenas comunidades e noCentro de Formação se reúnem os mais variados grupos para viver, em comum,a sua fé.Todos: A Igreja é uma rede de comunidades.Canto: Prova de amor maior não há... n.º 542 – A FAMÍLIA PEDE PERDÃOLeitor(a) 1 – Senhor Jesus, acreditamos em tua presença nos grupos daspequenas comunidades, mas te pedimos perdão pelas vezes que deixamos decomparecer nos encontros.Todos: Senhor, tende piedade de nós!Leitor(a) 2 – Senhor Jesus, sabemos que a comunidade Santo André, precisade mais operários, discípulos e missionários para ajudar na sua missão.Queremos te pedir perdão pela nossa omissão.Todos: Senhor, tende piedade de nós!Leitor(a) 3 – Senhor Jesus, queremos e precisamos de uma nova sociedade euma nova comunidade, onde todos possam ter o pão de cada dia e um ambientesaudável. Pedimos perdão pelas vezes destruímos os alimentos e não cuidamosdo meio ambiente.Todos: Senhor, tende piedade de nós!Canto: Piedade, Piedade, Piedade de nós! 17
  18. 18. 3 - A FAMÍLIA ESCUTA A PALAVRAAnimador(a): Na carta de São Paulo aos Romanos, o Apóstolo nos diz quesomos em Cristo um só corpo, e todos nós somos membros uns dos outros.Aclamamos a Palavra de Deus cantando:Canto: Como são belos..., n.º 26 do LivretoLeitor(a) da Palavra: Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos 12,4-8. (pausa para reflexão)4 – A FAMÍLIA MEDITAAnimador(a): Após ouvirmos a Palavra de Deus vamos refletir:1) Que dons (talentos) a leitura nos indica?2) Que dons descobrimos em nós, e podemos colocar a disposição, a serviçodos grupos das pequenas comunidades, das pastorais e movimentos dacomunidade Santo André?5 – A FAMÍLIA SE COMPROMETEAnimador(a): Diante do que ouvimos e refletimos vamos assumir algunscompromissos. Algumas sugestões (ou pensar outros compromissos).A – Participar ativamente dos grupos das pequenas comunidades e colocar adisposição os dons que Deus nos deu, a serviço do grupo.B – Convidar mais pessoas para participarem do nosso grupo ou participarativamente em outro grupo da Comunidade.6 – A FAMÍLIA REZAAnimador(a): Dirigimos nossas orações a Deus, por intermédio de SantoAndré, pedindo de modo particular pelas pequenas comunidades. Ao final decada prece responderemos:Todos: Santo André e Nossa Senhora das Graças intercedei por nós.Leitor 1: Que as pequenas comunidades seja exemplo de oração, partilha eserviço, rezemos.Leitor 2: Que os 40 anos de vida da Comunidade Santo André que estamoscelebrando nos dê força, coragem, ânimo para assumir com um novo ardormissionário as mudanças que a Igreja nos propõe, rezemos.18
  19. 19. Leitor 3: Que Santo André seja nosso guia a caminho do Pai e nos ensine apartilhar o pouco que temos e que somos, rezemos.7 – A FAMÍLIA É ABENÇOADAAnimador(a): Ao terminar o nosso encontro vamos rezar a oração de NossaSenhora das Graças: ORAÇÃO À N. SRA. DAS GRAÇAS (27 de novembro)Eu vos saúdo ó Maria, cheia de graça!Das vossas mãos voltadas para o mundo as graças chovem sobre nós.Nossa Senhora das Graças, vós sabeis quais as graças que são mais necessáriaspara nós; mas eu vos peço, de maneira especial, que me concedais esta que vospeço com todo o fervor de minha alma (pausa em silêncio, pedir a graça).Jesus é todo poderoso e vós sois a Mãe dele; por isto, Nossa Senhora dasGraças, confio e espero alcançar o que vos peço.Ave Maria....Oh Maria, concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós. AmémAnimador(a): Deus todo poderoso, por intercessão de Nossa Senhora dasGraças e de Santo André, padroeiro da comunidade, nos abençoe, + Pai, Filho eEspírito Santo.Todos: Amém!8 – AVISOSAnimador(a): Vamos relembrar alguns avisos:- Dia 27 (19h) 28 e 29, as 19h30 – Tríduo: Combinar como o grupo iráparticipar do Tríduo- Dia 30, às 19h30 - Missa Solene: Como o grupo, juntamente com o setor iráparticipar da Missa do Padroeiro (não faltar ninguém). ORAÇÃO A SANTO ANDRÉÓ Deus, que a vossa Igreja exulte sempre no constante louvor do Apóstolo SantoAndré, para que, sustentada por sua doutrina e intercessão, seja fiel a seusensinamentos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso filho, na unidade do EspíritoSanto. Amém. 19

×