Blended Learning no Ensino Superior: Um Programa de Formação em E-Learning para Professores da UTL
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Blended Learning no Ensino Superior: Um Programa de Formação em E-Learning para Professores da UTL

on

  • 2,349 views

Comunicação XIII Encontro Ibero-Americano de Ensino Superior a Distância (2009) com João Ventura (IST).

Comunicação XIII Encontro Ibero-Americano de Ensino Superior a Distância (2009) com João Ventura (IST).

Statistics

Views

Total Views
2,349
Views on SlideShare
2,280
Embed Views
69

Actions

Likes
2
Downloads
14
Comments
0

5 Embeds 69

http://orfeu.org 29
http://luismiguel-digital.blogspot.com 19
http://luismiguel-digital.blogspot.pt 14
http://www.slideshare.net 4
http://luismiguel-digital.blogspot.com.br 3

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

CC Attribution-NonCommercial-ShareAlike LicenseCC Attribution-NonCommercial-ShareAlike LicenseCC Attribution-NonCommercial-ShareAlike License

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Blended Learning no Ensino Superior: Um Programa de Formação em E-Learning para Professores da UTL Blended Learning no Ensino Superior: Um Programa de Formação em E-Learning para Professores da UTL Presentation Transcript

  • José Mota - Laboratório de Educação a Distância, Universidade Aberta [email_address] Henrique Ribeiro - Instituto Superior de Agronomia, Universidade Técnica de Lisboa [email_address] Isabel Neto - Faculdade de Medicina Veterinária, Universidade Técnica de Lisboa [email_address] João Ventura - Instituto Superior Técnico, Universidade Técnica de Lisboa [email_address] Luís Madeira de Carvalho - Faculdade de Medicina Veterinária, Universidade Técnica de Lisboa [email_address] Sandra Balão - Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, Universidade Técnica de Lisboa [email_address]
  • 1º Curso de Formação Integrada em e-Learning – FIeL01
    • Desenvolvido por uma equipa do LEaD da Universidade Aberta – protocolo com a UTL
    • 26 professores de 7 Faculdades e Institutos da UTL
    • Duração 12 semanas
    • 2 sessões presenciais – início e final
    • Avaliado e certificado (4 ECTS)
  • Estrutura do Curso
    • COMPONENTE I – 8 semanas
      • - Ambientação Online
      • - Modalidades de Virtualização
      • - Recursos Educacionais Abertos
      • - Desenho de Actividades para o Ambiente Online
    • Componente II - 4 semanas
      • Projecto Unidade Curricular - complemento online para o trabalho presencial
  • Ferramentas utilizadas
    • Moodle – espaço base do curso; fóruns, instruções de actividades, recursos
    • Diigo (social bookmarking) – partilha de hiperligações de interesse
    • Blogs individuais - (textos, reflexões)
    • Google Reader (agregador de feeds)
    • Wiki (PBWorks) – publicação de trabalhos
    • Outras (Projectos)
  • Processo de formação
    • baseado em actividades
    • carácter prático, imersivo, experiencial
    • reflexão sobre o próprio processo de formação
    • trabalho individual/trabalho colaborativo
    • flexibilidade/pacing
    • elevado nível de interacção (assíncrona)
    • feedback frequente e atempado (incluiu avaliações descritivas)
  • Os professores como alunos ( 1 )
    • Sair da “zona de conforto”
    • O professor é o que sabe e ensina face aos alunos que não sabem e aprendem
    • Desconstruir esse modelo
  • Os professores como alunos ( 2 )
    • A gestão do tempo
    • A turma online: o “sentimento de pertença”
    • As ferramentas da Web social
  • A gestão do tempo
    • Estabelecer prioridades
    • Realização de tarefas com prazos
    • Visitas frequentes aos fóruns para acompanhar as discussões
  • A turma online: “sentimento de pertença”
    • Fóruns e ferramentas da Web social: forte interacção entre os participantes
    • A turma online face à turma presencial
  • As ferramentas
    • Moodle – instruções, recursos, fóruns (não esquecer o C@fé)
    • Diigo – partilha do que se encontra interessante  base de referências
    • Blogs – a expressão individual; os comentários
    • Google Reader – a informação que vem ter connosco
    • Wiki (PBWorks) – o trabalho em colaboração
  • “ Ser professor”: o passado e o futuro
    • A caminho do futuro
    • Alguns (possíveis) acidentes de percurso:
    • temas de reflexão
  • A caminho do futuro
    • Responder a novas exigências sociais (aprendizagem ao longo da vida)
    • Acompanhar mudanças nas práticas educativas
    • Aquisição de competências básicas na utilização de novas tecnologias
    • Vontade de aplicar e praticar
  • Temas de reflexão
    • E-learning: mais planeamento do que ensino presencial
    • Risco de “atomização” do conhecimento
    • Literacia informática docentes vs alunos
    • Professor: uma espécie em vias de extinção?
  • Passagem à prática na universidade portuguesa
    • Envolvimento institucional “de topo”
    • Resistência (e relutância) do corpo docente
    • Envolvimento institucional “de base”
  • Envolvimento institucional “de topo”
    • A implementação do processo de Bolonha em Portugal foi conseguida apenas no papel (Veiga & Amaral, 2009)
    • Os cortes no financiamento das universidades não lhes permite investir no ensino (ainda que o quisessem…)
  • Resistência (e relutância) do corpo docente
    • Cultura dominante que desvaloriza a docência face à investigação
    • Iliteracia informática dos docentes (e resistência a aprender)
    • Receio da exposição alargada dos materiais de ensino
    • Problemas de propriedade intelectual
    • Falta de suporte institucional
  • Envolvimento institucional “de base”
    • Forte compromisso institucional
    • Estrutura de suporte informático
    • Aposta na formação dos docentes
    • Twigg (2004)
  • Envolvimento institucional “de base”
    • Forte compromisso institucional
    • Estrutura de suporte informático
    • Aposta na formação dos docentes
    • Twigg (2004)
  • O argumento final em apoio do e-learning
    • A gripe A (H1N1)
    • Uma nota final optimista
    • Obrigados pela
    • vossa atenção!