Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
SUGESTÕES DE FILMES
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

SUGESTÕES DE FILMES

  • 10,165 views
Published

 

Published in Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
10,165
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3

Actions

Shares
Downloads
108
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Trabalhando com filmes na sala de aula
  • 2. Arraias-TO Diretoria Regional de Ensino de Arraias Setor Regional de Informação e Tecnologia da Educação NTE – Núcleo de Tecnologias Educacionais PROFESSORAS FORMADORAS: Ana Maria Di Santos [email_address] Josemília Oliveira Xavier [email_address] CONTATOS: (63) 39511012
  • 3. Com o objetivo de criar oportunidades de aprendizagem, tendo como diretriz do trabalho o uso efetivo dos recursos tecnológicos em sala de aula, pontuamos na sequência dos slides a sinopse de alguns filmes que possam contribuir para o processo de ensino e aprendizagem. É pertinente que o professor conheça e compreenda todas as possibilidades tecnológicas podendo com isso organizar-se e atuar com coerência, liberdade e criticidade.
  • 4. O filme é um clássico que refletiu alguns dos problemas e medos dos adolescentes dos anos 60. O professor, engenheiro de comunicações, provavelmente não teria didática, tampouco o preparo pedagógico adequado para lidar com uma classe e alunos. Mesmo inexperiente, conscientiza-se de que o essencial naquele momento e para aqueles jovens, não seria necessariamente o estudo de ciências ou literatura, por exemplo. Basicamente eles necessitavam de disciplina, conselhos, apoio moral e compreensão. Careciam de respostas, mas não precisamente respostas a dúvidas científicas, e sim aprendizados que os fizessem crescer como seres humanos, adultos que logo estariam tomando conta de um lar e uma família sozinhos. O mestre desprendeu-se do paradigma habitual dos cursos de matemática, ciências, geografia, etc. Para tanto, aqueles jovens primeiramente necessitavam de conceitos que afetassem diretamente sobre suas vidas, fatos que realmente lhes fariam sentido no momento. O filme nos demonstra a importância da boa vontade e da compreensão no ato de ensinar e educar , pois a escola, além de local de estudos, é onde se aprende valores, onde a pessoa se constrói e cresce, aprontando-se para a vida “lá fora”, ou seja, a sociedade. AO MESTRE COM CARINHO
  • 5.
    • À PROCURA DA FELICIDADE
    • Trata-se de um homem obstinado que luta para sobreviver e sustentar seu filho mesmo sob as mais árduas circunstâncias, sem que isso o faça ignorar os principais valores nem perder as esperanças. O filme retrata o "sonho americano", onde o trabalho duro individual pode levar qualquer um longe na terra das oportunidades. “É uma linda história - é baseada em fatos reais - que serve como motivação para qualquer um que esteja passando por algum tipo de dificuldade ou que precise de uma motivação a mais para novas conquistas” A integridade das pessoas não depende do saldo no banco. Fora isso, o filme desmonta a crença do Estado paternalista, que irá cuidar dos pobres. Esse é um retrato da realidade. O governo, para dar algo, antes precisa tirar, e normalmente o fardo recai sobre os mais pobres.
  • 6. A VOZ DO CORAÇÃO O filme conta a história de um professor de música. É um filme tocante porque mistura sentimentos diversos, como amor, afeição, carinho, ódio, raiva e solidão. Todos eles se misturam e aparecem em um ambiente extremamente impessoal, que é o internato, que nem parece abrigar crianças cheias de talento e força de vontade. Sufocados pela autoridade do diretor Rachin, que não lhes dá liberdade para fazer nada de que gostam, os meninos acabam se revoltando e cometendo atos que não fazem parte de sua personalidade. A voz do coração é um filme sobre relações humanas, sobre as maneiras diferentes como as pessoas se portam. Este demonstra que ações levam sim a reações, mas que os caminhos que elas podem seguir são diferentes.
  • 7.
    • A LISTA DE SCHINDLER
    • Clássico do cinema moderno, "A Lista de Schindler" é a história real e emocionante do empresário Oskar Schindler, que num gesto humanitário de extrema ousadia salvou milhares de judeus, ao mesmo tempo em que contava com o apoio de nazista. Aparentando desinteresse pela política, e fingindo explorar o baixo custo da mão-de-obra judia, o que Schindler fazia era empregar inocentes que de outra forma morreriam nos campos do holocausto. Comovente, importantíssimo, atual. "A Lista de Schindler" é o maior triunfo cinematográfico do diretor Steven Spielberg.
  • 8.
    • A CORRENTE DO BEM
    • O filme é muito interessante no sentido de despertar diálogos, de nos fazer entender pelos jovens e de nos fazer atentos a suas colocações, de nos fazer promover uma possibilidade de maior entendimento entre pais e filhos (fundamental para a educação!) e de aproximar as escolas daquilo que seja significativo para os estudantes, a comunidade e mesmo para nós, professores!
  • 9.
    • A MAÇÃ
    • Mulher cega e seu marido mantém as filhas gêmeas presas, seguindo vagos preceitos do Alcorão. As meninas são soltas, após 11 anos em cativeiro, e têm que descobrir o mundo com olhos infantis que nunca conheceram nada além de sua alcova. Neste filme podemos perceber, como educadores, como a falta de estímulos desde o nascimento influencia diretamente o desenvolvimento da criança. Estas meninas se fossem para a escola, seriam imediatamente rotuladas como portadoras de deficiência. O filme evidencia a influência dos aspectos sociais e culturais no desenvolvimento humano.
  • 10.
    • ANJOS DO SOL
    • O filme Anjos do Sol conta a história da cruel violência contra meninas no Brasil. O filme é uma denúncia da falência de nossa sociedade em proteger as crianças da violência. É uma denuncia da nossa sociedade machista patriarcal. Este retrata o drama da prostituição do Brasil.
  • 11.
    • ADORÁVEL PROFESSOR
    • Observamos que a reflexão do professor de que tudo tinha sido em vão, seu trabalho, seus momentos de emoção com seus alunos, chegando a considerar-se descartável, constituiu o fundamento reflexível mais importante do filme, pois, no momento de aflição, ao olhar apenas para o problema da demissão, esqueceu o quanto havia marcado positivamente seus alunos, colaborando de maneira relevante para formação de cada um, inclusive da governadora, sua ex-aluna quem fez um discurso emocionante sobre a importância do seu professor Holland. Aprendemos com essa história que um professor se torna adorável para seus alunos, quando se dedica de verdade em favorecer a aprendizagem dos mesmos, quando lhe ensina que são capazes de vencer seus maiores desafios, e quando considera o conhecimento cognitivo do discente em sua prática pedagógica. O professor jamais será descartável para aquele aluno com quem de fato ele fez a educação acontecer, considerando a verdadeira educação como sendo aquela que transforma a vida do educando para melhor, que transforma suas atitudes. O verdadeiro professor é aquele que também é educador, e não está preocupado apenas com os conteúdos a serem repassados, mas sim, e em grande proporção intelectual com o ensino para a melhoria da qualidade de vida dos discentes.
  • 12.
    • A LÍNGUA DAS MARIPOSAS
    • A Língua das Mariposas tem como foco a relação professor-aluno. Estabelece a imagem do professor humano, caloroso, próximo e paciente. Nos mostra a atitude do profissional da educação como aquela do erudito, que lê, pesquisa, conversa regularmente com muitas pessoas e é admirado pela comunidade. Além disso, a preocupação em ensinar e cativar as crianças não se restringe a demonstrar todo o conhecimento obtido a partir de leituras e pesquisas. Don Gregório representa o educador íntegro, que se percebe como referência (e que, nem por isso, se envaidece) e que, ciente de suas responsabilidades a partir de então, se mostra sempre sereno, altivo e elegante. Mais que teorias, ele ensina a seus alunos novas posturas perante o mundo, onde as pessoas devem se respeitar, ter sensibilidade e jamais abandonar seus ideais. Fortes emoções tornam “A Língua das Mariposas” filme obrigatório para todos aqueles que acreditam na vida e na educação.
  • 13.
    • CRIANÇAS INVISÍVEIS
    • As histórias nos atingem profundamente e nos fazem sentir a dura realidade das crianças ali retratadas em diversas partes do mundo, onde denunciam a violência, exploração, descriminação, racismo, irregularidades, erros, descaminhos e problemas, que abreviam a infância e forçam muitas crianças a amadurecer prematuramente às custas de grandes sofrimentos. O filme nos avisa de que temos que abrir os olhos, para o que vem acontecendo no mundo. Dar mais atenção a essa infância desperdiçada, desrespeitada, violentada e desesperançada.
    • É um filme para adultos, porque tem nos faltado a devida sensibilidade para que essa nobre causa ganhe mais atenção e defensores em todo o planeta. È um filme, entendo, não só para abrir os olhos, mas também o coração.
  • 14.
    • CONVERSANDO COM DEUS
    • Conversando com Deus é uma adaptação do livro homônimo escrito por Neale Donald Walsch, que conta sua própria história que inspirou e transformou a vida de milhões de pessoas. Se você é daqueles que ainda tem alguma dúvida sobre o diálogo de Deus com seus filhos, não deixe de assistir a este magnífico filme.
    • Conversando com Deus é um filme que nos faz refletir sobre os planos que Deus tem pra gente e que não se realizam por que nós não deixamos Deus trabalhar.
  • 15.
    • CONRACK
    • O mais importante no filme é exatamente o resultado obtido com os alunos. Não importando o quanto utópico ele possa ser. O filme nos mostra dezenas de caminhos a seguir na prática docente, sem haver a exigência de uma prática totalmente igual e, talvez, inatingível.
  • 16.
    • TREINO PARA A VIDA
    • Este filme é baseado na história real de Ken Carter, um treinador (coach) de basquete que deseja transformar a vida de garotos de uma escola da periferia da Califórnia, utilizando o esporte e a educação. Carter faz com que esses garotos comecem a visualizar um mundo diferente, com a possibilidade de irem para a universidade, de não pertencerem ao mundo que seus pais e amigos fazem parte, o das drogas e do crime, enfim, podem se tornar verdadeiros cidadãos e profissionais.
    •  
  • 17.
    • DESAFIANDO GIGANTES
    •  
    • As mensagens do filme são para não desistirmos, não voltarmos atrás e não perdermos a fé.  A mensagem o desafia a acreditar no poder da fé, a perseverar, acreditar para vencer. Ele passa para os meninos da equipe o seu novo espírito, contagia a todos a sua volta, fazendo não só os jovens do time terem uma postura positiva e vencedora como muitos outros na escola e alguns pais também. Sua parceria com Deus lhe trás vida nova, cheia de esperança e perspectivas de sucesso. As conquistas acontecem na vida profissional e pessoal, fazendo o treinador acreditar ainda mais que o poder da crença proporciona a habilidade de vencer.
    •  
  • 18.
    • EM NOME DO PAI
    •  
    • Em Nome do Pai conta a saga verídica de Gerry Conlon. É um filme intrigante, que nos faz questionar a justiça, seus sistemas e truques. No filme o jovem acaba por descobrir no pai uma força interior que não julgava que existisse. Pouco a pouco deixa de lado o seu tom e atitudes de rapaz rebelde, iniciando com o pai uma luta contra a injustiça e tentativas para provar a sua inocência. Luta essa que duraria quinze longos anos.
  • 19.
    • ESCRITORES DA LIBERDADE
    •  
    • É uma jovem professora que tenta inspirar seus alunos-problemas a aprender algo mais sobre tolerância, valorizar a si mesmos, investir em seus sonhos e principalmente dar continuidade a seus estudos além da escola básica. O que conseguiram, após muito esforço. Erin doou-se a sua causa pessoal, a melhora na qualidade do ensino e nas relações entre professor e aluno, mudando a vida de todos, levando algum significado a suas existências.
  • 20.
    • ENTRE OS MUROS DA ESCOLA
    • O tema central do enredo é a difícil relação entre professor e aluno, nos dois sentidos. Durante o ano letivo, ele terá de enfrentar muitos desafios para ensinar essa turma que tem alunos de origens diversas. A pior idade do desenvolvimento de um ser humano é a 7ª série. Nesse fatídico ano, normalmente começa a puberdade e o jovem sente-se no dever de desafiar todas as autoridades. Também é comum nessa faixa etária acessos de completa idiotice, como as gozações a plenos pulmões em salas de cinema. O filme Entre os Muros da Escola consegue retratar bem o temperamento intragável desses rebeldes sem causa. A identificação com situações reais será imediata.
  • 21.
    • NARRADORES DE JAVÉ
    • O filme aborda diversos temas como, a formação cultural de um povo; heranças históricas; crenças; valores; oposição entre memória, história, verdade e invenção; importância da oralidade na construção cientifica; dimensão da escrita e da fala; confronto entre o progresso e as tradições do vilarejo. Ao final do filme, o livro com a grande história de Javé não foi escrito. O progresso ostenta o espaço, a represa é construída, e por fim, a cidade é inundada e seus moradores desterrados. Narradores de Javé, embora tenha buscado o registro para que suas memórias não ficassem submersas, evidencia uma sociedade que se desvanece, em sua cultura, história e tradição em detrimento do progresso, do avanço tecnológico.
  • 22.
    • FILADÉLFIA
    •  
    • É um filme para assistir e refletir sobre os nossos mitos, e os nossos sentimentos em relação às pessoas que vivem e compartilham do amor dos seus semelhantes. Este filme retrata como  nossa sociedade é tão discriminatória. Trata-se de uma emocionante história de um promissor advogado, Andrew Breckett (vivido por Tom Hanks), homossexual, muito bem sucedido, que trabalhava para um tradicional escritório de advocacia da Filadélfia e é despedido quando descobrem ser ele portador do vírus HIV.
  • 23.
    • GÊNIO INDOMÁVEL
    •  
    • O filme Gênio Indomável (1997) nos revela como a superdotação pode nascer mesmo nos ambientes mais desfavoráveis, onde existem pressões sociais e financeiras. Acreditamos que o professor precisa refletir sobre como: ajudar o aluno a desenvolver suas habilidades; trabalhar a auto-estima; ajuda-lo a desenvolver bons hábitos de estudo; respeitar o ritmo de cada indivíduo; criar um clima favorável a aprendizagem, fazendo com que o aluno se sinta valorizado, respeitado e estimulado a dar o melhor se si; priorizar a dimensão afetiva, contribuindo para o desenvolvimento social do aluno e a educação do caráter; criar estratégias que estimulem a investigação e permitir uma aprendizagem mais profunda em tópicos selecionados pelo aluno.
  • 24.
    • HOMENS DE HONRA
    •  
    • Uma história de luta, persistência, garra e determinação. Assim é a história de Homens de Honra. É comovente ver a determinação de uma pessoa quando realmente tem um propósito na vida, dar tudo de si para conseguir. Carl Brashear, tornou-se o primeiro marinheiro chefe, patente maior na marinha dos Estados Unidos conseguida por um negro. É um filme onde o homem coloca sua honra acima de qualquer coisa, e prova a todos que todos somos capazes.
  • 25.
    • MEU MESTRE MINHA VIDA
    •  
    • Em Nova Jersey, uma escola com sérios problemas de violência e tráfico de drogas. Usando métodos pouco ortodoxos, algumas vezes violentos, ele transforma os alunos, inclusive conseguindo que sejam aprovados no exame do final do ano realizado pelo governo estadual.
    •  
  • 26.
    • MENINA DE OURO
    • O filme “Menina de Ouro” é uma obra que foge às convenções esperadas. Não aborda questões de caráter lógico, e sim o aspecto humano em toda a sua fragilidade. Trata da fragilidade das questões humanas, éticas e familiares, ao nos mostrar até onde pode chegar o drama da existência. Nos aponta o papel dos traumas na vida de um ser humano, e nos apresenta uma idéia de familiaridade que se constitui fora dos laços de sangue que caracterizam tradicionalmente a família.
    • As tentativas de constituições familiares, tais como os outros temas refletidos no filme, nos sugere que o filme de Eastwood é um retrato multifacetado clássico e elegante da realidade. A respeito das questões morais que marcam o filme, sob a ótica das tragédias familiares, “Menina de Ouro” questiona inteligentemente a questão da eutanásia (e põe à prova todas as variações de julgamentos ético-morais acerca deste problema).
  • 27.
    • MANDELA
    • Mandela - Luta pela Liberdade conta a história de Nelson Mandela, negro pacifista, que lutava contra a descriminação racial e contra a ditadura. Se um dia foi visto como terrorista, hoje, Mandela representa um homem que lutou pelos seus direitos e de uma raça, um homem que não mediu esforços para acabar com o preconceito racial e com a "escravidão".
  • 28.
    • MÚSICA DO CORAÇÃO
    •  
    • Quando a paixão move as ações humanas, as realizações ultrapassam fronteiras e criam raízes sólidas que permitem a perpetuação dos resultados. Apresentem o filme “Música do Coração” para seus alunos e façam um inventário de projetos e sonhos. Perguntem aos estudantes o que eles gostariam de fazer, como isso poderia ser feito, que apoios seriam necessários. Unam forças e tentem sair do papel e realizar alguns desses projetos. Faça com que dos debates e reflexões surja uma garotada estimulada, sonhadora e realizadora. Sonhar é preciso. Realizar é fundamental.
    •  
  • 29.
    • MEU NOME É RÁDIO
    •  
    • A história, baseada em fatos reais, nos relata a vida de James Robert Kennedy, um deficiente mental que vivia às margens da sociedade até o momento em que conheceu o treinador do time de futebol americano do colégio secundário T.L. Hanna High School. Rádio é um deficiente tímido e solitário, porque não teve uma oportunidade. Mas bastou tê-la para que grandes transformações acontecessem em sua vida. A ajuda de um treinador, Harold Jones, foi fundamental para seu desenvolvimento.
  • 30.
    • MARY E MAX - UMA AMIZADE DIFERENTE
    • Uma história de amizade entre duas pessoas muito diferentes: Mary Dinkle, uma menina gordinha e solitária, de oito anos, que vive nos subúrbios de Melbourne, e Max Horovitz, um homem de 44 anos, obeso e judeu que vive com Síndrome de Asperger no caos de Nova York.
    • Alcançando 20 anos e 2 continentes, a amizade de Mary e Max sobrevive muito além dos altos e baixos da vida. Mary e Max é viagem que explora a amizade, o autismo, o alcoolismo, de onde vêm os bebês, a obesidade, a cleptomania, a diferença sexual, a confiança, diferenças religiosas e muito mais.
  • 31.
    • O CLUBE DO IMPERADOR
    •  
    • O filme conta a história de um colégio interno onde um professor chamado Hundert (Kevin Kline) forma “o Clube do Imperador” para estudar cultura greco-romana. No clube, o mestre tenta moldar a personalidade dos alunos usando os bons exemplos dos personagens históricos.
    • Conclui-se com o filme que, por melhor que seja a escola ou o professor, o caráter e a personalidade são moldados pelo “berço” e, no decorrer da vida, os meios podem interferir, porém, o que de fato fica, são os exemplos – bons ou ruins – que recebemos de nossos pais.
    • O filme é recomendado para pais, professores e estudantes que pretendam usar a psicologia para entender melhor o ser humano.
    • .
  • 32.
    • O PREÇO DO DESAFIO
    •  
    • O filme de que tratamos é baseado em fatos reais e nos conta a história de um grupo de alunos, de origem hispânica, que estudam em uma escola sucateada nos subúrbios de Los Angeles. Ao superarem o preconceito, demonstram que a etnia não é fator decisivo para o sucesso ou para o fracasso. Através da capacidade de superação dos alunos, somada a disposição e a força de um professor de matemática, eles percebem que, se a condição de vida e de trabalho são similares, então, não existe uma superioridade de uns sobre os outros.
    • O filme aborda alguns fenômenos sociais importantes como o preconceito, a cooperação, a competição, o conflito, entre outros, além de explicitar o que, certamente já foi vivido em outros locais dos Estados Unidos e, acredito também, no Brasil.
  • 33.
    • O QUADRO NEGRO
    •  
    • O filme “Quadro Negro” mostra dois professores desempregados, na área da fronteira do Irã com o Iraque,  que se esforçam em alfabetizar um grupo de migrantes, que fogem da guerra, e um grupo de crianças e adolescentes, que servem de mulas humanas para transporte de contrabando entre as fronteiras. No filme o quadro negro era a representação do professor, o que não difere muito aqui do Brasil, já que presença significativa do quadro-negro, se mantem em nossa memória da sala de aula sendo considerado uma peça essencial do mobiliário escolar. Muito embora o filme tenha um contexto histórico/cultural de dois Países do oriente médio, a figura do quadro negro, ultrapassa as fronteiras.
  • 34.
    • OS FILHOS DO PARAÍSO
    •  
    • Um filme onde adolescentes estão sempre exigindo de si, e também dos colegas, a troca constante por calçados, roupas, acessórios caros, de marcas da moda. O filme é muito envolvente e prende a atenção para os detalhes. Os valores morais que o filme mostra são de grande importância para os alunos, pois ensinam a respeitar o próximo e ensina também o companheirismo mesmo nas diferenças e dificuldades.
    •  
  • 35.
    • O MILAGRE DE ANNE SULLIVAN
    • Uma explosão de sensíveis sentimentos capazes de comover qualquer ser humano.É assim que O Milagre de Anne Sullivan pode ser definido.O filme consegue, violentamente, nos tocar para os limites do ser humano, e nos sensibiliza ao ponto, de sofrermos juntos com o desenrolar de sua história. Imagine uma menina cega. Não só cega, mas muda. E como se não fosse demais, imagine uma menina surda, muda e cega. Essa personagem é Helen Keller, de sete anos, filha de proprietários de terras. Keller não sabe o que é mundo e não sabe como interpretá-lo, e apesar de tudo isso, ela precisa muito se expressar.
    • É imensurável dizer o quanto esse filme é belo, complexo e ao mesmo tempo verdadeiro, sendo, inclusive, cruel e doloroso.Uma obra simplesmente humana demais, mostrando como o ser humano não está seguro sobre as coisas que a vida pode aprontar.
  • 36.
    • O SORRISO DE MONA LISA
    •  
    • O filme retrata as dificuldades encontradas por todos aqueles que resolvem se opor às regras estabelecidas. O exemplo vivido pela personagem Katharine Watson (Julia Roberts) em O Sorriso de Monalisa, pode ser comparado às dificuldades e preconceitos que todos os que partem para um confronto direto com o conservadorismo encontraram, encontram e encontrarão. A professora, como formadora de opinião, ensina suas alunas a não apenas reproduzirem o conhecimento, mas a tornarem-se produtoras do mesmo, através da busca de releituras de obras de arte e das regras da vida. Katherine recebeu uma cômoda oferta para adequar-se ao sistema e passivamente perpetuar o tradicionalismo vivido nos anos cinqüenta, mas manteve sua visão educacional liberal e inovadora.
  • 37.
    • O CONTADOR DE HISTÓRIAS
    • O Contador de Histórias' gira em torno da trajetória de Roberto Carlos, um menino pobre de Belo Horizonte que, durante a década de 70, cresce em uma entidade assistencial para menores então recém-criada pelo governo. Entre fugas e capturas, ele é considerado irrecuperável por seus educadores. A vida do garoto, porém, muda quando ele conhece a pedagoga francesa Margherit (Maria de Medeiros, de Pulp Fiction), que vem ao Brasil para realizar uma pesquisa. Juntos, aprendem importantes lições um com o outro, que mudarão as vidas de ambos para sempre.
  • 38.
    • O MENINO DO PIJAMA LISTRADO
    •  
    • O menino do pijama listrado conta a história da amizade entre Bruno, filho de um comandante da elite nazista, diretor de um campo de concentração, e Schmuel, um menino judeu prisioneiro neste campo.
    • A pureza e a ingenuidade nas atitudes de Bruno enfatizam ainda mais o horror do nazismo, que acabou de uma maneira ou de outra com a vida de muitas pessoas.  O tema já foi explorado muitas vezes e o que toca dessa vez e com surpresa, é a visão ingênua de uma criança em um mundo cruel dos adultos. A amizade de Bruno e Shmuel mostrou o mundo onde os preconceitos de diversidades, sejam eles de qualquer categoria, credo, classe social ou cor, esmagam a esperança e a vontade de se viver em paz.
    • O desfecho chocante é de partir o coração, mas mostra a verdade dos fatos da época.
  • 39.
    • O MUNDO DE SOFIA
    •  
    • Às vésperas de completar 15 anos, Sofia Amundsen recebe mensagens anônimas com perguntas intrigantes, como: quem é você? e de onde vem o mundo? A partir dessas mensagens, ela se torna aluna do misterioso Alberto Knox, que a acompanha em uma fascinante jornada pela história da Filosofia, de Sócrates até os dias de hoje, passando pela Idade Média, o Iluminismo, a Revolução Francesa e a Revolução Russa. O professor continua presente todo o tempo, Sofia não compreende porque sonha com Hilde, a vê, fala com ela, mas a outra menina nunca responde ou dá sinal de estar vendo-a também. Tudo parece tão estranho até chegar o aniversário de Hilde e o pai lhe dar um livro chamado O Mundo de Sofia, livro esse que a própria Sofia também recebeu igual.
    • O mistério fora desvendado, Sofia, o professor e todos que faziam parte de sua vida não passavam de personagens do livro que o Major escreveu para que a filha Hilde soubesse tudo sobre Filosofia de uma maneira que nunca mais esquecesse.
  • 40.
    • O NOME DA ROSA
    •  
    • Estranhas mortes começam a ocorrer num mosteiro beneditino localizado numa fortaleza, na Itália durante a baixa idade média. O enredo de O Nome da Rosa gira em torno das investigações de uma série de crimes misteriosos, cometidos dentro de uma abadia medieval. A intenção é ocultar o conhecimento até da maioria dos monges, com a finalidade de manter o poderio da igreja católica sobre todo o povo.
  • 41.
    • PRO DIA NASCER FELIZ
    •  
    • “ Pro dia nascer feliz” tem o mérito de abordar o tema da educação sob forma documental. O filme desmascara o shopping-escola mostrado na TV e mostra o abismo que existe entre as escolas de elite e as escolas públicas. o filme trata da relação do adolescente com a escola, focando também a desigualdade social e a banalização da violência. De fato, o filme mostra o cotidiano escolar de uma região extremamente pobre em Pernambuco, outra precarizada no Rio de Janeiro, umas em situação de barbárie em São Paulo, uma em estado razoável em Itaquaquecetuba (SP) e uma escola de elite de São Paulo. Há uma nítida opção pelo aluno, mostrando jovens pressionados em busca de resultados, outros abandonados física e afetivamente pelos pais, submetidos a um conflito de gerações com os professores, abandonados por uma escola que muitas vezes nem aula tem. Mostra que há angústias comuns entre os jovens de todas as classes, mas um abismo social que os separa.
  • 42.
    • PRIDE – ORGULHO DE UMA NAÇÃO
    •   Em um dos bairros mais problemáticos da Filadélfia, nos Estados Unidos, um grupo de jovens prova que é possível mudar o destino de suas vidas sob o comando de um homem corajoso e cheio de esperança. Em plenos anos 70, um professor cria uma equipe de natação formada apenas por alunos negros de escola. Assim, ele muda a vida desses jovens, e a sua, para sempre. Trabalha com o tema perseverança e motivação só muda o esporte.
    • Baseado em fatos reais.
  • 43.
    • PELLE, O CONQUISTADOR
    •  
    • Em um dos mais aclamados filmes estrangeiros de todos os tempos, Max Von Sydow ( Em uma atuação que lhe valeu a indicação ao Oscar ) vive o trabalhador Lasse Karlsson, que deixa as dificuldades em sua nativa Suécia para tentar uma vida melhor para ele e seu filho ( Pelle Hvnegaard ). Mas ao chegar na Dinamarca, eles encontram condições ainda piores, sendo obrigados a trabalhar e viver numa brutal fazenda. Enguanto tentam sobreviver à crueldade da nova vida, pai e filho enfrentam uma jornada cheia de paixão e dor, mas no final triunfa o espírito humano.
    •  
  • 44.
    • QUANDO TUDO COMEÇA
    •  
    • O filme “Quando tudo começa”, de Bertran Tavernier retrata a vida de um profissional da educação. Tanto no ambiente de trabalho, como docente, quanto na vida familiar. O trama ocorre em uma comunidade pobre no norte da França. O filme retrata a política pública de um determinado local, e que faz parte de um contexto social, onde a comunidade lida com a falta de assistência social, à indiferença do governo, e aos sérios problemas domésticos que as crianças enfrentam.
  • 45.
    • SOCIEDADE DOS POETAS MORTOS
    •  
    • "Sociedade dos Poetas Mortos" é um filme imperdível para quem ama a educação, para quem alimenta ideais de reformular, para quem tem um profundo respeito e preocupação com essa juventude com que trabalhamos. Discutir esses temas todos, reformular as nossas práticas, alimentar nossos sonhos, rever posturas e condutas e, principalmente, olhar para nós mesmos e para nossos alunos em busca daquilo que nos faça sentir orgulho do que fizemos em nossas vidas, vale o ingresso. O filme “Sociedade dos poetas mortos” possui um ritmo lento, porém tem fascinado os professores por tratar de assuntos relacionados ao contexto escolar e familiar, que dizem respeito ao dia-a-dia da educação.
  • 46.
    • SER E TER
    • Ser e Ter é um filme que mostra que a educação depende em alta dose também dos educadores e que a criatividade deve ser o instrumento de toda a vivência escolar. o filme mostra a influência positiva do educador na formação do caráter de seres humanos desde a mais tenra idade. Ser e Ter, de Nicolas Phillibert, é um filme que tem corrido o mundo e encantado  pessoas de várias gerações e  profissões, desde professores, até  pais e mães e todos aqueles que, de alguma forma, estão ligados à missão de ensinar ou de estabelecer procedimentos para a educação e para o desenvolvimento.
  • 47.
    • TODA CRIANÇA É ESPECIAL
    •  
    • Toda Criança é Especial “. Embora o filme fale diretamente sobre o caso de uma criança, ele é uma mensagem para o mundo sobre o verdadeiro papel de um educador e formação de um novo ser humano – veja que não digo professor, mas educador. Ao afirmar no título que toda e qualquer criança é especial, que são como estrelas na Terra, a proposta é trazer a idéia de que não podemos negligenciar a diversidade e preciosidade dos projetos de gente de nosso mundo, pois são eles que fazem o futuro.
  • 48.
    • A VIDA SECRETA DAS ABELHAS
    • O filme conta a história de Lilly, que se culpa pela morte de sua mãe e tem um pai que a maltrata e, com certa cólera, recusa-se a contar sobre a sua mãe. No dia do aniversário de 14 anos de Lilly, ele diz mentiras sobre a sua mãe, e, amargurada, foge de casa com Rosaleen, sua amiga e babá para Carolina do Sul por uma dica de que a sua mãe morara lá quando era criança. Na cidade, se hospedam na casa das irmãs Boatwright, onde todas têm nomes de meses do ano - August (Agosto), June (Junho) e May (Maio) -, são negras e ganham a vida como apicultoras. Lilly enfrenta o pessimismo natural de June Boatwright, que não acredita nas mentiras ditas por Lillly e o racismo de se relacionar com negros.
  • 49.
    • A MORENINHA
    • O romance A Moreninha surge como um modelo exemplar desse estilo. A obra retrata os costumes da alta sociedade carioca dos meados do século 19, onde as mulheres tinham seus momentos de flerte nos saraus, bailes e óperas de teatro.
    • É nesse ambiente circundado pelas paisagens da Tijuca e pelas praias cariocas (ainda desertas) que vemos se desenrolar a narrativa do romance.
  • 50.
    • A MORENINHA
    • O romance A Moreninha surge como um modelo exemplar desse estilo. A obra retrata os costumes da alta sociedade carioca dos meados do século 19, onde as mulheres tinham seus momentos de flerte nos saraus, bailes e óperas de teatro.
    • É nesse ambiente circundado pelas paisagens da Tijuca e pelas praias cariocas (ainda desertas) que vemos se desenrolar a narrativa do romance.
  • 51.
    • A CORRENTE DO BEM
    • A Corrente do Bem conta a história de um jovem que crê ser possível mudar o mundo a partir da ação voluntária de cada um. A direção é de Miini Leder (Impacto Profundo e O Pacificador).
    • A paixão do professor Eugene inspira Trevor, que cria a corrente do bem. A idéia é baseada em três premissas: fazer por alguém algo que este não pode fazer por si mesmo; fazer isso para três pessoas; e cada pessoa ajudada fazer isso por outras três. Assim, a corrente cresceria em progressão geométrica: de três para nove, daí para 27 e assim sucessivamente. Sem que Trevor saiba, a concepção da corrente do bem iniciada em Las Vegas está se espalhando pelos Estados Unidos..
  • 52.
    • A ONDA
    • Baseado em uma história real o filme " A Onda " mostra como é possível a criação de doutrinas ideológicas em sala de aula, não só no passado, mas atualmente. Tudo acontece em uma semana de aula onde o professor e seus alunos criam o movimento A Onda, tudo a partir de normas de conduta, espírito coletivo, disciplina e a busca de um bem maior. O filme mostra a vida pessoal de alguns alunos, deixando claro que dependendo da família e dos problemas que determinadas pessoas podem ter, são mais fáceis de serem manipuladas. O filme conta com um final quase que trágico em uma partida de pólo aquático onde o professor, quase que tardiamente, percebe que precisa por um ponto final em tudo aquilo.
  • 53.
    • A QUEDA
    • "A Queda" é um dos filmes que merece ser visto por causa das grandes lições que encerra. Exemplos de crueldades que não podem ser esquecidos; exemplos de humanidade que transcendem até mesmo a barbárie da guerra. Atuações magistrais (entre elas a de Bruno Ganz no papel de Hitler e de Ulrich Matthes como Joseph Goebbels) e uma reconstrução histórica excepcional fazem deste filme simplesmente uma obra-prima do cinema.
  • 54.
    • A RAINHA MARGOT
    • França, século XVI. O conflito entre católicos e protestantes é a grande tônica do filme, junto com o jogo de intrigas em busca do poder. Apoiado em fatos históricos, fornece um roteiro de prováveis intrigas amorosas e políticas da monarquia para legitimação do poder, que culminaram no triste episódio da Noite de São Bartolomeu – o massacre dos protestantes pelos católicos na França.
    • A princesa Margot, mergulhada nas disputas de seus irmãos, vê-se obrigada pela mãe (a católica Catherine de Médicis) a casar com o protestante espanhol Henry de Navarre, na tentativa de pôr fim ao conflito; porém na festividade de seu casamento ocorre o massacre.
    • Inicialmente alheia à disputa familiar, ela vai mudando de posicionamento, motivada pelo seu envolvimento amoroso, arriscando-se a proteger alguns dos sobreviventes do massacre, principalmente na busca do homem que ama.
    • O filme fornece elementos para posterior discussão da intolerância de qualquer natureza como cruel estratégia de sustentação de poder e dominação; da necessidade de pensarmos nas composições e no respeito às diferenças étnicas, religiosas e culturais como premissas para sustentação de sociedades justas e pacíficas. Transpondo o enredo para a esfera escolar, temos elementos para pensar na vida de grupo, pautada no respeito e convívio com as diferenças de qualquer natureza.
    •  
    •  
  • 55.
    • EM NOME DO PAI
    • Em 1974, o IRA (Exército Republicano Irlandês) mata cinco pessoas em um atentado a bomba em um bar inglês. Gerry Gordon e mais três amigos, todos irlandeses, são presos e forçados a confessar o crime. O pai de Gerry tenta ajudá-los e todos são condenados, inclusive outros membros da família, residentes em Londres. Da prisão, o pai de Gerry pede ajuda a uma advogada que começa a investigar todas as irregularidades que cercam o caso.
    • Apesar da longa duração, nem sentimos o tempo do filme passar, pois ele é muito envolvente. Com um episódio ocorrido há mais de vinte anos, trata-se de uma história sempre atual que fala de intolerâncias mútuas, arbitrariedades e injustiças, além de revelar muitos dados históricos.
    • É impossível não se comover diante dos desmandos das autoridades e ao mesmo tempo fica difícil tomar partido de qualquer um dos lados, pois o autoritarismo, o ódio religioso e o radicalismo acabam acontecendo em todas as instâncias. O diretor tem a preocupação principal em mostrar a dureza e a motivação de todos os envolvidos.
  • 56.
    • OS DEUSES DEVEM ESTAR LOUCOS
    • Em quinhentos anos as coisas não mudaram muito para Xi e sua tribo no interior da África. Isolados do mundo moderno, vivem com suas crenças e hábitos, dando explicações místicas ao que não conseguem compreender pela lógica. Um certo dia cai "dos céus" (de um avião) uma garrafa de Coca-Cola, um presente dos deuses, que modifica toda a rotina da tribo, gerando sentimentos de posse, egoísmo e intolerância, antes desconhecidos. A fim de resgatar a paz anterior da tribo, Xi parte para devolver o estranho e místico presente aos deuses. Nessa busca pela devolução do presente, Xi encontra um microbiólogo, que, na ânsia de salvar sua amada– uma professora–, de um bando de terroristas, mete-se em muitas confusões e firma grandes amizades. No final de toda esta aventura, Xi encontra um penhasco, e supondo ser o fim do mundo, devolve o presente recebido pelos deuses.
    • O filme apresenta a todo instante as diferenças entre crenças, atitudes e valores de uma civilização contemporânea e primitiva. Esse filme nos faz olhar o quanto somos loucos no mundo civilizado.
  • 57.
    • CARAMURU
    • O filme tem como ponto central a história de Diogo Álvares, artista português, pintor talentoso, responsável por uma das lendas que povoam a mitologia brasileira — a do Caramuru.
    • O filme Caramuru é uma produção bem humorada, com o cenário da época do descobrimento do Brasil.
  • 58.
    • CARRUAGENS DE FOGO
    • Os melhores atletas da Inglaterra iniciam sua busca da glória nos Jogos Olímpicos de 1924. O sucesso honra sua pátria. Para dois corredores, a honra em questão é pessoal... E o desafio vem de dentro de cada um deles. Vencedor de 4 Oscar (Figurino, Música, Roteiro Original e Filme, indicado ainda para Melhor Ator Coadjuvante - Ian Holm, Diretor e Edição), este filme virou um marco quando o assunto é drama sobre esportes. Sua trilha sonora é tão marcante que até hoje é usada quando o assunto são jogos olímpicos. Um filme que demonstra que os limites do homem pode ser desconhecidos pelo próprio, quando os extremos são assim exigidos pela paixão do esporte.
  • 59.
    • CONQUISTA SANGRENTA
    • Na era medieval, em meio às pragas que assolam a terra, Martin (Rutger Hauer) é o líder de um bando de brutais mercenários que após ser traído por seu rei, contra ataca e rapta a jovem Agnes (Jennifer Jason Leigh), que estava prometida em casamento ao príncipe Steven (Tom Burlinson). Em meio a combates sanguinários e estupros covardes, os selvagens comandados por Martin invadem o castelo e expulsam seus ocupantes. Agora, em sua nova casa, eles são atacados pelos homens do príncipe Steven que a qualquer custo quer salvar sua amada Agnes. Porém, uma chama se acende entre Martin e Agnes despertando a fúria de Celine (Susan Tyrrell) uma antiga paixão. Enquanto a destruição se aproxima, em meio a violentas, terríveis e sangrentas batalhas, o grupo de Martin luta contra a rivalidade interna e contra os soldados do príncipe, uma guerra de onde somente o mais forte sobreviverá.
  • 60.
    • CORAÇÃO VALENTE
    • O filme conta a história do herói escocês William Wallace, que ficou conhecido como Braveheart, apelido que dá o nome original do filme. Segundo um antigo poema, ele unificou todos os clãs da Escócia numa campanha contra a Inglaterra vencendo inúmeras batalhas antes de ser traído, capturado, torturado e morto. Isso tudo por volta da década de 1300.
  • 61.
    • DOM
    • Bento, um menino, cujos pais, apreciadores de Machado de Assis, resolveram batizá-lo assim em homenagem ao célebre personagem Dom Casmurro. Tantas vezes foi justificado a razão da homenagem, que Bento (Dom) cresceu com a idéia fixa de que seria o próprio Bentinho, destinado a viver exatamente aquela história. A vida imita a arte e para Dom o triângulo amoroso se forma entre a esposa Ana e seu melhor amigo Miguel. O destino irá fazer com que Bento viva o resto de seus dias com à eterna dúvida a qual Machado condenou seu personagem.
  • 62.
    • ESCOLA DA VIDA
    • O filme Escola da Vida mostra-nos a realidade de muitas escolas, onde professores ainda utilizam metodologias e técnicas que não despertam o interesse e envolvimento dos alunos no processo, enquanto um professor conhecido como o Sr. D. atraiu seus alunos de maneira que todos participavam e as aulas eram bem dinâmicas.
    • Este filme faz-nos refletir que enquanto educadores temos sempre que criar algo de novo, não podemos nos acomodar com metodologias tradicionais, precisamos procurar métodos e técnicas que despertem o interesse do aluno, criando na sala de aula um espaço de construção do conhecimento.
  • 63.
    • O JARDINEIRO FIEL
    • O filme: "O Jardineiro Fiel“ nos provoca indignação a situação apresentada na tela: pessoas em situação miserável sendo cobaias em tratamentos para doenças atualmente incuráveis, como a Aids.
    • A história do filme é de um diplomata que se muda para uma região da África com sua jovem esposa. Ela sendo uma pessoa extremamente solidária e preocupada com as questões sociais, descobre uma "máfia" de laboratórios receitando os mais diversos medicamentos a população e consumindo com os corpos de muitas vítimas de sua experiência. A esposa mantinha o diplomata alheio a essas informações para protegê-lo.
  • 64.
    • MÁ EDUCAÇÃO
    • A estória na estória, um filme dentro de um filme, contados em três décadas: anos 60/70 e 80. Denúncia, pedofilia, homossexualismo, erotismo, cor, abandono, liberdade, conformismo, engano, ambição, amor, traição e muito mais. Confuso? Não. Realidade de uma Espanha camuflada atrás do véu sacro da igreja católica e de uma sociedade hipócrita que marginaliza e abandona seus filhos. Eu diria que é mais que isso, que vai outra a bela Espanha de Almódovar. É um problema de todos nós, filhos dessa terra.
    • O filme sofre várias mutações. Homens que se tornam mulheres, personagens que duplicam identidade, restando amantes dos antigos amantes pra vingar-se deles, se matam, se amam. Homens sem escrúpulos, escravos dos seus desejos. Com esse filme, Almodóvar corajosamente reafirma e firma o seu repúdio contra o silêncio dos que se consideram alheios as violências sofridas por inocentes. Violências essas que transformam e penalizam.
  • 65.
    • O CÓDIGO DA BÍBLIA
    • Sem saída, seus perseguidores, homens da igreja, o capturam e o executam. Em Munique, nos dias de hoje, um pesquisador especializado na bíblia morre em misteriosas circunstâncias. Sua filha Johanna é uma jovem policial que descobre que seu pai deixou para trás um manuscrito misterioso contendo profecias amaldiçoadas. Quando essas previsões começam a se tornar verdadeiras, Johanna – com a ajuda de Simon, um especialista em textos religiosos, começa a seguir uma série de pistas. Ela finalmente descobre o que seu pai havia encontrado em segredo: ele estava tentando decifrar um código secreto, escondido há milhares de anos, e queria alertar a humanidade sobre os riscos decorrentes de forças obscuras. Sua tentativa de decifrar tais códigos conduzem Johanna e Simon para Israel e depois para a França, diretamente para as mãos de seus inimigos, uma ordem religiosa que vem tentando há séculos ganhar o controle do Vaticano e dominar a raça humana.
  • 66.
    • O ÓLEO DE LORENZO
    • A vida de uma família é profundamente alterada através de um diagnóstico médico, uma doença rara e incurável atinge um menino de apenas cinco anos e abala a estrutura psicológica de seus pais. Baseado numa história real o filme O óleo de Lorenzo, retrata uma belíssima história de amor ? não um romance convencional, entre homem e mulher ? sobretudo de amor a vida, tendo como pano de fundo o fortalecimento dos laços fraternais entre pais e filhos. A trama também mostra outra vertente bastante significativa, pois reflete os padrões e até mesmo as limitações impostas pela ciência convencional
  • 67.
    • O PEQUENO PRÍNCIPE
    • O Pequeno Príncipe devolve a cada um o mistério da infância. De repente retornam os sonhos. Reaparece a lembrança de questionamentos, desvelam-se incoerências acomodadas, quase já imperceptíveis na pressa do dia-a-dia. Voltam ao coração escondidas recordações. O reencontro, o homem-menino. Pela mão do pequeno princípe, recupera a meninice abrindo uma brecha no tempo, volta a sentir o perfume de uma estrela , a ouvir a voz de uma flor , a ver o brilho de uma fonte, escutar os guizos das folhas batidas pelo vento. Quebra-se por momentos a crosta que generaliza o outro em todos e torna as coisas comuns e iguais para se descobrir os carneiros dentro das caixas, os elefantes dentro das serpentes. Uma leitura inesquecível para todas as idades.
  • 68.
    • O PIANISTA
    • As memórias do Pianista polonês Szpilman, são retratados neste emocionante filme, conta como começaram as restrições aos Judeus em Varsóvia e como conseguia sobreviver ao Holocausto. Incitado com cenas chocantes e belas musicas, este filme teve 7 indicações ao Óscar, incluindo o de Melhor Filme.
    • O filme mostra o surgimento de Gueto da Varsóvia, quando os alemães construíram muros para encerrar os judeus em algumas áreas, e acompanha a perseguição que levou á captura e envio da família de Szpilman para os campos de concentração. Wladyslaw é o único que consegue fugir e é obrigado a se refugiar em prédios abandonados espalhados pela cidade, ate que o pesadelo da guerra acabe.
  • 69.
    • O ÚLTIMO DOS MOICANOS
    • A Guerra dos 7 Anos, que serve como "pano de fundo" para o filme envolveu franceses e ingleses entre 1756 e 1763, na disputa de uma série de territórios da Ásia, África e principalmente América do Norte. Além de mostrar a manipulação do índio pelo ocidental, essa guerra, vencida militarmente pelos ingleses, merece muita atenção dos estudantes, por ter sido um dos principais antecedentes do processo de independência dos EUA, já que representou um verdadeiro divisor de águas na relação metrópole-colônias.
  • 70.
    • ROSA LUXEMBRUGO
    • Nascida na Polônia e doutora em Ciências Econômicas, Rosa Luxemburgo torna-se uma das grandes líderes do movimento operário revolucionário alemão, adere ao Partido Social-Democrata alemão em 1898 e em 1914, rompe violentamente com essa agremiação. Rosa, a Vermelha, como era conhecida, visceralmente internacionalista e antibelicista condena como uma traição o apoio dos social-democratas à deflagração da Primeira Guerra Mundial. Ao lado de Léo Jogiches, o amante e do revolucionário Karl Liebknecht, junto com o qual fundou a Liga Spartakus, embrião do futuro Partido Comunista Alemão, a militante se embrenha cada vez mais no movimento de massas, passando longos períodos na prisão.
  • 71.
    • SEMPRE AMIGOS
    • O filme conta a história de dois garotos tão diferentes e da linda amizade que nasceu entre eles. Kewin sofre de distrofia muscular, porém, é um super-dotado. Max, com 13 anos, tem pouca inteligência, é muito arredio e não tem amigos, mas é forte e grande.  O filme conta a história desses dois meninos que se unem em suas dificuldades para enfrentar os caminhos da vida real. Mostra o valor da amizade para vencer desafios. Kevin, um menino que sofre de uma síndrome degenerativa. Sua mãe (Sharon Stone) luta para que ele estude em uma escola normal, uma vez que Kevin tem uma inteligência acima da média, sua deficiência é apenas física. Debruçado num mundo de palavras, Kevin é louco por literatura e fica maravilhado com as histórias do Rei Arthur e sua Távola Redonda. Tamanho interesse acaba atraindo seu vizinho Maxwell, um moleque grandalhão que tem sérios problemas intelectuais depois de ver sua mãe morrer de tanto apanhar do marido. Maxwell leva Kevin nos ombros de um lado para outro, a todos os lugares que o menino queira ir. Eles brincam, jogam, se divertem. Dessa convivência Max passa a aprender a matéria na escola e mergulha com seu amigo em um mundo mágico, em que os dois meninos se tornam The Mighty, uma entidade poderosa capaz de enfrentar e vencer qualquer obstáculo
  • 72.
    • TEMPOS MODERNOS
    • Como em todas as suas obras Chaplin aponta bastante para as situações reais do mundo em que vivemos, e como sempre a história da humanidade deixa traços para trás, o filme tempos modernos mostra exatamente o que é o abusivo regime trabalhista, onde na época as pessoas trabalhavam muito e ganhavam bem pouco. Mostra a extrema diferença entre a classe trabalhadora e os burgueses em geral, deixando em forte evidência a exploração através de exagerada carga horária de trabalho , produção apenas aumentando, e as condições subumanas a que essas pessoas eram expostas nos seus locais de trabalho. Mostra que essa luta por carga horária menor, aumento de salário e boas condições para trabalhar não existe há pouco tempo, mas desde a Revolução Industrial. O filme salienta bastante que a exploração era grande para que a produção aumentasse, mas que o salário que essas pessoas recebiam pelos seus trabalhos muitas vezes nem sequer podia pagar o preço do produto que produziam, o que sem dúvida podia ser considerado como algo bem injusto. Também fala um pouco a respeito da troca de trabalho humano pelo trabalho de máquinas, onde haveriam muitos dispensados após adotarem a esse método de trabalho. Não é tão diferente nos dias de hoje, no Brasil ainda tem muito trabalho escravo escondido por ai, e precisando ser descoberto para que a justiça com as pessoas que trabalham em péssimas condições submetidos a péssimos salários sejam de alguma forma beneficiadas. É um excelente filme sobre a história da revolução industrial que vale a pena assistir .
  • 73.
    • UMA QUESTÃO DE FÉ
    • Estranhos milagres começam a acontecer dentro de um monastério. Entre eles está o fato de um dos monges, sem explicação, ter se transformado em uma mulher, e que está, inclusive, grávida. Assim, os fatos começam a povoar a cabeça das pessoas que habitam o local, colocando em prova a fé de cada um, em uma batalha intensa contra a razão.
  • 74.
    • VIDAS SECAS
    • O "Romance Vidas Secas", de Graciliano Ramos, é uma obra através da qual é retratada a realidade de inúmeras pessoas, vítimas do descaso social e da exploração humana. A obra procura denunciar a injustiça praticada pelos que assumem o poder. O fiscal simboliza a extorção acometida aos pequenos comerciantes; o Soldado amarelo representa a corrupção policia, evidenciada na prisão arbitrária de Fabiano; O dono da fazenda abandonada é o símbolo do patrão injusto, desumano e medíocre, que suga os funcionários a todo momento, sem nenhum senso de solidariedade e respeito para com o ser humano. Fabiano e sua família são retrato de muitos retirantes que vivem sem nenhuma proteção e sem o reconhecimento de que também são seres humanos. Por isso. Pode-se dizer que Vidas Secas é uma obra que tenta sensibilizar o leitor para as causas sociais, utilizando como instrumento a palavra escrita. Ler Vidas Secas é conhecer um pouco do sertão nordestino e conviver com Fabiano e sua família, questionando o porquê de tanta injustiça social, pois na mesma situação, encontram-se muitos Fabianos e Sinhas Vitórias em busca do mínimo que um ser humano pode querer: que é viver.
  • 75. Trabalhando com filmes BULLYNG NA ESCOLA
  • 76.
    • PONTE PARA TERAPÍTIA
    • Ponte para Terabítia , de Katherine Paterson, Editora Salamandra .  Um livro lindo, sensível, escrito com maestria pela ganhadora da medalha Hans Christian Andersen, o mais importante prêmio internacional no campo da literatura infanto-juvenil.  Narra a história de Jess Aarons e sua amizade com Leslie Burke, uma novata na vila e na escola.  Apresenta as dificuldades e os medos destes meninos, de 10 anos, algumas situações de bullying no colégio e no ônibus escolar.
  • 77.
    • TE PEGO LÁ FORA
    • Jerry Mitchel (Casey Siemaszko) é um tranquilo estudante que trabalha no jornal da escola, um dia Jerry resolve entrevistar o gigante novato Buddy Ravell (Richard Tyson), o cara é um brutamontes e tem uma péssima fama na escola, além de detestar ser tocado. Jerry faz exatamente o que Buddy mas odeia, o toca, o grandalhão, então o desafia para uma briga no estacionamento da escola às 3 da tarde. Jerry, em algumas horas fará de tudo para que a briga não aconteça.
  • 78.
    • BULLYING: PROVOCAÇÕES SEM LIMITES
    • Lançado neste ano, o filme que dá nome a este artigo trata de uma questão bem atual e também uma das mais cruéis que existe: o bullying. Situada em 2008, em Barcelona, a trama gira em torno de Jordi, um adolescente que perdeu recentemente o pai e que, ao lado de sua mãe, muda de cidade.
    • O longa “Bullying: provocações sem limites” provoca inúmeras reações e sentimentos. É um misto de indignação, tristeza e, por fim, revolta contra a violência que tem se instaurado nas escolas. A crueldade dos agressores de Jordi é tamanha que entristece lembrar que, assim como esse personagem, jovens reais vêm sofrendo por todo o mundo. Até quando a sociedade vai fazer vista grossa sobre o assunto?
  • 79. Trabalhando com filmes CONSCIÊNCIA NEGRA
  • 80. Em uma época na qual os negros ainda não tinham conquistado sua liberdade, embora formalmente fossem considerados livres, alguns ex-escravos encontraram um caminho para lutar pelos seus direitos, uma estranha coreografia que mesclava luta e dança, conhecida como Capoeira . É neste cenário que surge um dos heróis mais lendários do Brasil, Besouro . Besouro está de volta, mais forte do que nunca, comprovando sua imortalidade como símbolo da cultura negra brasileira. Este mito foi resgatado pelo cineasta João Daniel Tikhomiroff , que por sua vez se inspirou na obra Feijoada no Paraíso, de Marco Carvalho. Ele procura resgatar esta história não como um filme documental, mas sim como uma mistura de ficção e fantasia. BESOURO
  • 81. O CONTADOR DE HISTÓRIAS O Contador de Histórias , filme de Luiz Villaça baseado na vida do mineiro Roberto Carlos Ramos , é a história de como o afeto pode transformar a realidade. Caçula entre dez irmãos, Roberto desde cedo demonstra um talento especial para contar histórias, transformando, com a narrativa, suas próprias experiências de frustração em fábulas cativantes.
  • 82. OS DOZE TRABALHOS Heracles é um jovem da periferia que para superar o passado que o desfavorece, e para conseguir o emprego de motoboy na cidade  de São Paulo terá que realizar 12 tarefas ao longo do dia.   O “motoboy” é um personagem que retrata a realidade brasileira, dentro de uma classe menos favorecida e sua própria existência é reflexo do caos no transito. É uma profissão que envolve condições precárias, de um dia a dia de trabalho exaustivo, situações de perigo, com pouca segurança, pouca solidariedade e um enorme preconceito social.
  • 83. QUANTO VALE OU É POR QUILO? O filme, Quanto Vale ou É Por Quilo?, faz uma analogia entre o antigo trabalho escravo e a exploração da miséria na atualidade, por meio de cenas que exibem os dois momentos de forma alternada e possibilitam uma comparação entre estes por parte do telespectador. Aborda o abuso existente, por ONGs, que fazem uso da miséria para conseguir verbas em benefício de um pequeno grupo, provocando um sentimento de indignação frente a questão levantada por parte de quem assiste, uma vez que, é sabido que na realidade, fatos como estes acontecem no espaço e tempo real.
  • 84. FILHAS DO VENTO Filhas do Vento aborda temas pertinentes às mulheres de qualquer parte do mundo, mas que ocorrem numa pequena cidade do interior do Brasil, onde os fantasmas da escravidão e do racismo afetam a vida das personagens de forma sutil. Em uma brilhante peça ficcional, de cunho político e social, o diretor substitui os tradicionais papéis estereotipados, comumente interpretados por atores negros nas telenovelas brasileiras, por uma rica e multifacetada construção de personagens, mesmo quando habilmente emprega diversos recursos da dramaturgia da novela para se comunicar com grandes audiências.
  • 85. ANTÔNIA Vila Brasilândia, periferia de São Paulo. Preta (Negra Li), Barbarah (Leila Moreno), Mayah (Quelynah) e Lena (Cindy) são amigas desde a infância e sonham em viver da música. Elas deixam o trabalho de backing vocal de um conjunto de rap de homens para formar seu próprio conjunto, o qual batizam de Antônia. Descobertas pelo empresário Marcelo Diamante (Thaíde), elas passam a cantar rap, soul, MPB e pop em bares e festas da classe média. Mas quando o sonho delas parece começar a se tornar realidade o cotidiano de violência, machismo e pobreza em que vivem afeta o grupo.
  • 86. BARRAVENTO O drama, filmado em 1962, conta a história do negro Firmino (Antônio Pitanga), que volta à aldeia de pescadores em que foi criado, para tentar livrar o povo do domínio da religião. A aldeia de pescadores é formada de descendentes de antigos escravos negros que chegaram ao Brasil, vindos da África. Firmino tenta persuadir novas ideias sobre liberdade para os nativos, mas a comunidade não lhe dá ouvidos e continua fatalista, religiosa, analfabeta e explorada pelos comerciantes da cidade.
  • 87. MACUNAÍMA Diferente dos heróis da mitologia clássica, onde o nascimento é difícil ou cheio de presságios, Macunaíma nasce fácil, já homem formado. Macunaíma é a representação do brasileiro que já nasce sem infância, abandonado a própria sorte, aprendendo no dia-a-dia a heróica tarefa de sobreviver, órfão de pai, que na simbologia familiar é a representação de autoridade. Em sua trajetória Macunaíma destituído de limites e das noções de direito e dever para com seus semelhantes, cria uma noção particular e egocêntrica da própria vida. Como todo herói Macunaíma tinha seus poderes. O poder de Macunaíma é o da adaptabilidade, ele se adapta ao meio para sobreviver e sanar suas vontades, sejam elas quais forem.
  • 88. HOTEL RUANDA Estamos em 1994. Ruanda é palco de uma das maiores atrocidades da história da humanidade onde, em apenas 100 dias, quase um milhão de tutsis são brutalmente assassinados por milícias de etnia hutu. No cenário destas indescritíveis acções um homem promete proteger a família que ama, acabando por encontrar a coragem para salvar mais de um milhar de refugiados. 'Hotel Ruanda' conta-nos a história verídica de Paul Rusesabagina, um homem que conseguiu evitar o genocídio de mais de 1200 tutsis durante a guerra civil ao conceder-lhes abrigo no hotel que dirigia na capital de Kigali.
  • 89. Trabalhando com filmes AQUECIMENTO GLOBAL
  • 90. UMA VERDADE INCONVINIENTE O ex-vice-presidente americano Al Gore apresenta uma advertência e impressionante visão do futuro de nosso planeta de nossa civilização, no documentário mais importante do ano. Trata-se de um alerta que perpassa mitos e conceitos errados, para revelar a mensagem que o superaquecimento global é um perigo real e imediato. "Uma Verdade Inconveniente" traz o convincente argumento de Gore, de que precisamos agir agora para salvar a Terra. Todos e cada um de nós podem mudar essa situação, na maneira que vivemos nosso dia-a-dia e nos tornarmos PARTE DA SOLUÇÃO .
  • 91. O DIA DEPOIS DE AMANHÃ O DIA DEPOIS DE AMANHÃ é uma produção cinematográfica que aborda um tema bastante presente em nossos dias: o aquecimento global. Traz uma conjuntura inovadora no gênero da ficção científica em que relata um acontecimento que provavelmente, de acordo com os técnicos, acontecerá ainda nesse século. O objetivo majoritário do filme é mostrar à população terrestre a situação catastrófica instalada nas entranhas do Planeta, onde a sociedade de consumo esmaga a Biosfera. Esta é a problemática discutida, a qual nos faz refletir a cerca do nosso papel na sociedade.
  • 92. Outras indicações de filmes HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO
  • 93.
    • O INCRÍVEL EXÉRCITO DE BRANCALEONE Ano: 1966 Direção: Mario Monicelli Gênero: Aventura / Comédia Temática: Guerras e Revoluções
    • O LEÃO NO INVERNO Ano: 1968 Direção: Anthony harvey Gênero: drama Temática: disputa pelo poder
    • A RAINHA MARGOT Ano: 1994 Direção: Patrice Chéreau Gênero: Biografia / Histórico / Drama / Romance Temática: conflitos religiosos na Idade Média
  • 94.
    • CRUZADA Ano: 2005 Direção: Ridley Scott Gênero: Guerra / Ação / Drama Temática: guerras religiosas entre cristãos e muçulmanos na Idade Média
    • CONQUISTA SANGRENTA Ano: 1985 Direção: Paul Verhoeven Gênero: Guerra / Aventura Temática: disputa territorial, guerra medievais
    • ROBIN HOOD: O PRÍNCIPE DOS LADRÕES Ano: 1991 Direção: Kevin Reynolds Gênero: Ação / Aventura / Romance Temática: lenda medieval, feudalismo
  • 95.
    • O SÉTIMO SELO Ano: 1957 Direção: Ingmar Bergman Gênero: Drama Temática: peste negra na Idade Média, cavalaria medieval, Cruzadas
    • O FEITIÇO DE ÁQUILA Ano: 1985 Direção: Richard Donner Gênero: Aventura / Romance / Drama Temática: lendas medievais, imaginário medieval
    • OBS: Todos os filmes relacionados neste material se encontra em nosso acervo (NTE/DRE Arraias-TO).
    • Fonte: www.google.com.br
    •