BIOQUÍMICA QUÍMICA DA VIDA
BIOQUÍMICA *  estuda os processos químicos que ocorrem nos organismos vivos, animais e vegetais. * classes Aminoácidos Lip...
AMINOÁCIDOS * apresentam simultâneamente os grupos amina     NH 2 e ácido carboxílico    COOH H 3 C   CH   COOH  NH 2...
H 2 C  COOH  NH 2 H 2 C   (CH 2 ) 3     CH  COOH     NH 2  NH 2 Ä Ácido   -amino-acético (glicina) Ácido 2,6 diami...
[email_address] H 2 C  COOH  NH 2 H 2 C   (CH 2 ) 3     CH  COOH     NH 2  NH 2 Ä Ácido   -amino-acético (glicina)...
PROPRIEDADES  FÍSICAS DOS  AMINOÁCIDOS *solúveis em água *são sólidos *insolúveis em solventes orgânicos *não se volatiliz...
O  CARÁTER ANFÓTERO *  SOFRE REAÇÃO DE NEUTRALIZAÇÃO INTRAMOLECULAR H 3 C   CH   COOH  NH 2 EXPLICAÇÃO: O NITROGÊNIO PO...
PAR LIVRE H 3 C   CH   COOH  NH 2 ••
H 3 C   CH   COO H  NH 2 ••
H 3 C   CH   COO –   H +  NH 2 •• Ocorre  ionização do grupo ácido [email_address]
H 3 C   CH   COO   NH 2 •• H +
H 3 C   CH   COO   NH 2 •• H + [email_address]
H 3 C   CH   COO   NH 2 •• H +
H 3 C  CH  COO   NH 2 •• H +
H 3 C   CH   COO   NH 2 •• H +
H 3 C   CH   COO   NH 2 •• H + [email_address]
•• H + H 3 C   CH   COO   NH 2
H 3 C   CH   COO   NH 3 + ••
H 3 C   CH   COO   NH 3 + Denomina-se de sal interno  ou zwitterion [email_address]
H 3 C   CH   COO   NH 3 + zwitterion É  anfótero , pois reage com ácido  e com base.
Os aminoácidos se classificam em: * NEUTRO CH 3    CH  COOH  NH 2 O número de grupos ácido é igual ao  o de grupos amin...
* ÁCIDO HOOC   –   CH 2    CH  COOH  NH 2 O número de grupos ácido é maior que  o de grupos amino.
CH 2  –   CH 2    CH   COOH     NH 2   NH 2 * BÁSICO O número de grupos ácido é menor que o de grupos amino.
CH 3    CH   C = O  CH 3 – CH– C=O |  |  |  | NH 2  OH  NH  OH H Os     aminoácidos,  aminoácidos que possuem  o grupo ...
CH 3    CH   C = O  CH 3 – CH– C=O |  |  |  | NH 2  OH  NH  OH H Os     aminoácidos,  aminoácidos que possuem  o grupo ...
CH 3    CH   C = O  CH 3 – CH– C=O |  |  |  NH  OH  NH  H
CH 3    CH   C = O  CH 3 – CH– C=O |  |  |  NH  OH  NH  H [email_address]
LIGAÇÕES PEPTÍDICAS CH 3    CH   C = O  CH 3 – CH– C=O |  |  NH  NH
CH 3    CH   C = O  CH 3 – CH– C=O |  |  NH  NH  LIGAÇÕES PEPTÍDICAS
CH 3    CH   C = O  CH 3 – CH– C=O |  |  NH  NH  LIGAÇÕES PEPTÍDICAS A POLIMERIZAÇÃO POR CONDENSAÇÃO DE  MUITOS AMINOÁCI...
[email_address] CH 3    CH   C    NH– CH– C=O |  |  NH  CH 3   LIGAÇÕES PEPTÍDICAS n = O PROTEÍNA
CH 3    CH   C    NH– CH– C=O |  |  NH  CH 3   LIGAÇÕES PEPTÍDICAS n = O PROTEÍNA GRUPO AMIDA
AMINOÁCIDOS  PROTEÍNAS – H2O +H2O Os    aminoácidos são encontrados nas hortaliças e legumes (HIDRÓLISE) [email_address]
CLASSIFICAÇÃO DAS PROTEÍNAS *  SIMPLES  ou  HOLOPEPTÍDIOS   -  HIDROLISADAS PRODUZEM APENAS AMINOÁCIDOS. EX. ALBUMINA ( OV...
EXEMPLO FOSFOPROTEÍNA CROMOPROTEÍNA NUCLEOPROTEÍNA GLUCOPROTEÍNA LIPOPROTEÍNAS GRUPO PROSTÉTICO AC. FOSFÓRICO FERRO, MAGNÉ...
LIPÍDIOS  OU  LÍPIDAS *  SÃO ÉSTERES DE   AC. GRAXOS SUPERIORES   ALÉM DE OUTROS  COMPOSTOS. AC. GRAXOS SUPERIORES  SÃO MO...
ÁCIDOS GRAXOS H 3 C  (CH 2 ) 14  COOH AC. PALMÍTICO ÓLEO DE PALMA H 3 C  (CH 2 ) 16  COOH AC. ESTEÁRICO GORDURA DE CAR...
CLASSIFICAÇÃO DAS LÍPIDAS * CÉRIDAS -  AC. GRAXO + ÁLCOOL SUPERIOR * GLICÉRIDAS -  AC. GRAXO + GLICERINA [email_address]
AC. CARBOXÍLICO  + ÁLCOOL ÉSTER H 2 O
AC. GRAXO  +  ÁLCOOL SUPERIOR  CÉRIDA  +  ÁGUA
ÁLCOOIS SUPERIORES * POSSUEM ALTO PESO MOLECULAR * GERALMENTE 15 OU MAIS CARBONOS NA CADEIA OS PRINCIPAIS: H 3 C– ( CH 2  ...
REAÇÃO DE ESTERIFICAÇÃO H 3 C–(CH 2 ) 14 – C– OH |  | O HO – (CH 2 ) 30 –CH 3 ALC. HENEITRIACONTÍLICO AC. PALMÍTICO ÁLCOOL...
H 3 C–(CH 2 ) 14 – C– OH |  | O HO – (CH 2 ) 30 –CH 3 AC. PALMÍTICO ÁLCOOL MERICÍLICO +
H 3 C–(CH 2 ) 14 – C –  |  | O O – (CH 2 ) 30 –CH 3 +  H 2 O PALMITATO DE MERICILA ( CERA DE ABELHA ) CÉRIDA
3 AC. GRAXOS  +  GLICERINA  GLICÉRIDA  +  ÁGUA   [email_address]
AC. GRAXOS HO – CH 2 R– C– OH |  | O R– C– OH |  | O R– C– OH |  | O HO – CH 2 HO – CH 2 | | + GLICERINA
AC. GRAXOS HO – CH 2 R– C– OH |  | O R– C– OH |  | O R– C– OH |  | O HO – CH 2 HO – CH 2 | | + GLICERINA
+  3 H 2 O [email_address] R– C  |  | O R– C  |  | O R– C |  | O O – CH 2 O – CH 2 O – CH 2 | |
GLICÉRIDA OBS. PODE SER UM ÓLEO OU UMA GORDURA R– C  |  | O R– C  |  | O R– C |  | O O – CH 2 O – CH 2 O – CH 2 | |
*  SE   R  FOR SATURADO SERÁ UMA GORDURA *  SE  R   FOR INSATURADO SERÁ UM ÓLEO R– C  |  | O R– C  |  | O R– C |  | O O – ...
O  AC. GRAXO  DE NOME AC .  OLÉICO   É INSATURADO, VEJA: COOH    18 C 17 H 33 – COOH
–  CH = CH–  +  H 2     – CH 2 – CH 2 – A HIDROGENAÇÃO CATALÍTICA DO ÓLEO PRODUZ A GORDURA Ni 150 o  C ÓLEO  ( COMESTÍVEL...
REAÇÃO DE SAPONIFICAÇÃO * CONSISTE EM FAZER REAGIR O GLICÉRIDO  ( GORDURAS DE ANIMAIS ) COM UMA BASE FORTE, COM UMA RELAÇÃ...
+  3 NaOH GLICÉRIDO BASE  FORTE R– C  |  | O R– C  |  | O R– C |  | O O – CH 2 O – CH 2 O – CH 2 | |
NaOH NaOH NaOH R– C  |  | O R– C  |  | O R– C |  | O O – CH 2 O – CH 2 O – CH 2 | |
O –  CH 2 O –  CH 2 O –  CH 2 | | NaOH NaOH NaOH [email_address] R– C  |  | O R– C  |  | O R– C |  | O
O –  CH 2 O –  CH 2 O –  CH 2 | | Na  OH Na  OH Na  OH Cisão heterolítica Dissociação iônica R– C  |  | O R– C  |  | O R– ...
O  –   + CH 2 O  –   + CH 2 O  –   + CH 2 | | Na +   –  OH Na +   –  OH Na +   –  OH Cisão heterolítica Dissociação iônica...
O  –   + CH 2 O  –   + CH 2 O  –   + CH 2 | | Na +   – OH Na +   – OH Na +   – OH [email_address] R– C  |  | O R– C  |  | ...
R– C  |  | O R– C  |  | O R– C |  | O O  –   O  –   O  –   Na +   Na +   Na +   HO – CH 2 HO – CH 2 HO – CH 2 | | GLICERIN...
R– C  |  | O R– C  |  | O R– C |  | O O  O O  Na  Na  Na  HO – CH 2 HO – CH 2 HO – CH 2 | | GLICERINA
R– C – ONa |  | O R– C– ONa  |  | O R– C– ONa |  | O HO – CH 2 HO – CH 2 HO – CH 2 | | GLICERINA SABÃO
HIDRATOS DE CARBONO * COMPOSTOS DE FUNÇÃO MISTA, POLIÁLCOOL-ALDEÍDO OU POLIÁLCOOL-CETONA FÓRMULA GERAL C X ( H 2 O ) Y * S...
OSÍDEOS HOLOSÍDEOS : SOFREM HIDRÓLISE PRODUZINDO OSES. * DISSACARÍDEOS..........DUAS OSES * POLISSACARÍDEOS.......VÁRIAS O...
GLICOSE FRUTOSE CH 2 – CH– CH– CH– CH– C = O |  |  |  |  |  | OH  OH  OH  OH  OH  H CH 2 – CH– CH– CH– C– CH 2   |  |  |  ...
FOTOSSÍNTESE * CONSISTE EM FIXAR GÁS CARBÔNICO E ABSORVER ÁGUA EM PRESENÇA DE LUZ  E  CLOROFILA 6CO  2  +  6H 2 O      C ...
A PARTIR DA GLICOSE OUTROS CARBOIDRATOS  SÃO FORMADOS E ARMAZENADOS EM DETERMINADAS PARTES DAS PLANTAS: *  SACAROSE..........
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Bioquimica

3,600 views

Published on

Escola Estadual Edwards
Três Lagoas, de março de 2009
Disciplina: História
Professora: Ana Maria Queiroz
Professor STE: José Miguel
Aluno(a):
Nº: Fase: Turma:

Published in: Business, Technology
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,600
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
13
Actions
Shares
0
Downloads
73
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Bioquimica

  1. 1. BIOQUÍMICA QUÍMICA DA VIDA
  2. 2. BIOQUÍMICA * estuda os processos químicos que ocorrem nos organismos vivos, animais e vegetais. * classes Aminoácidos Lipídios Hidratos de carbono
  3. 3. AMINOÁCIDOS * apresentam simultâneamente os grupos amina  NH 2 e ácido carboxílico  COOH H 3 C  CH  COOH  NH 2 Ac. 2 amino propanóico ( alanina )
  4. 4. H 2 C  COOH  NH 2 H 2 C  (CH 2 ) 3  CH  COOH   NH 2 NH 2 Ä Ácido  -amino-acético (glicina) Ácido 2,6 diamino-hexanóico (lisina) HOOC– CH 2  CH  COOH  NH 2 Ácido amino-butanodióico (aspártico)
  5. 5. [email_address] H 2 C  COOH  NH 2 H 2 C  (CH 2 ) 3  CH  COOH   NH 2 NH 2 Ä Ácido  -amino-acético (glicina) Ácido 2,6 diamino-hexanóico (lisina) HOOC– CH 2  CH  COOH  NH 2 Ácido amino-butanodióico (aspártico)
  6. 6. PROPRIEDADES FÍSICAS DOS AMINOÁCIDOS *solúveis em água *são sólidos *insolúveis em solventes orgânicos *não se volatilizam *altos pontos de fusão PROPRIEDADES QUÍMICAS DOS AMINOÁCIDOS * são anfóteros. * sofrem reação de polimerização.
  7. 7. O CARÁTER ANFÓTERO * SOFRE REAÇÃO DE NEUTRALIZAÇÃO INTRAMOLECULAR H 3 C  CH  COOH  NH 2 EXPLICAÇÃO: O NITROGÊNIO POSSUI UM PAR DE ELÉTRONS LIVRE PRONTO PARA RECEBER O ÍON H + DO ÁCIDO. [email_address]
  8. 8. PAR LIVRE H 3 C  CH  COOH  NH 2 ••
  9. 9. H 3 C  CH  COO H  NH 2 ••
  10. 10. H 3 C  CH  COO – H +  NH 2 •• Ocorre ionização do grupo ácido [email_address]
  11. 11. H 3 C  CH  COO   NH 2 •• H +
  12. 12. H 3 C  CH  COO   NH 2 •• H + [email_address]
  13. 13. H 3 C  CH  COO   NH 2 •• H +
  14. 14. H 3 C  CH  COO   NH 2 •• H +
  15. 15. H 3 C  CH  COO   NH 2 •• H +
  16. 16. H 3 C  CH  COO   NH 2 •• H + [email_address]
  17. 17. •• H + H 3 C  CH  COO   NH 2
  18. 18. H 3 C  CH  COO   NH 3 + ••
  19. 19. H 3 C  CH  COO   NH 3 + Denomina-se de sal interno ou zwitterion [email_address]
  20. 20. H 3 C  CH  COO   NH 3 + zwitterion É anfótero , pois reage com ácido e com base.
  21. 21. Os aminoácidos se classificam em: * NEUTRO CH 3  CH  COOH  NH 2 O número de grupos ácido é igual ao o de grupos amino. [email_address]
  22. 22. * ÁCIDO HOOC – CH 2  CH  COOH  NH 2 O número de grupos ácido é maior que o de grupos amino.
  23. 23. CH 2 – CH 2  CH  COOH   NH 2 NH 2 * BÁSICO O número de grupos ácido é menor que o de grupos amino.
  24. 24. CH 3  CH  C = O CH 3 – CH– C=O | | | | NH 2 OH NH OH H Os  aminoácidos, aminoácidos que possuem o grupo amino no carbono 2 , reagem entre si...       [email_address]
  25. 25. CH 3  CH  C = O CH 3 – CH– C=O | | | | NH 2 OH NH OH H Os  aminoácidos, aminoácidos que possuem o grupo amino no carbono 2, reagem entre si...      
  26. 26. CH 3  CH  C = O CH 3 – CH– C=O | | | NH OH NH H
  27. 27. CH 3  CH  C = O CH 3 – CH– C=O | | | NH OH NH H [email_address]
  28. 28. LIGAÇÕES PEPTÍDICAS CH 3  CH  C = O CH 3 – CH– C=O | | NH NH
  29. 29. CH 3  CH  C = O CH 3 – CH– C=O | | NH NH LIGAÇÕES PEPTÍDICAS
  30. 30. CH 3  CH  C = O CH 3 – CH– C=O | | NH NH LIGAÇÕES PEPTÍDICAS A POLIMERIZAÇÃO POR CONDENSAÇÃO DE MUITOS AMINOÁCIDOS FORMA... n nH 2 O REAÇÃO DE POLIMERIZAÇÃO
  31. 31. [email_address] CH 3  CH  C  NH– CH– C=O | | NH CH 3 LIGAÇÕES PEPTÍDICAS n = O PROTEÍNA
  32. 32. CH 3  CH  C  NH– CH– C=O | | NH CH 3 LIGAÇÕES PEPTÍDICAS n = O PROTEÍNA GRUPO AMIDA
  33. 33. AMINOÁCIDOS PROTEÍNAS – H2O +H2O Os  aminoácidos são encontrados nas hortaliças e legumes (HIDRÓLISE) [email_address]
  34. 34. CLASSIFICAÇÃO DAS PROTEÍNAS * SIMPLES ou HOLOPEPTÍDIOS - HIDROLISADAS PRODUZEM APENAS AMINOÁCIDOS. EX. ALBUMINA ( OVO ) E GLOBULINA ( SANGUE ) * COMPLEXAS ou HETEROPEPTÍDIOS - HIDROLISADAS ALÉM DOS AMINOÁCIDOS PRODUZEM OUTRA S SUBSTÂNCIAS QUE SÃO DENOMINADAS DE GRUPOS PROSTÉTICOS.
  35. 35. EXEMPLO FOSFOPROTEÍNA CROMOPROTEÍNA NUCLEOPROTEÍNA GLUCOPROTEÍNA LIPOPROTEÍNAS GRUPO PROSTÉTICO AC. FOSFÓRICO FERRO, MAGNÉSIO, CROMO AC. NUCLÉICOS GLICÍDIO LIPÍDIOS ONDE SE ENCONTRA LEITE HEMOGLOBINA E CLOROFILA DNA E RNA AÇÚCARES GORDURAS
  36. 36. LIPÍDIOS OU LÍPIDAS * SÃO ÉSTERES DE AC. GRAXOS SUPERIORES ALÉM DE OUTROS COMPOSTOS. AC. GRAXOS SUPERIORES SÃO MONOÁCIDOS COM 10 OU MAIS CARBONOS EM NÚMERO PAR, EM CADEIA NORMAL SATURADA OU INSATURADA. EXEMPLOS: H 3 C–(CH 2 ) 14 –COOH [email_address]
  37. 37. ÁCIDOS GRAXOS H 3 C  (CH 2 ) 14  COOH AC. PALMÍTICO ÓLEO DE PALMA H 3 C  (CH 2 ) 16  COOH AC. ESTEÁRICO GORDURA DE CARNEIRO H 3 C  (CH 2 ) 2 4  COOH AC. CERÓTICO CERA DE ABELHA AC. HEXADECANÓICO AC. OCTADECANÓICO AC. HEXAHEICOZÓICO
  38. 38. CLASSIFICAÇÃO DAS LÍPIDAS * CÉRIDAS - AC. GRAXO + ÁLCOOL SUPERIOR * GLICÉRIDAS - AC. GRAXO + GLICERINA [email_address]
  39. 39. AC. CARBOXÍLICO + ÁLCOOL ÉSTER H 2 O
  40. 40. AC. GRAXO + ÁLCOOL SUPERIOR  CÉRIDA + ÁGUA
  41. 41. ÁLCOOIS SUPERIORES * POSSUEM ALTO PESO MOLECULAR * GERALMENTE 15 OU MAIS CARBONOS NA CADEIA OS PRINCIPAIS: H 3 C– ( CH 2 ) 15 – OH H 3 C– ( CH 2 ) 30 – OH ALC. CETÍLICO ALC. MERICÍLICO
  42. 42. REAÇÃO DE ESTERIFICAÇÃO H 3 C–(CH 2 ) 14 – C– OH | | O HO – (CH 2 ) 30 –CH 3 ALC. HENEITRIACONTÍLICO AC. PALMÍTICO ÁLCOOL MERICÍLICO + AC. HEXADECANÓICO [email_address]
  43. 43. H 3 C–(CH 2 ) 14 – C– OH | | O HO – (CH 2 ) 30 –CH 3 AC. PALMÍTICO ÁLCOOL MERICÍLICO +
  44. 44. H 3 C–(CH 2 ) 14 – C – | | O O – (CH 2 ) 30 –CH 3 + H 2 O PALMITATO DE MERICILA ( CERA DE ABELHA ) CÉRIDA
  45. 45. 3 AC. GRAXOS + GLICERINA  GLICÉRIDA + ÁGUA [email_address]
  46. 46. AC. GRAXOS HO – CH 2 R– C– OH | | O R– C– OH | | O R– C– OH | | O HO – CH 2 HO – CH 2 | | + GLICERINA
  47. 47. AC. GRAXOS HO – CH 2 R– C– OH | | O R– C– OH | | O R– C– OH | | O HO – CH 2 HO – CH 2 | | + GLICERINA
  48. 48. + 3 H 2 O [email_address] R– C | | O R– C | | O R– C | | O O – CH 2 O – CH 2 O – CH 2 | |
  49. 49. GLICÉRIDA OBS. PODE SER UM ÓLEO OU UMA GORDURA R– C | | O R– C | | O R– C | | O O – CH 2 O – CH 2 O – CH 2 | |
  50. 50. * SE R FOR SATURADO SERÁ UMA GORDURA * SE R FOR INSATURADO SERÁ UM ÓLEO R– C | | O R– C | | O R– C | | O O – CH 2 O – CH 2 O – CH 2 | |
  51. 51. O AC. GRAXO DE NOME AC . OLÉICO É INSATURADO, VEJA: COOH    18 C 17 H 33 – COOH
  52. 52. – CH = CH– + H 2  – CH 2 – CH 2 – A HIDROGENAÇÃO CATALÍTICA DO ÓLEO PRODUZ A GORDURA Ni 150 o C ÓLEO ( COMESTÍVEL ) GORDURA ( MARGARINA )
  53. 53. REAÇÃO DE SAPONIFICAÇÃO * CONSISTE EM FAZER REAGIR O GLICÉRIDO ( GORDURAS DE ANIMAIS ) COM UMA BASE FORTE, COM UMA RELAÇÃO ESTEQUIOMÉTRICA DE 1:3.
  54. 54. + 3 NaOH GLICÉRIDO BASE FORTE R– C | | O R– C | | O R– C | | O O – CH 2 O – CH 2 O – CH 2 | |
  55. 55. NaOH NaOH NaOH R– C | | O R– C | | O R– C | | O O – CH 2 O – CH 2 O – CH 2 | |
  56. 56. O – CH 2 O – CH 2 O – CH 2 | | NaOH NaOH NaOH [email_address] R– C | | O R– C | | O R– C | | O
  57. 57. O – CH 2 O – CH 2 O – CH 2 | | Na OH Na OH Na OH Cisão heterolítica Dissociação iônica R– C | | O R– C | | O R– C | | O
  58. 58. O – + CH 2 O – + CH 2 O – + CH 2 | | Na + – OH Na + – OH Na + – OH Cisão heterolítica Dissociação iônica R– C | | O R– C | | O R– C | | O
  59. 59. O – + CH 2 O – + CH 2 O – + CH 2 | | Na + – OH Na + – OH Na + – OH [email_address] R– C | | O R– C | | O R– C | | O
  60. 60. R– C | | O R– C | | O R– C | | O O – O – O – Na + Na + Na + HO – CH 2 HO – CH 2 HO – CH 2 | | GLICERINA [email_address]
  61. 61. R– C | | O R– C | | O R– C | | O O O O Na Na Na HO – CH 2 HO – CH 2 HO – CH 2 | | GLICERINA
  62. 62. R– C – ONa | | O R– C– ONa | | O R– C– ONa | | O HO – CH 2 HO – CH 2 HO – CH 2 | | GLICERINA SABÃO
  63. 63. HIDRATOS DE CARBONO * COMPOSTOS DE FUNÇÃO MISTA, POLIÁLCOOL-ALDEÍDO OU POLIÁLCOOL-CETONA FÓRMULA GERAL C X ( H 2 O ) Y * SÀO CONHECIDOS TAMBÉM COMO GLÚCIDAS OU CARBOIDRATOS
  64. 64. OSÍDEOS HOLOSÍDEOS : SOFREM HIDRÓLISE PRODUZINDO OSES. * DISSACARÍDEOS..........DUAS OSES * POLISSACARÍDEOS.......VÁRIAS OSES HETEROSÍDEOS: SOFREM HIDRÓLISE , PRODUZINDO OSES + OUTROS COMPOSTOS. * AMIGDALINA * CEREBRÓSIDO OSES: NÃO SOFREM HIDRÓLISE, SÃO MONOSSACARÍDEOS
  65. 65. GLICOSE FRUTOSE CH 2 – CH– CH– CH– CH– C = O | | | | | | OH OH OH OH OH H CH 2 – CH– CH– CH– C– CH 2 | | | | | | | OH OH OH OH O OH ALDEÍDO CETONA POLIÁLCOOL POLIÁLCOOL
  66. 66. FOTOSSÍNTESE * CONSISTE EM FIXAR GÁS CARBÔNICO E ABSORVER ÁGUA EM PRESENÇA DE LUZ E CLOROFILA 6CO 2 + 6H 2 O  C 6 H 12 O 6 + 6O 2 LUZ CLOROFILA GLICOSE
  67. 67. A PARTIR DA GLICOSE OUTROS CARBOIDRATOS SÃO FORMADOS E ARMAZENADOS EM DETERMINADAS PARTES DAS PLANTAS: * SACAROSE........cana de açúcar * AMIDO................tubérculos e sementes * CELULOSE.........troncos Nelson José Paraná da Silva - Prof. de Química (UFBA-BA) Colégios: Militar de Salvador, CEFET-BA, Mundial, São Francisco de Alagoinhas, BETA vestibular Alagoinhas, Aprovação e Trajetória vestibular CATU-BA [email_address]

×