23 Janieor 186

1,602 views
1,524 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,602
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
21
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

23 Janieor 186

  1. 1. O REPÓRTER qUARTA-FEIRA, 23 DE JANEIRO DE 2010 por Tallita Mazzola Comunidade esteve participando das atividades do Vida no Campus Evento realizado na pista de atle- tismo do campus da Unijuí contou com participação de acadêmicos, professores, funcionários e comuni- dade que participaram das ativida- des desenvolvidas durante a quinta e sexta-feira a noite O 8° Vida no Campus foi desenvolvido pela comuni- dade acadêmica da Unijuí durante as noites dessa quinta e sexta-feira, atingindo com êxito o objetivo de realizar a integração entre a professores, funcionários, alunos e a comunidade. O evento foi uma promoção do Curso de Educação Física através do Núcleo de Eventos, em par- ceria com a Vice Reitoria de Pós Graduação, Pesquisa e Extensão e com apoiodo Diretório Central dos Estu- dantes. A comunidade pôde participar gratuitamente de ati- vidades como jogos de mesa, tirolesa, cama elástica, chute ao alvo, arremeço a cesta, esporte de orientação e iniciação ao rapel. Foram realizados também jogos competitivos de futebol sete, vôlei 4X4 e futivolei, além de disponibilizar a medição de pressão arterial e fazer o teste da diabetes. CMYK
  2. 2. O REPÓRTER Ano 2 - Nº 186 IJUÍ, SÁBADO, 23 DE JANEIRO DE 2010 R$ 1,50 São Luiz, a Proprietários surpresa do Os buracos pagam o IPVA Gauchão? da Colmeia com desconto Esporte 24 Bairro 5 Economia 6 Água de Ijuí: quem bebe não esquece! Geral 22 Suicídio: coragem ou covardia? Geral 11 Geral 22 CMYK
  3. 3. 2 O REPÓRTER O REPÓRTER SÁBADO, 23 de janeiro de 2010 Da Redação UNIJUÍ firma patrocínio com a 18ª Fenasoja A Unijuí firmou, na noite de da 18ª edição do evento. Cláudio Höfler quarta-feira, patrocínio com destaca a importância da parceria para a a 18ª Feira Nacional da Soja região: “o avanço e o desenvolvimento (Fenasoja), de Santa Rosa. da Região Noroeste sempre se deu atra- A assinatura da parceria ocorreu du- vés de parcerias, e esta é mais uma, que rante evento que marcou os 100 dias para tem como objetivo impulsionar o desen- a abertura oficial da feira. Imprensa, pa- volvimento regional. E, a Fenasoja, como trocinadores, autoridades políticas e in- maior evento da região, marca a evolução tegrantes da Comissão Central da Feira deste desenvolvimento, pois mostra nos- participaram do evento. sas potencialidades”. O pró-reitor da Unijuí, Campus Santa Ele acrescenta que a Universidade, Rosa, professor Cláudio Höfler represen- como regional, deve investir em apoios tou a Universidade, e assinou o contrato como este. com a feira. Na ocasião, ainda foram realizados A Universidade desenvolverá ativida- convênios e firmados patrocínios com de- des que irão integrar a programação ofi- mais entidades. A 18ª Feira Nacional da cial da Fenasoja, além de produzir um es- Soja (Fenasoja), ocorre de 30 de abril a tande institucional e integrar os materiais A Unijuí fará ainda a impressão de um edições da Fenasoja. O livro foi atualiza- 09 de maio no Parque Municipal de Ex- de divulgação do mesmo. livro que resgata a história de todas as do e reeditado pela Comissão de Cultura posições de Santa Rosa. Unijuí abre inscrições para programa CISA vai debater de Doutorado A Unijuí está organizando o processo qualificação sem necessidade de grandes implantação de CEO seletivo para o Programa de Doutorado em Educação nas Ciências, cujas inscri- ções estarão abertas no período de 24 de deslocamentos. Cabe salientar ainda que, com esta aprovação, a Unijuí está cum- prindo as exigências do MEC para as uni- fevereiro a 15 de março. O Programa, versidades brasileiras, que devem ter um Em reunião agendada para a próxi- cas. De acordo com a coordenadora do aprovado pelo Ministério da Educação doutorado e três mestrados. “Esta con- ma semana, no auditório do Hospital CISA, Elizabeth Rolim de Jesus, vinte no final do ano passado, se constitui no quista atesta a qualidade da Universidade de Caridade de Ijuí, o CISA, Consórcio municípios devem integrar o CEO. “O primeiro doutorado oferecido por uma como instituição de pesquisa e de forma- Intermunicipal de Saúde, começa a dis- centro deve iniciar as atividades na pri- instituição de Ensino Superior na Região ção e reconhece o seu importante papel cutir sobre a abertura das atividades do meira quinzena de março”, complemen- Noroeste do Estado. O doutorado qualifi- na região e no país na área da educação Centro de Especialidades Odontológi- ta a coordenadora. cará a educação docente da região, uma e da formação de professores”, avalia o vez que professores, tanto da rede públi- coordenador do Programa, professor José ca, quanto privada, poderão buscar sua Pedro Boufleuer. PONTOS DE VENDA Tec-E-inova vai receber JORNAL O REPÓRTER • FaRMÁCia ModELo • FaRMÁCia são LuCas apoio do Banrisul • FRanGos iJuÍ Representantes do Sindicato Varejista Lorenz propôs novas • FRuTEiRa sanTa FÉ de Ijuí estiveram nesta semana em Porto ações que devem ser • LiVRaRia PRoGREsso Alegre, onde cumpriram agenda em di- implementadas na 4ª ed- • LoTÉRiCa Tio PaTinHas versos órgãos do governo do estado, bus- ição do evento. “ O Ban- • MERCado CaRdoso cando apoio para a 4ª edição da Tec-E- risul também nos con- • MERCado PonTo EConÔMiCo Inova, que ocorre de 3 a 6 de maio no firmou apoio”, afirmou • MERCado Tia LuCinda campus da Unijuí. Ramos, acrescentando - PadaRia E ConFEiTaRia Mais O presidente da Feira, Fabrício Ra- que existe a perspectiva saBoR mos, acompanhado pelo presidente eleito de apoio do BRDE, visto • PadaRia daMião do sindilojas, Alexandre Acosta esteve que a instituição apóia • PosTo BuRMann em Porto alegre, onde foi acompanhado projetos da área do em- • PosTo do Ganso pelo ex-presidente do sindilojas e hoje • PosTo TiGRão um dos diretores da Casa Civil, Marco contatos foram positivos, tendo em vista preendedorismo. • QuiosQuE Ferreira nos contatos. que a Secretaria de Ciência e Tecnologia Também foi mantido contato com a • Casa CoLoniaL saBoR E saÚdE Ramos avaliou ao Repórter que os confirmou parceria. O secretário Artur Sulgas. O REPÓRTER Diretor Administrativo: REdação PaRa anunCiaR Os artigos publica- Enzo Luis Mânica Envie sugestões, comentários, críticas Escreva para comercialoreporter@yahoo dos com assinatura Impressão: e dúvidas para a redação pelo e-mail .com.br ou pelo telefone (55) 3333 7426. não traduzem neces- E.L. Mânica e Cia Ltda. E.L. Mânica e Cia Ltda. redacaooreporter@yahoo.com.br; para sariamente a opinião Editor Chefe: CNPJ: 09.475.474/000164 o endereço Av. David José Martins, 1356, PaRa assinaR do jornal e são de Av. David José Martins, 1356 - Ijuí - RS - CEP.: 98700-000 Sandro Silvello CEP 98700-000, Ijuí, RS; ou pelo telefone Para receber o jornal O REPÓRTER em inteira responsabili- Telefone geral: (55) 3332 2000 (55) 3332 5985. casa ligue para (55) 3333 7426 dade de seus autores. Diagramação: Michel Moura
  4. 4. SÁBADO, 23 de janeiro de 2010 O REPÓRTER O REPÓRTER 3 Da Redação Famurs divulga dados sobre perdas com chuvas O presidente da Famurs, Federação das Associa- Governo Federal, o valor investido atinge apenas 5% dos ções de Municípios do Rio Grande do Sul, e municípios. prefeito de Sentinela do Sul, Marcus Vinícius Ziulkoski critica o posicionamento do Ministério da Vieira de Almeida, participou nesta semana, da coletiva Integração Nacional, por meio da Defesa Civil, que jus- à imprensa promovida pela Confederação Nacional dos tifica a demora no repasse das verbas devido a projetos Municípios (CNM). inadequados. Não se pode ficar alegando que o município No encontro, o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, não apresentou projeto. Existem os projetos, existem qua- apresentou levantamento realizado junto aos 496 Municí- lidades neles, o que falta é o cumprimento das promessas pios que registraram danos devido às catástrofes climáticas que são feitas na hora que ocorrem os eventos. ocorridas em 2009, e na primeira quinzena de janeiro. O presidente da Famurs voltou a destacar a revisão da De acordo com o estudo, somente no ano passado, Política Nacional de Defesa Nacional. Almeida afirmou 390 Municípios (79%) sofreram com catástrofes naturais, que é necessário encontrar uma alternativa para dar mais sendo que 7 decretaram situação de Calamidade e 364 de agilidade e fluxo no repasse dos recursos. “Temos, desde Emergência. 1969, um Fundo Nacional de Catástrofes criado exclusi- Todos os prefeitos afirmam que utilizaram recursos estimado pelos prefeitos foi de R$ 208 milhões. vamente para o socorro dos Municípios, mas que não tem próprios para a reconstrução dos seus municípios. O valor Ziulkoski afirmou que, dos recursos prometidos pelo sido alimentado de recursos há muito tempo”, destacou. Demei tem 2 mil consumidores Partido dos beneficiados com tarifa social trabalhadores de energia de ijuí O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou lei cionada pelo governo federal já vem sendo praticadas O Partido dos Trabalhadores de Ijuí desenvolve o que modifica os critérios e amplia os benefícios da tarifa pelo Demei a muito tempo. Dahmer explica que para ter Seminário de Avaliação do Governo da Frente Popular social de energia elétrica. direito, no caso de Ijuí, à inclusão na tarifa social é preciso Trabalhista, que analisará principalmente a atuação e A principal mudança é a inclusão do cadastro no Bolsa- a apresentação de algum documento que comprove que desempenho dos setores que o PT ocupa, tendo como Família ou a comprovação de renda familiar de até três a família é carente. referência o Plano de Governo. O seminário será realizado salários mínimos. Ele cita que a apresentação do Bolsa Escola ou Bolsa hoje , a partir das 8h30, no SINPRO Noroeste, Rua 7 de Antes, era priorizado o consumo. O diretor presidente Família permitem que se tenha esta comprovação. setembro, nº 720, centro, aberto a participação do Dire- do Departamento Municipal de Energia, Carlos Alberto Atualmente mais de 2 mil consumidores de energia tório Municipal, dos ocupantes de cargos em comissão e Dahmer disse que as medidas que constam na lei san- em Ijuí são beneficiados com a tarifa social de energia. aos filiados e filiadas. Larry Antonio Wiziewsky Sobrou pro Euclides Estão fracas, muito fracas, as efe- Quando lá chegou, teve uma epifania. de mais uma ocupação de fazenda e Suplicy. Falando para o plenário vazio mérides e manifestações relativas aos Como explicar que um bando de “gabi- latifúndio improdutivo. Pena que hoje do senado, Sarney tentava “homena- 100 anos do passamento de Euclides rus” famintos, reunidos em torno de um ninguém mais lê Os Sertões. Muitas gear” Euclides para as moscas que da Cunha. Não deveria. Há mais Eu- beato chamado Antônio Conselheiro, vidas poderiam ser poupadas através voavam pelo local. Foi interrompido clides entre o céu e a terra do que havia derrotado três expedições da da leitura e compreensão desta obra. por Suplicy, que totalmente fora do supõe a nossa vã filosofia. nata do exército brasileiro. À luz da A denúncia da divisão estra- ar, atropelou Euclides e começou Também, quase tudo no homem era quarta expedição, e do massacre insa- tégica entre o sul “maravilha” e o nor- a acusar, com um atraso de uma desacordo, conflito entre intenção e no da população de Canudos, Euclides destão “vinde a mim as criancinhas, semana, o inamovível presidente do resultado, somados à neurose, muita produziu Os Sertões, a matriz de todo que eu ensino a fome a receber cachê, senado. Sarney reagiu, demandando neurose. Até hoje, intelectuais se o novo jornalismo, literatura realista e michê e bolsa-família” do coronelismo respeito a Euclides. debruçam sobre as razões da perene sociologia brasileiros. Frases como: “O desenfreado e inamovível, foi a maior O sem-noção calou-se diante do inquietude do autor de Os Sertões. sertanejo é, antes de tudo, um forte” e contribuição de Euclides da Cunha deserto de almas e do volume de sua O historiador Marco Antônio Villa “Canudos não se rendeu...” resumem para as futuras gerações de brasileiros. ignorância. A mídia deu repercussão afirma que, ao enfrentar o amante o poder de sedução deste Brasil des- Essa angustiante divisão espelhava-se ao fato. Assim, falou-se muito de Sar- de sua mulher, num duelo suicida, o conhecido sobre o racionalismo posi- diretamente no espírito do autor. ney e Suplicy, e Euclides da Cunha foi, escritor buscava o que encontrou, a tivista de Euclides da Cunha. O homem / a terra / a luta (as três divi- novamente esquecido. morte. É mais um mistério numa tra- Os Sertões foi publicado em sões da obra) são também uma síntese Por isso, a mediocridade dos ho- jetória de muitas lacunas e uma obra- 1905, causando espanto e furor num da jornada de cada ser humano sobre mens públicos brasileiros, ressoa prima inconteste que é Os Sertões. país que entrava no século XX sob a a face da terra. Não é uma metáfora, é a cada dia nas palavras proféticas Como se sabe, ou dever-se- égide do progresso e à luz da ciência. uma constatação, e por constatação do Conselheiro “quem ouvir e não ia saber, em 1897 Euclides da Cunha Até hoje, 29/08/2009, a obra explica, tem um efeito de realidade, mais amplo aprender / quem aprender e não entranhou-se no sertão da Bahia complica e implica o Brasil real. Lendo que a própria realidade concreta. ensinar / no dia do juízo sua alma irá como correspondente do jornal O Os Sertões é possível entender, mas Infelizmente, até agora, as queimar”. A julgar pela cretinice do Estado de São Paulo, para cobrir a nunca justificar, por exemplo a morte maiores referências ao nome de Eucli- embate Sarney / Suplicy o capetão guerra de Canudos, iniciada no ano de Elton Brum, mais um colono sem- des da Cunha, vieram através de um vai fazer muita hora extra depois do anterior. terra abatido numa retirada “pacífica” bate-boca entre José Sarney e Eduardo juízo final.
  5. 5. 4 O REPÓRTER OPINIÃO SÁBADO, 23 de janeiro de 2010 Editorial por Sandro Silvello O mundo possível Água, Suicídio Vivemos no melhor dos mundos Em tempos de dez anos de Fórum e outras coisas.... possíveis. Dispomos de alta e refinada tecnologia, podemos comprar viagens interespaciais, produzimos alimentos Social Mundial, a constatação de que o planeta se estrutura a partir da ex- ploração e de nações dotadas de forças geneticamente modificados, energia nu- políticas desiguais já não é suficiente. A Uma situação preocupante está sendo revelada nesta clear e armas que nos protegem.Estes par da constatação da falência do capi- edição do Repórter em entrevista concedida pelo médi- temas contraditórios entre si provocam talismo, das teorias, temos que levar co Ricardo Pittas. Ele explicou que muitas situações que frequentes e acirrados debates e extensas adiante posturas e ações. Exigências ocorrem com jovens e adultos, especialmente as infecções teses. Somos a cópia da perfeição divina. coletivas. Afinal, Voltaire já concluiu gastro-intestinais, podem estar sendo geradas pela água Como toda a cópia, de repente damos que o melhor dos mundos possíveis é que é consumida. Explicou, no entanto, que os casos ate- de cara com os borrões. Um terremoto aquele onde nos tornamos responsáveis ndidos ocorrem possivelmente em casos onde acontece a obrigou o mundo a ver escancarado em pela vida na terra. interrupção no fornecimento de água para conserto da tu- todas as telas, algo de destoa com o me- Acreditamos e temos esperanças bulação geral. No entanto, é preciso que comece a se tomar lhor dos mundos. Surge a cara violenta que um outro mundo é possível desde cuidado com a questão, tendo em vista que as melhorias no da miséria de dezenas de milhares de pequenas mudanças de preservação sistema de água são necessárias, mas acabam fazendo com seres humanos que não víamos, portan- da vida a partir do lugar que vivemos. que aumente significativamente o número de pessoas com to, não existiam na nossa rotina perfeita. Acreditamos num tempo em que a problemas intestinais. Este território que nos apresenta consciência universal seja tal que não Também nesta edição, um destaque para um tema que sua miséria absurda de forma ostensiva tolere a convivência com a face obscura por enquanto é um tabu mas que sempre que ocorre, traz à abriga toda a contradição posta no mun- de um outro Haiti, a concreta experiên- luz situações que, muitas vezes, até os parentes mais próxi- do dominado pelo capitalismo. Em uma cia do capitalismo que constrói a desi- mos desconhecem: a depressão e o desespero, que acabam margem, os transatlânticos e seus excên- gualdade e a injustiça. levando pessoas a cometerem suicídio. Não se trata de tricos passageiros, que gozam o sol de No Brasil, de desigualdades secu- dramatizar, polemizar ou mesmo destacar o tema, mas sim parte do território haitiano arrendado por lares, estamos hoje construindo um permitir que se possa debater a questão, que é importante, uma empresa multinacional americana novo projeto. O governo Lula está pois envolve vários pontos. que vende turismo sem traumas para os demonstrando que políticas públicas Falar em suicídio parece o mesmo que tocar em outros ricaços. Na outra costa, o sol que sufoca voltadas para o crescimento sustentável temas como estupro, pedofilia. A sociedade se indigna, mas as pessoas sem água, sem qualquer trata- a partir da inclusão social modificam a ao mesmo tempo tem que buscar um debate, pois é cada mento sanitário, sem comida, produto vida das pessoas, trazendo esperança e vez maior o número de pessoas e são cada vez mais jove- da exclusão que o capitalismo pratica. justiça. ns os que procuram este instrumento como única solução Aquela miséria está ali há séculos. Nestes dez anos de Fórum, que al- possível para uma vida que consideram vazia. O terremoto nos jogou dentro de uma cançou a universalização a partir de O leitor não estranhe, pois enfoca-se neste editorial realidade que não queremos ver, que as- Porto Alegre, vemos reafirmado o com- os vários assuntos que estão na edição. Trata-se hoje de susta e que está próxima e dá medo. prometimento inicial e a profunda com- uma espécie de Introdução ao Jornal, que aos poucos vai A natureza nos sacode e chama a preensão de que o nosso Fórum tem mudando também o seu projeto gráfico. O leitor deve ter nossa atenção. Nosso mundo possível uma contribuição universal para cons- sentido, já na edição de quarta-feira, estas mudanças. Os dá sinais de esgotamento. Treme o Haiti, truir um novo modelo de desenvolvi- elogios foram vários, bem como as críticas, pois todos se desmoronam os morros no Brasil, cho- mento solidário e sustentável. acostumaram a uma feição. Aos poucos vamos mostrando vem bombas no oriente. *Deputada Estadual uma nova cara do Repórter, que sempre se constituiu num veículo diferenciado no tratamento das matérias jornalis- tas. Procurando escapar um pouco do jornalismo “ factual’ do ocorreu, vai ocorrer, estamos trazendo a tona assuntos Por Marisa Formolo que geralmente são “ esquecidos” por outros veículos. Uma boa leitura e bom final de semana.
  6. 6. SÁBADO, 23 de janeiro de 2010 BAIRRO O REPÓRTER 5 por Talita Mazzola Os favos da Colmeia do Trabalho Mesmo com as declarações de grande demanda no número de re- parações de buracos e pavimenta- ções asfálticas pela Secretaria de Obras, o número infindável de re- clamações que chega até a redação sobre os problemas de tráfego nas ruas ijuienses por conta dos buracos tem sido crescente O número de moradores insatisfeitos com a si- tuação das ruas de seus bairros que entram em contato com a redação tem sido cada vez maior. Apesar de em outras matérias a Secretaria de Obras já ter afirmado que estão com todas as equipes trabalhando para a recuperação dos buracos abertos pela Corsan, re- posição de calçamentos e reparações nas pavimentações asfálticas, e que logo irão conseguir atender a demanda de pedidos, o número de moradores e bairros que aguar- dam por melhorias tem crescido e a falta de acessibili- dade e dificuldade de tráfego faz com que as reclama- Buraco na Rua Emilio Vontobel atrapalha trânsito de carros e rota de ônibus ções aumentem. Nessa linha, duas ruas o local, passem por ali e acabem estra- em diferentes bairros nos foram relatadas gando o carro. Quando abordados sobre como problemas que perduram há meses, se já haviam entrado em contato com a dificultando a passagem dos veículos e prefeitura, os moradores afirmaram que causando transtornos aos moradores que foram feitos vários pedidos de conserto residem próximos aos locais. da rua, “mas eles dizem que todas as ruas Uma das ruas relatadas foi a Rua Pernam- do Assis Brasil estão no planejamento e buco, no Bairro Assis Brasil, onde os mo- que logo serão arrumadas”. Outra rua que radores afirmaram que o buraco na rua se vem apresentando problemas parecidos é encontra lá há mais de seis meses. a Rua Emilio Vontobel, no Bairro Eliza- Os moradores relatam que houve um beth. acidente no local com uma senhora que De acordo com a moradora Dejanira Ro- caiu com o carro no buraco e estourou o ester, a rua tem apresentado problemas motor, “ela ainda andou com o carro por no tráfego de veículos há meses, desde alguns metros, mas estava vazando óleo, que foi feito o buraco. “A rua é de aces- o cheiro ficou durante dias”. Para evitar so de ônibus também, é uma dificuldade tais tipos de acidente, os moradores co- enorme no trânsito de veículos, algum locaram espetos cercados com plásticos dia pode acontecer algum acidente”, diz no local para sinalizar o buraco e impedir a moradora que além de indignada de- Moradores sinalizam buraco na Rua Pernambuco para tentar evitar novos acidentes que outros motoristas, que não conhecem monstra-se preocupada com a situação. Rua que gerava discórdia entre moradores do Bairro Lambari está sendo calçada A Rua Dr. Solon Gonçalves, no Bairro pó. Moradores chegaram a trancar a rua do município, a Rua Dr. Solon Gonçalves último temporal. Jardim, já foi motivo de discórdia entre certa vez, para impedir a passagem de estava inclusa e a Secretaria de Obras já “O engenheiro está reforçando a estrutura moradores como anteriormente fora rela- veículos e evitar os transtornos causados, deu início ao calçamento no local. do local. tado por nosso jornal. atitude que gerara discórdia entre eles, fa- O presidente do bairro, João Monteiro sa- Nos foi prometido também o fechamen- A rua apresentava um estado precária zendo com que o pedido de calçamento lienta a importância do calçamento dessa to da parede lateral para tornar o ginásio com a falta do calçamento, causando inú- dessa rua, fosse constante pelo presidente rua que já é esperado há anos. meros transtornos aos moradores tanto do bairro nas reuniões com a prefeitura. Outro destaque do presidente é o reforço mais resistente, disseram-nos que o pro- em épocas de chuva, por conta do barro, No início deste mês, foi aprovado pelo na estrutura do ginásio do bairro, que teve jeto será encaminhado”, comentou o pre- como em épocas de secas, por conta do prefeito a reforma das ruas emergenciais sua estrutura rachada com os ventos do sidente. CMYK
  7. 7. 6 O REPÓRTER Sábado , 23 de janeiro de 2010 ECONOMIA por Sandro Silvello Arrecadação do IPVA ultrapassa em Ijuí os R$ 3,5 milhões O pagamento do IPVA A té o mo- devem efetuar o recolhimento do IPVA. do bom motorista. mento, a Lizete Webler adianta que o município Posteriormente, até o dia 26 de feve- com desconto vai até o receita es- possui uma frota de 43.554 veículos, mas reiro, o desconto no pagamento em cota tadual, agência de Ijuí que 23.500 recolhem o tributo. única do IPVA fica em 2% mais a lei do final de março, conforme registrou a arrecadação de A chefe da agência explica que quem bom motorista. R$ 3.250.621 no pagamen- efetuar o pagamento do tributo até o dia 29 Posteriormente, até o dia 31 de março informação prestada pela to do Imposto sobre Pro- de janeiro vai ter direito a 3% de desconto, pode ocorrer o pagamento do IPVA em chefe da agência da recei- p r i e d a d e de Veículos Automotores, conforme dado divulgado pela chefe podendo ser acrescido de 15% devido a lei cota única com desconto de 1% mais a lei ta estadual em Ijuí, Lizete Lizete Webler. Segundo ela, isso representa aproxi- Webler madamente 30% da frota de veículos que Frota de veículos em Ijuí que paga IPVa chega a 23.500 TENDÊNCIAS Prof. Dr. Argemiro Luís Brum PREÇO DA SOJA RECUA da produção estimada para o país estava ven- 20%, nesta ordem. Em resumo, os produtores de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) Confirmando a tendência, os preços dida até o final do mês de dezembro passado, provavelmente deixaram de ganhar ao limi- nos mostrou que a pobreza diminuiu no da soja no mercado nacional iniciaram o que representa avanço de apenas quatro tarem suas vendas futuras, pois ignoraram a Brasil entre 1995 e 2008. O índice de definitivamente um movimento de baixa pontos em relação aos 21% de novembro, tendência de baixa de preços. pobreza absoluta (0,5 salário mínimo generalizado. A forte queda em Chicago muito embora o índice seja superior aos 18% per capita) recuou 0,9% no período, en- nos últimos dias, quando o bushel alcançou de um ano atrás. Não fossem os negócios GERAÇÃO DE EMPREGOS SE quanto entre 2003 e 2008 o mesmo foi o patamar de US$ 9,50, após ter superado em Mato Grosso, porém, a evolução seria RECUPERA, PORÉM.... de 3,1%, o que confirma a importância os US$ 10,50 no dia 05 de janeiro (primei- ainda menor. Só em dezembro, os produtores A geração de empregos no Brasil, em da estabilização econômica e sua conti- ro mês cotado), provocada pela saída deste mato-grossenses buscaram proteção de preço 2009, superou todos os demais países que nuidade no atual governo. Já a população mercado de parte do capital financeiro, para 1,5 milhão de toneladas, o que elevou compõem o G20 (grupo de países desen- em pobreza extrema (0,25 salário mínimo trouxe o valor do saco de 60 quilos no o percentual comercializado dos 37% de volvidos e principais emergentes), segundo per capita) viu a renda crescer 0,8% entre balcão a níveis de R$ 38,50 em muitas novembro para 45%, contra 30% um ano o governo brasileiro. Foram 995.110 novos 1995 e 2008 e 2,1% entre 2003 e 2008. regiões do Estado. E a tendência continua atrás. Em Mato Grosso do Sul e Goiás o empregos formais gerados no ano. Enquanto O problema é que a concentração desta sendo de queda, embora tenha havido uma ritmo é mais lento, mas os índices de 25% e isso, lá onde a crise tem sido mais forte, o renda (a desigualdade) continua, tendo recuperação cambial na semana, com o 22% respectivamente também estão acima problema é mais sério. Por exemplo, nenhum pouco se modificado em todo o período dólar batendo em R$ 1,82. Nas condições dos apurados há um ano. No Sul, entretanto, país da Europa teve resultado positivo no considerado. Dentre as causas de tal rea- lidade, temos mais uma vez o Estado, um atuais de câmbio, Chicago e prêmio no a comercialização ficou muito aquém do que ano passado, enquanto nos Estados Unidos dos maiores concentradores de renda. Por porto, para maio próximo chega-se a um se poderia esperar. No Paraná, o incremento houve queda de 4 milhões de empregos. um lado, a qualidade do gasto público é preço de R$ 33,50/saco no interior gaú- mensal foi de apenas um ponto, chegando a Porém, aqui no Brasil o desempenho de muito ruim. Em segundo lugar, a mesma cho. No Centro-Oeste já existem ofertas 14% no final de dezembro. No Rio Grande 2009 foi o pior desde 2003. Por outro lado, deverá continuar assim enquanto não e negócios a R$ 25,50/saco, confirmando do Sul, a comercialização alcançou 9%, o emprego industrial brasileiro, apesar de ter realizarmos as reformas do Estado. Tanto que os patamares de baixa inicialmente mesmo percentual de um ano atrás. Em São crescido 1,1% em novembro em relação ao é verdade que o referido estudo mostrou projetados podem ser rompidos caso a Paulo e Minas Gerais, no Sudeste, os preços mês anterior, registrando a quinta elevação igualmente que a arrecadação tributária no safra se confirme cheia. futuros não vêm despertando interesse, e os consecutiva, ainda está longe de recompor Brasil, para manter um Estado perdulário negócios seguem lentos, com índices de 9% as perdas causadas pela crise econômica, e mal gerenciado, pesa em 48,9% sobre PRODUTOR DEIXOU DE e 15%, respectivamente. Na Bahia, contudo, que ficou mais aguda a partir de setembro as famílias que ganham até dois salários COMERCIALIZAR a comercialização andou bem. Uma grande de 2008. Em outras palavras, a geração de mínimos. Já os que ganham mais de 30 Apesar da tendência baixista dos pre- empresa ofertou o saco a US$ 20,00 para emprego melhora, confirmando que a econo- salários mínimos enfrentam uma carga ços da soja ter sido indicada desde setem- abril e arrematou um bom volume. O estado mia reage, porém, o processo ainda é lento e tributária de “apenas” 26,3%. Assim, após bro/outubro passados, a comercialização comercializou 33% da safra, sendo mais merece atenção. dominar a inflação, tem-se que imedia- da safra brasileira 2009/10 continuou que o dobro de um ano atrás. No Maranhão, tamente, para distribuir melhor a renda, muito pequena. Segundo levantamento grandes compradores levaram as vendas a DISTRIBUIÇÃO DE RENDA realizar um profundo ajuste na estrutura e feito pela AgRural do Paraná, apenas 25% 35%. Já Tocantins e Piauí alcançaram 22% e Recente estudo divulgado pelo Instituto funcionamento do Estado.
  8. 8. SÁBADO, 23 de janeiro de 2010 RURAL O REPÓRTER 7 por Sandro Silvello Trabalhadoras rurais recebem documentos A entrega de documentos para a autonomia das trabalhadoras ru- rais. É importante destacar que o mu- ocorreu na quinta-feira tirão atendeu jovens, adolescentes, ho- mens e mulheres, facilitando o acesso à à tarde, nos distritos de documentação gratuita, como primeira e Chorão e Itaí segunda vias de registro de identidade e CPF. Quem não conseguiu comparecer As solicitações aconteceram em mu- nas duas localidades pode fazer a retirada tirão realizado no final do mês de outubro da documentação na prefeitura de Ijuí”, de 2009, nos distritos de Chorão e Itaí. A resalta Rosana Tenroller. O Prefeito em ação foi organizada pelo Grupo de Tra- exercício, Bira Teixeira, também par- balho de Políticas Setoriais da prefeitu- ticipou da entrega dos documentos pela ra, sendo que o Programa é promovido manhã, no Ginásio do Chorão e a tarde, pelo Instituto Nacional de Colonização na Escola Municipal Pedro Maciel, do e Reforma Agrária (Incra) e Ministério Itaí. Na ocasião, destacou aos beneficia- do Desenvolvimento Agrário (MDA). dos e comunidade presente que, durante Segundo a coordenadora do grupo de tra- o mutirão cerca de 90 pessoas solicitaram balho de Políticas Setoriais Rosana Ten- a primeira via de documentos, fator que roller, 126 pessoas das duas localidades demonstra a necessidade da continuidade retiraram seus documentos. do Programa em outras localidades. “Os documentos garantem aos traba- Com a iniciativa, os beneficiados po- lhadores rurais a sua cidadania, preser- dem abrir conta em banco, no comércio vam seus direitos sociais e econômicos, e também participar de outros programas além de contribuírem especificamente sociais do Governo. Prefeito em exercício entregou documentos Cotrijui dispõe de cultivares de trigo para safra 2010 Em recente manifestação, o Ministro Reinhold dessa cultura a partir desse ano. “ A Cotrijui já assegurou A Cotrijuí dispõem das seguintes cultivares de Stephanes, da Agricultura, manifestou-se favorável à com instituições parceiras o fornecimento de cultivares trigo: OR SEMENTES e BIOTRIGO: Quartzo – adoção de políticas internas que viabilizem a busca da de trigo de qualidade e potencial adequados para produ- Classe Pão e Marfim – Classe Pão Branqueador; auto-suficiência na produção de trigo. Por concordar tores da área de ação da cooperativa”, comentou Poletto. FUNDACEP:Fundacep Raízes – Classe Pão Branquea- com essa opinião, o presidente Carlos Domingos Poletto Ele disse que os produtores interessados podem entrar dor ; afirmou, no Informativo da cooperativa, que tanto a co- em contato com o departamento técnico da Cotrijui e Fundacep Cristalino – Classe Melhorador e Funda- operativa como os produtores de trigo brasileiros aguar- programar as cultivares e quantidades necessárias para cep 52 – Classe Brando; COODETEC:CD 114 – Classe dam medidas que efetivamente incentivem o plantio a próxima safra. Pão e CD 117 – Classe Pão. DO ÓCIO AO NEGÓCIO Roberto Macagnan robertomacagnan@hotmail.com MENOS DE 1 MILHÃO DE EMPREGOS MAIS DE UM CELULAR POR HABITANTE De outro, no Brasil (este ano realizado em vários EM 2009 estados e municípios), o Fórum Social Mundial, onde Estamos acompanhando mês a mês o nível de em- Segundo levantamento da ANATEL – Agência Na- estarão reunidas as ONGs – Organizações Não-Gover- prego do país e abordando o tema neste espaço. Até o cional de Telecomunicações, há 173,9 milhões de celu- namentais e representantes de partidos políticos do cam- mês de novembro, as notícias eram excelentes, mos- lares no Brasil. Considerando-se que a população brasi- po da esquerda, tendo como referência a globalização e trando recuperação dos empregos perdidos no final de leira é de 191 milhões de habitantes, segundo o IBGE, 91 seus efeitos sociais. Antes de tudo, são eventos de caráter 2008, consequência da crise global. O desempenho de % dos brasileiros possuem celular. Claro, este percentual ideológico, com posturas opostas na busca de soluções dezembro surpreendeu negativamente, com redução de reflete, estatisticamente, a média nacional. Sabe-se que para as relações sociais. De modo geral, nem um nem 415.192 empregos. Com isso, o ano de 2009 fechou com muitos brasileiros, por não terem condições de adquirir outro chega a alguma conclusão concreta, ou mesmo um a criação de 995.110 empregos novos, com carteira assi- ou porque não tenham condições de usar este meio de documento que sintetize os debates. nada (formais), contra os 1.452.204 de 2008 e 1.671.392 comunicação, não possuem celular. PENSANDO de 2007. A redução de dezembro está sendo atribuída, Ou seja, muitos brasileiros possuem mais do que um O Brasil, juntamente com outros países, anunciou pelo Mi-nistério do Trabalho, como consequência das aparelho celular. No caso do Distrito Federal, Rio de Ja- ajuda financeira para o enfrentamento das consequências demissões dos empregados contratados em caráter tem- neiro, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do do terremoto no Haiti. Logo, alguns articulistas da gran- porário, pelo setor industrial, buscando atender a deman- Sul o número de celulares já supera o número de habi- de mídia (brasileira e gaúcha), questionaram esta ajuda, da de final de ano. O desempenho do emprego formal tantes. face aos problemas sofridos pelos brasileiros. de 2009, se comparado com a história recente do Brasil, No caso do Distrito Federal, a média é de 1,5 celu- Parece difícil comparar as nossas dificuldades com a representa em retrocesso importante, mas se comparado lares por habitante. Nos últimos três anos, as vendas de com o comportamento dos países desenvolvidos, o re- celulares no Brasil superaram os 20 milhões por ano, in- dos haitianos. sultado pode ser comemorado, em função dos efeitos da dicando certa saturação do mercado. A solidariedade in- INDICADOREs RuRAIs crise global. Os EUA, por exemplo, não têm conseguido DO ÓCIO AO NEGaÓCIO ternacional não pode fi- gerar empregos formais, apesar de toda a intervenção do Na próxima semana, iniciam os dois grandes fóruns car no discurso, precisa Soja.........R$.39,00 Valores.cotados. Estado, com políticas de geração de emprego. Para 2010, que discutem as questões econômicas e sociais do Glo- de ações concretas. O Trigo.........R$.22,00 pela.Cotrijui.no. as perspectivas são de que haja recuperação significativa bo. De um lado, em Davos na Suíça, estarão líderes dos ser humano é ser huma- Milho.......R$.16,00 dia.15.de.janeiro. em função do crescimento da economia brasileira que grandes países tendo como referência a globalização e a no no Brasil, no Haiti e de.2010 deve passar dos 5 % (PIB). regulação da economia a partir do mercado. no mundo inteiro.
  9. 9. 8 O REPÓRTER POLÍTICA SÁBADO, 23 de janeiro de 2010 por Sandro Silvello Ubirajara Teixeira: “concorrer a deputado estadual não está nos meus planos” O vice-prefeito de administração. Nos espaços onde esta- mos, o partido tem dado uma contribui- ção significativa. Acho que as avaliações Ijuí, Ubirajara Tei- sempre são necessárias. A avaliação precisa ser permanente, xeira concedeu en- nunca podemos achar que tudo está per- feito e que já foi realizado. Temos que ter este processo de avaliação, para corrigir trevista ao Repórt- possíveis erros de rota. O senhor poderá ser candidato a de- er, quando avaliou putado estadual? Quando decidi estar na vida pública, sempre soube que teria que estar sujeito a decisões partidárias. diversos temas No momento em que eu coloquei o meu nome a disposição para concorrer a um cargo público, eu passo a deixar o meu nome a disposição para eventuais discussões. Como se sente ocupando o cargo de Eu, particularmente, não tenho inte- prefeito? resse de concorrer no pleito de outubro, A atividade de ocupar o cargo de pre- pois quero cumprir a minha função de feito considero natural. vice prefeito. Existe um processo que construímos O PT, no entanto, tem autonomia para desde o ano retrasado, ainda nas eleições, discutir e ter autonomia para discutir. No fizemos uma composição de prefeito e entanto, se o partido solicitar de alguma vice, ganhamos a eleição, portanto nada forma que eu me manifeste internamente, mais natural do que substituir o prefeito eu o farei. Ballin que se encontra em férias. Eu tive Várias pessoas do partido e da região a oportunidade por, 9 vezes, de assumir têm me questionado sobre isso,mas não o cargo de prefeito e nesta 9ª vez, uma existe discussão formal. experiência com mais tempo, pois estarei Bira Teixeira: candidatura a deputado estadual não faz parte de seu projeto pessoal Não tenho proposto isso e nem o par- por um período de 15 dias. de um espaço transitório. feitura exatamente com as coisas em dia. tido está fazendo esta discussão de um A experiência é significativa, pois com O meu objetivo principal foi cumprir Como está o PT na administração? eventual lançamento de minha candidatu- o tempo maior, tenho condições de sentir as atividades do dia-a-dia. Olha, sempre existe o que melhorar. Ten- ra. Eu estou a disposição do partido para o dia a dia da administração, no exercício Tenho tentado fazer para que quando ho sempre dito isso. Todo governo tem discutir, mas tenho uma disposição inicial do cargo de prefeito. Trata-se, no entanto, o prefeito retorne, possa encontrar a pre- situações a melhorar. O PT está feliz na de cumprir o meu mandato. Presidente da Emater Vereadora ainda não confirma pré-candidatura definiu candidatura à a deputado estadual Assembleia A vereadora Rosane Simon(PCdoB) dis- definição”, Rosane Simon acrescenta que O presidente da Emater, se em entrevista ao programa Fatorama tem por objetivo valorizar cada vez mais Mário Ribas do Nasci- que ainda não existe uma definição sobre a política como um espaçao para a cons- mento, confirmou que é a possibilidade de concorrer a uma vaga trução de políticas públicas, defendendo e pré-candidato a deputa- na Assembleia Legislativa na eleição de debatendo questões de inclusão de ques- do estadual pelo Partido 3 de outubro. “A política deve ser feita tões sociais. “Questões como a jornada Progressista em 2010, re- por pessoas que compreendam e tenham de trabalho são pontos que precisam ser presentando a Região das interesse em contribuir no sentido de va- avaliados pela Política”, comentou a ve- Missões. lorizar cada vez mais este espaço, com readora, que disse que ainda não tem uma Mário lembrou que nas um espaço de debate”, afirmou a repre- decisão formal e final sobre a sua possível eleições de 2006 fez sacri- sentante do PCdoB na Câmara de Vere- pré candidatura a deputada estadual. adores de Ijuí. Rosane Simon disse que fício pelo PP lançando-se tem sido estimulada, tanto no âmbito dos como candidato a deputa- seus camaradas de partido em Ijuí quanto do federal, tendo na época também em âmbito estadual. No entanto, claro potencial para se ele- ela observa que não é uma situação para ger a Assembleia Legisla- se resolver de um momento para o outro. tiva. Diz a vereadora que é preciso existir um Segundo ele é chegada a Mário ribas confirmou candidatura a deputado estadual debate que vai ocorrer por ocasião da Conferência Municipal que o PCdoB vai hora de renovação no PP, oferecendo uma rismo e de dirigentes do Sindicato Rural realizar em Ijuí. Ela observa que o par- nova alternativa para eleitor progressista, e dos Trabalhadores Rurais. Mário Nas- tido tem feito uma discussão no entanto, com novas ideias e projetos. Mário diz cimento diz que ficará na presidência da sobre a vantagem de ter uma pessoa con- que não irá fugir dessa responsabilidade, Emater até o final de abril, quando, então, correndo a uma vaga no Parlamento Gaú- cho. “Já tivemos esta discussão durante a já possuindo o apoio de vários prefeitos, oficializará sua candidatura a deputado Conferência Municipal do ano passado, vereadores, do setor agronegócio, do tu- estadual pelo PP Missioneiro. mas até o momento não ocorreu nenhuma Rosane Simon
  10. 10. SÁBADO, 23 de janeiro de 2010 GERAL O REPÓRTER 9 por Sandro Silvello Conferência define ações para o setor de Defesa Civil Conferência realizada de trabalhos e medidas preventivas. “Pre- cisamos garantir que através destas me- e não remediar”, disse. Ele ainda desta- cou, que neste momento em que vemos quinta-feira encaminhou didas, seja possível se ter as equipes em desgraças em outros países sentimos dor, condições de atender as demandas quan- então desta forma é necessário se fazer uma série de ações, do da ocorrência de temporais, granizo ou uma reflexão da vida. “Muitas vezes as especialmente de fortes ventos”, comentou o representante desgraças acontecem pelo efeito das pró- da Defesa Civil. prias atitudes do homem”, relata. prevenção Segundo ele, a montagem de equipes O Representante do Exército Brasi- U m momento de reflexão sobre permanentes da Defesa Civil permitirá, leiro, Leandro Jacobi Alves, disse que a Defesa Civil. Esta é a ava- no futuro, um trabalho articulado com a o Exército faz parte de toda a gama das liação feita pelos participan- Comissão Estadual. “Na hora de se en- atividades civis. “A Conferência vem em tes do 1º Seminário sobre a Defesa Civil, frentar o problema é preciso somar esfor- um momento muito oportuno e é impor- desenvolvido na quinta-feira na sede da ços, para não fazer com que as pessoas tante destacar que a missão do Exército é Associação comercial e Industrial. O In- que estejam necessitando de ajuda sofram apoiar a comunidade”, destaca. tegrante do comitê de Defesa Civil do Rio muito com a espera”, comentou. O Prefeito em exercício, Ubirajara Grande do Sul, Alexandre Moreira Perei- De acordo com o Secretário de Go- Teixeira, disse que com a Conferência ra alertou durante o congresso de Defesa verno, Osmar Prochnow, a Defesa Civil é será possível identificar qual é a situa- Civil desenvolvido quinta-feira que os um órgão de socorro que ajuda as pesso- ção vivenciada pelo município e saber o municípios precisam estar estruturados as. “Desta conferência sairão ações e re- que é necessário para melhorar. “Um dos com equipes municipais. comendações que especialistas nos darão pontos é a estruturação da Defesa Civil Ele chamou a atenção, em entrevista para o aperfeiçoamento da Defesa Civil em nosso município”, ressalta. Para Bira, Seminário foi na última quinta-feira ao Repórter, para o fato de que na maio- em nosso município”, ressalta. pensar a Defesa Civil é pensar em resol- de de definição de medidas preventivas, ria das vezes as pessoas dão valor a De- O Comandante do Corpo de Bom- ver os problemas estruturais que a cidade ação articulada entre os diferentes setores fesa Civil somente no momento em que beiros, Coronel Veroni Nascimento, des- tem. “Temos que reconhecer aquilo que da comunidade, como prefeitura, corpo acontecem os desastres. Ele disse que tacou a importância da Conferência no está mal na cidade e trabalhar para me- de Bombeiros e exército, além de defini- esta situação, necessariamente, precisa se cenário atual. “Estamos aqui para discutir lhorar”, destaca. ção de políticas ação rápidas e eficientes inverter, com a organização das equipes as situações de anormalidade e verificar O encaminhamento da conferência quando da ocorrência de problemas cli- de Defesa Civil municipal, com a adoção que ações podemos fazer para “prevenir converge para dois pontos: a necessida- máticos. INSS realiza solenidade para marcar seus 87 anos A Agência Regional da Previdência vidência Social. Dembogurski enfatiza todos os trabalhadores que labutaram ao do planejamento está o fato de tornar o Social, com sede em Ijuí, em conjunto que “a Previdência Social, ao completar longo de 25, 30 ou 40 anos. Ao avaliar atendimento mais rápido e as condições com a Associação dos Aposentados vai 87 anos, pode fazer um balanço positivo”. o ano de 2010 para a Previdência Social, de recebimento mais agradáveis para os desenvolver uma atividade na próxima Ele observa que ao longo das últimas o gerente disse que a principal meta é o usuários. segunda-feira, a partir das 10 horas. décadas ocorreu uma evolução natural ano de gestão. “Fizemos já todo o plane- “Na nossa jurisdição, temos algumas A informação foi prestada pelo ger- e que hoje não existe mais a burocracia jamento Estratégico com o objetivo de Agências que ainda não tiveram a trans- ente da Agência da Previdência Social, anterior, quando da aposentadoria. O ger- reformular o atendimento nas Agências, formação igual a que foi implantada em Ivan Dembogurski, observando que no ente enfatiza que a Previdência faz um tornando mais ágil o trabalho que é pres- Ijuí, comentou, acrescentando que na ju- domingo transcorrem o dia do Aposen- trabalho relevante e que os servidores tado aos contribuintes e a quem procura risdição existem 7 de um total de 15 que tado e os 87 anos de existência da Pre- garantem o direito de aposentadoria para o INSS”. Dembogurski afirma que dentro foram transformadas. FATORAMA Hélio Lopes fatorama.reporter@gmail.com Deputado Federal Darcisio Peron- pré-candidato a Deputado Estadual: o “Craque Nota 10” há mais de 20 firme de Sadi Pereira. Se continuar di diz que está na hora de Ijuí constru- Adelar Wilde (PP), vice-prefeito de anos. Promoção da equipe esportiva neste ritmo sério, nosso representante ir um grande Centro de Convenções Coronel Barros. Repórter escolhe o melhor jogador do poderá ter gramado e sistema de ilu- (Eventos) para capacidade mínima de Mais uma novidade na área gas- São Luiz em partidas do Campeonato minação novos em 2011. 1.500 pessoas. Vai trabalhar forte em tronômica de Ijuí: já está funcionando Gaúcho. Neste ano, só deu o atacante cima deste tema, em parceria com a o Restaurante “Peixe e Cia – 2”, na Eraldo nas duas primeiras rodadas. Administração Municipal. Outro pro- Avenida José Gabriel, ao lado da So- Amanhã, às 17h, no Colosso da jeto de Perondi é a criação da Praça da ciedade Recreativa. Buffet de peixes, Lagoa, o São Luiz defende a liderança ***** Juventude. com o comando de Valter Bandeira. do grupo dois, enfrentando o Ypiran- ga. Entusiasmados com o desempen- ho da equipe colorada, muitos torce- ***** dores de Ijuí viajarão a Erechim. Técnico Beto Campos joga todas ***** as fichas nesta temporada, pois sabe que o S. Luiz poderá ser o trampolim Vereadora Rosane Simon não des- Já o restaurante do Natal se des- importante para um salto de quali- cartou a possibilidade de concorrer a pede da Sógi no almoço deste domin- ***** dade na carreira de treinador. Nas uma cadeira na Assembleia Legisla- go. Vem aí o Casarin... duas primeiras rodadas têm a melhor tiva pelo PCdoB. campanha entre os 16 participantes do campeonato. É o único time que ***** ***** Imprensa esportiva da capital não sofreu gol. reconhece o grande trabalho de recu- Outro nome da região cotado como Cantina Sapore D’Itália premia peração do São Luiz, sob o comando
  11. 11. 10 O REPÓRTER HISTÓRIA SÁBADO, 23 de janeiro de 2010 AdemAr CAmpos Bindé Ele era um símbolo da lealdade Se vivo fosse, ele estaria completando trabalhar nas obras de construção do frigorífico. Com pá e Paz ajudando a carregar nas costas até 110 quilos de picareta, junto com outros trabalhadores, Hipólito ajudou charque e banha. neste dia 23 de janeiro seu centenário no nivelamento do terreno onde seria erguido o primeiro Desta forma, ele dedicou 39 anos de sua existência de nascimento. Nós, que tivemos a feliz prédio. Depois, tornou-se um dos serventes de pedreiro. ao Frigorífico Serrano. Rosalvo Scherer, que, na época, ainda morava em Como recompensa e reconhecimento a todos esses oportunidade de conhecer e acompanhar Carazinho, vinha seguidamente a Ijuí para supervisionar anos de muito trabalho, suor e sacrifícios, ele recebeu boa parte de sua trajetória no Frigorífico o andamento do serviço. Quando o prédio ficou pronto, de Rosalvo Scherer ações da empresa, que mais tarde ele pediu para o pedreiro Paulo Cuber que escolhesse três negociou com outros acionistas e uma área de terras Serrano, empresa à qual dedicou a maior no Bairro São Geraldo, onde passou a residir, parte de sua existência, queremos, hoje, no chamado “Sítio da Paz”, cercado pelas reverenciar a memória de Hipólito Paz, atenções de sua esposa Rosa de Mello, com quem havia se casado no dia 9 de janeiro de registrando algumas passagens da história 1936, de seus filhos Luís Carlos, João Celi, desse homem simples, modesto, que dei- Laíse, Ildebrando e Getúlio Roberto, genro, noras e netos. xou como legado maior exemplos dignifi- Hipólito Paz viveu até a idade de 87 anos, cantes de trabalho, respeito, honradez e vindo a falecer no dia 1º de julho de 1997. Ele tinha outro irmão, por parte de mãe, de lealdade nome José Paz, o Mudo, que também fez história no Frigorífico Serrano, onde traba- Q lhou muitos anos até se aposentar. José Paz uando alguém, um dia, resolver escrever gostava de jogar futebol, bocha e bolão, tendo a história do Frigorífico Serrano, aquela participado de muitas competições realizadas que foi por muitos anos a maior empresa no município. de Ijuí e principal alicerce da economia do município, Por muitos anos foi o assador oficial de não poderá deixar da reservar um capítulo especial a churrasco nas festas do Frigorífico Serrano Hipólito Paz. e em muitos outros eventos festivos na ci- Ele foi um de seus primeiros operários e a qual de- dade, especialmente no Centro de Tradições dicou longos 39 anos de sua existência, sempre pronto Gaúchas Laureano Medeiros. José Paz era para servir, jamais rejeitando qualquer tarefa, por mais nascido em 16 de outubro de 1927 e faleceu difícil e espinhosa que fosse, tornando-se exemplo de no dia 30 de dezembro de 2005, alcançando servidor fiel e dedicado. a idade de 78 anos. Por ocasião das comemorações do 20º aniversário de fundação do Frigorífico Serrano, em abril de 1954, o fundador daquela indústria, o saudoso Rosalvo Scherer, definiu o perfil de Hipólito Paz com estas palavras: “Um caboclo velho, que é o símbolo da lealdade”. Era a expressão sincera do reconhecimento àquele que esteve desde os primeiros momentos ajudando na construção do Frigorífico Serrano e que, através da dedicação ao trabalho, do respeito e da lealdade soube conquistar a confiança de seus superiores. Nesta oportunidade, em que reverenciamos a memória de Hipólito Paz, ao ensejo da passagem do centenário de seu nascimento, vamos procurar recordar Hipólito Paz dedicou 39 anos de sua vida ao Frigorífico Serrano algumas das principais histórias de sua vida. Ele nasceu na Fazenda Pesqueiro, na divisa de São Luiz Gonzaga daqueles operários para serem os primeiros trabalhadores com São Borja, no dia 23 de janeiro de 1910, como filho do frigorífico. Hipólito Paz foi um dos escolhidos, jun- do tropeiro João Paz e de Maurília de Oliveira, que era tamente com Darci Pinto e Emílio Pereira. Era o ano de filha de um agregado daquela fazenda, que pertencia a 1934. No começo, eram abatidos somente cinco suínos Albino J. de Oliveira, conhecido como coronel Binoca. e uma vaca, por dia. A carne servia para a fabricação de Quando tinha cinco anos de idade, Hipólito foi tra- salames, numa pequena máquina manual. O produto era zido para Ijuí pelo coronel Binoca, que havia adquirido vendido nos “bolichos” e nas pequenas casas de comércio uma fazenda na localidade de Ramada. que existiam na cidade. Ali cresceu e no tempo de “piá e rapazote” ajudava Não demorou muito para Rosalvo Scherer perceber a nas lides da lavoura, cuidava dos animais e dos filhos de dedicação de Hipólito Paz aos seus afazeres. Logo, este seus patrões. Depois de muitas andanças, foi trabalhar se transformou no seu homem de confiança. Rosalvo na fazenda de Francisco Sperotto, em Santo Augusto, Scherer lhe deu uma casinha de madeira para morar, junto tornando-se tropeiro. Levava mulas até o Itararé, em ao frigorífico. Hipólito, além de cuidar das ferramentas, São Paulo. Cada tropa tinha de 800 a mil mulas, além fazia a limpeza na casa do casal Scherer, era o assador de de uma “comitiva” de 60 burros que servia de montaria churrasco e à noite servia de vigia do prédio do frigorífico. para quatro a oito tropeiros. Armado com um pedaço da pau, andava no escuro, pelo A viagem durava de dois a três meses. meio do mato que cercava os arredores. Como durante o Numa das poucas vezes que voltou de trem, pois dia precisava trabalhar no frigorífico, muitas vezes, ele quase sempre voltava no lombo de um burro, Hipó- ficava acordado as 24 horas. lito Paz desembarcou na estação ferroviária de Ijuí. Com o correr dos anos, o Frigorífico Serrano foi Buscando informação com o agente da estação se não crescendo. Na época de safra, chegava a ter cerca de 900 poderia encontrar um serviço em Ijuí, ficou sabendo operários e a matança atingia 1.100 suínos e 500 cabeças do projeto de construção de um frigorífico. Não deve de gado, diariamente, além de galinhas e carneiros vindos Na foto, Hipólito Paz aparece montado no seu cavalo, junto dúvidas, resolveu ir até Santo Augusto para se despedir da fronteira. As atividades de Hipólito eram cada vez aos primeiros tijolos usados na construção do frigorífico de seu patrão e veio para Ijuí, indo morar na casa de seu maiores, praticamente não cessavam. A qualquer hora, tio Ramão. Foi um dos primeiros a se inscrever para inclusive aos domingos e feriados, lá estava o Hipólito Fotos: Acervo particular

×