GraphDatabaseSoluções na literatura e implementações disponíveis para melhorar a performace na manipulação de redes comple...
O que são redes complexas?<br />
O que são redes complexas?<br />Relacionamentos tão (ou mais) importantes que os próprios dados<br />Geralmente compostas ...
Quais as aplicações?<br />Redes Sociais<br />
Quais as aplicações?<br />Redes de Informação<br />
Quais as aplicações?<br />Redes tecnológicas<br />
Quais as aplicações?<br />Redes biológicas<br />
Manipulação de dados nas redes complexas<br />Banco de Dados Tradicional<br />Gargalo<br />
Manipulação de dados nas redes complexas<br />
Manipulação de dados nas redes complexas<br />BALEIOU!<br />
Qual a solução?<br />
GraphDatabase!<br />
Características dos Modelos de GraphDatabase<br />Fundamentação baseada nas definições matemáticas de grafos<br />
Características dos Modelos de GraphDatabase<br />Componentes básicos<br />Estrutura de dados<br />Linguagem de transforma...
Vantagens do GraphDatabase<br />Modelagem mais natural<br />Consultas aproveitando a estrutura dos grafos<br />Maior nível...
Exemplo de utilização<br />Redes Sociais<br />GraphDatabase + Redes Complexas<br />João<br />EU<br />Através de que pessoa...
GraphDatabase + Redes Complexas<br />Exemplo de utilização<br />Redes Sociais<br />João<br />EU<br />
GraphDatabase + Redes Complexas<br />Exemplo de utilização<br />Redes Sociais<br />João<br />EU<br />
GraphDatabase + Redes Complexas<br />Exemplo de utilização<br />Redes Sociais<br />João<br />EU<br />
GraphDatabase + Redes Complexas<br />Exemplo de utilização<br />Redes Sociais<br />João<br />EU<br />
GraphDatabase + Redes Complexas<br />Exemplo de utilização<br />Redes Sociais<br />João<br />EU<br />
Estado da Arte<br />(Angles, R. & Gutierrez, C. 2008)<br />
Implementações de GraphDatabases<br />Ferramenta<br />Instância<br />Modelo<br />
Implementações de GraphDatabases<br />
Implementações de GraphDatabases<br />
Na prática qual é ganho?<br />
Na prática qual é ganho?<br />Vicknair, C. et al. (2010)<br />
Graphdatabase<br />Tamanho de 1,25 a 2 vezes maior!<br />Na prática qual é ganho?<br />Vicknair, C. et al. (2010)<br />
Na prática qual é ganho?<br />Vicknair, C. et al. (2010)<br />
Na prática qual é ganho?<br />Graphdatabase<br />Algumas vezes 10x mais rápido!<br />Vicknair, C. et al. (2010)<br />
Conclusão<br />Graphdatabasessão adequados para redes complexas<br />A melhor implementação depende das características do...
Dúvidas<br />?<br />
Referências<br />ANGLES, R. & GUTIERREZ, C. Survey of graph database models. ACM Comput. Surv., 40(1):1–39, 2008.<br />VIC...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Graph database - Soluções na literatura e implementações disponíveis

795

Published on

Apresentação das características dos modelos de graph database, aplicações que podem se beneficiar e opções disponíveis na literatura e na prática

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
795
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
25
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Graph database - Soluções na literatura e implementações disponíveis

  1. 1. GraphDatabaseSoluções na literatura e implementações disponíveis para melhorar a performace na manipulação de redes complexas<br />José Alexandre Macedo<br />
  2. 2. O que são redes complexas?<br />
  3. 3. O que são redes complexas?<br />Relacionamentos tão (ou mais) importantes que os próprios dados<br />Geralmente compostas de MUITOS dados<br />
  4. 4. Quais as aplicações?<br />Redes Sociais<br />
  5. 5. Quais as aplicações?<br />Redes de Informação<br />
  6. 6. Quais as aplicações?<br />Redes tecnológicas<br />
  7. 7. Quais as aplicações?<br />Redes biológicas<br />
  8. 8. Manipulação de dados nas redes complexas<br />Banco de Dados Tradicional<br />Gargalo<br />
  9. 9. Manipulação de dados nas redes complexas<br />
  10. 10. Manipulação de dados nas redes complexas<br />BALEIOU!<br />
  11. 11. Qual a solução?<br />
  12. 12. GraphDatabase!<br />
  13. 13. Características dos Modelos de GraphDatabase<br />Fundamentação baseada nas definições matemáticas de grafos<br />
  14. 14. Características dos Modelos de GraphDatabase<br />Componentes básicos<br />Estrutura de dados<br />Linguagem de transformação<br />Restrições de integridade<br />
  15. 15. Vantagens do GraphDatabase<br />Modelagem mais natural<br />Consultas aproveitando a estrutura dos grafos<br />Maior nível de abstração <br />Algoritmos de grafos para operações específicas<br />
  16. 16. Exemplo de utilização<br />Redes Sociais<br />GraphDatabase + Redes Complexas<br />João<br />EU<br />Através de que pessoas eu conheço o João?<br />ou seja,<br />Qual o caminho mínimo até João<br />
  17. 17. GraphDatabase + Redes Complexas<br />Exemplo de utilização<br />Redes Sociais<br />João<br />EU<br />
  18. 18. GraphDatabase + Redes Complexas<br />Exemplo de utilização<br />Redes Sociais<br />João<br />EU<br />
  19. 19. GraphDatabase + Redes Complexas<br />Exemplo de utilização<br />Redes Sociais<br />João<br />EU<br />
  20. 20. GraphDatabase + Redes Complexas<br />Exemplo de utilização<br />Redes Sociais<br />João<br />EU<br />
  21. 21. GraphDatabase + Redes Complexas<br />Exemplo de utilização<br />Redes Sociais<br />João<br />EU<br />
  22. 22. Estado da Arte<br />(Angles, R. & Gutierrez, C. 2008)<br />
  23. 23. Implementações de GraphDatabases<br />Ferramenta<br />Instância<br />Modelo<br />
  24. 24. Implementações de GraphDatabases<br />
  25. 25. Implementações de GraphDatabases<br />
  26. 26. Na prática qual é ganho?<br />
  27. 27. Na prática qual é ganho?<br />Vicknair, C. et al. (2010)<br />
  28. 28. Graphdatabase<br />Tamanho de 1,25 a 2 vezes maior!<br />Na prática qual é ganho?<br />Vicknair, C. et al. (2010)<br />
  29. 29. Na prática qual é ganho?<br />Vicknair, C. et al. (2010)<br />
  30. 30. Na prática qual é ganho?<br />Graphdatabase<br />Algumas vezes 10x mais rápido!<br />Vicknair, C. et al. (2010)<br />
  31. 31. Conclusão<br />Graphdatabasessão adequados para redes complexas<br />A melhor implementação depende das características do problema<br />Persistência poliglota pode ser a solução<br />
  32. 32. Dúvidas<br />?<br />
  33. 33. Referências<br />ANGLES, R. & GUTIERREZ, C. Survey of graph database models. ACM Comput. Surv., 40(1):1–39, 2008.<br />VICKNAIR, C. et al. A Comparison of a Graph Database and a Relational Database. ACMSE ’10, Oxford, MS, USA, 2010.<br />IMPLEMENTAÇÕES GRAPH DATABASES. Acessado em: 27/06/2011<br /> ww.graph-database.org/implementations/<br />ALGORITMOS DO NEO4J. Acessado em: 28/06/2011<br /> http://docs.neo4j.org/chunked/stable/graph-algo.html<br />ALGORITMOS DO DEX. Acessado em: 28/06/2011<br /> http://sparsity-technologies.com/downloads/javadoc.pdf<br />ALGORITMOS DO HYPERGRAPHDB. Acessado em: 28/06/2011<br /> http://www.hypergraphdb.org/docs/javadoc/org/hypergraphdb/algorithms/GraphClassics.html<br />
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×