Jornal java por dentro da nuvem

1,592 views

Published on

Escalabilidade e disponibilidade sempre foram encarados como grandes desafios no mundo da computação. Com o alcance cada vez maior da internet e o barateamento da banda, existe um crescimento exponencial de usuáriosque estão demandando sistemas mais ricos e interativos.

Uma das abordagens bem sucedidas da industria para atender essa demanda foi a definição e implantação de arquitetura Cloud Computing, sendo usada com sucesso por grandes players como Amazon, Google, SalesForce,Microsoft, etc. Mas o que exatamente é Cloud Computing?

Nessa palestra será explicado sobre o surgimento e a características da arquitetura do Cloud Computing, suas motivações, bem como os descrever a sua utilização nos principais cases da industria e qual seria os principais pontos (fortes e fracos) do uso dessa estratégia.

Published in: Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,592
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
466
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Jornal java por dentro da nuvem

  1. 1. JornalJava.com<br />Por Dentro da Nuvem Descobrindo possibilidades com Cloud Computing<br />Fulvio Longhi<br />@JornalJava<br />Jan/2011<br />1 -33<br />
  2. 2. Origem<br />Necessidade<br />Conceito<br />Características Comuns<br />Classificação <br />Mercado<br />Curiosidades<br />Vantagens<br />Desvantagens<br />Enterprise Private Cloud<br />Perguntas<br />Agenda<br />2 - 33<br />
  3. 3. It starts with the premise that the data services and architecture should be on servers. We call it cloud computing.<br />Eric Schmidt (ex Google CEO) 2006<br />http://www.google.com/press/podium/ses2006.html<br />Cloud computing is a way of managing large numbers of highly virtualized resources such that, from a management perspective, they resemble a single large resource. This can then be used to deliver services with elastic scaling. <br />IBM<br />AlusãoaoElemento do Diagrama de Arquitetura<br />Amazon foi a primeiraempresa a lançarprodutos de cloud comoconhecemoshojeem 2006<br />Origem<br />3 - 33<br />
  4. 4. Otimização dos recursos para minimizar o custo de infra-estrutura, e escalar de forma barata.<br /> Geralmente usamos apenas 10% da capacidade computacional de cada vez, exceto em alguns picos repentinos. <br />Amazon <br /> É necessário ter hardware para suportar os picos de utilização, mas o que fazer com a infra ociosa no resto do tempo?<br />Computação da Nuvem será o próximo desafio da TI. <br />Gartner 2010<br />Necessidade<br />4 - 33<br />
  5. 5. Virtualização<br />+ <br />SOA <br />+ <br />ComputaçãoUtilitária<br />Conceito<br />5 - 33<br />
  6. 6. escalabilidade dinâmica<br />virtualização de recursos<br />utilização maciça de serviços de infra<br />redundância<br />QoS & SLA <br />Características Comuns<br />6 - 33<br />
  7. 7. IaaS - Infrastructure as a Service (locaweb, gridhost)<br />Percentual do hardware<br />PaaS - Plataform as a Service (S3, SimpleDB, CloudFiles, GAE, Azure)<br />Qtde+tempo de utilização<br />SaaS - Software as a Service (SalesForce, PayPal, Google Apps) <br />Usuários/Serviçosutilizados<br />Classificação<br />7 - 33<br />
  8. 8. Redehost, LocaWeb, Gogrid, etc <br />servidores redimensionáveis <br />vários modelos de box<br />geralmente tunável<br />essencialmente IaaS<br />mais comuns<br />Mercado<br />8 - 33<br />
  9. 9. 9 - 33<br />
  10. 10. 10 - 5<br />
  11. 11. Rackspace, Amazon AWS<br />vários modelos de box <br />api de infra<br />serviços<br />IaaS + PaaS<br />Mercado<br />11 - 33<br />
  12. 12. 12 - 5<br />
  13. 13. 13 - 33<br />
  14. 14. 14 - 5<br />
  15. 15. Google App Engine, Azure<br />1 único modelo de box<br />serviços<br />essencialmente PaaS<br />PaaS<br />linguagens e bibliotecasespecíficas<br />Mercado<br />15 - 33<br />
  16. 16. 16 - 5<br />
  17. 17. 17 - 33<br />
  18. 18. Google apps, Windows Live<br />Baixa customização<br />SaaS<br />Apis<br />Mercado<br />18 - 33<br />
  19. 19. hosts virtualizados apartir de 1,5 cents/hora de utilização<br />site com até 5 milhoes de pageviews/mês == free no GAE*<br />* Usando o consumo projetado pelo Google<br />Curiosidades do Mercado<br />19 - 33<br />
  20. 20. 20 - 33<br />
  21. 21. controle de gastos (projetado e real)<br />dimensionamento computacional<br />abstração<br />otimização de recursos<br />suporte a peak-load<br />manutenção (apoiada pela virtualização)<br />ideal para pequenos sistemas departamentais e servidores de teste<br />Vantagens<br />21 - 33<br />
  22. 22. exigência de algoritmos mais inteligente (para sistemas mais demandados)<br />possível adequação das aplicações (depedendo da complexidade)<br />aprender a desenvolver sistemas distribuídos<br />configuração e entendimento de uma nova arquitetura<br />Desvantagem<br />22 - 33<br />
  23. 23. nuvem dentro da própria empresa<br />utilização dos recursos já existentes (na maioria das vezes)<br />visão uniforme os recursos tecnológicos<br />imagens customizadas (so, appserver, etc.)<br />box virtuais customizadas (memória, processamento, disco)<br />topologia vitual customizada (ex.: 3 webserver + 1 db master + 1 db slave)<br />Enterprise Private Cloud <br />23 - 33<br />
  24. 24. api para monitoração, agendamento e priorização automática de recursos<br />QoS e SLA<br />mensuração de custos<br />integração com LDAP<br />suporte a várias plataformas de hardware (de Intel, RISC a MainFrame)<br />ambientes são configurados em minutos (ao invés de semanas)<br />Enterprise Private Cloud – cont.<br />24 - 33<br />
  25. 25. ambiente de desenvolvimento<br />criação de servidores de testes<br />prova de conceitos<br />análise arquitetural<br />Batch<br />data warehouse<br />data mining<br />consolidação de dados<br />murchação<br />Compactação<br />processamentos diversos (relatório, emails, mensagens)<br />Enterprise Cloud: Como estão usando<br />25 - 33<br />
  26. 26. fila<br />utilizando os recursos ociosos para tarefas assincronas<br />desktop virtualizados<br />Software as a Service<br />colaboração<br />CRM, ERP<br />Enterprise Cloud: Como estão usando – cont.<br />26 - 33<br />
  27. 27. Deutsche Bank<br />ING Group<br />Bank of Tokyo (9º maior banco em ativos)<br />Orange<br />OTAN<br />NedBank (maior banco da Áfria do Sul)<br />ManTech: principal terceirizados de TI do governo americano (~10k funcionários)<br />Enterprise Cloud: Quem está usando<br />27 - 33<br />
  28. 28. Oracle / SUN<br />IBM<br />Enterprise Cloud: Fornecedores<br />28 - 33<br />
  29. 29. Exemplo de utilização<br />29 - 33<br />Das 07h00 às 19h59<br />A<br />A<br />A<br />A<br />B<br />B<br />B<br />C<br />C<br />D<br />E<br />F<br />F<br />F<br />F<br />F<br />F<br />F<br />F<br />G<br />G<br />H<br />I<br />Box liberados<br />
  30. 30. Exemplo de utilização<br />30 - 33<br />Das 07h00 às 19h59<br />A<br />A<br />A<br />A<br />B<br />B<br />B<br />C<br />C<br />D<br />E<br />F<br />F<br />F<br />F<br />F<br />F<br />F<br />F<br />G<br />G<br />H<br />I<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />Tarefas Assíncronas<br />
  31. 31. Exemplo de utilização<br />31 - 33<br />Sistemas que necessitam rodar sempre (teste de batch, cron, etc)<br />Das 20h00 às 06h59<br />A<br />A<br />A<br />A<br />B<br />B<br />B<br />C<br />C<br />D<br />E<br />F<br />F<br />F<br />F<br />F<br />F<br />F<br />F<br />G<br />G<br />H<br />I<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />=<br />
  32. 32. Exemplo de utilização<br />32 - 33<br />Das 20h00 às 06h59<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />C<br />C<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />B<br />Batch, DW, etc.<br />
  33. 33. 33 - 5<br />Obrigado!<br />

×