Criciúma, 07 de agosto de 2012 l Terça-feira, edição concluída às 21h05                                    R$ 1,50        ...
02                                   Criciúma, 07 de agosto de 2012 l Terça-feira                                         ...
[                      Chegada da                                                      ]                                  ...
04                           Criciúma, 07 de agosto de 2012 l Terça-feira               Gasolina pode sofrer novo reajuste...
Criciúma, 07 de agosto de 2012 l Terça-feira         05                ENTREVISTA ESPECIAL                            ROBS...
06              Criciúma, 07 de agosto de 2012 l Terça-feira Destilando veneno!                                           ...
Hora do Sul
Hora do Sul
Hora do Sul
Hora do Sul
Hora do Sul
Hora do Sul
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Hora do Sul

507 views
464 views

Published on

Published in: News & Politics
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
507
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Hora do Sul

  1. 1. Criciúma, 07 de agosto de 2012 l Terça-feira, edição concluída às 21h05 R$ 1,50 Preço da gasolinam OportunidadesSaiba ondeencontrar os pode sofrer reajusteempregos Hora do Sul traz diariamen-te as melhores ofertas deempregos na região. Alémdisso, confira também ondetem os melhores concursos.PÁGINA 08 m Presidenta da Petrobras, Graça Foster, defendeu ontem novo reajuste no mercado interno. PÁGINA 04 FERNANDO RIBEIRO / CEC / HSulm F. MachadoPerseguiçãopelas ruas doRio Maina A Guarda Municipal per-seguiu um homem que por-tava uma arma de fogo.Ele gerou momentos de ter-ror a uma família do BairroMetropol. PÁGINA 10 “ Justiça joga em dois times. Num, é nome próprio. Nou- tro, comum. Ao nomear a instituição, o Poder Judici- ário, grafa-se com a inicial grandona”. DICAS DE PORTUGUÊS com Dad Squarisi, PÁGINA 09m OlimpíadasAna Claudiacai na primeirafase dos 200m Físico ganha jogo Enquanto isso, ginásticaganha o primeiro ouro damodalidade na história dacompetição. Resultado fazo Brasil chegar a oitavamedalha. PÁGINA 12 m Apesar da derrota no clássico, a autoestima do grupo não foi abalada. Novo desafio é sábado. PÁGINA 11
  2. 2. 02 Criciúma, 07 de agosto de 2012 l Terça-feira Os nossos jornais, os jornais regionais, PeloEstado não deixam a desejar em termos gráficos ou editoriais. Entrevista ADEMIR ARNON “A ACI é intransigente na Marcelo Fernandes/Divulgação ACI defesa da democracia” À frente da réplica do prelo no qual foi editado o primeiro número do jornal “O Catharinense”, na Laguna de 1831, Ademir Arnon, presidente da Associação Catarinense de Imprensa (ACI), reforça a importância de se manter vivas a memória e a história. Mas, com os dois pés na modernidade, está à frente do projeto de instalação do Museu da Comunicação, planejado nos moldes dos museus da Língua Portuguesa e do Futebol, de São Paulo. Nessa entrevista exclusiva à reportagem da ADI- SC/Central de Diários/CNR-SC, Arnon fala das comemorações pelos 80 anos da entidade e dos planos para o futuro da ACI. [PeloEstado] - ACI 80 anos. é defender o profissional de Co- tv, jornal, além das categorias da Imprensa catarinense como [PE] - Comparando com o Fale um pouco da trajetória municação, sem abrir mão da de- repórter-fotográfico e repórter um todo, desde a fundação do que conhece do Brasil e do da associação e do que está fesa das garantias democráticas. cinematográfico. No dia 11 de primeiro jornal, O Catharinen- mundo, como está a im- sendo organizado para co- agosto, acontece o 5º Encontro se, em 1831. A ideia é evitar que prensa catarinense hoje? memorar a data. [PE] - Qual a programa- da Imprensa de Santa Cata- seja meramente um espaço para AA - Estamos muito bem. Há Ademir Arnon - A Associa- ção para comemorar os 80 rina em Chapecó, com home- exposição de peças antigas. Que- dois anos eu tive o prazer de, jun- ção Catarinense de Imprensa, a anos da ACI? nagens aos profissionais da remos algo no estilo do Museu to com a ADI-SC, visitar gran- ACI, foi fundada em 31 de julho AA - A programação começou Imprensa com 50 anos de ati- da Língua Portuguesa e do Mu- des centros de comunicação na de 1932 por Altino Flores. É a no dia 27 de julho, com home- vidade na área. Teremos ainda seu do Futebol, ambos em São Itália. Percebemos que temos entidade máter da Comunica- nagens a Jerônimo Coelho, fun- o lançamento do livro ACI 80 Paulo, com muita tecnologia. muito a avançar, mas ficou evi- ção catarinense e uma das mais dador da Imprensa, na Capital anos - A voz da Comunicação dente que são muitos os nossos antigas do Brasil. Quando a ACI e, dias mais tarde, em Laguna, Catarinense, do Moacir Perei- [PE] - Terá algum outro ser- méritos. Em relação ao Brasil, a foi fundada, tinha caráter não onde tudo começou. Também ra, que será realizado no Rio de viço associado ao museu? imprensa catarinense está mui- só associativo, mas cumpria vale lembrar que a Associação Janeiro, na sede da ABI. Um de- AA - Queremos instalar ali um to bem. Os nossos jornais, os também o papel reivindicatório e a Maçonaria catarinense têm talhe: teremos eventos em todas espaço cultural, para lançamen- jornais regionais, não deixam a que o sindicato passou a exercer o mesmo patrono, que é o Je- as regionais: Chapecó, Criciú- to de livros, para exposição de desejar em termos gráficos ou a partir da década de 50. Curio- rônimo Coelho. Por isso esses ma, Laguna, Joinville e Itajaí. artes, que se converta em caixa editoriais. E aí a ADI-SC teve dois atos são realizados sempre Aliás, posso adiantar que temos de ressonância da Comunicação samente, já nasceu com um um papel fundamental no sen- em conjunto. Até o dia 15 de de- planos para instituir mais duas e da Cultura de Santa Catarina. espírito pluralista. Não se ocu- tido de promover essa qualifi- zembro, quando ocorre o even- regionais, provavelmente para o Teremos um amplo auditório pava apenas com jornalistas, to de encerramento das come- cação. Contribui para isso o fato mas também com profissionais Meio Oeste e Planalto. para realização de cursos de de o Índice de Desenvolvimento morações, teremos uma série qualificação e aprimoramento, de outras áreas da Comunica- de atividades, não só de confra- [PE] - Que outros projetos Humano (IDH) de Santa Ca- ção. Outro detalhe interessante e um espaço gourmet para con- tarina ser bastante elevado em ternização, mas também even- estão na pauta da ACI? fraternizações e eventos. Quere- da história da ACI é que ela é e tos significativos, como o do dia AA - O nosso grande desafio é relação à média nacional e o de sempre foi filiada à Associação mos que seja a Casa do Jornalis- termos leitores diferenciados. 23 de agosto, quando vamos consolidar o Museu da Comuni- Brasileira de Imprensa, a ABI, ta, como a ACI é conhecida. Além disso, a mídia regional realizar, na Capital, o Simpósio cação, que deve ser um museu com sede no Rio de Janeiro, e Judiciário e Imprensa e, no dia moderno, que vai se constituir fala o que interessa à população sempre teve e tem relações in- [PE] - A ACI também oferece local. Defendo que os jornais 9 de novembro, em Chapecó, o num projeto de Parceria Públi- cursos para os profissionais ternacionais, com associados es- Seminário Convergência pela co Privada, o que vai garantir regionais, principalmente os trangeiros ou correspondentes da área. Qual o objetivo? diários, devem permanecer pre- Democracia. Teremos edições acesso gratuito à população. A AA - Nosso objetivo é oferecer internacionais. Na maior parte, do Pautas e Panelas, quando primeira parte é a restauração ocupados em trazer em suas pá- os associados da ACI eram a eli- condições para que o profissio- ginas assuntos regionais. Assim reunimos profissionais da Co- do espaço que vai abrigar o mu- nal possa se aprimorar perma- te intelectual de Santa Catarina. municação para um bate-papo seu, prédio que pertence ao go- o leitor continuará sendo fiel. Tanto que o Altino Flores tam- nentemente. Para isso, temos gourmet, e o grande evento verno do Estado. Foi feita uma parcerias com universidades e bém fundou a Associação Cata- comemorativo aos 80 anos da cessão pública e o edifício agora [PE] - ACI tem foco no inte- rinense de Letras. Os grandes institutos, públicos e privados, rior catarinense? ACI está marcado para o dia 7 vai abrigar o museu e a ACI. Vai nomes da literatura catarinense para proporcionar cursos aces- AA - A ACI tinha uma presen- de agosto (terça-feira). Trata-se ser feita também a ampliação sempre estiveram vinculados à do prédio. Os projetos já estão síveis em termos de cursos e de ça muito tímida no interior. Há da Sessão Solene na Assembleia nossa associação. prontos e, como o prédio é tom- interesse dos profissionais da uma década começamos a atuar Legislativa em Homenagem aos “80 Anos de Fundação da Asso- bado, resultaram de uma par- área. Com o espaço que tere- mais fortemente nos municí- [PeloEstado] - O senhor ciação Catarinense de Imprensa ceria entre a ACI e a Fundação mos no Museu da Comunica- pios para além da Capital. Para falou que a ACI cumpria e ao seu fundador, Jornalista Catarinense de Cultura, a FCC. ção, devemos intensificar esse mim, na Comunicação não exis- um papel reivindicatório. Altino Flores”. O edital para essas obras será trabalho. Vale lembrar que será te interior, especialmente com o Como isso se dava? lançado muito em breve. criada a Associação Amigos do advento da internet. Tanto que AA - A ACI sempre teve, desde [PE] - Também está pre- Museu da Comunicação, reu- o segundo maior polo de Comu- sua primeira formação, a defesa vista a entrega de prê- [PE] - Que diferencial terá nindo pessoas e empresas que nicação do estado é Chapecó, intransigente das liberdades de mios, não é? o Museu da Comunicação? darão suporte ao trabalho que superando Joinville e atrás ape- Imprensa e de expressão, das AA - Sim. No dia 8 de agosto AA - Será um espaço interati- queremos realizar ali. É bom nas da Capital. Mas, pela carên- liberdades democráticas. Isso é será entregue o Prêmio Dakir vo, moderno, dinâmico, afina- que se diga que todas as vezes cia que os profissionais das regi- uma marca muito forte, ainda Polidoro de Imprensa, em do com os conceitos mais mo- em que apresentei a ideia do ões reportam, nos fizemos mais mais se considerarmos que nes- Sessão Solene na Câmara de dernos que têm sido aplicados museu houve uma grande re- presentes com a realização de ses 80 anos a Associação atra- Vereadores da Capital, em ho- mundialmente em museus. ceptividade e entusiasmo. A palestras, eventos e cursos nas vessou várias fases do país, al- menagem aos profissionais que Queremos resgatar não só os 80 sociedade catarinense está es- mais diversas regiões. Nós nos gumas de ditadura. Nosso foco se destacaram nos meios rádio, anos de atividades da ACI, mas perando por isso. descentralizamos. Andréa Leonora e Camila Latrova (Edição: Andréa Leonora) �lorian��oli�� �� 06Ago12 CENTRAL DE DIÁRIOS PeloEstado TRINTA INTEGRADOS TRINTA INTEGRADOS peloestado@centraldediarios.com.br DIÁRIOS PRESENÇA EM www.centraldediarios.com.br INTEGRADOS 62% DE SC
  3. 3. [ Chegada da ] 03 primeira expedição exploratória do Brasil Criciúma, 07 de agosto de 2012 l Terça-feira Da Redação Terça-feira: sol com algumas nu- @ vens. Não chove. Você também pode participar da coluna com sugestões, dicas, críticas, elogios ou agradecimentos. Participe: redacao@horadosul.com.br MANHÃ TARDE NOITE 24º Máxima 19º Mínima Cartilha de material FONTE: Climatempo reciclável em escolas O setor de Educação da Autarquia de Segurança, Trânsito e Transporte de Criciúma (ASTC) em Combate ao tabagismo é referência no Estadoparceria com a Fundação do Meio Ambiente de Criciúma (Famcri), criou uma cartilha de materialreciclável sobre trânsito e meio ambiente. Segundo a coordenadora de Educação, Fátima Darós,as cartilhas são entregues aos alunos de todas as redes de ensino, do 1° até o 9° ano do ensinofundamental. Desde que as escolas voltaram das férias, a equipe de Educação da ASTC tem ido àsescolas para apresentar o conteúdo. Foram feitos em torno de 20 mil exemplares que estão sendo DIVULGAÇÃO / HSuldistribuídos nas escolas que estão inscritas no Projeto Cidadania no Trânsito em outros projetos de CRICIÚMAEducação da Autarquia. Há dez anos foi implanta-m Portal Shopping do em Criciúma o Programa de Combate ao Tabagismo O Portal Shopping, empreendimento atacadis- nenses, que aproveitaram para fazer suas primei- da secretaria do sistema data de moda, lançou sua coleção Primavera/Ve- ras aquisições para as próximas estações. Nesta Saúde. Desde a criação diver-rão 2013 no último domingo e aposta nos clientes segunda-feira, 6, outros 20 ônibus com clientes sas atividades foram realiza-de outros estados para alavancar suas vendas. Já das cidades paranaenses de Curitiba, Cascavel e das no município enquantono domingo, o shopping recebeu compradores do Foz do Iguaçu também desembarcaram no Portal de dois anos para cá os tra-Paraná e do Rio Grande do Sul, além dos catari- Shopping para conhecer a nova coleção balhos foram intensificados. São feitas abordagens, gru- pos de tratamento, além dam Sul in moda parceria criada com a secre- taria do sistema da Educação O Núcleo de Moda da Amrec já marcou a dústrias de confecção do sul e de outras regiões para atuar na questão preven-data para a 16º Sul in Moda. O evento será re- catarinenses para apresentar suas coleções de tiva. Essa atuação no muni-alizado nos dias 7 e 8 de janeiro, das 8 horas às inverno 2013. Interessadas em participar como cípio se tornou referência em19 horas no Siso´s Hall. A rodada de negócios é expositores podem fazer inscrição através do e- Santa Catarina, tanto que deconsiderada um dos mais importantes encontros mail nucleodemodaamrec@gmail.com. O telefo- 29 a 31 de agosto a coorde-de negócios de moda do Estado e reúne as in- ne para contato é o (48) 3478-1786. nadora do programa, An- Trabalho e ações se iniciaram há 10 anos e hoje colhe resultados dréia Sharon Salomão Netto, estará em Balneário Cambo-m Escola do Legislativo riú para apresentar os prin- rerá no Rio de Janeiro. Con- são mais de 200 mil mortes cipais objetivos, resultados forme Andréia, esse reco- por ano, o que supera os nú- Atendendo pedido da Câmara Municipal de to, das 9 às 12 horas e das 13h30 às 17h30, Cur- e perspectivas do programa nhecimento é uma resposta meros por alcoolismo, AIDS,Criciúma, a Escola da Assembleia Legislativa de so de Cerimonial Público e Empresarial, Protocolo, em Criciúma. Lá acontecerá o ao empenho da equipe que acidente de trânsito, homicí-Santa Catarina realiza nos dias 22 e 23 de agos- Ordem e Procedência. seminário Estadual de Vigi- trabalha motivada para atu- dio e suicídio juntos. lância de Doenças e Agravos ar de forma diferenciada. O evento no Rio de Janei- não Transmissíveis (DANT). “Com essa participação nos ro tratará sobre o objetivom Bairro da juventude Por outro lado, o bom de- dois eventos a equipe traba- de avançar em temas direta- sempenho na cidade ultra- lhará com mais qualidade e mente ligados as dinâmicas O projeto Ligados na Rede é finalista na- projeto Ligados na Rede venceu, junto com o passa o limite do Estado. os usuários se motivam a de tratamento, como formacional para o prêmio Ser Humano, promo- projeto Turminha do Futuro, a etapa estadual Criciúma foi convidada para continuar no tratamento”, de instrumentalizar os pro-vido pela Associação Brasileira de Recursos da premiação, e agora os dois competem na representar Santa Catari- avaliou a coordenadora. fissionais de saúde que hojeHumanos (ABRH). O projeto é realizado categoria Empresa Cidadã, na modalidade na nos dias 12 e 13 de se- Em Criciúma existem 36 se deparam com questõesdesde 2004 pela Betha Sistemas em parce- Desenvolvimento Sustentável e Responsabili- tembro, no 1° Encontro de mil fumantes. Dados da Vigi- como recaídas de pacien-ria com o Bairro da Juventude. Em 2011 o dade Social. Profissionais de Saúde para lância em Saúde comprovam tes, os quais chegam ao fi- Abordagem e Tratamento que o tabagismo é um gran- nal do tratamento sem ter do Tabagismo na Realida- de problema de saúde públi- conseguido deixar de fumar,m Parceria de do SUS. O evento será ca, pois mata mais de cinco pacientes hospitalizados, promovido pelo Instituto milhões de pessoas anual- adolescentes tabagistas, grá- Qualificar professores, alunos e profissio- vênio que a Eletrosul celebra, nesta segun- Nacional de Câncer e ocor- mente no mundo. No Brasil vidas, entre outros.nais, produzir pesquisa e desenvolvimento da-feira (06), com a Associação Beneficentetecnológico, bem como realizar ações edu- da Indústria Carbonífera de Santa Catarinacacionais são os principais objetivos do con- – SATC, em Criciúma. expediente DIRETOR EXECUTIVO: Régis Cristiano S. da Silva FALE CONOSCO: (48) 3430-1530 redacao@horadosul.com.br comercial@horadosul.com.br Representante Central de Comunicação S/S, (48) 3216-0600 Rua Santo Antonio, 680 - Centro - CEP 88811-040 | Criciúma - Santa Catarina
  4. 4. 04 Criciúma, 07 de agosto de 2012 l Terça-feira Gasolina pode sofrer novo reajuste DIVULGAÇÃO / HSulRIO DE JANEIRO ajustamento de preços, sim, poços secos, além da perda na busca de 100% da parida- de valor do estoque de petró- de”, afirmou à Graça Foster leo e derivados fora do país. A presidenta da Petrobras, à imprensa, após a apresen- “Tudo isso é que provoca oGraça Foster, defendeu on- tação dos resultados. “Tenho resultado ruim de R$1,3 bi-tem novo reajuste no preço que acreditar sempre que lhão de perdas”.da gasolina e do diesel no haverá reajustes e demons- Para reverter o prejuízo, amercado interno. Como a trar com fatos e dados que, estatal informou ainda queestatal compra combustível periodicamente - não instan- pretende diminuir a depen-com preço mais alto do que taneamente, porque a políti- dência do mercado externo,o de revenda, a defasagem ca é de médio e longo prazo do qual comprou U$ 6 bilhõesde preços é um dos fatores - [há necessidade de que] fa- de diesel e gasolina no pri-responsáveis pelo prejuízo çamos correções. meiro semestre. Prevê aindade R$ 1,3 bilhão da compa- A presidenta da Petrobras aumento do processamentonhia no segundo trimestre também explicou que o re- nas refinarias, a entrada emdeste ano. sultado negativo da compa- operação da unidade Abreu Graça Foster assegurou nhia - o primeiro nos últimos e Lima (PE), de plantas deque, “de forma sistemática”, dez anos - reflete principal- beneficiamento de diesel, etem falado do problema com mente a depreciação do real também aposta no aumentoo Conselho de Administra- em relação ao dólar e diz que da adição do etanol à gasoli-ção da empresa. Formado o ideal para a companhia se- na – o que permitiria impor-por integrantes do governo ria que a moeda estrangeira tar menos deste combustível.federal, como os ministros oscilasse entre R$ 1,95 e R$ Graça Foster também afir-de Minas e Energia e do Pla- 2. Como não há “bola de ma ainda que, independentenejamento, o órgão recente- cristal para acertar nas previ- da autorização para aumentomente autorizou aumentos sões”, declara que está “aler- de preço dos combustíveis ede 8% da gasolina e de 4% ta às flutuações”. do câmbio, é possível aumen-do diesel. Esses reajustes de- “O prejuízo não vem só tar a eficiência da empresa evem puxar para cima os pró- por conta da defasagem de reduzir custos. “Ainda nãoximos balanços. Os ajustes, preços [dos combustíveis]. chegamos ao limite de pro-no entanto, não foram sufi- Tivemos uma valorização cessamento [de combustí-cientes para garantir a pari- bastante expressiva do câm- vel]”, acrescentou o diretordade entre os preços externo bio e esse resultado não foi de Abastecimento, José Car-e interno. surpresa para nós”, afirmou, los Consenza, que crê na re- “Conversamos sobre o re- ao citar também o registro de versão do prejuízo em breve. Postos BR podem vender gasolina mais cara nos próximos dias para encerrar com a defasagem Eleitor tem até amanhã para requer domicílio (48) 9106-6277 / 3433-3300CRECI 665 J www.emicril.com.br VENDA CRICIÚMA p elo Tribunal Sup erior zona do eleitor. Eleitoral (TSE) para as Antes de processar o Eleições 2012. Já o eleitor p edido, o juiz deter mi- Até amanhã, 60 dias que preferir solicitar a se- nará que seja conferida antes das eleições mu- gunda via do tít ulo na ci- a assinat ura constante nicipais deste ano, é o dade em que vota p oderá do novo tít ulo com a da último dia para o eleitor requerê-la até o dia 27 de folha individual de vota- que estiver fora do seu setembro. ção ou do requerimento Ed. Albi Ed. Vicente de Paula domicílio eleitoral reque- Segundo o artigo 53 do de inscrição. Deferido o Ed. Domingos Bristot 3 dormit.(2 suites), Ed. Porto de Ilhéus 2 dormit., cozinha, rer a segunda via do tí- Código Eleitoral brasileiro, p edido, o tít ulo será en- 3 dormit.(1 suite), sacada c/ churr., 1 vaga sacada c/ churr., 1 vaga 2 e 3 dormit.(1 suite), e demais dep. Próx. t ulo em qualquer cartório esse requerimento, acom- viado ao juiz da zona que sacada c/ churr., 1 e demais dep. Próx. sacada, com churr., 1 Fábrica da Costela eleitoral. O eleitor deve panhado de um novo títu- remeteu o requerimento, vaga e demais dep. Hosp. São José vaga e demais, dep. infor mar se deseja rece- lo assinado pelo eleitor na caso o eleitor haja solici- Santa Bárbara Centro - Inc. nº 77.132 bê-la na sua zona eleito- presença do escrivão ou tado essa providência, ou OFERTA DA SEMANA ral ou naquela em que a de funcionário designado f icará em cartório aguar- GALERIA BELUNO - Apto. com 3 dormit.(1 suite), coz., sala requereu, de acordo com e de uma fotografia, será dando que o interessado estar/jantar, bwc, 2 sacadas (1 c/churr.) e 1 vaga. Siderópolis o calendário aprovado encaminhado ao juiz da o procure. PORTO DOS CORAIS - Apto. com 2 dormit.(1 suite), coz., Venda de carros é melhor sala estar/jantar, bwc, área serviço, sac.churr., 1 vaga. Içara IMPERIAL - Apto. c/ 3 dormit.(1 suite), cozinha, sala estar/jantar, bwc, área serviço, sacada e 1 vaga. Próx. Mercado Althoff CASA MISTA de 2 pisos, com 3 dormit., 2 vagas e demais dep. Muro e grade. Próspera ED. DONA IGNEZ 3 dormit.(1 suite), cozinha, sala de estar/jantar, bwc, TERRENO com 389,66m² (12,30 x 31,68m), Rua Solvenir dos Santos - Recanto Verde área de serviço, sacada com churrasqueira, salão de festas, 1 vaga. Próx. Joaquim Ramos CRICIÚMA visto em julho também sentados no mês passado LOCAÇÃO foi o segundo melhor se devem à p olítica de GALERIA LUCIO CAVALER - Apto. 202, c/ 3 dormit., cozinha, sala, bwc, dep. de empregada. Valor R$ 700 + taxas para todos os meses da redução do Imp osto so- MACHADO DE ASSIS - Bl. B - Apto. 406, c/ 3 dormit., cozinha, sala, bwc, área de serviço e 1 vaga. Valor R$ 450 + taxas As vendas de automó- história, p erdendo ap enas bre Produtos Indust riali- SALA TÉRREA com 275,00m², mezanino com 74,00m² e estac. p/ 4 carros. Rua Joaquim Nabuco. Valor R$ 7.500 + taxas SALA TÉRREA nº 1, com 500,00m². Rua Joaquim Nabuco, 100 - Ed. Jean de Cesaro - Centro. Valor R$ 3.800,00 + taxas veis, comerciais leve, ca- para dezembro de 2010, zados (IPI), válido desde SALA TÉRREA nº 2, Rua Joaquim Nabuco - Ed. Costa do Sol - Centro. Valor R$ 1.000,00 + taxas minhões e ônibus bate- quando foram emplaca- o f im de maio. Segundo SALA COMERCIAL TÉRREA I, com aprox. 164,00m², localizada na rua Palamede Milioli, 230. Valor R$ 1.600 + taxas ram recorde para o mês dos 381.70 0 veículos. ele, este quadro deve le- SALA COMERCIAL TÉRREA II, com aprox. 150,00m², localizada na rua Palamede Milioli, 230. Valor R$ 1.600 + taxas de julho, ao atingirem De acordo com o pre- var agosto a bater recor- SALA COMERCIAL (SOBRELOJA), com 200,00m² - Av. Centenário nº 4735 - Pio Correa. Valor R$ 1.500,00 + taxas 364.196 unidades, o que sidente da Associação de de vendas e também SALA TÉRREA nº 2, com 25,00m², bwc e recepção. Rua Victor Meirelles 257. Ótima p/ psicólogo, nutric. R$ 450,00 + taxas SALA TÉRREA com 156,77m², com 2 bwcs, no centro de Rio Maina. R$ 4.200,00 + taxas representa uma alta de Nacional dos Fabricantes de produção, sup erando, 4 SALAS AÉREAS com áreas entre 37,59 e 51,51m², com bwc, no centro de Rio Maina. R$ 700,00 cada + taxas. 3,1% sobre junho e de de Veículos Automotores neste caso, agosto de PAVILHÃO com 1.575,00m², localizado na rua João Paulo II - trevo de saida para Içara. Valor R$ 9.500 + taxas 18,9% ante julho de 2011. (Anfavea), Cledorvino 2011, quando foram fabri- PAVILHÃO com 3.200,00m², localizado no Bairro São Luiz. Valor R$ 10.000,00 + taxas Além disso, o resultado Belini, os recordes apre- cados 326.162 veículos.
  5. 5. Criciúma, 07 de agosto de 2012 l Terça-feira 05 ENTREVISTA ESPECIAL ROBSON BRAGA DE ANDRADE “Fizemos nosso dever de casa” Fotos: Miguel Ângelo/CNI Mineiro de São João Del Rey e engenheiro mecânico formado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Robson Braga de Andrade assumiu a presidência da Confederação Nacional da Indústria (CNI) em outubro de 2010. Antes, foi presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) por dois mandatos (2002 a 2010). À frente da CNI, tem atuado firmemente, junto ao governo federal e ao Congresso Nacional, na adoção de medidas que ampliem a competitividade da indústria e melhorem o ambiente de negócios no país. A CNI representa a indústria brasileira, setor que responde por um quarto da economia nacional, emprega um em cada quatro trabalhadores com carteira assinada e é responsável por um terço dos investimentos em pesquisa e desenvolvimento do país. Reúne 27 federações de indústria e cerca de 1.200 sindicatos do Brasil inteiro. Durante essa entrevista exclusiva que concedeu à rede formada pela Associação dos Diários do Interior do Brasil (ADI-BR) e Central de Diários do Interior (CDI), foi categórico: “O modelo de estímulo ao consumo para recuperar a atividade econômica está se esgotando”.Qual sua opinião sobre o te, com efeito imediato na com- 2011, acompanhando o fraco de- RA - Não. Fizemos nosso de- Maior partiram de sugestões doprograma Brasil Maior? petitividade, pois reduz custos. sempenho do PIB, de 2,7%. As ver de casa com louvor, como empresariado. Cada vez mais, a Outra, a recuperação dos cré- últimas estimativas da CNI são mostra o documento A Indús- agenda presidencial se aproxi-Robson Andrade - As me- ditos de exportação. Uma ter- de um crescimento de 2,1% do tria Brasileira no Caminho da ma da agenda da competitivida-didas do Plano são positivas, ceira medida importante seria PIB este ano e de apenas 1,6% Sustentabilidade, que divulga- de defendida com afinco pelostanto na área de desoneração a compensação de créditos em da indústria. É muito pouco. Na mos na Rio+ 20. O documento, empresários. Foi assim com atributária quanto na de finan- tributos federais. Sem falar na prática, é estagnação. consistente, substancioso, com- prioridade à inovação, quando aciamento. Respondem, em par- necessidade de melhorar a pre- prova que, com investimentos e presidenta Dilma nos visitou nate, à perda de dinamismo e de cária infraestrutura do país. O O que falta ao Brasil e aos inovação, a indústria brasileira CNI, em 13 de abril, para conhe-competitividade da indústria. repertório é amplo. brasileiros para sermos reduziu consideravelmente o cer em detalhes o Programa deA redução para 50% da parcela de fato desenvolvidos impacto de sua atividade no Apoio à Competitividade dado faturamento oriundo das ex- Tem sido divulgado que industrialmente? meio ambiente nos últimos 20 Indústria Brasileira. O progra-portações para enquadramento o Brasil está em plena anos, desde a Eco-92. Diminu- ma investirá R$ 1,9 bilhão paracomo empresa exportadora, por ascensão industrial, em RA - Aumentar a competitivi- dade é vital. Não é possível à ímos as emissões de gases de ampliar a atuação do Serviçoexemplo, permite que mais em- crescimento. Isso é fato? efeito estufa, ampliamos a reci- Nacional de Aprendizagem In-presas se beneficiem da isenção indústria brasileira competir RA - Não, não é fato. Muito pelo em igualdade de condições clagem e o uso de insumos reno- dustrial, o Senai, em inovaçãode IPI e PIS/Confins na compra contrário. A indústria de trans- váveis, reaproveitamos a água, tecnológica e educação profis-de insumos. A ampliação a ou- arcando com encargos previ- formação, que é o eixo dinâmi- denciários que são 11 pontos entre várias outras iniciativas sional. Foi assim, também, comtros setores da desoneração da co do setor, estagnou no ano bem-sucedidas de sustentabili- as taxas de juros, que ela conse-folha de pessoal, que deveria ser percentuais maiores do que a passado, com um crescimento média de países como Estados dade. Há vários exemplos disso. guiu baixar, outra bandeira doopcional e não obrigatória, tam- de apenas 0,1%. Acendeu a luz Hoje, 97,6% das embalagens de empresariado, e parece que serábém é bem-vinda. Mas o Plano Unidos, México e Alemanha, vermelha e, por isso, o governo para citar só três. Ou pagando alumínio são recicladas no país, assim, igualmente, com o altoBrasil Maior deve e tem de ser se viu obrigado a baixar duas um desempenho invejável, um custo da tarifa de energia elétri-aperfeiçoado. Não pode se limi- pelo gás natural quatro vezes edições do Plano Brasil Maior, mais do que a indústria ame- dos mais altos índices do mun- ca. A presidenta Dilma é sensí-tar a medidas pontuais e tran- a primeira em agosto de 2011 do. A celulose e o papel produ- ricana. A constatação de que vel a argumentos racionais.sitórias. O modelo de estímulo e a última em abril desse ano. zidos no Brasil provêm integral-ao consumo para recuperar a 40,3% do preço dos produtos O quadro de estagnação, infe- industriais no Brasil resultam mente de florestas plantadas,atividade econômica está se lizmente, não mudou de 2011 enquanto a indústria químicaesgotando, pela inadimplência de impostos dá bem a medida para cá. Pesquisas recentes da de como nosso sistema tribu- reduziu em 47% suas emissõeselevada e pelo endividamento CNI sobre o comportamento da de CO2 em dez anos.das famílias. tário corrói a competitividade. indústria, tanto a Indicadores Para fortalecer a indústria, é Industriais quanto a Sondagem Como avalia a relação daO que está faltando? preciso, insisto, atacar gargalos presidenta Dilma Rousseff Industrial, apontam quedas na estruturais, como a legislação produção, no emprego, nas ho- com os industriais?RA - Falta ainda muita coisa. tributária perversa e comple-Aumentar a competitividade ras trabalhadas, na utilização da xa a que acabei de me referir, RA - Não poderia ser melhor.das empresas brasileiras, abso- capacidade instalada. a lei trabalhista anacrônica, Tanto é que a presidenta já se “Para fortalecer alutamente crucial numa concor- de altíssimo custo, a educação reuniu duas vezes, em menos indústria, é precisorência cada vez mais feroz, com O crescimento é fogo de de três meses, no fim de mar- palha ou podemos falar deficiente, a infraestrutura pre- atacar gargaloso estreitamento dos mercados cária, a burocracia sufocante. É ço e no início de maio, com osprovocado pela crise econômica em voo de cruzeiro? A um processo difícil, complexo, líderes empresariais no Palácio estruturais: legislaçãointernacional, é um processo. indústria brasileira vai porque mexe em estruturas, do Planalto, e deve ter novo tributária perversaComo processo, exige outras continuar crescendo? encontro agora, no começo de e complexa, lei privilégios e corporativismos,ações, de caráter mais estrutu- RA - Não é possível, infeliz- mas tem de ser feito se quere- agosto. Foram reuniões objeti- trabalhista anacrônicarante. Uma delas é a redução mente, prever uma velocidade mos ter um país próspero. vas, em que nós, empresários, e de altíssimo custo,dos custos da tarifa de energia de cruzeiro para a indústria no colocamos sem rodeios nossaselétrica, a quarta mais cara do curto prazo, principalmente pe- A CNI teve participou da preocupações e propostas sobre educação deficiente,mundo, que o governo, final- las turbulências da economia Conferência Rio+20, em os rumos da atividade econômi- infraestrutura precária emente, anuncia que fará. Essa, internacional. O setor industrial junho. A indústria é a vilã ca. Várias das medidas contidas burocracia sufocante.”sim, é uma medida estruturan- como um todo cresceu 1,6% em do meio ambiente? nas duas edições do Plano BrasilEdição: Andréa Leonora - ADI-Brasil/CDIEsta entrevista exclusiva foi disponibilizada para publicação em 120 jornais que formam a rede Associação dos Diários do Interior (ADI Brasil) e Central deDiários do Interior (CDI), somando 4 milhões de exemplares/dia e com potencial para atingir 20 milhões de leitores. A força do interior na integração editorial.
  6. 6. 06 Criciúma, 07 de agosto de 2012 l Terça-feira Destilando veneno! Jorginho descobre Nelson Rubens que Nina diz a verdade e a pede em casamento Você pode acompanhar o Nelson Rubens na Rede TV!, no programa TV Fama, de segunda a sexta, às 19h50’ e, aos sábados, às 20 horasl Candidato l Cheinha l Fofoquinha Finalmente, Jorginho (Cauã Segundo o jornal O Extra, daqui uns dez, quinze anos. Sabe quem o PSD irá lan- Suzy Rêgo assumindo de Maísinha fala que nem gen- Reymond) terá um pouco de o pedido acontece no lixão, Mas vai ter uma hora, que açar para vereador em SP? vez os quilos a mais! É garota te grande sobre os boatos de paz nos próximos capítulos durante o “casamento” de vida, Deus, o destino, sei lá,O ex-BBB Sérginho. A inten- propaganda de coleção de que estaria de “namorico”: “Es- de Avenida Brasil, da Glo- duas crianças de Mãe Lu- vai dar um jeito. E vocês vãoção é atrair votos LGBT... roupa para as gordinhas... tou acostumada com fofoca!” bo. Após acusar NIna (Dé- cinda. Ao fim da cerimônia, se encontrar de novo. Eu sei bora Falabella) de bandida Jorginho pede a palavra, disso porque eu tô aqui, com e interesseira, o jogador faz um discurso e se declara a mulher que eu amo, com a descobrirá que a cozinheira para Nina. garota com a qual eu me ca- sempre disse a verdade. Isso “Hoje é um dia muito im- sei aqui nesse lixão... A gente acontece quando ele vai até portante para vocês. Eu sei o se afastou, foi cada um pra Nicole Bahls até a favela onde estão escondi- que eu estou falando porque um lado, a gente se reencon- sonhava em sair de “A dos os bandidos que partici- eu já casei aqui, nesse mesmo trou, ficou junto, brigou, se fazenda” de volta ao param do falso sequestro de lixão, igualzinho a vocês. E odiou. E agora, ela tá bem “Pânico”. Nada feito: o Carminha (Adriana Esteves) eu posso dizer que isso é uma aqui do meu lado. Eu sei que contrato com a Record e arranca a verdade de um coisa muito séria. Um amor ela tá tão emocionada quan- dura 6 meses e ela fica deles. Ao descobrir que Nina que nem esse é um amor que to eu. Então, eu quero apro- “amarrada”. Só que não teve participação no não tem fim, que vai durar veitar e perguntar uma coisa Emilio Surita a quer de crime, ele implora que cozi- pra sempre. Vocês podem até para ela. Nina, você quer ca- volta para ontem... nheira o perdoe e a pede em tentar esquecer. Não dá pra sar comigo? Outra vez? Casa casamento. saber como vocês vão estar comigo de novo, Nina?”l Brincadeira? l Fácil l Fila andando Abre o olho, Japa! Será Sérgio Marone revela o que Não tem volta no namoroque a Sabrina Sato preci- todo mundo já sabe: “Não sou entre Rômulo Arantes Neto esa de concurso para con- um cara difícil de ser conquista- Maria Pinna. Ela até tentou re-seguir um namorado?! Ela do!” Maitê Proença, Alinne Mo- atar, só que deu de cara comestá com medo de ficar raes, Danielle Winits e Débora ele jantado com uma “amigapara titia... Bloch sabem bem disso... nova”, no Leblon. Já?! Tudo errado! Enquanto Kristen Stewart pediu desculpas públicas por ter traídoRobert Pattinson, o diretor Rupert Sanders– que foi visto com Kristen – também man-dou mensagem tentando se retratar com a mulher... Agora é tarde! malhação 17h30 Amor, eterno amor 18h Luísa aceita ajudar Moisés a prejudicar Gabriel Miriam fica desnorteada ao ver o anel no na luta, e Janjão fica preocupado. Guido e Babi dedo de Elisa e a destrata. Fernando é irô- fazem as pazes. Fôjo avisa a Moisés que não vai nico ao falar com Dimas sobre Priscila. Pedro se candidatar. Isabela chama Jefferson para sen- tenta tranquilizar Miriam. Valéria atrapalha tar perto dela, e Débora se anima. Cristal fala novamente a gravação do comercial de Jo- para Moisés que vai ficar com Gabriel. Janjão sué com seus ciúmes. Jacira volta de viagem aconselha Luísa a contar que foi ameaçada por e tenta saber notícias de Tobias. Angélica Moisés. Carmem lamenta não ter encontrado seu começa a se recuperar. Melissa descobre filho. Luísa conta a verdade para Gabriel. que Rodrigo pode retomar a terapia. cheias de charme 19h avenida brasil 21h Laércio avisa Chayene que Humberto não Darkson beija Tessália e se declara para conseguiu impedir que o reality show fosse ao ar. ela. Leleco recebe Muricy em sua casa. Sue- As Empreguetes aceitam o convite para gravar o len, Roni e Leandro dançam juntos. Leleco es- DVD de João Neto e Frederico e precisam ficar conde Muricy embaixo da cama e faz uma mais tempo viajando. Chayene chora ao ver o declaração de amor para Tessália. Verônica reality show no ar. Inácio sonha com Rosário e se se recusa a aceitar Monalisa como sua vizi- surpreende ao ver Dinha. Dois policiais chegam nha. Olenka termina com Silas. Jorginho pro- para prender Sandro. Patrick vê Sandro ser le- cura Lucinda. Carminha foge de casa e Nina vado pelos policiais. Samuel fala com o pai. vai atrás dela.

×