Your SlideShare is downloading. ×
0
Associação mumbai dabbawallas
Associação mumbai dabbawallas
Associação mumbai dabbawallas
Associação mumbai dabbawallas
Associação mumbai dabbawallas
Associação mumbai dabbawallas
Associação mumbai dabbawallas
Associação mumbai dabbawallas
Associação mumbai dabbawallas
Associação mumbai dabbawallas
Associação mumbai dabbawallas
Associação mumbai dabbawallas
Associação mumbai dabbawallas
Associação mumbai dabbawallas
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Associação mumbai dabbawallas

1,138

Published on

Log1a IBGM

Log1a IBGM

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,138
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Em um país como a Índia, com altas taxas de pobreza, surge um novofenômeno da logística, já reconhecido em todo mundo. São osdabbawalas (palavra hindu que vem do conceito de caixa-transportadora), formado por um batalhão de cinco mil homens queentregam refeições em Bombaim, na Índia.Com apenas bicicletas, carrinhos de mão e caixas de madeira, elesconseguem driblar o trânsito caótico e entregar as refeições na áreacomercial da cidade, tudo no horário marcado.
  • 2. Mais de 175.000 caixas são transportadas todos os dias na cidade. E tudo semove muito rápido, sem qualquer atraso e as refeições são entreguespontualmente às 12:30h.A revista Forbes já reconheceu a engenhosa forma de fazer as entregas.Conforme um artigo da publicação The Economist, o segredo está no sistemafeito por códigos, composto de cores e letras. Esse é compreendido pela maioriados funcionários, na maioria analfabetos e que chegam a ganhar 120 dólarespor mês.Conforme o site da empresa, o organograma é dividido por três níveishierárquicos. As caixas passam por estações de trem para chegar até a áreacomercial, e são transportadas por bicicletas até o destino final. Para se ter umaidéia, as refeições chegam a trocar de mãos até quatro vezes durante opercurso. Os índices de falha são praticamente zero. Ocorre um erro a cada 16milhões de entregas dos dabbawalas, conforme a revista The Economist.
  • 3. Por causa da sua eficiência, o sistema é até explicado em palestras portodo mundo. Na platéia, empresas como Coca-Cola, Siemens, além dealunos de Harvard e Michigan. Segundo o site da empresa, durante asapresentações, os espectadores conhecem a gestão dos dabbawalas,lições de motivação que eles usam no dia-a-dia, além de auxiliarempresas em situações graves. Idéia e modelo de empreendedorismo.O mais extraordinário aos olhos de muitos ocidentais, é que o sucessodo comércio dabbawala não envolve nenhuma.tecnologia.avançada. .
  • 4. Cada caixa é diferenciada e classificadas ao longo do percurso, combase em marcações na tampa, que dão uma indicação da fonte, bemcomo o endereço de destino. Cada caixa é codificado por cor emarcada com siglas simples, como HO para o hospital, de acordo comseu destino final. Por exemplo, NXXF onde N representa o númerodabbawalas (atribuído pela associação) XX é uma combinaçãoindicando o edifício e F é o número do andar do edifício onde marmitaserá entregue. A tampa também é marcado com um número quedenota a estação onde a marmita será descarregada, seguido por umaletra indicando a estação de.origem.
  • 5. Eles cobrem uma área total de 60 km em 3 horas. Cada funcionário ganhacerca de 120 dólares por mês, pela entrega de cerca de 25 a 30 caixas por dia.As caixas são colocadas a bordo de um trem especial conhecido como"dabbawala especial". Ao longo do percurso, em estações intermediárias, ascaixas são descarregadas ou carregadas até o destino final por um segundoconjunto de dabbawalas. Geralmente, eles escolhem utilizar o últimocompartimento.do.trem.A classificação seis sigma (3,4 erros em 1 milhão de transações) coloca osdabbawalas com desempenho igual ao das multinacionais. Sua eficiência nogerenciamento do tempo é um recorde mundial.
  • 6. •10:34 - 11:20h - Os dabbawalas carregam as caixas de madeira cheias demarmitas no trem.•11:20 - 12:30h – Neste horário, a descarga ocorre na estação de destino, asrefeições são reorganizadas seguindo para o local de entrega. Em determinadasáreas com alta densidade de clientes, é destinada uma caixa especial,organizada por 3 ou 4 dabbawalas.•1:15 - 2:00h - Começa o processo de coleta onde os dabbawalas tem que pegaras marmitas dos escritórios onde haviam entregue, uma hora atrás.• 2:00 - 2:30 - O encontro de dabbawalla na estação para a segregação deacordo com o bairro de destino.•2:48 - 3:30h - A viagem do retorno de trem•3:30 – 16:00h - Esta é a fase em que a classificação final e devolução ocorre.
  • 7. NMTBSA - Nutan Mumbai Box Tiffin Suppliers Association História: Fundada em 1890Registrada em 1956Força Empregada: 5000 Homens400.000 transações a cada dia
  • 8. A Associação Dabbawala estabeleceu regras muito rigorosas paraos seus empregados, que podem surpreender até mesmo osmaiores setores empresariais do país. Esta é uma das razões paraa sua existência, apesar do advento fastfood muitos e outrosserviços como as cantinas. Mas como essas novas competiçõesnão oferecem comida caseira, os dabbawalas têm uma vantagem.
  • 9. Algumas das regras são como se segue:1. Os dabbawallas devem ser extremamente disciplinados. O consumo de álcool durante o serviço vale uma multa de RS 1.000. Falta injustificada não é tolerada e é tratada com uma multa similar.2. Caso um grupo dabbawalla sofra um acidente no roteiro, arranjos alternativos são feitos para entregar as refeições. Por exemplo, em um grupo de 30 dabbawallas seguindo para uma área, cinco deles agem como membros redundantes, isto é, estes membros irão assumir a responsabilidade pela entrega, no caso de quaisquer acontecimentos adversos.3. A tampa marcada serve como um potente símbolo de identificação nas estações ferroviárias lotadas. Não usar a tampa atrai uma multa de RS 25.4. Não há critérios de seleção específicos, como idade, sexo ou religião. Os antecedentes dos candidatos são cuidadosamente verificados e um novo funcionário passa por um estágio de seis meses.
  • 10. Outras regras são:5. Os dabbawallas devem portar o documento de identificação.6. Usar a bata branca durante o horário comercial.
  • 11. • Shri.VarkariPrabhodhanMahasmatiDindi(palkhi) sohala– 4thmarch –2001.• Documentaries made by BBC ,UTV, MTV, ZEE TV, AAJ TAK, TV TODAY, SAHARA SAMAY, STAR TV, CNBCTV 18, CNN, SONY TV, TV TOKYO, NDTV.• CASE STUDY –• ICFAI Press Hyderabad• Richard Ivey School of Business -Ontarion• Invitation from CII for conference held in Bangalore, IIML, IIMA, CII Cochin, CII Delhi, Dr. Reddy’s LabFoundation Hyderabad, SCMHRD Pune, SCMHRD Nasik, Sadahana – Poone.•Included in a subject in Graduate School of Journalism University of California, Berkeley.Radio• German Radio Network• Radio Mirchi• Radio Mid-day• FM –Gold• BBC Radio
  • 12. http://punjabijanta.com/knowledge/pride-of-mumbai-dabbawalas/http://www.indiamarks.com/guide/Mumbai-Dabbawallas-Infallible-Delivery-System/686/http://vilamulher.terra.com.br/dabbawalas-exemplo-indiano-de-logistica-e-gestao-5-1-37-125.html

×