• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
A era dos extremos
 

A era dos extremos

on

  • 2,672 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,672
Views on SlideShare
2,672
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
78
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment
  • IMAGENS DE GHANDI

A era dos extremos A era dos extremos Presentation Transcript

  • A ERA DOS EXTREMOS
    • O NAZI-FASCISMO
    • ASEGUNDA GUERRA MUNDIAL
    • A GUERRA FRIA
    • A DESCOLONIZAÇÃO AFRO-ASIÁTICA
    Professor Jorge Miklos
  • A ERA DOS EXTREMOS
    • Sem dúvida ele (o século XX) foi o século mais assassino de que temos registro, tanto na escala, frequência e extensão da guerra que o preencheu, mal cessando por um momento na década de 1920, como também pelo volume único das catástrofes humanas que produziu, desde as maiores fomes da história até o genocídio sistemático. ERIC HOBSBAWM ERA DOS EXTREMOS O breve século XX 1914-1991.
  • O NAZI-FASCISMO
    • TOTALITARISMO : subordinação dos interesses individuais aos do Estado;
    • "Tutto nello Stato, niente al di fuori dello Stato, nulla contro lo Stato"
    "Tudo no Estado, nada fora do Estado, nada contra o Estado”
  • CULTO AO LÍDER
  • O NAZI-FASCISMO
    • nacionalismo : tudo pela nação, cuja grandeza deve ser buscada pela totalidade da sociedade;
    • “ Ein Volk, ein Reich, ein Führer”
    • “ Um povo, um império, um líder”
  • O NAZI-FASCISMO
    • militarismo : a guerra permite um aprimoramento individual e nacional
  • O NAZI-FASCISMO
    • "Meglio vivere un giorno da leoni che cento anni da pecore (Melhor viver um dia de leão, do que cem anos de cordeiro)
    • "A mesma causa, que a uns leva a passar fome, provoca em outros o estímulo para trabalhar com mais afinco. Quem deseja viver, prepara-se para o combate, e quem não estiver disposto a isso, neste mundo de lutas eternas, não merece a vida“ (Hitler)
  • O NAZI-FASCISMO
    • expansionismo : expansão territorial é uma necessidade à sobrevivência da nação; no caso nazista defendia-se a idéia do “ espaço vital ”;
    Lebensraum
  • O NAZI-FASCISMO
    • corporativismo : o Estado totalitário aparece como árbitro de todos os conflitos no interior da sociedade;
    • o nosso ideal é o Estado do Trabalho. Sobre isto não pode haver dúvida: somos a classe trabalhadora em luta, pela vida e pela morte, contra o capitalismo. - Benito Mussolini.
  • O NAZI-FASCISMO
    • anti-comunismo : defesa do combate ao comunismo tanto dentro do país (perseguições) quanto no âmbito internacional (aniquilação da União Soviética);
  • O NAZI-FASCISMO
    • racismo : crença na superioridade racial
    • Mito do arianismo
    • Anti-semitismo
  •  
  • Médico confere se o olho do garoto é de origem ariana
  •  
  •  
  • O NAZI-FASCISMO
    • Itália após Primeira Guerra Mundial .
    • Acentuada crise econômica.
    • Agitação social.
    • Partido Fascista .
    • Benito Mussolini. (Duce)
    • Fascismo
    • 'fasces lictoris' (latim) ou de 'fascio littorio ' (italiano).
    • Simboliza a força da união em torno do chefe .
    • Era usado na Roma Antiga.
    • Na década de 1920, foi adotado como símbolo do Fascismo , em Itália.
    O NAZI-FASCISMO
  •  
  • O NAZI-FASCISMO
    • esquadras
    • camisas negras
    • milícia armada
    • terror
    • perseguições
  • O NAZI-FASCISMO
    • Em um discurso, pronunciado em outubro de 1922, o líder do Partido Fascista, Benito Mussolini, assim criticava o regime democrático:
    • “ O fascismo italiano representa uma reação contra os democratas que tornaram tudo medíocre e uniforme e tentaram sufocar e tornar transitória a autoridade do Estado. (...) A democracia tirou a elegância da vida das pessoas, mas o fascismo a traz de volta, isto é, traz de volta a cor, a força, o pitoresco, o inesperado, o misticismo, enfim, tudo o que falta às almas da multidão.”
  • O NAZI-FASCISMO Em 1922 amparado pelo crescimento e fortalecimento do partido, Mussolini promoveu, juntamente com as esquadras, a Marcha sobre Roma , tomando de assalto o poder.
  • O NAZI-FASCISMO
  • O NAZI-FASCISMO
    • 1929
    • Tratado de Latrão Estado do Vaticano
    • Apoio da Igreja Católica
  • O NAZI-FASCISMO O NAZISMO
  •  
  • O NAZI-FASCISMO
    • Suástica ou cruz gamada é um símbolo místico encontrado em muitas culturas em tempos diferentes, dos índios Hopi aos Astecas, dos Celtas aos Budistas, dos Gregos aos Hindus.
    • Alguns autores acreditam que a suástica tem um valor especial por ser encontrada em muitas culturas sem contatos umas com as outras.
    • Os símbolos a que chamamos suástica possuem detalhes gráficos bastante distintos.
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • O NAZI-FASCISMO
    • A suástica usada como símbolo do Budismo e que significa " bons ventos ", foi utilizada por Adolf Hitler, devido à sua aparência como uma engrenagem, supostamente para simbolizar sua intenção de uma Revolução Industrial na Alemanha.
    • Outro significado atribuído à suástica é " boa sorte ", do sânscrito.
  • O NAZI-FASCISMO
    • No Brasil, o uso da suástica para fins nazistas é crime, de acordo com a lei 7.716 de 1989 (com alterações da lei 9.459, de 1995), como dispõe o parágrafo primeiro do seu artigo 20:
    • § 1º Fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo.
    • Pena: reclusão de dois a cinco anos e multa.
  •  
  •  
  • O NAZI-FASCISMO
    • Ao final da Primeira Guerra - 1918
    • República de Weimar
    • Tratado de Versalhes
    • Traição
    • Humilhação
  • O NAZI-FASCISMO
    • Década de 1920
    • Ruína econômica e social
    • inflação (em 1923, o índice foi de 32 400% ao mês)
    • Desemprego
  •  
  • O NAZI-FASCISMO
    • 1919
    • Fundação do Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães ou Partido Nazista ,
    • ( Na tionalso zi alistische Deutsche Arbeit Partei)
    • Participação de um ex-cabo do exército alemão que lutara na Primeira Guerra, Adolf Hitler.
  •  
  •  
  •  
  • O NAZI-FASCISMO
    • Milícias
    • SA (Seções de Assalto)
    • “ camisas pardas”.
  • O NAZI-FASCISMO
    • 1923,
    • Putsch de Munique
    • Hitler é preso
    • Escreve o
    • Mein Kampf
  • O NAZI-FASCISMO
    • Eleições parlamentares de 1932,
    • Partido Nazista obteve expressiva vitória
    • 1933 Hitler foi nomeado primeiro-ministro pelo presidente Hindenburg.
  • O NAZI-FASCISMO
    • A repressão
    • Intensifica-se
    • SS ( Sessões de Segurança, a polícia política do partido)
    • Gestapo (polícia secreta do Estado).
  • O NAZI-FASCISMO
    • Março de 1933,
    • Morte do presidente Hindenburg,
    • Funda o Terceiro Reich
    • Führer (“guia”).
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • O NAZI-FASCISMO
    • "A essência da propaganda é ganhar as pessoas para uma idéia de forma tão sincera, com tal vitalidade, que, no final, elas sucumbam a essa idéia completamente, de modo a nunca mais escaparem dela"
    • "A propaganda quer impregnar as pessoas com suas idéias. É claro que a propaganda tem um propósito. Contudo, este deve ser tão inteligente e virtuosamente escondido que aqueles que venham a ser influenciados por tal propósito NEM O PERCEBAM ."
    • "Aquele que sabe tudo não tem medo de nada".
    • (Joseph Goebbels)
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL
    • “ Esta guerra, de fato, é uma confirmação da anterior”
    • (Winston Churchill, em discurso feito no Parlamento em 21 de agosto de 1941).
  • 1931: Japão invade a Mandchuria
  • 1933: Ascensão de Hitler
  • 1934 Remilitarização da Renânia
  • 1936 - Guerra Civil Espanhola Republicanos X Falangistas
  • “ FALANGISTAS”, simpatizantes do nazi-fascismo, liderados por Francisco Franco.
  • “ FALANGISTAS”, simpatizantes do nazi-fascismo, liderados por Francisco Franco.
  • “ FALANGISTAS”, simpatizantes do nazi-fascismo, liderados por Francisco Franco.
  • Regime republicano de tendência socialista.
  • Regime republicano de tendência socialista.
  • Regime republicano de tendência socialista.
  • Regime republicano de tendência socialista.
  • Regime republicano de tendência socialista.
  • Regime republicano de tendência socialista.
  • 1936 - Guerra Civil Espanhola Guernica
  • 1938 ANSCHLUSS Alemanha anexa a Áustria
  • 1938 ANSCHLUSS Alemanha anexa a Áustria
  • Conferência de Munique:
    • Inglaterra, França permitem que a Alemanha anexe a região dos Sudetos (Tchecoslováquia)
  • Conferência de Munique
  • Quem é quem?
  • política de apaziguamento
    • Com o objetivo de evitar um novo conflito armado na Europa, os países que haviam imposto o Tratado de Versalhes à Alemanha (França e Inglaterra, sobretudo), adotaram uma política de apaziguamento , fazendo vistas grossas às agressões alemãs ou, quando muito, adotando brandas reprimendas em relação ao expansionismo totalitarista.
  • Política do Apaziguamento
  • Corredor Polonês
  • O Pacto Germano-Soviético
    • Estabelecia um acordo de não-agressão e neutralidade por 10 anos.
    • Na prática, o acordo era interessante a ambos os países na medida em que a União Soviética poderia invadir a Finlândia e Polônia oriental sem interferência alemã
    • Os alemães poderiam reocupar o “corredor polonês” sem intromissão soviética.
  • O acordo visto por Belmonte
  • Um casamento estranho
  • 01/09/1939: Tropas nazistas invadem a Polônia que é ocupada em 15 dias
  • 1ª FASE: EXPANSIONISMO DO EIXO (1939-1941)
    • Ocupação de Paris, Mediterrâneo, Bélgica, Holanda, Balcãs, Norte da África, Hungria, Romênia, Bulgária.
  • Blitzkrieg
  • Ocupação de Paris
  • Batalha da Inglaterra
  • 2ª FASE: FORMAÇÃO E REAÇÃO DOS ALIADOS (1941-1943)
    • 22/06/1941- As tropas alemãs invadem a União Soviética
    • 07/12/1941- O Japão ataca a base aérea norte-americana ano pacífico de Pearl Harbour
  • Leningrado
  • Pearl Harbour
  • 3ª FASE: VITÓRIA DOS ALIADOS (1943-1945)
  • Janeiro/1943- Batalha de Stalingrado recuo nazista na frente oriental
    • Stalingrado, miserável monte de escombros, entretanto resplandecentes !
    • As belas cidades do mundo contemplam-te em pasmo e silêncio.
    • Débeis em face do teu pavoroso poder, mesquinhas no seu esplendor de mármores salvos e rios profanados, as pobres e prudentes cidades, outrora gloriosas, entregues sem luta, aprendem contigo o gesto do fogo.
    • Também elas podem esperar.
    • Stalingrado, quantas esperanças!
    • (...)"
    • Carlos Drummond de Andrade -
  • 06/06/1944- Dia D- Desembarque das tropas na Normandia - recuo na frente ocidental
  •  
  • 24/04/1945 - Cerco a Berlim pelos soviéticos
  • 6 de agosto de 1945
  • A 2ª guerra mundial estava no fim... A cidade de Hiroshima permanecia intacta. O governo incentivava todos a manter as atividades cotidianas. Os japoneses ouviram o alarme indicando a aproximação de um avião inimigo. Às 8h45, a primeira bomba atômica foi lançada sobre um alvo humano...
  • No exato instante da explosão... Prédios e vegetação foram desintegrados...
  • Giant fireball and sending surface temperatures to 7,232º F *The surface of the sun is about 9,000 º
  • Uma onda de calor intenso, emitia raios térmicos e radiação ultravioleta
  • Em segundos... Hiroshima tornou-se um deserto...
  • Os sobreviventes vagavam sem saber o que havia atingido a cidade. Quem estava a um quilômetro do hipocentro da explosão teve seu corpo desintegrado. O que aumentou o desespero dos que nunca vieram a confirmar a morte de seus familiares.
  • Quem sobreviveu, foi obrigado a conviver com males terríveis. O calor intenso levou a roupa e a pele das vítimas. Vários incêndios foram causados pelos intensos raios de calor emitidos pela explosão. Vidros e metais derreteram como lavas. Uma chuva preta, oleosa e pesada, caiu ao longo do dia. A chuva radioativa contaminou áreas distantes, matando peixes em lagoas e rios e pessoas que beberam a água contaminada tiveram sérios problemas durante vários meses.
  • Não havia comida e a água era suspeita. A desinformação era tanta que muitos japoneses saíram de suas províncias para tentar encontrar seus familiares em Hiroshima. Corriam o maior risco pós-bomba: a exposição à radiação.
  • O cenário de morte era assustador! As queimaduras eram tratadas com mercúrio cromo pela falta de medicamento adequado.
  • Não se sabe exatamente porque Hiroshima foi escolhida como alvo inaugural da bomba atômica. Uma explicação considerada plausível, é pelo fato de a cidade estar centrada em um vale. As montanhas fariam uma barreira natural, o que ampliaria o poder de impacto da bomba. Conseqüentemente, conheceriam a capacidade de destruição nuclear com mais precisão e aliado à proteção das montanhas, daria a medida exata da destruição da bomba nunca antes testada.
  • De concreto, sobraram os horrores de uma arma nuclear, com potência equivalente a 20 mil toneladas. Ainda hoje, passados 57 anos da explosão da 1ª bomba atômica, o número de vítimas continua sendo contabilizado. Já são 350 mil mortos.
  •  
  • Little Boy
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • Nagasaki 9 de Agosto de 1945 Fat Man
  • HIROSHIMA RESILIENTE
  • O “Dome”... Único prédio que suportou a potência de 220 mil toneladas de dinamite da explosão... Tornou-se o símbolo da reconstrução!
  • O “Dome” foi construído em 1915. Galeria de Promoção Industrial de Hiroshima, estava a apenas 160 metros do hipocentro da bomba, e hoje, simboliza a determinação com que os japoneses souberam superar os horrores de uma época.
  • Parque da Paz
  • Cenotáfio Comemorativo, onde o silêncio e a reverência predominam, fica bem em frente ao Museu da Paz. É um ponto de oração em nome dos mortos de 1945. Todos os anos, na cerimônia realizada no dia 6 de agosto, são acrescentados os nomes dos últimos que morrem por doenças provocadas pela radiação.
  • O sino da paz é tocado pelos visitantes como parte do desejo de paz. A forma de campanário, simboliza o universo. O sino pesa mais de uma tonelada. Ao seu redor está desenhado um mapa do mundo sem os limites nacionais, simbolizando um só mundo... sem fronteiras...
  • Uma tocha permanece acesa durante o ano inteiro... “A Chama da Paz”... Hiroshima só pretende apagá-la quando todas as armas nucleares sumirem da Terra.
  •  
  • Civilização e Barbárie
    • “ Nunca houve um monumento da cultura que não fosse também um monumento da barbárie.”
    • Walter Benjamin
  • 02/09/1945- O Japão se rende
  •   PRINCIPAIS CONFERÊNCIAS
  • Conferência de Yalta (1945)
    • Roosevelt Churchill e Stalin elaboraram planos para o avanço dos exércitos aliados e decidiram sobre os planos que seriam impostos à Alemanha.
    • Também foram aprovados os planos para a Organização das Nações Unidas.
  • Conferência de Yalta (1945)
  • Conferência de Potsdam (1945)
    • EUA, Inglaterra e URSS definiram a divisão da Alemanha em quatro zonas.
    • O acordo de Potsdam foi favorável a URSS pois esta conseguiu liberdade de ação no leste europeu.
  • Conferência de Potsdam (1945)
  • Divisão da Alemanha em quatro zonas
  • O beijo da Time Square 14 de Agosto de 1945
  • GUERRA FRIA
  •  
  • “ Paz impossível, guerra improvável. ”
    • Caracterizado pelo cientista político francês Raymond Aron.
    • A paz era impossível, pois não havia maneira de conciliar os interesses capitalistas e socialistas.
    • E a guerra era improvável, pois os dois blocos tinham acumulado extremo poder de destruição.
  •  
  • EUA
    • Doutrina Truman
      • Criação da OTAN (1949)
    • Plano Marshall
      • Reconstrução econômica
  • URSS
    • Pacto de Varsóvia
    • COMECOM
  •  
  •  
  •  
  •  
  • TINHA UM MURO NO MEIO DO CAMINHO...
  • DESCOLONIZAÇÃO AFRO - ASIÁTICA
  • O que é descolonização?
      • A Segunda Guerra Mundial provocou a ruptura dos elos coloniais.
      • É o processo histórico que levou à liquidação dos impérios coloniais europeus e ao ressurgimento de novos povos.
  • O que é descolonização?
    • A revolta não desafiou os valores do Ocidente capitalista como a URSS o fez, pois as armas usadas na descolonização foram em modelos europeus(Nacionalismo).
  • O que é descolonização?
  • Conferencia de Bandung,
    • Em 1955, vinte e nove países recém independentes reuniram-se na Conferência de Bandung, capital da Indonésia, estabelecendo seu apoio à luta contra o colonialismo. A Con­ferência de Bandung estimulou as lu­tas por independência na África e Ásia.
  • CONFERÊNCIA DE BANDUNG *
    • Também conhecida como Conferência Afro-Asiática Realizada entre 18 e 24 de abril de 1955, na cidade indonésia de Bandung. É reconhecida como tendo inspirado a criação do Movimento dos Não-Alinhados (1961). s idéias de autodeterminação, impulsionadas pelos exemplos bem sucedidos de independência política, foram defendidas com afinco na Conferência de Bandung. Na Conferência os participantes se declararam expressamente contrários ao colonialismo e ao neocolonialismo, não somente contra o praticado pelos países europeus mas também contra os processos de hegemonia dos Estados Unidos e da União Soviética no contexto da bipolaridade.
  • Participantes: 29 países afro-asiáticos com diferentes regimes políticos mas com objetivos em comum - como a denúncia do colonialismo - se reuniram e deram início a um amplo movimento organizado que pretendia acelerar o processo de descolonização. . - Entre as deliberações tomadas em Bandung, destacam-se as seguintes:
  • a) Resolução de todas as disputas internacionais por meios pacíficos; b) Respeito à integridade territorial e à soberania de todas os Estados; c) Reconhecimento da igualdade de todas as raças; d) Reconhecimento da igualdade de todos os países, independente do seu tamanho; e) Adoção do princípio da não-intervenção nos assuntos internos dos Estados; f) Repúdio dos atos e ameaças de uso da força contra qualquer Estado.
  • Estados que participaram da Conferência de Bandung (Indonésia)
  • Índia: um novo caminho para a descolonização
    • Elite descontente com o menosprezo britânico, criticavam dentro do Partido do Congresso.
    • Depois da Primeira Guerra Mundial, o movimento tornou-se mais ativo com a aceitação de amplas camadas da população.
    • A revolta popular ocorreu por que os ingleses pediram homens e armas aos indianos em troca de profundas reformas, depois do final da guerra nada foi feito a favor.
  • Ghandhi Neste quadro aparece Gandhi, pretendendo restaurar as tradições indianas e opor ao triunfo da técnica industrial os valores morais da Índia
  • Índia: um novo caminho para a descolonização
    • Caminho:
        • Desobediência Civil, que se consistia na própria desobediência que ofende a todos os indianos, utilizando sempre a Não-Violência.
  • Ghandhi PENSAMENTO E IMAGEM
    • "Uma civilização é julgada pelo tratamento que dispensa às minorias."
  • Ghandhi PENSAMENTO E IMAGEM
    • "Só podemos vencer o adversário com o amor, nunca com o ódio.”
  • Indochina
    • Ho-Chi-Minh
  • Indochina
    • Setembro de 1945: Independência do Vietnã.
    • 1946: França reconhece, mas viola graças ao bombardeio de Hayphong.
    • O invisível exército de guerrilheiros humilharam a França.
    • EUA e URSS interferem nesta guerra, ocasionando a famosa guerra do Vietnã
    • Acordo de Genebra: Dividiu o Vietnã em dois.
  • Movimentos de Libertação(África)
  • Guerra da Argélia
    • Nessa região, o caso mais complexo foi o da Argélia, que só obteve a independência em 1962, quando franceses e argelinos assinaram os Acordos de Evian.
    • Os franceses se apoderaram das terras férteis e, aos argelinos (cerca de 7 milhões), restou a parte menos produtiva.
    • O governo francês tentou passar a tese que a Argélia era parte da França, e não apenas um território colonial.
    • Houve uma violenta repressão por parte do Exército francês contra o levante popular ocorrido em 1945, que reivindicava a autonomia do território. Assim, foi criada a Frente de Libertação Nacional (FLN), que deflagrou a guerra anticolonial. Cerca de 500.000 soldados franceses foram destacados para a luta na Argélia.
    • A Argélia, que só obteve a independência em 1962, quando franceses e argelinos assinaram os Acordos de Evian.
  • Refugiados argelinos no Marrocos (precariedade total)
  • Soldados franceses vigiam membros da FLN aprisionados
  •