Grupo 3

2,320 views
2,247 views

Published on

PTIC

Published in: Technology
1 Comment
6 Likes
Statistics
Notes
  • Slide que não nos dar a oportunidade de salva-los para estudar posteriormente não são interessantes.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
2,320
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
1
Likes
6
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • os mais populares actualmente são: the world; MAXTHON; tencent traveler; LSI direitos de autor e direitos conexos
  • Using Web Slices, you can keep up with frequently updated sites directly from the new Favorites Bar LSI direitos de autor e direitos conexos
  • Originally a code name for Netscape Navigator, Mozilla is a contraction of Mosaic killer, referring to the hope that it would unseat Mosaic as the top Web browser, and Godzilla, referring to the fictional monster of Japanese science fiction movies.  LSI direitos de autor e direitos conexos
  • LSI direitos de autor e direitos conexos
  •   Sabendo se o utilizador é um homem ou uma mulher, um site poderá direccioná-lo directamente para a página adequada para fazer poupar tempo (e sobretudo para vender melhor). Se além disso, o utilizador indicar no seu perfil que é amante de ténis, o site estará em condições de lhe propor uma selecção personalizada dos últimos artigos na matéria.
  • (como um webmail ou o hi5),
  • Grupo 3

    1. 1. Browsers
    2. 2. <ul><li>Os Navegadores Internet ( Web Browsers ) são a porta de entrada para que desfrutemos de tudo o que a Internet tem para oferecer </li></ul><ul><li>Web Browser é um software que permite aos utilizadores o acesso a páginas Web, dispondo-as de forma gráfica, o que permite a qualquer pessoa navegar na Web sem ter conhecimentos sobre comandos ou códigos utilizados nas linguagens de programação </li></ul><ul><li>A finalidade principal do Web Browser é o de fazer o pedido de um determinado conteúdo da Web (cliente) e providenciar a exibição do mesmo </li></ul>Introdução
    3. 3. <ul><li>Cada utilizador tem gostos e necessidades particulares… </li></ul><ul><li>É por isso que escolher um Web Browser que preencha essas necessidades pode tornar a experiência da Internet mais rica e eficiente. </li></ul>Introdução
    4. 4. <ul><li>Comunicam utilizando (HTTP) </li></ul><ul><li>Os Web Browsers mais recentes têm a capacidade de trabalhar também com vários outros protocolos de transferência, como por exemplo FTP, HTTPS ,etc.) </li></ul><ul><li>… têm ainda a capacidade de ler vários tipos de arquivo/ficheiros, sendo nativo o processamento dos mais comuns (HTML, XML, JPEG, GIF, PNG, etc.) e os restantes possíveis através de plug-in (Flash e Java, por exemplo) </li></ul><ul><li>… alguns dos navegadores mais populares incluem componentes adicionais para suportar correspondência de e-mail através dos protocolos SMTP e POP3 </li></ul><ul><li>Processamento Nativo e Plug-in </li></ul><ul><li>SMTP e POP3 </li></ul>Protocolos e Padrões
    5. 5. <ul><li>Em resposta à 3ª versão do Firefox, a Microsoft lançou em 2008 o I.E. 8: </li></ul><ul><li>Navegação por separadores mais organizada, um sistema de pesquisas bastante prático, um acelerador de páginas e o WebSlices (a grande novidade do navegador). </li></ul><ul><li>Aceleradores - com eles o navegador actual pode traçar uma rota, traduzir uma palavra ou fazer outras actividades com poucos cliques, sem ter que ir para outro site (personalizáveis) </li></ul><ul><li>Modo de Exibição de Compatibilidade </li></ul><ul><li>Características: </li></ul><ul><li>Grátis </li></ul><ul><li>Última versão: IE8 </li></ul><ul><li>Tamanho: 16,1 MB </li></ul><ul><li>Sistema: Windows XP, Windows Vista, Windows 7 </li></ul><ul><li>Idiomas: português </li></ul><ul><li>Empresa: Microsoft </li></ul><ul><li>Será o navegador padrão para os futuros sistemas operativos da Microsoft </li></ul><ul><li>Novos recursos </li></ul>O Império do Internet Explorer
    6. 6. <ul><li>Netscape Navigator </li></ul><ul><li>(1994 - Mosaic) </li></ul><ul><li>Netscape Communications Corp - Projecto Mozilla </li></ul><ul><li>“ Mosaic Killer & Godzilla” </li></ul><ul><li>Estreia a revolucionária </li></ul><ul><li>Navegação por separadores, o sistema de bloqueio de pop-ups e a barra de pesquisa ao lado da barra de endereços </li></ul><ul><li>Características: </li></ul><ul><li>Grátis </li></ul><ul><li>Última versão: 3.5.5 (pt) </li></ul><ul><li>Tamanho: 7,53 MB </li></ul><ul><li>Sistema: Windows XP, Windows Vista, Windows 7, Linux, Mac </li></ul><ul><li>Idiomas: português </li></ul><ul><li>Empresa: Mozilla </li></ul><ul><li>Principais novidades: </li></ul><ul><li>“ navegação segura” (private browsing) </li></ul><ul><li>plataforma de “renderização” </li></ul>O Nascimento do Gigante Firefox
    7. 7. <ul><li>Navegação Segura (Private Browsing) </li></ul><ul><li>O browser não regista nenhum traço dos passeios virtuais, seja histórico, cookies, ou formulários preenchidos. </li></ul><ul><li>Plataforma de “renderização” </li></ul><ul><li>na prática, significa que o Firefox 3.5 será capaz de interpretar páginas com elementos modernos e ter suporte a novas tecnologias Web, como o HTML5, novas propriedades do CSS e JavaScript, além de algumas melhorias no desempenho e estabilidade. </li></ul><ul><li>Características: </li></ul><ul><li>Grátis </li></ul><ul><li>Última versão: 3.5.5 (pt) </li></ul><ul><li>Tamanho: 7,53 MB </li></ul><ul><li>Sistema: Windows XP, Windows Vista, Windows 7, Linux, Mac </li></ul><ul><li>Idiomas: português </li></ul><ul><li>Empresa: Mozilla </li></ul><ul><li>Principais novidades: </li></ul><ul><li>“ navegação segura” (private browsing) </li></ul><ul><li>plataforma de “renderização” </li></ul>O Nascimento do Gigante Firefox
    8. 8. <ul><li>Setembro 2008 </li></ul><ul><li>A utilização de aplicações online é o futuro… </li></ul><ul><li>Navegador no qual a prioridade é a compatibilidade com tais aplicativos </li></ul><ul><li>Clean and Fast … assim como a versão clássica da página inicial do Google </li></ul><ul><li>Esteticamente, foi desenhada uma janela de navegação simples e integrada. </li></ul><ul><li>Para a maioria das pessoas, não é o navegador que importa - é apenas uma ferramenta que corre conteúdos importantes (páginas, sites e aplicativos ) </li></ul><ul><li>Características: </li></ul><ul><li>Grátis </li></ul><ul><li>Última versão: 4.0.249.11 </li></ul><ul><li>Tamanho: 556 KB </li></ul><ul><li>Sistema: Windows XP, Windows Vista, Windows 7 </li></ul><ul><li>Idiomas: português, inglês </li></ul><ul><li>Empresa: Google </li></ul><ul><li>Clean and Fast </li></ul><ul><li>Compatibilidade com aplicativos online </li></ul><ul><li>Curiosidade BD Chrome </li></ul>A Aposta da Google
    9. 9. História dos navegadores da Internet WWW Firefox 1991 1993 1994 1995 1998 2000 2004 2008 2009 Internet Explorer 1.0 Opera Netscape Mozilla Chrome Mosaic
    10. 10. <ul><li>O World Wibe Web foi criado por Tim Berners-Lee, este foi o primeiro navegador da Web. Mais tarde, para não se confundir com a própria rede, trocou de nome para Nexus . </li></ul>
    11. 11. <ul><li>Foi o primeiro navegador usado no Windows, factor determinante para a abertura da Web para o público em geral. </li></ul><ul><li>Marc Andreessen, o líder da equipa que desenvolveu o Mosaic, saiu da NCSA e com outros estudantes iniciaram o Mosaic Communications Corporation. </li></ul><ul><li>Mosaic Communications finalmente tornou-se a Netscape Communications Corporation, produzindo o Netscape Navigator. </li></ul>Mosaic
    12. 12. <ul><li>Reinou em absoluto durante anos, mas em 2002 o número de utilizadores diminuiu devido ao facto da Microsoft passar a incluir, já em 1995, o Internet Explorer com o sistema operativo Windows. </li></ul><ul><li>O Netscape trouxe todas as características que um browser moderno com: </li></ul><ul><li>navegação por separadores, </li></ul><ul><li>o bloqueio de pop ups, </li></ul><ul><li>suporte a cookies </li></ul><ul><li>histórico de visitas </li></ul>Netscape
    13. 13. <ul><li>Em 1995, a Microsoft entra na guerra dos navegadores com o Internet Explorer 1.0, parte integrante do pacote 'Plus' do Windows 95. Com isso, teve início a ‘guerra dos navegadores’. </li></ul><ul><li>Este browser sofreu várias actualizações ao longo dos anos, chegando ao Internet </li></ul><ul><li>Explore 8.0 para o sistema operativo Windows 7.0. </li></ul>Internet Explorer
    14. 14. <ul><li>A Netscape anuncia a liberação do código-fonte do seu navegador. Com isso, o download do programa torna-se grátis e a sua programação, open-source, livre para ser usada e modificada por qualquer um. Para divulgar o código, a Netscape cria a comunidade Mozilla, que anos depois lançaria o Firefox. </li></ul>Mozilla
    15. 15. <ul><li>Até 2003, a plataforma Mac usava navegadores Netscape. Em 2003, a Apple anuncia o seu próprio navegador, o Safari, incluído como o navegador padrão a partir do sistema operativo Mac OS X v10.3. </li></ul><ul><li>Com uma interface simples, as suas funções são básicas: separadores, bloqueador de pop-ups, download de arquivos, leitor de notícias RSS e modo privado que evita que terceiros monitorizem a navegação. </li></ul>Opera
    16. 16. <ul><li>Em 2004 é lançado o Firefox 1.0, que surgiu como uma versão mais simplificada do Mozilla. Além de ser gratuito e de código aberto, o software ficou conhecido pela navegação por separadores, apesar de não ser pioneiro na funcionalidade. </li></ul><ul><li>Usa uma linguagem de programação XUL, a qual possibilita a instalação e personalização de temas e extensões quantas o seu utilizador quiser. </li></ul>Firefox
    17. 17. <ul><li>Google Chrome é um navegador de código-fonte aberto desenvolvido pelo Google. </li></ul><ul><li>A primeira versão, beta, para o Microsoft Windows foi lançada em 2 de Setembro de 2008 em 43 idiomas, hoje está disponível em 50. Para Mac OS X e Linux, as versões ainda estão em desenvolvimento, com previsão de lançamento para este ano. </li></ul>Google Chrome
    18. 18. <ul><li>Navegação por separadores </li></ul><ul><li>Os três navegadores apresentam este recurso:  O Internet Explorer, e Chrome dão a possibilidade de usá-los assim que o navegador é executado e os separadores são accionados através da barra de título.  O Firefox mostra a barra a partir do momento em que uma nova página é aberta . </li></ul>Características dos Navegadores
    19. 19. <ul><li>Chrome </li></ul><ul><li>A interface do Chrome é muito simples. Apresenta apenas uma barra que possibilita a digitação de um texto ou de um termo para pesquisar. Dos lados desta barra, há cinco botões: actualizar, favoritos, ir, controlar página actual e configurações. </li></ul>Interface - aspecto inicial
    20. 20. Firefox: A barra de endereços e de botões tem um visual condensado, isto é, mais pequeno. O link favoritos aparece logo abaixo da barra de endereços. Interface - aspecto inicial
    21. 21. Internet Explorer: O Internet Explorer removeu a barra de menus a partir da versão 7. O que o diferencia dos outros navegadores é a barra de botões, que fica à esquerda. Interface - aspecto inicial
    22. 22. <ul><li>  </li></ul><ul><li>O Internet Explorer e o Firefox têm uma barra menor, ao lado da barra de endereços, para execução de pesquisas. </li></ul><ul><li>O Chrome utiliza uma única barra tanto para endereços como para pesquisa. </li></ul><ul><li>O browser padrão utilizado pela maioria dos navegadores é o </li></ul><ul><li>A única excepção é o Internet Explorer, que utiliza o Live Search. </li></ul>Sistemas de pesquisa
    23. 23. <ul><li>Todos os navegadores têm uma barra de endereços inteligente. </li></ul><ul><li>Esta barra funciona como: </li></ul><ul><li>Uma ferramenta para fazer pesquisas na Web e por páginas recém-visitadas, favoritas e feeds RSS. </li></ul>Pré-visualização
    24. 24. <ul><li>O Internet Explorer começou a implementação de extensões e add-ons a partir da versão 5.0. </li></ul><ul><li>Este recurso teve o seu boom </li></ul><ul><li>com o Firefox. </li></ul><ul><li>O Chrome ainda não apresenta </li></ul><ul><li>este recurso. </li></ul>Extensões e Add-ons
    25. 25. O Chrome tem um corrector ortográfico que funciona assim que o navegador é iniciado, sem a necessidade de nenhuma intervenção. O Firefox oferece este recurso, mas precisa da utilização de outros aplicativos para funcionar definitivamente. O Internet Explorer não apresenta correctores próprios, sendo necessário a procura por extensões ou aplicativos não-oficiais para isso. Correcção ortográfica
    26. 26. <ul><li>  </li></ul><ul><li>O </li></ul>O Firefox apresenta um controlador mais detalhado, com a possibilidade de aplicação da senha-mestre e o controlo de exibição das senhas armazenadas. O Internet Explorer e o Chrome não mostram um recurso de controlo de senhas, mas dão a possibilidade de salvar senhas digitadas.   Todos os navegadores oferecem a possibilidade de salvar dados de formulários e senhas. Controlo de Senhas
    27. 27. <ul><li>  </li></ul><ul><li>Em termos de modificações visuais, os utilizadores do Firefox são os mais conscientes da possibilidade dessas mudanças, uma vez que a Mozilla oferece um centro de add-ons. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>O Chrome não oferece essa possibilidade. </li></ul>Personalização
    28. 28. <ul><li>  </li></ul><ul><li>Todos os navegadores apresentam o recurso de actualização automática. </li></ul><ul><li>O Internet Explorer utiliza o Windows Update. </li></ul><ul><li>mas… </li></ul><ul><li>para que as actualizações sejam efectuadas, </li></ul><ul><li>o Windows Update precisa estar definido </li></ul><ul><li>como automático. </li></ul>Actualizações automáticas
    29. 29. Quais são os sistemas operativos compatíveis com cada navegador?
    30. 30. <ul><li>A instalação do Google Chrome é muito rápida e simples. Em poucos segundos, o navegador já está instalado e os favoritos do Internet Explorer já estão importados automaticamente. Não é necessária a intervenção do usuário em nenhum momento </li></ul>Instalação…
    31. 31. <ul><li>A instalação do Mozilla Firefox leva um pouco mais de tempo, mas também é concluída em poucos segundos. São necessárias poucas intervenções, apenas para definir o tipo de instalação, o destino da pasta e a importação de configurações do Internet Explorer. </li></ul>Instalação…
    32. 32. <ul><li>A instalação do Internet Explorer segue um padrão diferente: </li></ul><ul><li>Dá a opção de escolher se desejamos ou não participar no programa de melhoria do navegador. </li></ul><ul><li>Temos a opção de localizar e instalar actualizações durante a instalação. </li></ul><ul><li>O Internet Explorer faz o download do conteúdo necessário e aplica a ferramenta para remoção de software mal intencionado para finalmente iniciar a instalação. </li></ul><ul><li>Por fim, é recomendado reiniciar a o computador. É a única instalação que recomenda tal procedimento. Ao todo, contabilizaram-se 8 minutos. </li></ul>Instalação
    33. 33. <ul><li>Processador 233 Mhz </li></ul><ul><li>64 MB de RAM </li></ul><ul><li>Microsoft Windows XP </li></ul><ul><li>Processador 233 Mhz </li></ul><ul><li>64 MB de RAM </li></ul><ul><li>50 MB de espaço em disco </li></ul><ul><li>Microsoft Windows 98 </li></ul><ul><li>Processador: Intel Pentium 4 ou superior </li></ul><ul><li>128 MB de RAM </li></ul><ul><li>100 MB de espaço no disco </li></ul><ul><li>Windows XP Service Pack 2+; Windows Vista Windows 7 </li></ul>Requisitos mínimos
    34. 34. Todos os navegadores permitem o ajuste de zoom de qualquer página. Zoom
    35. 35. <ul><li>Chrome, Internet Explorer oferecem recursos de sincronização, ou seja, partilha de informações entre navegadores ou com telemóveis e até documentos. </li></ul>Sincronização
    36. 36. <ul><li>Firefox e Chrome apresentam um gestor de downloads cada. Este gestor permite desde a simples listagem dos arquivos baixados até a pausa e continuação de um download quando possível. </li></ul>  Gestão de Downloads
    37. 37. <ul><li>Apenas o Chrome não oferece a possibilidade de guardar separadores abertos. Todos os outros possibilitam guardar os separadores para que estes sejam abertos posteriormente. </li></ul>Guardar separadores
    38. 38. <ul><li>Todos os navegadores contam com a possibilidade de guardar e gerir as páginas que se mais gosta. Todos eles também listam as páginas mais visitadas. </li></ul>Favoritos
    39. 39. <ul><li>Explorer e Firefox, através de complementos e aplicativos não-oficiais, permitem o controlo do conteúdo que pode ser exibido para os utilizadores. Este controle é destinado a pais, mas também pode ser utilizado em outros casos. </li></ul>Controlo dos Pais
    40. 40. <ul><li>Apenas o Chrome não tem recurso para detecção e leitura de feeds RSS Todos os outros navegadores suportam este recurso. </li></ul>  RSS
    41. 41. <ul><li>Somente o Firefox e o Chrome foram desenvolvidos em código aberto, ou seja, com a possibilidade de os próprios utilizadores elaborarem melhorias e consertos do navegador. </li></ul>Opensource
    42. 44. <ul><li>Todos os navegadores analisados têm recurso ao bloqueio de janelas indesejadas (pop-ups); </li></ul><ul><li>Os browsers possuem um bloqueador configurável, o qual permite criar uma lista com sites que podem e que não podem exibir pop-ups. </li></ul><ul><li>Bloqueador de Pop-ups </li></ul>Segurança
    43. 45. <ul><li>Todos os navegadores oferecem ferramentas que não são antis-pywares, antivírus ou antiphishing propriamente ditos; </li></ul><ul><li>Porém, oferecem recursos para impedir que páginas suspeitas sejam acedidas. </li></ul><ul><li>Antis-pyware, Antivírus e Antiphishing </li></ul>Segurança
    44. 46. <ul><li>Todos os navegadores oferecem a opção de limpar o histórico de navegação; </li></ul><ul><li>Firefox e Internet Explorer diferenciam-se por oferecer a possibilidade de determinar a frequência com que esse histórico deve ser limpo automaticamente. </li></ul><ul><li>Limpeza de histórico </li></ul>Segurança
    45. 47. <ul><li>Ficheiros criados pelos Web sites visitados para armazenar informações </li></ul><ul><li>Estes são utilizados pelos sites com o objectivo de conservar as preferências do utilizador, para evitar que tenha de escrever ou seleccionar tudo de novo. </li></ul>Cookies
    46. 48. <ul><li>O principal problema dos cookies tem a ver com as informações que contêm; </li></ul><ul><li>Quando um utilizador acede a um site personalizável, este coloca-lhe algumas perguntas. Elabora o seu perfil e armazena esses dados num cookie; </li></ul>Os cookies e a segurança
    47. 49. <ul><li>Um cookie é, assim, um mecanismo previsto para criar uma associação entre a sessão do utilizador e os dados relativos a este; </li></ul><ul><li>Um cookie não tem, por conseguinte, nada de perigoso se o utilizador não der informações pessoais. </li></ul>Os cookies e a segurança
    48. 50. <ul><li>Os cookies fazem parte das especificações do protocolo HTTP </li></ul><ul><li>Este permite trocar mensagens entre o servidor e o cliente através de pedidos HTTP e de respostas HTTP </li></ul><ul><li>A rubrica HTTP reservada à utilização dos cookies chama-se Set-Cookie, e trata-se de uma simples linha de texto como esta: </li></ul>Set-Cookie: NOM=VALEUR; domain=NOM_DE_DOMAINE; expires=DATE Funcionamento dos cookies
    49. 51. <ul><li>Quando se entra com o nome de utilizador e a senha num site, o Firefox recebe e guarda um ou mais cookies. </li></ul><ul><li>Esses cookies servem como uma identificação que o Firefox envia em todos os acessos. </li></ul><ul><li>Dessa forma o site pode reconhecê-lo como a pessoa que entrou anteriormente com o seu nome de utilizador e senha. </li></ul>Firefox e Cookies
    50. 52. <ul><li>Eles são guardados no arquivo cookies.sqlite, localizado na pasta do seu perfil do Firefox. </li></ul><ul><li>Poderá apagar esse ficheiro de arquivos. Os cookies serão perdidos e o Firefox criará um novo arquivo ao reiniciar. </li></ul>Como são armazenados os cookies?
    51. 53. <ul><li>A Navegação InPrivate do Internet Explorer ajuda a impedir que o histórico de navegação, ficheiros temporários da Internet, dados de formulários, cookies, nomes de utilizador e palavras-passe sejam guardados pelo browser, não deixando quaisquer vestígios do seu histórico de navegação ou de procura. </li></ul>Internet Explorer e Cookies
    52. 54. <ul><li>Por vezes, os utilizadores não se apercebem de que determinados conteúdos, imagens, anúncios e dados analíticos são fornecidos por outros Web sites, que poderão ter a capacidade de monitorizar o seu comportamento em vários Web sites; </li></ul><ul><li>Esta filtragem oferece aos utilizadores um nível adicional de controlo e escolha sobre as informações que os outros Web sites poderão utilizar. </li></ul>Filtragem InPrivate
    53. 55. <ul><li>O Google Chrome regista informações úteis sobre o histórico de navegação do computador. Que inclui: </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Os URLs das páginas visitadas; </li></ul><ul><li>Um índice da maioria das páginas visitadas (excepto as páginas seguras com endereços de web &quot;https”); </li></ul><ul><li>Cookies depositados no computador pelos sites visitados; </li></ul><ul><li>Um registo dos downloads feitos nos websites. </li></ul>Google Chrome e Cookies
    54. 56. <ul><li>Um cookie pode descobrir o email ou informações pessoais? </li></ul><ul><li>Falso. </li></ul><ul><li>Os cookies podem transmitir vírus ou spyware? </li></ul><ul><li>Falso. </li></ul><ul><li>Os cookies podem registar os sites que visito? </li></ul><ul><li>Em termos. </li></ul>Mitos sobre cookies
    55. 57. <ul><li>Carregamento do navegador na página inicial </li></ul><ul><li>Para estes testes, criou-se uma espécie de ranking. </li></ul><ul><li>Em cada requisito, o navegador mais rápido ganha 10 pontos, o segundo, 6 e o terceiro, 4. </li></ul><ul><li>Soma-se os pontos para ter uma classificação objectiva dos navegadores </li></ul>Testes de velocidade
    56. 58. <ul><li>Carregamento de uma página num novo separador </li></ul>Testes de velocidade
    57. 59. <ul><li>Carregamento de uma nova página </li></ul>Testes de velocidade
    58. 60. <ul><li>Downloads </li></ul><ul><li>Downloads, de dois arquivos – um com 1 MB, outro com 120 MB </li></ul><ul><li>Para o arquivo menor: </li></ul><ul><li>Chrome foi o mais rápido, concluindo o download em apenas dois segundos. </li></ul><ul><li>Firefox ficou nos três segundos, </li></ul><ul><li>o Internet Explorer levou cinco segundos. </li></ul>Testes de velocidade
    59. 61. <ul><li>Acedemos ao gestor de Tarefas do Windows com o navegador aberto para termos noção do uso de processador e de memória RAM. Abrimos todos os navegadores, um por vez, com seis abas simultaneamente. </li></ul>Testes de estabilidade
    60. 62. <ul><li>O Firefox e o Chrome alertam sobre a possibilidade de se tratar de um site malicioso, cabendo ao utilizador assumir o risco ou não de aceder ao conteúdo definitivamente. </li></ul><ul><li>O Internet Explorer acedeu ao site normalmente. </li></ul><ul><li>Capacidade de identificar sites maliciosos antes que eles activem algum vírus no computador </li></ul>Testes de segurança
    61. 63. <ul><li>O Chrome venceu o teste, apresentando uma nota de 100/100, </li></ul><ul><li>Firefox teve a nota de 71/100 </li></ul><ul><li>Internet Explorer mostrou um índice de 20/100 </li></ul><ul><li>O Acid3 é uma página de teste que confere a capacidade que um navegador tem de seguir certos padrões da Web, especialmente os relacionados a modelos de documentos e JavaScript </li></ul>Acid3
    62. 64. <ul><li>Internet Explorer precisa reiniciar o computador. </li></ul><ul><li>Todos os outros navegadores têm desinstalação rápida e efectiva. </li></ul>Desinstalação
    63. 65. Trabalho realizado por: Ana Silva André Mota Jorge Rodrigues Mónica Silva Ricardo Pereira Simão Dias

    ×