Flores     ETipos de Polinização
A flor é a estrutura reprodutora característicadas plantas denominadas espermatófitas oufanerogâmicas.        A função de ...
As espermatófitas, super-divisãoSpermatophyta (ou Spermatopsida) é o taxon que inclui asplantas que produzem sementes. São...
Definições        A flor é uma estrutura de crescimento determinado que é composta por folhas modificadas, quer estrutural...
Função:        A função da flor é mediar         Outras dependem dea união dos esporos masculino       animais (especialme...
Muitas das coisas na natureza desenvolveram-se paraatrair animais polinizadores. Os movimentos do agente polinizadorcontri...
Hermafroditismo        Ao contrário do que normalmente é lido, nenhumaflor pode ser considerada hermafrodita. Comohermafro...
Tipos de Polinização        Polinização é o ato da transferência de células reprodutivas masculinas (grãos de pólen) que e...
A transferência de pólen pode ser através defatores bióticos, ou seja, com auxílio de seres vivos,ou abióticos, através de...
Cantarofilia: com auxílio de besouros;Psicofilia: efetuada por borboletas;Falenofilia: através de mariposas;Ornitofili...
Pode haver também a auto-polinização, quandouma flor recebe seu próprio pólen. Em muitos casos, aflor possui mecanismos qu...
Dicogamia: consiste no amadurecimento dos órgãosreprodutores em épocas diferentes; a dicogamia pode ser de doistipos:Prota...
Entre as Gimnospermas a polinização é quasesempre anemófila. Especula-se que isso seja conseqüência domomento em que estas...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Flores e Tipo De Polinização

16,506

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
16,506
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
160
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Flores e Tipo De Polinização

  1. 1. Flores ETipos de Polinização
  2. 2. A flor é a estrutura reprodutora característicadas plantas denominadas espermatófitas oufanerogâmicas. A função de uma flor é a de produzir sementess através da reprodução sexuada. Para as plantas, assementes representam a próxima geração e servem como oprincipal meio através do qual as espécies se perpetuam ese propagam.
  3. 3. As espermatófitas, super-divisãoSpermatophyta (ou Spermatopsida) é o taxon que inclui asplantas que produzem sementes. São plantas com ocorpo diferenciado em raiz, caule e folhas, com umsistema vascular composto por xilema e floema e comuma alternância de gerações especial: Fanerógama ou fanerogâmica foi o nome dado ao filo do Reino Plantae (plantas) de seres vivos que apresentam estruturas denominadas de flores, órgãos reprodutores facilmente observáveis. As plantas pertencentes a este taxon eram por vezes referidas como vegetais superiores e, para além de flores diferenciadas, apresentam vasos condutores de seiva e verdadeiros caules, folhas e raízes.
  4. 4. Definições A flor é uma estrutura de crescimento determinado que é composta por folhas modificadas, quer estrutural quer funcionalmente, com vista à realização das funções de produção dos gametas e de proteção dos mesmos, através dos antófilos. O caule caracteriza-se por umcrescimento indeterminado. Em contraste, a florapresenta um crescimento determinado, já que oseu meristema apical pára de sedividir mitoticamente depois da produção detodos os antófilos ou peças florais. As flores maisespecializadas têm um período de crescimento Diagrama esquemático que mostra as partes damais curto e produzem um eixo mais curto e um flor. 1: receptáculonúmero mais definido de peças florais em relação floral, 2:sépalas,às flores más primitivas. 3: pétalas, 4: estames, 5:pistilo.
  5. 5. Função: A função da flor é mediar Outras dependem dea união dos esporos masculino animais (especialmente(micrósporo) e feminino insetos) para realizar este(megásporo) num processo feito. O período de tempodenominado polinização. Muitas deste processo (até que aflores dependem do vento para flor esteja totalmentetransportar o pólen entre flores expandida e funcional) éda mesma espécie. chamado anthesis.
  6. 6. Muitas das coisas na natureza desenvolveram-se paraatrair animais polinizadores. Os movimentos do agente polinizadorcontribuem para a oportunidade de recombinação genética comuma população dispersa de plantas. Flores como essas sãochamadas de entomófilas (literalmente: amantes de insetos). Floresnormalmente têm nectários em várias partes para atrair essesanimais Abelhas e pássaros são polinizadores comuns: ambostêm visão colorida, assim escolhendo flores de coloração atrativa.Algumas flores têm padrões, chamados guias de néctar, que sãoevidentes na espectro ultravioleta, visível para abelhas, mas nãopara os humanos. Flores também atraemos polinizadores pelo aroma. A posiçãodos estames assegura que os grãos de pólen sejam transferidos para o corpo dopolinizador. Ao coletar néctar de váriasflores da mesma espécie, o polinizadortransfere o pólen entre as mesmas.
  7. 7. Hermafroditismo Ao contrário do que normalmente é lido, nenhumaflor pode ser considerada hermafrodita. Comohermafrodita, considera-se o organismo capaz deproduzir gametas masculinos e femininos. No entanto, aflor, por ser uma estrutura do esporófito, é estritamenteassexuada; não produz gametas e sim esporos. Os esporossão responsáveis pela reprodução assexuada do vegetal.Dessa forma, a flor fica impedida de ser designadahermafrodita. A confusão deve-se à prática botânica queconvencionou chamar o megásporo de "esporofeminino" e o micrósporo de "esporo masculino",devido à diferença de tamanho entre eles - o mesmo parâmetro usado para diferenciar os gametasfeminino (maior) e masculino (menor).
  8. 8. Tipos de Polinização Polinização é o ato da transferência de células reprodutivas masculinas (grãos de pólen) que estão localizados nas anteras de uma flor para o receptor feminino (estigma) de outra flor(da mesma espécie), ou para o seu próprio estigma. Pode-se dizer que a polinização é o ato sexual das plantas espermatófitos, já que é através deste processo que o gameta masculino pode alcançar o gameta feminino e fecundá-lo.
  9. 9. A transferência de pólen pode ser através defatores bióticos, ou seja, com auxílio de seres vivos,ou abióticos, através de fatores ambientais. Ostipos gerais de polinização são os seguintes: Anemofilia: através do vento; Entomofilia: Termo geral para todos os meios de polinização através de insetos, mas é um termo mais usado para polinização efetuada por abelhas, vespas e moscas;
  10. 10. Cantarofilia: com auxílio de besouros;Psicofilia: efetuada por borboletas;Falenofilia: através de mariposas;Ornitofilia: polinização feita por aves;Hidrofilia: através da água;Artificial: através do homem;Quiropterofilia:polinização feita por morcegos;Malacofilia:polinização feita por moluscos;
  11. 11. Pode haver também a auto-polinização, quandouma flor recebe seu próprio pólen. Em muitos casos, aflor possui mecanismos que rejeitam o pólen produzidoem suas anteras, o que assegura a reprodução sexuada,ou seja, que haja intercâmbio de genes com outrosindivíduos da espécie. No entanto, indivíduos dealgumas espécies não apresentam esses mecanismos, eaproveitam-se de seu próprio pólen para produzirsementes e garantir a estabilidade de sua população.Alguns destes mecanismos são:
  12. 12. Dicogamia: consiste no amadurecimento dos órgãosreprodutores em épocas diferentes; a dicogamia pode ser de doistipos:Protandria: quando amadurecem em primeiro lugar os órgãosmasculinos e posteriormente os órgãos femininos.Protoginia: quando amadurecem primeiramente os órgãosfemininos e posteriormente os órgãos masculinos.Dioicia: aparecimento de indivíduos com sexos separados: umaplanta masculina e outra feminina.Hercogamia: ocorre uma barreira física, que separa com filetescurtos e estiletes longos.Heterostilia: ocorrência, nas flores, de estames com filetes curtose estiletes longosAuto-esterilidade: neste caso, a flor é estéril ao pólen que elamesma produziu.
  13. 13. Entre as Gimnospermas a polinização é quasesempre anemófila. Especula-se que isso seja conseqüência domomento em que estas plantas evoluíram, quando não haviainsetos especializados na coleta de pólen, como abelhas. Apequena variedade de meios de polinização neste gruporeflete-se na pouca variação morfológica desuas estruturas reprodutivas. Em contraste, entre as Angiospermas, o surgimento de flores coincidiu com o surgimento de abelhas, borboletas, mariposas, aves e mamíferos, e a estrutura reprodutiva destas plantas foi selecionada de forma a atrair estes animais, surgindo então uma miríade de formas, tamanhos, cores, aromas e texturas, cada uma de acordo com uma estratégia mais ou menos específica de atração de polinizadores.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×