Cubismo, Abstraccionismo, Futurismo e Surrealismo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Cubismo, Abstraccionismo, Futurismo e Surrealismo

on

  • 61,656 views

Cubismo, Abstraccionismo, Futurismo, Surrealismo, História, Arte, 9.º Ano

Cubismo, Abstraccionismo, Futurismo, Surrealismo, História, Arte, 9.º Ano

Statistics

Views

Total Views
61,656
Views on SlideShare
58,783
Embed Views
2,873

Actions

Likes
6
Downloads
846
Comments
0

23 Embeds 2,873

http://sitiosdahistoria12.blogspot.pt 1936
http://joaquimgoncalvesfs.blogspot.com.br 280
http://www.slideshare.net 217
http://sitiosdahistoria12.blogspot.com.br 185
http://sitiosdahistoria12.blogspot.com 102
http://joaquimgoncalvesfs.blogspot.com 94
http://ernandocarlos.blogspot.com.br 11
http://sitiosdahistoria9.blogspot.com.br 10
http://sitiosdahistoria12.blogspot.com.es 7
http://www.sitiosdahistoria12.blogspot.pt 6
http://sitiosdahistoria9.blogspot.pt 5
http://sitiosdahistoria12.blogspot.ch 3
http://us-w1.rockmelt.com 3
http://ernandocarlos.blogspot.pt 3
http://translate.googleusercontent.com 2
http://ernandocarlos.blogspot.com 2
http://joaquimgoncalvesfs.blogspot.pt 1
http://sitiosdahistoria12.blogspot.co.uk 1
http://sitiosdahistoria12.blogspot.mx 1
http://sitiosdahistoria12.blogspot.com.ar 1
http://sitiosdahistoria12.blogspot.in 1
http://sitiosdahistoria9.blogspot.com 1
http://www.google.com.br 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Cubismo, Abstraccionismo, Futurismo e Surrealismo Cubismo, Abstraccionismo, Futurismo e Surrealismo Presentation Transcript

  • E. B. 2, 3 de Campo de Besteiros Trabalho realizado por: - José Pedro Nº 10 - Patrick Nº 13 - Renato Nº 15 Ano lectivo 2008/2009 - Ruben Nº 16
  • 1 - Introdução  Neste trabalho vamos falar sobre as diferentes correntes artísticas, surgidas nas primeiras décadas do século XX nomeadamente o Cubismo, o Abstraccionismo, o Surrealismo e o Futurismo.  Falamos sobre as suas principais características, como surgiram e sobre os principais pintores .
  • 1 - Cubismo (Introdução)  Este movimento artístico surgiu no século XX e é considerado o mais influente deste período. Com as suas formas geométricas representadas na maioria das vezes, por cubos e cilindros, a arte cubista rompeu com os padrões estéticos que primavam pela perfeição das formas nas buscas da imagem realista da natureza.  Historicamente o Cubismo originou-se na obra de Cézanne, pois para ele a pintura deveria tratar as formas da Natureza como se fossem cones, esferas e cilindros.
  • 2 - Características Utilização de formas geométricas Não utiliza a perspectiva O claro-escuro perde sua função Representação do volume colorido sobre superfícies planas Sensação de uma pintura esculpida Cores austeras, do branco ao negro passando pelo cinza ou um castanho suave Multiplicidade de planos. Cor quase monocromática. Pablo Picasso
  • 3 – Principais pintores  Os principais pintores são: - Pablo Picasso - Georges Braque les demoiselles d'avignon -Fernand Léger -Alexandra Nechita -Diego Rivera -Jacques Villon Retrato de Picasso
  • 4 – Tipos de Cubismo O cubismo se divide em duas fases: Cubismo Analítico - (1909) caracterizado pela desestruturação da obra em todos os seus elementos. Decompondo a obra em partes, procurando a visão total da figura, examinando-a em todos os ângulos no mesmo instante, através da fragmentação dela. Essa fragmentação dos seres foi tão grande, que se tornou impossível o reconhecimento de qualquer figura nas pinturas cubistas. A cor se reduz aos tons de castanho, cinza e bege.
  • 4 – Tipos de Cubismo (cont) Cubismo Sintético - (1911) reagindo à excessiva fragmentação dos objectos e à destruição da sua estrutura. Basicamente, essa tendência procurou tornar as figuras novamente reconhecíveis. Também chamado de Colagem porque introduz letras, palavras, números, pedaços de madeira, vidro, metal e até objectos inteiros nas pinturas. Essa inovação pode ser explicada pela intenção dos artistas em criar efeitos plásticos e de ultrapassar os limites das sensações visuais que a pintura sugere, despertando também no observador as sensações tácteis.
  • ABSTRACCIONISMO - INTRODUÇÃO A arte abstracta ou abstraccionismo é geralmente entendido como uma forma de arte que não representa objectos próprios da nossa realidade. Ao contrário disso, usa as relações entre cores, linhas e superfícies para compor a realidade da obra, de uma maneira quot;não representativaquot;. Surge a partir das experiência europeias, que recusam a herança renascentista das academias de arte.
  • ABSTRACCIONISMO O abstraccionismo divide-se em duas tendências: Abstraccionismo lírico - - Abstraccionismo geométrico
  • ABSTRACCIONISMO LÍRICO O abstraccionismo lírico ou abstraccionismo expressivo inspirava-se no instinto, no inconsciente e na intuição para construir uma arte imaginária ligada a uma “necessidade interior” tendo sido influenciado pelo expressionismo, mais propriamente no Der Blaue Reiter. Aparece como reacção às grandes revoluções do século, nomeadamente a 1.ª Guerra Mundial. Wassily Kandinsky foi o criador e “divulgador” deste género, utilizando cores puras em pinceladas rápidas, tensas e violentas.
  • ABSTRACCIONISMO LÍRICO Wassily Kandinsky - Grandfathers
  • ABSTRACCIONISMO GEOMÉTRICO O Abstraccionismo geométrico, ao contrário do abstraccionismo lírico, foca-se na racionalização que depende da análise intelectual e científica. Foi influenciado pelo cubismo e pelo futurismo. O abstraccionismo geométrico divide-se em duas correntes: Suprematismo na Rússia  Neoplasticismo na Holanda 
  • ABSTRACCIONISMO GEOMÉTRICO
  • INTRODUÇÃO O Futurismo é um movimento artístico e literário, que surgiu  oficialmente em 20 de Fevereiro de 1909 em Itália com a publicação do Manifesto Futurista, pelo poeta italiano Filippo Marinetti, no jornal francês Le Figaro. As obras baseavam-se fortemente na velocidade e nos desenvolvimentos tecnológicos do final do século XIX. Os primeiros futuristas europeus também exaltavam a guerra e a violência.
  • CARACTERÍSTICAS AO NÍVEL DA PINTURA E DA ESCULTURA Enaltecer o dinamismo que simboliza o progresso Captar o movimento e a velocidade através da representação Cores muito contrastadas. Mobilidade no controlo das formas Alternância de planos na sobreposição de imagens. Fragmentação da luz. Exalta o movimento da máquina, da vida urbana e o mito da velocidade.
  • PRINCIPAIS PINTORES Os Principais Pintores são:   Balla  Boccióni  Carrà  Delaunay  No entanto o Futurismo teve vários domínios, como a Arquitectura, a Música e a Literatura.
  • ALGUMAS IMAGENS Auto-Retrato de Boccioni Cavalo e Cavaleiro de Carlos Carrà 1912-1913
  • Quadro de Balla, um grande pintor do Futurismo
  • Formas únicas de continuidade no espaço
  • O Surrealismo foi um movimento artístico e literário surgido em Paris nos anos 20. Fortemente influenciado pelas teorias psicanalíticas de Sigmund Freud (1856-1939), o surrealismo enfatiza o papel do inconsciente na actividade criativa. Os seus representantes mais conhecidos são Max Ernst, René Magritte, Salvador Dalí, André Breton e Luis Buñuel.
  • CARACTERÍSTICAS DO SURREALISMO As características do surrealismo: uma combinação do representativo,  do abstracto e do psicológico. Segundo os surrealistas, a arte deve-se libertar das exigências da lógica e da razão e ir além da consciência quotidiana, expressando o inconsciente e os sonhos. O principal teórico e líder do movimento é o poeta, escritor, crítico e  psiquiatra francês André Breton (1896-1966). No manifesto e nos textos teóricos posteriores, os surrealistas rejeitam  a chamada ditadura da razão e os valores burgueses como pátria, família, religião, trabalho e honra. Humor, sonho e a contra lógica são recursos a serem utilizados para  libertar o homem da existência utilitária. Segundo a nova ordem, as ideias de bom gosto e decoro devem ser subvertidas.
  • SURREALISMO A palavra surrealismo havia sido criada em 1917 pelo poeta Guillaume  Apollinaire (1886-1918), ligado ao Cubismo, para identificar expressões artísticas que se esboçavam e é adoptada pelos surrealistas por reflectir a ideia de algo além do realismo. O Surrealismo destacou-se nas artes, principalmente por quadros ou esculturas  que expressavam os sonhos dos artistas. Porém não bastavam ser sonhos comuns, deveriam ser aqueles que tem formas variadas e confusas, como um boi com asas ou peixes andando nas nuvens. MOVIMENTO CARACTERÍSTICAS ARTISTAS OBRAS ARTÍSTICO Imagens surpreendentes, que Surrealismo Salvador A persistência reflectem situações Dali; de normalmente impossíveis e irracionais. René memória Gradação cromática. Magritte Explora o mundo do sonho, da alucinação, do subconsciente.
  • SURREALISMO NOS ANOS 30 Surrealismo como movimento visual tinha encontrado um método:  expor a verdade psicológica ao despir objectos ordinários de sua significância normal. Em 1932 vários pintores Surrealistas produziram obras que foram  marcos da evolução da estética do movimento: La Voix des Airs de Magritte é um exemplo desse processo. Outra paisagem Surrealista deste mesmo ano é Palais Promontoire de  Tanguy, com as suas formas líquidas. Formas como estas se tornaram a marca registada de Dali, particularmente com sua obra A Persistência da Memória, onde relógios de bolso derretem como se fossem líquidos. La Voix des Airs de Magritte A Persistência da Memória
  • O SURREALISMO NA 2ª GUERRA MUNDIAL A Segunda Guerra Mundial provou ser disruptiva para o Surrealismo.  O trabalho de Magritte tornou-se mais realista na sua representação  de objectos reais, enquanto mantinha o elemento de justaposição, como na sua obra Valores Pessoais (1951) e Império da Luz (1954). Magritte continuou a produzir obras que entraram para o vocabulário  artístico, como Castelo nos Pirenéus, que faz uma referência a Voix de 1931, na sua suspensão sobre a paisagem.
  • CONCLUSÃO Este trabalho permitiu que ficássemos a saber mais sobre este tema e a alargar os nossos horizontes culturais.