Moodle tutorial- leandro padilha
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Moodle tutorial- leandro padilha

on

  • 3,158 views

tutorial oferecido pelo aluno Leandro Padilha - parte do seu trabalho de conclusão do curso de sistemas de informação na FCSL

tutorial oferecido pelo aluno Leandro Padilha - parte do seu trabalho de conclusão do curso de sistemas de informação na FCSL

Statistics

Views

Total Views
3,158
Views on SlideShare
3,155
Embed Views
3

Actions

Likes
0
Downloads
125
Comments
0

3 Embeds 3

http://www.slideshare.net 1
http://jorgedantas.blogspot.com 1
http://www.fcsl.edu.br 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Moodle tutorial- leandro padilha Moodle tutorial- leandro padilha Document Transcript

  • Caso de uso do ambiente virtual Moodle para Professores Elaboração Leandro Padilha Dias
  • 1 ACESSANDO O AMBIENTE MOODLE Para obter acesso ao Moodle, abra um dos navegadores InternetExplorer, Firefox ou outro de sua preferência. Na barra de endereço donavegador digite www.fcsl.edu.br/moodle para acessar o site que contém o ambientedo Moodle da instituição. Barra de endereço do navegador www.fcsl.edu.br/moodleSegue a barra de endereço que aparece na parte superior do navegador Depois de acessado o ambiente do Moodle da instituição, vai aparecer aseguinte tela. Nessa, existem duas opções de acesso.
  • Primeira opção: No canto superior direito do site clique na palavra“Acesso”. Segunda opção: Na parte inferior, próximo à logomarca MOODLE, cliqueem “Acesso”. Em seguida aparecerá a tela, onde você deverá digitar o “NOME DOUSUÁRO” e a “SENHA”.
  • 1.1 Acesso às disciplinas lecionadas Acessado o ambiente do Moodle, aparecerá a seguinte tela, onde vocêescolherá a disciplina no canto superior esquerdo do site.Clique no nome da sua disciplina
  • 1.2 Preparando o espaço de trabalho no ambiente do moodle Importante lembrar que o conteúdo é fator primordial em qualquerdisciplina, onde os conteúdos devem estar em formatos eletrônicos ou extensõescomo: .pdf, .avi, .jpg, entre outros. Por exemplo: “Ambiente_do_Moodle.doc”. “Ambiente_do_Moodle”  nome do arquivo “.doc”  extensão que representa um arquivo do tipo de documento detexto Na preparação do espaço de trabalho no ambiente do Moodle, vocêdeverá utilizar o menu ADMINISTRAÇÃO. Este menu configura todos os cursos evisualiza todas as opções em que o professor poderá mostrar na disciplina lecionadapor ele. Segue a tela com os campos de ADMINISTRAÇÃO, que aparece nocanto esquerdo do ambiente do Moodle.
  • É nesta tela que você administrará todo o ambiente de sua disciplina: - Poderá disponibilizar recursos (textos, imagens, vídeos, entre outros); - Poderá disponibilizar atividades (questionários, fóruns, entre outros); - Poderá habilitar (designar funções) o acesso de alunos à disciplina;entre outros recursos.
  • 1.3 Habilitando arquivos para conteúdos Primeiramente é importante conhecer como habilitar arquivos deconteúdos da sua disciplina no Moodle. É o caso quando você tem um arquivo de extensão, .pdf (texto), .doc(texto), .avi (vídeo), entre outros, e deseja disponibilizá-lo como conteúdo dadisciplina. Então, o que você deve fazer é realizar um upload1 desses arquivos parao ambiente do Moodle da instituição. Para isso, clique em "Arquivos" no menu“Administração”, à esquerda da tela do ambiente do Moodle. Acessado o espaço de trabalho do ambiente do Moodle, no cantoesquerdo aparecerá uma guia “Administração”. Visualizado, clique na opção“Arquivos” (ver figura). Em seguida, aparecerão as opções para inserir pastas / diretórios earquivos, com as definições de nome, tamanho, modificado e ação das pastas /diretórios ou arquivos.1.4 Ativando edição no ambiente do Moodle No menu de “Administração” do canto esquerdo do site, clique naprimeira opção “Ativar edição” (ver figura).1 Transferência de dados do computador a internet para internet
  • 1.5 Criando uma pasta / diretório2 Clique no botão “Criar um diretório” (ver figura). Em seguida, digite o nome da pasta / diretório (1º) que desejável. Nestecaso foi digitado PDF’s. Após clique no botão “Criar” (2º). 1º 2º Clicando no botão “Criar”, aparecerá a seguinte tela confirmando acriação da pasta / diretório PDF’s.1.6 Inserindo um arquivo na pasta / diretóro PDF’s. Clique na pasta / diretório PDF’s. Após aparecerá a seguinte tela (verfigura).2 Local de armazenamento de conjuto de arquivos ou subpasta/subdiretório
  • Confirmação do diretório pai Após, na mesma tela, clique no botão “Enviar um arquivo”, e emseguida aparecerão as seguintes opções (ver figura). Acione o botão “Procurar” e escolha o arquivo desejável. Neste caso, está sendo usado o arquivo “Moodle_-_Alunos.pdf.” Tamanho disponível pelo administrador do Moodle. Depois de escolhido o arquivo desejado clique no botão “Enviar arquivoselecionado”. Em seguida, visualizará o seguinte arquivo “Moodle_-_Aluno.pdf”que foi enviado para a pasta / diretório PDF’s e a mensagem Arquivo enviado comsucesso. Com isso, o arquivo estará disponível na disciplina.
  • Use os seguintes botões de acesso para voltar.1.7 Ativando recursos para a disciplinaPara ativar recurso para a disciplina, você usará as opções que aparecerão assimque efetuar o clique na opção “Ativar edição” no ambiente do Moodle.1.7.1 Inserindo Rótulo Nesta opção de recursos, o professor poderá criar um texto descritivo doque o aluno poderá encontrar naquela semana ou tópico específico, possibilitandocriação de títulos para separar o material disponibilizado em cada tópico. Uma vezque o rótulo é criado no editor de texto, poderá conter figuras, animações ouqualquer outro componente de página Web. De forma geral, é usado para organizaras semanas e agrupar atividades por tipo.Exemplo:1º passo - Acesse a opção “Acrescentar recurso”, aponte para a “InserirRótulo”.2º passo – Após definido o espaço digite um texto descritivo (ver figura).
  • Lembrem-se, todos os campos descritos de cor Barra de formatação vermelha e acompanhado de um asterisco (*), são de preenchimento obrigatório. Formantando o texto descritivo Assim que, digitado o texto descritivo como mostrado na figura acima,faça:3º passo - selecione o título, e escolha a opção de fonte (tipo de letra), nabarra de formatação (ver figura).4º passo - Altere a cor do título para azul (ver figura). Observe que ao clicar no botão, aparecerá uma janela para escolheruma cor. Basta escolher uma cor e a mesma aplicará ao título.5º passo - selecione o texto, e faça o mesmo acima se desejar.1.7.2 Criando uma página de texto simples Este recurso pode trazer uma descrição de atividade, explicação sobrealgum conteúdo, ou explicação sobre a finalidade do tópico em si. Enfim, pode incluirqualquer conteúdo que necessite de um texto mais extenso. Possui característicasde um editor HTML, no qual permite escrever um texto simples ou algo maissofisticado, com links para imagens, arquivos, sites. Então pode-se fazer váriostextos simples por tópicos.Exemplo:1º passo - Acesse a opção “Acrescentar recurso”, aponte para “Criar umapágina de texto simples”.
  • 2º passo – Em seguida será mostrado uma página de configuração da página detexto simples, em que será possível acrescentar: Preenchendo as caixas de textos:Nome: nessa caixa, digite o nome texto na forma que será visto pelos alunos.Sumário: nessa caixa, digite o contéudo do texto na forma que será visto pelosalunos.Texto completo: nessa caixa, digite contéudo completo do texto. Formatos texto que o ambiente ofereceFormato automático: essa opção é a mais indicada para usar formulários Web epara escrever texto, uma vez que substitui o editor HTML. Para tanto, basta escrevero texto ocmo se estivesse a redigir um email. Quando “salvar”, a formatação seráautomática e os endereços que utilizar da Web será convertido em link.Exemplo: www.fcsl.edu.br/moodle
  • Formato HTML: Está opção pressupõe que o texto seja editado em HTML. Está éuma opção pretendida quando se usa o editor HTML, para ser visualizado tal comofoi escrito. O texto apenas será retocado em caso de interrupções de linhas.Formato TEXT: essa opção é indicada quando o professor quiser usar código HTMLescrito por ele mesmo, ou seja, para ser visualizado exatamente como escreveu.Formato MARKDOWN: essa opção permite adicionar estilos como negrito, itálico.Estruturas como marca de pontos e cabeçalhos e também apontadores paraimagens ou outros recursos Web. De acordo com as descrições de formatos de texto, escolha um que seaplica ao seu tipo de texto e defina as configurações. Assim, basta clicar em “salvee mostre”, em seguida será mostrado o arquivo conforme foi desenvolvido.1.7.3 Criando uma página Web Escolhendo o recurso “Criar uma página Web”, você Professor veráquase a mesma tela que aparece para “Criar uma página de texto simples”. Adiferença é o “Sumário” quanto a conteúdo terá uma barra de formatação paraaplicar no próprio espaço de edição do texto no ambiente.Exemplo:1º passo - Acesse a opção “Acrescentar recurso”, aponte para “Criar uma páginade Web”.2º passo – Em seguida será mostrado uma página de configuração da página deWeb (ver figura).
  • Nessa opção “Criando uma página Web”, mostrará um campo deconfiguração para um “Link a um arquivo ou site”. Uma vez que será mostrado nopróximo tópico com mais delhates.1.7.4 Link a um arquivo ou site Este recurso será muito útil para aproveitar-se de materiais encontradosna internet e até para ligar (link) um arquivo. Por exemplo, arquivos com extensõesem (.pdf) gerados através de arquivos com extensões (.doc) e (.ppt) você Professorpode enviar para o ambiente Moodle.Exemplo:1º passo - Acesse a opção “Acrescentar recurso”, aponte para “Link a umarquivo ou site”.2º passo – Em seguida será mostrado uma página de configuração para apontar aum arquivo, uma vez que será possível disponibilizá-lo para os alunos (ver figura).Nome: nome do material na forma como será lido pelo aluno.Sumário: resumo ou observação do material a ser fornecido para os alunos.
  • Localização: coloca o endereço Web para onde se quer apontar ou o arquivoenviado pelo professor para o ambiente do Moodle.Janela: Essa configuração garante que o recurso não é incorporado em uma janelado navegador, mas como qualquer outro arquivo baixado (transferido da internetpara o computador). E também, será útil quando se quer evitar as armadilhas decross-browser3 incompatibilidade e multimídia errado de plugin das versões. É asolução mais acessível para os recursos de arquivo.Parâmetros: essa escolha é opcional. Ela é útil quando se precisa passarinformações do Moodle para o arquivo ou site da Web. Definido as opções acima, basta clicar no botão “salve e mostre”, emseguida será mostrado para os alunos na página principal da disciplina lecionadapelo professor.1.7.5 Visualizar um diretório Em todas as disciplinas no ambiente do Moodle, temos o recurso“arquivo” disponível no espaço de “administração”(ver tópico - 1.3 Habilitandoarquivos para conteúdos), um gerenciador de arquivo da disciplina. Este materialaponta para um diretório / pasta onde estão armazenados os arquivos da disciplina,que o professor disponibilizou. Os campos a serem preenchidos são semelhantes3 Refere-se à habilidade de um site, aplicação Web que suporta múltiplos navegadores.
  • aos disponibilizados dos materiais descritos anteriormente, assim no campo“visualizar um diretório” o professor escolherá o diretório / pasta, com o arquivopreviamente enviando ao ambiente do Moodle. Escolha aqui, dentre a pasta que você deseja disponibilizar o material completo para os alunos.1.8 Ativando atividades para a disciplina As opções do menu “Acrescentar atividades” tem como funçãoorganizar todas as atividades utilizadas pelo professor, agrupando-as por itens. Coma edição ativada, permitirá ao professor visualizar uma série de atividades quepoderão ser adicionadas a sua disciplina naquele tópico. Segue uma breveexplicação de algumas atividades importantes.
  • 1.8.1 Criando um Chat (diálogo) Esta ferramenta é bastante conhecida e utilizada nas comunidades deaprendizagem. Existem vários canais que possibilitam a realização de encontrosonline, inclusive criando salas particulares para a realização das atividades. O chat é um recurso de enviar e receber mensagens instantâneas, quepermite a prática de um diálogo textual em tempo real. Com isso, não hánecessidade de esperar por uma resposta como em outros recursos do Moodle, porexemplo, o fórum. Estes ambientes não exigem nenhum cadastramento anterior. Osusuários escolhem o nome (nickname) ou apelido, digitam uma senha e podementrar na sala. Hoje, existem ambientes que disponibilizam para o internauta a criação doseu próprio chat, sem necessidade de ter um servidor, como, por exemplo, oambiente da www.msn.com.br possibilitando, assim, uma certa privacidade para umgrupo de pessoas que desejam conversar sobre determinado tema sem ainterferência de desconhecidos. No Moodle o professor pode criar salas de diálogo, ativando a edição eescolhendo Chat na lista de atividades da seção à qual o bate papo irá pertencer.Segue o que será aberto; Uma janela para personalização do chat.
  • Exemplo:1º passo – Acesse em “Acrescentar atividade”, e aponte para a opção “Chat”.2º passo – Preencha os campos de acordo com a sua necessidade.Acrescentar atividade - ChatNome desta sala neste campo escolha um nome que tem relação com adisciplina ministrada ou conteúdo.Introdução explique quais as regras que serão usadas pelos alunos no chat.
  • Data do próximo chat defina uma data de início do chatRepetir sessões escolha uma opção para restringir as informações (texto) dosalunos que participaram do chat.Salvar as sessões encerradas escolher o período de disponibilidade dasinformações (texto) que os alunos colocaram no chat.Todos podem ver as sessões encerradas mostrar as informações (texto)colocadas pelos alunos ou ocultar.Salvar e mostrar depois de escolhido as opções acima clique para disponibilizaro chat para os alunos.Depois de clicado no botão “Salvar e mostrar” aparecerá a seguinte tela.
  • Na frase “Clique aqui para entrar no chat agora” é a opção que o alunoterá para iniciar a troca de informação com os demais participantes disponíveis.Efetuado a ação do clique aparecerá a seguinte janela para dar ínicio a troca deinformação. Campo para entrar com a informação desejada e iniciar uma discussão.1.8.2 Criando um Fórum (discussão – árvore do conhecimento) Nesta atividade existem possibilidades de interação e discussão entre osalunos e professores da disciplina sobre um determinado assunto. Os alunos e osprofessores têm a opção de enviar e receber cópias de novas mensagens via e-mailpara todos os alunos cadastrados na disciplina. Os fóruns de discussão seconstituem em uma área onde os participantes do curso podem realizar discussões
  • assíncronas, ou seja, podem enviar mensagens a respeito de um determinadoassunto, independente de outros usuários estarem conectados ao ambiente. As mensagens são apresentadas em uma lista e conectadas ao temaprincipal de discussão, gerando assim um enlace de comentários e respostas quenos permite identificar as conexões existentes entre as mensagens postadas.Exemplo:1º passo – Acesse em “Acrescentar atividade”, e aponte para a opção “Fórum”.2º passo – Preencha os campos de acordo com a sua necessidade.Nome do fórum: o professor poderá escolher um nome para o fórum de acordo como conteúdo pretendido para disciplina lecionada.Tipos de fórum:
  • - Cada usuário inicia apenas um novo tópico: permite que cada participantepossa abrir apenas um novo tópico, porém, todos podem responder livremente, semlimites de quantidade.- Fórum de P e R (perguntas e respostas): permite ao professor elaborarquestionamentos no fórum para discussão. Porém, o aluno só consegue visualizaras respostas dos outros alunos, a partir do momento que este posta a sua própriaresposta.- Fórum geral: por ser um fórum aberto, permite que todos os alunos e professorespossam iniciar um novo tópico de discussão quando desejarem.- Uma única discussão simples: o tópico do fórum aparece em uma única página.Usado para organizar discussões breves com foco em um tema preciso.Texto de discussão:Insira o texto que dará inicio a discussão na caixa de texto (“Digite aqui um tópico dediscussão”) mostrada acima (ver figura).Campos de importantes para configuração do fórum:
  • Obrigar todos a serem assinantes?: Os assinantes são todos os alunos dadisciplina que receberão por email as mensagens postadas no fórum. Essasmensagens são enviadas em até 15 minutos após a redação no fórum. Portanto, épossível escolher como: “não”, “sim para sempre” a assinatura não poderá sercancelada, “sim inicialmente” os alunos serão inscritos inicialmente. Mas casoqueiram podem cancelar a assinatura posteriormente e “assinaturas não sãoautorizadas”.Monitorar a leitura deste fórum?: O professor pode escolher um tipo demonitoramento no fórum: “Opcional” os participantes poderão escolher semonitorar ou não o fórum a seu critério, “ativar” o monitoramento estará ativo e“desativar” o monitoramento estará sempre desativado.Tamanho máximo do anexo: permite definir a dimensão máxima de arquivos dasmensagens que podem ser anexadoas pelos participantes do fórum.Nota: na página de configuração do fórum, é possível também atribuir uma “nota” naexecução dessa atividade, podendo ser esta uma avaliação qualitativa a partir dacriação de escalas. E assim estipular um prazo de tempo para execução e avaliaçãoda atividade.
  • Limite de mensagens para bloqueio: o professor poderá bloquear para o limite depostagem de cada aluno. Ou seja, os alunos serão impedidos de enviar mensagensdepois de atingir um limite no número de mensagens enviadas num dado período.Eles receberão avisos a medida que se aproximarem deste limite.Configurações comuns de módulos: As opções de configuração dos tipos degrupo são 3:• Nenhum grupo - não há divisão dos participantes do curso em grupos.• Grupos Separados - os participantes de cada grupo vêem apenas os outrosmembros deste grupo e os documentos e informações relacionados apenas a estesmembros. As mensagens e os participantes de outros grupos não são visíveis.• Grupos Visíveis - cada usuário pode participar apenas das atividades do seugrupo mas pode ver as atividades e os participantes dos demais grupos.A configuração dos tipos de grupo é feita em dois níveis:1. Configuração geral do curso: O tipo de grupo definido a nível de configuração decurso é a opção padrão para todas as atividades do curso.2. Configuração de cada atividade: Todas as atividades que aceitam configuraçãoda modalidade de acesso dos grupos podem ter o seu tipo de grupo configurado emmodo independente. Esta configuração da atividade será ignorada se a configuraçãogeral do curso "forçar o modo de grupo". Criando tópico de discussãoExemplo:1º passoNome do fórum: Construíndo um caso de uso do Moodle2º passoTipo de fórum: escolha o que desejar, neste exemplo foi escolhido “Fórum P e R(perguntas e respostas)”.3º passoCaixa de texto: Digite uma frase / tópico no qual os alunos irão discutir dentro dofórum da disciplina.
  • Caixa de texto Depois de clicado no botão “Salvar e mostrar” aparecerá aseguinte tela. Acrescetando uma nova questãoExemplo:1º passoAssunto: Digite o assunto de uma nova pergunta2º passoMensagem (caixa de texto): digite a nova pergunta para discussão da disciplina noambiente do Moodle.
  • Antes de enviar a pergunta ou comentário para o fórum, e tenha interesseem agregá-lo com um arquivo. No final aparecerá as opções abaixo, como a deanexo, que serivá para a procura de um arquivo qu deseja. Lembrando que existemlimites de tamanho de arquivo (isso será controlado pelo administrado do ambienteMoodle). Em seguida clique em no botão “Enviar mensagem ao fórum” Uma vez que enviado, aparecerá a seguinte tela abaixo no fórum dediscussão do ambiente da disciplina do Moodle. Assim, para continuar a discussãouse as seguintes opções fornecidas pelo Moodle: Tópico, autor, comentário e últimamensagem.1.8.3 Questionário Existem dois tipos de questionário. O primeiro é o phpESP, que permiteconstruir formas de pesquisas usando uma variedade de tipos de perguntas paraobter-se informações dos alunos (usuários). E o segundo tipo de questionáriocontém recursos de avaliações nos formatos de questões. Este contém umaconfiguração que compreende a definição do período de disponibilidade, aapresentação de resposta automática, diversos sistemas de avaliação, entre outros.As questões podem ser múltipla escolha, verdadeiro ou falso, respostas breves,entre outras. São arquivadas por categorias em uma base de dados e podem serreutilizadas em outros questionários e em outros cursos. O professor define umalista de questões e as alternativas de respostas de cada uma delas.Desenvolvendo um questionário
  • 1º passo – Acesse em “Acrescentar atividade”, e aponte para a opção“Questionário”.2º passo – Preencha os campos de acordo com a sua necessidade. Campos para preenchimento:Nome: Digite o nome do questionárioIntrodução: Digite um texto para introdução do questionário relacionado a disciplinalecionada.Abrir o questionário: Data a partir da qual o questionário estará disponível para osalunos da disciplina.Encerrar o questionário: Data em que o questionário deixaráde estar disponívelpara os alunos da disciplina.Limite de tempo (minutos): Será realizada uma contagem de tempo, indicando aduração para conclusão do questionário. Quando o tempo expirar as respostas aoquestionário são enviadas automaticamente para o ambiente da Moodle, com asquestões até então respondidas.
  • OBSERVAÇÃO: Se o aluno tentar enviar suas respostas depois de terminado otempo, após 60 segundos, sua nota será automaticamente zerada.Outros campos com opção para o desenvolvimento do questionárioTEMPOEncerrar o questionário / Abrir o questionário: Você pode definir as datas em queo questionário estará disponível para ser respondido. Antes e depois deste período oquestionário não poderá ser acessado.Limite de tempo(minutos): Na configuração padrão os questionários não têmtempo limite, permitindo-se aos alunos o tempo que for necessário para completar oquestionário.Intervalo entre a primeira e a segunda tentativa: um aluno tem que esperar esteperíodo após a primeira tentativa, antes que possa fazer a segunda tentativa.Intervalo entre a segunda e outras tentativas: então um aluno tem que esperareste período antes que possa fazer outras tentativas.Veja abaixo, outras configurações importantes do questionário.
  • VISUALIZAÇÃOQuestões por página: Aqui se decide se o aluno verá todo o questionário em umasó tela, com rolamento vertical, ou se as perguntas serão colocadas em várias telas.O número de perguntas por tela é determinado pelo professor.Misturar as perguntas: É possível decidir se a ordem das perguntas são asmesmas para todos os alunos ou se elas serão apresentadas em uma ordemescolhida pelo sistema para cada aluno.Misturar entre questões: Quando uma pergunta do questionário tem váriasalternativas, essas alternativas podem ser apresentadas aos alunos sempre namesma ordem ou em uma ordem determinada pelo sistema.TENTATIVASTentativas permitidas: O professor decide se o aluno pode tentar responder oquestionário um número limitado ou ilimitado.Cada tentativa se baseia na última: Se for permitida mais de uma tentativa, entãocada nova tentativa contém o resultado da tentativa anterior. Para mostrar umquestionário vazio em cada tentativa, seleciona-se “não” para esta opção.Modo adaptativo: Caso escolha a opção “Sim” para este campo, então o alunopoderá tentar responder a mesma questão mais de uma vez na mesma tentativa deresponder o questionário. Se ele respondeu incorreto a uma das questões elepoderá tentar respondê-la novamente com uma penalidade no valor da questão a
  • cada nova tentativa. O valor da penalidade é estabelecido no próximo campo da telade configuração.NOTASMétodo de avaliação: Ao se permitir mais de uma tentativa, o professor decidiráqual será a nota final: nota mais alta, nota média, primeira tentativa ou últimatentativa.Aplicar Penalidades: Caso permita ao aluno corrigir a resposta atribuída a umaquestão, com o modo adaptativo, pode-se impor uma penalidade cujo valor serádefinido para cada questão.Números decimais nas notas: Este campo permite selecionar o número dealgarismos decimais que serão apresentados na classificação de cada tentativa.Por exemplo: 0 significa que os números mostrados serão inteiros.Segue as opções de revisão do questionário.OPÇÕES DE REVISÃO: Esta opção o professor irá configurar quais informações osalunos podem ver quando eles revisam uma tentativa de resposta do questionário ouverifica os relatórios do questionário.- Após a tentativa: Dentro de dois minutos após a tentativa ser encerrada pelousuário clicando Enviar tudo e terminar.- Mais tarde, enquanto ainda estiver aberto: Depois deste momento, e antes dadata de fechamento do questionário.- Depois do fechamento do questionário: Após a data de fechamento doquestionário ter passado. Se o questionário não tiver uma data de fechamento esteevento nunca ocorrerá.
  • SEGURANÇASegurança do navegador: A janela segura tenta fornecer alguma segurança aosquestionários (tornando cópia e fraude mais difíceis) restringindo algumas ações donavegador usado pelo aluno.Senha necessária: É possível estabelecer uma senha para que o aluno tenhaacesso ao questionário.Requer endereço de rede: Este campo é opcional. Pode-se restringir o acesso aum questionário a sub-redes particulares numa LAN4 ou internet especificando-seuma lista separada por vírgulas dos endereços IP5 completos ou parciais.CONFIGURAÇÕES COMUNS DE MÓDULOSTipo de grupo: Tipo de grupo: Caso os alunos estejam divididos em grupos, aqui sedecide a qual grupo destina-se o determinado questionário, assim como se podedefinir a nenhum grupo, ou a todos os grupos.Visível: Poderá deixar visível ou invisível, no período em que o professor estiverelaborando o questionário.Número de identificação do módulo: identifica a atividade para fins de cálculo deavaliação. Se a atividade não estiver inclusa em nenhum cálculo de avaliação entãoo campo do número de identificação do módulo pode ser deixado em branco. E4 Local Area Network - Rede de área local, um tipo de rede de computador5 Internet Protocol – de forma genéica é um endereço que indica o local de um determinadoequipamento (normalmente computadores) em uma rede privada ou pública.
  • também pode ser definido na página de edição do cálculo das notas no Relatório deAvaliação, embora ele só possa ser editado na página de atualização da atividade.FEEDBACK GERAL: É um texto mostrado para o aluno depois que ele terminou,uma tentativa, de responder o questionário. O texto que é mostrado pode dependerda nota que o aluno obteve.Por exemplo, se você esta considerando:Limite de notas: 100%Feedback: Muito BomLimite de notas: 40%Feedback: Por favor, precisa aprofundar mais nos estudos. E assim por diante!Uma vez configurado o questionário, clique em “salvar e mostrar”.Exemplo:1º passo
  • Nome: Digite o assunto do questionário2º passoMensagem (caixa de texto): digite alguma observação sobre o questionário queserá apresentado na disciplina do ambiente Moodle3º passo Clique em “salvar e mostrar”.Aparecerá seguinte tela:Banco de questões Esta última tela, é a tela de construção das questões e montagem doquestionário. Do lado direito esta a região reservada ao banco de questões (emcategorias), e, do lado esquerdo as questões que fazem parte do questionário. O professor pode criar categorias de questões por assunto, capítulo,tema, entre outros. Isto facilita a localização das questões que forem criadas epermite que o banco de questões cresça a medida que for utilizado por outrosgrupos de alunos. Para criar uma categoria clique na opção categoria, que está localizadana barra superior da estrutura geral do questionário.
  • No campo “Cria nova pergunta”, escolha “Verdadeiro / Falso”.Nome da pergunta: Caso de uso do MoodleTexto da pergunta (caixa de texto): Caso de uso do Moodle serve para orientar osprofessores na prática docente da instituição no ensino-aprendizagem?
  • Atenção com este, campo, neste caso a resposta certa é VERDADEIRO.Feedback geral (caixa de texto): Leia sempre com atenção as questões. E procuresempre desenvolver questionário com manual de casos de uso do Moodle em mãos.Feedback para a opção “verdadeiro”: Parabéns!Feedback para a opção “falso”: Estude mais e leia com mais atenção as próximasquestões. Clique em “salvar mudanças”.
  • Após aparecerá a seguinte telaEm seguida, verifique a barra a seguir faça:- Clique no ícone visualização prévia.Aparecerá a seguinte tela abaixo dando uma idéia de como será mostrado ao aluno:Respondendo a questão.- Marque uma das opção que responda a questão e clique no botão Enviar
  • 1.8.4 Envio de arquivo único Este tipo de tarefa permite que cada aluno envie um único arquivo, dequalquer tipo. Pode ser um arquivo de texto, uma imagem ou qualquer outro arquivoque você possa solicitar.Exemplo:1º passo – Acesse em “Acrescentar atividade”, e aponte para a opção “Envio deum único arquivo”.2º passo – Preencha os campos de acordo com a sua necessidade.Acrescentar atividade – Envio de um único arquivo
  • Escolha a data de que o arquivo ficará disponível para os alunos e a datade entrega. Lembrando também que o professor poderá impedir enio de arquivo ematraso.Envio de arquivo únicoPermitir novo envio: A configuração padrão proibe um aluno de enviar novamentea mesma tarefa depois que ela foi avaliada.Avisos por email aos professores: Se habilitado, os professores serão avisadosatravés de mensagens breves por correio eletrônico sempre que os alunos enviareum novo documento ou atualizarem um documento enviado.Tamanho máximo: habilita o tamanho máximo do arquivo que os alunos poderãoenivar para o ambiente Moodle.Uma vez configurado, clique em “salvar e mostrar”.
  • Seguinte tela aparecerá para os alunos, para que possam enviar o arquivo adisciplina do ambiente do Moodle.1.8.5 Wiki Permite aos participantes de um curso uma interação colaborativa emuma página web, de modo que possam construir coletivamente um determinadoconteúdo.Exemplo:1º passo – Acesse em “Acrescentar atividade”, e aponte para a opção “Wiki”.2º passo – Preencha os campos de acordo com a sua necessidade.Acrescentar atividade – Wiki
  • Nome: Nome da Wiki como será visualizada pelos alunos.Sumário: Objetivos da Wiki e os conteúdos a serem construídos pelos estudantes.Tipo: Existem três tipos de Wikis: estudante, grupo e professor. (ver tópico – 1.9.1Funções e suas descrições)Para finalizar clique em “salvar e mostrar”.´1.9 Designando funções no ambiente do moodle Depois de ativada a edição, aparecerá no Menu Administraçãoesquerdo do site a guia de ADMINISTRAÇÃO, clique na primeira opção DESIGNARFUNÇÕES. Designar funções: Mostra ao professor as permissões e qual é o papeldos usuários (participantes) na disciplina. As ações dos usuários (participantes) como inscrição da disciplina érealizada pelo professor ou pelos próprios alunos. A inscrição será a partir da funçãodesignar funções e em seguina clique em Estudantes.
  • DESIGNAR FUNÇÕES1.9.1 Funções e suas descrições Moderador: Pode interagir e avaliar; não podem modificar as atividades Estudante: Normalmente tem menos privilégio em um curso Visitante: Tem privilégios mínimos e não pode publicar textos Depois de escolhida a função, proceda à pesquisa do estudante atravésdo nome cadastrado no banco de dados da instituição. Selecione o nome do aluno eatravés da seta que se encontra entre as duas colunas (ver figura), o mesmo serámovimentado para a coluna da esquerda, concluindo a sua inscrição.
  • Aluno inscrito na disciplina (ver figura). OBSERVAÇÃO: Se o aluno efetuou a inscrição, ele terá que fazer, passoa passo o que segue:Exemplo:- Acessar o endereço: www.fcsl.edu.br/moodle
  • - Selecionar o link ACESSO (canto superior direito do site)- Digitar o nome do usuário e a senha para acessar- O aluno poderá ver todas as disciplinas ativadas para o seu espaço no ambientedo Moodle.2 Relatório do Moodle para o professor O relatório apresenta qual a participação ou atuação de um ou maisalunos dentro do curso. O Moodle permite uma filtragem mais abrangente de dados,apresentando os dados que os professores precisam acompanhar dessa atuação.Entre essas opções é possível escolher o curso, os grupos, todos ou apenas umparticipante, todos ou apenas um dia específico, todas ou algumas atividadesespecíficas, todas ou algumas ações, entre outras opções. Esses dados podem serapresentados na própria página ou fazer o download em formatos .pdf, .ods ou .xls.Acesse o menu de “Administração” (ver figura) e escolha a opção Relatório.Em seguida aparecerá a seguinte tela.