Jitter: Processos aleatórios

776 views
746 views

Published on

Alguns objectos para geração aleatória de sequências em Jitter.

http://artes.ucp.pt/blogs/index.php/vai/

Published in: Education, Technology, Business
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
776
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
47
Actions
Shares
0
Downloads
9
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Jitter: Processos aleatórios

  1. 1. Jitter – Alguns processos aleatórios Vídeo Arte Interactiva 05-03-2010 Jorge C. S. Cardoso 1
  2. 2. 2 Conteúdo • random • decide • urn 05-03-2010 Jorge C. S. Cardoso
  3. 3. 3 [random] • Gerar valores inteiros entre 0 e um determinado valor • Exemplo 1-Random.maxpat • Gerar valores inteiros entre a e b • Exemplo 1a-Random.maxpat 05-03-2010 Jorge C. S. Cardoso
  4. 4. Números aleatórios num 4 computador • A geração de valores por um computador não é aleatória – É necessário um qualquer processo, que, por muito complexo que seja é sempre determinístico • Usa-se uma função que gera valores que, aparentemente, são aleatórios, mas a sequência gerada depende do valor inicial – seed • A seed determina a sequência, por isso, convém escolher uma seed diferente em cada execução do programa (por omissão os objectos do Jitter fazem isto) • Exemplo 2-RandomSeed.maxpat 05-03-2010 Jorge C. S. Cardoso
  5. 5. 5 • Exemplo 3-Video-Random.maxpat 05-03-2010 Jorge C. S. Cardoso
  6. 6. 6 [decide] • Objecto especializado em escolher aleatoriamente entre duas opções • Exemplo 4-Decide.maxpat • Exemplo 5-Video-Decide.maxpat 05-03-2010 Jorge C. S. Cardoso
  7. 7. 7 [urn] • Gera números aleatórios sem duplicados – Pode ser usado para gerar sequências que contêm sempre os mesmos valores mas em ordem diferente • Permite-nos garantir que todos os valores de uma sequência são gerados • Exemplo 6-URN.maxpat • Exemplo 7-URN-Lista.maxpat • Exemplo 8-Video-URN.maxpat 05-03-2010 Jorge C. S. Cardoso

×