01/2012 Boletim InformativoLeia nesta edição- Encontro pela Sustentabilidade.........................02- Plataforma Cidade...
Encontro pela SustentabilidadeNa noite da sexta-feira (20/04), partidos políticos, lideranças sociais e ambientais partici...
- Partido Socialista Brasileiro (PSB), representado por Ruy Rostirolla.- Partido Verde (PV), representado por Jefferson de...
relativos às metas que sejam adequadas para demonstrar os resultados dos nos nossoscompromissos. Também se comprometem em ...
A Nossa Perspectiva ComumNós, candidatos ao Governo Municipal e a Câmara de Vereadores confirmamos a nossaperspectiva comu...
1. GovernançaNós nos comprometemos a fortalecer os nossos processos de decisão com a promoção dosinstrumentos da democraci...
5. Planejamento e Desenho UrbanoNós nos comprometemos a reconhecer o papel estratégico do planejamento e do desenhourbano ...
9. Equidade, Justiça Social e Cultura de PazNós nos comprometemos em promover comunidades inclusivas e solidárias. Por iss...
12.4 Buscar parcerias e incentivos para a construção de novos equipamentos, viabilizar aprodução cultural e a promoção da ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Boletim Maricá Maio

228

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
228
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Boletim Maricá Maio

  1. 1. 01/2012 Boletim InformativoLeia nesta edição- Encontro pela Sustentabilidade.........................02- Plataforma Cidades Sustentáveis .....................02Grupo MaricáEntidade Ambientalista de ViamãoBlog:www.vhecologia.blogspot.com MaioContato: grupomarica@gmail.com
  2. 2. Encontro pela SustentabilidadeNa noite da sexta-feira (20/04), partidos políticos, lideranças sociais e ambientais participaramdo ato de lançamento do Programa Cidades Sustentáveis em Viamão, uma iniciativa doGrupo Maricá. A atividade ocorreu no Restaurante Natural Natureza Pura.Conforme o presidente da entidade, Jorge Amaro, “a sustentabilidade é um tema essencial nosdiferentes debates da sociedade e não poderia estar de fora no processo eleitoral. Nossaproposta, de chamar os partidos para assumirem compromisso com uma cidade sustentável étambém responsabilidade de uma entidade que desde 2004 luta por políticas ambientais emViamão. Este é também um processo pedagógico, pois busca que cada partido assumainstitucionalmente a temática e possa replicar em seus planos de governo e nas candidaturasa vereadores.”Para Edison Kern, militante do Maricá e um dos organizadores do encontro, “nós semprequeremos que os políticos façam promessas e principalmente assumam compromissos. Nossodever enquanto sociedade é cobrar.”Um dos consensos estabelecidos é que a próxima gestão viamonense não poderá deixar decriar a secretaria municipal do meio ambiente, que para Amaro é o “eixo central da gestão dasustentabilidade, ou seja, um órgão que tenha capacidade de dar respostas concretas asdemandas da cidade.”Outros pontos de destaque foram o papel da educação ambiental como agente mobilizador deações práticas e mudanças individuais e ainda a responsabilidade de toda sociedade com omeio ambiente.Além dos partidos políticos, apoiam a iniciativa a Sociedade Espírita Bezerra de Menezes,representada por Luana Schreiner e a Associação Industrial e Comercial de Viamão (Acivi) queencaminhou ofício de apoio à proposta, através de seu atual presidente André Pacheco.A Plataforma, por ter uma dimensão mundial, deve ter atores locais para cobrar sua efetivação.E este será o papel do Grupo Maricá e das demais entidades da sociedade civil viamonense.Aderiram a Plataforma os seguintes partidos:- Partido Comunista do Brasil (PC do B), representado por Gislaine Pacheco.- Partido dos Trabalhadores (PT), representado por Robinson Duarte.- Partido Pátria Livre (PPL), representado por Jefferson Damasceno.- Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), representado por Pedro Ciarlo.Boletim informativo 2 – grupomarica@gmail.com
  3. 3. - Partido Socialista Brasileiro (PSB), representado por Ruy Rostirolla.- Partido Verde (PV), representado por Jefferson de Souza.A PlataformaEsta Carta Compromisso e a estrutura da publicação “Plataforma Cidades Sustentáveis” estãoinspiradas nos compromissos da Carta de Aalborg (Dinamarca), um pacto político com odesenvolvimento sustentável que já foi assinado por mais de 2700 municípios.Os compromissos consideram a participação da comunidade local na tomada de decisões, aeconomia urbana preservando os recursos naturais, a equidade social, o correto ordenamentodo território, a mobilidade urbana, o clima mundial e a conservação da natureza, entre outrosaspectos relevantes.Diante das diferenças entre as realidades brasileira e européia, foram agregados dois novoseixos temáticos: Cultura para a Sustentabilidade e Educação para a Sustentabilidade eQualidade de Vida.Assim como, pela mesma razão, foram processadas outras mudanças em itens doscompromissos.Os compromissos assumidos:Ao assinar a carta, os partidos se comprometem com 12 pontos:1 GOVERNANÇA2 GESTÃO LOCAL PARA A SUSTENTABILIDADE3 BENS COMUNS NATURAIS4 CONSUMO RESPONSÁVEL E OPÇÕES DE ESTILOS DE VIDA5 PLANEJAMENTO E DESENHO URBANO6 MELHOR MOBILIDADE, MENOS TRÁFEGO7 AÇÃO LOCAL PARA A SAÚDE8 ECONOMIA LOCAL DINÂMICA E SUSTENTÁVEL9 EQUIDADE, JUSTIÇA SOCIAL E CULTURA DE PAZ10 DO LOCAL PARA O GLOBAL11 EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE E QUALIDADE DE VIDA12 CULTURA PARA A SUSTENTABILIDADEAlém disso, concordam em estabelecer metas específicas para a situação em períodos de 48meses após a data da posse, tomando em consideração os Compromissos da PlataformaCidades Sustentáveis como uma fonte de inspiração e estabelecer horizontes temporaisBoletim informativo 3 – grupomarica@gmail.com
  4. 4. relativos às metas que sejam adequadas para demonstrar os resultados dos nos nossoscompromissos. Também se comprometem em realizar anualmente um monitoramento dosresultados face aos Compromissos da Plataforma Cidades Sustentáveis e a disponibilizá-loaos cidadãos. Plataforma Cidades SustentáveisEsta Carta Compromisso e a estrutura da publicação “Plataforma Cidades Sustentáveis”estão inspiradas nos compromissos da Carta de Aalborg (Dinamarca), um pacto políticocom o desenvolvimento sustentável que já foi assinado por mais de 2700 municípios.Os compromissos consideram a participação da comunidade local na tomada dedecisões, a economia urbana preservando os recursos naturais, a equidade social, ocorreto ordenamento do território, a mobilidade urbana, o clima mundial e aconservação da natureza, entre outros aspectos relevantes. Diante das diferenças entreas realidades brasileira e européia, foram agregados dois novos eixos temáticos:Cultura para a Sustentabilidade e Educação para a Sustentabilidade e Qualidade deVida. Assim como, pela mesma razão, foram processadas outras mudanças em itensdos compromissos.CARTA COMPROMISSO PLATAFORMA CIDADES SUSTENTÁVEISBoletim informativo 4 – grupomarica@gmail.com
  5. 5. A Nossa Perspectiva ComumNós, candidatos ao Governo Municipal e a Câmara de Vereadores confirmamos a nossaperspectiva comum de um futuro sustentável para as nossas comunidades.A nossa perspectiva refere-se a cidades inclusivas, prósperas, criativas, educadoras,saudáveis, democráticas e sustentáveis, que proporcionem uma boa qualidade de vida a todosos cidadãos e permitam a sua participação em todos os aspectos relativos à vida urbana.Os Nossos DesafiosAo cumprir as nossas responsabilidades de governo e gestão, estamos cada vez mais sujeitosàs pressões conjuntas da globalização econômica e do desenvolvimento tecnológico. Somostambém confrontados com alterações econômicas profundas e com ameaças e riscos, naturaise humanos, para as nossas comunidades e recursos.Enfrentamos desafios difíceis: criar empregos numa economia baseada no conhecimento,combater a pobreza e a exclusão social, assegurar uma proteção efetiva do nosso ambiente,reduzir a nossa pegada ecológica, responder às alterações demográficas e garantir adiversidade cultural, assim como evitar conflitos e manter a paz nas diversas comunidadesbrasileiras.As Nossas ResponsabilidadesTemos um papel essencial em assegurar o desenvolvimento sustentável ao mesmo tempo emque respondemos os desafios em cooperação com outros níveis de governo. Este papel exigeque adotemos uma abordagem mais efetiva e integrada nas políticas locais e regionais,compatibilizando os objetivos ambientais, sociais, culturais e econômicos. Simultaneamente,devemos garantir que os nossos esforços para melhorar a qualidade de vida local não ponhamem risco a qualidade de vida de pessoas noutras partes do mundo ou das gerações futuras.Reconhecemos que as cidades são, no dia-a-dia, o nível de governo mais próximo doscidadãos brasileiros e são oportunidades únicas para influenciar comportamentos sociais eindividuais no sentido da sustentabilidade, por meio da educação e de campanhas desensibilização.Podemos apoiar as iniciativas dos municípios, assim como buscar o apoio das prefeituras paraa implementação de estratégias e políticas públicas dos governos estaduais e federal.A Nossa Resposta:Os Compromissos da Plataforma Cidades SustentáveisNós, candidatos(as) a cargos de prefeito (a) e vereador (a) assumimos esses desafios eaceitamos as nossas responsabilidades. Adotamos a Plataforma Cidades Sustentáveis comouma importante fonte de informação estratégica para a elaboração de nossas políticas públicaspara a sustentabilidade.Pretendemos traduzir a nossa perspectiva comum para um futuro sustentável em metasconcretas de sustentabilidade e em ações integradas nos níveis locais, regionais e nacional.Adotamos a Plataforma Cidades Sustentáveis como um recurso a partir do qual iremosselecionar prioridades apropriadas às nossas realidades e necessidades locais e regionais,que deverão ter em atenção o respectivo impacto global. Iniciaremos processos locais eregionais participativos, no sentido de identificar metas específicas e horizontes temporais paramonitorar os resultados alcançados. Os Nossos ParceirosIncitamos todos os níveis de governo, autoridades locais, empresas, instituições de ensino epesquisa, Ongs, redes e outras organizações brasileiras a juntarem-se a nós, reconhecendo eapoiando os Compromissos da Plataforma Cidades Sustentáveis como uma contribuiçãosignificativa para os esforços brasileiros no sentido de alcançarmos a sustentabilidade.Convidamos a todos para que nos apoiem a alcançar estes compromissos, a monitorar onosso desempenho e a tornar acessíveis as áreas de conhecimento em que são peritos.OS COMPROMISSOS DA PLATAFORMA CIDADES SUSTENTÁVEISBoletim informativo 5 – grupomarica@gmail.com
  6. 6. 1. GovernançaNós nos comprometemos a fortalecer os nossos processos de decisão com a promoção dosinstrumentos da democracia participativa. Por isso vamos trabalhar para:1.1 Continuar a desenvolver uma perspectiva comum e de longo prazo para cidades e regiõessustentáveis.1.2 Fomentar a capacidade de participação e de ação para o desenvolvimento sustentáveltanto nas comunidades locais como nas administrações locais e estaduais.1.3 Convocar todos os setores da sociedade civil local para a participação efetiva nosprocessos de decisão, monitoramento e avaliação, oportunizando acesso a participação detodos.1.4 Tornar as nossas decisões claras e transparentes.1.5 Promover a cooperação e as parcerias entre os municípios vizinhos, outras cidades,regiões metropolitanas e outros níveis de administração.2. Gestão Local para a SustentabilidadeNós nos comprometemos a implementar uma gestão eficiente, desde o planejamento,passando pela implementação até a avaliação. Por isso vamos trabalhar para:2.1 Reforçar os processos de Agenda 21 ou outros com vista ao desenvolvimento sustentávellocal e regional e integrá-los, de forma plena, ao funcionamento das administrações em todosos níveis.2.2 Realizar uma gestão integrada para a sustentabilidade, baseada no princípio da precauçãosobre o Ambiente Urbano e seus entornos.2.3 Estabelecer metas e prazos concretos face aos Compromissos da Plataforma CidadesSustentáveis bem como um programa de monitoramento destes Compromissos.2.4 Assegurar a importância das questões de sustentabilidade nos processos de decisão anível urbano e regional, assim como uma política de atribuição de recursos baseada emcritérios de sustentabilidade sólidos e abrangentes.2.5 Envolver atores diversos para monitorar e avaliar o nosso desempenho, tendo em vista oalcance das metas de sustentabilidade estabelecidas.3. Bens Comuns NaturaisNós nos comprometemos a assumir plenamente as nossas responsabilidades para proteger,preservar e assegurar o acesso equilibrado aos bens comuns naturais. Por isso vamostrabalhar para:3.1 Reduzir o consumo de energia não renovável e aumentar o de energias renováveis.3.2 Melhorar a qualidade da água, poupar água e usar a água de uma forma mais eficiente.3.3 Promover e aumentar a biodiversidade, e alargar e cuidar de áreas naturais protegidas ede espaços verdes.3.4 Melhorar a qualidade do solo, preservar terrenos ecologicamente produtivos e promover aagricultura e o reflorestamento sustentáveis.3.5 Melhorar substantivamente a qualidade do ar.4. Consumo Responsável e Opções de Estilo de VidaNós nos comprometemos a adotar e a proporcionar um uso prudente e eficiente dos recursose a encorajar um consumo e produção sustentáveis. Por isso vamos trabalhar para:4.1 Evitar e reduzir os resíduos, e aumentar a reutilização e a reciclagem.4.2 Gerir e tratar os resíduos de acordo com as melhores práticas.4.3 Evitar os desperdícios de energia, e melhorar a eficiência energética.4.4 Adotar uma política sustentável de aquisição de bens e serviços.4.5 Promover ativamente a produção e o consumo sustentáveis, em particular de produtoscom rótulos ambientais, orgânicos, éticos e de comércio justo.4.6 Promover a inclusão social dos trabalhadores autônomos (catadores e recicladores, entreoutros), fomentando e estimulando a organização e a estruturação do trabalho desses agentesambientais.Boletim informativo 6 – grupomarica@gmail.com
  7. 7. 5. Planejamento e Desenho UrbanoNós nos comprometemos a reconhecer o papel estratégico do planejamento e do desenhourbano na abordagem das questões ambientais, sociais, econômicas, culturais e da saúde,para benefício de todos. Por isso vamos trabalhar para:5.1 Reutilizar e regenerar áreas abandonadas ou socialmente degradadas.5.2 Evitar a expansão urbana no território, dando prioridade ao adensamento edesenvolvimento urbano no interior dos espaços construídos, com a recuperação dosambientes urbanos degradados e assegurando densidades urbanas apropriadas.5.3 Assegurar a compatibilidade de usos entre edifícios e áreas urbanas, oferecendoadequado equilíbrio entre empregos, habitação e equipamentos, dando prioridade aoadensamento residencial nos centros das cidades.5.4 Assegurar uma adequada conservação, renovação e utilização/reutilização do nossopatrimônio cultural urbano.5.5 Adotar critérios de desenho urbano, da acessibilidade universal e de construçãosustentáveis e promover a arquitetura e as tecnologias de construção de alta qualidade.6. Melhor Mobilidade, Menos TráfegoNós reconhecemos a interdependência entre os transportes, a saúde, o ambiente e o direito àcidade, por isso, comprometemo-nos a promover as opções de mobilidade sustentáveis. Porisso vamos trabalhar para:6.1 Reduzir a necessidade de utilização do transporte individual motorizado e promover modosde transporte alternativos, viáveis e acessíveis a todos.6.2 Aumentar a parcela de viagens realizadas em transportes públicos, a pé ou de bicicleta.6.3 Encorajar a transição para veículos menos poluentes.6.4 Desenvolver um plano de mobilidade urbana integrado, acessível e sustentável.6.5 Reduzir o impacto dos transportes sobre o ambiente e a saúde pública.7. Ação Local para a SaúdeNós nos comprometemos a proteger e a promover a saúde e o bem-estar dos nossoscidadãos. Por isso vamos trabalhar para:7.1 Disseminar informações no sentido de melhorar o nível geral dos conhecimentos dapopulação sobre os fatores essenciais para uma vida saudável, a maioria dos quais se situafora do setor restrito da saúde.7.2 Promover o planejamento urbano para o desenvolvimento saudável das nossas cidades,garantindo assim os meios indispensáveis para construir e manter parcerias estratégicas paraa promoção da saúde.7.3 Aumentar a equidade no acesso à saúde com especial atenção aos pobres, indígenas,comunidades quilombolas e pessoas com deficiência o que requer a elaboração regular derelatórios sobre o progresso conseguido na redução das disparidades.7.4 Promover estudos de avaliação da saúde pública, como meio de permitir a todos ossetores de atividades focarem o seu trabalho na melhoria da saúde e da qualidade de vida.7.5 Motivar os urbanistas para integrarem condicionantes de saúde nas estratégias deplanejamento e desenho urbano.8. Economia Local Dinâmica e SustentávelNós nos comprometemos a apoiar e a criar as condições para uma economia local dinâmicaque reforce o acesso ao emprego sem prejudicar o ambiente. Por isso vamos trabalhar para:8.1 Introduzir medidas para estimular e apoiar o emprego local e a formação de empresas.8.2 Cooperar com o tecido empresarial local para promover e implementar boas práticasempresariais.8.3 Desenvolver e implementar princípios e indicadores de sustentabilidade para as empresas,desde a localização mais apropriada para cada uma, passando por seus processos e produtos,até a sustentabilidade das cadeias produtivas em que se integram.8.4 Encorajar o mercado de produtos locais e regionais de alta qualidade.8.5 Promover um turismo local sustentável e acessível.Boletim informativo 7 – grupomarica@gmail.com
  8. 8. 9. Equidade, Justiça Social e Cultura de PazNós nos comprometemos em promover comunidades inclusivas e solidárias. Por isso vamostrabalhar para:9.1 Desenvolver e implementar programas para prevenir e superar a condição de pobreza.9.2 Assegurar acesso equitativo aos serviços públicos, à educação, à saúde, às oportunidadesde emprego, à formação profissional, à atividades culturais e esportivas, à informação e àinclusão digital.9.3 Promover a inclusão social e a igualdade entre os gêneros, pessoas com deficiência,raçase etnias.9.4 Aumentar a segurança da comunidade.9.5 Garantir habitação e condições de vida de boa qualidade e socialmente adequadas.10. Do Local para o GlobalNós nos comprometemos a assumir as nossas responsabilidades globais pela paz, justiça,equidade, desenvolvimento sustentável e proteção do clima. Por isso vamos trabalhar para:10.1 Elaborar e seguir uma abordagem estratégica e integrada para minimizar as alteraçõesclimáticas, e trabalhar para conseguir níveis sustentáveis de emissões de gases geradores doefeito estufa.10.2 Integrar a política de proteção climática nas nossas políticas de energia, de transportes,de consumo, de resíduos, de agricultura e de florestas.10.3 Disseminar informações sobre as causas e os impactos prováveis das alteraçõesclimáticas, e integrar medidas de prevenção na nossa política referente às alteraçõesclimáticas.10.4 Reduzir o nosso impacto no ambiente global e promover o princípio da justiça ambiental.10.5 Reforçar a cooperação regional, nacional e internacional de cidades e desenvolverrespostas locais para problemas globais em parceria com outros governos locais e regionais,comunidades e outros atores relevantes.11. Educação para a Sustentabilidade e Qualidade de VidaNós nos comprometemos a integrar na educação formal e na aprendizagem ao longo da vida,valores e habilidades para um modo de vida sustentável e saudável, como descrito na Cartada Terra. Por isso vamos trabalhar para:11.1 Prover a todos, especialmente crianças e jovens, oportunidades educativas que lhespermitam papel protagonista no desenvolvimento sustentável local e regional.11.2 Promover a contribuição das artes e humanidades, assim como das ciências, naeducação formal para a sustentabilidade.11.3 Assegurar o papel dos meios de comunicação de massa na conscientização sobre osdesafios ecológicos e sociais.11.4 Reconhecer a importância da educação ética, baseada em valores, para uma condiçãode vida sustentável.12. Cultura para a sustentabilidadeNós nos comprometemos a desenvolver políticas culturais que respeitem e valorizem adiversidade cultural, o pluralismo e a defesa do patrimônio natural, construído e imaterial, aomesmo tempo em que promovam a transmissão das heranças naturais, culturais e artísticas,assim como incentivem uma visão aberta de cultura, em que valores solidários e transculturaisestejam ancorados em práticas dialógicas, participativas e sustentáveis. Por isso vamostrabalhar para:12.1 A formulação de parâmetros culturais (referências conceituais e metodológicas para aspolíticas públicas de cada ação ou equipamento). Construir amplo diálogo social paradesenvolver conceitos e práticas que religuem o homem à natureza, buscando incrementar acultura do humanismo com os preceitos da sustentabilidade;12.2 Promover a gestão participativa, envolvendo comunidade, profissionais da área cultural egestores públicos;12.3 Garantir o amplo acesso aos espaços culturais existentes, promovendo múltiplos usosjunto à população local, assim como disseminá-los para regiões que ainda não os possuem;Boletim informativo 8 – grupomarica@gmail.com
  9. 9. 12.4 Buscar parcerias e incentivos para a construção de novos equipamentos, viabilizar aprodução cultural e a promoção da participação popular, priorizando sempre o valor culturaldas respectivas manifestações;12.5 Estabelecer acesso gratuito ou a preços simbólicos nos equipamentos e espaços culturaispúblicos.RECONHEÇO E APROVO O ACIMA DESCRITO, POR MEIO DA MINHA ASSINATURA:1. Aprovamos a Plataforma Cidades Sustentáveis.2. Aprovamos os Compromissos da Plataforma Cidade Sustentáveis.3. Concordamos em produzir um Documento Base sobre o Diagnóstico da Situação Atualreferente aos temas contidos nos Compromissos Plataforma Cidades Sustentáveis que sirvade ponto de partida para o nosso processo de estabelecimento de metas. Este DocumentoBase será produzido no período de até 06 meses após a data da nossa posse. A análise dasituação atual incluirá o contexto das políticas, referir-se-á a compromissos e metas oficiaispara com a sustentabilidade e descreverá os principais desafios atuais.4. Concordamos em implementar processos participativos local, estadual ou nacional para oestabelecimento de metas que incorporem a Agenda 21 e/ou outros processos de ação para asustentabilidade e que tenham em consideração os resultados do Documento Base sobre oDiagnóstico da Situação Atual.5. Concordamos em estabelecer prioridades nas nossas tarefas, com o objetivo de abordar osdoze Compromissos em:1 GOVERNANÇA2 GESTÃO LOCAL PARA A SUSTENTABILIDADE3 BENS COMUNS NATURAIS4 CONSUMO RESPONSÁVEL E OPÇÕES DE ESTILOS DE VIDA5 PLANEJAMENTO E DESENHO URBANO6 MELHOR MOBILIDADE, MENOS TRÁFEGO7 AÇÃO LOCAL PARA A SAÚDE8 ECONOMIA LOCAL DINÂMICA E SUSTENTÁVEL9 EQUIDADE, JUSTIÇA SOCIAL E CULTURA DE PAZ10 DO LOCAL PARA O GLOBAL11 EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE E QUALIDADE DE VIDA12 CULTURA PARA A SUSTENTABILIDADE6. Concordamos em estabelecer metas específicas para a nossa situação em períodos de 48meses após a data da nossa posse, tomando em consideração os Compromissos daPlataforma Cidades Sustentáveis como uma fonte de inspiração e estabelecer horizontestemporais relativos às metas que sejam adequadas para demonstrar os resultados dos nosnossos compromissos.7. Concordamos em realizar anualmente um monitoramento dos nossos resultados face aosCompromissos da Plataforma Cidades Sustentáveis e a disponibilizá-lo aos nossos cidadãos.8. Concordamos em divulgar, periodicamente, informações aos cidadãos acerca das nossasmetas e resultados. Concordamos em agendar uma primeira avaliação detalhada após doisanos da posse no cargo. Uma primeira avaliação brasileira está agendada para o primeirosemestre de 2013, com eventuais revisões subseqüentes e uma segunda avaliação detalhadapróxima ao final do mandato.Quer fazer parte?Entre em contato conosco: grupomarica@gmail.comBoletim informativo 9 – grupomarica@gmail.com

×