Forum Fulbright

430 views
390 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
430
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
23
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Forum Fulbright

  1. 1. Uma depressãonacional.Com saída.Fórum Fulbright 20124 de JaneiroAuditório do Instituto CamõesJorge Pinto Ferreira
  2. 2. Sintomas de(a) depressão Negativismo/Pessimismo Falta de energia/iniciativa Ausência de auto-estima Indiferença Visão distorcida da realidade, sempre para pior Auto-punição repetida por erros passados Fórum Fulbright Jorge Pinto Ferreira
  3. 3. Sintomas: visão distorcida da realidade O meu avô dizia à minha Mãe, há 70 anos, que a agricultura Portuguesa estava mesmo para acabar.  Não acabou.  Mas preparem-se: dizem que está mesmo para acabar. Fórum Fulbright Jorge Pinto Ferreira
  4. 4. Origem:• Todos os problemas têm uma origem.• A origem de uma depressão não é um sentimento de tristeza. É o de perda.• O que sentimos que perdemos? Fórum Fulbright Jorge Pinto Ferreira
  5. 5. O que perdemos? Um império ultramarino? Peso politico internacional? Soberania (com entrada na UE)? Espirito comunitário Final do Euro-2004…e logo contra os Gregos ! Fórum Fulbright Jorge Pinto Ferreira
  6. 6. Responsáveis? ELESBasta entrar em qualquer café, que logo se ouve:- ELES deviam…- ELES tinham era que…- ELES podiam…- Isto aqui o problema é que ELES…Boas noticias: a identificação de um problema éessencial para a sua solução. E nós somos bonsidentificadores. Fórum Fulbright Jorge Pinto Ferreira
  7. 7. Já quando se pergunta: então e soluções?Basta entrar em qualquer café, que logo se ouve:- ELES deviam…- ELES tinham era que…- ELES podiam…- Isto aqui a solução é que ELES… (sounds familiar?)Boas noticias: todos os problemas têm uma solução. Fórum Fulbright Jorge Pinto Ferreira
  8. 8. A mudança de paradigma é simplesELES NÓS Fórum Fulbright Jorge Pinto Ferreira
  9. 9. A saída: 6 passos que nós podemos fazer 1) Reconhecimento próprio da adversidade (aqui parece haver unanimidade) 2) Vontade efectiva de MUDAR (?) 3) Realização de que “não estamos sozinhos” …haverá frase mais injusta do que a tão comum ”…isto só neste país ?!?” Fórum Fulbright Jorge Pinto Ferreira
  10. 10. A saída:6 passos que nós podemos fazer 4) Barreira psicológica perante noticias (empatia, mas não inactividade) 5) Terapia psicológica para ↑ da auto-estima A critica destrutiva nada resolve, só agrava. A lista de motivos para termos orgulho em sermos Portugueses é interminável. 6) Mãos – à – obra, naquilo em que tivermosformação, aptidão e m o t i v a ç ã o. Fórum Fulbright Jorge Pinto Ferreira
  11. 11. Mãos-à-obra: Reformas estruturais? Uma criança de 6 anos sabe que:a) uma comunidade é um conjunto de indivíduosb) tudo o que é grande começa pequenoVersão ≥ 6 anos: cada indivíduocom pequenas acções locaispode ter um grande impactonacional.
  12. 12. Mãos-à-obra: Pergunta:Onde é que um investigador pode contribuirmais para o desenvolvimento de Portugal –USA, PT/EU ou no Zimbabwe? Resposta:Onde ele se sentir motivado para trabalhar.
  13. 13. Fulbrighters agentes de divulgação do lema: Fórum Fulbright Jorge Pinto Ferreira
  14. 14. Conclusões:A presente situação é inegavelmente difícil Oportunidade de ouro para parar, pensar e aprender
  15. 15. Conclusões: Uma mudança de mentalidade é necessária.- É fácil? Não.- É rápida? Não.- É cara? Não.- Exige sim imensa energia e devoção pessoal.- É uma tarefa individual para um benefício comunitário. Fórum Fulbright Jorge Pinto Ferreira
  16. 16. Grato pela atenção. Orgulhosamente Europeu, de Portugal. Jorge Pinto Ferreira jmferrei@ncsu.edu

×