Your SlideShare is downloading. ×
0
Forum Fulbright
Forum Fulbright
Forum Fulbright
Forum Fulbright
Forum Fulbright
Forum Fulbright
Forum Fulbright
Forum Fulbright
Forum Fulbright
Forum Fulbright
Forum Fulbright
Forum Fulbright
Forum Fulbright
Forum Fulbright
Forum Fulbright
Forum Fulbright
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Forum Fulbright

345

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
345
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Uma depressãonacional.Com saída.Fórum Fulbright 20124 de JaneiroAuditório do Instituto CamõesJorge Pinto Ferreira
  • 2. Sintomas de(a) depressão Negativismo/Pessimismo Falta de energia/iniciativa Ausência de auto-estima Indiferença Visão distorcida da realidade, sempre para pior Auto-punição repetida por erros passados Fórum Fulbright Jorge Pinto Ferreira
  • 3. Sintomas: visão distorcida da realidade O meu avô dizia à minha Mãe, há 70 anos, que a agricultura Portuguesa estava mesmo para acabar.  Não acabou.  Mas preparem-se: dizem que está mesmo para acabar. Fórum Fulbright Jorge Pinto Ferreira
  • 4. Origem:• Todos os problemas têm uma origem.• A origem de uma depressão não é um sentimento de tristeza. É o de perda.• O que sentimos que perdemos? Fórum Fulbright Jorge Pinto Ferreira
  • 5. O que perdemos? Um império ultramarino? Peso politico internacional? Soberania (com entrada na UE)? Espirito comunitário Final do Euro-2004…e logo contra os Gregos ! Fórum Fulbright Jorge Pinto Ferreira
  • 6. Responsáveis? ELESBasta entrar em qualquer café, que logo se ouve:- ELES deviam…- ELES tinham era que…- ELES podiam…- Isto aqui o problema é que ELES…Boas noticias: a identificação de um problema éessencial para a sua solução. E nós somos bonsidentificadores. Fórum Fulbright Jorge Pinto Ferreira
  • 7. Já quando se pergunta: então e soluções?Basta entrar em qualquer café, que logo se ouve:- ELES deviam…- ELES tinham era que…- ELES podiam…- Isto aqui a solução é que ELES… (sounds familiar?)Boas noticias: todos os problemas têm uma solução. Fórum Fulbright Jorge Pinto Ferreira
  • 8. A mudança de paradigma é simplesELES NÓS Fórum Fulbright Jorge Pinto Ferreira
  • 9. A saída: 6 passos que nós podemos fazer 1) Reconhecimento próprio da adversidade (aqui parece haver unanimidade) 2) Vontade efectiva de MUDAR (?) 3) Realização de que “não estamos sozinhos” …haverá frase mais injusta do que a tão comum ”…isto só neste país ?!?” Fórum Fulbright Jorge Pinto Ferreira
  • 10. A saída:6 passos que nós podemos fazer 4) Barreira psicológica perante noticias (empatia, mas não inactividade) 5) Terapia psicológica para ↑ da auto-estima A critica destrutiva nada resolve, só agrava. A lista de motivos para termos orgulho em sermos Portugueses é interminável. 6) Mãos – à – obra, naquilo em que tivermosformação, aptidão e m o t i v a ç ã o. Fórum Fulbright Jorge Pinto Ferreira
  • 11. Mãos-à-obra: Reformas estruturais? Uma criança de 6 anos sabe que:a) uma comunidade é um conjunto de indivíduosb) tudo o que é grande começa pequenoVersão ≥ 6 anos: cada indivíduocom pequenas acções locaispode ter um grande impactonacional.
  • 12. Mãos-à-obra: Pergunta:Onde é que um investigador pode contribuirmais para o desenvolvimento de Portugal –USA, PT/EU ou no Zimbabwe? Resposta:Onde ele se sentir motivado para trabalhar.
  • 13. Fulbrighters agentes de divulgação do lema: Fórum Fulbright Jorge Pinto Ferreira
  • 14. Conclusões:A presente situação é inegavelmente difícil Oportunidade de ouro para parar, pensar e aprender
  • 15. Conclusões: Uma mudança de mentalidade é necessária.- É fácil? Não.- É rápida? Não.- É cara? Não.- Exige sim imensa energia e devoção pessoal.- É uma tarefa individual para um benefício comunitário. Fórum Fulbright Jorge Pinto Ferreira
  • 16. Grato pela atenção. Orgulhosamente Europeu, de Portugal. Jorge Pinto Ferreira jmferrei@ncsu.edu

×