HISTÓRIA GERAL                                                           ENSINO                                           ...
 Derrota a Segunda ColigaçãoPaz de Amiens (1802) com a                                                                  ...
7.A leitura do panfleto nos permite afirmar que o[A] 3º estado se considerava dono da França e merecedor de    todos os pr...
[D]          Batalha das Nações                                          na figura de Robespierre; Graco Babeuf, seguidor ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

2 ano revolucao francesa

790 views
746 views

Published on

kkkk

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
790
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
15
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

2 ano revolucao francesa

  1. 1. HISTÓRIA GERAL ENSINO CRISE DO ANTIGO REGIME MÉDIO REVOLUÇÃO FRANCESA 2º ANO ALUNO: ...........................................................................Nº:....... DATA:.../.../12 2.7. FASES: A. ERA DAS INSTITUIÇÕES (ASSEMBLEIA CONSTITUINTE E MONARQUIA CONSTITUCIONAL): 1789-1792  Principais decisões:  Fim da isenção de impostos,  Fim do monopólio aristocrático sobre os cargos públicos;  Fim do antigo sistema feudal;  Promulgação da Constituição Civil do Cleroconfisco dos bens eclesiásticos;  Criada a Guarda Nacional;  Promulgou a declaração dos direitos dos homens e do cidadãoProclamava:  liberdade1. A FRANÇA PRÉ-REVOLUCIONÁRIA – as causas da  Respeito pela vida revolução  Respeito sobre as propriedades1.1. SITUAÇÃO POLÍTICAA monarquia absoluta, Iluminismo;  Igualdade de perante a lei e o imposto, a liberdade1.2. SITUAÇÃO ECONÔMICAindústria incipiente e de expressão e os cargos abertos ao talento;  Secularização dos bens da Igreja; dependentebase agrícolacrise agrícola, mercantilismo  Constituição civil do clero; (colbertismo)  Proclamada a constituição (voto censitário, fim da1.3. SITUAÇÃO SOCIALestamental, privilégios fiscaisstatus servidão)França vira uma monarquia definido pelo nascimento; rural (80% da população francesa), constitucional. relações servis.  Formação dos partidos: Girondino (direita), Jacobino ou Montanha (esquerda), Planície ou Pântano (centro);1.4. SITUAÇÃO FINANCEIRO-ORÇAMENTÁRIAdéficit  Tentativa de invasão da França (Prússia e Áustria). orçamentárioendividamento externo: gastos com a corte e guerras externas (Guerra dos Sete Anos) B. ERA DAS ANTECIPAÇÕES (CONVENÇÃO): 1792-17942. A REVOLUÇÃO2.1. MEDIDAS: Turgot, Necker e Callone Cobrar impostos dos setores que estavam isentos: a nobreza e o cleroreação do clero e nobreza (Revolução Aristocrática)2.2. SOLUÇÃO: convocação dos Estados Gerais, a antiga assembléia administrativa, que a França não reunia desde 1614 (formada pelos três estados).2.3. CONFLITO DO VOTO: nobreza e o clero defendiam o voto por estado, o terceiro estado do voto por cabeça.  Fase radical;  Domínio dos jacobinosRobespierre;  Lei dos suspeitosguilhotina;  Período do Terrorperseguições e mortes;  Julgamento e morte do rei;  Proclamação da repúblicanova constituição (Ano II): voto universal;  Lei do Máximo;  Fim das indenizações e da escravidão nas colônias;  Divisão das grandes propriedades;  Revolta da Vendéia;2.4. JURAMENTO DA PELÁ: o terceiro estado constituiu-se na  Criado o Tribunal Revolucionário ou de Salvação “Assembléia Nacional”, exigindo garantias efetivas para os Nacional e o Comitê de Salvação Pública; direitos básicos dos Franceses, uma monarquia constitucional  Mudança do calendário francês; com uma assembléia representativa e outras formas que  Política externa: enfrenta a Primeira Coligação anti- aboliram os privilégios dos nobres e dos sacerdotes. Francesa (Inglaterra, Prússia, Áustria, Espanha, Holanda);2.5. TOMADA DA BASTILHA (14/07/1789): fortaleza que  Perda da maioriagolpe do 9 do termidor ou Reação representava o Absolutismomarcou o fim da antiga ordem. Termidoriana;2.6. O GRANDE MEDOlevantes camponeses. C. ERA DAS CONSOLIDAÇÕES (DIRETÓRIO): 1794-1799 Professor JORGE MARCOS - TEXTOS DE HISTÓRIA – REVOLUÇÃO FRANCESA
  2. 2.  Derrota a Segunda ColigaçãoPaz de Amiens (1802) com a Inglaterra;  Concede anistia política (jacobinos e realistas);  Centraliza a administração;  Cria o Banco da França e o franco;  Concordata com a Igreja;  Realiza obras públicascanais, estradas, pontes;  Controle sobre a educação;  Elabora o Código Civil ou Código de Napoleão;  1804: PlebiscitoNapoleão torna-se Imperador  Conflito com a InglaterraBloqueio Continental (1806);  Campanha da Rússia (1812)derrota francesa;  Fase moderada  Batalha de Leipzig (1814): derrota de Napoleãoabdica do  Domínio da grande burguesiagirondinos; trono francêsexílio em Elba;  Anula as conquistas Jacobinasfim da Lei do Máximo;  Retornogoverno dos 100 dias;  Nova constituição, 1793 (Ano III)restabelece o voto  Batalha de Waterloo (1815)derrota definitiva de censitário, cria o Diretório; Napoleãoexílio em Santa Helena, onde faleceu.  Eclode a Conspiração dos Iguais (Graco Babeuf) revolta jacobinainfluencia do socialismo; 3. CONGRESSO DE VIENA (1815): onda conservadora  1796: levante realista;  Princípios: restauração, legitimidade, equilíbrio e  PerseguiçõesTerror Branco; compensação (pagamento de 700 milhões de francos);  Forma-se a Segunda Coligação Anti-Francesa (Inglaterra  Objetivos: redefinir o mapa europeu, restaurar a velha Áustria e Rússia); ordemantigo regime;  Campanhas externasNapoleão Bonaparte;  Conseqüências: mexe com o nacionalismo e liberalismo;  Golpe do 18 Brumárioascensão de Bonaparte.  Formação da Santa Aliança (Inglaterra, Rússia, Áustria e Prússia)deter o nacionalismo e o liberalismo. D. ERA NAPOLEÔNICA (CONSULADO, IMPÉRIO E GOVERNO DOS 100 DIAS): 1799-1815 EXERCICIOS1. (UFPB) - A Revolução Francesa (1789-1799) marca o início da [A] a burguesia girondina reassumiu o poder, retomando a chamada Idade Contemporânea. Suas realizações constituem- liderança no processo revolucionário. se nos fundamentos de nossa sociedade atual. Sobre esse [B] os jacobinos instalaram a ditadura sob o comando de evento tão importante, é correto afirmar: Robespierre. [C] a nobreza aproveitou-se do golpe do 18 Brumário para[A] O Diretório foi a fase mais curta da Revolução, sendo o retornar ao poder. responsável pela promulgação da constituição e pelo decreto [D] o campesinato, ajudado pelos “sans culotte”, proclamou a do ensino público e gratuito como direito do cidadão e dever República. do Estado.[B] A República Jacobina foi a fase mais curta da Revolução, sendo a responsável pela formação do exército revolucionário 3. A Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, de que venceu a guerra contra as potências absolutistas e os 1789, é considerada pelo historiador inglês Eric Hobsbawm contra-revolucionários franceses. como um documento que “representa um manifesto contra a[C] A República Girondina foi a fase mais longa da Revolução, sociedade hierárquica de privilégios nobres, mas não é um sendo a responsável pela paz estabelecida com a contra- manifesto a favor de uma sociedade democrática e revolução de dentro e de fora da França. igualitária.[D] O Império Napoleônico foi a fase mais longa da Revolução, proclamado pelo plebiscito que derrubou a república em favor O historiador chegou a essa conclusão por que: do general comandante do exército revolucionário francês.[E] A Convenção foi a primeira fase da Revolução, sendo a mais [A] a Declaração estabeleceu o direito à propriedade privada. longa de todas e a responsável pela manutenção do Rei, [B] a Declaração conferiu a igualdade jurídica aos cidadãos, formando uma monarquia constitucional que só veio a cair com tanto na teoria quanto na prática. o Golpe do 18 Brumário. [C] a Declaração corresponde aos interesses e objetivos da burguesia.2. “A queda da Bastilha, que fez do 14 de julho a data [D] a Declaração tornou-se um documento precioso para os nacional francesa, ratificou a queda do absolutismo e foi excluídos. saudada em todo o mundo como o princípio da libertação. A Revolução Francesa é o símbolo e a linguagem da política 4. Num panfleto publicado em 1789, um dos líderes da ocidental e assim foi até a 1ª Guerra Mundial.” Revolução Francesa afirmava:Podemos concluir, de acordo com o texto anterior, que a "Devemos formular três perguntas:Revolução Francesa foi um dos acontecimentos mais importantes - O que é Terceiro Estado? Tudo.do século XVIII. Entre os fatos que marcaram, destaca-se o 18 - O que tem ele sido em nosso sistema político? Nada.Brumário de 1799, através do qual: - O que pede ele? Ser alguma coisa." (Citado por Leo Huberman, História da Riqueza do Homem, 1979) Professor JORGE MARCOS - TEXTOS DE HISTÓRIA – REVOLUÇÃO FRANCESA
  3. 3. 7.A leitura do panfleto nos permite afirmar que o[A] 3º estado se considerava dono da França e merecedor de todos os privilégios dados aos cléricos e aos nobres.[B] 3º estado não possuía direitos, era responsável pelo pagamento de tributos e, por isso, reivindicava participação política.[C] 1º e o 2º estado apoiavam as reivindicações políticas e sociais encaminhadas ao Rei pelos representantes do 3º estado.[D] 3º estado demonstrava sua satisfação com os privilégios a eles concedidos pelo Rei, e a insatisfação em relação aos privilégios adquiridos pelo 1º e 2º estado.5. “Os cidadãos de aparência pobre e que em outros tempos não se atreveriam a apresentar-se em lugares reservados (Fonte: Quino. Toda a Mafalda, 1989, Lisboa: Publicações Don às pessoas elegantes, passeavam agora nos mesmos locais Quixote, p.420) que os ricos, de cabeça erguida.” Albert Soboul, historiador Sabemos que, assim como na charge da Mafalda, tambémO texto acima refere-se aos “sans-culottes” cuja participação durante a Revolução Francesa discutiu-se a questão dos direitos no processo revolucionário francês foi de suma importância. humanos. O resultado foi a elaboração da Declaração dos Faziam parte desse grupo: Direitos do Homem e do Cidadão.[A] camponeses, que atacavam as propriedades na nobreza. Assinale a afirmativa que NÂO se aplica aos pressupostos[B] trabalhadores urbanos, que se envolveram na Tomada da desse documento. Bastilha e prisão do rei.[C] contra-revolucionários, que defendiam o uso da guilhotina [A] Todo homem pode empenhar seus serviços, seu tempo; contra a burguesia. mas não pode vender-se nem ser vendido. Sua pessoa[D] bonapartistas, que aliaram-se à alta burguesia ao final da não é propriedade alheia. A lei não reconhece revolução. domesticidade; [B] A lei é a expressão livre e solene da vontade geral;6. ela é a mesma para todos, quer proteja, quer castigue; ela só pode ordenar o que é justo e útil à sociedade; ela só pode proibir o que lhe é prejudicial. [C] Ninguém deve ser molestado pelas suas opiniões, contanto que estas não contrariem os dogmas religiosos instituídos no início da Revolução. [D] Sendo a propriedade um direito inviolável e sagrado, dela ninguém pode ser privado, salvo quando a necessidade pública, legalmente verificada, o exigir evidentemente e com a condição de uma justa e prévia indenização. 8. O mapa a seguir mostra a Europa ocidental nos anos iniciais do século XIX.O cartaz acima circulou na França durante momentos deradicalização do processo revolucionário (1792-1794). Eraacompanhado pela seguinte legenda: "Matéria de reflexãopara os charlatães coroados: que um sangue impuro regue osnossos campos".Os valores e idéias defendidos nesse cartaz podem ser associados à:[A] primeira fase da Revolução Francesa, onde os cléricos foram perseguidos e mortos por posicionarem-se contra o processo revolucionário.[B] segunda fase, onde os contra-revolucionários iniciaram uma perseguição aos líderes intelectuais da Revolução. (Fonte: OSTERMANN, Nilse W. e KUNZE, Lole C. "Às armas cidadãos! A[C] terceira fase que foi marcada pelas perseguições e França revolucionária" (1789-1799). São Paulo: Atual, 1995, p. 68.) guilhotina dos líderes da Revolução pelo exército de Napoleão Bonaparte. Assinale a afirmativa que identifica a situação retratada no[D] segunda fase, período do terror, quando foram mapa. guilhotinados todos aqueles que eram considerados inimigos da Revolução. [A] Bloqueio Continental. [B] Cordão Sanitário [C] Batalha de Waterloo Professor JORGE MARCOS - TEXTOS DE HISTÓRIA – REVOLUÇÃO FRANCESA
  4. 4. [D] Batalha das Nações na figura de Robespierre; Graco Babeuf, seguidor de Marat liderou a "Conjura dos Iguais”.9. O processo revolucionário francês passou por três etapas. A seguir, são feitas afirmativas. Assinale a(s) afirmativa(s) 12. Napoleão Bonaparte assumiu o poder na França no final da que corresponde(m) à 1ª fase da Revolução, a fase revolução e governou o país por quase 15 anos. Sobre esse burguesa do processo revolucionário. período podemos afirmar que a política adotadaI. As rebeliões contrárias à Revolução levam os membros da [A] representou um retrocesso nas conquistas populares. Assembléia a criarem o Tribunal Revolucionário, para punir [B] aprofundou o desgaste da alta burguesia, uma vez que ela os contra-revolucionários. foi derrubada do poder.II. Os revolucionários declararam abolida a escravidão nas [C] atendeu aos anseios de nobres e clérigos, que desejavam a áreas coloniais francesas. volta do absolutismo.III. Foi aprovada a Declaração dos Direitos do Homem e do [D] consolidou o liberalismo tanto no aspecto político quanto no Cidadão, documento que estabelecia o direito à liberdade, econômico. à segurança e à resistência. .IV. O Clero e a Nobreza perdem seus privilégios e é instituído 13. (UFLA) - Observe os seguintes extratos de texto: o voto censitário. Trecho 1 –Estão corretas as afirmativas “O pão era o principal e, às vezes, o único alimento dos parisienses, e a maioria deles gastava mais da metade dos salários[A] I e II. para comprá-lo. Em 1789, o preço do pão quase dobrou, levando[B] II e III. o povo de Paris a passar fome. As padarias viviam cheias de[C] III e IV. pobres que gritavam: “Queremos pão!” Eles odiavam o governo, e[D] I, II, e IV. assim, Paris foi se tornando o berço da revolução (...).”10. Sobre a "Declaração dos Direitos do Homem e do Trecho 2 – Cidadão", o historiador inglês Eric Hobsbawm escreveu: “Enquanto a Assembléia Legislativa discutia o futuro da França, o povo faminto havia saqueado muitos castelos e casas de nobres em"Este documento é um manifesto contra a sociedade hierárquica todo o país, forçando seus proprietários a fugir para o exterior,de privilégios nobres, mas não um manifesto a favor de uma junto com centenas de padres e oficiais do exército real que eram contrários à revolução (...)”.sociedade democrática e igualitária". (Eric Hobsbawm, A ERA (HILLS, Ken. A Revolução Francesa. São Paulo: Ática, s/d)DAS REVOULUÇÕES) Com base nos textos acima e, ainda, em acontecimentos históricosAssinale a afirmativa que comprove a idéia defendida pelo pertinentes à Revolução Francesa, assinale V se verdadeiro ou F seautor. falso nas proposições abaixo:[A] O documento contém artigos contrários aos privilégios do 00- O “povo faminto”, a que se refere o texto, politicamente Antigo Regime, porém, garante a propriedade privada pertencia ao chamado 3o estado. como algo sagrado e inviolável, restringindo, assim, a 11- As leis e os impostos eram iguais para toda a sociedade possibilidade dos camponeses terem acesso à terra. francesa, apesar da divisão social existente.[B] A Declaração estabelece que o homem acusado de algum 22- Os rebeldes franceses, influenciados pelo Iluminismo, criticavam delito é inocente até que prove o contrário, o que garante os privilégios da nobreza. que todos os cidadãos franceses, de todas classes sociais, 33- A crise financeira da França deveu-se, entre outros fatores, à terão os mesmos direitos garantidos por lei. sua derrota na Guerra dos 7 anos.[C] O documento garante que ninguém deve ser molestado 44- A queda da Bastilha marca o final da Revolução Francesa. pelas suas opiniões. O abuso ao direito à livre expressão levará o indivíduo a responder segundo a determinação da lei.[D] O documento contraria a Constituição de 1791, estabelecendo o direito à participação política aos homens maiores de 18 anos, de qualquer classe social.11. Assinale a afirmativa que contenha respectivamente acontecimentos das seguintes fases da Revolução Francesa: Monarquia Constitucional, Convenção e Diretório.[A] Confisco dos bens do clero e dos integrantes da Nobreza; criação do ensino gratuito obrigatório; a reforma do Exército e da Justiça.[B] Abolição da escravidão nas áreas coloniais francesas; fim dos privilégios feudais; limite aos preços dos gêneros alimentícios.[C] Eclosão da Rebelião de Camponeses na Vendéia, instigados e apoiados pela aristocracia; o Golpe de 18 de Brumário; a Lei do “Preço Máximo”.[D] Aprovação da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão; adoção do chamado radicalismo político centrado Professor JORGE MARCOS - TEXTOS DE HISTÓRIA – REVOLUÇÃO FRANCESA

×