Protozoários -“primeiros animais” <ul><li>É REPRESENTADO PELOS PROTOZOÁRIOS E ALGAS UNICELULARES </li></ul><ul><li>SÃO SER...
Protozoários -“primeiros animais” <ul><li>Ameba, tripanossomo, giárdia, paramécio, plasmódio. </li></ul><ul><li>Eucarionte...
Algas <ul><li>Os principais grupos são: </li></ul><ul><li>Verdes </li></ul><ul><li>Pardas </li></ul><ul><li>Vermelhas  </l...
<ul><ul><li>Reino Protista </li></ul></ul><ul><ul><li>CLASSIFICAÇÃO </li></ul></ul><ul><ul><li>Classificados conforme estr...
SARCODÍNEOS (PSEUDÓPODOS) Reino Protista
FLAGELADOS
 
 
CILIADOS
ESPOROZOÁRIOS(PLASMÓDIO)
Trocas gasosas O 2 CO 2 Difusão Simples O 2 CO 2
<ul><li>Heterótrofos – digestão intracelular </li></ul><ul><li>Pinocitose (“beber”) ou Fagocitose (“comer”)  </li></ul>Nut...
Pinocitose  Fagocitose Partículas líquidas Partículas sólidas
Pinocitose  Fagocitose pseudópodes
Invaginação da membrana Evaginação da membrana
 
? Quissiqui ? ? ? ? ?
Vacúolo Pulsátil (Contrátil) presente em espécies de água doce. Função: equilíbrio osmótico e excreção
água hipotônico hipertônico água e amônia
Reprodução <ul><li>Assexuada  </li></ul><ul><ul><li>Cissiparidade ou divisão simples </li></ul></ul><ul><ul><li>Esporulaçã...
Doenças causadas por protozoários
Amebíase ou disenteria amebiana <ul><li>Agente etiológico:  Entamoeba histolytica   </li></ul><ul><li>Ciclo monóxeno:  </l...
REPRODUÇÃO
<ul><li>Profilaxia:  </li></ul><ul><ul><li>Tratamento de doentes (antibiótico) </li></ul></ul><ul><ul><li>Vacina (não) </l...
Malária, maleita, impaludismo ou febre intermitente. <ul><li>Agente etiológico:  Plasmodium  sp </li></ul><ul><li>Agente t...
<ul><li>O inseto (contaminado): ao picar o homem libera os plasmódios. </li></ul><ul><li>Os parasitas migram para corrente...
 
Sintomas <ul><li>Febre intermitente  </li></ul><ul><li>Calafrios </li></ul><ul><li>Dor de cabeça </li></ul><ul><li>Delírio...
Profilaxia <ul><li>Combate ao inseto; </li></ul><ul><li>Eliminação dos criadouros dos mosquitos; </li></ul><ul><li>Control...
Malária no Brasil
Leishmaniose tegumentar ou úlcera-de-bauru <ul><li>Agente etiológico:  Leishmania brasiliensis </li></ul><ul><li>Vetor: mo...
 
 
Doença-de-Chagas <ul><li>Agente etiológico:  Trypanosoma cruzi  (protozoário flagelado) </li></ul>
<ul><li>Agente transmissor : inseto barbeiro  </li></ul><ul><li>( Triatoma infestans, Rhodnius prolixus  e  Panstrongylus ...
TRANSMISSORES Triatoma sordida Panstrongylus megistus Triatoma infestans
<ul><li>HABITANTES de moradia típica das regiões rurais, conhecida como &quot;cafúa&quot;. s.l., [19--]. </li></ul><ul><ul...
<ul><li>Ciclo heteróxeno:  </li></ul><ul><li>Homem – hospedeiro definitivo </li></ul><ul><li>Barbeiro – hospedeiro interme...
Interações possíveis dos ciclos silvestre e doméstico da  tripanosomíase americana  (SIMPLIFICADO DE ZELEDÓN).
 
<ul><li>Outras formas de transmissão: </li></ul><ul><ul><li>Transfusão de sangue; </li></ul></ul><ul><ul><li>Via congênita...
 
Sintomas <ul><li>Fase aguda:, febre, mal-estar, dor de cabeça e perda de apetite. </li></ul><ul><li>Fase crônica: cardiome...
Profilaxia <ul><li>Melhoria das condições de moradia; </li></ul><ul><li>Combate ao inseto vetor; </li></ul><ul><li>Uso de ...
 
Deus os abençoe <ul><li>Quais são os principais representantes do reino protista? </li></ul><ul><li>Como as algas do reino...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Revisão para a globalizada

2,750 views

Published on

Published in: Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,750
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
38
Actions
Shares
0
Downloads
43
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Revisão para a globalizada

  1. 1. Protozoários -“primeiros animais” <ul><li>É REPRESENTADO PELOS PROTOZOÁRIOS E ALGAS UNICELULARES </li></ul><ul><li>SÃO SERES: </li></ul><ul><li>Eucariontes e unicelulares. </li></ul><ul><li>Heterótrofos – digestão intracelular; </li></ul><ul><li>Reino Protista </li></ul><ul><ul><li>Protozoários (heterótrofos) e algas (autótrofas) . </li></ul></ul>Reino Protista
  2. 2. Protozoários -“primeiros animais” <ul><li>Ameba, tripanossomo, giárdia, paramécio, plasmódio. </li></ul><ul><li>Eucariontes e unicelulares. </li></ul><ul><li>Heterótrofos – digestão intracelular; </li></ul><ul><li>Reino Protista </li></ul><ul><ul><li>Protozoários (heterótrofos) e algas (autótrofas) . </li></ul></ul>Reino Protista
  3. 3. Algas <ul><li>Os principais grupos são: </li></ul><ul><li>Verdes </li></ul><ul><li>Pardas </li></ul><ul><li>Vermelhas </li></ul><ul><li>douradas </li></ul>
  4. 4. <ul><ul><li>Reino Protista </li></ul></ul><ul><ul><li>CLASSIFICAÇÃO </li></ul></ul><ul><ul><li>Classificados conforme estrutura locomotora em: </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Sarcodíneos ou Rizópodes: locomovem-se por pseudópodos; </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Mastigóforos ou Flagelados: locomovem-se por flagelos; </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Ciliados: locomovem-se por cílios; </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Esporozoários : sem estrutura locomotora. </li></ul></ul></ul></ul>
  5. 5. SARCODÍNEOS (PSEUDÓPODOS) Reino Protista
  6. 6. FLAGELADOS
  7. 9. CILIADOS
  8. 10. ESPOROZOÁRIOS(PLASMÓDIO)
  9. 11. Trocas gasosas O 2 CO 2 Difusão Simples O 2 CO 2
  10. 12. <ul><li>Heterótrofos – digestão intracelular </li></ul><ul><li>Pinocitose (“beber”) ou Fagocitose (“comer”) </li></ul>Nutrição
  11. 13. Pinocitose Fagocitose Partículas líquidas Partículas sólidas
  12. 14. Pinocitose Fagocitose pseudópodes
  13. 15. Invaginação da membrana Evaginação da membrana
  14. 17. ? Quissiqui ? ? ? ? ?
  15. 18. Vacúolo Pulsátil (Contrátil) presente em espécies de água doce. Função: equilíbrio osmótico e excreção
  16. 19. água hipotônico hipertônico água e amônia
  17. 20. Reprodução <ul><li>Assexuada </li></ul><ul><ul><li>Cissiparidade ou divisão simples </li></ul></ul><ul><ul><li>Esporulação, divisão múltipla ou esquizogonia </li></ul></ul><ul><li>Sexuada - Conjugação </li></ul><ul><li>Forma de resistência - Cistos </li></ul>
  18. 21. Doenças causadas por protozoários
  19. 22. Amebíase ou disenteria amebiana <ul><li>Agente etiológico: Entamoeba histolytica </li></ul><ul><li>Ciclo monóxeno: </li></ul><ul><ul><li>Homem = Hospedeiro Definitivo (INTESTINO) </li></ul></ul><ul><li>Contágio: Ingestão dos cistos da ameba </li></ul>
  20. 23. REPRODUÇÃO
  21. 24. <ul><li>Profilaxia: </li></ul><ul><ul><li>Tratamento de doentes (antibiótico) </li></ul></ul><ul><ul><li>Vacina (não) </li></ul></ul><ul><ul><li>Higiene </li></ul></ul><ul><ul><li>Saneamento básico </li></ul></ul><ul><ul><li>Lavar bem frutas e verduras </li></ul></ul><ul><ul><li>Filtrar ou ferver a água de consumo </li></ul></ul>
  22. 25. Malária, maleita, impaludismo ou febre intermitente. <ul><li>Agente etiológico: Plasmodium sp </li></ul><ul><li>Agente transmissor: fêmeas do mosquito-prego ( Anopheles ) </li></ul><ul><ul><li>Tempo de vida: 25-30 dias </li></ul></ul><ul><ul><li>Após picar uma pessoa contaminada é capaz de transmitir malária depois de 10-20 dias </li></ul></ul><ul><li>Ciclo heteróxeno: Homem (HI) </li></ul><ul><li> Anopheles (HD) </li></ul>
  23. 26. <ul><li>O inseto (contaminado): ao picar o homem libera os plasmódios. </li></ul><ul><li>Os parasitas migram para corrente sanguínea e se instalam em diversos órgãos.ex: fígado e baço </li></ul><ul><li>Os parasitas retornam o sangue e penetram nos glóbulos vermelhos (reprodução). </li></ul><ul><li>Os glóbulos vermelhos se rompem. </li></ul><ul><li>O mosquito que picar a pessoa infectada adquirem, então, o parasita. </li></ul><ul><li>Ao picar uma pessoa sã este transmite o protozoário reiniciando o ciclo. </li></ul>Ciclo passo a passo
  24. 28. Sintomas <ul><li>Febre intermitente </li></ul><ul><li>Calafrios </li></ul><ul><li>Dor de cabeça </li></ul><ul><li>Delírios e vômitos </li></ul><ul><li>Forma crônica: anemia, aumento do fígado e do baço, alterações cardíacas, digestivas e neurológicas. </li></ul>
  25. 29. Profilaxia <ul><li>Combate ao inseto; </li></ul><ul><li>Eliminação dos criadouros dos mosquitos; </li></ul><ul><li>Controle biológico; </li></ul><ul><li>Uso de telas de proteção; </li></ul><ul><li>Tratamento de pessoas infectadas. </li></ul><ul><li>Drogas sintéticas mais eficientes, como quinacrina , cloroquina , e primaquina . </li></ul>
  26. 30. Malária no Brasil
  27. 31. Leishmaniose tegumentar ou úlcera-de-bauru <ul><li>Agente etiológico: Leishmania brasiliensis </li></ul><ul><li>Vetor: mosquito-palha ou birigui ( Lutzomya ) </li></ul>
  28. 34. Doença-de-Chagas <ul><li>Agente etiológico: Trypanosoma cruzi (protozoário flagelado) </li></ul>
  29. 35. <ul><li>Agente transmissor : inseto barbeiro </li></ul><ul><li>( Triatoma infestans, Rhodnius prolixus e Panstrongylus megistus). </li></ul>
  30. 36. TRANSMISSORES Triatoma sordida Panstrongylus megistus Triatoma infestans
  31. 37. <ul><li>HABITANTES de moradia típica das regiões rurais, conhecida como &quot;cafúa&quot;. s.l., [19--]. </li></ul><ul><ul><li>Localização do Documento: Fundação Oswaldo Cruz - Casa de Oswaldo Cruz - Biblioteca </li></ul></ul>
  32. 38. <ul><li>Ciclo heteróxeno: </li></ul><ul><li>Homem – hospedeiro definitivo </li></ul><ul><li>Barbeiro – hospedeiro intermediário </li></ul><ul><li>Reservatórios naturais: </li></ul><ul><li>cutia, gambá e o tatu. </li></ul>
  33. 39. Interações possíveis dos ciclos silvestre e doméstico da tripanosomíase americana (SIMPLIFICADO DE ZELEDÓN).
  34. 41. <ul><li>Outras formas de transmissão: </li></ul><ul><ul><li>Transfusão de sangue; </li></ul></ul><ul><ul><li>Via congênita;(mãe para filho) </li></ul></ul><ul><ul><li>Amamentação; </li></ul></ul><ul><ul><li>Alimentação . </li></ul></ul>
  35. 43. Sintomas <ul><li>Fase aguda:, febre, mal-estar, dor de cabeça e perda de apetite. </li></ul><ul><li>Fase crônica: cardiomegalia, megaesôfago e megacolo. </li></ul>
  36. 44. Profilaxia <ul><li>Melhoria das condições de moradia; </li></ul><ul><li>Combate ao inseto vetor; </li></ul><ul><li>Uso de telas de proteção; </li></ul><ul><li>Controle da qualidade do sangue usado em transfusões. </li></ul>
  37. 46. Deus os abençoe <ul><li>Quais são os principais representantes do reino protista? </li></ul><ul><li>Como as algas do reino protista são classificadas? </li></ul><ul><li>Qual a estrutura observada na classificação dos protozoários? </li></ul><ul><li>Qual é o parasita causador da malária? </li></ul><ul><li>Qual é o parasita causador da doença de chagas? </li></ul><ul><li>Onde o Plasmódium se reproduz em seu ciclo? </li></ul><ul><li>Qual é o agente transmissor da malária? </li></ul><ul><li>Como deve ser feito o combate a essa doença? </li></ul><ul><li>Quantos hospedeiros o plasmódium necessita para completar seu ciclo? </li></ul><ul><li>Quais são os agentes transmissores da doença de chagas e da malária? </li></ul><ul><li>Quais os principais órgãos afetados pela doença de chagas? </li></ul>Exercícios de fixação

×