• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Pesquisa   o twitter foi mais longe
 

Pesquisa o twitter foi mais longe

on

  • 954 views

 

Statistics

Views

Total Views
954
Views on SlideShare
954
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
4
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Pesquisa   o twitter foi mais longe Pesquisa o twitter foi mais longe Document Transcript

    • JONHNES DE CARVALHO NUNES MÍDIAS SOCIAIS O twitter foi mais longe: Uma análise sobre os três principais fatores do micro-blog mais comentado da atualidade Projeto de pesquisa apresentado em cumprimento parcial às exigências da disciplina Produção Científica em Comunicação do curso de Comunicação Social do Centro Universitário Adventista de São Paulo, Campus Engenheiro Coelho, sob a orientação do prof. Ms. Allan Novaes.
    • Centro Universitário Adventista de São Paulo Engenheiro Coelho - SP, 2009 Mídias Sociais: O twitter foi mais longe Fenômeno dos últimos anos, as mídias sociais estão crescendo por todo o mundo. Cada uma tem um diferencial que atrai atenções de diversos tipos de pessoas, o que faz com que cada uma tenha milhões de usuários, que geram conteúdo 24horas. Neste trabalho iremos analisar as barreiras que o Twitter quebrou. E, analisar os três principais fatores que o tornaram a sensação na web, tanto para famosos como para internautas normais. Jonhnes de Carvalho Nunes Resumo Nos últimos anos tem se feito um grande alvoroço em cima das mídias sociais, que rapidamente se espalharam por todo o mundo, e alguns usuários comemoram a oportunidade de se comunicarem em redes, mas, vale lembrar que a sociedade sempre se organizou em comunidades e grupos, as redes sociais só transferiram essa interação para o ambiente digital. No Brasil não foi diferente, aliás o país está no “Top 5” mundial dos paises que os usuários mais fazem manutenções nas suas páginas pessoais. O Brasil também se mantém nos tops quando os assuntos estão relacionados a postagem de fotos, vídeos e comentários. Um mercado que obrigou publicitários, jornalistas e profissionais de marketing a analisarem com olhos mercadológicos e corporativo toda essa brincadeira digital, pois antes “O consumidor que era receptor de informações passa a ser corresponsável pela reputação do produto” diz Edmar Bulla, responsável por um projeto da Nokia na área de relacionamentos entre consumidor e marca nas redes sociais, outra coisa que mudou é que agora as empresas são obrigadas a responder o seu público. Esse mercado digital a cada dia apresenta novas ferramentas de expansão e formas diversas de manter os usuários por mais tempo conectados. Mas até que ponto, o surgimento de novas tecnologias e a contextualização nas redes traz benefícios para os usuários? Esses por sua vez, estão cada vez mais livres para fazerem o que quiserem nas páginas e, o mais perigoso de tudo, estão cada vez se expondo mais e descuidando de uma coisa que batalharam por anos para conseguir, a privacidade. Neste trabalho iremos analisar os três principais fatores que tornaram do twitter a mídia social mais comentada da web e as barreiras que o twitter facilitou em quebrar no comportamento on line dos usuários. Introdução O comportamento dos usuários de internet podemos dizer que se transformou em um camaleão. “Há um velho ditado que diz que, neste mundo, nada é certo, com exceção de duas coisas: a morte e os impostos. E a estas duas únicas certezas, acrescentamos ainda uma terceira: a mudança. Dizer que vivemos em um mundo em constante mudança é simplesmente dizer o óbvio.” (Idalberto Chiavenato, 1996)
    • É assim que Idalberto Chiavenato classifica no seu livro Os Novos paradigmas a época de mudanças que a sociedade moderna está vivendo. Mudar quer dizer se atualizar, esquecer preconceitos e quebrar paradigmas. Na internet mudar quer dizer participar de alguma rede social e interagir com elas. As mídias sociais surgiram por volta dos anos 2000. A primeira registrada foi o MySpace, que começou em 1º de agosto de 2003. O MySpace foi muito bem visto por bandas consagradas na carreira, já que na rede os artistas possuem uma proteção de direitos autorias nas canções o que possibilitou a aproximação dessas bandas consagradas com as que ainda estão em fase de crescimento na carreira, esses por sua vez aderiram ao myspace, pela oportunidade de visibilidade das canções por produtoras, gravadoras e artistas famosos. Foi à rede pioneira em colocar os usuários em contato com os seus ídolos. A Revista Exame de outubro de 2009 mostrou a evolução mundial de audiência da rede, e consideremos alguns dados; em junho de 2008 o MySpace contava com 117milhões de usuários, no mesmo mês, mas no ano de 2009 a rede já possuía 121 milhões de usuários espalhados por todo o mundo, crescimento de 4milhões de usuários em 12 meses. Mesmo com todos esses milhões de membros, o MySpace não é a rede social mais utilizada no Brasil. Aqui no país do samba quem ainda lidera é o Orkut com 15 milhões de usuários. O Orkut foi fundado em 24 de Janeiro de 2004 e de acordo com a Revista Exame em junho de 2009 a rede possuía 52 milhões de usuários espalhados pelo mundo. Mas, nota-se uma leve queda na satisfação entre o usuário e a rede, já que o que motivava as pessoas a passarem horas era “futricar” a vida alheia. A partir do momento que a empresa começou a colocar diversas proibições em fotos, recados, vídeos e outras informações, os usuários começaram a migrar para outras redes. A maior rede social do mundo é o Facebook. Esse com um faturamento monstruoso de 300 milhões de dólares por ano e 340 milhões de usuários únicos, o sucesso dessa rede pode ser dado por ter sido a primeira rede em investir em aplicativos como games, compartilhamento de vídeos e fotos e já ter a oportunidade de ter uma idéia compartilhada de uma só vez com toda a rede, diferencial principal entre ele e o Orkut, já que no Orkut “velho” as mensagens eram trocadas em particular e não por toda a rede. Outro fator a ser considerado no Facebook é o fato de usuários fora do país nem saberem direito o que é Orkut, então os amigos brasileiros foram quase que obrigados a entrarem na rede para se comunicar com os colegas que estão fora. Fator esse que de certa maneira elitizou o Facebook.
    • Entre todos esses gigantes, surge em 21 de março de 2006 o Twitter. Uma das mídias sociais mais comentadas da atualidade, o Twitter já conta com 45milhões de contas. Os usuários vão desde empresas, revistas, pessoas normais até celebridades que ora são fakes (profiles falsos) ora são verdadeiros. Entre os profiles fakes mais famosos encontramos gente como Regina Duarte, Adriane Galisteu, Zé do Caixão, Roberto Justus, Victor Fasano e muitos outros, a lista é criativa e imensa. Já entre os famosos que literalmente “Twitam”, você pode seguir celebridades como Mano Menezes, Aloísio Mercadante, Sandy, Demi Moore, Angélica, Luciano Hulk entre outros. Além de pessoas que nós nunca iríamos trocar alguma mensagem devido à distância que se encontram. O twitter tem sua credencial de rede social discutida, alguns falam que é um serviço de micro-blog, outros já defendem como rede social. Uma coisa é certa, é do twitter que as pessoas estão fazendo novos amigos, e aumentando seus contatos nas redes sociais. Já que no serviço não são necessários mais de 10 minutos de conversa para que as pessoas se considerem amigos e, troquem outros endereços virtuais. Os usuários se expõem em vídeo conferências que rapidamente são assistidas por dezenas de pessoas desconhecidas, o que dá um falso status de fama. 1. Problema de pesquisa Para a elaboração do problema de pesquisa, a melhor maneira foi analisar as novas ferramentas do Twitter e formular uma pergunta sobre o mesmo. “Esta é a maneira mais fácil e direta de formular um problema. Além disso, facilita sua identificação por parte de quem consulta o projeto ou o relatório da pesquisa.” Como elaborar projetos de pesquisa, Antonio Carlos Gil. O twitter de fato foi mais longe do que as outras mídias sociais! Ele quebrou barreiras que vão desde privacidade até o contato inédito entre o público e as celebridades. O resultado de ter ido mais longe refletiu nas novas atitudes dos usuários. Esses por sua vez, ao entrarem em um mundo aonde quem tem mais seguidores têm mais fama, mais status e mais poder de influência, acabam entrando facilmente em um campo que antes nunca tinham entrado. Mas, deixemos as glórias de lado, e reflitamos; as barreiras que o Twitter ajudou a quebrar foram positivas ou negativas para os usuários?
    • 2. Hipóteses ou questões de pesquisa 1- Devido ao sucesso do micro-blog entre os famosos, se criou uma proximidade muito grande entre eles e os internautas. O que deve ser comemorado é que agora nós usuários podemos dar a nossa opinião sobre determinado artista e corremos o risco de sermos ouvidos por ele e até de termos a opinião respondida. Mas essa proximidade também despertou nos internautas o desejo se tornarem famosos, motivo esse que levou os internautas a fazerem coisas que nunca tinham feito nas mídias sociais e a buscarem uma quantidade enorme de “followers”. Mas afinal, essa proximidade influiu de maneira positiva ou negativa no comportamento dos usuários na web? 2- Várias empresas começaram a utilizar o twitter como uma das formas de recrutar funcionários. Considerando que milhares de pessoas ainda não utilizam o micro-blog, recrutar pelo twitter seria uma das formas de deixar o mercado mais exigente e forçar a entrada de quem procura um emprego na mídia social? 3- O conceito de rede social não é novo, já que o ser humano sempre viveu organizado através de redes. O que se nota nos “twitteiros” é uma mudança de comportamento quanto à facilidade de aceitar uma nova pessoa como um novo “amigo”. Esse conceito de “amigo” que antes era tão valorizado nas outras mídias sócias está sendo ignorado na rede? Já que para muitos o importante é ter a maior quantidade de “followers”? 3. Objetivos Ao analisar o resultado desses três principais fatores que refletem diretamente nas ações dos usuários normais e celebridades. O objetivo principal é de analisar o impacto que esses fatores têm na vida dos usuários e se reflete de maneira positiva ou negativa no comportamento dos mesmos. 4. Justificativa “A vida das pessoas e das organizações é regrada e delimitada por determinados paradigmas. Um paradigma é um conjunto de regras que definem fronteiras entre o que é certo e errado, entre o verdadeiro e o que é falso, entre o que se deve fazer e o que não se deve fazer” (Idalberto Chiavenato, 1996). Os novos paradigmas. Não iremos dizer o que é certo e o que é errado de se fazer nas redes sociais, mas iremos considerar pontos negativos e positivos nas ações.
    • A escolha do tema foi feita, devido a uma preocupação que se deve ter ante as novas mídias sociais. Ao surgimento de novas mídias sociais, as pessoas são levadas a tomarem atitudes que antes não faziam. Nota-se certa felicidade em dizer que as pessoas estão quebrando vários paradigmas através das redes sociais, mas não se leva em consideração o efeito dessas novas atitudes. E mais, no Twitter as pessoas estão quebrando paradigmas que foram levantados por outras redes sociais, um exemplo simples é a facilidade que as pessoas estão se expondo em aplicativos de web cam, ato esse que antes era totalmente restrito nos programas de mensagens instantâneas. Para um comunicador, é extremamente importante saber pelo que os usuários tanto se apaixonam nessas novas redes e, como se comunicar com eles nessas novas plataformas. 5. Fundamentação teórica O crescimento das redes sociais pode se dar pelo fato de que na rede todos são iguais. Mesmo tendo uma diferença na customização das páginas, o conteúdo e a opção de postagem é a mesma para todas as pessoas. “A Conexão Digital anula as negatividades e as diferenças: nos terminais do Brasil e da China, da Holanda e da Índia, todos são cultos, bonitos e bem-intencionados”. É o que afirma Raquel Recuero (2009) no web livro Redes Sociais na internet. Mas o que encontramos nas redes é que a tão sonhada igualdade, não é tão positiva. Pois a partir do ponto que uma pessoa deseja ser igual à outra, essa pode se deparar com barreiras econômicas e sociais muito grandes. No livro Propaganda Ilimitada, Francesc Petit (1991) dá uma dica de como as pessoas devem se comportar, mesmo quando devem ter uma grande rede de amigos e conhecidos. “Nunca confunda o ser sociável e extrovertido como exemplo de pessoas que exageram, falam demais, alto, para chamar a atenção”. Essa é uma das dicas que se as pessoas seguissem, começariam a se preocupar menos com a quantidade de amigos que elas possuem no círculo social on-line e sim na qualidade desses amigos. Reconhecimento, fama, muitos amigos, ser igual a todos, ter o que todos têm, agir da mesma maneira que um famoso, pensar como milhares de pessoas pensam. Em meio a todo esse englobado light, moderno e participativo, o capitalismo dá risadas largas. As pessoas começam a pensar em massa, se alienar a idéias sem fundamentos e, há passar mais tempo conversando bobagem na internet do que se dedicando a busca de cultura, em músicas e livros. Mas, “Cultura e capitalismo dificilmente fazem uma dupla
    • tão familiar quanto Corneille e Racine ou o Gordo e o Magro. Na verdade, cultura tinha tradicionalmente significado quase que o oposto de capitalismo”. Palmas, para Terry Eagleton (2005) que no seu livro Depois da Teoria aborda de maneira clara a divergência entre cultura e capitalismo. Muitos autores defendem o fato de que as pessoas devem mudar, devem acompanhar as novas tecnologias e aderirem rapidamente às novas redes sociais. Idalberto Chiavenato (1996) vai mais longe ao afirmar que “Ficar parado, hoje, significa simplesmente andar para trás, pois o ritmo de mudança acelera-se a cada dia que passa e torna-se cada vez mais rápido e prodigioso.” De fato as pessoas não podem ficar estagnadas nos velhos hábitos. Não podem ficar sem interagir com as tecnologias e os benefícios de uma vida em rede. Mas mudar não quer dizer esquecer os bons costumes. Mudar não quer dizer que devemos nos expor, correr riscos, e que devemos viver de acordo como as pessoas famosas vivem. Por mais que essas agora com a utilização das mídias sociais ficaram muito próximas da gente, os modos de vida são totalmente diferentes. Não adianta uma pessoa tentar agir de forma igual à outra só por causa de uma grande quantidade de seguidores, pois por mais que essas sejam iguais nas redes sociais, na vida real elas continuam sendo totalmente diferentes. Não estou me colocando contra as colocações de Idalberto, mas devemos considerar que não existe proveito nenhum em mudar para pior. Devemos seguir a risca o conceito de mudanças evolutivas, ou seja, sempre para melhor. 6. Metodologia Para analisar como as pessoas se comportam ao utilizarem o twitter, foi feita uma pesquisa de observação na rede social durante um período de um ano (setembro 2009 a setembro de 2010), nesse período foram escolhidos alguns cases que serão analisados e ajudarão a concluir melhor sobre as atitudes dos usuários. Os cases já possuíam postagens feitas pelos próprios internautas em blogs e outras redes sociais, a opinião dos internautas também foi avaliada, o que nos ajudou a ter uma visão bem ampla sobre os acontecimentos. Os dados foram levantados com a utilização de um profile que conta com mais de 2800 followers e que segue mais de 3mil pessoas, quantidade significativa para um usuário normal.
    • Pesquisa 1º Fator : Vagas para emprego Grandes empresas de recrutamento e seleção, como Asap, DMRH e Michael Page, começaram a usar o Twitter para publicar vagas e buscar profissionais. “O sistema é hoje uma das melhores ferramentas para anunciar empregos e medir em tempo real a resposta dos interessados”, diz Fabiana Nakazone, gerente do Grupo DMRH, de São Paulo. O site de recrutamento Elancers já divulgou 2237 vagas desde maio do ano passado, que resultaram em 3139 processos seletivos e 29 contratações pelo Twitter. Nos setores de tecnologia, comunicação e publicidade o uso do Twitter para encontrar candidatos já é comum, mas há vagas em outras áreas também. A farmacêutica bioquímica Patrícia Yama, de 26 anos, conseguiu um emprego, no final do ano passado, de analista no laboratório Roche por meio de uma vaga publicada no Twitter pela gerente de marketing digital da companhia. Ao ver o tweet (como se convencionou chamar os textos de até 140 caracteres publicados no Twitter) do anúncio, entrou em contato com a executiva e se colocou à disposição. O que ajudou a conseguir a vaga? Primeiro, ela já seguia a Roche no Twitter, assim como outras empresas e pessoas que costumam escrever sobre o mercado farmacêutico. Em segundo lugar, Patrícia não se candidatou para qualquer vaga, mas para um cargo adequado ao seu perfil. Finalmente, ela entendeu que o Twitter facilitou o acesso ao recrutador, mas o que garante o emprego ainda é o currículo e a competência que o profissional consegue demonstrar. “O currículo foi importante, mas na entrevista ficou claro que o meu comportamento proativo de seguir o mercado no Twitter foi um diferencial”, diz Patricia. (Revista Você/SA, fevereiro 2010 “ Vagas agora também no twitter” ) Um das decepções das pessoas que ingressaram no Twitter foi que o micro-blog não era mais um Orkut da vida. Ao imaginarem que todas as mídias sociais deveriam ter um espaço para postar fotos, vídeos, deixar depoimentos e bisbilhotar a vida alheia, não encontraram nada disso no twitter o que levou a criação de milhares de contas que hoje estão abandonadas ou desativadas. Em certo ponto faltou maturidade para os internautas de analisarem o Twitter como uma nova ferramenta para divulgação e compartilhamento de idéias. Considerando que parte dessas pessoas que por uma razão ou por outra resolveram parar de utilizar o micro-blog. Muitos desses estão desempregadas e fazem uma busca por
    • emprego de maneira ultrapassada. Hoje, as vagas chegam aos candidatos de mão beijada, através do Twitter. Só o fato de uma pessoa ter uma conta no twitter e seguir as pessoas que compartilham idéias e matérias de interesse em comum com ela, já a coloca um passo a frente de outros candidatos. Pois isso mostra que essa pessoa está ligada aos assuntos da sua área, enquanto outros candidatos nem se preocupam em estarem informados sobre os assuntos que lhe darão um emprego. Estar conectado fulltime ao assunto revela um dos pontos positivos principais no profissional. A característica que ele é apaixonado pelo que faz ou que pelo menos tenta se manter atualizado sobre os assuntos. Falta maturidade nas pessoas em antes de rotularem as mídias sociais como aplicativos que irão lhes fazer perder tempo, ou que só servem para coisas alheias, e começarem a se adaptar a elas, e a fazer o bom uso das mesmas. Mas, o que nos chama atenção no twitter, é a maneira como ele criou diversas oportunidades. Oportunidades essas que não existiam em mídias sociais como o Orkut, Facebook ou Msn. O engraçado é que as empresas chegaram a publicar propagandas nessas redes, mas as vagas nunca estiveram disponíveis nessas plataformas. Já o Twitter, estreitou laços entre as empresas e os profissionais, ajudando para que as empresas tivessem mais um critério para selecionar candidatos para entrevistas e para que os candidatos que estão em busca de oportunidades pudessem entrar em contato direto com os contratantes, não tendo que passar por mediadores ou empresas de emprego. 2º Fator: Contato com famosos Em 2003 surge o MySpace, que é um canal de entretenimento mais voltado para o segmento de música. Ter uma conta no MySpace é uma das primeiras coisas que as bandas que estão começando a carreira fazem. Tudo isso, pelo fato de que várias produtoras e gravadoras fazem busca de talentos e de boas músicas no canal. O MySpace possibilita que as bandas postem suas músicas, mas que essas não sejam baixadas, diminuindo assim o risco delas terem as músicas copiadas ou até mesmo vendidas clandestinamente contribuindo assim com o mercado de pirataria. Juntamente com os famosos shows secretos que por muito tempo só aconteciam no MySpace ( Hoje o Youtube também já disponibiliza esporadicamente esse recurso )
    • o fato de ter essa proteção e essa visibilidade fizeram com que o MySpace ganhasse credibilidade entre o segmento musical e cadastrasse milhares de membros. Muitos artistas começaram a participar da rede, mas o contato se estabelecia através de assessores que respondiam os recados, ou seja, não tinham um contato direto com o público. É aí que entra outro fator muito forte do Twitter; O Contato direto entre os artistas e seus fãs. Levados pela fama do micro-blog e pela oportunidade que mesmo não parecendo foi muito bem vista pelos artistas que é a de estabelecer uma relação bem próxima dos fãs, centenas de celebridades do mundo inteiro começaram a fazer parte da rede. No Brasil a lista é extensa e varia desde Xuxa, Mano Menezes, Vanderley Luxemburgo, AlGore, Schwarzenegger, Paulo Coelho, Sabrina Sato, Willian Bonner, Luciano Hulk, entre outros. Os artistas por sua vez, amaram a idéia, pois agora podem medir o carinho que os fãs tem por eles. Podem interagir, distribuir brindes, convidar para shows e apresentações, dar e desmentir notícias em primeira mão, e até mesmo compartilhar acontecimentos do seu dia a dia. Como no caso do jornalista Willian Bonner que publicou um tweet dizendo que a sua esposa ( Fátima Bernardes ) estava com faringite. Figura 1: Bonner explicando sobre o problema de saúde de sua mulher Fonte: www.twitter.com/1h100pc O que nos chama atenção não é a simplicidade da mensagem, e sim que há seis anos a maioria das pessoas dificilmente ficaria sabendo de uma notícia como essa. No máximo que iria acontecer seria a falta da Fátima na apresentação do jornal. Outro acontecimento interessante entre o jornalista e o público, foi um dia que ele pediu para os fãs votarem qual gravata ele deveria usar, bomba no twitter, milhares de pessoas participaram. E, foram notícias nesse grau de sinceridade que fizeram com que os fãs começassem a seguir os seus ídolos ou pessoas que sempre admiraram.
    • Um twitter que também é muito ativo é o do treinador Mano Menezes, hoje treinador da seleção brasileira. Famoso por manter uma linha dura de atuação quando está no comando de algum clube de futebol. O treinador foi uma das primeiras pessoas a levarem o Twitter a sério. Camilla Menezes filha do treinador, é responsável por cuidar da imagem do pai na rede. Essa preocupação levou o Mano a conquistar o terceiro título de 2009 ( além da Copa do Brasil, Campeonato Paulista, ambos pelo Corinthians ) que é o de ter o maior número de seguidores no Twitter. O treinador já deu várias notícias interessantes no micro-blog, o que fez com que torcedores do Corinthians e de outros times seguissem atentamente ao profile do técnico, vale lembrar que hoje todos os brasileiros estão atentos ao treinador da seleção. Mas, nem tudo é um mar de rosas na rede. Levados pela febre de se ter um Twitter, alguns artistas não gostaram da proximidade e, acabaram revelando a sua maneira arrogante de lidar com o público. Um dos casos mais famosos é a passagem da querida rainha dos baixinhos pela rede. O erro começou ao achar que os internautas dariam um desconto para os seus atos, Xuxa começou a utilizar o twitter e já começou a deixar alguns twitteiros furiosos pelo seu jeito de falar. O que chama atenção é que os motivos para a fúria dos twitteiros é que a artista publicava as suas mensagens utilizando caixa alta, maneira de escrever essa que na linguagem da internet só é utilizada quando uma pessoa supostamente está gritando. Ao perceber o erro a cantora tentou se redimir pedindo desculpas e disse que esse era o seu jeitinho de escrever. E, em um dos primeiros tweets demonstrando a sua insatisfação com os comentários sobre ela na web, a Xuxa faz um pedido para que os internautas parem de criticar as suas mensagens. Figura 2: Xuxa pedindo para os internautas diminuírem as críticas Fonte: www.twitter.com/xuxameneghel Atualmente existe uma discussão sobre a maneira como as pessoas escrevem na internet. Muitas vezes utilizando termos abreviados frases sem concordância nenhuma e com erros de português, passam por vista grossa quando se trata de uma mensagem postada por outro internauta. Acontece que uma celebridade não tem o mesmo
    • julgamento. Por escrever errado a Xuxa começou a ser criticada e virou motivo de piadinhas entre os twitteiros, percebendo novamente o erro, ela novamente manda uma mensagem direta para os fãs. Figura 3: Xuxa explicando sobre os erros de português Fonte: www.twitter.com/xuxameneghel A partir daí a vida dela no Twitter não foi nada agradável e, devido a alguns tweets que possuíam duplo sentido, o que é uma das coisas que os blogueiros mais procuram nas falas de celebridades e, mesmo que ela tenha tentado ser simpática postando novidades do seu próximo filme na rede, as tweetadas da Xuxa foram de mal a pior. Figura 4: Tweet principal para o início das discussões e piadinhas Fonte: www.twitter.com/xuxameneghel Até que depois de muitos internautas fazerem piadas com o tweet da cantora sobre a sua filha ela resolve abandonar a sua conta no twitter, e num último fôlego de ignorância ela diz que os internautas não são merecedores da sua atenção. Figura 5: penúltima mensagem da cantora para os internautas Fonte: www.twitter.com/xuxameneghel Figura 6: último tweet da cantora
    • Fonte: www.twitter.com/xuxameneghel Talvez os próprios artistas não estão preparados para ter uma relação mais próxima dos fãs, esses por sua vez, amam figuras de duas faces, e ídolos que muitas vezes são tratados com muito carinho, mas que não estão nem aí com os seus fãs. Um exemplo disso foi o desastre que os jogadores Madson e Zé Eduardo, ambos do Santos Futebol Clube protagonizaram após a vitória sobre o Grêmio Prudente pelo campeonato brasileiro. Os jogadores resolveram se conectar ao Twitcam através da webcam de um notebok e após receberem alguns comentários negativos sobre o seu futebol, responderam com hostilidade aos internautas. Os tweets que mais chamaram atenção foram; “Ai Ney é nóis, chega aí. Tem uns manés falando mal de nós aqui”, disse Madson para o colega Neymar, que acompanhava a transmissão em Santos. Depois dessa mensagem os usuários começaram a ficar indignados e responderam as críticas, “"Aí fera, o que eu gasto com o meu cachorro de ração é o teu salário por mês. Então não f.”, rebateu Felipe, após ser chamado de mão de alface por um participante. O ápice do desastre foi quando o atacante Zé Eduardo ao receber uma ligação do jogador Robinho, diz que o Robinho não faria falta alguma no clube, devido ao futebol que estava apresentando. Essa noite desastrosa resultou em uma multa para os jogadores e, na proibição de qualquer jogador em utilizar o aplicativo nos períodos de concentração. O que devemos comemorar é que não importa se um artista sabe ou não usar o twitter, se sabe ou não escrever certo, agora eles estão na rede. E nós, internautas temos total possibilidade de entrarmos em contato com eles, e corremos o risco de termos as mensagens respondidas de uma maneira simpática. Foi o que aconteceu no período de pesquisa do nosso projeto, ao lançar um tweet falando sobre o calor que fazia no dia, a modelo e ex-dançarina do grupo “É o Tchan” Sheilla Carvalho, respondeu dizendo que na cidade em que ela estava, também fazia muito calor. E essa relação aconteceu de uma maneira muita espontânea e em menos de dez minutos.
    • Figura 7: Scheila Carvalho interagindo com as perguntas da campanha Fonte: www.twitter.com/1h100pc Mesmo que a resposta foi super simples, vale lembrar que antes dos artistas terem ingressado no twitter, seria muito difícil que um internauta recebesse uma resposta como essa, de uma maneira tão direta. Uma experiência muito positiva que nós podemos relatar na pesquisa, foi o apoio que a campanha 1h100Pc recebeu do cantor Netinho, quando twittou que o livro “O pequeno príncipe” deveria ser distribuído gratuitamente nas escolas do Brasil. Figura 8: Cantor Netinho dando a sua opinião sobre o livro “O Pequeno Príncipe” Fonte: www.twitter.com/1h100pc O cantor apoiou a idéia da campanha e, disse que o livro sempre lhe diz coisas boas. O interessante é que os internautas muitas vezes rotulam os cantores de axé baiano, como pessoas que não dizem nada com nada, e nunca imaginaram que um cantor como o Netinho costuma a ler um livro tão famoso e de certa maneira rico de conhecimentos. A campanha 1h100Pc, propõem para que os usuários desliguem o computador 1hora por dia e que pratiquem atividades que não consuma energia. Para saber a opinião da Thalita Lippi ( Ex BBB ) sobre o assunto a campanha perguntou para ela; “Qual a melhor coisa para fazer quando ficamos sem energia?” A resposta de tão sincera que foi chegou a ser engraçada. Figura 9: Ex BBB dizendo que ela fazia quando ficava sem energia
    • Fonte: www.twitter.com/1h100pc Após a resposta, a campanha explicou a sua proposta e perguntou se pelo menos quando ela estava malhando o computador ficava desligado. E a resposta foi muito interessante, porque enquanto muitos dos famosos se dizem preocupados com o aquecimento global e mesmo sabendo que a campanha busca diminuir as emissões de CO², a Thalita deu a sua opinião sincera, dizendo que não consegue desligar o computador e que quando não está na internet do seu PC, utiliza BlackBerry para se comunicar com a rede. Figura 10: Thalita Lippi dizendo como deixa o computador quando ela está na academia Fonte: www.twitter.com/1h100pc Já o escritor Paulo Coelho ao saber que a campanha dedicou uma postagem especial no blog do projeto ( www.1h100pc.blogspot.com ) agradeceu pela postagem através de um “Obrigado” no twitter e também com um comentário no blog. Figura 11: Paulo Coelho avisando que deixou um comentário no blog da campanha Fonte: www.twitter.com/1h100pc Questionado sobre essa proximidade entre os famosos e os internautas que o twitter proporcionou, em uma entrevista feita pelo Estadão com o Marcelo Tas, ele responde de uma maneira muito inteligente.
    • [ Estadão] É o fim da barreira entre fã e ídolo, político e eleitor? [ Tas ] “ Isso é algo que está aí e vai se aprofundar. O fã realmente vive muito próximo, como o cara que trouxe a informação [sobre a agressão] do Danilo. Ele sabia que eu estava online. Ele não só se sente perto de mim como está perto de mim. Quanto mais você troca informação com seu público, mais constrói relação de confiança.” Esse contato entre os internautas e os artistas até então não existia através das redes sociais. Se antigamente os fãs se exprimiam no meio de muitas pessoas para conseguir um oi, ou um autógrafo, agora podem conversar com os seus ídolos através de uma mensagem criativa e na hora certa, produzida com 140 caracteres. Milhares de usuários já tiveram suas mensagens respondidas e, até mesmo já foram premiados e receberam uma ligação do seu ídolo, como no caso da promoção relâmpago que a Ivete Sangalo fez para os seus fãs, utilizando o micro-blog. Nas outras redes sociais esse contato era muito complicado de acontecer. No Orkut as celebridades chegam a usar nomes diferentes, nem postam fotos, com medo de exporem demais a sua vida particular. Ter uma conversa pelo Msn só é possível desde que algum contato passe o endereço do famoso. Já no twitter, basta começar a a seguir o cantor ou artista e responder aos seus tweets que o contato já foi feito. Essa relação só tende a melhorar já que os artistas precisam de uma boa imagem, e os fãs sempre tiveram vontade de estabelecer esse contato, o que vai estabelecer essa boa relação é maturidade e criatividade de ambas as partes. 3º Fator: Exposição A atitude dos internautas no Twitter vem mudando todos os dias. Analisando o conteúdo postado pelos usuários seis meses atrás, percebemos que o Twitter passou por uma fase muito interessante. Uma das coisas que muitos internautas buscam na rede é o fato de ter milhares de seguidores. A primeira maneira de conseguir isso era de indicar os amigos e serem indicados pelos mesmos. Funcionava da seguinte maneira; os internautas davam reply nas últimas pessoas que fizessem uma postagem sobre o seu twitter, assim compartilhavam mensagens do tipo; @pessoa diz: Sigam @fulano @beltrano @ciclano. O ciclano por sua vez também indicava o @fulano, o @beltrano e o @pessoa. Esse foi o primeiro mecanismo para que as pessoas começassem a aumentar os seus seguidores. O que acontecia é que na home dos usuários que faziam isso, não
    • dava para ler nenhuma mensagem que não estivesse cheia de nomes e replys, isso começou a incomodar as pessoas que não participavam desse sistema, porque como o twitter liga todos os posts, se uma pessoa seguia alguém que participasse desse sistema de indicações ela também ficava com a sua home lotada de nomes de pessoas que ela não conhecia. Tudo isso, graças ao fato das pessoas quererem possuir milhares de followers. Com o tempo esse sistema de indicações foi substituído por programas de MassFollowers, que possibilitam que os usuários consigam milhares de usuários. A única coisa que precisam fazer é login no site. Para testar o poder desses programas, nós utilizamos um desses sistemas. O resultado é que em poucos minutos se consegue milhares de seguidores, mas esses, não interagem da mesma maneira que alguém que começou a seguir pelo fato de conhecer o conteúdo ou a proposta da campanha. O nível de influência que se consegue sobre eles é quase zero, ou seja, não adianta nada ter milhares de seguidores que são quase fantasmas. O interessante de se analisar é da onde saiu essa vontade louca de se ter milhares de followers? Um dos fatores se deve a proximidade que os usuários tiveram dos famosos, esses pela exposição que já possuem nas mídias, conseguiram milhares de seguidores rapidamente. Mas se nota nos usuários um falso pensamento de que se tiverem muitos followers, também começarão a desfrutar de um falso status de fama. Os usuários de twitter, que antes selecionavam os seus amigos nas redes sociais, agora aceitam qualquer pessoa como seguidora. No Orkut não acontecia isso. As pessoas não aceitavam qualquer um como amigo, porque prezavam pela sua privacidade, ou pelo menos pediam uma mensagem de identificação. Já no twitter, elas não dão à mínima, começam a acompanhar pessoas que nem conhecem, e que muitas vezes nem irão trocar alguma mensagem, ou seja, muitas pessoas no twitter viraram apenas um número. Mas, ao mesmo tempo em que as pessoas estão se preocupando somente em aumentar o seu número de seguidores, elas se aproximam muito rapidamente uma das outras. Isso se deve pelo fato de que o twitter aproximou pessoas que possuem a mesma opinião sobre determinado assunto, isso faz com que internautas que nunca se viram, concordem entre si e tomem partido sobre alguma situação. Isso acontece de uma forma muito simples, já que o que liga as pessoas são os assuntos que elas estão comentando na rede.
    • Relacionamentos que antes demoravam meses para começar, agora se desenvolvem numa maneira muito rápida. Tudo isso pelo fato de que os internautas estão conhecendo pessoas que possuem a mesma opinião que a delas. Uma coisa é uma pessoa ter uma comunidade dizendo que “Ama Vodka com limão”, a outra é ela postar um tweet dizendo que está bêbada porque tomou muita caipirinha de vodka. Os usuários do twitter postam diariamente situações do dia a dia, que são parecidíssimas com os hábitos de milhares de pessoas. É essa semelhança que está aproximando as pessoas no micro-blog. Essas semelhanças muitas vezes levam os “twitteiros” a acreditarem que encontraram a sua alma gêmea na rede. Um caso muito interessante que demonstra essa situação, foi a aproximação que aconteceu entre o responsável em alimentar o twitter da campanha 1h100Pc com uma usuária de outro estado. A aproximação começou através de uma mensagem trocada sobre um show da dupla Zezé de Camargo e Luciano, que aconteceu no estado de Minas Gerais. Pelo fato dos dois internautas gostarem das músicas da dupla, uma conversa simples começou. Não demorou mais de dez mensagens trocadas para que a conversa chegasse a outro nível de afetividade. Após a conversa sobre a dupla, a menina quis aprender a enviar as famosas DMS (Mensagens diretas), e o rapaz ensinou. Figura 12: @anamartinellimg pedindo ajuda para aprender a enviar DM Fonte: www.twitter.com/1h100pc Só precisou dessa troca de favores para que a conversa fosse para um canal de mensagens instantâneas e, como já tinham tido uma conversa pelo twitter, quando começaram a se falar pelo Msn o sentimento foi que já se conheciam a muito tempo. Na mesma noite, a menina tentou ligar para o rapaz, mas enfrentou dificuldades de comunicação, devido a região que o rapaz reside, essa dificuldade contribuiu para que a conversava começasse a ficar mais séria, já que seria o segundo problema que o rapaz ajudaria a menina a resolver. Figura 13: Após duas tentativas de ligações a menina envia um tweet brincando com a situação
    • Fonte: www.twitter.com/1h100pc Figura 14: Em menos de 24horas de conversa, a menina já começa a postar elogios Fonte: www.twitter.com/1h100pc A partir daí bastou que ficassem um dia sem conversar que a menina já demonstrou sentimento de saudade, sentimento esse que antes só era compartilhado com pessoas que se conheciam a muito tempo, geralmente demonstrado em grandes amigos, namorados ou familiares. Figura 15: Primeiro tweet demonstrando saudade Fonte: www.twitter.com/1h100pc Figura 16: @anamartinellimg deixando claro que sentia falta das conversas Fonte: www.twitter.com/1h100pc Figura 17: tweet demonstrando afetividade Fonte: www.twitter.com/1h100pc Figura 18: Algumas semanas sem se falar e a menina novamente demonstra que está com saudade das conversas
    • Fonte: www.twitter.com/1h100pc Várias questões podem influenciar para que uma pessoa se sinta tão próxima da outra; falta de carinho, solidão, depressão, afinidade, entre outras, mas cabe a nós esclarecermos que graças ao fato das pessoas compartilharem assuntos de interesse em comum na rede, elas se aproximam de internautas que se não fosse pelo twitter elas dificilmente irão se conhecer. Acontece que essa aproximação acaba expondo demais os usuários. Em menos de vinte mensagens trocadas, a moça já falava como se conhecesse há muito tempo o rapaz do caso analisado. O que preocupa é a facilidade de exposição e aproximação de pessoas que não se conhecem. As pessoas não podem deixar de lado a sua privacidade, e devem levar muito em conta o velho ditado de “não conversar com estranhos” que pode ser adaptado para “não converse qualquer coisa com estranhos”. A exposição no twitter não acontece somente através de mensagens trocadas. As pessoas também estão se expondo facilmente nos novos aplicativos da rede social. Vamos destacar o que mais gerou comentários na web que é o twitcam, (aplicativo de vídeo conferência que conta com quase 84mil pessoas na comunidade oficial no Orkut) mas no conceito de que todos podem ver o que a pessoa faz em frente à câmera. Muitos usuários utilizam o aplicativo para fazerem piadas, contarem histórias, cantarem, para fazerem coisas engraçadas. Com o objetivo de conseguir com que o maior número de pessoas comecem a acompanhar o que estão fazendo. Um dos primeiros serviços de comunicação on-line que disponibilizou conversas através de web-cans foi o Messenger. Mas, vale lembrar que os usuários ficavam precavidos nessas conversas já que muitas pessoas utilizavam esse tipo de conversa, para praticarem o novo e famoso sexo virtual. Por isso, só iniciavam conversas de vídeo conferência, quando iriam interagir com parentes ou com amigos que já conheciam a muito tempo. No twitter foi totalmente diferente. Os usuários começaram a utilizar o aplicativo para conseguirem mais followers, o que os levava a fazerem coisas ridículas em frente as “cams” para que os outros usuários comentassem as atitudes e espalhassem
    • que tal pessoa estava utilizando o Twitcam. Muitas pessoas fizeram realmente coisas muito engraçadas, outros contaram histórias, e realmente os usuários que foram criativos conseguiram muitos followers, mas a idéia de ligar a web cam somente para pessoas conhecidas foi totalmente colocada de lado. Mas essa vontade de aumentar os followers muitas vezes faz com que os internautas façam coisas absurdas. O que se nota no período de pesquisa é que muitos twitteiros acabam colocando qualquer coisa de sua vida e muitas vezes de maneira infantil, só para parecerem um pouco mais simpáticos. Tweets do tipo; “estou com fome, vou chorar”, “ Meu pai me odeia, não queria ter nascido”, “meu cachorro entrou na casa”, chegam a ser rotineiros na rede, tudo isso, porque os usuários se vêem na necessidade de parecerem bonzinhos e, como muitos artistas postam coisas ridículas, os usuários também começaram a postar. Mas, um dos casos mais absurdos que aconteceu no Twitter, foi o fato de uma menina ter feito Streap-tease no Twitcam. Tudo caminhava para uma conversava normal entre ela e um amigo, quando a moça resolveu tirar a roupa na frente de todos os “twitteiros” que estavam on line. A resposta para a ação foi rápida, e em menos de 24horas foram postados mais de 595 comentários sobre o acontecimento, os usuários criaram uma hashtag dizendo #vadiadawebcamilabrito, que ao mesmo tempo que chega a ser muito dura para a menina, não deixa de mostrar a opinião clara e sincera dos “twitteiros”. Seguem abaixo dez comentários sobre o ocorrido:  @DenisFacci - nossa incrivel como uma pessoa consegue ficar famosa da noite pro dia, eh soh ser vulgar '-'  @edi_duarte ela ficou praticamente nua na twitcam . http://twitpic.com/ta10s << o print que tiraram dela. =)  @ka_ q vc nao perguntou pra miim maaas essa camilla tirou a roupa no twittcam pra conseguir mais viewers http://twitpic.com/ta10s  @feps_ O que 15 minutos de fama não fazem hein? http://twitpic.com/ta10s :o  @kaaarla_s http://twitpic.com/ta10s - soh isso mesmo pra repercurtir
    •  @kaaarla_s http://twitpic.com/ta10s - NOOOOSSA, qe ridiculo isso, conseguiiu FAMA de GGeyse do twitcan #Fato  @kaaarla_s http://twitpic.com/ta10s - se ela mesmo não se valoriza ?? quem vai valorizar ??? aii gente é tuudo pela fama .-. mais gente fi  @mariannatude http://twitpic.com/ta10s COMO AS PESSOAS FAZEMM ISSO ??  @niktinti @lia_andrade @sofiabiaobock http://twitpic.com/ta10s , HAHAHA geise arruda da internet !  @LuanaRibeiro_ http://twitpic.com/ta10s vc viu o livechat dela?! queria ter visto o micasso que ela pagou Não vamos levar em consideração o julgamento que os internautas fizeram da menina, porque mesmo que ela tenha errado em ter se exposto dessa maneira, muitos dos usuários que criticaram duramente a @camillabrito seguem atrizes que já fizeram diversos ensaios sensuais, com uma exposição muito maior do que a mocinha teve no twitter, e mesmo assim, eles não têm coragem de mandar um tweet criticando tão duramente as atrizes pelos ensaios. Como disse o apresentador do CQC Rafinha Bastos; “O julgamento chega a ser superficial”. O fato de uma menina, fazer streap-tease para milhares de pessoas que ela nem conhece, só para ter mais visualizações no seu canal do Twitcam, ou só para ter mais seguidores é de preocupar. O acontecimento gerou um Buzz enorme no twitter, mas também demonstrou que vários usuários nunca teriam coragem de fazer uma coisa dessas para conseguir seguidores. Uma menina que estava on-line quando a @camillabrito fez o Streap-tease resolveu postar no seu blog, a sua opinião sobre o fato; “meu ponto de vista é diferente , ela pode até ter seus 15 min de fama como ela teve , mas ela não vai ganhar nada com isso só ira perder ! e venho aqui falar pois as pessoas tem que começar a se concientizar com as coisas que fazem e dizem , essa menina pode até ter ganhado 10, 100 ou 1000 fallowers , mais combinemos sua vida esta acabada”
    • afirma Ana Paula que na internet possui uma página no orkut, um canal de fotos no fotolog.com, conta no messenger e no twitter é conhecida como @oivencagato, mesmo nome do seu fotolog. Uma das características do twitter é a velocidade com que as notícias se espalham. Essa característica deve ser lembrada pelos usuários, porque qualquer descuido, seja uma foto ou uma frase mal colocada, é espalhada rapidamente na rede e a exposição acontece, podendo gerar diversos comentários desagradáveis sobre o ocorrido, como aconteceu com a menina da camera. Infelizmente depois desse caso, centenas de meninas já fizeram streap-tease pelo aplicativo, que hoje já até conta com uma comunidade no orkut para a divulgação desses acontecimentos. Outro caso que ficou marcado na internet foi o que aconteceu no Rio Grande do Sul com um garoto de 16 anos que fez um vídeo erótico com uma amiga enquanto a mãe durmia. As cenas foram transmitidas pelo Twitcam, na madrugada de segunda-feira (26/07/2010). Os dois jovens, que vivem em Porto Alegre (RS), não chegaram a ter relações sexuais, mas o vídeo mostra partes íntimas do corpo da garota, de 14 anos. Segundo a mãe do menor, eles perderam um jogo na internet e, como parte de uma aposta, fizeram o vídeo erótico. “Ele [o adolescente] contou para mim que outros usuários pediram para eles fizessem sexo, mas eles não aceitaram. Eu fiquei chocada com tudo o que aconteceu, porque o guri é caseiro, não bebe e nunca usou drogas. Ele é só meio malandro, namorador” “Ele não sabia que uma brincadeira poderia ganhar tamanha dimensão e nem imaginava que a brincadeira poderia ser considerada um crime virtual" conta a mãe do garoto. Essa busca incansável que algumas pessoas fazem por mais seguidores, poderia ser brecada se as pessoas se perguntassem se elas realmente precisam seguir milhares de pessoas. O que acontece é que as pessoas acreditam que estão seguindo “todo mundo” e que estão sendo legal com outros twiteiros quando na verdade não seguem ninguém e ainda são julgados duramente após as cenas.
    • Conclusões O contato entre os famosos e os internautas refletiu em duas maneiras nas atitudes dos internautas. A primeira foi que os twitteiros ao perceberem que poderiam ter a mesma quantidade de followers dos famosos, ou até mesmo uma quantidade maior, resolveram sair em uma busca incansável de seguidores, o que levou a muitos internautas a acharem erroneamente que se tornariam importantes na rede, desde que tivessem muitos seguidores. O que é muito negativo para o usuário. Já que ele pode ter uma quantidade pequena de seguidores, mas ter uma capacidade intelectual muito maior do que os subcelebridades (termo utilizado para os internautas com muitos followers que se julgam famosos). Afinal, quantidade de seguidores não quer dizer, qualidade de conteúdo, é o que realmente importa para se determinar o caráter de uma pessoa. Quando questionamos se o mercado ficará mais exigente, a resposta é sim, ele já ficou. O fato das empresas começarem a selecionar o perfil de candidatos a vagas pelo Twitter isola milhares de bons profissionais, só pelo fato desses não estarem ligados a rede. Mas, a tendência é essa; que o mercado fique cada vez mais exigente. Hoje uma das formas de se começar uma seleção é pelo twitter, amanhã ninguém sabe como será. Cabe aos profissionais se adaptarem ao surgimento de novas tecnologias e plataformas virtuais para que esses não fiquem desatualizados e longe do mercado. Para concluir podemos afirmar que no twitter diferente das outras redes sociais, as pessoas estão ignorando o conceito de se ter um amigo. Na rede muitas pessoas estão se preocupando mais com a quantidade de seguidores que elas possuem do que com a qualidade dessas pessoas. Se antes elas se recusavam a aceitar uma pessoa desconhecida nas suas redes sociais, no twitter ela comemora porque é mais um follower para a sua lista. Vale lembrar que muitos internautas só seguem no twitter pessoas conhecidas, ou empresas e profissionais do seu segmento, mas a grande maioria faz uma busca incessante e diária por seguidores. Nessa busca vale a utilização de programas que buscam seguidores automáticos, ou seja, vale seguir qualquer um, para muitos o que importa é a quantidade e não o fato de se ter mais um amigo. Esse erro acarreta em uma exposição negativa e em uma proximidade entre pessoas que nem se conhecem, aumentando o risco de atitudes impensadas se transformarem em verdadeiros pesadelos para os usuários.
    • 7. Bibliografia DAVENPORT, Thomas H. Ecologia da informação. São Paulo: Futura, 2001. JENKINS, Henry. Cultura da convergência. Tradução Susana Alexandria. São Paulo: Aleph, 2008 . RIFKIN, Jeremy. A era do Acesso. Tradução: Maria Lucia G. L. Rosa. São Paulo: Makron Books, 2001. TAPSCOTT, Don. Geração Digital: A crescente e irreversível ascensão da geração net. Tradução Ruth Gabriela Bahr. São Paulo: Makron Books, 1999. WURMAN, Richard S. Ansiedade de informação. São Paulo, Cultura, 1991 Blog do criador do termo web2.0: http://www.oreillynet.com RECUERO, Raquel. Redes Sociais na Internet http://www.redessociais.net/cubocc_redessociais.pdf SPYER, Juliano, FERLA, Luiz, PAIVA, Moriael, AMORIM, Fabíola. Tudo o que você precisa saber sobre Twitter: (você já aprendeu em uma mesa de bar). Disponível em: http://www.talk2.com.br/geral/baixe-o-guia-tudo-o-que-voce-precisa-saber-sobre-o- twitter/ PETIT, Francesc. Propaganda Ilimitada. São Paulo: Editora Siciliano, 1991 “Twitter; as pessoas por trás dos perfis falsos de celebridades como mussum e Hebe Camargo”. Revista Galileu, Outubro de 2009, pág 62. “As redes sociais como ferramenta para as empresas” Revista Exame, Outubro de 2009, Pág 126. CHIAVENATO, Idalberto. Os novos paradigmas. São Paulo: Editora Atlas, 1996 EAGLETON, Terry. Depois da teoria. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005. VALLS, Álvaro. O que é ética. São Paulo: Editora brasiliense, 23º reimpressão, 2008.