Prêmio inovação dá sorte - 2013
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Prêmio inovação dá sorte - 2013

on

  • 216 views

Trabalho que rendeu a mim e a minha equipe o segundo lugar no prêmio Inovação dá Sorte.

Trabalho que rendeu a mim e a minha equipe o segundo lugar no prêmio Inovação dá Sorte.

Statistics

Views

Total Views
216
Views on SlideShare
182
Embed Views
34

Actions

Likes
1
Downloads
0
Comments
0

3 Embeds 34

http://jonathanlima.com.br 32
http://www.linkedin.com 1
http://plus.url.google.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Prêmio inovação dá sorte - 2013 Prêmio inovação dá sorte - 2013 Presentation Transcript

  • Prêmio Inovação dá Sorte 2013
  • UMA ABORDAGEM DE USABILIDADE APLICADA AO SITE DO PERNAMBUCO DÁ SORTE
  • Madson Klleber Gene Shelly Jonathan Lima Orientador: Ricardo Tavares A. de Oliveira
  • • “Se as pessoas não conseguem comprar, você não faz dinheiro.” (NIELSEN, 2001) • “Quanto mais cedo forem encontrados os problemas de interação ou interface, menor o custo de se consertá-los.” (KARAT, 1993)
  • INTERNET Uma poderosa ferramenta para estratégias empresariais Fonte da imagem: http://fastcom.com.br/wp-content/uploads/2011/10/acesso-a-internet-no-brasil.jpg
  • USABILIDADE • Facilidade de uso de uma interface. (BEVAN, 1995) • Uma boa usabilidade, é um fator que assegura a facilidade, a eficiência de uso de um produto, baseado na perspectiva do usuário, otimizando as interações entre esse usuário e a interface. (PREECE, 2005).
  • JAKOB NIELSEN • Jacob Nielsen é um cientista da computação com Ph.D. em interação homem-máquina. • Nielsen é considerado um dos maiores especialistas em usabilidade da web. • “o rei da Usabilidade" (Internet Magazine) • “O guru da Usabilidade na Web" (The New York Times) Fonte da imagem: http://s3.amazonaws.com/media.nngroup.com/media/p eople/photos/jakobnielsen_cropped.jpg.400x400_q95_crop_upscale.jpg • “A pessoa mais inteligente da Web" (ZDNet AnchorDesk)
  • AVALIAÇÃO HEURÍSTICA Análise do site do Pernambuco dá Sorte com base nas 10 Heurísticas de Nielsen
  • 1. VISIBILIDADE DO STATUS DO SISTEMA Figura 01 – Registrando o cadastro.
  • Figura 02 – Tela informativa de sucesso na operação realizada.
  • 2. CONTROLE DO USUÁRIO E LIBERDADE Por ser um site relativamente simples, ou seja, que não requer muito esforço mental para ser utilizado, o usuário consegue assumir o controle da interface sem maiores problemas.
  • 3. CONSISTÊNCIA Figura 03 – Contato confuso.
  • Figura 04 – Site externo Instituto Ativa Brasil.
  • 4. PREVENÇÃO DE ERROS Figura 05. Dica para o usuário.
  • Figura 06 – Aviso ao usuário.
  • 5. FLEXIBILIDADE E EFICIÊNCIA DE USO Figura 07 - Atalhos.
  • 6. RELAÇÃO ENTRE A INTERFACE E O MUNDO REAL Figura 08 - Informativo.
  • 7. RECONHECIMENTO AO INVÉS DE LEMBRANÇA Figura 09 - Dica de utilização. Figura 10 - Dica de utilização. Figura 11 - Dica de utilização.
  • 8. ESTÉTICA E DESIGN MINIMALISTA Figura 12 – Exagero nos espaços em branco.
  • Figura 13 – Exagero nos espaços em branco.
  • • Figura 14 – Botões inconsistentes. • Figura 15 - Design do botão não segue padrões. • Figura 16 - Design do botão não segue padrões.
  • Figura 17. Algum texto escrito. Figura 18 – Botão com texto clicável.
  • 9. BOAS MENSAGENS DE ERRO O site apresenta boas mensagens de erro. Informa realmente ao usuário o erro cometido, ajudando-o assim a que ele possa refazer o processo do modo correto.
  • 10. AJUDA E DOCUMENTAÇÃO • Embora o site seja simples e pequeno, não há um mapa do site que possa guiar o usuário, caso seja necessário, mas isso não causa maiores problemas no fluxo e no entendimento do site como um todo.
  • CONCLUSÃO
  • REFERÊNCIAS • BEVAN, N. Usability Issues in web site design. Washington DC, 22-26, 1998. • Disponível em: <http://www.nigelbevan.com/papers/usweb98.pdf>. Acesso em: 17 out. 2013. • BEVAN, N. Usability is Quality of Use. Yokohama, 1995. • Disponível em: <http://www.nigelbevan.com/papers/usabis95.pdf>. Acesso em: 05 nov. 2013. • CAMPI, Monica. “O mundo estará conectado em 2020, diz Schmidt.” Revista eletrônica INFO Online. São Paulo, EDITORA ABRIL, 15 de abril de 2013. Disponível em: <http://info.abril.com.br/noticias/mercado/o-mundo-estara-conectado-em-2020-dizschmidt-15042013-24.shl> Acesso em: 01 de novembro de 2013. • GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1994. • KARAT, J. The cost-benefit and business case analysis of usability engineering. InterChi’93, Amsterdam, Tutorial Notes 23, 1993. •
  • REFERÊNCIAS • KRUG, Steve. Não me Faça Pensar: Uma Abordagem de Bom Senso À Usabilidade na Web. 2ª Ed. Alta Books Editora, 2008. • NEOSPOT. “Usability vs. User Experience (UX)”. NeoSpot. Lund, Suécia, 2011. Disponível em: < http://www.neospot.se/usability-vs-user-experience> Acesso em: 02 de novembro de 2013. • NIELSEN, J. 10 Usability Heuristics for User Interface Design, 1995a. Disponível em: < http://www.nngroup.com/articles/ten-usability-heuristics/>. Acesso em: 13 set. 2013. • NIELSEN, J. Characteristics of Usability Problems Found by Heuristic Evaluation, 1995b. Disponível em: <http://www.nngroup.com/articles/usability-problems-found-byheuristic-evaluation/>. Acesso em: 06 nov. 2013. • NIELSEN NORMAN GROUP. Remote Usability Test: Moderated and Unmoderated. Disponível em: <http://www.nngroup.com/articles/remote-usability-tests/>. Acesso em: 18 de out. de 2013. • PREECE, J.; ROGERS, I.; SHARP, H. Design de Interação: Além da Interação HumanoComputador; Porto Alegre: Bookman, 2005
  • Obrigado ;)