III Seminário Itinerante Redes-Pibid: O PIBID e a Extensão                                           Bagé, 09 e 10 de nove...
III Seminário Itinerante Redes-Pibid: O PIBID e a Extensão                                      Bagé, 09 e 10 de novembro ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Subprojeto letras prática docente e motivação

186

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
186
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Subprojeto letras prática docente e motivação"

  1. 1. III Seminário Itinerante Redes-Pibid: O PIBID e a Extensão Bagé, 09 e 10 de novembro de 2012PRÁTICA DOCENTE E MOTIVAÇÃO: UMA PERSPECTIVA INTERATIVA NO ENSINO DE LEITURA1 Francine Araújo Faria [francinaafarias@gmail.com] Jonas dos Santos [jonas.santos.rs@hotmail.com] Luiz Eduardo Alimena Pinho [eduarloalimena@gmail.com] Renan Cardozo Gomes da Silva [renancardozoo@gmail.com] Santiago Bretanha Freitas [santiagobretanha@gmail.com] Universidade Federal do Pampa – UNIPAMPA Campus Jaguarão Rua Conselheiro Diana, 650 Bairro Kennedy, 963000-000, Jaguarão, RS. Adriana Nascimento Bodolay [adriananbodolay@gmail.com] Marcelo de Andrade Duarte [marcelo.duarte.jag@gmail.com] Escola Estadual de Ensino Médio Hermes Pintos Affonso Rua da Paz, 1478 Bairro centro, 963000-000, Jaguarão, RS.Trabalho sobre: ( ) Extensão ( x ) EnsinoRoda de conversa: ( x ) Ciências Humanas ( ) Ciências Exatas e da Natureza( ) Todas as áreas ( ) CoordenadoresRESUMOVivemos em uma sociedade letrada onde a competência de apropriação da língua é indispensável aoaluno para que este se insira de maneira ativa no contexto social. Dentre as muitas capacitaçõesimprescindíveis para que esse seja autônomo, tanto na construção de uma aprendizagemsignificativa no âmbito escolar, quanto cidadão consciente e crítico em sua esfera sócio-histórica ecultural é o desenvolvimento da proficiência em leitura, que lhe faculta meio basilar para a suaformação enquanto discente é item, nos dias de hoje, primordial para que dê continuidade a sua vidaprofissional. Em contrapartida a esta necessidade que urge ser desenvolvida em sala de aula,contrapõem-se duas realidades que muitas vezes inviabilizam o desenvolvimento da leitura: aaparente desmotivação dos alunos para ler e o despreparo, ou dificuldade, dos professores nodesenvolvimento de atividades de incentivo à leitura e de habilitação com relação a estratégiasmetacognitivas de compreensão. Pensando nesse contexto, o subprojeto Letras Língua Materna temo propósito de trazer práticas de estímulo à leitura para o meio escolar, bem como a mediação naconstrução de estratégias de leitura que auxiliem os alunos na formação compreensiva de textos degêneros diversos. Em especial, no que se refere ao grupo que atua na escola Hermes Pintos Affonso,além das competências leitoras, dá-se enfoque à capacitação em produção textual, que vai dostextos ficcionais aos textos informativos, e se baseia no pressuposto de que a leitura é viés único aser internalizado para que haja a estruturação da escrita. Como objetivo deste trabalho, visamosapresentar a metodologia utilizada por cada bolsista, seus relatos de experiência dentro dos círculosescolares, assim como as ferramentas empregadas para motivar os alunos e resultados já alcançados1 Este trabalho ainda não foi apresentado
  2. 2. III Seminário Itinerante Redes-Pibid: O PIBID e a Extensão Bagé, 09 e 10 de novembro de 2012neste fim. Adotamos como metodologia a aplicação deste trabalho numa escola pública de classemédia baixa da cidade de Jaguarão, em turmas de ensino médio, com o intuito de estimular a práticade leitura e escrita assim como o fomento à criticidade. Para alcançar tais metas, primeiramenteaplicamos um memorial descritivo para conhecer os contatos e relações que os alunos já possuemcom a leitura desde a sua alfabetização até o presente momento, e um questionário para construirum perfil de leitor com o propósito de analisar as características subjetivas de cada educando, comopor exemplo, as suas preferências e posicionamentos, e desta maneira criar uma aula de leitura-escrita mais flexível e motivacional. Tal proposta se baseia no que afirma Martins (1997, p.34): énecessário “criar condições para o educando realizar a sua própria aprendizagem, conforme seuspróprios interesses, necessidades, fantasia, segundo as dúvidas e exigências que a realidade lheapresenta”. Cada proposta aplicada foi baseada em um projeto preliminar de pesquisa desenvolvidopor cada bolsista ID, que passou desde o uso das tecnologias de informação e comunicação (TICs) edas redes sociais como ferramentas de leitura e produção de resumos, a utilização de gênerosliterários contemporâneos e clássicos. Com a específica finalidade de ensino de estratégias deleitura, a abordagem de gêneros literários com o objetivo de ensino de estratégias de leitura e estescomo base para a escrita de novos gêneros e produção de resenhas críticas. Por fim, com o ensinode técnicas teatrais, oficinas de atuação e produção audiovisual com a finalidade de enfocar a leituracomo processo de sócio interação, e o uso de tais técnicas como motivadoras na produção deroteiros literários. Para finalizar, produziremos um curta-metragem com relatos de experiência dosalunos contando a sua nova visão diante da leitura e as práticas por eles produzidas. Com aconclusão desta etapa dentro da escola, esperamos que os alunos comecem a ver a leitura comoprática prazerosa e divertida que, embora muitas vezes sejam obrigatórias, dependendo da visão doleitor para com ela, pode ser facilitada. Além de tudo, acreditamos que vamos contribuir naformação dos leitores enquanto cidadãos autônomos e críticos, capazes de discernir, aceitar erefutar, de construir, significar e resignificar. Palavras-chave: formação leitora; estratégias de leitura; compreensão textual; produção detexto.Apoio: Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID), da Coordenação deAperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) – Brasil.

×