Your SlideShare is downloading. ×
Resumo fran siepe 2013
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Resumo fran siepe 2013

50

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
50
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. A CRÔNICA: UMA LEITURA DO COTIDIANO O ensino da leitura na escola ou serve de pretexto para o ensino da gramática ou o professor restringe a interpretação do aluno para uma essencialidade no texto. Tais atitudes não permitem ao aluno atribuir sentidos, decorrente de seus valores, ao texto. É necessário buscar métodos de ensino de leitura que permitam ao aluno colocar seu universo cultural e também ampliá-lo com novos saberes. Por este motivo, o presente trabalho vinculado ao Programa PIBID/CAPES, subprojeto Letras Língua Materna, da UNIPAMPA/Jaguarão, tem como objetivo proporcionar uma aprendizagem, na qual o leitor seja capaz de ao ler um texto, perceber a função, o estilo, a estrutura e os diferentes discursos presentes, bem como, relacioná-lo com o contexto de produção. Por outro lado, é necessário levar em consideração que o leitor dá sentido ao texto a partir de sua subjetividade. Assim, o leitor tem liberdade, no entanto, não pode deixar de considerar texto e autor. Nesse sentido, proponho uma atividade com o gênero crônica, por serem textos curtos, possuírem linguagem cotidiana e se relacionarem com acontecimentos de uma dada época. A crônica é uma narrativa que fotografa um instante, mantem diálogo com contextos despercebidos por nós indivíduos. O trabalho será desenvolvido com alunos das séries finais de uma escola municipal da cidade de Jaguarão. Como metodologiafaremos uso da técnica de leitura protocolada, a qual envolve a produção de inferências, pois o texto é fragmentado e a cada parte várias hipóteses são levantadas e verificadas com marcações. Tal método possibilita que o leitor atribua significações às palavras, interpretando-as de modo a significá-las de acordo com seu conhecimento de mundo, mas tendo que respeitar as estratégias textuais. Esse diálogo, texto/leitor possibilita uma ampliação no horizonte de expectativa do aluno. Procurando aproximar o aluno da leitura, de uma forma mais significativa. Vale ressaltar que essa atividade esta sendo desenvolvida, por este motivo não apresentamos resultados, no entanto, esperamos contribuir para a formação de um individuo crítico, capaz de interagir com o que esta a sua volta com mais propriedade e autonomia. Palavras-chave: leitura, gênero, interpretação.

×