PERFIL DE LEITOR DO ENSINO MÉDIO: UM MAPEAMENTO INICIALPensando na sociedade em que vivemos, o letramento e a competência ...
esperamos que os alunos comecem a ver a leitura como uma prática prazerosa e lúdica.Além disso, acreditamos que podemos co...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Iii encontro nacional das licenciaturas renan

110

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
110
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Iii encontro nacional das licenciaturas renan"

  1. 1. PERFIL DE LEITOR DO ENSINO MÉDIO: UM MAPEAMENTO INICIALPensando na sociedade em que vivemos, o letramento e a competência de apropriaçãoda linguagem são indispensáveis ao aluno que futuramente estará inserido em umcontexto universitário. Dentre as muitas capacitações importantes para que o aluno sejaum sujeito autônomo, tanto na construção de uma aprendizagem significativa, quantocomo cidadão consciente e crítico em sua esfera sócio-histórica e cultural, é odesenvolvimento da proficiência em leitura. Segundo Martins (1997), é imprescindívelcriar condições para o educando realizar a sua própria aprendizagem, conforme seuspróprios interesses, necessidades e fantasias. Este trabalho, que faz parte doPIBID/CAPES Letras Língua Materna da Universidade Federal do Pampa –UNIPAMPA campus Jaguarão – RS, tem por objetivo analisar o perfil do leitor dosalunos do terceiro ano do ensino médio da escola estadual Hermes Pintos Affonso. Paraconhecer esses leitores, utilizamos dois instrumentos: escrita de um memorial eaplicação de um questionário. Nosso ponto de partida foi a produção do memorial paraconhecer a história de leitura de cada aluno, desde alfabetização até o presentemomento. A escolha desse gênero textual permitiu ao aluno criar uma escrita maisflexível e motivacional, termos que se definem por proporcionar a articulação de váriasideias e não se preocupar com os erros ortográficos, o que nos habilitou a observar osaspectos subjetivos do processo de formação do leitor. O segundo instrumento, oquestionário de perfil de leitor, foi elaborado com o propósito de analisar ascaracterísticas objetivas e individuais do processo de leitura, como por exemplo, queestratégias empregar durante o ato de ler. Essas duas atividades nos farão refletir sobreque tipo de leitor encontraremos na sala de aula e o tipo de atividades que podemoselaborar para incentivá-los a ler e produzir textos relevantes e coerentes, já que algunsalunos alegam não gostar de ambas atividades, pois acreditam que a leitura não tempapel nenhum em suas vidas alegando que leem somente por obrigação. Assim,adotamos como metodologia nas aulas de língua portuguesa, sob a orientação dosupervisor, práticas de estímulo à leitura, bem como a mediação na construção deestratégias de leitura que auxiliem os alunos na formação compreensiva de diversostextos. Tendo em vista as primeiras observações e conversas, pudemos observar que osalunos manifestam a necessidade de dialogar sobre os textos utilizados em sala de aula,afirmando que através do diálogo a compreensão será mais significativa. Sendo assim,
  2. 2. esperamos que os alunos comecem a ver a leitura como uma prática prazerosa e lúdica.Além disso, acreditamos que podemos contribuir para a formação dos leitores enquantocidadãos autônomos e críticos.Palavras-chave: leitura; aprendizagem significativa; letramento.

×