• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Genero textual romance
 

Genero textual romance

on

  • 11,173 views

 

Statistics

Views

Total Views
11,173
Views on SlideShare
11,173
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
74
Comments
1

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

11 of 1 previous next

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Genero textual romance Genero textual romance Document Transcript

    • Língua Portuguesa - Profª Jociane Araujo Peres da LuzGênero Textual RomanceO termo romance (do latim romanice: "em língua românica", através do provençal romans)pode referir-se a dois gêneros literários. O primeiro deles é uma composição poética popular,histórica ou lírica, transmitida pela tradição oral, sendo geralmente de autor anônimo; correspondeaproximadamente à balada medieval. Como forma literária moderna, o termo designa umacomposição em prosa. Herdeiro da epopeia, o romance moderno é tipicamente um gênero narrativo.Dom Quixote de La Mancha, escrito no início do século XVII, é geralmente considerado como oprecursor do romance moderno. O romance chega à modernidade com Balzac e à plenitude comProust, Joyce, Faulkner. A partir destes últimos a ordem cronológica é desfeita: passado, presente efuturo são fundidos. No Brasil os anos 50 foram férteis: 1956, por exemplo, é considerado um dosgrandes marcos literários do país; foram publicados naquele ano O encontro marcado, de FernandoSabino; Doramundo, de Geraldo Ferraz; Vila dos Confins, de Mário Palmério e Grande Sertão:veredas, de Guimarães Rosa. Ainda desta década é Gabriela, Cravo e Canela (58), de Jorge Amado. Atrilogia O tempo e o vento, de Érico Veríssimo, teve seu primeiro volume, O continente, publicadoem 1949 e O retrato em 1951.Todo Romance se organiza a partir de uma trama, ou seja, em torno dos acontecimentos quesão organizados em uma sequência temporal. A linguagem utilizada em um Romance é muitovariável, vai depender de quem escreve, de uma boa diferenciação entre linguagem escrita elinguagem oral e principalmente do tipo de Romance. Então, como gênero textual, romance é umanarrativa longa, geralmente dividida em capítulos, possui personagens variadas em torno do qualacontecem as histórias, estas podem apresentar tempo e espaço variados.Quanto ao tipo de abordagem pode ser:Romance urbano: nele a vida social das grandes cidades era retratada, e o motivo das tramas eram,principalmente, as comuns intrigas amorosas, as traições, os ambientes urbanos e outras situaçõescomuns da vida das pessoas que vivem neles.Romance Regionalista: Aborda questões sociais a respeito de determinadas regiões do Brasil,destacando características de cada região, linguajar típico da região muitas vezes é utilizado noRomance e as personagens são pessoas que vivem longe das cidades.Romance Indianista: Ocorrido principalmente no Romantismo, traz à tona a vida e os costumesindígenas. Algumas vezes, no Romantismo, trazem uma idealização do índio que vira um heróiconvivendo com o homem branco.Romance Histórico: como o próprio o nome diz, é um Romance que destaca vida e costumes decerta época e lugar da história. Faz uma mesclagem entre fatos realmente ocorridos e fatos fictícios.Quanto à época ou escola literária:Romance Romântico: Nesse tipo de Romance se destacavam os ideais cavalheirescos, a idealizaçãoda mulher e o heroísmo, dignidade e amor à pátria nas personagens masculinas. As narrativastraziam uma constante luta entre o bem e o mal, sempre com a vitória do bem. Narravam semprehistórias de amor, onde era certo o conhecido “final feliz”.
    • Romance Realista: Tem características temáticas influenciadas pelo cientificismo da época. Écarregado de críticas sociais e traz à tona defeitos dos homens que até então não eram revelados,como o materialismo, a traição, além de defeitos de caráter e personalidade explicados pelodeterminismo. Personagens tipo são muito cultivadas nessas obras, ainda com o objetivo de criticar asociedade. A linguagem é correta e a narrativa é lenta, com pausas para minuciosas descrições.Romance Naturalista: em muitos casos não se separa das narrativas realistas. Tem basicamente asmesmas características e foram produzidos no mesmo período. A diferença básica entre as duastendências é que enquanto os Romances Realistas trazem personagens com características comuns ànatureza humana, o Romance Naturalista tende aos aspectos patológicos, dando margem acaracterísticas animalescas. A análise social é feita a partir de personagens marginalizadas.Romance Modernista: Caracteriza-se pelo seu caráter revolucionário e pelo protesto a qualquer tipode convenção social. Como o movimento modernista teve várias tendências, às vezes até individuais,não podemos destacar muitas características em comum entre as obras. Traziam consigo forte críticasocial e novas abordagens e visões do mundo.