• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content

Loading…

Flash Player 9 (or above) is needed to view presentations.
We have detected that you do not have it on your computer. To install it, go here.

Like this presentation? Why not share!

Governança de TI para Otimização de Investimentos

on

  • 286 views

Apresentação realizada na IX Secomp do Instituto Federal de Goiás - Campus Jataí

Apresentação realizada na IX Secomp do Instituto Federal de Goiás - Campus Jataí

Statistics

Views

Total Views
286
Views on SlideShare
286
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
9
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

CC Attribution-NonCommercial LicenseCC Attribution-NonCommercial License

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Governança de TI para Otimização de Investimentos Governança de TI para Otimização de Investimentos Presentation Transcript

    • GOVERNANÇA DE TI PARA OTIMIZAÇÃO DE INVESTIMENTOS EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Jocemar Ferreira Garcia jocemarfg@gmail.com 24/10/2013
    • APRESENTAÇÃO  Atualmente Analista de Sistemas na Bemasoft Informática.  Formado em Tecnologia em Sistemas de Informação pelo IF Goiás – Campus Jataí.  Pós-Graduação em Engenharia e Arquitetura de Software pela Universidade Gama Filho.  Certificado internacional em COBIT 4.1 pela ISACA (Information Systems Audit and Control Association) em 2012.  10 anos de experiência em desenvolvimento de software, análise de requisitos, metodologias ágeis e gerência de projetos em clientes como BM&FBovespa, Banco do Brasil, Portal Exame.
    • AGENDA Os desafios da TI  Conceitos relacionados a Governança de TI  Introdução ao ITIL  Framework COBIT 4.1  Ferramentas e Modelos de Gestão  Estratégia de Negócios  Otimização de Investimentos  Guia para Implementação da Governança de TI  Estudos de Casos 
    • OS  DESAFIOS DA TI As empresas contam com a tecnologia da informação para dar suporte às operações de negócios e alcançar os objetivos estratégicos.  Manter a TI funcionando  Valor  Custos  Complexidade  Alinhamento com os objetivos de negócios  Conformidade regulatória  Segurança
    • ONDE SE ENCONTRA A GOVERNANÇA DE TI?
    • OS DESAFIOS DA  Manter a TI funcionando  Valor  Custos TI
    • OS DESAFIOS DA TI  Complexidade  Alinhamento de negócios  Conformidade regulatória e segurança
    • CONCEITOS  Governança é o conjunto de responsabilidades e práticas exercidas pela diretoria e pela gerência executiva com o objetivo de prover uma direção estratégica à empresa, assegurando que seus objetivos sejam alcançados e seus riscos gerenciados apropriadamente, verificando que seus recursos sejam usados de forma responsável, com ética e transparência.  Se a empresa está fazendo as coisas certas.  Se a empresa está atuando de forma correta.  Se o uso de recursos é eficaz e eficiente.  Se os objetivos estabelecidos são alcançados.
    • DIMENSÕES DA GOVERNANÇA
    • DEFINIÇÕES NA GOVERNANÇA DE TI  Tecnologia da Informação Atualmente muitos autores se referem ao conceito de TI (Tecnologia da Informação) como algo amplo que engloba não somente hardware e software, mas também outros ativos como processos, procedimentos, tecnologia e o próprio conhecimento explícito e documentado. Nesse contexto amplo, as telecomunicações também fazem parte do que chamamos de TI.  Eficiência operacional da TI Qual é o maior problema que a TI enfrenta hoje? Poderíamos dizer, sem medo de errar, que um dos maiores problemas da TI (se não, o maior) é a questão do excesso de soluções existentes no mercado. A grande concorrência, aliada à rápida reprodução das soluções prontas, leva as empresas a um cenário de muita competição. As empresas optam por investir todos os seus recursos e esforços em efi ciência operacional pura e simples, em detrimento da eficácia estratégica.  Eficiência estratégica da TI  O termo eficácia responde a questões como:    O que é importante para a empresa? O que é importante para a TI? Que projetos, serviços e operações são importantes para a TI e para a empresa? Quais não são?
    • PROCESSOS  E MELHORIA CONTÍNUA Podemos definir um processo como um conjunto de atividades ou tarefas executadas de acordo com regras, procedimentos ou funções organizacionais para transformar as entradas do processo nas saídas desejadas.
    • Costuma-se dizer que a TI está em tudo o que fazemos. Porém o que é tudo? Nosso esforço por definir alinhamento estratégico da TI necessita da definição de qual é o papel que ela desempenha nas organizações.
    • O QUE É ALINHAMENTO ESTRATÉGICO DE TI? O que foi possível concluir até agora? Como esse alinhamento poderia ser conseguido?
    •  Note que a resposta para essas perguntas parece ser bastante simples, porém a implementação da fórmula nem tanto.  O alinhamento estratégico da TI se dá quando tudo que a TI faz (ou quase tudo) possui alguma importância diretamente retirada do pensamento estratégico organizacional. Somente assim poderemos dizer que os projetos e as operações da TI acontecem com o objetivo de cumprir ou ajudar a cumprir a missão da organização.  O alinhamento depende de mudanças na forma como a organização conduz seus projetos em todas as áreas e departamentos (que, como vimos, cada vez mais dependem da TI para ser bem-sucedidos). O caminho natural para a obtenção do alinhamento estratégico da TI seria, partindo do plano estratégico da empresa, construir o plano diretor de TI.
    •  Data Mining  Data Warehouse  BI (Business Inteligence)  CRM (Customer Relationship Management)  ERP (Enterprise Resource Planning)  E-Business  E-Commerce  B2B (Business-to-Business)  B2C (Business-to-Consumer)
    • ESTUDO DE CASO O Brasil está passando por um momento de adequação contábil e fiscal fortemente direcionado pelos avanços na área de TI. Essa adequação tem sido chamada de Sped Contábil e Sped Fiscal. Mas o que isso tem a ver com a questão da Governança em TI? O Sped Contábil e o Sped Fiscal é o maior exemplo de necessidade de adequação pelo qual as empresas estão passando no momento aqui no Brasil, por força de regulamentação. A exigência (que é legal e, portanto, mandatória) está acontecendo principalmente por causa dos avanços alcançados pelos órgãos públicos na área de TI. Várias empresas estão se adequando aos novos tempos e em ritmo acelerado, pois o órgão regulamentador (no caso, a Receita Federal do Brasil) estipulou datas para tal adequação. As empresas estão migrando aos poucos (por setor da economia e regime contábil), para que a mudança aconteça com menor impacto. Após a data limite estipulada para cada setor, a empresa que não estiver regulamentada passará a ser multada – mensalmente – pelo não cumprimento da lei. E de que consiste tal adequação? Diminuir a quantidade de papéis fiscais e contábeis (livros, notas fiscais, guias de pagamento etc.) e passar tudo para o formato digital utilizando conceitos avançados de criptografia.
    • MODELO PARA GOVERNANÇA DE TI
    • CAMINHOS PARA A GOVERNANÇA
    • ITIL - CONCEITOS  As letras I.T.I.L. representam a sigla para Information Technology Infrastructure Library ou, em português, biblioteca da infraestrutura de TI. A palavra biblioteca não vem por acaso. De fato, a ITIL® é composta por vários livros, cada um tratando de um assunto de TI específico.  A biblioteca ITIL® se refere a um conjunto de processos escaláveis, ou seja, processos que podem ser adaptados às necessidades de cada empresa, independente do seu porte.  A razão principal para a adoção de boas práticas é a construção de processos visando à melhoria contínua da área de TI, aumento da satisfação do cliente e do usuário de TI e aumento da autoestima dos profissionais que fornecem serviços de TI.
    • COBIT - CONCEITOS  A sigla COBIT® significa, em inglês, objetivos de controle para a informação e tecnologia (Control Objectives for Information and related Technology).  O conteúdo do COBIT® é baseado em controles para a área de TI diretamente relacionados à gestão do negócio. A Governança de TI pode ser implementada através do COBIT®.
    • COBIT - CONCEITOS  Para a área de TI ter sucesso em entregar os serviços requeridos pelo negócio, os executivos devem implementar um sistema interno de controles ou uma metodologia. O modelo de controle do CobiT contribui para essas necessidades ao:   Organizar as atividades de TI em um modelo de processos geralmente aceito.  Identificar os mais importantes recursos de TI a serem utilizados.   Fazer uma ligação com os requisitos de negócios. Definir os objetivos de controle gerenciais a serem considerados. A orientação aos negócios do CobiT consiste em objetivos de negócios ligados a objetivos de TI, provendo métricas e modelos de maturidade para medir a sua eficácia e identificando as responsabilidades relacionadas dos donos dos processos de negócios e de TI.
    •  A estrutura do Cobit é baseada na premissa de que a TI precisa entregar a informação que a empresa precisa para alcançar seus objetivos.  Ajuda a alinhar a TI com os negócios focando nos requisitos de informações de negócios e em organizar os recursos de TI.
    • COBIT – ÁREAS FOCO
    • COBIT – PRINCÍPIOS BÁSICOS
    • COBIT – OBJETIVOS DE NEGÓCIO E OBJETIVOS DE TI
    • COBIT – RECURSOS DE TI
    • COBIT - DOMÍNIOS  O CobiT define as atividades de TI em um modelo de processos genéricos com quatro domínios.  O modelo CobiT fornece um modelo de processo de referência e uma linguagem comum para que todos na organização possam visualizar e gerenciar as atividades de TI.
    • COBIT – VISÃO GERAL
    • COBIT – MODELO DE MATURIDADE
    • COBIT – PROCESSOS DE TI
    • COBIT – PROCESSOS DE TI
    • COBIT – PROCESSOS DE TI
    • COBIT – PROCESSOS DE TI
    • ESTUDO DE CASO Uma empresa decidiu melhorar todos os seus processos de TI. Qual o primeiro passo a ser tomado e como os níveis de maturidade das áreas de processo do COBIT® são usados nesse momento?
    •  Trata-se de um desejo de mudança.  O planejamento de qualquer mudança sempre possui três etapas (macro). Definir onde se está, definir aonde se quer chegar e definir como se chegará ao destino pretendido.  Assim, a primeira etapa é definir em que nível estão os processos atuais da empresa, pois somente com essa informação a empresa poderá tomar decisões e seguir adiante.  Os níveis de maturidade do COBIT® auxiliam tanto na determinação do nível de maturidade atual quanto, em um momento posterior, na determinação do que deve ser feito para atingir níveis de maturidade mais elevados (aonde se quer chegar).  A etapa "como chegar lá" também pode se beneficiar do COBIT®, mas neste caso, dependendo do processo que se quer amadurecer, também é indicada a utilização de outras formas do conhecimento, normas, padrões etc.
    • BSC – BALANCED SCORECARDS  Indicadores balanceados de desempenho.  Os indicadores de uma organização não se restringem apenas aos indicadores financeiros, as organizações também se utilizam de indicadores focados em ativos intangíveis como: desempenho de mercado junto a clientes, desempenho dos processos internos e pessoas, inovação e tecnologia.  Busca a maximização dos resultados baseado em quatro perspectivas:  Financeira  Clientes  Processos Internos  Aprendizado e crescimento
    • BSC – VISÃO E ESTRATÉGIA
    • BSC  COBIT  ITIL
    • http://www.profissionaisti.com.br/2013/06/cobitno-atual-mercado-de-ti-um-estudo-de-caso/
    • GOVERNANÇA DE TI – NOSSA REGIÃO
    • Obrigado! jocemarfg@gmail.com Facebook: https://www.facebook.com/jocemarfg Twitter: https://twitter.com/jocemarfg Fan Page: https://www.facebook.com/pages/Tecnologia-eNegócios/505154316196877