Your SlideShare is downloading. ×
0
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso

37,265

Published on

Trabalho realizado para a disciplina Métodos e Técnicas de Pesquisa, ministrado por Mônica Fontana, do curso de Publicidade e Propaganda, 5º período, na AESO - Faculdades Integradas Barros Melo.

Trabalho realizado para a disciplina Métodos e Técnicas de Pesquisa, ministrado por Mônica Fontana, do curso de Publicidade e Propaganda, 5º período, na AESO - Faculdades Integradas Barros Melo.

Published in: Education
2 Comments
12 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
37,265
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
604
Comments
2
Likes
12
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. MÉTODOS E TÉCNICAS DE PESQUISA O ESTUDO DE CASO
  • 2. Faculdades Integradas AESO Barros Melo Graduação em Publicidade e Propaganda Giorgia Carina João Uchôa Lillian Melo Mayara Andréa
  • 3. DEFINIÇÃO● Para Yin (2001, p. 32 apud DUARTE; BARROS, (Orgs), 2006, p.216) o Estudo de Caso deve ser a melhor estratégia quando se quer responder as questões “como” e “porque” sobre um assunto específico a partir de pesquisas qualitativas.● Para Goode e Hatt (1979, p. 421-422, apud DUARTE; BARROS, (Orgs), 2006 p.216) este Estudo “é uma abordagem que considera qualquer unidade social como um todo”.● Para Stake (apud DUARTE; BARROS, (Orgs), 2006 p.216 ) o Estudo de Caso é uma escolha de um objeto “específico funcional”.
  • 4. ● Para Bruyne, Herman e Schoutheete (apud DUARTE; BARROS, (Orgs), 2006 p.216 ) este Estudo “reúne, tanto quanto possível, informações numerosas e detalhadas para aprender a totalidade de uma situação”● Para Merriam (apud DUARTE; BARROS, (Org.), 2006 apud WIMMER, 1996 p.217) o Estudo de Caso deve ter: Particularismo: deve estudar e se concentrar em um assunto específico. Descrição: seu resultado é a descrição detalhada sobre um determinado assunto. Explicação: o resultado final deve compreender a pergunta em questão. Indução: descobre-se respostas indutivas à partir de elementos encontrados em pesquisas.
  • 5. QUANDO UTILIZAR?● “Explicar os vínculos casuais em intervenções da vida real que são complexos demais para as estratégias experimentais ou aquelas utilizadas em levantamentos”.● “Descrever uma intervenção e o contexto da vida real em que ocorreu”.● “Ilustrar determinados tópicos dentro de uma avaliação”.● “Explorar situações nas quais a intervenção que está sendo avaliada não representa um conjunto simples e claro de resultados”.● “Fazer um estudo de avaliação”. YIN (DUARTE E BARROS (Org.) apud YIN, p. 219 -220)
  • 6. YIN explica que devemos analisar a perguntaprincipal que estamos criando para o nossotrabalho, se esta pergunta for “como” ou“porque” de determinada situação, devemosescolher o método Estudo de Caso. YIN (DUARTE E BARROS (Org.) apud YIN, p. 219 -220)
  • 7. PARADOXOS DO ESTUDO DE CASOS● Pesquisas realizadas com opinião do autor;● Sentimento Emocional de Certeza;● Generalização Científica;● Tempo da Pesquisa;
  • 8. MÉTODOS PARA DESENVOLVER UM BOM ESTUDO DE ESTUDO DE CASO● Definir claramente as questões das pesquisas (DUARTE E BARROS (Org.) apud YIN, p. 26)● Elaborar um plano de pesquisa que leve em consideração os perigos dos sentimentos de certeza (GOODE e HATT, 1979, apud (DUARTE E BARROS (Org.), p. 428)● Evitar textos longos e relatório extensos (YIN, 2001, apud DUARTE; BARROS, (Orgs), 2006)● Realizar uma revisão de literatura do tópico a ser analisado (YIN, 2001, apud DUARTE; BARROS, (Orgs), 2006, p. 28)● Ser rigoroso ao delimitar tipos de comportamentos (GOODE e HATT, 1979, apud (DUARTE E BARROS (Org.), p. 429)
  • 9. PROJETO DE ESTUDO DE CASOO plano é o início da pesquisa, onde se determina as questões a seremrespondidas e a conclusões a serem obtidas por meio desse estudo. ParaYIN (2001, p.41 apud DUARTE; BARROS (Orgs), 2006 p.223) oesquema deve possuir: Quais questões devem ser estudadas, que dados são relevante, quais dados devem ser coletados e como analisar os resultados.
  • 10. COMPONENTES DO PROJETO DE PESQUISAOs composto por cinco elementos que guiarão e orientarão aopesquisador ao rumo da pesquisa.1) Questões de estudoÉ o mais importante em um estudo de caso, geralmenteorganizado em torno de questões que se referem em “como” e“por que” da iniciação deste estudo definindo a essência essapesquisa é desenvolvida para responder. Por meio delas se definiráo caminho de todo o trabalho.
  • 11. COMPONENTES DO PROJETO DE PESQUISA2) Proposições do estudoRelacionado ao que pode ajudar a definir e onde procurar evidênciasrelevantes, a estratégia mais apropriada para o estudo em questão.3) Unidades de análise Implica na definição do “caso”, podendo apresentar somente umaunidade primária de análise, com um único objeto de estudo de caso oumais de uma unidade tornando-se um estudo de casos múltiplos.
  • 12. COMPONENTES DO PROJETO DE PESQUISA4) Ligações dos Dados à Proposição e a os Critérios para aInterpretação dos DadosRepresentam a análise dos dados pesquisados dos estudos, que servirãocomo para a base de pesquisa, relacionando às informações a para aelaboração do projeto. Com relação aos critérios para interpretação dosdados, as análises e inferências, em Estudos de Caso, são feitas poranalogia de situações e buscam responder às questões por que e comoinicialmente formuladas. (CAMPOMAR, 1991, apud BRESSAN, 2000).
  • 13. O DESENVOLVIMENTO DE UM ESTUDO DE CASOEm exemplo da sua aplicação no marketing, BONOMA (apud BRESSAN,2000) defende os seguintes estágios de pesquisa:Estágio Inicial (Drift Stage) - o pesquisador busca compreender o que serefere ao caso, por meio de uma literatura especifica para o domino dosfenômenos a serem estudados;Estágio do projeto - o objeto da coleta de dados é o acesso e orefinamento das áreas de investigação de pontos já destacados noprojeto preliminar;
  • 14. O DESENVOLVIMENTO DE UM ESTUDO DE CASOEstágio de Predição - é a fase em que o pesquisador já possui ummodelo de possíveis generalizações para teste e uma compreensão dosfatores observados a campo e pode avaliar as suas predições/proposiçõesiniciais;Estágio de desconfirmação - consiste no teste das generalizações quenão foram rejeitadas no estágio inicial.
  • 15. AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DOS PROJETOS DE PESQUISAPara se julgar a qualidade de um projeto, um conjunto lógico depreposições concede quatro testes são propostos por YIN (2001,p.55, apud DUARTE; BARROS (Orgs) p.226) referentes a conceitosde fidedignidade, credibilidade, confirmabilidade e fidelidade dosdados.A avaliação de validade é a mais utilizada em uma grandevariedade de sentidos nos debates sobre a pesquisa quantitativa.Com distinção no seu uso referindo-se ao tipo e precisão dainformação obtida das amostras individuais, sejam elas indivíduosou grupos e deve ser feita à luz do propósito do trabalho deinvestigação.
  • 16. TIPOS BÁSICOS DE PROJETOS DE ESTUDO DE CASOYin (2001, DUARTE E BARROS (Org.) apud YIN, p. 227) definequatro tipos de projetos: Projetos de CASO ÚNICO - holísticos ou incorporado; Projetos de CASO MÚLTIPLO - holísticos ou incorporados;
  • 17. CONDUÇÃO DOS ESTUDOS DE CASO: PREPARANDO A COLETA DE DADOS● Yin (2001), diz que o estudo de caso não é um método fácil de ser aplicado, é um dos métodos mais árduos de pesquisa. É por esse motivo que é exigido do pesquisador uma série de habilidades, como por exemplo:● A capacidade de fazer boas perguntas;● Ser uma bom ouvinte, conseguindo separar suas ideologias e preconceitos.● Ser adaptável e flexível;● Ter noção clara, seja teórica, política ou exploratória das questões que estãosendo estudadas;● Ser imparcial em relação a noções preconcebidas;
  • 18. TREINAMENTO E PREPARAÇÃO O PARA UM ESTUDO DE CASO ESPECÍFICO PESQUISADOR = DETETIVE O pesquisador deve investigar os fatos para garantir a veracidade de sua pesquisa.
  • 19. TREINAMENTO E PREPARAÇÃO O PARA UM ESTUDO DE CASO ESPECÍFICOYin (2001, DUARTE E BARROS (Org.) apud YIN, p. 228) relacionada quatroconceitos que nortearão a preparação para o estudo de caso específico, sãoeles:● Por que está sendo realizado?● Quais as provas estão sendo procuradas?● Quais as variações podem ser antecipadas?● O que poderia servir como prova ou corroborativa para qualquer proposição dada?
  • 20. O PROTOCOLOO protocolo é uma etapa bastante importante para o estudo de caso,uma vez que contém os procedimentos e a serem seguidas. POR QUÊ?
  • 21. O PROTOCOLOO protocolo deve conter:● Um visão geral do projeto de estudo de caso;● Procedimentos de campo, credenciais, fontes de informação, advertências de procedimento;● Questões específicas de estudo de caso;● Guia para o relatório de estudo de caso;
  • 22. O ESTUDO DE CASO PILOTOO estudo de caso piloto norteia os pesquisadores na hora de aprimorar osplanos para a coleta de dados.Yin (2001) diz que o caso-piloto é utilizado de modo formativo, ajudando ainvestigar, a definir o instrumento de avaliação, as tecnologias específicas aserem empregadas na coleta final de dados e articulação final dasproposições teóricas do estudo.
  • 23. COLETA DE DADOS NA CONDUÇÃO DOS ESTUDOS DE CASOApós a definição do tema, inicia-se a fase da coleta de dados que derivam,principalmente, das seguintes fontes de dados:1. Documentos;2. Registros de arquivo;3. Entrevistas;4. Observação direta;5. Observação participante;6. Artefatos físicos;
  • 24. ESTRATÉGIAS GERAISCOMO CONDUZIR UMA ANÁLISE DE ESTUDO DE CASO? 1) Baseando-se em proposições teóricas, seguindo as que deram origem ao estudo de caso. Servirão de guia para selecionar dados, organizar e definir explanações alternativas. 2) Desenvolvendo uma descrição do caso, elaborando uma estrutura descritiva. Servirá para identificar eventos a serem quantificados, identificar decisões e ajudar o nível de entendimento dos grupos envolvidos.
  • 25. PRINCIPAIS MÉTODOS DE ANÁLISE1) Adequação ao padrãoÉ a comparação de um padrão empírico com outro de base prognóstica(Com várias outras visões de alternativa). Se houver coincidência depadrões, pode ajudar o estudo de caso a reforçar sua validade.2) Construção da explanaçãoTem o objetivo de analisar os dados do estudo de caso para construiruma explanação sobre o caso. É um método de difícil aplicação e ocorrefrequentemente em forma de narrativa.3) Análise de séries temporaisÉ conduzida de forma análoga à análise de séries temporais realizada emexperimentos e em pesquisas quase experimentais.
  • 26. PRINCIPAIS MÉTODOS DE ANÁLISE4 ) Métodos lógicos de programaÉ uma combinação das técnicas de adequação ao padrão e análise deséries temporais.“O padrão que está sendo buscado é o padrão-chave dacausa-efeito entre variáveis independentes edependentes” (PETERSON E BICKMAN apud YIN, 2001,p.149)
  • 27. A ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO● Pode ser feito escrito, oral ou pictórico.● É uma das fases que mais exige esforço do pesquisador e deve ser iniciada cedo.● Podem-se elaborar documentos parciais, como, a bibliografia utilizada.● Segundo Yin, as principais características da elaboração do relatório são:1) Identificação do público-alvo e adequar o texto do relatório às suasnecessidades específicas (Banca examinadora, colegas de profissão,leigos...). Pode-se produzir versões diferentes do mesmo documento paraa melhor comunicação.
  • 28. A ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO3 ) As estruturas ilustrativas para as composições do estudo de casoservem para organizar a estrutura do relatório. Podem ser analíticaslineares, comparativas, cronológicas.4 ) Os Procedimentos a serem adotados pelo pesquisador devem serpersonalizados por cada um. Deve revelar ou não a identidade do caso;ter o relatório revisado por colegas de profissão, participantes einformantes do caso.5) Um estudo de caso exemplar deve ser diretamente ligado aoentusiasmo que o A demonstra durante sua investigação e crença noachado de conclusões.
  • 29. ESTUDO DE CASO NA PUBLICIDADE● É um método bastante utilizado pelos pesquisadores que estudam Publicidade e Propaganda.● O foco em eventos contemporâneos, da vida real e o estudo profundo e ampliado de um objeto são facilitadores para o estudo de campanhas, marcas, produtos, etc.
  • 30. EXEMPLOEstudo de caso da marca Havaianas: Quais fatores conduziram à suaposição atual? Quais foram os aspectos determinantes para o êxito damarca?

×