Patrocínios na Comunicação de Marketing

17,749 views

Published on

O papel dos patrocínios na comunicação de marketing: objectivos, estratégias, oportunidades, riscos, gestão e avaliação.

Published in: Business, News & Politics
0 Comments
6 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
17,749
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
46
Actions
Shares
0
Downloads
442
Comments
0
Likes
6
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Patrocínios na Comunicação de Marketing

  1. 1. Os patrocínios como instrumento de comunicação de marketing João Pinto e Castro 2005
  2. 2. João Pinto e Castro
  3. 3. Roteiro 1. Definição do conceito 2. Causas do crescimento 3. Estratégias de patrocínio 4. Funções e benefícios 5. Oportunidades e problemas 6. Objectivos, benefícios e riscos João Pinto e Castro
  4. 4. Roteiro (cont.) 7. Problemas de gestão e acompanhamento 8. Como funcionam os patrocínios 9. Problemas de avaliação João Pinto e Castro
  5. 5. Definição de patrocínio Investimento em dinheiro, em bens ou em serviços numa actividade, em troca do acesso à exploração do potencial comercial associado a essa actividade A empresa promove os seus interesses ou marcas associando-os a um evento ou causa específico e relevante O patrocinador divulga activamente a sua associação ao evento ou causa João Pinto e Castro
  6. 6. Dificuldade de delimitação do conceito Pode ser encarado como uma variante das relações públicas Não é fácil traçar as fronteiras com a publicidade Frequentemente utilizados em conjugação com outros instrumentos: publicidade, promoções, marketing relacional, etc. É uma ferramenta cada vez mais utilizada, mas muito mal entendida João Pinto e Castro
  7. 7. O que não é Não é uma actividade filantrópica ou altruista A empresa procura obter uma vantagem comercial em troco do seu apoio João Pinto e Castro
  8. 8. Crescimento dos patrocínios À escala mundial 1 bilião de dólares em 1980 16,6 biliões de dólares em 1996 Taxas de crescimento anuais entre os 15 e os 20% Proporção nos budgets de comunicação aumentou 6 p.p. Nos EUA 8,7 biliões de dólares por ano (36% do total mundial) Dois terços vão para patrocínios desportivos João Pinto e Castro
  9. 9. Marcas patrocinadoras do Mundial 2002 Adidas JVC Avaya Korea Telecom/ NTT Budweiser MasterCard Coca-Cola McDonald’s Fuji Film Philips Fuji Xerox Toshiba Gillette Yahoo Hyundai João Pinto e Castro
  10. 10. Causas do crescimento Dúvidas sobre a eficácia dos mass media Escalada dos custos do espaço publicitário Crescente cobertura mediática de grandes eventos Desenvolvimento ou reforço de associações com as marcas Novas oportunidades de patrocínio Atitudes favoráveis da alta direcção João Pinto e Castro
  11. 11. Integração no plano de comunicação Potencial para desenvolver e consolidar relações entre patrocinadores e patrocinados Efeitos positivos sobre diversos stakeholders Impacto transnacional Possibilidade de atingir audiências de nicho e grupos alvo específicos João Pinto e Castro
  12. 12. Tipos de patrocínios Patrocínios de eventos ou indivíduos a empresa (co-)organiza um evento ou patrocina um evento organizado por outros Patrocínios de causas a empresa associa-se a e apoia uma boa causa ou uma organização sem fins lucrativos Patrocínios dos media A empresa associa-se a um programa de televisão ou usa-o para promover as suas marcas João Pinto e Castro
  13. 13. Desportos Eventos ou indivíduos Cultura Emboscada Transacção Causas Value marketing Programas Media Product placement João Pinto e Castro
  14. 14. Vantagens e desvantagens dos patrocínios de eventos Vantagens Desvantagens Impacto positivo sobre Dificuldade de controlar notoriedade e imagem a mensagem final Atmosfera envolvente Comportamento inapro- Audiência vasta priado de indivíduos ou Potencial para grupos patrocinados direccionamento Colaboradores não Potencial para apreciam evento “hospitalidade” e RP patrocinado João Pinto e Castro
  15. 15. Reacções do público Em geral, o público europeu reage bem aos patrocínios São considerados uma actividade legítima e socialmente mais valiosa do que a publicidade Mas pode ser mais crítico em relação ao patrocínio de causas, se for percebido como oportunista João Pinto e Castro
  16. 16. Celebridades Os contratos com celebridades são uma forma particular de patrocínio A associação de uma marca a uma celebridade segue os mesmos princípios que o patrocínio de um evento Riscos particulares associados às peripécias da vida privada de um indivíduo (ex: Michael Jackson) João Pinto e Castro
  17. 17. Níveis de patrocínio Patrocínio global do evento Ex: patrocínio global dos Jogos Olímpicos Direitos de associação a certos aspectos do evento em certos países Ex: patrocínio de uma modalidade ou equipa nacional João Pinto e Castro
  18. 18. Marketing de emboscada Acção deliberada no sentido de reduzir ou anular o impacto de um patrocínio de um concorrente Alternativas Patrocinar a cobertura mediática em vez do evento Patrocinar uma sub-categoria dentro do evento Patrocinar uma individualidade que participa no evento Abordar o evento na publicidade sem patrocinar o evento João Pinto e Castro
  19. 19. Nike, campeã da emboscada Vítimas Converse em Los Angeles, 1984 Reebok em Atlanta, 1996 Adidas em França, 1998 Sistematicamente, a Nike escolhe patrocinar atletas e equipas em vez das competições João Pinto e Castro
  20. 20. Emboscada? No ano do Euro 2004: Sumol lançou o “Sumólicos Futebol Clube” com três jogadores internacionais Skip lançou uma campanha em que as mães de futebolistas internacionais contam como lhes lavavam a roupa quando se sujavam a jogar à bola João Pinto e Castro
  21. 21. Patrocínio de causas Envolve a doação de dinheiro, bens ou serviços Transacção – doada uma certa quantia em função de transacções realizadas (Luso/ Moçambique) Value-based – apoio decorrente dos valores e missão da empresa (Body Shop; Delta/ Timor) Tem em vista Cultivar uma imagem genérica de responsabilidade social Cultivar afinidade de preocupações com certo grupo alvo particular Representa cerca de 10% dos patrocínios totais nos EUA João Pinto e Castro
  22. 22. Patrocínio dos media Associação a um determinado suporte ou programa em regime exclusivo ou de partilha Pode dirigir-se à entidade organizadora ou produtora (F1, Champions League) à entidade difusora João Pinto e Castro
  23. 23. Variantes de media sponsoring Programa já existente Programa criado especialmente Made-to-measure Pré-encomendado Off-air – associação externa ao programa Produção directa João Pinto e Castro
  24. 24. Product placement Inclusão de menções a uma marca em qualquer forma de entretenimento (filme, telenovela, videojogo) Forma de comunicação insidiosa, levanta fortes objecções éticas Dificilmente controlável por via legal, apesar de proibido formalmente em alguns países (ex: Inglaterra) João Pinto e Castro
  25. 25. Exemplos “O Náufrago”, com Tom Hanks – FedEx “Golden Eye”, James Bond – BMW Z3 “Tomorrow Never Dies”, James Bond – BMW, 750 iL “Minority Report”, Spielberg – Guinness, Amex, Reebok, Pepsi, Bulgari, Toyota Lexus João Pinto e Castro
  26. 26. Dificuldades do product placement Apenas 20% das pessoas se recordam das marcas que viram num filme ou programa O problema é especialmente grave quando é difícil destacar o nome da marca (ex: óculos de sol) É necessário comunicar ou destacar por outras vias (RP, publicidade, promoções, packaging) o envolvimento da marca João Pinto e Castro
  27. 27. Valor do product placement Estimativa de 3,46 biliões de dólares em 2004 Cerca de 1,26 biliões são product placement em cinema Crescimento médio anual acima dos 10% João Pinto e Castro
  28. 28. Advergaming Duas alternativas Inclusão de menções publicitárias num determinado jogo Criação de um jogo especialmente para promover uma determinada marca João Pinto e Castro
  29. 29. Objectivos de patrocínios Principais Notoriedade Imagem Adicionais Relacionamento com targets específicos Suporte de acções de RP Construção de bases de dados Acções de hospitalidade João Pinto e Castro
  30. 30. Benefícios dos patrocínios Imagem de cidadania Impacto comercial Oportunidades de hospitalidade Alavancagem dos media Motivação dos colaboradores João Pinto e Castro
  31. 31. Riscos dos patrocínios Associações negativas Saturação de patrocínios – catálogo de logotipos Excessiva comercialização dos eventos Deficiente clarificação de direitos e deveres Dificuldade de avaliar resultados João Pinto e Castro
  32. 32. Risco O risco é um traço característico do patrocínio em comparação com outros instrumentos de resultados mais previsíveis Muita coisa pode correr mal Desinteresse do público Falhas de divulgação Imagem negativa Dificuldade de apropriação da imagem, etc. João Pinto e Castro
  33. 33. Condições para o sucesso Clarificação dos objectivos estratégicos Adequação entre patrocinador e evento Qualidade e organização do evento Transferência de imagem Originalidade e dificuldade de imitar Projecção nos media Integração no mix da comunicação Acompanhamento dos resultados João Pinto e Castro
  34. 34. “Nesta nova era, as empresas procuram introduzir interactividade nos seus patrocínios. Veremos cada vez mais as acções de patrocínio serem planeadas como comunicações one-to-one.” Adrian Hitchen João Pinto e Castro
  35. 35. Integração no mix da comunicação Divulgação dos eventos – publicity, publicidade, direct mail, email, merchandising, POS Interacção com os participantes – relações públicas, promoções, marketing relacional, comunicação online Consolidação – publicity, publicidade, marketing relacional, comunicação online, promoções, packaging, POS João Pinto e Castro
  36. 36. Como funcionam os patrocínios? A notoriedade do evento gera oportunidades de notoriedade acrescida para a marca A imagem do evento transfere-se para a marca Reforço da imagem actual Criação ou alteração da imagem João Pinto e Castro
  37. 37. Tipo de evento: •Desportivo •Cultural •Científico •… Características : Imagem do Imagem da •Dimensão evento marca •Credibilidade dos promotores •Audiência •… Factores individuais: Variáveis moderadoras •Número de •Grau de afinidade significados •Grau de envolvimento e exclusividade •Força dos •Continuidadee e frequência do evento significados •Experiências passadas João Pinto e Castro •…
  38. 38. Critérios de avaliação Exposição do público alvo ao evento Notoriedade conseguida Evolução ou consolidação da imagem de marca Feedback dos participantes Impacto directo ou indirecto sobre as vendas João Pinto e Castro
  39. 39. Dificuldades da avaliação Separação dos efeitos de outras iniciativas de comunicação Separação da parte do público directamente envolvida Influência de factores externos e ocasionais Durabilidade dos efeitos obtidos João Pinto e Castro
  40. 40. Medições possíveis Notoriedade do evento Imagem projectada pelo evento Associação da marca patrocinadora ao evento (recall) Impacto do evento sobre a notoriedade da marca Impacto do evento sobre a imagem da marca Impacto do evento sobre a intenção de compra Impacto do evento sobre os comportamentos dos consumidores (trial, repetição de compra, etc.) João Pinto e Castro
  41. 41. Exigências de uma avaliação rigorosa Definição clara a priori dos objectivos Distinção entre o antes e o depois Distinção entre o público atingido e o não- atingido Tracking regular das variáveis João Pinto e Castro
  42. 42. Exemplos Boeing Corporate Sponsorship Evaluation criteria Application and timing Eligible/ ineligible activities João Pinto e Castro

×