Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Educador, professor e pedagogo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Educador, professor e pedagogo

  • 19,978 views
Published

 

Published in Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
19,978
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6

Actions

Shares
Downloads
159
Comments
0
Likes
8

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. EDUCADOR, PROFESSOR E PEDAGOGO<br />Educador<br />"Mestre; preceptor; professor; pedagogo"Fonte: Dicionário Michaelis<br />O que é ser um educador?<br />O educador é o profissional da área da educação e ensino que pode atuar tanto como professor, quanto como coordenador e diretor de ensino, pesquisador, administrador escolar, supervisor educacional, entre outros. O educador trabalha em contato com o corpo discente, ou seja, com os alunos, acompanhando as atividades escolares, o desenvolvimento educacional e a disciplina. Esse profissional trabalha promovendo uma ligação entre os professores, os alunos e os pais ou responsáveis.<br />Quais as características desejáveis para ser um educador?<br />Para ser um educador é necessário que o profissional se interesse pela pedagogia e pelos sistemas de aprendizagem e ensino. Além disso, outras características interessantes são:<br />responsabilidade<br />auto-confiança<br />dinamismo<br />metodologia de ensino<br />facilidade de lidar com as pessoas<br />paciência<br />carisma<br />raciocínio lógico<br />capacidade de manter a disciplina<br />determinação<br />Qual a formação necessária para ser um educador?<br />Para ser um educador é necessário que o profissional seja formado em curso superior de pedagogia ou até de psicopedagogia; que tenha uma formação superior em alguma matéria como licenciatura; ou até mesmo uma formação superior em alguma matéria e com especialização em pedagogia. A pedagogia é uma área da ciência que estuda o ensino, os métodos e as técnicas de aprendizado, algumas matérias presentes na grade curricular do curso são: sociologia, psicologia e filosofia gerais; orientação de estudo; metodologia do trabalho científico; didática; história da educação brasileira; filosofia da educação; metodologia de ensino fundamental e médio; entre outras. <br />Principais atividades<br />no caso de educadores que atuam como professor, eles devem sempre preparar o conteúdo a ser lecionado em cada aula, para cada classe de alunos; expor a teoria da matéria; tirar as dúvidas dos alunos em classe; exemplificar a teoria com exercícios práticos; solicitar trabalhos e avaliações, corrigi-las e dar notas, estando sempre atento ao desenvolvimento individual dos alunos; entre outras atribuições<br />estudar as metodologias de ensino existente e aplicá-las<br />elaborar metodologia de ensino própria<br />acompanhar individualmente o desenvolvimento dos alunos<br />conversar com os alunos e com seus responsáveis sempre que for necessário<br />elaborar método próprio de avaliação dos alunos<br />elaborar atividades extra-curriculares ou excursões que tenham fins educativos ou para lazer<br />estar atento à disciplina na sala der aula e em toda a instituição de ensino<br />trabalhar junto com o corpo docente propondo novas atividades, cursos, solução para problemas, etc<br />Professor<br />"Homem que professa ou ensina uma ciência, uma arte ou uma língua; mestre"Fonte: Dicionário Michaelis<br />O que é ser um professor?<br />Professor é o profissional que trabalha na área de educação e ensino, ministrando aulas de diferentes matérias, seja na educação infantil, no ensino fundamental, médio ou superior, e ainda em cursos técnicos, de curta duração, profissionalizantes, pós-graduações, especializações ou cursos de línguas, esportes, em cursos extra-curriculares, entre muitos outros. O professor tem como objetivo passar seus conhecimentos acadêmicos para seus alunos, que, por sua vez, devem procurar absorver o máximo de conteúdo possível das aulas. É também responsabilidade do professor tirar dúvidas sobre as aulas e ajudar e acompanhar o desenvolvimento dos seus alunos durante o curso.<br />Quais as características necessárias para ser um professor?<br />Para ser um professor é necessário que o profissional se interesse pela pedagogia e pelos métodos de aprendizagem e ensino. É desejável, também, que o profissional esteja sempre interessado em evoluir e se desenvolver por meio de cursos, leituras, congressos, especializações, etc. Além disso, outras características interessantes são:<br />responsabilidade<br />auto-confiança<br />dinamismo<br />metodologia de ensino<br />facilidade de lidar com as pessoas<br />paciência<br />carisma<br />raciocínio lógico<br />capacidade de manter a disciplina<br />determinação<br />Qual a formação necessária para ser um educador?<br />Para ser um educador é necessário que o profissional seja formado em curso superior de pedagogia ou até de psicopedagogia; ou que tenha uma formação superior em alguma matéria como licenciatura; ou até mesmo uma formação superior em alguma matéria e com especialização em pedagogia. Para lecionar no ensino superior ainda é requisitado mestrado ou doutorado. A pedagogia é uma área da ciência que estuda o ensino, os métodos e as técnicas de aprendizado, algumas matérias presentes na grade curricular do curso são: sociologia, psicologia e filosofia gerais; orientação de estudo; metodologia do trabalho científico; didática; história da educação brasileira; filosofia da educação; metodologia de ensino fundamental e médio; entre outras.<br />Qual a formação necessária para ser um professor?<br />No caso dos professores da área da educação acadêmica, excluindo cursos extra-curriculares, alternativos ou de esportes, é necessário que o profissional seja formado em curso superior em alguma matéria do tipo licenciatura; que tenha uma formação superior simples em alguma matéria com especialização ou pós-graduação em pedagogia; ou até mesmo que seja formado na matéria a ser lecionada e em pedagogia. No curso superior de formação do professor depende da área que ele vai atuar e da matéria que pretende lecionar, por exemplo, o profissional pode optar pelo curso superior de licenciatura em letras, ou pode cursar faculdade de matemática, após o curso realizar especialização em pedagogia. A pedagogia é uma área da ciência que estuda o ensino, os métodos e as técnicas de aprendizado, algumas matérias presentes na grade curricular do curso são: sociologia, psicologia e filosofia gerais; orientação de estudo; metodologia do trabalho científico; didática; história da educação brasileira; filosofia da educação; metodologia de ensino fundamental e médio; entre outras.<br />Principais atividades<br />preparar o conteúdo a ser lecionado em cada aula, para cada classe de alunos<br />elaborar metodologia de ensino própria<br />expor a teoria da matéria da forma que achar mais adequada às características de cada grupo de alunos<br />tirar as dúvidas dos alunos em classe<br />exemplificar a teoria com exercícios práticos<br />preparar material extra de consulta para os alunos<br />solicitar trabalhos escolares da matéria para avaliar a capacidade de entendimento e de pesquisa do aluno<br />organizar discussões e trabalhos em grupo para que os alunos aprendam a trabalhar em equipe<br />elaborar método próprio de avaliação dos alunos<br />acompanhar o desenvolvimento de cada aluno na matéria, realizando mudanças nas técnicas de ensino se necessário<br />estar atento à disciplina na sala der aula<br />preparar e aplicar avaliações escritas aos alunos<br />corrigir trabalhos e avaliações, tendo em vista o desenvolvimento de cada aluno<br />dar notas às avaliações<br />Área de atuação e especialidades<br />O professor, por sua definição, é o profissional que trabalha passando conhecimentos para seus alunos, portanto, o professor pode ensinar qualquer ciência, arte ou língua. Algumas das principais áreas são:<br />educação acadêmica: o professor pode ensinar qualquer matéria em diversos níveis escolares, na educação infantil, ensino fundamental, médio, superior, cursinhos pré-vestibulares, cursos de curta duração, técnicos, profissionalizantes, de especialização, de pós-graduação, entre outros<br />idiomas: o professor pode ensinar idiomas estrangeiros, área que se encontra em alta nos últimos anos, graças à rápida globalização da economia<br />esportes e artes: pode ser também um professor de esporte ou de artes, que trabalha ensinando os interessados a aprender as técnicas do esporte ou praticar a arte<br />Mercado de trabalho<br />O mercado de trabalho para o educador é amplo, mas devemos levar em conta que o setor público, onde há maior carência de profissionais, não oferece boas condições salariais. A contratação efetiva no ensino público é sempre realizada através de concurso público, sendo assim de forma justa e igualitária. Mesmo assim, o setor privado é o mais promissor para os profissionais da área, que devem estar sempre interessados e se desenvolver por meio de cursos e especializações. A educação é um campo muito amplo e que deve ser bem explorado, pois lida com pessoas e com sua formação quanto ser integrante da sociedade.<br />Curiosidades<br />A primeira escola do Brasil foi instalada pelos religiosos da Cia de Jesus, os jesuítas, em 1549. A escola permaneceu nos moldes tradicionais durante muito tempo, e só foi modificada no governo Vargas, quando o professor deixou de ser um simples transmissor de conhecimentos e se tornou um facilitador do aprendizado, tornando assim o aluno parte integrante e ativamente participante do processo de aprendizado. Em 1932, surge essa "nova escola". No início da ditadura militar, em 1964, foi introduzido no Brasil um sistema que já era bem conhecidos dos americanos, o ensino tecnicista, que ditava padrões de ensino e introduzia recursos audiovisuais.Em 1983 deu-se o início da "escola crítica", onde a liberdade já era maior e permitia maior interação entre o educador e o aluno, e visava formar cidadãos mais conscientes, ativos, críticos e reflexivos. No século XXI, a tecnologia invadiu as salas de aula, trazendo à tona a "escola tecnológica", que limita a troca de experiências, emoções e impulsos criativos, individualizado as pessoas. Fonte: http://pedagogia.brasilescola.com/trabalho-docente/professor.htm<br />Onde achar mais informações?<br />Sindicato dos professores de São Paulo<br />Sindicato dos professores do município do Rio de Janeiro<br />Sindicato dos professores do Rio Grande do Sul<br />Pedagogo<br />"Individuo que se ocupa dos métodos de educação e ensino"Fonte: Dicionário Michaelis <br />O que é ser pedagogo?<br />O pedagogo é o profissional especialista em educação, sua função é produzir e difundir conhecimentos no campo educacional. Ele precisa ser capaz de atuar em diversas áreas educativas e compreender a educação como um fenômeno cultural, social e psíquico complexo e capaz de produzir e difundir conhecimentos no campo educacional. <br />Quais as características necessárias para ser pedagogo?<br />É preciso ter capacidade de planejamento e execução de planos, dinamismo, além de saber comunicar e transmitir idéias. Este profissional precisa estar preparado para enfrentar, com criatividade e competência, os problemas do cotidiano, ser flexível, tolerante e atento às questões decorrentes da diversidade cultural que caracteriza nossa sociedade.<br />Características desejáveis:<br />equilíbrio emocional<br />trabalhar bem em equipe<br />objetividade<br />criatividade<br />gostar de lidar com público<br />capacidade de comunicar-se<br />ter iniciativa<br />gostar de ensino<br />desembaraço<br />Qual a formação necessária para ser pedagogo?<br />Para atuar como Pedagogo, é indispensável que o profissional possua o Ensino Superior em Pedagogia que tem duração de quatro anos.Para se especializar na área de Educação/Ensino, o profissional pode optar por cursos como: <br />Especialização em Administração Escolar; <br />Especialização em Formação de Recursos para Educação Infantil;<br />Especialização em Educação Especial-Deficiência;<br />Mestrado em Educação Escolar.<br />Atualmente, além da formação comprovada e do domínio das tecnologias de informação e educação, uma das características mais importantes para o pedagogo é a capacidade de gerenciamento da formação continuada.<br />Principais atividades de um pedagogo<br />Dentre as atividades do pedagogo destaca-se a administração escolar, onde realiza estudos e pesquisas nas áreas pertinentes á educação e coordenação de cursos visando ao aperfeiçoamento do ensino e suas técnicas; o magistério pré-primário, onde tem como responsabilidade o planejamento, orientação e coordenação de atividades técnico-pedagógicas e administrativas do ensino pré-primário; a educação de deficientes da áudio-comunicação, lecionando, planejando, organizando e coordenando cursos; a orientação educacional a fim de ajudar o aluno a ajustar-se ao ambiente escolar e ao meio social em que vive, através do desenvolvimento da personalidade e do encaminhamento vocacional.O pedagogo atua também na supervisão de ensino em empresas, na área de Recursos Humanos (organização e coordenação de cursos).<br />Áreas de atuação e especialidades<br />Administração escolar: gerenciar estabelecimentos de ensino, supervisionando recursos humanos, materiais e recursos financeiros necessários ao funcionamento.<br />Ensino: lecionar no ensino fundamental ou médio e, com pós-graduação no ensino universitário.<br />Educação Especial: desenvolver material didático e lecionar para crianças e adultos portadores de alguma deficiência.<br />Orientação Educacional: orientar e ajudar estudantes no processo de aprendizagem com uso de métodos pedagógicos e psicológicos.<br />Supervisão educacional: orientar e avaliar professores e educadoresvisando à qualidade do ensino.<br />Treinamento de recursos humanos: desenvolver programas de treinamento para funcionários de uma empresa.<br />Assessoria pedagógica em serviços de difusão cultural (museus, centros culturais) e de comunicação de massa (jornais, revistas, televisão, editoras, rádios, agências de publicidade);<br />Terceiro Setor (ONGs): na coordenação de programas e projetos de natureza educativa nas áreas da saúde, meio-ambiente, trânsito, promoção social, lazer e recreação, etc.<br />Mercado de trabalho<br />Este é um mercado de trabalho bastante concorrido, mas que está sempre em expansão tanto no setor público como no privado, devido à demanda da escola gerada pelo crescimento demográfico. Uma garantia disso é que a educação é o único setor que tem desde a constituição de 1998, recursos públicos obrigatoriamente vinculados que devem ser destinados para a educação.Os mais bem preparados têm o seu lugar assegurado no mercado de trabalho. Aí está a grande importância em escolher a escola que cursará Pedagogia.<br />Curiosidades<br />A história da educação e da formação de profissionais habilitados para ensinar, no Brasil, começou com os jesuítas, ordem religiosa que veio juntamente com os colonizadores na tentativa de catequizar os índios. Em 1759 os jesuítas foram expulsos do território brasileiro, na época eles mantinham 36 missões, 17 colégios e seminários, além de inúmeras escolas de primeiras letras. Depois da saída da Cia de Jesus a educação ficou durante quase um século estagnada, só então no Império foram fundadas as primeiras escolas de formação de professores.Em 1934, Anísio Teixeira fundou o primeiro curso de nível superior para professores e fundou o Instituto da Educação, no Rio de Janeiro, então capital do Império.A maior contribuição brasileira à pedagogia internacional foi a invenção de um sistema de alfabetização de adultos aplicado no Rio Grande do Norte, em Sergipe e em Pernambuco, por Paulo Freire em 1950. <br />Onde achar mais informações?<br />APS - Associação de Pedagogia Social<br />Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de São Paulo<br />http://www.pedagogos.pro.br<br />fonte: http://www.brasilprofissoes.com.br/<br />