TUTORIAL NO ATENDIMENTO DO ALUNO
SUPERDOTADO COM SÍNDROME DE ASPERGER
                Cristina Maria Carvalho Delou
      ...
Filho de um duque e um dos homens mais ricos
da Inglaterra em seu tempo, Henry Cavendish foi,
ao mesmo tempo, um cientista...
•   Transtorno Autista
•   Transtorno de Asperger
•   Transtorno Desintegrativo da Infância
•   Transtorno de Rett
•   Aut...
• Déficits na linguagem comunicativa ou pragmática
       - Fala desenvolvida com certo atraso
       - Inversão pronomina...
Altas          Síndrome de      Superdotado com
              Habilidades/Super       Asperger          Asperger
         ...
Altas            Síndrome de      Superdotado com
            Habilidades/Super         Asperger          Asperger
       ...
Altas           Síndrome de      Superdotado com
              Habilidades/Super        Asperger          Asperger
       ...
Altas          Síndrome de       Superdotado com
              Habilidades/Super       Asperger           Asperger
       ...
Altas          Síndrome de      Superdotado com
                Habilidades/Super       Asperger          Asperger
       ...
Altas             Síndrome de     Superdotado com
                   Habilidades/Super          Asperger         Asperger
...
Altas          Síndrome de   Superdotado com
               Habilidades/Super       Asperger       Asperger
              ...
PROJETO DE ATENDIMENTO A ALUNOS COM
ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTAÇÃO




             FOTOS AUTORIZADAS
Déficits na linguagem comunicativa ou pragmática
  - Linguagem pedante, repetitiva e estereotipada
Desenvolvimento social
      - Não entende as regras sociais
Desenvolvimento social
      - Não entende as regras sociais
Padrões de jogo: - Temas repetitivos (colecionador); - Excelente
memória; - Interesses não usuais
Áreas de Talento: memória numérica para os números
dos ônibus que passam na cidade e para os textos lidos
em área de inter...
Diagnóstico de Autismo aos 2 anos - HUAP/UFF;
  Linguagem incompreensível entre os gêmeos;
  Hiperléxicos aos 4 anos;
  Se...
Participação em atividades      Tutoria Pedagógica em
         coletivas                       Física


                  ...
Tutoria Pedagógica à Comunidade Acadêmica -
alternativa para inclusão universitária para aluno com
necessidades educaciona...
Tutoria Pedagógica à Comunidade Acadêmica -
alternativa para inclusão universitária para aluno com
necessidades educaciona...
Tutoria Pedagógica à Comunidade Acadêmica -
alternativa para inclusão universitária para aluno com
necessidades educaciona...
Tutoria Pedagógica à Comunidade Acadêmica -
 alternativa para inclusão universitária para aluno com
 necessidades educacio...
Tutoria Pedagógica à Comunidade Acadêmica -
alternativa para inclusão universitária para aluno com
necessidades educaciona...
Altas habilidades
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Altas habilidades

7,635

Published on

Published in: Education
0 Comments
7 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
7,635
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
211
Comments
0
Likes
7
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Altas habilidades

  1. 1. TUTORIAL NO ATENDIMENTO DO ALUNO SUPERDOTADO COM SÍNDROME DE ASPERGER Cristina Maria Carvalho Delou UFF
  2. 2. Filho de um duque e um dos homens mais ricos da Inglaterra em seu tempo, Henry Cavendish foi, ao mesmo tempo, um cientista muito importante para a história da Química e uma pessoa bastante diferente. Trabalhava totalmente isolado, não se comunicava com ninguém e seus empregados se relacionavam com ele por escrito. Recentemente, Oliver Sacks, famoso neurologista e escritor inglês aventou a hipótese de que Cavendish tivesse a síndrome de Asperger, um tipo do autismo que altera o desenvolvimento infantil geral. As pessoas com esta síndrome são inteligentes, têm excepcional capacidade de concentração e se interessam apenas por uma ou duas coisas em sua existência. Diversas teorias propõem que muitos cientistas de sucesso seriam Asperger.
  3. 3. • Transtorno Autista • Transtorno de Asperger • Transtorno Desintegrativo da Infância • Transtorno de Rett • Autismo Atípico - Transtornos Invasivos não Especificados FONTE: http://www.psiqweb.med.br/dsm/dsm.html
  4. 4. • Déficits na linguagem comunicativa ou pragmática - Fala desenvolvida com certo atraso - Inversão pronominal - Linguagem pedante, repetitiva e estereotipada • Desenvolvimento social - Não entende as regras sociais • Padrões de jogo Departamento - Temas repetitivos (colecionador) de Pediatria da Universidade de - Excelente memória Viena - Interesses não usuais
  5. 5. Altas Síndrome de Superdotado com Habilidades/Super Asperger Asperger -dotação Cognição Complexa Simples - (Gallagher & (Gallagher & Gallagher, 2002) Gallagher, 2002) Memória e Compreensão Memorização - compreensão avançada avançada (Gallagher & (Gallagher & Gallagher, 2002) Gallagher, 2002) Excelentes Excelente rotina - (Assouline & e pobre Bramer's, 2003) compreensão (Assouline & Bramer's, 2003)
  6. 6. Altas Síndrome de Superdotado com Habilidades/Super Asperger Asperger -dotação Interesse Altamente focados Altamente - (Gallagher & focados Gallagher, 2002) (Gallagher & Gallagher, 2002) Altamente focado, Altamente - podendo focado mas pode comprometer as não ser interações sociais. academicamente Falta de desafio relevante. entedia-o. (Assouline & (Assouline & Bramer's, 2003) Bramer's, 2003)
  7. 7. Altas Síndrome de Superdotado com Habilidades/Super Asperger Asperger -dotação Vocabulário Avançado e Hiperlexia - sofisticado (Gallagher & (Gallagher & Gallagher, 2002) Gallagher, 2002) Geralmente alto Geralemnte alto - (Assouline & mas pode ser Bramer's, 2003) específico da área de interesse (Assouline & Bramer's, 2003) Pode ter padrão - Pedante, discurso lingüístico de sem interrupção criança mais velha (Neihart, 2000) (Neihart, 2000)
  8. 8. Altas Síndrome de Superdotado com Habilidades/Super Asperger Asperger -dotação Organização Pode ser Pode ser - comprometida por comprometida interesses pela pobre variados compreensão (Assouline & (Assouline & Bramer's, 2003) Bramer's, 2003) Social Isolado Inábil com os - independente dos pares de idade pares de idade (Gallagher & (Gallagher & Gallagher, 2002) Gallagher, 2002) Pode ter menos Isolado por falta - necessidade de de talento social amigos (Assouline (Assouline & & Bramer's, 2003) Bramer's, 2003)
  9. 9. Altas Síndrome de Superdotado com Habilidades/Super Asperger Asperger -dotação Flexibilidade Perfeccionismo, Pode ser - justiça social, alterada pelas honestidade(Asso rotinas e regras uline & Bramer's, (Assouline & 2003) Bramer's, 2003) Pode resistir - Muito baixa passivamente, tolerância para a mas mudança, freqüentemente agitação, segue adiante agressão (Neihart, 2000)
  10. 10. Altas Síndrome de Superdotado com Habilidades/Super Asperger Asperger -dotação Coordenação Normal (Assouline Comprometida - & Bramer's, 2003) (Assouline & Bramer's, 2003) Não é - 50-90 % de característica da crianças com maioria das Asperger crianças manifestam superdotadas (Neihart, 2000) (Neihart, 2000) Distúrbios de Se existirem, - Sempre são Atenção geralmente são internos (Neihart, exteriores 2000) (Neihart, 2000)
  11. 11. Altas Síndrome de Superdotado com Habilidades/Super Asperger Asperger -dotação Humor Envolve-se numa - Pode fazer o jogo roda alegre de palavras, mas (Neihart, 2000) não entende o humor que é exigido numa roda de amigos (Neihart, 2000) Afeto Não é - Sempre inapropriado característica observada (Neihart, 2000) (Neihart, 2000) Insight Geralmente bom - Confirmadamente (Neihart, 2000) ausente (Neihart, 2000) Estereotipia Não é - Pode estar característica presente (Neihart, (Neihart, 2000) 2000)
  12. 12. PROJETO DE ATENDIMENTO A ALUNOS COM ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTAÇÃO FOTOS AUTORIZADAS
  13. 13. Déficits na linguagem comunicativa ou pragmática - Linguagem pedante, repetitiva e estereotipada
  14. 14. Desenvolvimento social - Não entende as regras sociais
  15. 15. Desenvolvimento social - Não entende as regras sociais
  16. 16. Padrões de jogo: - Temas repetitivos (colecionador); - Excelente memória; - Interesses não usuais
  17. 17. Áreas de Talento: memória numérica para os números dos ônibus que passam na cidade e para os textos lidos em área de interesse. Cálculos mentais de números primos de 1 a 9999 e pleno domínio da língua escrita.
  18. 18. Diagnóstico de Autismo aos 2 anos - HUAP/UFF; Linguagem incompreensível entre os gêmeos; Hiperléxicos aos 4 anos; Seqüência escolar comum até 7 anos, quando retornaram ao Jardim porque não se relacionavam; Mais 2 anos na Educação Infantil até 9 anos, quando um foi classificado na 1.ª série e o outro permaneceu na Alfa porque não fez a prova classificatória; Desempenho escolar excepcional até o final do 3.º ano do Ensino Médio; Avaliação de Inteligência: Escala Especial das Matrizes Progressivas de Raven: Um apresentou percentil maior que 95 e o outro 75;
  19. 19. Participação em atividades Tutoria Pedagógica em coletivas Física Vestibular: • Arquivologia/UFF (uma tentativa) – 2003 • Radiologia/Estácio de Sá (três tentativas) - Participação em evento de Educação Especial em 2006 Angra dos Reis
  20. 20. Tutoria Pedagógica à Comunidade Acadêmica - alternativa para inclusão universitária para aluno com necessidades educacionais especiais? Objetivo Geral Estudar a inclusão escolar, universitária, de aluno com necessidades educacionais especiais através da metodologia de tutoria pedagógica à comunidade acadêmica, pressupondo mudanças escolares e sociais para entender o sujeito com necessidades educacionais especiais, ajudando-o a funcionar satisfatoriamente no ambiente sociocultural universitário. Objetivos Específicos Realizar um programa de tutoria pedagógica para a comunidade acadêmica atendendo a professores, funcionários e alunos, munindo a todos com as informações disponíveis sobre a Síndrome de Asperger e Altas Habilidades/Superdotação; Acompanhar a comunidade acadêmica no cotidiano escolar de modo a ajudá-la a romper as barreiras advindas do desconhecimento no lidar com sujeitos singulares; Pensar coletivamente novas práticas de avaliação escolar de modo a que a meta seja o sucesso escolar de aluno com necessidades educacionais especiais. Observar mudanças alcançadas na rede de relações sociais pela produção de um novo tecido social que inclua o diferente. APOIO: Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
  21. 21. Tutoria Pedagógica à Comunidade Acadêmica - alternativa para inclusão universitária para aluno com necessidades educacionais especiais? METODOLOGIA Sujeitos: professores universitários, alunos do Diretório Acadêmico, alunos da turma e os funcionários da Faculdade.. Práticas pedagógicas formativas: acompanhamento psicopedagógico individual e coletivo, com vistas a conhecer, trocar experiências e pensar, coletivamente, alternativas para a tomada de decisão e de convívio interpessoal que atendam às necessidades educacionais especiais do aluno. Seminários e colóquios; Registros em Atas; APOIO: Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
  22. 22. Tutoria Pedagógica à Comunidade Acadêmica - alternativa para inclusão universitária para aluno com necessidades educacionais especiais? RESULTADOS Práticas pedagógicas voltadas para o perfil do aluno; Alternativas para os seminários avaliativos: provas, trabalhos individuais e coletivos; A Coordenação do Curso e os colegas fazem a mediação junto aos novos professores; APOIO: Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
  23. 23. Tutoria Pedagógica à Comunidade Acadêmica - alternativa para inclusão universitária para aluno com necessidades educacionais especiais? RESULTADOS Os funcionários estão adaptados ao seu estilo de relacionamento interpessoal; O aluno tem sido aprovado em todas as matérias com elogios dos professores; Está no quinto período e em seu segundo estágio; Foi feita Tutoria nos dois estágios. APOIO: Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
  24. 24. Tutoria Pedagógica à Comunidade Acadêmica - alternativa para inclusão universitária para aluno com necessidades educacionais especiais? CONCLUSÕES INICIAIS A TUTORIA PEDAGÓGICA PARECE SER UMA ALTERNATIVA EFICAZ PARA A INCLUSÃO UNIVERSITÁRIA DE ALUNO COM ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTAÇÃO E TRANSTORNO DE ASPERGER. APOIO: Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×