Introdução Psicologia

  • 1,469 views
Uploaded on

Introdução a psicologia do desenvolvimento

Introdução a psicologia do desenvolvimento

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • ótimo ;)
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
1,469
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
92
Comments
1
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Dr. João Carlos Gomes
  • 2. Psicologia = Psykhé (Alma) + Lógos (Estudo) Psicologia - Profissão - Disciplina Acadêmica - Ciência Psicologia - Ciência que estuda os processos mentais (sentimentos, pensamentos, razão) e o comportamento humano e animal.
  • 3. PSICOLOGIA PSIQUE LOGIA ALMA ESPIRITO CONSCIÊNCIA ESSÊNCIA DA ALMA EGO SELF ESTUDO CIÊNCIA TRATADO DESENVOLVIMENTO FUNCIONAMENTO TEORIA
  • 4. Psicologia Aplicada Especializações Objetivos Psicologia Biológica Investigação dos mecanismos fisiológicos que estão subjacentes aos comportamentos e às desordens mentais. Psicologia Cognitiva Investigação dos processos mentais como o pensamento, a memória, a resolução de problemas e a tomada de decisões. Psicologia do Desenvolvimento Investigação dos processos que, se alteram durante o curso da Vida, na infância, na adolescência e na idade adulta. Psicologia Educacional Aplicação dos princípios psicológicos à prática educativa. incluindo métodos de ensino na sala de aula, concepção do currículo escolar.
  • 5. Psicologia Experimental Investigação dos processos que envolvem a aprendizagem, a percepção, a motivação, a emoção. Psicologia Social Investigação do comportamento de grupos, da dinâmica de grupos, das características de um líder. Psicologia Clínica Diagnóstico, investigação das causas e tratamento de comportamentos desajustados. Psicologia da Personalidade Investigação dos fatores que tornam cada indivíduo único. Psicologia Organizacional Investigação dos processos tendentes à otimização do rendimento no trabalho, motivação e formação dos trabalhadores.
  • 6. Neuropsicologia Investigar como diferentes lesões causam déficits em diversas áreas da cognição humana, bem como métodos de intervenções nas lesões. Psicologia da Saúde Os objetivos são promover saúde mental à sociedade, requer uma visão bio-psico-social de cada indivíduo, entendendo-o como parte fundamental para a qualidade de vida social. Psicologia Jurídica Aplicação dos conhecimentos psicológicos aos assuntos relacionados ao Direito, principalmente quanto à saúde mental, quanto aos estudos sócio- jurídicos dos crimes e quanto a personalidade da Pessoa Natural e seus embates subjetivos.
  • 7. Psicopatologia Estudo dos estados mentais patológicos, quanto à manifestação de comportamentos e experiências que podem indicar um estado mental ou psicológico anormal. Sexologia Trata do comportamento sexual, saúde sexual, saúde pública, controle de natalidade, abuso sexual e outros. É uma área de atuação interdisciplinar, que abrange: algumas áreas da medicina, psicologia, sociologia e neurociências. Psicoterapia Corporal A abordagem terapêutica trabalha com processos energéticos, movimento, postura, expressão emocional, imagens e experiência relacional.
  • 8.  Psicologia - é a ciência que estuda o comportamento (tudo o que organismo faz) e os processos mentais (experiências subjetivas inferidas através do comportamento)".  O principal foco da psicologia se encontra no indivíduo, em geral humano, mas o estudo do comportamento animal para fins de pesquisa e correlação, na área da psicologia comparada, também desempenha um papel importante.
  • 9. É a conduta ou o conjunto das reações observáveis em indivíduos em determinadas circunstâncias inseridos em ambientes controlados.
  • 10. É uma organização interna e dinâmica dos sistemas consequenciais em que criam os padrões de comportar-se, de pensar e de sentir característicos de uma pessoa.
  • 11.  1. Conceito  pode ser boa ou má, dependendo do código moral, ético do grupo onde o indivíduo se encontra. ◦ (ignorância – patologia), traço fardo, inabilidade cognitiva, déficit sensorial, fracasso intelectual, problemas de rendimento escolar (escuta, fala, leitura, escrita, raci ocínio, aritmético) (inteligência – saudável), traço força, facilidades de habilidades, sucesso escolar, capacidade cognitiva tanto na comunicação, ciência, cultural e artísticas.
  • 12. Estuda processos teóricos de mudança comportamental produzidas nas pessoas em situações e atividades escolares É o conjunto de conhecimentos (PE) relativos à educação escolar (família, TV,Escola) , estuda o desenvolvimento da aprendizagem para socialização dos seres humanos Atuação profissional ao âmbito de intervenção em distúrbios de personalidade ou processo psicopedagogicos. Estuda diagnósticos, tratamentos e prevenção de superação das dificuldades de aprendizagem
  • 13. Psicologia da Educação Objetos de Estudos Aparelho Psíquico Aparelho cognitivo Comportamento Espaço Íntimo Relações Sociais Grupos Sociais Desenvolvimento Psicológico Fatores Extrínsecos INTERCONSCIENCIAL Fatores Intrínsecos INTRACONSCIENCIAL Sistemas de Processos Como ser humano pensa? Qual é centro da consciência? Quais são reações humanas? Por que convivo? Onde me encontro? O que penso? Quando amadureço?
  • 14. Quadro Geral de Teorias
  • 15. Interno da Genética situações cognitiva interna - Tipos de Maturidade: física e psicomotora, psicológica e sentimentos, racional e discernimentos; - Tipos de aprendizagem: Mecânica : por memorização e por repetição / Significativa: por descoberta e por recepção - Estrutura dos conhecimentos prévios: Cultura, Intelectualidade, Afetividade ; - Nível básico da aprendizagem : aprender: a perceber, a conceituar , a representar - Características de aptidões: (motivação e atitudes), (racionalização e temperamentos) (impulsividade Estados alterados de consciência) Externos Ambientais situações educativas externas -capacidade intelectual, - conhecimento da matéria, - capacidade pedagógica, traços de personalidade, características afetivas; - Fatores de grupos e sociais (relações interpessoais); - Condições materiais - recursos didáticos e meio de ensino em geral); - Natureza das intervenções pedagógicas (metodologia de ensino) subdivididos em dois grupos: Psicologia da Educação COMPORTAMENTO HUMANO APRENDIZAGEM HUMANA
  • 16.  Constituição do indivíduo que reforça a própria mudança personalidade, atitudes comportamentais, a identidade e suas crises e temperamentos onde nascem quatros processos característicos: ◦ desenvolvimento ◦ maturação, ◦ crescimento, ◦ ambiente social  Hierarquia (Identidade – crises – atitudes) 1ESTUDO DO COMPORTAMENTO HUMANO SITUAÇÕES COGNITIVOS INTERNA
  • 17. Pode ser divididas em quatro grandes grupos ao desenvolvimento: - Físico: todas as mudanças que envolvam aspectos biológicos; - Cognitivo: mudanças na capacidade mental (aprendizagem,memória, raciocínio, pensamento e linguagem); - Psicossocial: mudanças na personalidade, ou seja, no modo particular do sujeito de sentir, reagir, se comportar, e se relacionar; - Moral: evolução da capacidade de julgar sobre o certo e o errado e de considerar as regras sociais para balizar a própria conduta. Desenvolvimento fatores de influências que se deve proceder é o desenvolvimento individual de cada pessoa está o crescimento orgânico e mental.
  • 18. Maturação mudanças físicas de comportamentais e psíquicas em que envolve dominar novas habilidades e fatores do desenvolvimento intrapessoal Estas habilidades específicas que se correlacionam com três etapas. 3. o desenvolvimento da maturação acontece de forma gradual 1.as pessoas se desenvolvem ao longo de sua maturidade em ritmos diferentes; 2. a maturidade é relativamente ordenado (certas habilidades são desenvolvidas antes de outras, funcionando quase como „pré-requisito‟ para essas últimas
  • 19. Exige mudanças da pessoa um espaço para se processar em duas características: - Interna - espaço físico, psicológico e afetivo; - Externa - toda a realidade objetiva na qual o indivíduo está inserida através de sua comunicação ao longo da vida; Crescimento : 1- mudança que se refere a número: por exemplo, aumento de peso, de estatura, de n.º de palavras no vocabulário, entre outros. 2 - mudança marcada pelo aparecimento de novos fenômenos na vida do indivíduo; Ex. aprendizado de uma língua Pode- se dividir em duas mudanças de crescimento
  • 20. Ambiente Social Os papeis sociais tem uma influencia no processo de desenvolvimento do eu (EGO) - vida pessoal - vida família - vida profissional Todas as mudanças estruturais sociais está dividido : - A família, o Estado e o Social afetam diretamente pessoas e semelhantes - Ausência do par parental por longos períodos, - Excesso de influencia da mídia, - Processo agressivos de separação parental - Violência urbana - Crises econômicas - Mudanças nos valores sociais
  • 21. “Se você não educar adequadamente o seu filho, você será o responsável pelo adulto mal sucedido do amanhã?” Vídeo
  • 22.  destinatário (filhos, alunos) creia aos valores do destinador (Pais, professores) para que se deixe manipular;  Direciona valores sociais que agregam uma diferenciação e demonstração de superioridade de um grupo em relação a outro;  A estratégia de manipulação utilizada para a persuasão ou intimidação.
  • 23. Identidade  É o conjunto de caracteres próprios e exclusivos pessoais, explica o próprio sentimento pessoal, a sua própria realidade individual,  Eu posso ser alguém quando descubro o outro, quando também diferencio o outro. É algo que está sempre em mudança e transformações.  É possível alguém mudar ou continuar sendo igual a si mesmo? Por exemplo: você deixei de ser criança quando passou a ser adolescente, assim por diante quanto se tornou adulta.
  • 24. Crise de Identidade  Quando se perde a identidade há uma mudança que gera uma ação de intenso conflitos e as vezes doloroso.  ocorre grandes transformações, físicas e fisiológicas.  As crises muitas vezes são criadas pelas próprias pessoas. Podem ser ainda geradas por sistemas: paternal, social e pública.  Toda crise de identidade pode gerar vários tipos de estigmas, marcas profundas de ordem comportamental e psicológico. Eis três tipos de estigma nitidamente diferente: ◦ 1. várias deformidades físicas ◦ 2. culpas de caráter individual ◦ 3. clãs ou raça, nação e religião
  • 25.  Diante as crises se predispõe a desenvolver atitudes (crenças, valores, opiniões) agindo comportamentos que informa favorável ou desfavoravelmente em relação aos objetos e do meio social.  Com isso, nossas atitudes podem ser modificadas a partir de novas informações, novos afetos ou novos comportamentos ou situações. Por exemplo: pensar mau em alguém. Preconceito, Discriminação, Racismo, em qualquer momento em que convivemos.  Por fim, podemos mudar uma atitude quando somos obrigados a nos comportar em desacordo em relação a outra pessoa. Atitude: Positivos e Negativos
  • 26.  Contribui a prática docente para a compreensão :  Professor sobre o aluno  Processos de ensino e de aprendizagem  Processo de mudança comportamento do aluno  Higiene mental do professor  Distúrbios de personalidade da vida acadêmica DESENVOLVIMENTO DA APRENDIZAGEM HUMANA situações educativas do Professor
  • 27.  Compreensão do professor sobre o aluno  mero transmissor de conhecimento?  não é apenas como instrutor de ordens? Ou gera conhecimento?  aprende enquanto ensina?  necessita ter autoconhecimento e exemplarismo?  aspirações nem sempre são focos de ensinar?  atitudes democráticas e cooperadoras?  participação em atividades escolares extraclasse e comunitárias?  gosta do que faz, sente realizado profissionalmente?  ter interesse de evoluir ? em aperfeiçoar e desenvolver-se? apreende mais quando o professor se mostra ativo no ensino, bem como no acompanhamento e na supervisão de suas realizações. APRENDIZAGEM HUMANA
  • 28.  Compreensão do professor ao processo ensino-aprendizagem ◦ não é punir ou recompensar o aluno para que ele possa aprender? ◦ não basta que o aluno memorize o conhecimento? Mas que ele perceba e reflita? ◦ o aluno não esta interessado em aprender? a família não dá a importância à escola? ◦ para ser um bom professor deve ter uma formação psicológica sólida?
  • 29.  Compreensão do processo de mudança comportamento do aluno  desenvolver atividades escolares mais eficientes;  respeitar diferentes maneiras de entender o conhecimento (físico, emocional, intelectual e social);  conhecer a inadaptação á própria escola;  respeitar valores e a realidade de cada aluno. comportamento entre o professor e aluno e ainda é uma compreensão que se manifestam por interesses, manipulação e intenções que venham atribuir trocas de favores e barganhas? .
  • 30.  Preparação: o professor cria mecanismo para que o aluno adquirir novas ideias e faça recordar os conhecimentos?  Apresentação: o professor expõe, com clareza, o novo conhecimento?  Associação: o professor relaciona o novo conhecimento com as “velhas” ideas?  Sistematização: o professor faz que o aluno elabore a escrever suas próprias ideias originais?  Aplicação: o professor reforça o novo conhecimento para que aluno aplique em exercícios apropriados, ligados a situações práticas reais?  Compreensão Higiene mental do professor
  • 31.  Tema:  Medos na Formação Profissional da Educação  Contexto:  Compreensão distúrbios de personalidade do professor na vida acadêmica I. Fatores Intrapessoais do Comportamento II. Fatores Desenvolvimento da Aprendizagem 3. Indisciplina escolar; 1. Inicio de carreira escolar1. Gestor escolar 2. Dificuldade Escolar 2. Danos morais escolares 3. Evasão escolar 4. Estigma escolar 5. Omissões Escolar 5. Violência Escolar 4. Consumo de drogas escolar
  • 32.  O que não alcancei ou não entendo atualmente?  Quais experiências já alcançados e superados?  O que ainda não utilizo e nem faço bem?  Existe valores ou mudanças atitudes que estão em mim que desenvolvo e me comporto na vida escolar? Reflexão aos fatores de comportamento e Desenvolvimento da aprendizagem
  • 33.  Faça uma pesquisa sobre algum tipo de distúrbios de personalidade adquiridos em sala de aula?  Em qual circunstância você faria para reverter esta situação quanto o grau de maturação, crescimento e desenvolvimento do comportamento deste aluno? Fatores Desenvolvimento da Aprendizagem (extrínsecos ambientais)
  • 34.  PILETTI, Nelson. Psicologia Educacional. São Paulo:Ática, 2000.  SALVADOR, César Coll e Colaboradores. Psicologia do Ensino, Porto Alegre: Artmed, 2000.  SANT'ANNA, Ilza martins, MENEGOLLA, Maximiliano. DIDATICA: APRENDER A ENSINAR, São Paulo: Loyola,2002.  VEIGA, Ilma Passos Alencastro. TECNICAS DE ENSINO - Novos tempos: novas configurações, Campinas:Papiros, 2006.
  • 35. A PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO E AS RELAÇÕES DE GÊNERO NA ORIENTAÇÃO SEXUAL
  • 36.  Constituição do indivíduo que reforça a própria mudança personalidade, atitudes comportamentais, a identidade e suas crises e temperamentos onde nascem quatros processos característicos: ◦ desenvolvimento ◦ maturação, ◦ crescimento, ◦ ambiente social  Hierarquia (Identidade – crises – atitudes) 1ESTUDO DO COMPORTAMENTO HUMANO SITUAÇÕES COGNITIVOS INTERNA
  • 37. Pesquisas indicam que as escolas brasileiras são preconceituosas com os gays
  • 38. Um estudo divulgado em 2004 pela UNESCO revela que quase 40% dos alunos entrevistados não gostariam de ter homossexuais como colegas
  • 39. Do aluno que desmunheca ao grupinho de meninas que brinca de beijar na boca, a escola convive diariamente com situações que colocam a orientação sexual dos alunos em discussão.
  • 40. Nesse cenário, a homossexualidade e a bissexualidade são consideradas desvios da norma.
  • 41. Uma pesquisa da Fundação Perseu Abramo publicada este ano mostra que, quando perguntados sobre pessoas que menos gostam de encontrar, os entrevistados classificaram em quarto lugar os homossexuais (16%)
  • 42. Quando questionados sobre a existência do preconceito contra a comunidade, gays, Bissexuais, travestis (LGBT), a maioria dos participantes da pesquisa responderam que sim: 93% indicaram preconceito contra travestis; 91% contra transexuais; 92% cotra gays e lésbicas e 90% contra bissexuais.
  • 43. Outro estudo, divulgado em 2004 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), revela que quase 40% dos alunos entrevistados não gostariam de ter homossexuais como colegas e mais de 35% dos pais não gostariam de tê-los como amigos dos filhos.
  • 44. COMO PSICOLOGIA TRATA A ORIENTAÇÃO SEXUAL ?
  • 45. 1. Como um estudante homossexual deve ser tratado? 2. O que fazer quando o estudante reforça a orientação sexual? 3. O que fazer quando o estudante esconde a orientação sexual? 4. Como lidar com uma aluna gay assumida? 5. E quando os pais de alunos são homossexuais? 6. A mãe de uma aluna é lésbica. O que faço? 7. E quando o professor é gay? 8. Como o professor gay deve se portar?
  • 46. 1. GRUPO RESOLUÇÃO CFP N 001/99 DE 22 DE MARÇO DE 1999 2. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO CURA GAY 3. O QUE A PSICOLOGIA TEM A DIZER SOBRE A HOMOSSEXUALIDADE? 4. O SEXO ENTRE HOMENS E A POSSIBILIDADE DE SUBVERSÃO 5. PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO SEXUAL: REALIDADES EM TRANSFORMAÇÃO 6. PSICOLOGIA E DIVERSIDADE SEXUAL 7. HOMOSSEXUALISMO: A IDENTIDADE PSICOLÓGICA SEXUAL 8. PARTE II - INTERPRETAÇÕES DA HOMOSSEXUALIDADE EM DIFERENTES 9. CAPÍTULO I – COMPORTAMENTOS SEXUAIS CONDENADOS NA HISTÓRIA DO OCIDENTE ATÉ AO SÉCULO XIX. A CONDENAÇÃO DA PRÁTICA DO “VÍCIO” 10.CAPÍTULO II – A CLASSIFICAÇÃO DOS COMPORTAMENTOS SEXUAIS 11.DESVIANTES NO SÉCULO XIX. O HOMOSSEXUAL PORTADOR DE UM DÉFICE 12.CAPÍTULO III – TEORIAS INTERPRETATIVAS E MODELOS TERAPÊUTICOS DA HOMOSSEXUALIDADE DESENVOLVIDOS AO LONGO DO SÉCULO XX 13.PARTE III – NO TERRENO DOS TERAPEUTAS E DOS CLIENTES. 14.DISCURSOS SOBRE A HOMOSSEXUALIDADE NO CONTEXTO CLÍNICO 15.JOVENS, SEXUALIDADE E EDUCAÇÃO: HOMOSSEXUALIDADE NO 16.ESPAÇO ESCOLAR SEMINÁRIO ACADÊMICO: A PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO E A ORIENTAÇÃO SEXUAL NA FORMAÇÃO IDENTIDADE CULTURAL