Aula de flexibilidade

  • 21,611 views
Uploaded on

Aula sobre avaliação da flexiblidade

Aula sobre avaliação da flexiblidade

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • boa aula para cultivar bom hábito da postura corporal
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
21,611
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
476
Comments
1
Likes
4

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Flexibilidade Conceito, avaliação e aplicação
  • 2. Objetivo Saúde Aptidão física Avaliação Tomada de decisão
  • 3. Saúde
  • 4. Saúde Mental Social Físico Bem estar
  • 5. Saúde Condição humana Dimensões Psicológica Física Social
  • 6. Aptidão Física
  • 7. Aptidão física + saúde Aptidão física pode ser definida como: “ Capacidade do indivíduo em realizar efetivamente sua função na sociedade, sem excessiva fadiga e com reserva de energia para desfrutar o tempo livre ”. Aptidão física relacionada à saúde pode ser definida como: “ Capacidade de realizar as atividades do cotidiano com vigor e energia, demonstrando traços e capacidades associadas a um baixo risco para o desenvolvimento de doenças crônico-degenerativas ”. by Pingo ®
  • 8. Aptidão física + saúde Aptidão física relacionada à saúde Fisiológica Morfológica Funcional-motora Comportamental Pressão arterial; Glicemia; Colesterol; Etc. Distribuição de gordura ; Composição corporal. Flexibilidade; Força/resistência muscular; Consumo máximo de oxigênio.
  • 9. Domínio Funcional-Motor
  • 10. Flexibilidade
    • Definição
      • Mobilidade fluída ao longo do arco completo de movimento (Heyward, 1996)
      • Capacidade de uma articulação se mover em uma amplitude ótima de movimento (Tritschler, 2003)
      • Maior amplitude de movimento de uma articulação, permitida pelos tecidos conjuntos e muscular
  • 11. Motivos para avaliação da flexibilidade
    • Identificar indivíduos com risco de desenvolver dores na coluna
    • Avaliar a natureza e gravidade de lesões ortopédicas
    • Identificar atletas que apresentem maior risco de lesão
    • Monitorar reabilitação de uma lesão
    • Monitorar eficiência de um programa de treinamento
  • 12. Dor lombar
    • Encurtamento muscular causa prejuízo da postura e leva a dor lombar.
    • Fraqueza de mm. abdominais + encurtamento de mm. lombares e isquitiobiais = inclinação pélvica
    • Sugestão recente: desequilíbrio de forças entre flexores e extensores de tronco
  • 13. Dor lombar
    • Músculos alongados ajudam a manter o corpo em bom alinhamento e reduz o risco de lesões.
  • 14. Manutenção da postura
  • 15.
    • Genética
    • Atividade física
    • Estrutura articular
    • Ligamentos
    • Tendão
    • Musculatura
    • Pele
    • Superfície óssea
    • Lesão tecidual
    • Tecido adiposo
    • Temperatura corporal
    • Idade
    • Gênero
    Fatores que limitam a flexibilidade
  • 16. Avaliação da flexibilidade Dinâmica Estática
  • 17. Avaliação dinâmica
    • Realizada em ambiente laboratorial
    • Medidas durante a atividade física
    • Custo de equipamento e pessoal elevado
    • Equipamentos:
      • Câmeras de vídeo,
      • Eletro-goniômetros
  • 18. Avaliação estatística Direta Indireta Linear Adimensional
  • 19.
    • Permite determinação da amplitude máxima de movimento com medida dada em graus.
    • Avaliação de uma articulação em um único eixo de movimento
    • Aparelhos utilizados
      • Goniômetro
      • Flexímetro
    Flexibilidade estática direta                                             
  • 20. Flexímetro
    • DETERMINAÇÃO DA ADM DE QUADRIL E TRONCO:
      • O flexímetro é fixado na linha umbilical,
      • Faz-se a extensão completa do tronco, o aparelho é zerado,
      • Faz-se a flexão do tronco, com joelhos extendidos e realiza-se a leitura do aparelho
    • FLEXÃO EXTENSÃODE QUADRIL MODIFICADO:
      • O avaliado em decúbito dorsal, com a perna contra-lateral fixada, deverá realizar a flexão do quadril,
      • O avaliado em decúbito ventral, com a perna contra-lateral fixada, deverá realizar a extensão do quadril
  • 21. Flexímetro
  • 22. Flexímetro
  • 23. Flexímetro – valores normativos Movimento Baixa Mod. Baixa Média Mod. Alta Alta Homens FE quadril <50 50-67 68-88 89-106 >106 FE tronco <48 45-62 63-83 84-101 >101 Mulheres FE quadril <82 82-99 100-120 121-138 >138 FE tronco <30 30-47 48-68 69-89 >89
  • 24. Flexibilidade estática indireta
    • Envolve a avaliação de mais de uma articulação em um único teste
    • Exemplos de protocolos:
      • Teste de sentar-alcançar
      • Flexiteste
  • 25. Teste de sentar e alcançar
    • Procedimento
      • Remover os sapatos
      • Posicionar o indivíduo
      • Fletir o tronco
      • Estender os membros superiores
      • Realizar três repetições
      • Registrar o valor médio
  • 26.  
  • 27. Valores normativos
  • 28. Sentar e alcançar modificado
    • Equipamento
      • Estender fita métrica no chão
      • Colocar uma faixa de 30cm de comprimento perpendicular ao marco de 38,1cm
    • Procedimentos
      • O avaliado, descalço, coloca os calcanhares na faixa, separados no comprimento indicado pela mesma
      • Joelhos devem estar estendidos
      • Mãos sobrepostas
  • 29. Flexibilidade - Masculino <14 <15 <17 <22 <24 <23 Ruim 15-19 16-23 18-23 23-27 25-29 24-28 Abaixo da média 20-24 24-27 24-28 28-32 30-33 29-33 Média 25-32 28-34 29-34 33-37 34-39 34-38 Acima da média >33 >35 >35 >38 >40 >39 Excelente 60-69 50-59 40-49 30-39 20-29 15-19 Idade
  • 30. Flexibilidade - Feminino <22 <24 <24 <26 <27 <28 Ruim 23-26 25-29 25-29 27-31 28-32 29-33 Abaixo da média 27-30 30-32 30-33 32-35 33-36 34-37 Média 31-34 33-38 34-37 36-40 37-40 38-42 Acima da média >35 >39 >38 >41 >41 >43 Excelente 60-69 50-59 40-49 30-39 20-29 15-19 Idade
  • 31. Índice de Schober e Índice de Stibor
    • Procedimentos
      • Colocar a marca de 0cm na linha média da coluna lombar na intersecção da crista ilíaca póstero-superior
      • Colocar segunda marca a 10 cm (Schober) e em C7 (Stibor)
      • Realizar flexão da coluna lombar e marcar a nova distância entre os pontos
      • A alteração normal para o índice de Schober é de 5 cm e para o índice de Stibor é de 10 cm
  • 32. Flexiteste
  • 33. Formas de alongamento Estático Balístico FNP Passivo Ativo
  • 34. Recomendações para desenvolvimento da flexibilidade
    • Dias: pelo menos três vezes por semana.
    • Aquecimento: os músculos devem estar aquecidos antes do alongamento. Poucos minutos de exercícios leves são suficientes.
    • Intensidade: alongar até uma intensidade moderada.
    • Tempo: manter o alongamento por 15-30 segundos.
    • Repetições: realizar cada alongamento de 3 a 5 vezes
  • 35. MUITO OBRIGADO!!! [email_address] http://www.centrodeestudos.org.br/ by Pingo ®