A antiga civilização Egpcia

1,803 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,803
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
61
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A antiga civilização Egpcia

  1. 1. A Antiga Civilização Egípcia
  2. 2. Introdução <ul><li>No IV milénio a.C. iniciou-se, no Crescente Fértil, nas margens do Rio Nilo, uma das civilizações mais fascinantes de sempre. </li></ul>
  3. 3. Localização espacial <ul><li>Onde: </li></ul><ul><li>A civilização egípcia desenvolveu-se no vale do Rio Nilo. </li></ul><ul><li>O Egipto localiza-se no Nordeste de África. </li></ul><ul><li>O Egipto é constituído por desertos: </li></ul><ul><ul><li>A Ocidente o Deserto Líbio; </li></ul></ul><ul><ul><li>A Oriente o Deserto Arábico. </li></ul></ul>
  4. 4. A importância do Rio Nilo <ul><li>Sendo o Egipto um deserto, o Rio Nilo era uma dádiva . </li></ul>Salve, ó Nilo! Que sais da Terra E vens dar vida ao Egipto! Misteriosa é a tua saída das trevas. Ao irrigar os prados criados por Ámon Ré Tu fazes viver todo o gado, Tu, inesgotável, que dás de beber à terra!... Tu crias o trigo, fazes nascer o grão, Garantindo a prosperidade aos templos. Se páras a tua tarefa e o teu trabalho, Tudo o que existe, cai no desespero! Hino ao Nilo
  5. 5. <ul><li>Quando: </li></ul><ul><li>3000 a.C.: Unificação do Egipto pelo rei Menés; </li></ul><ul><li>2685 a.C.: 2180 a.C.: Império Antigo; </li></ul><ul><li>2040 a.C.: 1640 a.C.: Império Médio; </li></ul><ul><li>1650 a. C.: Invasão dos Hicsos; </li></ul><ul><li>1532 a.C.: 1070 a.C.: Império Novo; </li></ul><ul><li>671 a.C.: Conquista do Egipto pelos Assírios; </li></ul><ul><li>525 a.C.: Conquista do Egipto pelos Persas ; </li></ul><ul><li>332 a.C.: Alexandre Magno da Macedónia conquista o Egipto; </li></ul><ul><li>30 a.C.: Início do domínio Romano no Egipto. </li></ul>Localização temporal
  6. 6. Algumas das actividades económicas desenvolvidas pelos antigos egípcios
  7. 7. A economia egípcia <ul><li>As principais actividades económicas praticadas pelos Egípcios eram: </li></ul><ul><ul><li>- Agricultura : cereais (trigo, centeio, cevada), legumes, frutos, linho, vinha, papiro; </li></ul></ul><ul><ul><li>- Criação de gado bovino, caprino, suíno e aves; </li></ul></ul><ul><ul><li>- Actividades artesanais (metalurgia, moagem, tecelagem, olaria, construção naval, joalharia, mobiliário…); </li></ul></ul><ul><ul><li>- Pesca fluvial; </li></ul></ul><ul><ul><li>- Caça ; </li></ul></ul><ul><ul><li>- Comércio (trocas directas): </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>* Interno (entre os egípcios); </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>* Externo (com povos vizinhos). </li></ul></ul></ul>
  8. 8. Uma sociedade estratificada e hierarquizada <ul><li>A sociedade egípcia era constituída pelos seguintes grupos sociais: </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Era, portanto, uma: </li></ul><ul><li>Sociedade estratificada = sociedade constituída por várias camadas sociais ou estratos; </li></ul><ul><li>e hierarquizada = sociedade em que uns grupos mandam ou dominam (grupos privilegiados) outros são dominados (grupos não privilegiados): </li></ul><ul><ul><li>Os grupos privilegiados eram: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>O faraó e família, os nobres, os sacerdotes, os escribas; </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Os grupos não privilegiados eram: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Os camponeses, os artesãos e os escravos. </li></ul></ul></ul>
  10. 10. Uma monarquia teocrática <ul><li>No Antigo Egipto, o faraó controlava todos os poderes. </li></ul><ul><li>Os poderes do faraó eram os seguintes: </li></ul><ul><ul><li>Poder político: </li></ul></ul><ul><ul><li>Poder militar; </li></ul></ul><ul><ul><li>Poder legislativo; </li></ul></ul><ul><ul><li>Poder religioso. </li></ul></ul><ul><li>Os faraós eram também deuses, como tal, o seu poder era um poder teocrático (poder sagrado, poder divino). </li></ul>Poder absoluto
  11. 11. Reconstituição de uma aldeia egípcia
  12. 12. A vida quotidiana no Antigo Egipto <ul><li>Habitação : </li></ul><ul><ul><li>Os Egípcios viviam em aldeias, em casas feitas de adobe (tijolos de barro e palha secos ao sol); </li></ul></ul><ul><ul><li>As casas tinham cerca de 3 divisões e janelas pequenas; </li></ul></ul><ul><ul><li>O mobiliário reduzia-se à cama, a arcas e a cadeiras. </li></ul></ul><ul><li>Alimentação : </li></ul><ul><ul><li>Cereais, cerveja, frutos, legumes, carne e peixe, leite e mel. </li></ul></ul><ul><li>O Casamento : </li></ul><ul><ul><li>A idade médias dos casamentos era de 16 ou 17 anos para os rapazes e 13 ou 14 para as raparigas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Eram os noivos que, geralmente, escolhiam com quem casar. </li></ul></ul><ul><li>A mulher : </li></ul><ul><ul><li>Dedicava-se, sobretudo, à realização das tarefas domésticas, a cuidar dos filhos e da casa. </li></ul></ul>
  13. 13. Uma religião politeísta <ul><li>Os Egípcios acreditavam em muitos deuses, por isso eram politeístas . </li></ul><ul><li>Havia deuses nacionais (deuses adorados em todo o Egipto) e deuses locais (adorados só em algumas cidades). </li></ul><ul><li>Os deuses tinham, corpo humano e cabeça de animal ou corpo de um animal e cabeça de outro animal. </li></ul>
  14. 14. Maat e Hátor O deus Hórus a conduzir um morto no Tribunal de Osíris Bastet Seth Ámon Rá
  15. 15. Thot Ísis, Osíris e Hórus Anúbis
  16. 16. Tribunal de Osíris e a passagem para a eternidade
  17. 17. A crença na eternidade <ul><li>Os Egípcios acreditavam na imortalidade da alma. </li></ul><ul><li>Como tal, mumificavam os mortos, de forma a conservarem os corpos para a eternidade. </li></ul><ul><li>No processo de mumificação: </li></ul><ul><ul><li>Retiravam-se os órgãos que se colocavam em canopos (cada órgão num canopo); </li></ul></ul><ul><ul><li>Conservava-se o corpo com ervas aromáticas, natrão, mirra e outros ingredientes durante 70 dias; </li></ul></ul><ul><ul><li>Ligava-se o corpo com ligaduras de linho, fazia-se, assim, a múmia e colocava-se esta num sarcófago ; </li></ul></ul><ul><ul><li>Colocava-se o sarcófago no túmulo (pirâmide, mastaba ou hipogeu). </li></ul></ul>
  18. 19. Primeira experiência monoteísta <ul><li>No século XIV a.C. (1364-1347 a.C.), o faraó Amen-hotep IV tentou implementar a crença num deus único, Aton (o disco solar) – monoteísmo . </li></ul><ul><li>Construiu novos templos, fundou uma nova capital do Egipto (Tel el Armarna) e mudou o nome para Akhenaton (o esplendor de Aton). </li></ul><ul><li>A população e os sacerdotes não aceitaram essas mudanças. </li></ul><ul><li>Após a sua morte, os antigos cultos foram recuperados e os Egípcios voltaram ao politeísmo. </li></ul>
  19. 20. Nefertiti e Akhenaton, fundadores do monoteísmo egípcio Pintura mural representando Akhenaton recolhendo de Aton as gotas da vida
  20. 21. A escrita <ul><li>A escrita egípcia evoluiu da hieroglífica para uma escrita mais cursiva e de fácil leitura: a hierática (usada nos textos religiosos) e a demótica (usada em contratos, testamentos, contabilidade, etc.). </li></ul>
  21. 22. As ciências <ul><li>Os Egípcios desenvolveram várias ciências, de onde se destacam: </li></ul><ul><ul><li>A Matemática e a Geometria: devido às exigências da construção e do controlo da produção de excedentes desenvolveram a numeração decimal, descobriram o valor de pi (3,14), calcularam a superfície do rectângulo e o volume da esfera); </li></ul></ul><ul><ul><li>A Astronomia : criaram um calendário solar com 365 dias, 12 meses, dias de 24 horas, três estações no ano: estação das cheias, estação das sementeiras e estação das colheitas; identificaram várias estrelas, planetas e constelações; </li></ul></ul><ul><ul><li>A Medicina : devido à prática da mumificação, conheciam bem o corpo humano, desenvolveram muito as “mezinhas” e os curativos. </li></ul></ul>
  22. 23. Papiro com problemas matemáticos “ Tábua” com o alinhamento dos astros Remédios egípcios Para a tosse : Creme e cominho mergulhado no mel. Dar ao doente durante 4 dias. Para a dor de garganta : Leite de vaca e tâmaras. Deitar num recipiente que será posto ao lume […]. À noite o doente mastigará as tâmaras e beberá o leite durante 4 dias. In Dicionário do Antigo Egipto
  23. 24. <ul><li>Existem algumas palavras de origem egípcia na nossa língua, tais como: </li></ul>Curiosidades <ul><ul><li>Alquimia ; </li></ul></ul><ul><ul><li>Química ; </li></ul></ul><ul><ul><li>Adobe ; </li></ul></ul><ul><ul><li>Saco ; </li></ul></ul><ul><ul><li>Papel ; </li></ul></ul><ul><ul><li>Gazela </li></ul></ul><ul><ul><li>Girafa. </li></ul></ul>Tijolos de adobe

×