• Like
  • Save
Trabalhos sobre 'Tabaco'
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Trabalhos sobre 'Tabaco'

on

  • 14,150 views

Este trabalho foi a pedido da disciplina de 'Formação Cívica'.

Este trabalho foi a pedido da disciplina de 'Formação Cívica'.
Trabalho realizado por: Daniela Aguiar e João Almeida.
ESSL.

Statistics

Views

Total Views
14,150
Views on SlideShare
14,131
Embed Views
19

Actions

Likes
1
Downloads
119
Comments
0

1 Embed 19

http://www.fazganza.com 19

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Trabalhos sobre 'Tabaco' Trabalhos sobre 'Tabaco' Presentation Transcript

    • Tabaco
      9ºA
      Formação Cívica
      Prof. António Coelho
    • Tabaco
      Quem não sabe o que é o tabaco? Quem é que não vê, todos os dias alguém a fumar? Quem é que ainda não viu, mais de uma vez, alguém a fumar no cinema ou na televisão? De certeza que a resposta a todas estas perguntas é afirmativa.
      O tabaco, fumado em cigarros,
      está muito generalizado. Porém, já
      esteve mais, visto que, nos últimos
      anos, são cada vez mais os adultos
      que estão a tentar deixar de fumar.
      Fumar cigarros e outras formas de tabaco surgiu há uns 500 anos, quando Cristóvão Colombo o descobriu na América.Depois, foi introduzido na Europa e noutros países. Contudo, isto foi um processo lento nos séculos anteriores por causa das guerras, especialmente a primeira e segunda guerra mundiais.
      Hoje em dia, assistimos a uma epidemia, à epidemia do tabaco. Isto significa que o tabaco está muito generalizado e que esse consumo acarreta graves consequências para a saúde, sobretudo nos fumadores.
    • São 4 000 compostos
      Na combustão do tabaco existem mais de 4 000 compostos que podem ser isolados quimicamente. Muitos deles são cancerígenos, pois provocam directamente cancro, e outros são prejudiciais, visto que aumentam as probabilidades de vir a ter cancro.
    • A Nicotina
      O tabaco contém muitas substâncias e é a nicotina que faz com que alguém se vicie no tabaco.
      Esta substância é uma droga com um grande poder psico-activo, sendo a responsável pelo o aumento da activação, do ritmo cardíaco, da pressão arterial, etc.
      Existe uma parte do cérebro onde, à chegada da nicotina, são activados receptores específicos conhecidos como receptores nicotínicos. Portanto, será por causa da nicotina que os fumadores ficarão viciados em pouco tempo.
    • Fumar causa a morte a centenas de pessoas todos os anos
      Actualmente, em Portugal, fumar é responsável pela morte prematura de quase 9000 pessoas cada ano, isto é, 25 pessoas por dia e umas 175 por semana.
      Em todos os hospitais portugueses, todas as semanas alguém entra em estado grave devido ao consumo de cigarros e várias são as mortes. Isto sabemo-lo desde há muitos anos, pois cada vez há mais informação, mas as empresas tabaqueiras “poluem” as pessoas com mentiras, falsidades ou com meias verdades para poderem continuar a manter o negócio.
    • Porque é que alguns jovens experimentam um cigarro?
      São várias as razões que levam os jovens a experimentarem um cigarro. Umas são simples e outras mais complexas. Contudo, podemos destacar as seguintes:
      Factores de predisposição: pais fumadores, tendência pessoal para experimentar tudo, grande facilidade social para consumir tabaco em qualquer idade, etc.
      Características relacionadas com a idade (é o primeiro cigarro, começam a sair e querem mais liberdade), com o sexo (há umas décadas, o homem fumava mais que a mulher, agora há tanto homem como mulheres jovens a fumar), com a educação recebida tanto em casa com na escola, as normas que existem em casa sobre este assunto, os valores sociais e familiares que existem sobre o tabaco (por exemplo, há diferenças no consumo de acordo com a crença religiosa), etc.
    • Porque é que alguns jovens experimentam um cigarro?
      São várias as razões que levam os jovens a experimentarem um cigarro. Umas são simples e outras mais complexas. Contudo, podemos destacar as seguintes:
      Disponibilidade. Esta é uma variante essencial para explicar o consumo do tabaco. A grande disponibilidade que existe, isto é, se é fácil de obter, acarreta um maior risco de começar a fumar. A existência de máquinas de tabaco, venda em cafés, quiosques, bares, restaurantes, etc., faz com que o tabaco esteja mais disponível do que outros produtos básicos, tais como o pão e o leite, ao existirem em milhares e milhares de locais de venda.
    • A disponibilidade e o preço do tabaco
      A disponibilidade e o preço do tabaco são factores importantes visto que tornam as coisas mais fáceis para os fumadores e incentiva os não fumadores a começarem a fumar.
      Em Portugal, é muito fácil conseguir cigarros, pois estão em todo o lado. De facto, é mais fácil conseguir cigarros do que determinados produtos básicos, tais como o pão e o leito, pois, o tabaco é muito barato.
      Actualmente, de todos os países da União Europeia, Portugal é dos países onde o tabaco é mais barato. Em determinados países, há marcas que vendem os maços a 1,50€ e que estão dirigidas claramente aos mais jovens. Noutros países europeus, o preço do maço é de 7€, independentemente da marca.
    • Para não poluir o planeta, vamos deixar de fumar
      Felizmente temos cada vez mais consciência ecológica. O acordo de Quioto, de que tanto ouvimos falar, é um exemplo disto. Contudo, ainda nos falta muito para tingir o equilíbrio natural que se perdeu em muitos aspectos da vida no nosso planeta Terra, como por exemplo, a perda parcial da camada de ozono nas últimas décadas.
      O tabaco é um dos poluentes directos e indirectos. Ao longo de todo o processo de produção de tabaco, fundamental em certos países em vias de desenvolvimento, o impacto ambiental é evidente.
      Os principais países produtores de tabaco do mundo, são em primeiro lugar, a China, seguida dos Estados Unidos, Brasil, Índia e Rússia. As consequências no meio ambiente derivadas da produção do tabaco nesses países, especialmente na China, no Brasil e na Índia são significativas.
    • Para não poluir o planeta, vamos deixar de fumar
      Nos países desenvolvidos, a secagem de tabaco exige a utilização de energia. No entanto, o problema mais grave é que, devido à poluição que o tabaco provoca em casa, em bares, em escritórios, etc., é necessário ventilar.
      Isto faz com que se perca energia acumulada, que se utilize mais o ar condicionado para eliminar as partículas de fumo, etc. Por isso, quem fuma, polui-se a si próprio, matando-se, a médio prazo, a si mesmo, a poluição e os gastos de energia de qualquer tipo aumentam para atenuar as consequências do fumo ambiental que rodeiam.
      Isto acontece por serem milhões de fumadores que existem em cada país. Se vários milhões de fumadores deixassem de fumar, os efeitos benéficos, para eles e para o meio ambiente, manifestar-se-iam em pouco tempo.
    • Razões para não fumar
      Fumar não faz sentido. Os cigarros contêm essa droga conhecida como nicotina que causa dependência.
      Quem começar a fumar e não parar, quando quiser deixar de fumar terá problemas.
      A nicotina é uma droga muito potente, muito mais do que as pessoas pensam. Daí que haja tantos adultos viciados e que seja a responsável pela primeira causa de morte nos países desenvolvidos.
      Como afirmava recentemente um anúncio, fumar é um comportamento estúpido. É preciso ter algo na mão, metê-lo na boca e aspirar um fumo poluído.
      Há poucos comportamentos que sejam mais estúpidos do que este. Só se mantém pela dependência que causa o cigarro.
      Além disso, os fumadores sujam-se mais, cheiram pior, o hálito é desagradável e se têm de beijar um rapaz ou uma rapariga, é possível que o outro fique enjoado.
    • Um mundo melhor e sem tabaco é possível.Consegui-lo está nas tuas mãos.
    • Bibliografia
      Para realizar este trabalho, recorremos às informações do livro:
      • “Tabaco” da série “Saber Para Viver” pertencente à Marina Editores.
    • Fim
      Trabalho realizado por:
      • Daniela Aguiar
      • João Pedro Almeida