Uso da TIC na Formação e na  Gestão  de Informação Policial: Um contributo académico CONFERÊNCIA INTERNACIONAL SOBRE DESAF...
Celestino  Joanguete <ul><li>Docente da Universidade Eduardo Mondlane </li></ul><ul><li>Consultor organizacional </li></ul...
Objectivos <ul><li>Reflectir sobre a importância da TIC aplicada a gestão de informação policial ; </li></ul><ul><li>Suger...
Temas de abordagem <ul><li>TIC e Gestão de Informação criminal  </li></ul><ul><li>Fonte de informação de segurança pública...
TIC e Gestão de Informação criminal  <ul><li>A colecta manual de dados para a produção de estatísticas policiais , crimina...
Cont… <ul><li>A TIC apresenta diversificadas ferramentas de gestão de informação à medida de cada área de organização ,bem...
Cont… <ul><li>Sistema de informação Criminal, INFOCRIM.- é aplicado para o registo de processos criminais  e participações...
Cont… <ul><li>Sistema de Georeferenciamento de Ocorrências Criminais, SIGOC- permite uma comunicação em tempo real entre c...
Cont… <ul><li>Sistema de Localização Automática de Viaturas, TRACK Force- Permite a localização de viaturas furtadas atrav...
Cont… <ul><li>Sistema Biométrico de Identificação pela Imagem Facial, SBIIF- permite a identificação individual pela estru...
Fonte de informação de segurança pública <ul><li>Registo criminal, polícia comunitária, esquadras, alfandegas, seguradoras...
Cont… <ul><li>Além das fontes de  informação acima mencionadas, Almeida (2009) sugere outras fontes  como: dossier, inform...
Polícia científica <ul><li>A polícia científica surge no contexto da evolução tecnológica da sociedade actual, que tem dad...
Cont… <ul><li>A razão de  ser da polícia científica  justifica-se pela  complexificação do crime constituída por um emaran...
Cont… <ul><li>Para responder as mutações sociais e tecnológicas, as organizações policiais e as respectivas academias de f...
Considerações finais <ul><li>A aplicação de tecnologias apropriadas não são baratas, mas prometem  um benefício directo no...
Cont… <ul><li>Organizações policiais, especialmente aquelas voltadas à actividade investigativa, devem começar a perceber ...
Cont… <ul><li>Certamente estas soluções provocam rupturas de ordem conceitual e  suscitam resistências, tendo como base pr...
<ul><li>MUITO OBRIGADO </li></ul>
Bibliografia <ul><li>Almeida, Alcides (2009) “Sistemas e Tecnologias de Informação para Serviços Policiais”, Monografia de...
Cont… <ul><li>Júnior, Celso (1998) “A tecnologia na Investigação Criminal”, In  Opinião Jurídica , Ano III,  nº 17. </li><...
Cont… <ul><li>Ministério de Ciências e Tecnologia, (2003) “Política de Ciência e Tecnologia”, Maputo </li></ul><ul><li>Min...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Uso da TIC na Formação e na Gestão de Informação Policial:Um contributo académico

1,924 views

Published on

Pper apresentado CONFERÊNCIA INTERNACIONAL SOBRE DESAFIOS DA FORMAÇÃO POLICIAL NO CONTEXTO DA GOVERNAÇÃO DEMOCRÁTICA

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,924
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
39
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Uso da TIC na Formação e na Gestão de Informação Policial:Um contributo académico

  1. 1. Uso da TIC na Formação e na Gestão de Informação Policial: Um contributo académico CONFERÊNCIA INTERNACIONAL SOBRE DESAFIOS DA FORMAÇÃO POLICIAL NO CONTEXTO DA GOVERNAÇÃO DEMOCRÁTICA Celestino Joanguete
  2. 2. Celestino Joanguete <ul><li>Docente da Universidade Eduardo Mondlane </li></ul><ul><li>Consultor organizacional </li></ul><ul><li>Investigador do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho </li></ul><ul><li>Investigador do Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto </li></ul>
  3. 3. Objectivos <ul><li>Reflectir sobre a importância da TIC aplicada a gestão de informação policial ; </li></ul><ul><li>Sugerir sistemas a serem administrados quer no plano curricular da Academia de Ciências Policiais, ACIPOL quer nas actividades corriqueiras da polícia da República de Moçambique </li></ul>
  4. 4. Temas de abordagem <ul><li>TIC e Gestão de Informação criminal </li></ul><ul><li>Fonte de informação de segurança pública </li></ul><ul><li>Polícia científica </li></ul><ul><li>Considerações finais </li></ul><ul><li>Bibliografia </li></ul>
  5. 5. TIC e Gestão de Informação criminal <ul><li>A colecta manual de dados para a produção de estatísticas policiais , criminais, civis, penitenciários têm revelado falhas humanas decorrentes do seu processo de produção </li></ul>
  6. 6. Cont… <ul><li>A TIC apresenta diversificadas ferramentas de gestão de informação à medida de cada área de organização ,bem como a sua integração num único sistema de partilha de base de dados e de informação </li></ul>
  7. 7. Cont… <ul><li>Sistema de informação Criminal, INFOCRIM.- é aplicado para o registo de processos criminais e participações criminais; </li></ul><ul><li>Sistema de Fotos Criminais, FOTOCRIM- é a base de dados de fotos de crimes e outras matérias de provas criminais; </li></ul>
  8. 8. Cont… <ul><li>Sistema de Georeferenciamento de Ocorrências Criminais, SIGOC- permite uma comunicação em tempo real entre corporação policial sobre a ocorrência de crime e troca de informação; </li></ul><ul><li>Sistema de Informação Operacional para a Web, SIOPM Web- é o sistema de Intranet que regista ocorrência e informações operacionais; </li></ul>
  9. 9. Cont… <ul><li>Sistema de Localização Automática de Viaturas, TRACK Force- Permite a localização de viaturas furtadas através de sistema Geographic Position System (GPS); </li></ul><ul><li>Linha de denúncia- sistema de gestão e atendimento público de denúncias </li></ul><ul><li>Sistema de Geração de Relatórios Operacionais, GRO- permite gerar relatórios automáticos das operações; </li></ul>
  10. 10. Cont… <ul><li>Sistema Biométrico de Identificação pela Imagem Facial, SBIIF- permite a identificação individual pela estrutura da retina, bem como da imagem facial; </li></ul><ul><li>Mobile – ID System- é um sistema biométrico móvel. Combina impressões digitais e fotografias com conexões sem fios às Bases de Dados policiais; </li></ul>
  11. 11. Fonte de informação de segurança pública <ul><li>Registo criminal, polícia comunitária, esquadras, alfandegas, seguradoras, bancos, registo comercial, tribunais, procuradoria da república, células dos bairros, comunidade, e outras instituições constituem as principais fontes de informação de segurança pública </li></ul>
  12. 12. Cont… <ul><li>Além das fontes de informação acima mencionadas, Almeida (2009) sugere outras fontes como: dossier, informantes, relatos de ocorrência, testemunhas, provas materiais , laúdos, documentos, media, etc. e sugere que a polícia deve possuir as informações mais detalhadas possíveis. </li></ul>
  13. 13. Polícia científica <ul><li>A polícia científica surge no contexto da evolução tecnológica da sociedade actual, que tem dado origem a uma nova tipologia de crimes ,os designados “ crimes cibernéticos”. associar situações </li></ul>
  14. 14. Cont… <ul><li>A razão de ser da polícia científica justifica-se pela complexificação do crime constituída por um emaranhado de relações ilícitas que envolve entidades, indivíduos e objectos, facto que tem tornado difícil para uma metodologia de investigação clássica estabelecer sentidos e associar situações. </li></ul>
  15. 15. Cont… <ul><li>Para responder as mutações sociais e tecnológicas, as organizações policiais e as respectivas academias de formação, devem corresponder à velocidade do tempo, ( Júnior, s/d), sob o risco de ser relegado para extemporaneidade </li></ul>
  16. 16. Considerações finais <ul><li>A aplicação de tecnologias apropriadas não são baratas, mas prometem um benefício directo no melhoramento das acções policiais </li></ul><ul><li>O primeiro passo , é iniciar estudos piloto com a corporação policial com vista a verificar se é possível obter medidas uniformes em várias dimensões do desempenho policial </li></ul>
  17. 17. Cont… <ul><li>Organizações policiais, especialmente aquelas voltadas à actividade investigativa, devem começar a perceber que a administração da informação é uma condição estratégica. A necessidade de gerar informação e conhecimento de forma mais rápida, em razão da complexidade e velocidade que ocorrem os fenómenos criminais </li></ul>
  18. 18. Cont… <ul><li>Certamente estas soluções provocam rupturas de ordem conceitual e suscitam resistências, tendo como base premissas mentais preconcebidas ou quando atingem interesses políticos e de poder de toda ordem </li></ul>
  19. 19. <ul><li>MUITO OBRIGADO </li></ul>
  20. 20. Bibliografia <ul><li>Almeida, Alcides (2009) “Sistemas e Tecnologias de Informação para Serviços Policiais”, Monografia defendida na Universidade Jean Piaget de Cabo-Verde </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Diniz, Cládice (1998), Gestão da informação e sistema de informações policiais em uma delegacia da polícia civil do Estado do Rio de Janeiro, tese de mestrado defendida na Escola Brasileira de Administração Pública </li></ul>
  21. 21. Cont… <ul><li>Júnior, Celso (1998) “A tecnologia na Investigação Criminal”, In Opinião Jurídica , Ano III, nº 17. </li></ul><ul><li>Machado, Diego (s/d), “O uso de informação na gestão inteligente da segurança pública”, [on line] www.jusmilitaris.com.br , consultado no dia 10/08/11 </li></ul><ul><li>Maguire, E. (2004), Ideias sobre o policiamento Norte Americano , Ed. Police Foundation, </li></ul>
  22. 22. Cont… <ul><li>Ministério de Ciências e Tecnologia, (2003) “Política de Ciência e Tecnologia”, Maputo </li></ul><ul><li>Ministério de Ciências e tecnologia, (2006), “Estratégia de Ciência, Tecnologia e Inovação de Moçambique (ECTIM)” , Maputo </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>UNESP (2003) “S.I.G na prevenção criminal” , </li></ul>

×