Your SlideShare is downloading. ×
As Cartas Apostolicas
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

As Cartas Apostolicas

2,637

Published on

1 Comment
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
2,637
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
8
Comments
1
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. As Cartas Apostólicas Após os Atos dos Apóstolos, segue-se um conjunto de documentos de importância fundamental conhecidos como “Cartas Apostólicas” ou “Epístolas”. Trata-se de escritos dirigidos a diferentes comunidades cristãs localizadas ao longo de todo o mundo antigo, da Ásia Menor, da Palestina, e da Europa romanizada. Vários são os autores dessas cartas, como S. Paulo, S. Pedro, S. João, S. Tiago e S. Judas Tadeu. Dessas, as mais importantes são as de S. Paulo, em número de quatorze, além de duas de S. Pedro, três de S. João, uma de S. Tiago e uma de S. Judas Tadeu. Cartas de S. Paulo O Apóstolo Paulo escreveu um conjunto de quatorze cartas ou “Epístolas”, dirigidas a diferentes comunidades cristãs da antigüidade. São apresentadas em ordem de importância no texto bíblico. A primeira delas é a “Epístola aos Romanos”, de valor fundamental, por discorrer sobre a “Salvação pela Graça” em Jesus Cristo. Como o nome diz, foi endereçada aos cristãos de Roma, por volta do ano 60 de nossa era. Em ordem cronológica, porém, temos: Aos “Tessalonicenses”, por volta do ano 50; as duas aos Coríntios, escritas entre os anos de 50-52; aos “Gálatas”, por volta do ano 60 (juntamente com a escrita “aos Romanos”), passando pelas de “Efésios”, “Filipenses”, “Colossenses”, a “Timóteo”, a “Tito”, a “Filemon”, e finalmente uma Carta aos Hebreus.

×