• Save
AE Tondela TIC 7ano apresentação 1
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

AE Tondela TIC 7ano apresentação 1

on

  • 1,509 views

AE Tondela TIC 7ano apresentação 1

AE Tondela TIC 7ano apresentação 1

Statistics

Views

Total Views
1,509
Views on SlideShare
560
Embed Views
949

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

5 Embeds 949

http://joaoleal.net 831
http://nunonhfr.blogspot.pt 114
http://www.nunonhfr.blogspot.pt 2
http://nunonhfr.blogspot.com.br 1
http://nunonhfr.blogspot.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

AE Tondela TIC 7ano apresentação 1 AE Tondela TIC 7ano apresentação 1 Presentation Transcript

  • Agrupamento€de€Escolas€de€ Tondela Ano€Lectivo€2013/2014 Tecnologias€da€Informação€ e€Comunicação€€- TIC Professor:€João€José€Leal
  • Dados e Informação Terão€o€mesmo€significado? Frequentemente estes dois termos são utilizados com o mesmo significado, porém convém ter a noção que são distintos. Dados: são representações codificadas de factos ou eventos, objectos, pessoas ou outros tipos de entidades. Essas representações codificadas podem ser palavras, números ou outros tipos de códigos ou símbolos. Professor:€João€José€Leal Informação: diz respeito a um conjunto de dados articulados entre si de modo a assumirem um certo significado e a poderem traduzir-se em conhecimento para os seres humanos. 2
  • Frequentemente estes dois termos são utilizados com o mesmo significado, porém convém ter a noção que são distintos. Exemplo A€frase:€“O€João€comprou€2€canetas” é€informação. Professor:€João€José€Leal Os€dados que€permitiram€criar€essa€informação€são:€“João”,€ “comprou”,€“2” e€“canetas”. 3
  • Informação + Automática Informática Tratamento€da€informação por€meios€automáticos€ Dispositivos€electrónicos Professor:€João€José€Leal Computadores Sistemas€informáticos 4
  • As Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) dizem respeito a processos de tratamento, controlo e comunicação de informação, fundamentalmente baseados em meios informáticos. Estas tecnologias – TIC – incluem, para além da informática propriamente dita, outras áreas interligadas, entre as quais: Professor:€João€José€Leal Burótica Telemática Controlo€e€Automação 5
  • Burótica Utilização das tecnologias de informação e comunicação no escritório (bureau significa escritório em francês). Bureau + Informática Burótica Outra€expressão€utilizada€é€ofimática€– de€office (escritório€em€inglês). Professor:€João€José€Leal Trata-se de conceber, adaptar e utilizar meios informáticos para recolher, tratar e fazer circular a informação que interessa a uma organização (empresa, departamento da Administração Pública, etc.) 6
  • Telemática Telecomunicações + Informática Telemática Professor:€João€José€Leal A Telemática conjuga os meios informáticos (computadores, modems, etc.) com meios de comunicação à distância ou telecomunicações (linhas telefónicas, satélites, etc.). Actualmente, as comunicações telemáticas passam, na sua maior parte, pela maior rede de âmbito mundial – a Internet. Esta rede interliga milhões de computadores e redes em todo o mundo. 7
  • Controlo e Automação Estas tecnologias dizem respeito a sistemas e processos de controlo da produção industrial. Alguns dos principais domínios já consagrados nesta área são os seguintes: • Sistemas€de€Aquisição€e€Tratamento€de€Dados€(SATD) • Controlo€de€Processos€por€Computador€(CPC) Professor:€João€José€Leal • Robótica • Computer€Aided€Manufactoring€(CAM) • Computer€Integrated€Manufactoring€(CIM) 8
  • Interior de um computador Fonte€de€alimentação Cabos€ eléctricos Unidades€ (Drives) Conectores€ on board Placa€principal (Motherboard) Professor:€João€José€Leal Conectores€das€ placas€de€ expansão Placas€de€ expansão 9
  • Estrutura Básica de um sistema informático Unidade Central de Processamento (CPU) Dispositivos de entrada Dispositivos de saída (input) (output) Professor:€João€José€Leal Memórias ou dispositivos de armazenamento 10
  • Estrutura Genérica de um sistema informático Equipamento de Input/Output Unidade Central de Processamento Programas (instruções) e dados para processamento Unidade de Controlo Dados Programas, dados e comandos Controlo Professor:€João€José€Leal Entrada e saída de dados e informações Memória Principal Unidade de Aritmética e Lógica Modelo de Von Neumann 11
  • Basicamente Um computador é um conjunto de dispositivos mecânicos e electrónicos capazes de processar informação. O cientista Von Neumann foi o primeiro a definir o modo geral de um sistema informático (tal como hoje ainda o entendemos). Simplificadamente, essa estrutura pode ser vista como consistindo em: Professor:€João€José€Leal Um processador ou unidade de processamento (UCP ou CPU – Central Processing Unit) que funciona em ligação directa com unidades de memória ou armazenamento de dados. Dispositivos de entrada (input) e dispositivos de saída (output) que também costumam ser designados por periféricos. 12
  • Temos€também€que: Unidade de Controlo: controla ou determina, de certo modo, as operações a efectuar em cada instante, enviando sinais apropriados aos outros componentes. Unidade Lógico-Aritmética (ULA ou ALU de Arithmetic and Logic Unit): secção do processador que efectua as operações Professor:€João€José€Leal aritméticas e lógicas. 13
  • A placa principal ou motherboard Professor:€João€José€Leal Placa€principal€de€um€PC,€ motherboard. Placa€principal€Pentium€II.€ 14
  • A placa principal ou motherboard Partes€principais: Memória€RAM Conectores Memória€ROM Chips de€controlo Professor:€João€José€Leal Slots de€expansão Bus ou€barramento UCP€ou€processador 15
  • Encaixes€para€unidades€(drives) Encaixe€para€alimentação Chips de€ controlo Encaixes€para€a€ memória€RAM Encaixe€AGP Encaixe€para€o€ processador Encaixes€€para€ placas€de€ expansão Professor:€João€José€Leal Conectores Memória€ ROM 16
  • Unidade Central de Processamento (UCP) UCP ou Microprocessador Memória Principal Comunicação interna Registos Bus Controlo ALU Periféricos Professor:€João€José€Leal Permite ligar os diferentes componentes internos do microprocessador aos componentes externos a este 17
  • Unidade Central de Processamento (UCP) UCP ou Microprocessador Comunicação interna Registos Controlo ALU Professor:€João€José€Leal Onde são armazenados temporariamente os dados intermédios do processamento efectuado pelo microprocessador. 18
  • Unidade Central de Processamento (UCP) UCP ou Microprocessador Comunicação interna Registos Controlo ALU Professor:€João€José€Leal Envia sinais aos diferentes componentes, controlando as operações a realizar pela UCP 19
  • Unidade Central de Processamento (UCP) UCP ou Microprocessador Comunicação interna Registos Controlo Professor:€João€José€Leal ALU onde se efectuam as operações aritméticas e lógicas 20
  • Unidade de memória Memória€principal,€ central€ou€primária Memória€secundária€ou€ auxiliar Disquetes ROM Discos€compactos RAM Professor:€João€José€Leal Bandas€magnéticas Disco€rígidos 21
  • Memórias Principais As memórias principais (memórias primárias) do sistema actuam directamente em ligação com a unidade central de processamento – por isso devem ser consideradas componentes centrais. Estas memórias são absolutamente indispensáveis ao funcionamento do sistema informático, pois são elas que fornecem ao processador as instruções e os dados com que este vai operar em cada momento. Professor:€João€José€Leal Normalmente consistem em chips (circuitos integrados) que se integram ou encaixam directamente na placa principal (motherboard) do computador e podem ser de dois tipos fundamentais: RAM e ROM. 22
  • Memórias RAM As memórias RAM (Random Acess Memory) são memórias de acesso aleatório ou memórias em que são feitas operações de leitura e de escrita de dados em interacção directa com o processador. Professor:€João€José€Leal A memória RAM é constituída por chips (pastilhas de circuitos integrados) que armazenam temporariamente as instruções do software com que o computador funciona, bem como os dados que o utilizador introduz ou manipula; uma parte específica de memória que trabalha associada à RAM é a chamada cache; este último tipo de memória destina-se a acelerar a transmissão da informação da RAM para o processador. 23
  • A capacidade ou quantidade de memória RAM de um sistema informático é um dos factores mais importantes para a avaliação da capacidade desse sistema. A quantidade de RAM não só condiciona o tamanho dos programas que o sistema pode correr, como também pode condicionar a velocidade de funcionamento do sistema (a escassez de RAM pode implicar um maior número de operações, por exemplo, de leitura e escrita de dados no disco. Professor:€João€José€Leal A capacidade de memória primária de um computador avalia-se pelo número de bytes que constituem a sua RAM e mede-se em múltiplos de bytes: Kilobytes, Megabytes, Gigabytes, etc. 24
  • Bit Um bit é a menor unidade de informação guardada num computador. É representado por dois dígitos: 0 ou 1. Bit resulta da contracção das palavras inglesas binary (binário) e digit (dígito). Binary + Digit Professor:€João€José€Leal BIT 25
  • Byte Um byte é um conjunto de 8 bits. Cada carácter ocupa 1 byte quando é guardado na memória de um computador. Pode-se fazer uma correspondência biunívoca entre cada número decimal (0 a 9), as letras maiúsculas e minúsculas (A até Z), os símbolos matemáticos, a pontuação, etc., com um respectivo byte. Exemplo: Professor:€João€José€Leal A€letra€B€é€representada€por:€€01000010 26
  • Múltiplos€do€Byte 1€byte€=€8€bits Kilobyte€ou€Kbyte€ou€Kb 1024€B€(210€bytes) 1€MB Megabyte€ou€Mbyte€ou€Mb 1024€KB€=€1.048.576€bytes 1€GB Gigabyte€ou€Gbyte€ou€Gb 1024€MB 1€TB Terabyte€ou€Tbyte€ou€Tb 1024€GB Professor:€João€José€Leal 1€KB 27
  • Memórias ROM Memórias ROM (Read-Only Memory) são memórias só de leitura que contêm instruções fixas para o funcionamento do sistema. A memória ROM é constituída por um ou mais chips que contêm instruções fixas para o desempenho de funções básicas do sistema. Professor:€João€José€Leal Estas memórias são utilizadas principalmente para incluir instruções de rotina para o funcionamento básico de um computador, como as operações de arranque ou de interacção com dispositivos de I/O. 28
  • Barramento Conjunto de condutores eléctricos através do qual circula a informação. Professor:€João€José€Leal 29
  • Memórias Secundárias As memórias secundárias, dispositivos de armazenamento ou armazenamento de massa devem ser considerados periféricos ou dispositivos de I/O, uma vez que se destinam a armazenar dados ou informação a ser enviados para as componentes centrais ou delas provenientes. Professor:€João€José€Leal Trata-se, neste caso, de suportes de armazenamento de informação (programas, trabalhos ou outro tipo de dados) que interessa guardar antes e/ou depois das actividades de processamento; estas memórias ou suportes de armazenamento podem ser de tipos diversificados, tais como: disquetes, discos magnéticos, CD’s, DVD’s, bandas magnéticas, etc. 30
  • Meios de Armazenamento Secundário Devemos€ter€em€conta€dois€tipos€distintos€de€meios: Suportes€de€Armazenamento:€discos,€disquetes,€bandas€magnéticas,€etc. Professor:€João€José€Leal Dispositivos que permitem ler, escrever e transmitir informação entre os suportes de armazenamento e a parte central do sistema; estes dispositivos também costumam ser genericamente designados por drives. Estes dispositivos são de I/O. 31
  • Software O software tem a ver com os programas de computador, ou seja, instruções que são capazes de fazer funcionar o hardware, sob intervenção mais ou menos interactiva dos utilizadores. Neste nível é costume distinguir-se entre: Software de sistema – é fundamentalmente, o sistema operativo, que consiste numa primeira camada de software ou conjunto de instruções que transformam o hardware num sistema com o qual o utilizador pode interactuar e fazer funcionar os seus programas. Professor:€João€José€Leal Software de aplicação – engloba todo o restante tipo de programas de computador com os quais o utilizador pode realizar determinadas tarefas, como por exemplo: programas de processamento de texto, programas de folha de cálculo, sistemas de gestão de bases de dados, programas de desenho, de tratamento de imagens, etc. 32
  • Hardware Este componente refere-se aos dispositivos físicos (electrónicos, mecânicos e electromecânicos) que constituem um sistema informático. A nível do hardware é costume estabelecer-se uma distinção entre: Componentes centrais do computador: o que inclui o processador, as memórias centrais, etc. Professor:€João€José€Leal Periféricos ou dispositivos de I/O (input/output): dispositivos que podem ligar-se a um computador para entrada e/ou saída de dados, tais como o rato, monitor, impressora, scanner, etc. 33
  • Dispositivos de Input e/ou Output Dispositivos só de entrada: teclado, rato, scanners, etc. Dispositivos só de saída ou output: monitor de vídeo, impressoras, etc. Professor:€João€José€Leal Dispositivos de entrada e saída ou input/output: unidades de discos (drives), placas de som, modems, placas de rede, etc. 34
  • Tipos de Suporte de Armazenamento Suportes magnéticos: discos, disquetes, bandas magnéticas – que se caracterizam por terem superfícies revestidas de substâncias magnéticas, permitindo, por essa via a codificação e o armazenamento da informação. Suportes ópticos: CD e DVD – que se caracterizam por utilizarem Professor:€João€José€Leal a tecnologia laser (intensos feixes luminosos – daí a designação de ópticos) para a gravação e leitura da informção. 35
  • Também€podemos€fazer€uma€outra€distinção,€também€comum: Suportes de armazenamento interno: dispositivos de armazenamento fixo, como é o caso dos discos rígidos no interior do computador. Suportes de armazenamento amovível: que podem ser facilmente Professor:€João€José€Leal removidos e reinseridos ou transportados para outros computadores, como é o caso das disquetes, cassetes, CD, DVD, cartões de memória amovível, etc. 36