Trabalho escrito sobre associação

1,049 views
1,003 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,049
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
8
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Trabalho escrito sobre associação

  1. 1. ESCOLA BÁSICA INTEGRADA QUINTA DO CONDE – 11/12 EFA – NS – 2º Ano CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS – NÍVEL SECUNDÁRIO CIDADANIA E PROFISSIONALIDADETrabalho elaborado por: Gonçalo VicenteDisciplina: Cidadania e ProfissionalidadeProfessor: Rodrigo Ribeiro
  2. 2. INDICE PAG.INTRODUÇÃO________________________________________________________2APRESENTAÇÃO _____________________________________________________3MISSÃO_____________________________________________________________4HISTORIA____________________________________________________________5ACTIVIDADES EXTERIORES____________________________________________6LIBERNE____________________________________________________________7PROJECTOS_________________________________________________________8CONCLUSAO_________________________________________________________9BIBLIOGRAFIA_______________________________________________________10 1
  3. 3. IntroduçãoNeste trabalho falarei sobre a liga de protecção da natureza tentarei expressar todo omeu conhecimento sobre esta associação.Falarei sobre a associação em si, a sua historia, a missão que tem em mãos, os seusprojectos e actividades que exerce para o exterior. 2
  4. 4. LPN-liga de protecção da naturezaApresentaçãoA Liga para a Protecção da Natureza (LPN) é uma Organização Não Governamentalde Ambiente (ONGA), fundada em 1948, sendo a associação de defesa do ambientemais antiga da Pení-nsula Ibérica. É uma Associação sem fins lucrativos com estatutode Utilidade Pública. Tem como objectivo principal contribuir para a conservação dopatrimónio natural, da diversidade das espécies e dos ecossistemas.A LPN encontra-se sedeada em Lisboa. Na sede funciona também o Centro deFormação Ambiental. Em Castro Verde, a LPN possui 5 Herdades, numa área total decerca de 1700 ha e um Centro de Educação Ambiental em Vale Gonçalinho. A LPNtem duas delegações regionais: LPN - Alentejo, LPN - Algarve e um núcleo: LPN -Centro.As actividades da LPN compreendem a intervenção cívica através de projectos deConservação da Natureza, Investigação, Formação, Educação e SensibilizaçãoAmbiental.A LPN é membro da The World Conservation Union (IUCN), do Europeannvironmental Bureau (EEB), do Conselho Ibérico (CIDN), do MediterraneanInformation Office for Environmental Culture and Sustainable Development (MIO-ECSDE), do Seas at Risk (SAR) e do European Union for Coastal Conservation(EUCC) da World Wide Fund for Nature (WWF).É ainda representante da Agência Nacional do Centro Naturopa do Conselho daEuropa e membro fundador da Rede Portuguesa de Educação Ambiental. 3
  5. 5. Objectivos específicos:Contribuir para a Conservação da Natureza através de actividades que compreendema investigação e implementação de projectos de conservação;Promover a cidadania ambiental incentivando a participação pública, através deacções de formação e educação ambiental;Divulgar e sensibilizar, sobretudo aos jovens, as questões relacionadas com oAmbiente;Impedir a delapidação e a destruição dos meios naturais, ou seus elementos, e dopatrimónio cultural;Contribuir para a difusão do conhecimento produzido pelas comunidades académica ecientí-fica;Participar de forma activa no ordenamento e planeamento do território;Colaborar com organismos congéneres e entidades oficiais do paí-s e do estrangeiro;Apoiar e desenvolver projectos de gestão sustentável dos recursos naturais com vistaà Conservação da Natureza numa perspectiva de desenvolvimento sustentável.MissãoA missão da LPN é contribuir para que a sociedade conserve o ambiente, conciliandoas especificidades sociais e culturais com a preservação da biodiversidade e com ouso sustentável dos recursos naturais. Enquanto ONGA e representante da sociedadecivil pretende contribuir para o desenvolvimento sustentável.Nesse sentido, a LPN procura intervir em prol do Ambiente e da Conservação daNatureza, designadamente através da emissão de propostas, pareceres, manifestos ecomunicados de imprensa. Participa em processos de discussão pública, deinstrumentos de ordenamento do território, de estudos de impacte ambiental ou depropostas legislativas, bem como através da organização e participação em eventossobre diferentes temáticas do domínio ambiental, tais como conferências, seminários,debates, workshops e reuniões de grupos de trabalho.Através da intervenção, a LPN pretende exercer o direito de participação pública natomada de decisão, acompanhando e influenciando, para o efeito, o desenvolvimentoda política pública de ambiente, pretendendo ainda demonstrar a necessidade e apertinência do associativismo como forma de preencher lacunas existentes nasociedade contemporânea. 4
  6. 6. HistóriaA Liga para a Protecção da Natureza (LPN) surgiu em 1948 por iniciativa do Prof.Carlos Baeta Neves, em resposta ao apelo do poeta Sebastião da Gama, aquando dadestruição da Mata do Solitário na Arrábida.Em 1947, o poeta envia o seu primeiro alerta e pedido de ajuda ao Eng. Miguel Neves,aquando do início da destruição da mata, para utilização da madeira para um forno decal. Ao tomar conhecimento da situação, o Prof. Baeta Neves (que então dava aulasno Instituto Superior de Agronomia (ISA)), interveio impedindo a destruição da mata.Um ano depois, é fundada a LPN, sendo que a carta de Sebastião da Gama erasempre referida pelo seu fundador, Prof. Baeta Neves, como origem da LPN:"Senhor Engenheiro Miguel Neves.Socorro! Socorro! Socorro! O José Júlio da Costa começou (e vai já adiantada) adestruição da metade da Mata do Solitário que lhe pertence. Peço-lhe que trateimediatamente. Se for necessário restaure-se a pena de morte. SOCORRO!"(Sebastião da Gama, 1947)Desde então, a LPN tem mantido contactos permanentes com as universidades eoutras instituições cientí-ficas de âmbito nacional e internacional, onde conta comnumerosos colaboradores, associados, representantes, técnicos e investigadores.A actual sede da LPN foi doada em 1976 pela família Freire de Andrade.É de realçar que, ao longo da sua história, a LPN contribuiu decisivamente para acriação de várias áreas Protegidas, nomeadamente:- Parque Nacional Peneda-Gerês (1971),- Parque Natural da Arrábida (1976),- Reserva Natural do Estuário do Sado (1980),- Reserva Natural da Serra da Malcata (1981),- Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina (1988). 5
  7. 7. Actividades para Empresas, Grupos e AssociaçõesA LPN possui uma ampla experiência na organização de eventos de sensibilizaçãoambiental e estamos acreditados técnica e pedagogicamente. No âmbito do ProgramaEcoturismo, executamos um calendário anual de saídas de campo, passeios em áreasnaturais, cursos, debates e “workshops”, abertos à inscrição de pessoas e de grupos.Além das actividades calendarizadas, organizamos eventos específicos para grupos eentidades, que podem abranger desde os percursos em áreas naturais a acções devoluntariado, reforçando a motivação e o espírito de equipa e possibilitando acontribuição efectiva e visível do grupo ou entidade para uma causa ambiental.As actividades desenvolvidas aliam o carácter lúdico e de escape ao stress citadino àtransmissão de valores e conteúdos técnicos na área do ambiente, assim como aocontacto com o contexto histórico e cultural das áreas onde se realizam 6
  8. 8. LiberneA LIBERNE é uma publicação regular da Liga para a Protecção da Natureza desde1987. Actualmente é uma revista trimestral que vai no número 81, com 32 páginasmais capa e uma tiragem de 2000 exemplares. Pretende ser um veículo de informaçãoe formação na área do Ambiente e da Conservação da Natureza, quer junto depúblicos especializados, quer da comunidade em geral.O nome da revista é o nome popular atribuído nalgumas regiões de Portugal ao Lince-Ibérico, Lynx pardina. Os Libernes estão hoje praticamente extintos no nosso paíscomo consequência de um profundo impacte das actividades humanas sobre oambiente e sobre os valores naturais. O nome LIBERNE é um símbolo que pretendeapelar para a problemática da extinção das espécies, aliada à destruição dos habitats,representando ainda um contributo para a divulgação e conservação do património,não só natural, mas também cultural.Para além de funcionar como um efectivo elemento de ligação aos sócios, o principalobjectivo da revista LIBERNE é a sensibilização da população portuguesa para astemáticas ambientais, designadamente através de um aprofundado conhecimento doimpacte das actividades humanas no ambiente. Enquanto órgão da LPN, a LIBERNEdivulga os projectos de formação, educação e investigação que promove ou apoia,apresenta artigos científicos e de opinião, serve de elo de ligação aos/entre sócios,delegações e estruturas da LPN e de meio de sensibilização das populações em geral.A revista LIBERNE é distribuída aos sócios individuais e colectivos da LPN, abibliotecas de diversas entidades (por exemplo Universidades e Institutos deInvestigação), a Associações de Defesa do Ambiente, a Câmaras Municipais, aEmpresas privadas ou públicas, Organismos sob tutela do Ministério do Ambiente (porexemplo Parques Naturais), entre outros. Qualquer pessoa que participe em eventosorganizados pela LPN, como é o caso de cursos de formação e passeios do programa"Portugal Natural", entre outros, recebe também um exemplar da última edição daLIBERNE. 7
  9. 9. Alguns Programas/ProjectosCiclo de Conversas sobre Ambiente - 2011/2012A LPN e a Fundação de Serralves promovem mais um Ciclo de Conversas sobreAmbiente que decorre em Serralves (Porto). Este ano as Conversas sobre Ambientetêm como fio condutor o tema Participação Pública e Cidadania Ambiental. A escolhadeste tema deveu-se à necessidade de um maior envolvimento dos cidadãos nasquestões ambientais, no sentido de incentivar uma consciência global e umaresponsabilização individual para com o ambiente.As Conversas decorrem na Biblioteca do Museu de Arte Contemporânea, naFundação de Serralves, das 17h00 às 19h30, contando com a colaboração doBiosfera, através da moderação pela Dr.ª Arminda Deusdado.Projecto ECOs-LocaisO Projecto ECOs-Locais é um projecto de âmbito nacional que actua a nível local,abrange todo o território nacional, incluindo regiões autónomas. Tem como objectivopromover a cidadania ambiental, incentivando uma participação mais activa einformada dos jovens na sociedade, e contribuir para uma maior sensibilização eparticipação na prevenção e resolução dos problemas ambientais.É um projecto coordenado pela LPN - Liga para a Protecção da Natureza que contacom a parceria do CNE - Corpo Nacional de Escutas e do SEPNA - Serviço deProtecção da Natureza e Ambiente da GNR. É financiado pelo Mecanismo Financeirodo Espaço Económico Europeu - EEA Grants. 8
  10. 10. ConclusãoCom este trabalho conclui que é cada vez mais importante a preocupação com aconservação da natureza, as quais têm ocasionado sérios problemas de degradaçãoambiental, a ponto de comprometer, caso não sejam tomadas medidas rapidamente,os recursos naturais, as condições de vida e consequentemente, toda a vida futura noplaneta.Actualmente o chamado desenvolvimento sustentável é o único capaz de proporcionarcondições de preservar os recursos naturais e condições de vida sustentável para asgerações futuras.Para que isto ocorra a educação ambiental tem que ter uma importância importanteporque altera e faz com que as pessoas caiam em si na forma como vêem os padrõesem relação à natureza. 9
  11. 11. Bibliografia-http://www.lpn.pt/site.html#16-PT 10

×