• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Aap rplp 7_ef_professor 6ª edição fev 2014
 

Aap rplp 7_ef_professor 6ª edição fev 2014

on

  • 2,322 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,322
Views on SlideShare
2,163
Embed Views
159

Actions

Likes
1
Downloads
29
Comments
0

1 Embed 159

http://www.slideee.com 159

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Aap rplp 7_ef_professor 6ª edição fev 2014 Aap rplp 7_ef_professor 6ª edição fev 2014 Document Transcript

    • GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO Subsídios para o Professor de Língua Portuguesa 7o ano do Ensino Fundamental Prova de Língua Portuguesa Comentários e Recomendações Pedagógicas São Paulo 1° Semestre de 2014 6ª Edição 30 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 1 18/12/13 16:06
    • Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental2 Avaliação da Aprendizagem em Processo APRESENTAÇÃO A Avaliação da Aprendizagem em Processo se caracteriza como ação desen- volvida de modo colaborativo entre a Coordenadoria de Informação, Monito- ramento e Avaliação Educacional e a Coordenadoria de Gestão da Educação Básica, que também contou com a contribuição de Professores do Núcleo Pe- dagógico de diferentes Diretorias de Ensino. Aplicada desde 2011, abrangeu inicialmente o 6º ano do Ensino Fundamental e a 1ª série do Ensino Médio. Gradativamente foi expandida para os demais anos/séries (do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e 1ª a 3ª série do Ensino Médio) com aplicação no início de cada semestre do ano letivo. Essa ação, fundamentada no Currículo do Estado de São Paulo, tem como ob- jetivo fornecer indicadores qualitativos do processo de aprendizagem do edu- cando, a partir de habilidades prescritas no Currículo. Dialoga com as habilida- des contidas no SARESP, SAEB, ENEM e tem se mostrado bem avaliada pelos educadores da rede estadual. Propõe o acompanhamento da aprendizagem das turmas e do aluno de forma individualizada, por meio de um instrumento de caráter diagnóstico. Objetiva apoiar e subsidiar os professores de Língua Portuguesa e de Matemática que atuam nos Anos Finais do Ensino Fundamen- tal e no Ensino Médio da Rede Estadual de São Paulo, na elaboração de estra- tégias para reverter desempenhos insatisfatórios, inclusive em processos de recuperação. Além da formulação dos instrumentos de avaliação, na forma de cadernos de provas para os alunos, também foram elaborados documentos específicos de orientação para os professores – Comentários e Recomendações Pedagó- gicas – contendo o quadro de habilidades, gabaritos, itens, interpretação pe- dagógica das alternativas, sugestões de atividades subsequentes às análises dos resultados e orientação para aplicação e correção das produções textuais. Espera-se que, agregados aos registros que o professor já possui, sejam instru- mentos para a definição de pautas individuais e coletivas que, organizadas em um plano de ação, mobilizem procedimentos, atitudes e conceitos necessários para as atividades de sala de aula, sobretudo aquelas relacionadas aos proces- sos de recuperação da aprendizagem. Coordenadoria de Informação, Monitoramento e Avaliação Educacional Coordenadoria de Gestão da Educação Básica 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 2 18/12/13 16:06
    • 3Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental Avaliação da Aprendizagem em Processo – Língua Portuguesa A Avaliação da Aprendizagem em Processo de Língua Portuguesa, em sua 6ª edição, apresenta dez questões objetivas compostas por quatro alternativas e uma produção textual para todas as séries/anos do ensino fundamental anos finais e ensino médio. Para a elaboração das provas objetivas, foi elaborada a Matriz de Referência para a AAP, pautada em conteúdos e habilidades do Currículo Oficial do Esta- do de São Paulo, Caderno do Professor: Língua Portuguesa, Matriz de Referên- cia para a Avaliação – SARESP, Prova Brasil, ENEM. Quanto às produções escritas, os gêneros textuais abaixo elencados, conforme série/ano, obedecem ao que está previsto no Currículo do Estado de São Paulo e, consequentemente, às Situações de Aprendizagem presentes nos Cadernos do Professor e do Aluno e a temas propostos pelo SARESP e ENEM. - 6º ano do Ensino Fundamental: conto; - 7º ano do Ensino Fundamental: relato de experiência vivida; - 8º ano do Ensino Fundamental: notícia; - 9º ano do Ensino Fundamental: texto de opinião1 ; - 1ª série do Ensino Médio: artigo de opinião; - 2ª série do Ensino Médio: artigo de opinião; - 3ª série do Ensino Médio: artigo de opinião. Com o intuito de apoiar o trabalho do professor em sala de aula e também de subsidiar a elaboração do plano de ação para os processos de recuperação, são colocados à disposição da escola materiais com orientações para leitura e reflexão sobre as provas de Língua Portuguesa. Esses materiais contêm as matrizes de referência elaboradas para essa ação, as questões comentadas, a habilidade/descritor em cada uma das questões, recomendações pedagógi- cas, indicações de outros materiais impressos ou disponíveis na internet e re- ferências bibliográficas. O objetivo principal da AAP é levar os professores a realizar inferências com relação aos acertos e também buscar sanar as dificuldades que levaram a pos- síveis erros. Lembramos que, em se tratando de avaliação, a cada aplicação, os itens são testados e avaliados, inclusive, pelos professores da rede. Alguns desses itens, provavelmente, precisarão ser modificados e, por vezes, substituídos, de forma a garantir a eficácia da proposta, buscando, assim, reforçar seu caráter proces- sual, contínuo. equipe de Língua Portuguesa 1 DOLZ, J. & SCHNEUWLY, B. Gêneros orais e escritos na escola. Tradução e organização Roxane Rojo e Glaís Sales Cordeiro. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2004, p. 51-52. 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 3 18/12/13 16:06
    • Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental4 MATRIZ DE REFERÊNCIA – AAP 1o SEMESTRE 2014 Eixo I - Procedimentos básicos de leitura Descritores Ensino Fundamental (anos finais) Ensino Médio 6º 7º 8º 9º 1ª 2ª 3ª 1 Localizar informações explícitas em um texto. x x x x x x x 2 Inferir o sentido de uma palavra ou expressão. x x x x x x x 3 Inferir informações implícitas (conceitos/opiniões, tema/assunto principal, entre outros) em um texto. x x x x x x x 4 Identificar tema ou assunto principal de um texto. x x x x x x x 5 Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato. - - x x x x x 6 Identificar formas de apropriação textual (paráfra- ses, paródias, citações, discurso direto, indireto, in- direto livre). x x x x x x x 7 Identificar os fatos de um texto em sequência lógica. x x x x x x x Eixo II- Implicações do suporte, do gênero, do enunciado e do receptor na compreensão textual Descritores Ensino Fundamental (anos finais) Ensino Médio 6º 7º 8º 9º 1ª 2ª 3ª 8 Identificar o público alvo de um texto. x x x x x x x 9 Localizar os elementos constitutivos da organiza- ção interna de um texto. x x x x x x x 10 Interpretar texto com o auxílio de recursos gráfico- -visuais. - - x x x x x 11 Identificarafinalidadedetextosdediferentesgêneros. x x x x x x x Eixo III- Relação entre textos do mesmo gênero ou de gêneros diferentes Descritores Ensino Fundamental (anos finais) Ensino Médio 6º 7º 8º 9º 1ª 2ª 3ª 12 Identificar posições distintas entre duas ou mais opi- niões relativas ao mesmo fato ou ao mesmo tema. - - x x x x x 13 Estabelecer relações entre textos não verbais; ver- bais; verbais e não verbais. x x x x x x x 14 Reconhecer diferentes formas de tratar uma in- formação na comparação de textos que tratam do mesmo tema, considerando as condições de produ- ção e de recepção. x x x x x x x 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 4 18/12/13 16:06
    • 5Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental Eixo IV- Coesão e Coerência no processamento do texto Descritores Ensino Fundamental (anos finais) Ensino Médio 6º 7º 8º 9º 1ª 2ª 3ª 15 Identificar relações entre segmentos de texto, a par- tir de substituições por formas pronominais. x x x x x x x 16 Estabelecer relações de causa e consequência, en- tre partes e/ou elementos de um texto. x x x x x x x 17 Estabelecer relações lógico-discursivas presentes no texto, marcadas por conectivos. x x x x x x x 18 Diferenciarasideiascentraisesecundáriasdeumtexto. - x x x x x x 19 Identificar a tese de um texto. - - x x x x x 20 Estabelecer relação entre a tese e os argumentos oferecidos para sustentá-la. - - - x x x x 21 Identificar os elementos que constroem a narrativa. x x x x x x x 22 Identificar o conflito gerador do enredo. x x x x x x x Eixo V- Recursos expressivos e efeitos de sentido Descritores Ensino Fundamental (anos finais) Ensino Médio 6º 7º 8º 9º 1ª 2ª 3ª 23 Reconhecer efeitos de ironia e/ou humor em textos variados. - x x x x x x 24 Reconhecer o efeito de sentido produzido pela explo- ração de recursos ortográficos e/ou morfossintáticos. - x x x x x x 25 Reconheceroefeitodesentidoproduzidopelaexplora- ção de recursos gráficos (pontuação e outras notações). x x x x x x x 26 Identificar recursos semânticos expressivos (figu- ras de linguagem). - x x x x x x 27 Reconhecer o efeito de sentido decorrente da escolha de uma determinada palavra ou expressão. x x x x x x x 28 Identificar vocábulos que, por sinonímia, substituem outrosvocábulospresentesnotextoemqueseinserem. x x x x x x x 29 Identificar a função da linguagem predominante nos textos em situações específicas de interlocução. - - x x x x x Eixo VI- Variação Linguística Descritores Ensino Fundamental (anos finais) Ensino Médio 6º 7º 8º 9º 1ª 2ª 3ª 30 Identificar as marcas linguísticas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto. x x x x x x x 31 Identificar as marcas linguísticas em textos do pon- to de vista do léxico, da morfologia ou da sintaxe. x x x x x x x 32 Reconhecer os usos da norma padrão da língua nas diferentes situações de comunicação. x x x x x x x 33 Relacionar as variedades linguísticas a situações espe- cíficas de uso social. - - x x x x x Bases de referência:Currículo do Estado de São Paulo; Matrizes do SARESP, SAEB e ENEM. 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 5 18/12/13 16:06
    • Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental6 MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA 6o ano do Ensino Fundamental Item Habilidades - 7º ano Habilidades - Matriz de Referência para a AAP. 1 Identificar tema ou assunto principal de um texto. H4 – Eixo I 2 Inferir informações implícitas (conceitos /opiniões, tema/assunto principal, entre outros) em um texto. H3 – Eixo I 3 Identificar a finalidade de textos de dife- rentes gêneros. H11 – Eixo II 4 Diferenciar as ideias centrais e secundá- rias de um texto. H18 – Eixo IV 5 Reconhecer efeitos de ironia e/ou hu- mor em textos variados. H23 – Eixo V 6 Localizar informações explícitas em um texto. H1 – Eixo I 7 Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato. H5 – Eixo I 8 Reconhecer diferentes formas de tratar uma informação na comparação de tex- tos que tratam do mesmo tema, consi- derando as condições de produção e de recepção. H14 – Eixo III 9 Reconhecer o efeito de sentido decor- rente da escolha de uma determinada palavra ou expressão. H27 – Eixo V 10 Estabelecer relações entre causa e con- sequência, entre partes ou elementos de um texto. H16- Eixo IV 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 6 18/12/13 16:06
    • 7Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental GABARITO DE PROVA QUESTÕES A B C D 1 X 2 X 3 X 4 X 5 X 6 X 7 X 8 X 9 X 10 X 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 7 18/12/13 16:06
    • Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental8 Leia o texto e responda às questões 1 e 2. Tem bicho escondido na areia! Ele até que tem um apelido simpático: bicho geográfico. E levou essa fama porque fica debaixo da pele, desenhando linhas que se parecem com mapas inexistentes. Você já foi vítima? Pois é, o bicho geográfico é frequente em várias praias do nosso país. O parasita, de nome ofi- cial  Ancylostoma, gosta mes- mo é de infectar gatos e cachor- ros, para se desenvolver em seus intestinos. Ele atinge essas vítimas preferenciais quando elas comem ovos ou larvas do parasita, animais já contamina- dos, ou ainda quando as larvas penetram através da pele. Depois de contaminados, os bichanos eliminam os ovos deste parasita junto com suas fezes. Ovos que viram larvas, ávidas por encontrar um novo hospedeiro. Nós não somos os hospedeiros preferidos. Mas se a gente entrar em contato com as larvas, elas perfuram e entram na nossa pele. Assim como faz nos gatos e cachorros, o parasita tenta se aprofundar para atingir outros órgãos. Mas, para nossa sorte, a pele humana é uma barreira que essa larva não consegue transpor. Ela não ultrapassa além das camadas mais superficiais. E então fica por ali mes- mo, cavando túneis, andando sem rumo, dando uma de cartógrafo (profis- sional que desenha mapas). As lesões características do bicho geográfico são justamente os túneis que o parasita vai cavando e que conseguimos enxergar pela transparência da pele. São sulcos avermelhados, sinuosos e que coçam. [...] Por uma praia sem gatos e cachorros! Disponível em: <http://www.sobiologia.com.br/conteudos/jornal/noticia3.5.php>. Acesso em: 02 de outubro de 2013. (Adaptado) 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 8 18/12/13 16:06
    • 9Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental Habilidade Identificar tema ou assunto principal de um texto. (H4- Eixo I) Questão 01 O assunto principal do texto é a (A) presença do bicho geográfico em várias praias brasileiras. (B) prevenção e o tratamento contra a infecção pelo Ancylostoma. (C) descrição do bicho geográfico e as formas de contaminação. (D) forma como o parasita causa danos somente a cães e gatos. Comentários e Recomendações Pedagógicas O objetivo dessa questão é avaliar se o aluno consegue identificar o tema ou assunto principal de um texto, com base em sua compreensão global. Os textos, em sua grande maioria, são construídos com informações essen- ciais e outras que, muitas vezes, têm a função de dar suporte ao assunto principal. As alternativas A, B e D trazem informações presentes no texto, mas são apenas aspectos que se referem ao assunto principal. Portanto, a alternativa correta é a C: descrição do bicho geográfico e as formas de contaminação. No segundo parágrafo, o autor se dirige diretamente ao leitor por meio de uma pergunta:“Você já foi vítima?”Por que isso aconteceu? Estimular o aluno a pensar sobre o fato de já ter sido ou não vítima do bicho geográfico e por que razão isso aconteceu, é uma forma de fazê-lo refletir sobre o assunto a ser tratado no texto e diagnosticar seu conhecimento prévio, sobre o que virá com a leitura. Nesse momento, é relevante deixar que as manifestações da classe aconteçam sem receio, pois é hora de o professor ir planejando suas intervenções, respeitando o que os alunos já sabem e propondo novas aprendizagens. É importante lembrar que o leitor experiente faz uso de vários procedimen- tos para chegar à compreensão do texto2 e espera-se que o aluno, à medi- da que avança em sua escolaridade, adquira autonomia na utilização desses procedimentos. Assim, é fundamental que na rotina de sala de aula, as ativi- dades de leitura estimulem não apenas a localização das informações, mas a avaliação crítica daquilo que se lê. 2 KLEIMAN, Angela. Oficina de leitura teoria e prática. 11. ed. Campinas: Pontes, 2007. 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 9 18/12/13 16:06
    • Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental10 Em situação de prova, há a necessidade de autonomia no processo de lei- tura, uma vez que a turma não poderá contar com o professor para fazer a intermediação. Dessa forma, quanto mais atividades, que exijam a participa- ção intensa do leitor, forem desenvolvidas durante as aulas, com os mais va- riados gêneros textuais, mais facilmente o aluno conseguirá produzir sentido para identificar o assunto tratado em um texto. Em atividades que antecedem a leitura completa do texto, pedir ao aluno que antecipe o assunto a ser tratado a partir de indícios observados no títu- lo, subtítulo ou epígrafe, por exemplo, pode ser uma forma de estimulá-lo a desenvolver a habilidade proposta. O professor pode apresentar questões sobre as escolhas utilizadas pelo autor para tratar do tema, a fim de que o aluno possa buscar e comparar ou contrastar informações presentes no pró- prio texto, como por exemplo: por que o título traz bicho e não larva e termi- na com ponto de exclamação? Em textos com ilustrações, o exame das imagens, também pode ser uma es- tratégia que contribua para bons resultados, que somente serão confirma- dos após a leitura. Habilidade Inferir informações implícitas (conceitos /opiniões, tema/assunto principal, entre outros) em um texto. (H3- Eixo I) Questão 02 A partir da leitura do texto, para não sermos infectados pelo bicho geográfico, é necessário que (A) pessoas contaminadas pelo parasita deixem de ir a praias e parques infan- tis. (B) pessoas contaminadas pelo bicho geográfico evitem o contato com cães e gatos. (C) cães e gatos não tenham contato com seres humanos infectados pelo Ancylostoma. (D) cães e gatos não frequentem, de forma irrestrita, praias e parques in- fantis. 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 10 18/12/13 16:06
    • 11Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental Comentários e Recomendações Pedagógicas Para assinalar corretamente a alternativa D: cães e gatos não frequentem, de forma irrestrita, praias e parques infantis, é necessário que o aluno faça inferências a partir da compreensão global do texto. Para tanto, é preciso fazer uma leitura atenta a fim de captar todas as in- formações nela expressas e elaborar deduções a partir das relações esta- belecidas entre o que está explícito no texto e as ideias do leitor sobre o assunto, seu conhecimento de mundo. Durante o processo de leitura, a partir das pistas encontradas e das dife- rentes informações contidas no texto, o leitor vai chegando a conclusões, que somadas aos seus conhecimentos prévios, permitem a leitura do que está nas entrelinhas. São pressupostos ou subentendidos que permitem a realização de inferências. Para que o aluno desenvolva a habilidade, é preciso um trabalho constante do professor, com gêneros textuais diferentes, estimulando a reflexão e a atribuição de sentido, com questionamentos e provocações sobre o texto. Leia o texto e responda às questões 3 e 4. Em busca da pele sem marcas Mais de 80% de jovens entre 15 e 25 anos no país sofrem com a acne. Orientação médica é o melhor caminho para o tratamento Um rosto sem manchas ou pontos avermelhados. O que parece ser objeto de desejo de milhares de adolescentes é uma realidade na vida de apenas 20% dos jovens brasileiros. Estima-se que a acne esteja presente em mais de 80% de pessoas com idade entre 15 e 25 anos. Embora a doença não ofereça riscos à saúde, afeta a autoestima. Especialistas alertam que a orientação médica re- presenta o melhor caminho para o tratamento, uma vez que os medicamentos oferecem riscos de reações adversas. Quem apresenta formas graves de acne pode buscar o tratamento no Sistema Único de Saúde (SUS). [...] Disponível em: <http://portal.saude.gov.br/saude/visualizar_texto.cfm?idtxt=22388>. Acesso em: 24 de julho de 2013. 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 11 18/12/13 16:06
    • Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental12 Habilidade Identificar a finalidade de textos de diferentes gêneros. (H11-Eixo II) Questão 03 O texto tem por finalidade (A) apresentar informações. (B) transmitir ensinamentos. (C) registrar um acontecimento. (D) fazer uma propaganda. Comentários e Recomendações Pedagógicas Para responder corretamente à questão, deve-se identificar a finalidade do texto. Nesse caso, o gabarito é A. Para que o aluno desenvolva essa habilidade, o professor pode transfor- mar em rotina de sala de aula, o estudo do contexto de produção de todos os variados exemplares de gêneros textuais constantes do Currículo de Língua Portuguesa, para os anos finais do Ensino Fundamental. Há questões que regularmente devem ser propostas aos alunos para que se habituem a elas e sejam capazes de fazê-las mesmo em situação de prova. Entre elas: Com que finalidade o texto foi escrito? Habilidade Diferenciar as ideias centrais e secundárias de um texto. (H18 - Eixo IV) Questão 04 No texto Em busca da pele sem marcas, a ideia central é: (A) Os jovens desejam uma pele sem marcas. (B) A acne está presente em mais de 80% de pessoas. (C) A doença não oferece riscos à saúde dos jovens. (D) O tratamento da acne deve seguir orientação médica. 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 12 18/12/13 16:06
    • 13Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental Comentários e Recomendações Pedagógicas O objetivo dessa questão é avaliar se o aluno diferencia as ideias centrais e as secundárias de um texto, nesse caso a alternativa correta é D: O trata- mento da acne deve seguir orientação médica. A habilidade exige que o leitor compreenda o texto como um conjunto harmonioso em que há laços, interligações, relações entre suas partes. A compreensão e a atribuição de sentidos dependem da adequada interpre- tação de seus componentes. Numa atividade de leitura compartilhada, o professor pode fazer suas in- tervenções de forma que os alunos possam perceber e discutir o conteúdo do texto, além de compreender o significado de palavras ou expressões relevantes para a construção de sentido. Ao compreender o tema e observar que aspectos o autor considera em seu texto, o leitor chega a diferenciar o que é central e o que corresponde a informações secundárias. Habilidade Reconhecer efeitos de ironia e/ou humor em textos variados. (H23 - Eixo v) Leia o texto abaixo e responda à questão 5. De Messias para Papai Disponível em: <http://www2.uol.com.br/laerte/tiras/index-gatos.html>. Acesso em: 02 de outubro de 2013. MESSIAS, MEU FILHO, PRECISO TE FALAR SOBRE A VIDA... EU JÁ SEI! VIDA SÃO AQUELES CORAÇÕEZINHOS ALI NO CANTO, PAI. SE PERDER OS TRÊS TEM QUE COMEÇAR TUDO DE NOVO! QUEM SOU EU PRA DISCUTIR...? 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 13 18/12/13 16:06
    • Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental14 Questão 05 Na tira, o humor está: (A) Na fala do pai, quando entende não poder discutir o assunto com o filho. (B) Na resposta de Messias, ao definir o que é vida de acordo com o vide- ogame. (C) No discurso do pai, sobre a necessidade de orientar o filho sobre a vida. (D) No fato de Messias estar jogando videogame, sem dar atenção a seu pai. Comentários e Recomendações Pedagógicas O objetivo dessa questão é avaliar se o aluno reconhece o efeito de humor produzido em um texto pelo uso intencional de palavras ou expressões. A resposta correta está na alternativa B (Na resposta de Messias, ao definir o que é vida de acordo com o videogame.) cujo sentido se entrelaça a algo inusitado, inesperado para o pai, em relação ao conceito que o menino pos- sui a respeito de vida, fazendo com que o pai desistisse de continuar a con- versa. Para desenvolver a habilidade, é necessário insistir na leitura atenta de todos os elementos presentes no texto, verbais e não verbais, que representam es- colhas do autor para produzirem o efeito desejado. Recomendamos a utilização da sequência de atividades intitulada A produ- ção de humor nas tirinhas disponível no Portal do Professor3 . Leia o trecho a seguir e responda às questões 6 e 7. A Bolsa Amarela [...] Meu irmão chegou em casa com um embrulhão. Gritou da porta: – Pacote da tia Brunilda! Todo mundo correu, minha irmã falou: – Olha como vem coisa. Rebentaram o barbante, rasgaram o papel, tudo se espalhou na mesa. Aí foi aquela confusão: 3 Disponível em: <http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=37903>: Acesso em: 04 de outubro de 2013. 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 14 18/12/13 16:06
    • 15Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental – O vestido vermelho é meu. – Ih, que colar bacana! Vai combinar com meu suéter. – Vê se veio alguma camisa do tio Júlio pra mim. – Que sapato alinhado, tá com jeito de ser meu número. Eu fico boba de ver como tia Brunilda compra roupa. Compra e enjoa. Enjoa de tudo: vestido, bolsa, sapato, blusa. Usa três, quatro vezes e pronto: enjoa. Outro dia eu perguntei: – Se ela enjoa tão depressa, pra que ela compra tanto? É pra poder enjoar mais? Ninguém me deu bola. Fiquei pensando no tio Júlio. Meu pai diz que ele dá um duro danado pra ganhar o dinheirão que ele ganha. Se eu fosse ele, eu ficava pra morrer de ver tia Brunilda gastar dinheiro numas coisas que ela enjoa logo. Mas ele não fica. Eu acho isso tão esquisito! Outra coisa um bocado esquisita é que se ele reclama, ela diz logo:“Vou arranjar um emprego”. Aí ele fala:“De jeito nenhum!”E dá mais dinheiro. Pra ela comprar mais. E pra continuar enjoando. Vou ver se um dia eu entendo essa jogada. Não parava de sair coisa do pacote. Minha mãe falou: – Que boazinha que é a Brunilda: sabe como a gente vive apertada e cada vez manda mais roupa. [...] BOJUNGA, Lygia. A Bolsa Amarela. 27. ed. Rio de Janeiro: Agir,1995. Habilidade Localizar informações explícitas em um texto. (H1 - Eixo I) Questão 06 Há marcas de atitudes da tia Brunilda em: (A)“Ninguém me deu bola!”. (B)“Usa três, quatro vezes e pronto: enjoa”. (C)“Rasgaram o papel, tudo se espalhou na mesa”. (D)“O vestido vermelho é meu”. 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 15 18/12/13 16:06
    • Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental16 Comentários e Recomendações Pedagógicas A habilidade relaciona-se à localização de informações, que podem estar expressas literalmente no texto ou serem apresentadas por meio de uma paráfrase. A resposta correta encontra-se na alternativa B: Usa três, quatro vezes e pronto: enjoa. As demais alternativas contêm informações pre- sentes no texto, mas não se referem a atitudes de tia Brunilda: (A)“Ninguém me deu bola!”; (C) “Rasgaram o papel, tudo se espalhou na mesa” e (D) “O vestido vermelho é meu”. Localizar informações do texto a partir de ques- tionamentos que direcionam a respostas pode levar os alunos a buscar evi- dências para aquilo que foi solicitado no enunciado. Para levar os alunos a adquirirem essa habilidade, o professor pode selecio- nar textos de variados gêneros e levá-los a compreender o assunto global do texto, além das demais informações nele contidas. Muitas vezes, entretanto, a informação não pode ser localizada na primeira leitura e é preciso voltar ao texto. Ler e reler com foco no que deve ser lo- calizado. Para saber mais a respeito, recomenda-se o texto Letramento e capacida- des de leitura para a cidadania, de Roxane Rojo, disponível em: <http:// www.alemdasletras.org.br/biblioteca/material_formadoras/Salto_para_o_ futuro_Praticas_de_leitura_e_escrita.pdf>. Acesso em: 04 de outubro de 2013. Habilidade Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato. (H5 - Eixo I) Questão 07 Há uma opinião do narrador sobre o fato de tia Brunilda gastar tanto dinheiro, expressa em: (A)“Outro dia eu perguntei”. (B)“Pacote da tia Brunilda!”. (C)“Vou arranjar um emprego”. (D) “Eu acho isso tão esquisito!” 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 16 18/12/13 16:06
    • 17Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental Comentários e Recomendações Pedagógicas Por meio desta questão, pode-se avaliar a habilidade de o aluno distinguir, no texto, um fato relatado e algum comentário ou opinião manifestada pelo narrador sobre tal fato. A alternativa correta é D: Eu acho isso tão esquisito! Ter uma visão global do texto é muito importante para localizar as referên- cias àquilo que é fato, distinguindo-as do que é opinião. É o momento em que o narrador, ou uma personagem, ou o autor (dependendo do gênero textual) expõe aquilo que pensa em relação ao fato. Uma maneira apropriada de criar condições para que os alunos desenvol- vam a habilidade é recorrer a textos de gêneros variados, que tragam os fatos e suas opiniões sobre os mesmos, para que exercitem a possibilidade de estabelecer relações entre elementos do texto, de forma a perceberem a diferença entre uma coisa e outra. O professor pode explorar outros textos em um exercício que pode ser fei- to oralmente, com a participação de toda a classe. Ele prepara na lousa (ou em outro material) duas colunas: uma para os fatos encontrados no texto e outra para as opiniões. A sala dividida em dois grupos que se alternam: quando um cita o fato, o outro deve dizer a opinião correspondente ou vice-versa. Se não souber, o primeiro pode responder e marcar ponto. É uma estratégia motivadora que auxilia o processo de construção de senti- dos para o texto. Habilidade Reconhecer diferentes formas de tratar uma informação na comparação de textos que tratam do mesmo tema, considerando as condições de produção e de recepção. (H 14- Eixo III) 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 17 18/12/13 16:06
    • Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental18 Leia os textos e responda à questão 8: Texto I No Facebook, usuários de Portugal e Congo são os que mais têm conexão com o Brasil 7 de outubro de 2012 | 16h53 Economia&Negócios Tomás M. Petersen, especial para O Estado de S. Paulo O Facebook anunciou nesta semana que bateu a marca de 1 bilhão de usuários ativos mensais, em 8 anos de existência. Todos esses usuários criam uma rede de 140,3 bilhões de conexões no mundo inteiro, segundo a rede social – ou seja, cada pessoa tem, em média, 140 amigos no Facebook. Para visualizar melhor essas conexões, a pesquisadora Mia Newman, da Uni- versidade de Stanford, nos Estados Unidos, elaborou um infográfico em par- ceira com o estúdio de design Stamen. O resultado foi um mapa interativo que mostra o ranking de conexões por países. Os cinco países que mais possuem amizades com o Brasil são, na ordem, Portugal, Congo, Espanha, Argentina e Japão. Texto II Infográfico destaca os 5 países com mais conexões com o Brasil (Reprodução) Disponível em: <http://blogs.estadao.com.br/radar-tecnologico/2012/10/07/no-facebook-portugal-e- -congo-sao-os-mais-conectados-com-o-brasil/>. Acesso em: 03 de outubro de 2013. 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 18 18/12/13 16:06
    • 19Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental A informação sobre os países com mais conexões com o Brasil, via Facebook, apresentada no gráfico, corresponde ao que se lê no texto em: (A) O Facebook anunciou nesta semana que bateu a marca de 1 bilhão de usu- ários ativos mensais, em 8 anos de existência. (B) Todos esses usuários criam uma rede de 140,3 bilhões de conexões no mundo inteiro. (C) Os cinco países que mais possuem amizades com o Brasil são, na or- dem, Portugal, Congo, Espanha, Argentina e Japão. (D) O resultado foi um mapa interativo que mostra o ranking de conexões por países. Comentários e Recomendações Pedagógicas Textos de gêneros diferentes (notícia e gráfico) tratam a mesma informação em composições organizacionais com características diferentes. Repetidos contatos dos alunos com essa diversidade textual é fundamental para desen- volver a habilidade em questão e, também, para assumir uma atitude crítica e reflexiva em relação às informações contidas nos textos. Embora tratem do mesmo assunto, os textos divergem em sua forma de abordagem. A disposição e a visibilidade das informações apresentadas no gráfico são fatores facilitadores para aqueles já habituados a essa leitura. Há nesse texto multimodal, a combinação das linguagens verbal e não verbal, com a função de exemplificar e reiterar as informações que também estão na notícia. Por seu caráter ilustrativo, o infográfico favorece o dinamismo da leitura, principalmente ao ser veiculado junto a textos verbais informativos envolvendo conteúdos quantitativos. Apesar do grande número de informações contidas nos dois textos, para res- ponder corretamente à questão, o aluno precisa localizar no texto I (notícia) a informação destacada no enunciado, que aparece no gráfico (texto II). Essa informação está explícita e o gabarito é C. Os distratores trazem informações, também facilmente apontadas no texto da notícia, no entanto não são as informações a que se refere o destaque no enunciado. Levar esse tipo de leitura para a sala de aula é uma prática recomendável, desde que mediada pelo professor. Há muitas atividades a serem realizadas tendo o jornal4 como suporte textual, entre estas convém privilegiar a inte- gração notícia e infográfico, bastante comum na esfera jornalística. 4 Sugestão de leitura para o professor: <http://revistaescola.abril.com.br/lingua-portuguesa/pratica- pedagogica/jornal-sala-aula-423555.shtml>. Acesso em: 30 de julho de 2013. 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 19 18/12/13 16:06
    • Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental20 Habilidade Reconhecer o efeito de sentido decorrente da escolha de uma determinada palavra ou expressão. (H27- Eixo V) Leia o texto e responda à questão 9. Tarde de sábado Por Cecília Meireles A tardezinha de sábado, um pouco cinzenta, um pouco fria, parece não possuir nada de muito particular para ninguém. Os automóveis deslizam; as pessoas entram e saem dos cinemas; os namorados conversam por aqui e por ali; os bares funcionam ativamente, numa fabulosa produção de sanduíches e ca- chorros-quentes. Apesar da fresquidão, as mocinhas trazem nos pés sandálias douradas, enquanto agasalham a cabeça em echarpes de muitas voltas. Tudo isso é rotina. Há um certo ar de monotonia por toda parte. O bondinho do Pão de Açúcar lá vai cumprindo o seu destino turístico, e moços bem falan- tes explicam, de lápis na mão, em seus escritórios coloridos e envidraçados, apartamentos que vão ser construídos em poucos meses, com tantos andares, vista para todos os lados, vestíbulos de mármore, tanto de entrada, mais tantas prestações, sem reajustamento — o melhor emprego de capital jamais ofere- cido! [...] Disponível em: <http://www.releituras.com/i_gemmal_cmeireles.asp>. Acesso em: 03 de outubro de 2013. 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 20 18/12/13 16:06
    • 21Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental Questão 09 No texto, a palavra tardezinha (1º parágrafo) reforça ao leitor a ideia de que a tarde: (A) segue sem novidades. (B) passa muito rapidamente. (C) está fria e movimentada. (D) transcorre sem monotonia. Habilidade Estabelecer relações entre causa e consequência, entre partes ou elementos de um texto. (H16 – Eixo IV) Leia o texto e responda à questão 10. Texto autobiográfico de Monteiro Lobato Nasci José Renato Monteiro Lobato, emTaubaté-SP, aos 18 de abril de 1882. [...] Aos 9 anos resolvi mudar meu nome para José Bento Monteiro Lobato dese- jando usar uma bengala de meu pai, gravada com as iniciais J.B.M.L. Fui Juca, com as minhas irmãs Judite e Esther, fazendo bichos de chuchu com palitos nas pernas. Por isso, cada um de meus personagens (Pedrinho, Narizi- nho, Emília e Visconde) representa um pouco do que fui e um pouco do que não pude ser. Aos 14 anos escrevi, para o jornal“O Guarani”, minha primeira crônica. Sempre amei a leitura. Li Carlos Magno e os 12 pares de França, o Robinson Crusoé e todo o JúlioVerne. Formei-me em Direito em 1904, pela Universidade de São Paulo. Queria ter cursado Belas Artes ou até Engenharia, mas meu avô, Visconde de Tremembé, amigo de Dom Pedro II, queria ter na família um ba- charel em Ciências Jurídicas e Sociais. Em maio de 1907 fui nomeado promotor em Areias - SP, casando-me no ano seguinte com Maria Pureza da Natividade, com quem tive o Edgar, o Guilher- me, a Marta e a Rute. [...] Em 1911 morreu o meu avô, Visconde de Tremembé, e dele herdei a fazenda Buquira, passando de promotor a fazendeiro. Na fazenda escrevi o Jeca Tatu, símbolo nacional. Comprei a “Revista do Brasil” e comecei, então, a editar meus livros para adul- tos. “Urupês” iniciou a fila em 1918. Surgia a primeira editora nacional “Mon- teiro Lobato & Cia”, neste mesmo ano. Antes de mim, os livros do Brasil eram impressos em Portugal. 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 21 18/12/13 16:06
    • Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental22 Quiseram me levar para a Academia Brasileira de Letras. Recusei. Não quis tran- sigir com a praxe de lá implorar votos. Tive muitos convites para cargos oficiais de grande importância. Recusei a to- dos. Getúlio Vargas (presidente do Brasil na ocasião) convocou-me para ser o Ministro da Propaganda. Respondi que a melhor propaganda para o Brasil, no exterior, era a“Liberdade do Povo”, a constitucionalização do país. [...] Dediquei-me à Literatura Infantil já em 1921. E, retomei a ela, anos depois, desgostoso dos adultos. Com“Narizinho Arrebitado”, lancei o“Sítio do Picapau Amarelo”. O sítio é um reino de liberdade e encantamento. Muitos já o classifi- caram de República. [...] Disponível em: <http://alturl.com/co9rh>. Acesso em: 29 de agosto de 2013. (Adaptado) Habilidade Estabelecer relações entre causa e consequência, entre partes ou elementos de um texto. (H 16- Eixo IV) Questão 10 De acordo com o texto, Monteiro Lobato se voltou à literatura infantil porque (A) gostava de ter personagens infantis em seus livros para adultos. (B) era apresentado como candidato à Academia Brasileira de Letras. (C) se sentia frustrado em relação ao comportamento dos adultos. (D) tinha a intenção de criar o“Sítio do Picapau Amarelo”para crianças. Comentários e Recomendações Pedagógicas Estabelecer relações entre causa e consequência, entre partes do texto de- pende do reconhecimento da função dos elementos que dão coesão textual, a partir da compreensão do texto num todo. Para responder corretamente à questão, o aluno deve observar o motivo pelo qual, Monteiro Lobato, em determinado momento de sua carreira como escritor, se volta para a literatura infantil, por estar frustrado com os adultos. Essa observação é apresentada no trecho “Dediquei-me à Literatura Infantil já em 1921. E, retomei a ela, anos depois, desgostoso dos adultos.” Para a leitura adequada desse trecho, faz-se necessário, que o aluno observe que o verbo em primeira pessoa “Dediquei-me” se refere ao autor/narrador e de que o pronome“ela”substitui o termo literatura, mencionado anteriormente. Essas relações de referência e substituição favorecem a coesão textual, que é necessária para observar a continuidade e as relações de causa e consequên- cia exigidas para a compreensão global do texto. 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 22 18/12/13 16:06
    • 23Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental Voltar-se à literatura infantil é consequência do fato de que Monteiro Lobato estava desgostoso dos adultos. Assim, de acordo com o texto, o enunciado da questão completa-se corretamente com o gabarito C: se sentia frustrado em relação ao comportamento dos adultos. Para que os alunos sejam motivados a desenvolverem essa habilidade, reco- mendamos as atividades disponíveis no Portal do Professor5 . 5 Disponível em: <http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=21165>. Acesso em: 04 de outubro de 2013. 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 23 18/12/13 16:06
    • Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental24 Referências Bibliográficas KLEIMAN, Angela. Oficina de leitura teoria e prática. 11. ed. Campinas: Pontes, 2007. BOJUNGA, Lygia. A Bolsa Amarela. 27. ed. Rio de Janeiro: Agir,1995. MARCUSCHI, Antônio Luiz. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola Editorial, 2008. Sites pesquisados http://www.sobiologia.com.br/conteudos/jornal/noticia3.5.php. Acesso em: 02 de outubro de 2013. http://portal.saude.gov.br/saude/visualizar_texto.cfm?idtxt=22388>. Acesso em: 24 de julho de 2013. http://www2.uol.com.br/laerte/tiras/index-gatos.html. Acesso em: 02 de outubro de 2013. http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=37903. Acesso em: 04 de outubro de 2013. http://www.alemdasletras.org.br/biblioteca/material_formadoras/Salto_para_o_futuro_Praticas_de_leitura_e_escrita.pdf. Acesso em: 04 de outubro de 2013. http://blogs.estadao.com.br/radar-tecnologico/2012/10/07/no-facebook-portugal-e-congo-sao-os-mais-conectados- com-o-brasil/. Acesso em: 03 de outubro de 2013. http://revistaescola.abril.com.br/lingua-portuguesa/pratica-pedagogica/jornal-sala-aula-423555.shtml. Acesso em: 30 de julho de 2013. http://www.releituras.com/i_gemmal_cmeireles.asp. Acesso em: 03 de outubro de 2013. http://alturl.com/co9rh>. Acesso em: 29 de agosto de 2013. http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=21165>. Acesso em: 04 de outubro de 2013. 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 24 18/12/13 16:06
    • 25Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental Avaliação da Aprendizagem em Processo Comentários e Recomendações Pedagógicas – Língua Portuguesa Coordenadoria de Informação, Monitoramento e Avaliação Educacional Coordenadora: Ione Cristina Ribeiro de Assunção Departamento de Avaliação Educacional Diretor: William Massei Assistente Técnica: Maria Julia Filgueira Ferreira Centro de Aplicação de Avaliações Diretora: Diana Yatiyo Mizoguchi Equipe Técnica DAVED participante da AAP Ademilde Ferreira de Souza, Cyntia Lemes da Silva Gonçalves da Fonseca, Juvenal de Gouveia, Patricia e Barros Monteiro, Silvio Santos de Almeida Coordenadoria de Gestão da Educação Básica Coordenadora: Maria Elizabete da Costa Departamento de Desenvolvimento Curricular e de Gestão da Educação Básica Diretor: João Freitas da Silva Centro do Ensino Fundamental dos Anos Finais, Ensino Médio e Educação Profissional Diretora: Valéria Tarantello de Georgel Equipe Curricular CGEB de Língua Portuguesa e Literatura Angela Maria Baltieri Souza, Clarícia Akemi Eguti, Idê Moraes dos Santos, João Mário Santana, Kátia Regina Pessoa, Mara Lúcia David, Marcos Rodrigues Ferreira, Roseli Cordeiro Cardoso, Rozeli Frasca Bueno Alves Elaboração do material de Língua Portuguesa 7º ano – Angela Maria Baltieri Souza, Roseli Cordeiro Cardoso, Rozeli Frasca Bueno Alves Leitura Crítica Professores Coordenadores dos Núcleos Pedagógicos das Diretorias de Ensino Ana Cristina Fermino, Ana Maria Sant’Ana Mazivieiro, Andrea Righeto, Aparecida Valentina Ivizi Mantovani, Cleber Luis Dengue, Denise Aparecida Xavier, Edina Narta Dascanio Ferreira, Elaine Gonçalves Ramos, Giane de Cássia Santana, Gisele Maria Russel, Graciana B.Inácio Cunha, Irene Rio Stéfani, Lúcia Helena Calderaro, Magda Regina Pereira Bizio, Marcia Cristina Gonçalves, Maria Márcia Zampronio Pedroso, Marisa Aparecida Palhares Raposo, Mônica Silva de Lima, Patrícia Fernanda Morande Roveri, Raquel Tegedor Azevedo, Reginaldo Inocenti, Ronaldo Cesar Alexandre Formici, Rosmeiri Aparecida Rodrigues, Valéria Leão Leitura Crítica e Revisão Equipe Curricular de Língua Portuguesa – CGEB Clarícia Akemi Eguti, Katia Regina Pessoa, Mara Lúcia David, Marcos Rodrigues Ferreira, Rozeli Frasca Bueno Alves Revisão 7º ano – Rozeli Frasca Bueno Alves 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 25 18/12/13 16:06
    • Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental26 Anotações 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 26 18/12/13 16:06
    • 27Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 27 18/12/13 16:06
    • Comentários e Recomendações Pedagógicas / Avaliação de Língua Portuguesa – 7o ano do Ensino Fundamental28 30_AAP_RPLP_7EF_professor.indd 28 18/12/13 16:06