Como usar internet na campanha politica (Facebook, Websites, Blogs, etc)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Como usar internet na campanha politica (Facebook, Websites, Blogs, etc)

on

  • 421 views

Nosso objetivo é mostrar como políticos podem usar a internet e as redes sociais para alavancar suas campanhas políticas. ...

Nosso objetivo é mostrar como políticos podem usar a internet e as redes sociais para alavancar suas campanhas políticas.
Seja para o legislativo ou executivo a internet e redes sociais podem ajudar na divulgação e engajamento político e este manual tem o objetivo de mostrar a malhor maneira.

Statistics

Views

Total Views
421
Views on SlideShare
418
Embed Views
3

Actions

Likes
0
Downloads
19
Comments
0

3 Embeds 3

http://www.linkedin.com 1
http://www.slideee.com 1
http://www.google.com.br 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Como usar internet na campanha politica (Facebook, Websites, Blogs, etc) Document Transcript

  • 1. Em  2014  teremos  um  ano  polí3co  e  tanto!  Eleições   para  presidente,  senador,  deputado  federal  e   estadual,  além  de  governador,  enfim  todos  estarão   lutando  por  um  cargo.  A  eleição  presidencial,   obviamente,  dominará  o  cenário  polí3co  mas  todas   as  outras  disputa  também  serão  importanEssimas.       Há  alguns  anos  atrás,  a  campanha  eleitoral  seria   basicamente  feita  através  de  propaganda  na  TV,   rádio  e  centenas  de  outdoors,  galhardetes  e  adesivos   espalhados  pela  cidade,  mas  2014  será  um  ano   diferente.  De  norte  a  sul  do  país,  a  Internet  se  tornou   peça-­‐chave  na  batalha  polí3ca  e  campanhas  bem   pensadas  –  em  todos  os  níveis  –  voltarão  seus   esforços  em  integrar  as  ferramentas  digitais  a  todos   os  aspectos  da  corrida  eleitoral.     É  fundamental  uma  campanha  virtual  bem   estruturada  e  totalmente  integrada  com  o  contato   pessoal  e  todas  as  formas  de  campanha.       A  seguir  listei  alguns  pontos  que  devem  ser   considerados  e  explorados  na  campanha  online:    
  • 2. Recrutamento       Advinha:  A  maioria  de  nós  usa  a  internet  de  alguma   forma,  seja  em  um  computador  ou  telefone  celular,  e   as  ferramentas  de  publicidade  on-­‐line  para  a  mídia   social  podem  ser  ó3mas  maneiras  de  se  conectar   com  possíveis  voluntários  e  eleitores.       Mobilização       Ferramentas  de  marke3ng  on-­‐line  são  excelentes   maneiras  de  ajudar  as  campanhas  a  terem  pessoas   trabalhando  a  seu  favor.  Simpa3zantes  da  campanha   podem  convocar  seus  vizinhos  e  amigos  pelo   Facebook  ou  e-­‐mail,  par3cipar  de  “debates  virtuais”,     impulsionar  vídeos  e  até  falar  em  público  a  favor  da   campanha,  através  de  um  blog  ou  algum  evento.       Organização  Popular       Ferramentas  digitais  parecem  ter  o  dom  de  arrebatar   mul3dões.  Tablets  e  Smartphones  estão  por  toda   parte  e  as  campanhas  devem  u3lizar  esse  fato  para   impulsionar  as  pessoas  a  se  engajarem  na  campanha.    
  • 3. Aplica3vos  e  sites  o3mizados  para  smartphones   podem  disponibilizar  mapas,  endereços,  vídeos  e   indicar  lugares  favoráveis  para  o  trabalho  de  cabos   eleitorais.     Comunicação       Canais  digitais  são  vitais  para  espalhar  a  mensagem   da  campanha  em  ambiente  digital.  Twi]er,  Facebook,   YouTube,  Google  e  Blogs  são  potenciais  canais  de   propaganda.  A  campanha  pode  u3lizar   frequentemente  seus  próprios  canais  digitais  e   principalmente  de  seus  seguidores  para  a3ngir  seu   público  alvo,  fazendo  com  que  essas  pessoas   escutem  a  mensagem  feita  para  elas.  Canais  digitais   também  são  muito  eficientes  em  se  comunicar  com   jornalistas,  blogueiros  e  a3vistas  on-­‐line.  Campanhas   eficientes  vão  empregar  um  mix  de  propaganda   virtual  paga,  mídia  social  e  tópicos  pontuais  para   es3mular  a  conversa  online.   Além  de  passar  uma  mensagem,  campanhas  devem   usar  a  Internet  para  se  testar.  A  propaganda  online,   par3cularmente,  é  um  bom  teste  para  slogans  e   posicionamento:  Ao  iniciar  um  conjunto  de  anúncios  
  • 4. Aplica3vos  e  no  Facebook  e  Google,  por  exemplo,   pode-­‐se  ter  uma  ideia  do  nível  de  interação  com  os   eleitores  (essa  interação  pode  ser  medida  através  de   conversão  para  o  site  ou  cadastramento  de   voluntários).    Enviar  e-­‐mails  com  variações  da  mesma   mensagem  para  um  determinado  grupo,  também  é   uma  boa  maneira  de  testar  a  eficiência  da  mensagem   antes  de  envia-­‐la  para  todos.       Targe9ng       Candidatos  à  presidência  conseguem  atenção  da   mídia  cada  vez  que  se  pronunciam  sobre  algum   tópico,  porém  o  mesmo  não  acontece  com   candidatos  a  Câmara.  Em  uma  campanha  com   orçamento  limitado  e  menos  atenção  da  mídia,  saber   quem  é  o  seu  público  alvo  é  fundamental  para  fazer   melhor  uso  do  orçamento.   Propaganda  na  TV  é  pra3camente  inviável,  nesse   caso  anúncios  no  Facebook  e  Google,  que  são   rela3vamente  baratos,  podem  ser  excelentes  formas   de  segmentar  sua  audiência,  fazendo  sua  mensagem   a3ngir  exatamente  o  seu  público  alvo,  seja  ele   determinado  por  idade,  nível  de  escolaridade,  região   demográfica,  etc.  
  • 5. Resposta  Rápida       Os  canais  digitais  também  são  excelentes  maneiras   de  responder  a  possíveis  ataques  ou  comentários   desfavoráveis  feitos  por  outros  candidatos  ou   jornalistas.  A  propaganda  online  é  uma  maneira   rápida  e  eficaz  de  responder  e  influenciar  possíveis   eleitores.  Essa  resposta  pode  ser  feita  através   propaganda  paga  no  Google,  vídeos  no  YouTube,   postagens  em  blogs,  postagens  em  redes  sociais  e  e-­‐ mails  para  assessoria  de  imprensa  e  simpa3zantes.     Agora  devemos  analisar  e  infraestrutura  para   marke3ng  digital  que  as  campanhas  deverão  ter,   depois  vamos  coloca-­‐las  em  uso.    
  • 6. Agora  devemos  analisar  e  infraestrutura  para   marke3ng  digital  que  as  campanhas  deverão  ter,   depois  vamos  coloca-­‐las  em  uso.     Ferramentas  e  tá9cas       Usar  a  Internet  para  polí3cos  pode  parecer   rela3vamente  novo  para  alguns  de  nós,  mas  na   verdade  a  parte  online  da  campanha,  nada  mais  é  do   que  a  campanha  polí3ca  clássica  feita  de  forma   digital.  Por  exemplo,  podemos  imaginar  o  website   como  uma  versão  eletrônica  do  comitê  eleitoral  e  o   trabalho  com  blogueiros  pode  ser  comparado  a   lideranças  regionais.       Comparada  a  ferramentas  de  campanha  polí3ca   tradicional,  a  Internet  verdadeiramente  destaca-­‐se   na  facilidade  em  manter  relações  e  dar  atenção  a   muitas  pessoas  ao  mesmo  tempo.  Canais  como  o   Facebook,  Twi]er,  YouTube  e  e-­‐mail  conecta  a   campanha  diretamente  com  voluntários  e   simpa3zantes  criando  um  canal  rápido  e  eficiente   para  a  distribuição  de  noEcias,  convite  para  eventos  e   discussão  de  tópicos  relevantes.    
  • 7. Desde  que  a  execução  do  plano  seja  eficiente  os   resultados  podem  ser  extremamente  sa3sfatórios   para  a  relação  campanha-­‐eleitores.     Coordenadores  de  campanhas  tradicionais  podem  ter   dificuldade  no  universo  online,  devido  a  essa   natureza  intera3va  da  Internet  (outdoors  não  são   intera3vos),  mas  a  recompensa  de  um  bom  trabalho   online  pode  ser  imensa.  Uma  campanha  polí3ca   digital  bem  feita,  pode  trazer  resultados  incríveis   para  os  candidatos.       Visão  Geral       Antes  de  par3rmos  para  detalhes  técnicos  da   campanha  na  Internet,  vamos  falar  um  pouco  sobre  a   visão  geral  de  uma  campanha  polí3ca.  Campanhas   polí3cas  existem  por  um  simples  mo3vo:  vencer  a   corrida  eleitoral.  Uma  grande  margem  na  vitória  é   muito  bom,  mas  resultados  nas  eleições  são   absolutos  –  alguns  ganham  e  outros  perdem.    
  • 8. Para  vencer  as  eleições  em  2014,  campanhas   eleitorais  precisarão  cumprir  três  funções  básicas,   todas  podem  ser  feitas,  pelo  menos  em  parte,   digitalmente:     -­‐  Recrutar:  criar  uma  rede  de  voluntários,   simpa3zantes  e  votantes  em  potencial.     -­‐  Mobilizar:  fazer  com  que  essas  pessoas  façam   algo  pela  campanha,  conversem  com  amigos,   vizinhos,  etc.     -­‐  Comunicar:  Expor  ponto  campanha  para  as   pessoas  que  interessam.  Mensagem  para   aposentados,  devem  chegar  aos  aposentados;   mensagens  para  jornalistas,  devem  chegar  aos   jornalistas;  e  assim  sucessivamente.     Tudo  que  é  feito  durante  a  campanha  tem  um  custo,   mesmo  que  esse  custo  seja  o  tempo  empregado  em   uma  determinada  tarefa.  Campanhas  de  sucesso   serão  implacáveis  em  relação  ao  emprego  de  tempo   e  dinheiro  –  não  gastarão  nenhum  dos  dois  a  não  ser   que  sejam  extremamente  necessário.    
  • 9. Então  sempre  que  alguém  disser  “nós  deveríamos  ter   uma  conta  no  FourSquare,”  a  primeira  pergunta  que   deve  ser  feita  é  se  o  fato  de  estar  no  FourSquare  vai   ajudar  a  recrutar  voluntários,  ganhar  simpa3zantes   ou  ganhar  possíveis  eleitores.  E  a  próxima  questão?   Estar  no  FourSquare  é  a  melhor  maneira  de  a3ngir   esse  obje3vo?  Se  não  é,  a  campanha  deve  analisar  se   vale  a  pena  inves3r  tempo  e  dinheiro  nesta   empreitada.       Esse  calculo  deve  ser  feito  para  cada  uma  das   ferramentas  e  tá3cas  apresentadas  neste  livro.  Vale  a   pena  ou  não?     Até  o  momento  falamos  sobre  a3vidades  essenciais,   mas  para  que  essas  a3vidades  sejam  bem  realizadas   devemos  usar  as  ferramentas  corretas.     A  campanha  deve  se  apoiar  em  3  ferramentas  básicas   para  ser  bem  sucedida  e  somente  profissionais  bem   treinados,  qualificados  e  com  experiência  são   capazes  de  iden3ficar  e  u3lizar  essas  ferramentas  de   forma  apropriada.    
  • 10. Temos  conhecimentos,  qualificações  e  experiência   suficiente  para  realizar  um  bom  trabalho  e   acreditamos  que  uma  parceria  entre  nós  seria  um   sucesso.     Caso  tenha  interesse  em  explorar  o  máximo  sua   campanha  online,  podemos  ajudar.     Para  mais  informações:     Email:  jean@jeanmacedo.com   www.linkedin.com/in/jeanmacedo   Telefone:  98271-­‐6304  
  • 11. Sobre  Jean  Macedo     Sou  formado  em  Publicidade  e  Propaganda  pela  PUC-­‐ RJ  e  Pós-­‐graduado  em  Administração  pela  Webster   University  na  Flórida,  Estados  Unidos.     Durante  o  tempo  que  morei  no  exterior  par3cipei  de   diversos  cursos,  workshops  e  seminários  sobre  SEO   (O3mização  de  sites  para  Mecanismos  de  Busca),  UX   (User  Experience),  Digital  Marke3ng  e  Time   Op3miza3on  em  ins3tuições  como  Adap3ve  Path  e   SocialMouths.     Trabalhei  como  Designer  e  analista  de  Marke3ng   Digital  para  a  TV  Azteca  América,  Analista  Digital   Sênior  para  campanha  ao  Governo  da  Florida  da   candidata  Democrata  Alex  Sink,    posteriormente   como  Coordenador  de  Marke3ng  Digital  para  o  canal   MundoFOX  (Flórida);  e  também  como  consultor  de   Marke3ng  para  empresas  e  profissionais  liberais.