UP: Processos e Interações Nutricionais
Eixo V: Enfermagem no contexto da atenção/assistência à saúde.
Curso: Enfermagem
P...
Estudo de caso: criança
ESTUDO DE CASO: Astrogilda foi a Unidade de Saúde Pôr do sol para realizar o
2º acompanhamento de ...
2. A alimentação complementar da criança teve uma introdução correta? Caso não
qual seria a orientação correta?
Não, a mãe...
Estudo caso_criança_nutricional
Estudo caso_criança_nutricional
Estudo caso_criança_nutricional
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Estudo caso_criança_nutricional

119 views
75 views

Published on

1 Comment
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
119
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
1
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Estudo caso_criança_nutricional

  1. 1. UP: Processos e Interações Nutricionais Eixo V: Enfermagem no contexto da atenção/assistência à saúde. Curso: Enfermagem Prof.ª Genykléa Silva de Oliveira Aluna: Jeane Xavier da Costa Estudo de caso: Avaliação do estado nutricional de crianças menores de 2 anos
  2. 2. Estudo de caso: criança ESTUDO DE CASO: Astrogilda foi a Unidade de Saúde Pôr do sol para realizar o 2º acompanhamento de CD de seu filho Aguinogildo de 1 ano e 1 mês. Ao entrar na sala de consulta a enfermeira aferiu o comprimento e o peso da criança, pediu resultados de exames que o pediatra havia passado e fez algumas perguntas em relação a vida da família e a alimentação da criança. Obtendo os seguintes dados: Sociais: pais com escolaridade de 2º grau completo, pai empregado na construção civil e recebendo benefício do PBF. Dados do Nascimento: a termo e peso ao nascer 3900g e 51cm de comprimento. Dados atuais: Peso = 10Kg Estatura:76cm. Exames: Hb = 10,6g/dl Antecedentes alimentares: mamou exclusivamente 1 mês, formulas infantis até os 4 meses. - Introdução de frutas:4 meses suco e 5 meses a fruta amassada. - Sopa salgada ou caldo de feijão com arroz. 1. Qual o diagnóstico nutricional conforme os índices antropométricos preconizados pelo MS para esta faixa etária e exame bioquímico? P/I = >P 50 −−> Peso adequado para a idade . E/I = > 𝐏 50 e < 𝐏 85 −−> Estatura adequada para a idade. P/E = >P 50 −−> Eutrofia IMC = 10kg / (0,72m)² = 10 / 0,5776 = 17,3kg / m² = 17kg / m² −−> >P 50 −−>Eutrofia Exames: Hb = 10,6g/dl −−> criança anêmica
  3. 3. 2. A alimentação complementar da criança teve uma introdução correta? Caso não qual seria a orientação correta? Não, a mãe errou quando não proporcionou a amamentação exclusiva até os 6 meses. E a alimentação complementar após o desmame deveria ser até os 1 anos de idade e não até os 4 meses. Papas salgadas e doces em consistência de purê e separados. E somente a partir dos seis meses, dar alimentos complementares, cinco vezes ao dia, já que a criança entrava-se desmamada, devendo ser oferecida com colher ou copo, no caso da oferta de líquidos, esses alimentos são importante por que a partir dessa idade, a criança já apresenta maturidade fisiológica e neurológica para receber outros alimentos. Encaminhamentos: o Suplementação de ferro, pois a criança estava anêmica (anemia ferropriva ). o Administração de suplementação de vitamina A. o Encaminha a nutricionista. 4. Faça um folder com orientações nutricionais com o objetivo de promover a alimentação saudável para ser entregue a mães de menores de 2 anos, baseado nos Dez passos para uma alimentação saudável: Guia alimentar para crianças menores de dois anos. Obs: o guia encontra-se no AVA

×