Olimpíadas 2012 e Redes Sociais
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Olimpíadas 2012 e Redes Sociais

on

  • 2,531 views

Uma análise crítica e as oportunidades relacionadas ao uso das mídias sociais nos eventos esportivos. #olimpiadas #redessociais #londres2012

Uma análise crítica e as oportunidades relacionadas ao uso das mídias sociais nos eventos esportivos. #olimpiadas #redessociais #londres2012

Statistics

Views

Total Views
2,531
Views on SlideShare
2,507
Embed Views
24

Actions

Likes
4
Downloads
53
Comments
3

5 Embeds 24

http://marketingdigital.pro.br 12
https://www.linkedin.com 5
http://www.linkedin.com 3
http://linkmodelo1.blogspot.com.br 3
https://twitter.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Olimpíadas 2012 e Redes Sociais Presentation Transcript

  • 1. Esta não é uma apresentação oficialdas Olimpíadas de Londres. Trata-sede um estudo realizado pela equipede consultores da TerraForum paraampliar a compreensão da presençado evento nas redes sociais. O con-teúdo desta apresentação está sobrea proteção da Licença de Atribuição3.0 da Creative Commons (CC-BY).Você pode compartilhar livrementeo estudo na íntegra ou trechos parafins comerciais e não comerciais,desde que citada a fonte.
  • 2. S ocia is & IndiceR edesOverviewAtletasEmpresasLondresImprensaMemesApps Analise TerraForum
  • 3. ve rv iewO Entenda por que as redes sociais marcaram Londres 2012
  • 4. OverviewLondres 2012 foi considerada a “Olimpía-da das mídias sociais” pela imprensa e porespecialistas no setor. Isso aconteceu prin-cipalmente porque entre 2008 (Olimpíadasde Pequim) e 2012, houve um aumentoglobal no uso das redes sociais.Confira, a seguir, como as redes sociaisforam utilizadas por todos que participa-ram do evento de alguma maneira. Atletas,times, empresas, imprensa e os organiza-dores do evento oficial aproveitaram o po-der das redes sociais para ampliar a reper-cução de suas atuações nas Olimpíadas. Fonte dos infográficos: www.fastcodesign.com/1670386/infographic- whats-different-about-the-2012-olympics-social-media-basically#1
  • 5. Overview Bastante planejamento estratégico em ações nas redes sociais: games e interatividade, em que usuários participam da criação de conteúdo, se destacaram Evento presente na timeline (dia a dia) dos usuários Facebook criou portal olímpico para os fãs das Olimpíadas Contas oficiais de Twitter para cada modalidade esportiva Fonte dos infográficos: www.fastcodesign.com/1670386/infographic- whats-different-about-the-2012-olympics-social-media-basically#1
  • 6. Overview Torcedores e atletas passaram os jogos olímpicos com celulares e tablets na mão. Qual foi o resultado desse novo hábito? Pesquisa Google 1: metade das buscas e streams de vídeo durante os jogos olímpicos são provenientes de celu- lares e tablets Pesquisa Google 2: a maior parte das pes- quisas para “Paul McCartney”, durante a abertura dos jogos, veio a partir de smartphones Infográfico: percentual de buscas totais relacionadas aos jogos, que ocorreram em smartphones e tablets durante os dois primeiros dias das Olimpíadas. Percebam que o Brasil tem um dos menores índices Fonte do infográfico: www.thinkwithgoogle.com/insights/library/info- graphics/olympics-related-global-mobile-search-share/
  • 7. Overview Cerimônia de abertura (2h45): quase 10 milhões de tweets na rede e 150 milhões durante os 16 dias de competição Estima-se que a cerimônia teve 1 bilhão de espectadores no mundo Em março de 2012, a média de tweets por dia era de 340 milhões Se considerarmos esse dado, a média de tweets em 3 horas seria de 42 milhões Instagram é ouro na “Olimpíada das redes sociais”: mais de 100 mil fotos exclusivas de Londres foram compartilhadas A página do Facebook criada para cobrir as Olimpíadas investiu bastante em fotos de Instagram. Algumas alcançaram 24 mil likes www.proxxima.com.br/proxxima/negocios/noticia/2012/08/13/ Instagram-vence-Olimpiada-Digita
  • 8. Atl eta se sS oci aisRe de Londres 2012 teve bons e maus exemplos de uso das redes sociais como ferramentas para aproximar atletas e fãs
  • 9. es So ciais: letas e Red rasAtAs reg as? vam clare sta
  • 10. Atletas e Redes Sociais A promessa: “Nós encorajamos os atletas a compartilharem informações pelas redes sociais” - Andrew Mitchell, porta-voz do Comitê Olímpico Internacional (COI) A prática: Comitê Olímpico Internacional: proibiu a promoção de qualquer marca, produto ou serviço nas redes sociais de times e de atletas durante a competição, recomendou para o cuidado nas posta- gens de imagens por questões de copyright e direitos de trans- missão e sugeriu atenção com o conteúdo das postagens Comitê Olímpico Brasileiro (COB): nenhuma orientação foi dada especificamente aos atletas brasileiros sobre o melhor uso das redes sociais O aprendizado: é importante encorajar o uso das redes sociais, mas também é preciso ser transparen- te e discutir as regras do jogo
  • 11. es So ciais: e Red soAtletasB om sen ers al?eu niv As redes sociais poderiam ser ótimas ferramentas de interação entre atletas e fãs. No entanto, muitos não sou- beram como utilizá-las bem
  • 12. Atletas e Redes Sociais Palavrões: Após admitir erro em luta, a judoca Rafaela Silva xingou segui- dores no Twitter Crítica: “Brasileira é eliminada por golpe irregular’. Passa anos se pre- parando para ser eliminada por uma burrice dessas. Merece voltar nadan- do de lá” @FaladeSolteira Resposta: “VSF FDP. Perdi, sim. Sou humana como todos, errei e sei que tenho capacidade de chegar e con- quistar uma vaga para 2016” http://olimpiadas.ig.com.br/2012-08-02/abertura-as-redes-sociais- transforma-twitter-em-vilao-para-atletas-olimpicos.html
  • 13. Atletas e Redes Sociais Racismo: atleta grega foi ex- pulsa das Olímpiadas após comentário racista contra afri- canos no Twitter Declaração: “Com tantos afri- canos na Grécia, pelo menos os mosquitos do Nilo comerão comida caseira” http://olimpiadas.ig.com.br/2012-08-02/abertura-as-redes-sociais- transforma-twitter-em-vilao-para-atletas-olimpicos.html
  • 14. Atletas e Redes Sociais Racismo: jogador de futebol publicou tweet ofendendo sul-coreanos Declaração: “todos os sul-core- anos são atrasados mentais” http://olimpiadas.ig.com.br/2012-08-02/abertura-as-redes-sociais- transforma-twitter-em-vilao-para-atletas-olimpicos.html
  • 15. es So ciais: e Red araAtletasGe nt ep elh arse esp Alguns atletas usaram muito bem as redes sociais, intera- gindo com seus seguidores e lidando com milhares de men- sagens negativas e positivas que recebiam diariamente
  • 16. Atletas e Redes Sociais Maurren Maggi pediu desculpas aos fãs brasileiros pelo Twitter depois da desclassi- ficação Declaração: “Oi gente, peço desculpas a todos os brasilei- ros, como havia falado anterior- mente. Por um dedo de falta, o salto foi bom, mas não deu” http://www.jb.com.br/londres-olimpiada-2012/noticias/2012/08/08/ pelo-twitter-maurren-maggi-pede-desculpas-aos-brasileiros/
  • 17. Atletas e Redes Sociais Britânico usou Twitter para dizer que lesão não afetará desempenho em Londres Declaração: “Peço desculpas por ter abandonado o Grand Prix por causa de uma leve contratura muscular, mas estarei pronto logo. Nos vemos em 7 de agosto” http://olimpiadas.ig.com.br/2012-07-24/ameacado-britanico-do-salto- triplo-usa-twitter-para-minimizar-lesao.html
  • 18. des S ociais:Atleta s e Re al p ode de s ociRe cin io? ar p atrovir Com as redes sociais, a marca social do atleta está sendo mais valorizada. Veja como isso impacta nas suas chances de patrocínio
  • 19. Atletas e Redes Sociais As mídias sociais dos atletas se tornaram uma ferramenta de marketing, possibilitan- do a criação de parcerias entre empresas e atletas-embaixadores que possuem audiên- cia expressiva Mas… Não basta ter uma presença forte nas redes. A imagem do atleta, a modali- dade que compete e os resultados nos cam- peonatos também importam para parceria Alerta: o importante é não fazer somente propaganda, mas pensar em como engajar os seguidores e em como criar histórias in- teressantes
  • 20. Atletas e Redes Sociais Times criaram perfis para informar resul- tados de seus atletas Atletas dos EUA protestam no Twitter por veto a propagandas. Confira o caso que ganhou maior destaque: O começo: o atleta Leo Manzano ten- tou postar uma foto em que aparecia ao lado dos tênis de seu patrocinador. Como os calçados não eram do parceiro dos jogos olímpicos, ele foi proibido #WeDemandChange2012: o corredor reclamou em seu perfil no Facebook, e isso gerou a onda de protestos Resultado: um grupo de esportistas do país reclamou por restrições que o evento impõe à publicidade, como o que impe- de que os atletas usem redes sociais para falar de patrocinadores pessoais
  • 21. Atletas e Redes Sociais Foto de Michael Phelps para Louis Vuitton vaza na imprensa durante os jogos Atleta correu o risco de perder medalhas por fazer anúncio com empresa que não patrocinou as Olimpíadas
  • 22. Atletas e Redes Sociais Top 10 atletas que tiveram mais de 1 mi- lhão de menções no Twitter durante as Olimpíadas: 1. Usain Bolt (@UsainBolt): tentamos per- guntar para ele, mas não deu tempo! 2. Michael Phelps (@MichaelPhelps): preci- sa explicar? 3. Tom Daley (@TomDaley1994): o inglês atraiu a atenção pela beleza e pelo co- mentário de um adolescente no Twitter que disse que o pai do atelta - que faleceu há um ano - teria vergonha da derrota dele 4. Ryan Lochte (@ryanlochte): norte-ameri- cano foi um dos principais concorrentes de Phelps 6. Andy Murray (@andy_murray) 5. Gabby Douglas (@gabrielledoug): teve 7 Kobe Bryant (#GetKobeOnTwitter) . história contada pela P&G e levou dois ou- 8. Yohan Blake (@YohanBlake) ros para casa 9. Lee Chong Wei (@Lee_C_Wei) 10. LeBron James (@KingJames)
  • 23. pre sa seEm ci ais des SoRe Campanhas digitais destaca- ram patrocinadores e não pa- trocinadores de Londres 2012
  • 24. Empresas e Redes SociaisP&G (patrocionador oficial global) Por que não falar da mesma coisa que to- dos, mas com outro ponto de vista? Cam- panha global com foco nas mães dos atletas olímpicos. Nela, mães davam seus depoimentos, que foram divulgados em vídeos junto com imagens de diversos mo- mentos da vida dos filhos Resultado: foi uma das campanhas de maior destaque nas Olimpíadas, sendo o patrocina- dor mais buscado no Google http://www.facebook.com/PGlatino/app_242163879217341
  • 25. Empresas e Redes SociaisCoca-Cola (patrocionador oficial global) O que você levará para a Batida Global? Campanha incentiva os fãs a criarem ví- deos e músicas a partir de app exclusivo para deixarem sua marca nas Olimpía- das de Londres Resultado: mais de 3 milhões de batidas foram criadas no mundo
  • 26. Empresas e Redes SociaisCoca-Cola integrando on e off-line Gincana Entre no Ritmo: integração do on-line e off-line através de uma gincana em que o participante interagia com o Twitter da marca e com as garrafas especiais do evento Toda segunda, quarta e sexta-feira, a partir do dia 27/06, a fanpage fez difer- entes desafios para os usuários concorrerem a um kit dos jogos (com 3 ioiôs, 3 copos temáticos, 3 bottons e 1 CocaColar) Desafios: perguntas sobre os jogos que deveriam ser respondidas na conta oficial do Twitter e envio de fotos com as tampinhas de Coca-Cola Som na Tampa: criação de tampinhas colecionáveis artes que remetem a sons de instrumentos musicais, esportes e Coca-Cola cada arte da tampinha física representa um som virtual, que é habilitado por Realidade Aumentada os usuários poderão fazer suas próprias músicas através da ferramenta “Som na Tampa” e salvar sua criação em mp3, além de compartilhar pelas redes sociais
  • 27. Empresas e Redes SociaisGE (patrocionador oficial global) HealthyShare: marca buscou engajar usuários a cuidarem melhor de sua saúde a partir de desafios. O usuário ganha pontos ao praticar os exercícios e seguir as sugestões nutricionais em vida real Como foi? Cada desafio é um treinamento feito por um atleta olímpico. Um dos desa- fios, por exemplo, é praticar natação: um nadador profissional tem rotina de treina- mento que inclui 20-40 minutos de cardio, 30 exercícios abdominais, musculação com pesos leves e muito tempo na piscina. “O que você fez para treinar como um nadador hoje?”, perguntava
  • 28. Empresas e Redes SociaisPanasonic(patrocionador oficial global) Flag tag: usuário podia “pintar a cara” virtualmente com a bandeira de seu país Resultado: mais de 60 mil pessoas pintaram a cara durante as Olimpía- das. Um ranking de países foi criado
  • 29. Empresas e Redes SociaisPanasonic (patrocionador oficial global) Corra a maratona de Londres junto com pes- soas de todo o mundo: usuário cria avatar per- sonalizado e corre a maratona de Londres num game (Google Steet View)
  • 30. Empresas e Redes SociaisMcDonald’s (patrocionador oficial global) McDonald’s UK investiu em conteúdo gerado por usuários para sua cam- panha em Londres 2012: mais de mil fãs já enviaram suas imagens pessoais para uma aba especial no Facebook Integração com off-line: McDonald’s EUA distribuiu códigos nos sanduíches com menos de 400 calorias. Usuário entra no aplicativo com o código e pode concorrer a prêmios. Se a equipe dos EUA ganhas- se o ouro no evento do código, o usuário ganharia um prêmio
  • 31. Empresas e Redes SociaisVISA (patrocionador oficial global) “Inspire os atletas olímpicos com a sua torcida”: app no Facebook onde usuários podiam enviar um elogio de apoio para atletas olímpicos e paraolímpicos Como foi: Usuários podiam “torc- er” por um país, um atleta ou uma modalidade Resultado: em todo o planeta, mais de 60 milhões de pessoas torceram pelo app da Visa
  • 32. Empresas e Redes SociaisSamsung (patrocionador oficial global) Cobertura no Facebook, destacando a mobili- dade proporcionada por celulares e tablets Take Part 2012: jogo mobile cria- do para usuário simular diversas modalidades olímpicas Possibilidade de desafiar amigos pelo Facebook Ranking de competidores e de países Teste de conhecimentos por enquetes
  • 33. Empresas e Redes SociaisEDF Energy(patrocionador oficial das olimpiadas de Londres) É possível medir os sentimentos de um evento numa rede social? A EDF Energy está com uma proposta de medir via Twitter as reações das pessoas em relação a Londres 2012, transformando os posts em sentimento Resultado em uma roda gigante: o moni- toramento resulta na mudança da ilumi- nação da roda gigante London Eye con- forme o interesse das pessoas Resultado: aplicativo com todas as métricas
  • 34. Empresas e Redes SociaisBritish Airways(patrocionador oficial das Olimpiadas de Londres) Cada mala representa um país: a British Airways divulgou seu patrocínio aos jo- gos num vídeo de uma corrida de malas no aeroporto Consumidor também ganhou: para cada atleta patrocidado pela British Airways nas equipes olímpicas e paraolímpicas, a empresa recompensou os clientes com 100€ em cashback em um feriado depois dos Jogos. “Esta é a nossa maneira de dizer obrigado por permanecer no Reino Unido e apoiar os nossos atletas”
  • 35. Empresas e Redes SociaisAdidas(patrocionador oficial das Olimpiadas de Londres) Campanhas em vídeos no Youtube: estrela- das pelos atletas que representam o Reino Unido nos jogos (melhor campanha publi- citária das Olimpíadas, segundo ranking da Fast Company) Fotografia com famoso: David Beckham, ex- capitão da seleção inglesa de futebol, sur- preendeu torcedores britânicos em uma cabi- ne de fotos instalada em um shopping center Resultado: “Conseguimos o maior fatura- mento de marketing de todos os tempos com produtos dos Jogos Olímpicos. Além disso, 2012 será para a Adidas um ano de volu- me de negócios recorde na Grã-Bretanha”, disse o executivo-chefe da empresa
  • 36. Empresas e Redes SociaisCiti(patrocionador oficial dos timesolimpicos dos EUA) Você decide: usuários podem ajudar na decisão da distribuição de um patrocínio extra de US$500 mil votando nos atletas e divulgando para amigos Atletas receberão uma porcentagem da vere- ba proporcional ao número de votos Resultado: não atingiu a meta de “ThankYou Points”, mas continuam com a campanha no ar e mantiveram a conta- gem
  • 37. Empresas e Redes SociaisVolkswagen (nao patrocinador) Volkswagen criou carro movido a grito: campanha para divulgar as Olimpíadas de Londres na Holanda criou uma corrida de 100 metros para desafiar os torcedo- res do país Resultado: os vídeos do comer- cial e da ação com consumi- dores atingiram, juntos, 80 mil views no Youtube. A campanha se destacou pela criatividade do produto
  • 38. Empresas e Redes SociaisGoogle (nao patrocinador) Google faz série especial de Doodles, os logos comemorativos da marca, para as Olimpíadas Doodles animados: alguns dos logos eram interativos, per- mitindo que o usuário participasse de uma das modalida- des olímpicas
  • 39. Empresas e Redes SociaisThe Guardian (nao patrocinador) Cobertura jornalística na página do Facebook, com muitas fotos “Could You Be a Medalist?”: criação de 4 games em em estilo da década de 1980 que simulam al- gumas modalidades das Olimpíadas. Não foi di- vulgado na página do Facebook, apenas no site
  • 40. Empresas e Redes SociaisLego (nao patrocinador) Lego aproveitou o tema para divulgar cenas das Olimpíadas em fotos e vídeos com peças da marca no Facebook
  • 41. Empresas e Redes SociaisAzul (nao patrocinador) Promoção: todos que comprarem passagens da com- panhia utilizando o código promocional “LONDRES” receberam 5% de desconto no valor da tarifa Quanto mais medalhas o Brasil ganhasse nas Olimpíadas, maior seria o voucher de desconto que os compradores das passagens com o código receberiam para voar pela Azul em outras viagens
  • 42. es So ciais:Empresas e Red pa nha boa cam dosU ma res ulta al t razd igit ant es? re lev A Unmetric desenhou um panorama dos resultados dos patrocinadores das Olimpíadas
  • 43. Empresas e Redes SociaisConquista de fãs: Coca-Cola e Mc- Maior crescimento: com boa Engajamento: Por terDonald’s já tinham forte presença campanha digital, Visa con- menos fãs, é mais fácilnas redes sociais pela populari- seguiu aumentar bastante seu conseguir bons níveisdade das marcas. Mesmo assim, número de fãs de engajamentoconseguiram grandes crescimentos Fonte: http://goo.gl/JmU2c
  • 44. Empresas e Redes Sociais
  • 45. dre seLon ais de sS ociRe Produtos oficiais se destacaram pela criatividade digital
  • 46. Londres e Redes Sociais Canal oficial no Twitter para dar infor- mações sobre o evento. Houve muito investimento em divulgação de fotos Sub-canais oficiais no Twitter para cada modalidade esportiva: a brand persona da Natação era uma câmera aquática Facebook criou páginas oficiais para Olimpíadas e Londres 2012
  • 47. Londres e Redes Sociais Tweet your team to Olympic glory: site oficial incentiva usuários a enviarem tweets apoiando seus times. No total, mais de 1,5 milhão de mensagens foram enviadas London 2012 Official Join In: app oficial das Olimpíadas de Londres. É possível conferir todas as notícias dos jogos, além de ficar por dentro das celebrações que estão rolando no Rei- no Unido (gratuito- plataformas iOS, Android e BlackBerry) London 2012 Official Results: é possível ver os resultado e o painel de medal- has. (gratuito - plataformas iOS, An- droid, BlackBerry e Windows Phone 7)
  • 48. re ns aeImp ais de sS oci Re Emissoras investiram muito na cobertura e apostaram alto na interatividade na internet. Quais foram os resultado?
  • 49. pre nsaA im ove itar ube aprso oci ais? Red es S as
  • 50. Imprensa e Redes Sociais Caso NBC pagou US$ 1,2 bilhão pelos direitos nos EUA e enviou equipe de 2.800 pessoas ao Reino Unido firmou parceria com o Twitter para fazer a cobertura dos jogos: página especial em seu site para reunir tweets de atletas, repórteres, personalidades e fãs de esporte “Contratou agências de marketing para produzir e pensar suas campanhas, mas esqueceu de contratar especialistas em comunicação para gerenciar sua reputação. Com isso, mesmo tendo registrado no domingo (29/06) recorde de público na sua cobertura de TV, teve também um altíssimo volume de reclamações entre os internautas, que criticar- am abertamente a qualidade de seus serviços, a lentidão da Internet e problemas nas transmissões. Foram milhares de reclamações no Twitter, sob a hashtag  #NBCFail”
  • 51. Imprensa e Redes Sociais Destaque: o jornalista Guy Adams (The Independent) fez diversas críticas à transmissão da NBC desde as ab- erturas das Olimpíadas. Quando divulgou o e-mail cor- porativo de um executivo da NBC, para onde o público poderia enviar suas queixas, foi suspenso da rede so- cial. O Twitter muito criticado por sua decisão http://newmediarockstars.com/tag/guy-adams
  • 52. Imprensa e Redes Sociais O fotógrafo Dan Chung, do The Guardian, deixou sua câmera profissional e seu conjunto de lentes em casa e foi registrar as Olimpíadas com um iP- hone 4S. O fotoblog de Chung ganhou destaque no mundo pela alta qualidade das fotografias Se ele pode registrar do celular, pode postar nas redes sociais na mesma hora
  • 53. em es deM 012 re s2L ond Vários acontecimentos das Olimpíadas viraram piadas nas redes sociais...
  • 54. Memes de Londres Rainha Elizabeth II: não estava muito alegre durante a cerimônia de abertu- ra dos Jogos. O motivo certo jamais saberemos, mas o pessoal tratou de produzir inúmeras versões bem humo- radas para explicar o enfado real. O mais popular foi o “Look at all these countries I used to own”
  • 55. Memes de Londres McKayla Maroney: depois de ganhar a medalha de prata na ginástica artís- tica, não conseguiu esconder sua frus- tração fazendo cara feia. Com isso, surgiu o meme “McKayla Maroney não está impressionada”, no qual a atleta aparece com a mesma cara em vários acontecimentos mundiais, como a construção da Muralha da China ou a viagem para a Lua
  • 56. Ap ps Outras empresas também criaram apps para usuários de todo o mun- do acompanharem as Olimpíadas e, por que não, se divertirem um pouco com os esportes olímpicos
  • 57. AppsReuters Olympics London 2012: me- Oplanner: permitia que o usuário Caixa em Londres: app com todaslhores momentos das Olimpíadas planeje quais esportes vai querer as informações dos jogos de Lon-em fotos, além dos resultados e acompanhar nas Olimpíadas. É dres. Além das notícias, o aplicativoinformações dos últimos jogos possível marcar os jogos favoritos também mostrava uma linha do tem-(gratuito - plataforma iOS) e configurar os lembretes pra não po com os fatos e curiosidades das perder o horário da competição Olimpíadas (gratuito - plataformas (US$ 0,99 - plataforma iOS) iOS e Android)
  • 58. Apps SimCity olímpico: Game permite que o usuário crie sua própria cidade olímpica (re- sultado: quase 1 milhão de jogadores) Official London 2012 mobile game: jogo para celular com nove modalidades olímpicas. O usuário pode personalizar e treinar o atleta e participar da competição
  • 59. de Vi staPon to raF or umT er
  • 60. Ponto de Vista TerraForumAcreditamos que a maior surpresa nestas Olímpiadas, apósanos de redes sociais crescendo vertiginosamente, foi odespreparo de alguns profissionais e também a falta de co-municação e planejamento relacionado a equipes, atletas epatrocinadores. Nesta altura do campeonato, esperávamosque algumas regras básicas já estivessem claras ou que ti-vessem sido discutidas anteriormente. Afinal, o assunto nãoé novo, né gente?Tivemos boas surpresas com o uso intensivo do Instagram,que foi ótimo de acompanhar, mas muito pouco aproveita-do por marcas e até mesmo pelos patrocinadoras oficiais(ou será que perdemos alguma coisa?). O destaque mesmoficou por conta da imprensa que usou e abusou da ferra-menta. Welldone.
  • 61. Ponto de Vista TerraForumDe forma geral, o que vimos é que ainda há muito a ser feito nomix entre redes sociais, mídias digitais e a velha e boa publicida-de. Tantas ideas parecem brotar quando pensamos no potencialde uso essas ferramentas, que talvez nossas expectativas estives-sem elevadas. Será? No geral, nos pareceu uma reprodução dosaprendizados do “above the line” e do “bellow the line”. Estamosdesmerecendo as boas iniciativas? Claro que não! A ação daP&G, por exemplo, ganhou grande destaque nas redes sociais eo aplicativo de Visa criado para os usuários do Facebook torce-rem no campeonato mostram que podemos ir além nas redes so-ciais.
  • 62. Ponto de Vista TerraForumNo entanto, muito mais podia ter sido feito. Começando pela ce-rimônia de abertura. Londres 2012 poderia ter aproveitado osaprendizados da central de mídias sociais do Super Bowl e tam-bém investido em ações que auxiliassem os turistas na cidade. Vo-cês encontraram algo neste sentido? Nós não. Parece haver umaoportunidade no que tange ao turismo que também podia ter sidomelhor aproveitada.Taí um pouco do que pesquisamos e do que sentimos nogeral como espectadores. Tudo muito correto, mas nãodisruptivo, ou inovador o suficiente para “blow us away”.Esperamos que nas Olimpíadas do Rio de Janeiro de2016 as mídias sociais tenham seu uso potencializado emelhor aproveitado em ações das marcas e também nopróprio evento.
  • 63. Agradecimentos Gostaríamos de agradecer todas as fontes que colaboraram para a criação deste estudo: Co.DESIGN IG Quiosque de Ideias ProXXIma YouPix