Gestão do Conhecimento para o Brasil
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Gestão do Conhecimento para o Brasil

on

  • 1,436 views

Discute o conceito e a prática da Gestão do Conhecimento, apresentando a GC como uma estratégia viável para o desenvolvimento econômico, social e democrático do Brasil.

Discute o conceito e a prática da Gestão do Conhecimento, apresentando a GC como uma estratégia viável para o desenvolvimento econômico, social e democrático do Brasil.
www.terraforum.com.br

Statistics

Views

Total Views
1,436
Views on SlideShare
1,435
Embed Views
1

Actions

Likes
0
Downloads
21
Comments
0

1 Embed 1

http://www.lmodules.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Gestão do Conhecimento para o Brasil Gestão do Conhecimento para o Brasil Document Transcript

  • Discute o conceito e a prática da Gestão do Conhecimento, apresentando a GC como uma estratégia viável para o desenvolvimento econômico, social e democrático do Brasil. Neste ensaio estaremos discutindo uma nação. Ao contrário de outros algumas idéias sobre como o conceito recursos (capital, trabalho, recursos e a prática da Gestão do naturais), o recurso conhecimento Conhecimento (GC) podem vir a pode ser alta e rapidamente desempenhar um papel bastante transferível através do tecido estratégico para o desenvolvimento produtivo e social a um custo marginal econômico, social e democrático do de produção muito baixo, o que o Brasil. torna, de maneira amplamente comprovada, o recurso mais rentável A humanidade já realiza a GC há quando bem alavancado e explorado. milênios e nenhuma empresa Ele se encontra em sua forma mais sobrevive sem algum tipo de GC. preciosa na cabeça das pessoas, mas Mudanças muito recentes, no entanto, também, transformado e explicitado na capacidade de comunicação e em documentos, conteúdos não processamento de informações e o estruturados, processos, patentes e exponencial crescimento da melhores práticas documentadas. importância da capacidade inovadora Organizações e países que para o desempenho econômico, compreendem bem a importância tornaram a GC uma preocupação deste recurso tanto do ponto de vista deliberada, sistemática e metódica em econômico como social, trazem a muitas organizações privadas, gestão do mesmo para o pano de governamentais e públicas de maneira frente de suas políticas gerenciais e geral. Neste sentido, a diferença entre políticas. Isto significa estratégias o que estaremos falando e a prática específicas para geri-lo segundo a corrente de gestão tradicional nas definição abaixo: organizações é tão grande que poderíamos dizer que se trata de uma “Gestão do Conhecimento significa revolução e não de uma evolução do organizar as principais políticas, processo de gestão. processos, ferramentais gerenciais e de tecnologia de informação à luz de O recurso conhecimento, como jamais uma clara compreensão dos na história, está desempenhando um processos de GERAÇÃO, papel preponderante para o IDENTIFICAÇÃO, VALIDAÇÃO, desenvolvimento econômico-social de DISSEMINAÇÃO, ©TerraForum Consultores 1
  • COMPARTILHAMENTO, USO e • Reutilização de melhores PROTEÇÃO dos conhecimentos práticas e disseminação de estratégicos para gerar resultados conhecimentos consolidados (econômicos) para a empresa E benefícios para os colaboradores e Estaremos discutindo estes objetivos stakeholders.” do ponto de vista de políticas públicas: A GC, na sua concepção mais 1. Obtenção de vantagens competitivas moderna, é, dessa maneira, um a partir do foco no desenvolvimento de conceito integrativo de várias competências-chave em áreas de alto disciplinas de gestão: gestão potencial e atratividade. estratégica, gestão de recursos humanos, gestão da informação, De um ponto de vista de política gestão da inovação, gestão do capital industrial, por exemplo, a GC traz de intelectual, etc. A GC tem sido forma muito contundente a aplicada tanto nas esferas privadas, necessidade de o país e suas como públicas. Embora com maior principais instituições terem alguns desenvolvimento nos países focos setoriais para a geração, desenvolvidos, já se observa no Brasil aquisição e disseminação de um grande número de instituições que conhecimento. São inúmeras as começam a desenvolver projetos de pesquisas que mostram, por exemplo, GC. Poucas são as iniciativas de GC, que tanto indivíduos, como entretanto, aplicadas em âmbitos organizações, regiões e países só supra-organizacional, regional ou criam novos conhecimentos de nacional. Estaremos argumentando altíssimo valor quando estão: aqui esta é uma importante Focados por um longo período oportunidade para o Brasil. de tempo em uma área do saber e fazer humano; É nossa convicção que os conceitos Inseridos em redes de GC, aliados a típicas ferramentas colaborativas de altíssimo nível de gestão estratégica empresarial, e que estimulam a criatividade poderão trazer enormes benefícios individual e coletiva; para o Brasil se aplicados para a Atuando em mercados realização de políticas públicas. No altamente competitivos com setor empresarial a GC normalmente demanda exigente. envolve alguns dos objetivos abaixo: • Obtenção de vantagens A escolha de alguns setores competitivas a partir do foco no econômicos para estabelecermos uma desenvolvimento de estratégia de GC nacional exige, por competências-chave em áreas sua vez, a resposta a algumas de alto potencial e atratividade; perguntas-chave para determinar sua • Incentivo à colaboração entre atratividade: pessoas que normalmente não É um setor de rápido colaborariam crescimento mundial? ©TerraForum Consultores 2
  • É um setor de rápido crédito, subsídio, regulamentação e crescimento em termos de proteção) a aplicação da GC no plano comércio internacional? nacional envolve um foco muito maior Os preços neste setor têm na variável conhecimento, nos ativos uma trajetória histórica de intangíveis setoriais e na obtenção, crescimento? A rentabilidade desenvolvimento e disseminação de das empresas deste setor têm informações e conteúdos estratégicos. tido uma trajetória Este foco leva ainda a várias outras ascendente? conseqüências importantes: É um setor que produz e Maior foco nos resultados de transfere conhecimentos de médio e longo prazo, pois o alto valor para outros setores conhecimento leva tempo para econômicos? se desenvolver e gerar É um setor no qual temos resultados econômicos. condições de desenvolver um Evidentemente, isto nem patamar de conhecimento de sempre é viável para a grande altíssimo nível? Se sim, isto maioria dos políticos cujo ocorre em todo o setor ou em horizonte de tempo são sub-segmentos do mesmo? aqueles determinados pela periodicidade das eleições; As perguntas acima deixam evidente Desenvolvimento de políticas que a definição de focos para o país que privilegiam o segundo a visão da GC não é desenvolvimento e proteção de simplesmente uma avaliação relativa ativos intangíveis estratégicos da competitividade brasileira vis-à-vis dos setores econômicos outros países com base em fatores selecionados. Neste sentido, é tradicionais (capital, escala, custo da preciso uma análise muito mão-de-obra, mercado consumidor, mais precisa de que tipos de etc), pois este tipo de avaliação típica conhecimentos e ativos de políticas industriais passadas tem intangíveis são mais valiosos levado o país a continuar a investir em em cada uma das cadeias setores onde sua crescente produtivas (ex: informações do competitividade não se traduz em mercado consumidor, ganhos econômicos. Isto ocorre conhecimento científico, quando o país continua a investir em melhores práticas setores com tendências históricas de manufatureiras, informações queda de preço e margens (típica sobre pedidos e concessões situação de várias commodities) e de patente, regulamentação e cujo grau de regulamentação dos normas de uso, etc) mercados consumidores Identificação e disseminação internacionais é bastante adversa e sistemática de fontes de restritiva (caso típico dos produtos informação de valor agrícolas). competitivo para uma ampla parcela dos atores econômicos Ao contrário de políticas industriais das cadeias de valor dos tradicionais (focadas políticas de ©TerraForum Consultores 3
  • setores econômicos pesquisa e detentores de estratégicos selecionados; conhecimento que atuam em áreas Desenvolvimento de afins ou mesmo exatamente iguais ou conteúdos informativos e de complementares. É fato que boa parte aprendizagem de alto valor dos programas mais recentes de agregado e longa duração apoio à pesquisa no país têm se para serem disponibilizados pautado pelo incentivo de propostas para as cadeias produtivas multilaterais, ou seja, envolvendo selecionadas; várias instituições de pesquisa e/ou Necessidade de uma ampla empresas. No entanto, este é um articulação dos setores conceito associado a projetos que têm universitários, de treinamento, clara demarcação de objetivos, datas de pesquisa pública e dos para início e fim. setores industriais para a determinação de uma agenda No caso de grandes empresas, no e políticas de pesquisas entanto, o incentivo à colaboração vai colaborativas de caráter pré- além daquele esperado no caso de competitivo, de formação de projetos. O conceito e a prática de competências e de aquisição e comunidades de práticas, ou de disseminação de inteligência pessoas que se encontram competitiva. fisicamente e/ou virtualmente para ! "" " " " # $" ! "" ! ! % & # ' compartilhar conhecimentos de forma rotineira sem objetivos específicos em 2. Incentivo à colaboração entre termos de projetos, tem se espalhado pessoas que normalmente não de forma muito rápida. É nossa colaborariam convicção que esta é uma das grandes oportunidades para o país Quando o conhecimento é do tipo desde que sejam criados incentivos e rotineiro e consolidado funcionam esforços para apoiar a estruturação de melhor estratégias de documentação comunidades de prática envolvendo e disseminação, quando o diversos atores e instituições sejam conhecimento é do tipo mais estabelecidos, como as que começam complexo e o trabalho dos usuários a ser fomentadas pela ABIPTI – mais ligados à inovação boa parte dos Associação Brasileira dos Institutos de esforços envolvem estratégias para Pesquisa Tecnológicos. aproximar pessoas que detém conhecimentos específicos. No caso O conceito e a prática relacionada a do Brasil, a dimensão continental do comunidades de práticas pode vir a país não facilita a cooperação e a ampliar as possibilidades de colaboração entre diversos grupos de colaboração e trocas de conhecimento ©TerraForum Consultores 4
  • tanto entre os melhores cérebros do 3. Reutilização de melhores práticas e país, como entre membros de disseminação de conhecimentos comunidades na ponta do processo consolidados produtivo (micro e pequenas empresas). Para tanto, serão Particularmente em grandes necessários investimentos em infra- empresas uma das grandes estrutura de TI (ex: portais oportunidades trazidas pela Gestão do corporativos), mas também e Conhecimento é o reaproveitamento principalmente na mudança cultural e do conhecimento existente ou de na modificação de incentivos pessoais melhores práticas criadas em e institucionais que fomentem atitudes diferentes unidades de negócio, mais colaborativas e de atuação em escritórios, fábricas e países. O rede. A formação destas comunidades aumento da velocidade destas trocas exige, ademais, grande atenção ao se dá em grande medida em função processo de criação das mesmas, da revolução na capacidade de enorme esforço inicial para criação de processamento de informação e de massa crítica e esforço contínuo de comunicação trazida pela Internet nos um grupo de pessoas dedicadas para últimos anos. animar, gerenciar e manter as comunidades de prática bem focadas No caso do Brasil, vislumbramos e gerando valor para todos os grandes oportunidades de envolvidos. disseminação do conhecimento existente nas instituições públicas, Já discutimos em vários ambientes, universidades e institutos de pesquisa por exemplo, a grande oportunidade para o resto do tecido produtivo e de se remodelar o portal do CNPq a social. Não estamos falando de partir de conceitos de Gestão do pesquisa de ponta cooperada ou Conhecimento. Este portal é hoje um comprada por grandes empresas enorme acervo – banco de dados – (esta é uma outra discussão), mas sim que conta com mais de 300.000 CVs do desenvolvimento de estratégias de pesquisadores brasileiros e dados bem específicas para que o de grupos de pesquisa. Infelizmente, conhecimento já consolidado seja no entanto, o potencial do mesmo é efetivamente utilizado pelo setor sub-explorado por não ter sido produtivo. É nossa experiência que desenhado a partir das lógicas de nossas melhores universidades, Gestão do Conhecimento que, acima institutos de pesquisas e muitos de tudo, privilegiam a interatividade, o órgãos governamentais têm muito hyperlink entre documentos, pessoas poucos incentivos individuais e e comunidades, a prestação de institucionais para “empacotar” o que serviços, a personalização, o apoio a sabem e divulgar pela sociedade em Comunidades de Prática e a geral. Quando pesquisadores dizem multiplicidade de fontes de que têm incentivos para a divulgação, informações integrada. os mesmo falam de seus artigos científicos. Estes, porém, são escritos para serem lidos por outros acadêmicos e não pela grande massa ©TerraForum Consultores 5
  • de pessoas do setor produtivo que informações úteis e confiáveis para a poderia utilizar o “conhecimento população. Uma das maiores nacional”. De outro lado, também é dificuldades para qualquer pessoa nos evidente que grande parcela do setor dias de hoje e em particular para produtivo ainda não está devidamente aqueles com acesso à Internet é sensibilizado para o papel do encontrar informações relevantes e conhecimento em suas várias formas confiáveis. De um lado, o público de para o desenvolvimento de vantagens maneira geral não está capacitado e competitivas duradouras. não está sendo capacitado para exercer seu próprio filtro usando Basta ver, por exemplo, o que faculdades cognitivas e ferramentas acontece no setor agrícola onde computacionais, de outro, as várias temos pesquisa de ponta e áreas com instituições governamentais ainda não produtividade de dar inveja a países entenderam como usar a Internet para do primeiro mundo (geralmente em entregar informações e grandes propriedades) convivendo conhecimentos de alto valor em com uma grande maioria de pequenos formato, organização e linguagem e médios produtores rurais que não adequada para os vários grupos de estão sensibilizados pelo “valor do cidadãos que procuram o Estado para conhecimento” e nem favorecidos por se informar, aprender e obter serviços. políticas nacionais de disseminação Em grande medida, os esforços de conhecimento. Apesar de alguns governamentais se reduzem a esforços aqui e acolá de iniciativas isoladas de e-government disseminação de conhecimento, mais focadas em serviços do que em vemos com mais freqüência ainda conhecimentos e, em sua maioria, políticas nacionais focadas no crédito, funcionando a partir da lógica das na distribuição de terras ou na estruturas organizacionais das construção de infra-estrutura física. instituições públicas do que a partir da Sem dúvida relevantes, mas ainda lógica dos grupos de usuários em atreladas a uma visão de mundo da suas várias situações de uso e Era Industrial e não da Era do capacitação digital. Conhecimento. Na Era do Conhecimento, a distribuição de 4. Considerações Finais informações adequadas aos vários públicos e cidadãos é uma das Embora recentemente muitos falem responsabilidades fundamentais de sobre este tema, é nossa opinião qualquer governo – nas esferas através de nossas atividades de municipais, estaduais e federais. pesquisa, ensino e consultoria que são poucas as instituições e pessoas De fato, com o advento da Internet, no Brasil que têm uma idéia cristalina houve uma explosão na quantidade do que realmente significa de informação e de fontes de implementar GC em uma organização. conhecimento disponíveis para os No plano de políticas públicas este cidadãos. Infelizmente esta explosão conhecimento é ainda mais escasso. que continua se acelerando não é Neste sentido, terminamos este uma garantia de acesso a ensaio destacando alguns dos ©TerraForum Consultores 6
  • principais obstáculos que que não permitem que se visualizamos para a implementação aproveite o potencial inerente de programas de GC no âmbito de das redes humanas e virtuais políticas públicas: para a construção de 1. Inabilidade de identificar os conhecimentos estratégicos. principais ativos intangíveis de Nesta mesma linha, um dos uma empresa, organização ou desafios importantes a serem região econômica. Pecam vencidos é o da inversão da ainda muitos por não com lógica do desenho de compreender a relação dos sistemas de informação ativos intangíveis com a públicos. Estes não podem estratégia empresarial ou continuar a serem desenhados institucional e quais os de “dentro para fora”. É processos que permitem que necessário que estes sejam estes sejam construídos e desenhados de “fora para criem valor para as dentro”, isto é, levando-se em organizações e/ou usários dos consideração que os usuários produtos e serviços da de sistemas de informação organização. Este fato é públicos (cidadãos e particularmente evidente empresas) não precisam, ou quando os agentes melhor, não devem ter que econômicos definem suas entender a complexidade das competências essenciais em estruturas organizacionais do termos de seus produtos e setor público; serviços e não em termos das 4. Acreditar que a GC possa ser bases de conhecimento que implementada em ambientes determinam a vantagem políticos e organizacionais competitiva. onde predomina modelos 2. Confusão entre Gestão da gerenciais antiquados, Informação e Gestão do herdados diretamente da Era Conhecimento e conseqüente Industrial e que, por isso foco excessivo na mesmo, têm poucos incentivos disseminação de informação à rápida inovação, não validada e selecionada por compartilhamento de gestores de conteúdo e/ou conhecimentos e colaboração comunidades de prática; além das fronteiras tradicionais 3. Ausência de uma estratégia da organização; bem articulada no nível 5. Acreditar que a GC seja um estratégico para o projeto e não um novo modelo desenvolvimento de uma infra- de gestão, que se baseia na estrutura de tecnologia de implementação articulada de informação comum que iniciativas estratégicas, suporte os processos de GC e organizacionais e culturais ajudem a desestruturar silos apoiadas por uso inteligente de departamentais, infra-estrutura de tecnologia de organizacionais e institucionais informação e novos modelos ©TerraForum Consultores 7
  • de relacionamento com o competitiva de grande impacto. Como ambiente externo; ferramenta gerencial, os investimentos 6. O último erro e, talvez, o mais financeiros para sua implementação importante é o de ver a GC não são tão elevados face o potencial como uma bala de canhão que esperado de retorno (econômico ou será implementada a partir de social). Grandes empresas grandes discursos e multinacionais estão na liderança na direcionamentos estratégicos. implementação de iniciativas de GC. A GC, infelizmente, demanda Alguns casos de sucesso, no entanto, um trabalho árduo e metódico de empresas públicas e organizações – “de formiguinha”. É através supra-institucionais tanto no exterior, das ações dos vários como no Brasil mostram o potencial ministérios, secretarias, deste conceito para a dinamização de empresas, fundações e várias redes de aprendizado, inovação e esferas da atuação pública que aplicação de conhecimentos a GC pode render frutos consolidados. desejados. Este tipo de trabalho, no entanto, requer Neste ensaio procuramos apresentar mais liderança de gestão do de forma sucinta alguns dos conceitos que liderança política e dá, mais estratégicos relacionados à GC. claramente, menos IBOPE Contextos específicos, no entanto, político... requerem discussões muito mais aprofundadas e muito mais focadas O que povo quer nós já nos aspectos operacionais dos sabemos...melhor educação, saúde, projetos de GC, pois como todas segurança, etc...É nossa convicção iniciativas de caráter gerencial, há um que a GC e o foco no recurso longo caminho a ser percorrido entre conhecimento podem, de fato, ajudar estratégias bem formuladas e ações na batalha para melhorar todos os bem implementadas. processos de gestão da máquina governamental que afetam estes serviços públicos. *** Sabemos da complexidade não apenas conceitual, mas também institucional envolvida na José Cláudio C. Terra é presidente da implementação de programas de GC TerraForum Consultores. Atua como consultor em um plano nacional. Experiências e palestrante no Canadá, nos Estados Unidos, bem sucedidas de implementação de em Portugal, na França e no Brasil. Também é GC requerem lideranças altamente professor de vários programas de motivadas, envolvidas e dispostas a pósgraduação e MBA e autor de vários livros romper com padrões tradicionais de sobre o tema. Seu email é gestão de sistemas de informação e jcterra@terraforum.com.br gestão de pessoas. Quando bem implementados, porém, programas de GC podem se tornar uma ferramenta ©TerraForum Consultores 8
  • ) +) * (, # ( Gestão do Conhecimento e Sistemas de Informações Públicos A TerraForum Consultores é uma empresa de Gestão do Conhecimento: o grande desafio empresarial! consultoria e treinamento em Gestão do O Desafio Tecnológico Brasileiro: reflexões sobre uma difícil jornada Conhecimento (GC) e Tecnologia da Informação. Os clientes da empresa são, em sua maioria, grandes e médias organizações dos setores público, privado e terceiro setor. A empresa atua em todo o Brasil e também no exterior, tendo escritórios em São Paulo, Brasília e Ottawa no Canadá. É dirigida pelo Dr. José Cláudio Terra, pioneiro e maior referência em Gestão do Conhecimento no país. Além disso, conta com uma equipe especializada e internacional de consultores. + . 0 ) ) ( 2( * - / 1, ( 3 - Gestão do Conhecimento e E-learning na Prática Portais Corporativos, a Revolução na Gestão do Conhecimento Gestão do Conhecimento - O Grande Desafio Empresarial Gestão do Conhecimento em pequenas e médias empresas Realizing the Promise of Corporate Portals: Leveraging Knowledge for Business Success Gestão de Empresas na Era do Conhecimento ©TerraForum Consultores 9