• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Apresenta   visita técnica  mt
 

Apresenta visita técnica mt

on

  • 1,298 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,298
Views on SlideShare
1,211
Embed Views
87

Actions

Likes
1
Downloads
1
Comments
0

1 Embed 87

http://cefope-es.com.br 87

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Apresenta   visita técnica  mt Apresenta visita técnica mt Presentation Transcript

    • Apresentação:Sobre a visita técnica realizada à SEDUC-MT – 28, 29 e 30/11/11.Participantes:• Subsecretário de Educação de Planejamento e Avaliação – Eduardo Malini;• Gerente de Formação do Magistério - Tânia Regina da Silva Paz;• Assessora – Maria Alice Pinheiro Furtado.Objetivo:- Conhecer a estrutura, organização e a política de formação –CEFAPROS (Centro de Formação e Atualização de Professores);- Conhecer a estrutura da SEDUC - MT
    • A formação no MT, está vinculada: Secretaria de Estado da Educação Secretaria adjunta de Política EducacionalSuperintendência de Formação de Educação Básica 15 CEFAPROS
    • Dados Gerais da SEDUC – MT:725 escolas estaduais com 450.000 alunos35 mil profissionais15 Cefatros122 assessorias pedagógicas
    • FORMAÇÃO CONTINUADA.... O Estado de Mato Grosso criou em 29 de dezembro de 1997 os Centros de Formação e Atualização do Professor. Objetivo: Projeto de formação continuada, formação de professores leigos e projetos de qualificação dos profissionais da educação
    • POLÍTICASPÚBLICAS PARAFORMAÇÃO DEPROFESSORES
    • A FORMAÇÃO DOS PROFESSORES E A PROFISSÃO DOCENTEEnquanto política pública de educação , MatoGrosso busca incorporar a formação docente a todos os aspectos da profissão: professorsempre em formação, teoria e prática aliadasao fazer docente, profissionais formadores e em formação em interação constantes, formação continuada concebida em todas as fases da carreira.
    • - A formação qualificada dos profissionais da educação tem íntima relação com a qualidade social da educação pública básica- As condições estruturantes criam atualmente possibilidades concretas de conquistas de uma educação emancipadora para cada um e para todos os cidadãos
    • PRINCÍPIOS DE FORMAÇÃO EM MATO GROSSO... “articulação da formação inicial com a práticaescolar, formação em serviço numa prática de aprendizagem ao longo da vida, professorreflexivo, investigativo,colaborativo e capaz de ações educativas em equipe”
    • RESULTADOS ESPERADOS ...A constituição das competências adjetivadas na educação básica através de processo autônomo e com identidade profissional;e a formação continuada como um processo crítico-reflexivo sobre a prática docente, a reconstrução da identidade pessoal/profissional e sua autonomia
    • CONCEPÇÃO DE FORMAÇÃO A SEDUC-MT propõe uma concepção de formação continuada que possibilita a articulação do desenvolvimento pessoal com o profissional, compreendido como processos contínuos e ininterruptos, orientados pela concepção metodológica dialética que permite responder ao dinamismo da práticaeducativa, as contradições de seu contexto e orientar para a sua transformação.
    • NA BUSCA DA FORMAÇÃO DE UM ‘BOM PROFESSOR’ Conhecimento historicamente acumulado; Cultura profissional; Tato pedagógico; Trabalho em equipe; Compromisso Social.
    • FORMAÇÃO ONDE? QUANDO?FORMAÇÃO FORMAÇÃO INICIAL CONTINUADA
    • FORMAÇÃO INICIAL...Formação inicial dos profissionais da educação, projeto Arara Azul e posteriormente pró funcionário,Relação das Instituições formadoras com as políticas públicas de educação estadual, licenciaturas em parceria há 12 anos,Estão discutindo: O Estágio para as Licenciaturas, Mestrado Profissional para os Formadores.
    • A POLÍTICA COMEÇA A SAIR DARETÓRICA E PISAR NA REALIDADE Diálogo da SEDUC com as Instituições formadoras- UFMT/UNEMAT/IF-MT Plano Nacional de Formação de Professores – Papel da CAPES Construção de diagnóstico das necessidades de formação para as redes públicas de Mato Grosso – PAR Atuação integrada dos agentes formadores – Plano Estratégico
    • CONDIÇÕES ATUAIS... Financiamento público para a formação- PARGestão articuladaMEC-CAPES/Estado/Municípios Criação do Fórum Permanente de Apoio à Formação
    • DO PAPEL DO CEFAPRO Orientar a elaboração do Projeto Sala de Educador considerando o diagnóstico das necessidades formativas levantadas; Aprovar, acompanhar e avaliar periodicamente a execução do Projeto Sala de Educador em cada um unidade escolar; Realizar a formação dos coordenadores pedagógicos das unidades escolares; Realizar formação com grupos específicos de professores e funcionários, na unidade escolar, de acordo com as dificuldades que ainda que ainda não foram dirimidas pelo grupo, após trabalho entre os profissionais da educação; Chancelar os certificados da participação dos profissionais da educação; Formar e assessorar a equipe gestora das Secretarias Municipais de Educação, que firmaram termo de convenio com a Seduc, de forma possibilitar-lhes a implantação e implementação do Projeto Sala de Educador nas escolas municipais; Manter registros de acompanhamento e desenvolvimento dos momentos formativos das escolas de forma a possibilitar o acompanhamento, analise, avaliação e retroalimento dos mesmos.
    • DA CERTIFICAÇÃO Confeccionar os certificados do Projeto Sala de Educador, que deverão ser assinados pelo diretor e secretário da Escola, de acordo com o acompanhamento das ações de formação pela equipe do Cefapro que fará o chancelamento dos mesmos, conforme Decreto nº. 1395, de 16 de junho de 2008, Art. 2º. § único. As escolas deverão enviar ao Cefago os certificados do Projeto de Formação Continuada Sala de Educador, com a carga horária de acordo com a participação de cada profissional, na primeira quinzena do mês de novembro (os critérios de pontuação estarão estabelecidos na portaria que regulamenta a atribuição da aulas publicadas pela Seduc anualmente); O coordenador pedagógico que atuar na coordenação dos de estudos receberá a certificação de coordenador de grupo de estudos, observando o mínimo de 75% de frequência, não acumulado certificado de coordenador e de participante e não excedendo a um (01) certificado; O Cefapro fará a devolução dos certificados chancelados, na segunda quinzena de novembro.
    • RECURSO FINACEIRO A unidade Escolar deve prever recursos, no Plano de Desenvolvimento Escolar-PDE, conforme aInstrução Normativa N 002/2011/GS/Seduc/MT,D.O. 21.01.2011 que dispõe sobre a implementação do Projeto Político Pedagógico, para garantir os materiais (livros, cadernos de registros, equipamentos etc.) necessários à execução do Projeto Sala de Educador.
    • DA AVALIAÇÃO A Coordenação de Formação, os Professores Formadores dos Cefapros e os coletivo da escola realizarão a avaliação da formação continuada do Projeto Sala do Educador, até a segunda quinzena do mês de novembro; A Escola deverá utilizar os dados do processo avaliativo, do desempenho dos professores e alunos como diagnóstico para planejamento do Projeto Sala de Educador para o próximo ano; Os Cefapros devem aprovar e orientar o Projeto Sala de Educador 2011 considerando os dados do Processo Avaliativo das ações de formação realizadas em 2010, com o objetivo de fortalecer o trabalho na escola; Após a tabulação e análise dos dados, o resultado da avaliação do Projeto Sala de Educador deverá ser apresentado em reunião de avaliação das ações de 2010 e planejamento das ações de formação para 2011, junto à SUFP, no mês de janeiro/fevereiro de 2011.
    • A FORMAÇÃO NOS CENTROS... Implantação do Projeto “SALA DE PROFESSOR/sala do educador”trabalho voltado à formação continuadaobjetivos:• fortalecer a Escola enquanto espaço de formação por meio da organização de grupos de estudos• construção de um comprometimento coletivo com o processo de ensino e aprendizagem;• e contribuir para a superação das fragilidades da escola.
    • • Pontes e lacerda• SINOPObs:• 09 – Centros em parceria com a UAB’s.• 02 em funcionamento
    • O ATENDIMENTO...Estrutura e Funcionamento dos Centros de Formação: Possui Diretor; Coordenador Pedagógico; Formadores: especialistas em todas as áreas do conhecimento = 230; estrutura física em processo de adequação; condições financeiras adequadas para atendimento aos municípios do polo; articulação com as redes municipais; Meta 2013: ampliar para 400 Formadores.
    •  Cada escola tem seu projeto de formação continuadaacompanhado pelos CEFAPROS Os Centros estão em processo de articulação com asInstituições formadoras Públicas com vistas aestabelecer uma matrícula de cada formador em umaInstituição formadora Cada profissional da rede tem uma matrícula em umcentro de formação.
    • Algumas Percepções:- Seleção do Formadores: foram selecionados por uma Universidade;- Faltou estabelecer alguns específicos para seleção , tempo de permanência na função , renovação do quadro etc.- Boa parte dos formadores são vinculados à duas redes de ensino;- Falta um plano de formação para os Formadores com base em uma matriz de competências básicas e desenvolvimento;(agora estão discutindo alguns Mestrados Profissionais).- A Formação é demanda na maioria das vezes pela escola , porém não possuem um instrumento sólido para ancorar o diagnóstico. - Ainda não desenvolveram uma formação com Gestores das escolas e o coordenador pedagógico ( isso fragiliza o processo); - O currículo da rede ainda não foi implantado e também não possuem avaliação de sistema;
    • - O eixo da formação inicial que também de responsabilidade das Sec. de Educação, ainda não possui uma proposta ou programa que consolide um trabalho,(fase de debates com as IES: estão a quatro meses debatendo a efetivação do estágio das licenciaturas...esse eixo na nossa gerência já está estruturado e funcionando...(vão importar o nosso modelo).- Dificuldade de possuir um calendário de formação da SEDUC; SEDU/SEPLA/GEFOR- próximos Passos:- Apresentar a visita Técnica ao Secretário – Janeiro 2012- Concluir e publicar a portaria que instituirá o comitê- de estudos e implantação do Centro no ES- janeiro2012- Estabelecer cronograma de trabalho do comitê –janeiro2012- Primeira reunião, estabelecer os novos marcos críticos do Projeto Est.do Governo – última semana janeiro.